Geral

Homem com declaração de óbito é achado vivo em Natal e Itep lamenta ocorrido

Foto: Reprodução

Um homem natural de Caicó e identificado como André Fernandes da Silva, de 35 anos, que estava desparecido desde o dia 11 de junho, apareceu na manhã desta quarta (23) em Natal. O detalhe, no entanto, é que a família recebeu do ITEP a declaração de óbito de André no último sábado (19).

A mãe de André havia levado a identidade dele para reconhecimento das digitais no órgão e também para ela reconhecer o corpo. Ao ver o cadáver, no entanto, a mãe disse que aquele não era seu filho, o que também foi confirmado ao serem comparadas as impressões digitais.

No entanto, por erro, um funcionário do ITEP já havia emitido a declaração de óbito em nome de André, que apareceu vivo na manhã desta quarta (23) na residência de familiares, em Natal.

O corpo em análise não chegou a sair do ITEP, segundo informações do órgão.

Por meio de nota, o Itep lamentou a confusão e classificou a situação como “extremamente constrangedora”. Leia AQUI via portal Grande Ponto.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Servidores municipais precisam retificar declaração do IR, informa comunicado da Prefeitura de São Gonçalo

Em virtude da necessidade de reenviar o arquivo da Dirf para Receita Federal, a Secretaria Municipal de Administração orienta aos servidores municipais que, no ano de 2020, fizeram empréstimo consignado pelo Banco do Brasil, e já tenham feito a declaração de Imposto de Renda (IR), façam a declaração retificadora com o novo arquivo disponibilizado no portal do servidor.

Maiores informações: (84)99924-6623 – Setor Administrativo e RH.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

SE LIGA NO LEÃO: Quase metade dos contribuintes ainda não enviou declaração do Imposto de Renda

Foto: © Marcello Casal jr/Agência Brasil

A 28 dias do fim do prazo, quase metade dos contribuintes ainda não acertou as contas com o Leão. Até o momento, 17.217.336 contribuintes enviaram a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), 52,8% do previsto para este ano. O balanço foi divulgado pela Receita Federal, com dados apurados até as 11h desta segunda-feira (3).

Neste ano, o Fisco espera receber até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações.

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h50min59s de 31 de maio. A data limite foi adiada em um mês para suavizar as dificuldades no recolhimento de documentos impostas pela pandemia de covid-19.

No último dia 13, a Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que propõe adiar novamente o prazo para 31 de julho, por causa do agravamento da pandemia. Como o texto foi aprovado no Senado, só depende de sanção presidencial para passar a valer.

O programa para computador está disponível na página da Receita Federal na internet. Quem perder o prazo de envio da declaração terá de pagar multa de R$ 165,74, ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor.

A entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Isso equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro.

Também deve entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, quem tenha obtido ganho de capital na venda de bens ou realizado operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores, quem tenha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

Restituição

Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar.

Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote). As datas não mudaram, mesmo com o adiamento do prazo de entrega da declaração.

Novidades

Entre as principais novidades nas regras deste ano, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial de quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos” para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

O prazo para as empresas, os bancos e as demais instituições financeiras e os planos de saúde fornecerem os comprovantes de rendimentos acabou em 26 de fevereiro. O contribuinte também deve juntar recibos, no caso de aluguéis, de pensões, de prestações de serviços, e notas fiscais, para comprovar deduções.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

IR 2021: fiscais checam ostentação nas redes sociais para validar declaração

Foto: Ilustrativa

O prazo para realizar a declaração do Imposto de Renda 2021 terá início na próxima semana, mas os contribuintes já devem começar a se preparar para não ter transtornos com a Receita Federal.

Um deles é o risco de ser pego pelo leão por conta da ostentação nas redes sociais. Não que seja proibido, mas é preciso que a declaração retrate a realidade.

“Os fiscais da Receita Federal cruzam as informações dos bens declarados com as postagens nas redes sociais. Se elas demonstram uma vida de luxo que não condiz com o que foi declarado, o contribuinte cai na malha fina. E o fato é que a maioria não faz ideia que esse tipo de checagem ocorre” explica Samir Nehme, presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ).

Checagem IR 2021

O especialista esclarece que a checagem é feita no momento em que as informações enviadas pelos contribuintes nas declarações são processadas por supercomputadores, responsáveis por cruzar os dados, incluindo operações de cartão de crédito ou imobiliárias e movimentações financeiras, e apontar contradições.

Samir explica que os perfis não são escolhidos aleatoriamente. Só depois que o sistema acusa casos com possíveis inconsistências, os fiscais da Receita comparam as informações prestadas pelo contribuinte com o que ele posta nas redes sociais. Considerando a cultura que o brasileiro tem de expor boa parte de sua rotina nas redes, não é difícil reconhecer quando a declaração não condiz com a realidade.

“Uma vez que caia na malha fina, a Receita Federal solicita esclarecimentos ao contribuinte. O ato de não pagar o tributo, em si, não representa sonegação de impostos, que é crime previsto na Lei 9.137/90, mas sim quando demonstrada fraude, como, por exemplo, adulteração de valores em documentos combinado ao não pagamento do imposto devido”, esclarece o contador.

Se identificada a sonegação, além da cobrança do tributo e multa – que pode chegar a 225% sobre o valor do imposto devido, a acusação criminal é comunicada ao Ministério Público, podendo, em caso de sonegação, gerar prisão de dois a oito anos.

Malha fina

Existem três principais razões para cair em malha fina: primeiro, omissão de informações sobre rendimentos.

Em segundo lugar, dedução indevida de Previdência oficial ou privada, seguida por incompatibilidade entre valores com despesas médicas e receitas declaradas.

São menos frequentes, mas também merecem atenção: informações divergentes das fontes pagadoras, comissão de rendimentos de aluguéis e pensão alimentícia com indícios de falsidade.

Contábeis

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vereador eleito do PSOL, professor Robério Paulino esclarece declaração sobre hotéis em Ponta Negra

Entrevistado no programa Meio Dia RN, na 96FM, nessa terça-feira (24), o professor Robério Paulino, eleito vereador pelo PSOL, entrou em contato com o Blog do BG para explicar a declaração sobre a situação de hotéis em Ponta Negra. Confira abaixo íntegra de resposta:

“Meu caro Bruno.

Fique muito descontente mesmo com o que fizeram com uma única palavra minha mal encaixada, em função da várias interrupções que vocês me fizeram, que mal me permitem terminar a resposta. Falei errado retirar os hotéis dali de Ponta Negra quando eu deveria ter falado recuar, no médio e logo prazo, em 15 ou 20 anos, para permitir um alargamento da faixa de areia e da calçada, como complemento ao enrocamento. Vocês pincaram unicamente esse trecho e abriram espaço para todo tipo de ataques baixos a mim lá no seu Instagram e no seu Blog, para desqualificação e ridicularização, sem que eu tenha tempo para me defender. Uma pena. Gustavo Negreiros disse no programa dele que eu propus destruir os hotéis, quando em nenhum momento eu usei essa palavra, mas sim você. O que eu disse, mas sem poder explicar, não é nenhum absurdo. O mundo inteiro está recuando de forma planejada equipamentos das orlas. Nos EUA, existe mesmo um programa governamental exclusivo só para isso, que nós temos estudado na universidade. Alguns no seu Instagram que não sabem do que estamos falando, mas me insultaram ao extremo, até com palavrões. Coisa baixa. Você pode dizer: mas professor, o senhor disse isso. É verdade, mas disse também outras coisas importantes como fazer uma revolução na qualidade da educação, lutar pela renovação completa da frota de ônibus de Natal, plantar 50.000 árvores, que vcs sequer falaram. O Blog pegou apenas uma palavra mal encaixada, pelo nervosismo natural de uma entrevista e abriu espaço para todo tipo de ataques a mim. Triste isso. Lamento muito. Fui de peito aberto para sua entrevista, não esperava isso. Lhe respeito muito, sempre atenderei seu convite pelo respeito que lhe, mesmo sabendo de nossas diferenças. Mas também sei dar nó em pingo dágua e darei das próximas vezes. Se puder, leia meu esclarecimento no seu programa. Não dura 2 minutos Abraço meu caro”.

Opinião dos leitores

  1. 'Nos EUA, existe mesmo um programa governamental exclusivo só para isso, que nós temos estudado na universidade.' – declarou o socialista.

    1. Considero que este blog não merece credibilidade se faz alvoroço com uma colocação mal sucedida de um entrevistado antes esclarece-la.
      Isso desestimula a leitura do blog e desacredita quemp escreve.
      Sugiro que ele pesquise mais sobre os avanços no mundo sobre cidades inovadoras.

  2. Parabéns aos eleitores desse futuro vereador. Veja a qualidade do político que vocês vão nos fazer engolir por pelo menos quatro anos. Mudar o que estava por esses assim é mesmo que nada. Sai Lucena, entra Robério.

    1. Eu não votei no Roberio. Mas ele luta por coisas importantes como fazer uma revolução na qualidade da educação, lutar pela renovação completa da frota de ônibus de Natal, plantar 50.000 árvores, etc
      Quem não quer isso? É se tem alguem que não quer diga.
      Considero também quem escreve esse blog deveria ler sobre inovações sobre a urbanização de orla ao redor do mundo.
      Acredito que Robério vai fazer melhor do que os vereadores que saíram.

  3. Professor Robério, qual sua opiniao na remoção e melhoria das residências das favelas do Vietnã e Areial na Praia do Meio. Como o futuro Vereador se posiciona? Vamos ver sua coerência….

  4. Devaneios do professor.
    Psol é esquerda braba…
    Ideias absurdas surgem aos borbotões da mente dos psolistas.
    Agora pegou a moda dizem uma coisa e depois negam.
    É público e notório que não pensam no povo , nem nos empregos gerados pelos empresários, só neles.

    1. Me desculpe comadre mas isso de dizer uma coisa e desdizer logo em seguida, apagar posts ou publicar outro negando o dito anteriormente é marca registrada do governo Boi Sonaro e seus bezerros Bananinha 01, 02 e 03.

  5. Conversa pra boi dormir, assuma a sua incompetência e vá continuar no seu mundinho da Ufrn.

  6. Ouvi a entrevista, realmente foi difícil compreender as ideias do professor, muitas interrupções e provocações. Ele não é contra o plano diretor, só acredita que essa discussão deveria sair dos gabinetes dos políticos e ouvir os especialistas, que por sinal, temos muitos nas universidades potiguares. Continue lutando professor, a revisão tem que beneficiar a todos, não só os empresários.

  7. Discordo 100% de tudo o que o PSOL representa — mas temos de admitir que a ideia é, em tese, correta. Quem errou foram as autoridades governamentais que durante décadas permitiram a construção (ou elas mesmas construíram, como mostra a avenida Erivan França e o calçadão) em cima da faixa de areia, sem um recuo muito maior, adequado à preservação tanto da praia quanto da integridade do ambiente e o bem-estar urbano. Infelizmente, não sei se a ideia seria factível agora, mas em si ela não é tão absurda quanto alguns podem fazer parecer.

    Em todos os casos, uma ideia deve ser julgada por si mesmo, não pelo nosso desgosto com a pessoa ou partido que a propõem.

  8. Eu vejo algo de bom em projetos que aumentem as orlas de Natal. Infelizmente não temos orlas e faixas de areia nas praias urbanas de Natal e grande Natal.
    Como não sou da área de urbanismo não vou entrar em detalhes.
    Seria bom ver onde é possível fazer um espaço de lazer, A praia do forte ainda tem espaço, a da Redinha e Santa Rita, enfim algo precisa ser feito. Não devemos pensar só em Ponta Negra.

    1. Concordo que não se deve pensar só em Ponta Negra.
      E se algo for feito para aproveitar melhor os espaços citados nas outras praias, a tendência é migrar parte do fluxo que hoje movimenta Ponta Negra que, ela própria vai pedir para ser modificada, seja com "engorda" ou adequação de hotéis, sem que isso signifique a sua demolição.
      Em outras palavras: quando o empresariado de Ponta Negra perceber que precisa de espaço na praia para atrair mais movimento, ele vai querer as adequações.

  9. Meu presidente é Bolsonaro, e tenho diferenças com o PSOL, mas esse cara aí é bom, e a ideia dele é pra ser considerada sim. Ele merece respeito. Parabéns Robério.

  10. Lendo as desculpas esfarrapadas do PSOLISTA, admiro ainda mais o nosso PRESIDENTE pq a grande mídia nacional bate forte no nosso PRESIDENTE e ele é forte e segue seu caminho, agora com meia dúzia de comentários fortes o PSOLISTA está achando ruim

    1. Esse "EXPECTADOR" X realmente é gado dono residente dele a começar pelo apelido. Kkk com certeza é daqueles gados de cabresto nos olhos. Kkkkk ainda passa vergonha em comentários. Kkkk

  11. Parabens professor o mundo precisa de pessoas assim como vc .mas infezlimente a humanidade so esta PENSSANDO em lucro exarcebado presente e nao pensa em um futuro justo e humano para todos.
    Quando daqui a 10 ou 20 anos quando o mar derrubar esses hoteis ai vao falar q o senhor estava correto.

    1. Acredito que não tem nenhum estudo concluindo que o mar está subindo em Natal.
      Sem querer ofender mas achei chute do vereador.
      Melhor ter proposto hoteis com rodas. A medida que o mar avançar empurra os hotéis mais pra trás.

    2. Acho que mais prático que colocar os hotéis sobre rodas (KKKK) seria "engordar" a faixa de areia, como foi feito recentemente, por exemplo, em Fortaleza. Os hotéis geram emprego e RENDA para os trabalhadores diretos, fora os indiretos… Criticar quem gera emprego é sempre uma retórica reiterada dos partidos de esquerda que acham que o dinheiro do pagador de impostos é infinito!

      Mas a orla de Ponta Negra está vivendo terra de ninguém! A maior parte do calçadão, quase a totalidade, estão ocupadas por comércio irregular e impede o trânsito de pessoas no calçadão. Comparem com orlas como a de Recife, Maceió e João Pessoa. A nossa é de longe a pior! Tenho cada dia mais pena do turista que vem para se hospedar ou andar em Ponta Negra! Eu mesmo me arrisco somente de passar de carro, pois a pé não tem como andar !

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Embaixada dos EUA reafirma declaração de apoio de Trump ao Brasil

Reprodução

A embaixada dos EUA no Brasil usou o Twitter para reafirmar o apoio de Donald Trump ao processo de adesão do país à OCDE.

“A declaração conjunta de 19 de março do presidente Trump e do presidente Bolsonaro afirmou claramente o apoio ao Brasil para iniciar o processo para se tornar um membro pleno da OCDE. Continuamos mantendo essa declaração.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Mujica tenta explicar declaração sobre Venezuela

Ao jornal uruguaio Búsqueda, José Mujica tentou explicar a declaração de que “não devem ficar na frente dos blindados” ao comentar as cenas de tanques de Nicolás Maduro atropelando manifestantes na Venezuela.

“O que eu disse é que você nunca deve ficar na frente dos tanques porque o condutor pode ser um louco. É preciso levar em consideração que há pessoas neste mundo com um caminhão que atropelam uma multidão. Eu não estou justificando nada, só estou tentando educar as pessoas.”

O ex-presidente acrescentou:

“O que está acontecendo na Venezuela é uma selvageria. Como vou justificar essa selvageria? Até roubaram alguns tanques.”

O Antagonista

 

Opinião dos leitores

  1. O pt teve 46 milhões de votos e com a rejeição do Bozo de março de 30% o pt ganha fácil a próxima eleição. A reforma trabalhista ia gerar 17 milhões de empregos, mas gerou 5 milhões de 99 e Uber. Lua está preso e bozo tá solto e não tem um plano parao Brasil.

  2. BG sou seu fã, neste blog pau que bate em chico, bate em Dr. Francisco, vide as reportagens sobre lula ou bozo. No entanto, gostaria de saber: os argumentos utilizados no seu editorial sobre o episódio do músico morto na ação do exército brasileiro serve para o episódio dos tanques venezuelanos?

  3. Sei!
    Sendo a favor de ditadura de esquerda tudo pode, tudo é lindo.
    Esse é mais um esquerdopata.

  4. Esse tipo de atitude é aplaudido pela os PeTralhas, afinal é o "Mijada", velho esclerosado, sem noção, então o culpado é o povo, sofrido, passando fome, e não o maldito chamado Maduro, ou melhor, "Podre", que manda jogar tanques de guerra em cima de civis. Quero ver a defesa aqui dos esquerdopatas, alienados e acéfalos, não fazem por que são covardes, simples assim.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Confira 10 passos para se livrar da declaração do Imposto de Renda

(andresr/Getty Images)

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda 2019 começou no dia 7. Quanto antes você se livrar da sua, mais cedo receberá a restituição, a partir de 17 de junho —veja o cronograma de restituições para este ano.

Se não entregar a declaração dentro do prazo, até 30 de abril, você pagará uma multa de no mínimo 165,74 reais, descontada na restituição e limitada a 20% do imposto devido. Confira a seguir os passos para se livrar logo da sua declaração.

1) Faça o download do programa do IR

Você pode baixar o programa gerador da declaração do Imposto de Renda 2019 no site da Receita Federal, tanto para Windows quanto para outras plataformas.

Também é possível fazer a declaração por smartphone ou tablet, baixando os aplicativos para Android ou para iOS.

2) Importe os dados da declaração do ano passado

O programa do IR permite importar os dados que você preencheu no ano passado. Assim, você só vai precisar atualizar algumas informações e registrar novas transações.

A Receita vai pedir e-mail e telefone do contribuinte na declaração do IR. Você precisará obrigatoriamente informar esses dados.

Além disso, quando o contribuinte digitar um nome para um CPF ou CNPJ, o sistema vai armazená-lo e preenchê-lo automaticamente nos campos seguintes.

3) Reúna os informes de rendimento do empregador

O informe de rendimento mostra informações sobre rendimentos, contribuições ao INSS, Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), eventuais contribuições à previdência privada e coparticipação em plano de saúde corporativo.

Se a empresa onde você trabalha atualmente ou da qual se desligou em 2018 ainda não enviou o informe, peça o documento para o departamento de recursos humanos —ele deveria ter sido entregue até 28 de fevereiro.

4) Organize os informes de rendimento dos bancos

Os bancos disponibilizam os informes de rendimentos por correio ou pela internet. Quem não tem acesso ao internet banking pode obter o documento em caixas eletrônicos ou solicitá-lo nas agências bancárias.

Esse informe resume os rendimentos recebidos pelo contribuinte ao longo do ano, como rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica, rendimentos de tributação exclusiva, além de informações sobre bens e direitos, como aplicações financeiras e saldo em conta.

5) Separe os informes de rendimento de gestoras e corretoras

Esse passo é só para quem tem investimentos em gestoras ou corretoras independentes. Os informes de rendimento contêm o saldo em conta e em cada aplicação financeira, bem como os rendimentos anuais.

6) Recolha os comprovantes de despesas médicas e odontológicas

Não há limites para a dedução de gastos com saúde no IR, mas, para que essas despesas possam reduzir o imposto a pagar ou gerar imposto a restituir, os gastos devem ser acompanhados de comprovantes.

Os documentos devem trazer a razão social da empresa ou o nome do profissional, seu CNPJ ou CPF, o endereço do estabelecimento, o serviço realizado, o nome completo do paciente e o valor. Veja todos os limites de deduções do Imposto de Renda 2019.

7) Levante os comprovantes de despesas com educação

Se você teve despesas com escola, faculdade, pós-graduação ou ensino técnico, sejam elas diretamente ligadas a você ou a seus dependentes, você deve reunir os documentos que detalham os pagamentos e deve se certificar de que eles contêm o nome e o CNPJ da instituição de ensino.

8) Reúna os carnês de contribuições de empregados domésticos

Quem tem empregado doméstico com carteira assinada deve reunir os carnês do INSS ou comprovantes online das contribuições previdenciárias, já que elas se enquadram entre as despesas dedutíveis.

Desde outubro de 2015, o empregador deve reunir o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE), já que o programa passou a ser o responsável pelo recolhimento das contribuições.

9) Organize os comprovantes de rendimento e pagamento de aluguéis

Quem paga ou recebe aluguéis também deve reunir os documentos relacionados. Se o inquilino for pessoa física e os pagamentos foram feitos diretamente ao proprietário, sem o intermédio de imobiliárias, a comprovação junto à Receita é feita com os recibos dos depósitos bancários.

Se houver uma imobiliária administrando um imóvel ocupado por pessoa física, ela pode fornecer um histórico dos aluguéis pagos no ano. Também é possível pedir uma cópia do documento que a imobiliária entrega ao Fisco, a DIMOB.

Caso o inquilino seja pessoa jurídica, ele é responsável por entregar o informe de rendimentos para o proprietário, uma vez que é ele quem deve recolher o Imposto de Renda.

10) Guarde os comprovantes por cinco anos para evitar a malha fina

Os documentos usados para a declaração de IR devem ser guardados por cinco anos, até o fim de 2024, já que durante esse período a Receita pode convocar o contribuinte para prestar esclarecimentos.

Além de separar os documentos citados acima, pode ser necessário recolher outros comprovantes, conforme as suas movimentações financeiras em 2018.

Se você comprou ou vendeu um imóvel, recebeu recursos de ações judiciais ou doou dinheiro para instituições com incentivos fiscais, por exemplo, terá que levantar esses comprovantes também. Veja todos os comprovantes necessários para declarar o Imposto de Renda 2019.

Exame

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Robinson propõe nova distribuição de recursos para os poderes do RN

Ainda entre as declarações que deu nesta segunda-feira, o governador Robinson Faria defendeu um novo modelo de repasse dos duodécimos.

“Defendo que o governo mude o critério de repasse para os poderes. Os poderes têm que receber os recursos necessários para o seu funcionamento, o Poder Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas, Defensoria Pública não podem ter sobra de recursos”, declarou o governador.

Ele ainda disse, ao G1, que o modelo de isenções fiscais deve ser revisto.

“O Estado do RN tem cerca de R$ 450 milhões por ano de isenções ficais, o Proadi cerca de R$ 250 milhões, e minha pergunta é: beneficia a quem? Eu defendo isenção fiscal para micro e pequenas empresários. É preciso rever essa isenção. Outra questão é enfrentar sonegação”

Opinião dos leitores

  1. O governador tá mais perdido q cachorro qdo cai de mudança… cabritinho de peia esse Robson Faria…Naaam

  2. A questão é: será que os poderes que têm sobra de recursos não é pq sabem geri-los melhor? É justo um poder não gerenciar direito e depois querer de quem gerencia?

    1. Tem de diminuir mesmo o RN está muito acima dos demais Estados e outra essas sobras não é questão de gestão é porque vai muito dinheiro mesmo para os poderes exemplo eu dou são os milhares de fantasmas da assembleia que recebem do erário e muito bem sem trabalhar e ainda sobra dinheiro, esses absurdos dos auxílios moradia que até RETROATIVAMENTE receberam uma bolada além da GTNS que do dia para noite todos os funcionários do tribunal de justiça tiveram 100% de aumento repito 100% DE AUMENTO e ainda assim sobra dinheiro e digo também SE O GOVERNADOR TIVER A CORAGEM DE CORRIGIR ESSE ABSURDO DOS PODERES GUARDAREM AS SOBRAS DOS REPASSES O POVÃO VAI APLAUDILO INCLUINDO EU….

  3. Isenções é um problema.
    O pessoal do setor aéreo vivia reclamando que o QAV no RN era o maior entre os estados vizinhos e por isso perdíamos vôos.
    Não sei se houve aumento.
    Nem se a crise nacional atrapalhou..
    Tirar isenções também tem seus problemas…
    A chamada guerra fiscal.
    Se um dá e o outro não, há ameaça de saída do empreendimento.
    Essa empresa de energia eólica chinesa que vem tem isenção?

  4. Só faltou dizer que crise em que o estado passa foi motivada pela forma da distribuição dos recursos para os poderes do RN.
    Será que não deu para ele perceber desde o início do seu mandato uma coisa tão óbvia, ou seja, que os poderes não podem ter sobras de recursos?

  5. Tem que se acabar com essa história de dinheiro do judiciário, do legislativo ou do executivo. O dinheiro tem que ser do governo e pronto, enquanto os servidores mais humildes mendigando, o judiciário recebendo altas quantias e em dia.

  6. Já passou do tempo de acabar com essa farra com dinheiro público, é preciso corrigir estas distorções e sanear estas despesas desses poderes que acham que estão acima de tudo e de todos.
    Precisamos de um Governador de pulso e que tenha coragem de enfrentar essa turma e dar um basta neste desmando, ou os governantes fazem ou o Povo fará e será muito mais traumático, pois já ultrapassou o limite do aceitável e o Povo já não suporta mais ser extorquido por eles.

  7. tenha atitude governador não tenha medo o senhor foi eleito para resolver. resolva cultue a memoria do seu velho e, saudoso pai OSMUNDO FARIAS.o senhor tem tudo para enxugar o nosso RN.

  8. NÃO PODE OS PODERES SOBRANDO DINHEIRO E, O EXECUTIVO QUE PAGA FALTANDO VERBAS PARA PAGAR OS SEUS SERVIDORES.PRINCIPALMENTE O PESSOAL DO FISCO QWUE ESTÁ TODO DIA NA LUTA.

  9. tem que corrigir urgente os indices absurdos que são repassados aos poderes. terá o apoio de toda a população. tome atitude governador o senhor é o mandatario pode fazer.

  10. O querosene de aviação foi reduzido e nem assim as passagens aéreas pra Natal e partindo de Natal ficaram mais baratas, e também não ouve aumento do número de voos. O governador foi enganado pelo pessoal da aviação.

  11. Eu não abro mão do meu Auxílio Moradia, pois pago aluguel com essa verba. Sei de amigo meu que tem dez apartamentos e recebe o auxílio, mas eu sou arrimo de família e, repito, pago aluguel.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governador fala sobre greve e defende direito da população à segurança

O governador Robinson Faria quebrou o silêncio desde a deflagração da greve da Polícia Militar e Polícia Civil e afirmou nesta segunda-feira, ao G1, que, assim como os policiais têm o direito ao salário, a população tem o direito à segurança.

A declaração é um tom de apelo, já que ele espera que os policiais voltem à normalidade quando os salários de dezembro estiverem quitados, o que está previsto para acontecer até a sexta-feira.

“É direito sagrado do policial receber salário em dia e do cidadão ter segurança”, afirmou o governador.

Ele ainda destacou que o governo não prendeu tampouco pediu a prisão dos grevistas, mas apenas o fim do movimento – foi determinação judicial que houvesse prisão.

 

 

Opinião dos leitores

  1. Se realmente quer que volte: dê as condições mínimas de trabalho e pague dezembro e o décimo, simples.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Tudo tem como pano de fundo o combate ao desemprego, diz Temer

Ao anunciar, em cerimônia no Palácio do Planalto, a liberação de R$ 20 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por meio do BNDES Giro para ser usado como capital de giro das micro, pequenas e médias empresas, o presidente da República, Michel Temer, disse que todas as medidas adotadas pelo governo “sempre têm como pano de fundo o combate ao desemprego”. Temer afirmou ainda que quando o banco se volta para este segmento da economia, “estamos pensando no social”.

Para o presidente, “há urgência de concessão de crédito” do BNDES Giro para este segmento, que são “as campeãs do emprego e desenvolvimento do nosso País”. E emendou salientando que estes recursos dão “injeção de vitalidade nas micro, pequenas e médias empresas” e ” neste momento, o Giro dá vitalidade a estas empresas que são presença de dinâmica e de peso no comércio, na indústria e no serviço”.

Temer acentuou também que este programa do BNDES “vem também ao amparo do produtor rural, que precisa de apoio”.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Mais de 700 mil contribuintes entregaram a declaração do IR nas últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas, 710 mil contribuintes acertaram as contas com o Leão. Até as 17h de hoje (20), a Receita Federal havia recebido 13.851.156 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. O número equivale a 48,6% das declarações previstas para este ano. A entrega começou em 1º de março e vai até 29 de abril.

O programa gerador da declaração para ser usado no computador pode ser baixado no site da Receita Federal. O órgão liberou um Perguntão, elaborado para esclarecer dúvidas quanto à declaração referente ao exercício de 2016, ano-calendário de 2015.

O aplicativo do Imposto de Renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) está disponível nos sistemas Android e iOS, da Apple. Os aplicativos podem ser baixados nas lojas virtuais de cada sistema.

Quem perder o prazo de entrega estará sujeito a multa de R$ 165,74 ou de 1% do imposto devido por mês de atraso, prevalecendo o maior valor. A multa máxima pode chegar a 20% do imposto devido.

Cerca de 28,5 milhões de contribuintes deverão enviar à Receita Federal a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016. A estimativa é do supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado.

Fonte: Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Mais de 7 milhões de contribuintes entregam declaração do IR

A Receita Federal recebeu 7.396.848 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2016 até as 17h de hoje (4). O número equivale a 25,9% das declarações previstas para este ano. O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até 29 de abril.

O programa gerador da declaração para ser usado no computador pode ser baixado no site da Receita Federal. A Receita liberou um Perguntão elaborado para esclarecer dúvidas quanto a declaração referente ao exercício de 2016, ano-calendário de 2015.

O aplicativo do Imposto de Renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) está disponível para os sistemas Android e iOS, da Apple. Os aplicativos podem ser baixados nas lojas virtuais de cada sistema.

Quem perder o prazo de entrega estará sujeito a multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima equivale a 20%.

Cerca de 28,5 milhões de contribuintes deverão enviar à Receita Federal a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016. A estimativa é do supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado.

Fonte: Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Procuramos os partidos que apoiam Dilma. Já a chapa de lá não é só acordão, é ajuntamento de candidato” rebate Fátima Bezerra‏

A candidata ao Senado, Fátima Bezerra (PT) respondeu a crítica da adversária Wilma de Faria ao dizer que o PT queria estar aliado aos partidos do acordão. A petista explicou que fazer aliança política é legítimo e o partido procurou ‘sim’ o PMDB para manter a base de sustentação no cenário nacional, já que o vice da presidente Dilma Rousseff é o peemedebista Michel Temer.

“Não estamos negando aliança política, até porque isso é legítimo. Mas procuramos os partidos que dão sustentação ao projeto da presidente Dilma, tanto que o nosso palanque é 100% sintonizado, temos um único candidato à Presidência. A chapa de lá não é só acordão, é ajuntamento de candidato”, alfinetou.

Fátima lembrou ainda que não é grupo dela que chama a aliança liderada por Henrique e Wilma de “acordão”, mas a população. “O acordão tá na boca do povo. Do lá de lá tem candidato pra tudo quanto é gosto, eles não conseguiram se unir nem pra decidir um candidato à Presidência”, disparou.

As respostas da petista foram referentes a declaração da vice-prefeita de Natal, ao dizer esta semana, que os adversários chamavam a coligação União pela Mudança de acordão, mas quiseram fazer aliança com os partidos. “Eles chamam de acordão, mas queriam estar nessa união também”, disse Wilma.

As declarações foram dadas durante entrevista ao jornalista Diógenes Dantas, nesta sexta-feira (1º) no Jornal 96, da 96FM.

Opinião dos leitores

  1. REALMENTE OS PREFEITOS DO DEM APOIAM DILMA,DEIXA DE SER DEMAGOGA FATIMA, PARA DE ENGANAR O ELEITOR.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pegou mal no PT

O texto publicado no Facebook do PT chamando Eduardo Campos de tolo pegou mal no Palácio do Planalto. Assessores da equipe de Dilma Rousseff consideraram o ataque uma trapalhada. A avaliação é que o texto não soma nada para Dilma: apenas cria um mal-estar gratuito e serve como subsídio para Campos e Marina Silva.

Por Lauro Jardim (VEJA)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Ex-BBB tenta se explicar após dizer que mulher gosta de ser violentada

 14_56_24_705_filePaulinha postou no Instagram uma frase um tanto polêmica na terça-feira (26), em que ela diz que “mulher gosta de ser violentada, sem dó”. Ao ser procurada pelo R7, a ex-BBB explicou o que pretendia dizer com isso.

— Violentada no sentido de paixão, do cara marcar sua vida, mas não de porrada. Gosto de tudo intenso, foi isso que eu quis dizer, mas não que mulher tem que apanhar.

R7

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *