Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN lamenta Governo do Estado não ter liberado realização da Fenacam

NOTA SHRBS-RN SOBRE NÃO REALIZAÇÃO DA FENACAM

É com tristeza e surpresa que o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) recebe a notícia com a decisão do Governo do Estado em não autorizar a realização da Feira Nacional do Camarão (Fenacam), evento previsto para o período de 17 a 20 de novembro deste ano.

Reconhecida nacional e internacionalmente, a Fenacam tem atraído a Natal nos últimos anos milhares de empresários, investidores, e especialistas neste segmento da economia que, por sua vez, movimentam a cadeia do turismo potiguar, leia-se hospedagem e alimentação, incrementando ainda mais a geração de renda no Rio Grande do Norte.

Em um momento tão difícil vivido em nosso estado com a pandemia do novo coronavírus, atitudes como esta do Governo apenas externam a pequenez e o pensamento reduzido de não se pensar em ações e estratégias para apoiar e fortalecer a economia potiguar.

Nós, do Sindicato, estamos solidários aos organizadores que, com muito esforço e dedicação, fazem a Fenacam ao longo desses anos e que, por uma decisão sem o devido debate, deixam de realizar o evento em nossa capital.

Atenciosamente,

Habib Chalita
Presidente SHRBS-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José de Arimatéia disse:

    Essa energumena vai acabar com o nosso pobre RN, assim como o PT acabou com o país. A cadeia do turismo, nosso principal produto, foi a mais prejudicada pelo fique em casa determinado por Fátima do PT, e para terminar de acabar ela não libera a realização da FENACAN. Qual o projeto de retomada do setor que o governo do RN tem para oferecer para a cadeia do turismo? Me solidarizo com todos os que estão sofrendo com perseguição desse desgoverno incompetente e perseguidor.

  2. Raphael disse:

    As pessoas não se solidarizam com as familias alheias e muito menos se preocupam com a sua, a pandemia não acabou e a governadora GRAÇAS A DEUS sabe disso..

    Fatima Bezerra ta certa

  3. Lucio disse:

    a galera está brincando, o vírus ainda está circulando entre nós e os caras estão colocando isso na conta da governadora.

  4. Herinque disse:

    Bg avisa para esses sem noção que o vírus não acabou e continua matando.

    • Manoel disse:

      Dia 15/11, 150 milhões de brasileiros serão obrigados a ir votar, pra isso pode aglomerar né

Zenaide lamenta aprovação de PL que transforma água em mercadoria

Foto: Divulgação

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) não se ilude com a narrativa de que o PL 4162/2019 seja um marco positivo para o saneamento básico no Brasil e alerta a população do Rio Grande do Norte e do país que o Congresso aprovou, na verdade, um projeto que favorece a falência das companhias estaduais de saneamento, forçando a privatização da água e transformando esse recurso natural, que deveria ser encarado como um direito de todos, em uma mercadoria.

“Somos a favor do saneamento, mas que ele seja para todos, não só para quem dá lucro”, argumenta a senadora, observando que parcela considerável dos 35 milhões de brasileiros que não têm acesso à água tratada e dos 104 milhões que não têm coleta de esgoto mora em pequenas cidades e comunidades ribeirinhas, áreas que não são atrativas para a iniciativa privada, pois não oferecem possibilidade de lucro. “Quem vai pagar caro é o povo do interior, porque empresa privada não investe em nada que não dê lucro”, lamentou Zenaide, após a sessão do Senado que aprovou o projeto de lei.

Para Zenaide, o argumento de que a privatização é necessária porque o Estado brasileiro não tem recursos para investir é falho, pois as empresas privadas que se interessarem por obras de saneamento recorrerão à estrutura estatal para financiar suas empreitadas, buscando, por exemplo, recursos no BNDES. “Se há recursos para financiar a empresa privada, porque não há dinheiro para investir nas companhias públicas de saneamento?”, questionou a parlamentar.

A experiência do Tocantins é exemplar e virou estudo de caso na Fundação Getúlio Vargas, em 2017. O motivo: 77 cidades reestatizaram os serviços de saneamento que haviam sido privatizados e, mesmo nos municípios onde a água continuou nas mãos da iniciativa privada, não houve aumento na qualidade dos serviços.

Outros exemplos vêm de fora: capitais como Buenos Aires (Argentina), Paris (França) e Berlim (Alemanha), também remunicipalizaram o saneamento. Estudo do Transnational Institute, de Amsterdam (Holanda), intitulado “Reclaiming Public Services: How Cities and Citizens are Turning Back Privatization”, registrou 267 cidades onde a privatização desses serviços não deu certo e precisou ser revertida.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Macena disse:

    Certíssima, essa aprovação. O mundo moderno e desenvolvido, tem sua economia, praticamente toda privatizada. Chega de economia estatal. Só os que mamam nas tetas do governo e sindicatos retrógrados, é que são contra. João Macena.

  2. Rogério Rocha disse:

    Parabéns Senadora, quem vai pagar a conta é a população mais pobre, vocês vão ver o valor da tarifa subir rapidamente, mas os ricos podem pagar por isso aprovam esse tipo de projeto.

    • Deco disse:

      Discordo.
      A população mais pobre não vai pagar nada pois os governos do PT e PSDB aproveitaram os vinte anos de governo e fizeram todo saneamento das áreas mais carentes. Deixaram tudo uma beleza., brilhando,
      São Gonçalo do Amarante é um belo exemplo

  3. nego caio disse:

    Existem países que deram certos e outros que não.
    Por que não podemos dar certo? Excelente avanço para a sociedade.

  4. Antonio Turci disse:

    Interessante. Na maioria dos países desenvolvidos a sistema de abastecimento é privado. Não entendo por que no Brasil isto não seria possível. Triste com a posição da senadora e do senador Jean-Paul. Ideologia barata.

    • Osvaldo disse:

      Vá no google, é veja quantas cidades da Europa privatizaram , é estão reestatando . É da Ásia.

    • Deco disse:

      Fui no Google e não vi nenhuma cidade reestatando.

VÍDEO: Groovador lamenta não tocar em Natal no carnaval e mostra frustração

O baixista potiguar Júnior Groovador, que virou sensação na internet e ganhou reconhecimento nacional e internacional, até o momento, vive a frustração de não tocar no carnaval em Natal.

No vídeo em destaque, o músico, com uma educação e humildade fora da curva, deseja sucesso aos participantes do evento na capital, mas não esconde a frustração pela falta do que reconhecimento em sua terra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mendonça Jr disse:

    Terra amaldiçoado, Natal.
    Gente fraca.
    Terra de Henrique Alves, José Agripino, Garibalde bosta de batata, Walter Alves, e tantos outros folcloristas da política.

  2. Cigano Lulu disse:

    Vá se acostumando, que isto aqui é Natal – terra das famosas 'panelinhas'. E como Natal não há tal.

  3. Paulo disse:

    BG
    Santo de casa não obra milagres, preferem os de fora todo mundo sabe porque, além também dos de casa não receberem os pagamentos, os de fora recebem antecipado.

  4. Maria Coutinho disse:

    Um tanlento potiguar que não é reconhecido pelos potiguares. Lamentável.

  5. Allan Laranjeiras disse:

    Hum, estranha essa história, só por curiosidade Qt será que ele pediu de cachê para tocar no carnaval de Natal,

Após ter carro roubado, Maria do Rosário lamenta ‘situações como essa’

Foto: Divulgação

A deputada petista Maria do Rosário, que teve o carro roubado hoje no centro de Porto Alegre, como registramos há pouco aqui, divulgou uma nota confirmando o episódio e fazendo o seguinte comentário:

“É lamentável que situações como essa sejam vivenciadas todos os dias por brasileiras e brasileiros. Num momento como esse mais uma vez nos solidarizamos com todas e todos que são vítimas de violência com perdas maiores ainda, como a vida.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alexandre disse:

    Seu carro senhora ptralha canalha, não foi roubado foi socializado com as vítimas da sociedade q o seu partido das trevas e puxadinhos criaram devido a grande corrupção orquestrada pelo chefe de vocês, o luladrao ptralha vagabundo.

  2. CURITIBA JA disse:

    Quando o ladrão descobrir de quem e o dono do carro ele devolvera logo logo, por trata-se de uma defensora ferrenha dos excluidos da sociedade , os coitadinhos

  3. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Essa mulher só não é mais ridícula do que o próprio partido dela.
    Pessoa dissimulada.

  4. Carlos disse:

    a madrinha dos bandidos que chamam eles de vítima da sociedade provou do mesmo ferrão que nós pobres mortais provamos todos os dias. parabéns deputada a sra. agora ta passando pelo o que nós pobres passamos todos os dias e ainda vem um certo alguém falar que eles são vítimas da sociedade seja bem vinda ao outro lado !!

  5. Flauberto Wagner disse:

    Ela foi vítima de quem tanto ela defende e que diz aos quatros ventos que os bichinhos são vítimas da sociedade.
    Espero que ela não sai dizendo por aí que foi a mando do presidente o afano de seu carro.

  6. Francisco disse:

    Kkkkkkk, quem com ferro fere, com ferro será ferida. Tome vagabunda

  7. Lucio disse:

    Kkkkkkk vai defender……

  8. SERGIO CRUZ disse:

    QUE PENA QUE O CARRO NÃO FOI ROUBADO COM ELA DENTRO, E DESAPARECIDO PARA SEMPRE KKKKKKK SERIA UM FAVOR PARA TODOS OS BRASILEIROS. GARANTO QUE A SEGURADORA NÃO IRIA NEM INVESTIGAR O ROUBO.

  9. joão dantas disse:

    leva pra casa rs

    • sergio cruz disse:

      bem que o ladrão poderia ter roubado o carro com ela dentro né????? e desaparecido para sempre, seria um favor para todos os Brasileiros kkkkkkk

    • Antônio disse:

      Sérgio, pensei igual a vc. Rsrsrsrs…

  10. Antonio Turci disse:

    Que é isso dona maria. Reclamando de ladrão? A senhora enlouqueceu? Localize-o e adote a pobre vítima da sociedade. Ou a senhora mudou??

  11. Marcelo disse:

    Quem fez isso, na ideologia de Dona Maria do Rosário, é uma vítima da sociedade, a menos que ela esteja pensando diferente agora. 😂😂"Boa dos outros é refresco " hipócrita.

Moro lamenta determinação do TCU e reafirma importância da propaganda do pacote anticrime

Foto: Agência Brasil

A assessoria de Sergio Moro acaba de divulgar a seguinte nota sobre a decisão do ministro do TCU Vital do Rêgo de mandar suspender imediatamente a propaganda do pacote anticrime:

“O ministro da Justiça e Segurança Pública, embora respeite, lamenta a decisão do ministro do Tribunal de Contas da União de suspender a campanha publicitária do pacote anticrime, que é importante para esclarecer à população o alcance das medidas propostas, como foi feito na Previdência. O ministro da Justiça e da Segurança Pública aguardará, respeitosamente, a decisão final sobre a questão.”

O Antagonista e UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Corruptos e Criminosos não passarão!!!! Força Moro, a população de bem esta contigo!!!! Os defensores dos corruptos são minoria, e são fracos!!!!

  2. Iranilson disse:

    Vitalzinho como é conhecido no sub nome do crime, recebeu esse cargo de Dilma por engavetar é trnasfomar CPIs grande pizzas.

  3. gil disse:

    quem será que indicou Vital do Rego? … quem será??????????

  4. Fernando disse:

    Os criminosos sabem, aonde esse homem ataca e trabalha, o prejuízo deles é enorme, é so calcular o valores que eles tiveram que devolver a nação com a lava jato; como ministro da justiça, está provocando baixas financeiras enormes às facções criminosas, basta ver as operações que estão sendo feitas contra essas organizações criminosas… Agora esse pacote anti crime, como reação, os criminosos representados pelo pt e outros agremiações partidárias, tentam frear esse avanço nas leis, eles ssbem que para combate-lo são nescessárias leis mais rigorosas contra o crime e a violência. Mas, como o Moro conta com os brasileiros do bem, iremos avançar no combate a esses vermes. Força MORO, 2022 vem aí.

Witzel lamenta morte da menina Ágatha, responsabiliza o crime organizado e defende pacote anticrime de Moro

Foto: Reprodução

O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) lamentou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (23) no Palácio Guanabara, Zona Sul do Rio, a morte de Ágatha Félix, aos 8 anos, no Alemão, Zona Norte. Witzel culpou o crime organizado e defendeu o pacote anticrime do ministro Sergio Moro.

” A dor de uma família não se consegue expressar. Eu também sou pai e tenho uma filha de 9 anos. Não posso dizer que sei o tamanho da dor que os pais da menina estão sentindo. Jamais gostaria de passar por um momento como esse. Tem sido difícil ver a dor das famílias que tem seus entes queridos mortos pelo crime organizado. Eu presto minha solidariedade aos pais da menina Ágatha. Que Deus abençoe o anjo que nos deixou”, disse Witzel.

A entrevista ocorre quase três dias após o crime. O governador disse que estava em contato com as autoridades locais e pediu celeridade nas investigações.

“Liguei para os secretários de polícia determinando o rigor e a celeridade nas investigações. Eu confio no trabalho das polícias e do MP. E independente do meu pedido eu sei que eles vão fazer o trabalho que tem que fazer”, afirmou

Witzel disse ainda que conversou com diversas autoridades em Brasília e que não tem nada a esconder. O governador defendeu o pacote anticrime do governo Bolsonaro.

“Tenho minha opinião pessoal que a excludente de ilicitude nós poderíamos continuar exatamente como estamos, no artigo 25 do Código Penal, mas toda lei que vem para aclarar, para melhorar a interpretação judicial é bem vinda e assim o é a proposta do ministro Sérgio Moro, do artigo 25 do Código Penal, onde acrescenta 2 incisos.”

PM diz que trabalho é com planejamento

Testemunhas e parentes da menina afirmam que ela foi morta por um policial militar, que nega. O comandante da PM, Rogério Figueredo também participa da entrevista e disse que o “evento na Fazendinha é um evento isolado.”

Ele defendeu a PM e disse que a corporação vai continuar a fazer o trabalho com planejamento.

” A Polícia Militar, através de seu secretário, determinou um inquérito policial-militar para apurar os fatos, que terá sua duração estabelecida no código de processo militar e com os depoimentos, a perícia, os fatos apurados, dirão o resultado daquele evento. A Polícia Militar não compactua com qualquer transgressão de disciplina e entende que os fatos devem ser esclarecidos.”

Independência da DH

O secretário de Polícia Civil, delegado Marcos Vinicius destacou o trabalho da polícia na investigação dos crimes no Estado.

“A independência da DH não veio de agora. A Delegacia de Homicídio não vai investigar a política de segurança do Estado porque essa está muito bem. Por isso, reduzimos os números de homicídios e de roubo de cargas.”

O secretário falou sobre os números da criminalidade e destacou a queda de alguns índices.

“Aqui não tem marketing. O que temos é um polícia forte. Casos como esses devem ser investigados. Vamos apurar. Não é verdade que a política de segurança está causando todas essas mortes. São menos 800 mortes. Quantas pessoas deixaram de morrer com relação a 2018. Eu afirmo que não tem momento melhor na segurança pública. Não vamos misturar as coisas. O trabalho está sendo muito bem feito. São 800 mortes. E em setembro já vou afirmar que estamos muito melhores que em 2018.”

O delegado elogiou o trabalho desenvolvido pelo atual governo na área de segurança.

“Eu passei a vida inteira enxugando gelo. E agora não estou mais enxugando gelo. Isso aconteceu na retomada do Alemão, como na Barreira do Vasco e no Caju[ regiões da Zona Norte da cidade]. Isso tudo foi enxugar gelo. A Polícia Civil agradece e apoia muito a política de segurança do Estado.

No domingo (22), o governo do Estado divulgou nota em que lamentou “profundamente” a morte da menina.

“O governador Wilson Witzel determinou rigor máximo para que sejam investigadas todas as circunstâncias que causaram esse episódio trágico”, diz o texto.

Ainda de acordo com o governo do estado, o projétil foi retirado do corpo da menina e será periciado no Instituto de Criminalística Carlos Éboli. Uma reprodução simulada deve ser feita no decorrer da semana.

O crime

O crime ocorreu às 21h30 de sexta-feira (20) na Fazendinha. A criança estava com a mãe dentro de uma Kombi e foi baleada nas costas, quando o veículo parou para desembarcar passageiros.

De acordo com familiares, uma moto passava pelo local e um PM atirou duas vezes, mas acabou acertando a Kombi. Testemunhas dizem que não houve confronto.

A PM afirma que houve tiroteio e que policiais “foram atacados”.

“Não há nenhum indicativo nesse momento de uma participação efetiva do policial militar no triste episódio que vitimou a pequena Ágatha”, diz o porta-voz Mauro Fliess.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zanoni disse:

    A culpa é mesmo do drogado, viciado fdp que patrocina o tráfico de drogas e, consequentemente, outros crimes. Deveriam, sim, punir mais severamente os drogados e os pequenos vendedores de drogas ilícitas.

  2. joaozinho da escola disse:

    Ora.. seria por acaso melhor o crime organizado administrar o país julgando, condenando, matando? Quando chegar a esse caos, o desejo de certos grupos criminosos se concretizará com o fim da PM, com a essa policia armada apenas de pombinha da paz e fazendo dancinhas nas escolas pra falar sobre segurança. Queria ver emissoras de TV e jornais falando ladainha numa situacao dessas.. a morte dessa criança nao vai passar impune, e nem a proposta de lei tem haver com esse fato, pq trata de bandido armado atirando na policia, apenas direito a legitima defesa com protecao legal.

  3. Cristovam disse:

    Todo mundo sabe que quando a PM vai enfrentar o crime organizado, logo uma vítima é feita e tem início a essa ladainha promíscua culpando os policiais. Isso virou rotina no Rio, só um louco não percebe essa armação praticada a tanto tempo e vem se repetindo para culpar a PM e dar ar de inocente a todo grupo armada contra o cidadão.
    Desde sempre as balas perdidas, segundo a mídia, tem origem nas armas dos policiais, de imediato, automaticamente, a bala que tirou uma vida de um inocente é atribuída as armas dos policiais. Como a mídia sabe disso? Como a mídia prova isso?
    Onde a bandidagem aprendeu a atirar tão bem que nunca erra um tiro e não causa a morte de pessoas inocentes? Por sinal eles tem a denominação de bandido porquê?
    Quem trabalha para culpar, difamar, denegrir, atacar e acusar as ações policiais, tem interesse nada democráticos e republicanos por trás.
    Pessoas que querem acabar com a PM, são criaturas que precisam do "quanto pior para o povo, melhor pra eles". São os corruptos e corruptores que necessitam retirar a PM das ruas para que suas melícias dominem a sociedade.
    Se não, qual a razão de tanto ataque e acusações a PM sem provas, tudo baseado no axômetro?

Governo lamenta falecimento do Subsecretário de Planejamento e Gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública

O Governo do Estado lamenta, com profundo pesar, o falecimento, na madrugada desta sexta-feira (7), do Subsecretário de Planejamento e Gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública, Alexandre Henrique de Gusmão Gonçalves.

Vítima de infarto, o Subsecretário, 46 anos, solteiro, era advogado e exercia o cargo desde agosto deste ano. Antes, foi diretor de Planejamento e Articulação de Políticas da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), em Pernambuco, além de anteriormente já ter trabalhado em outras secretarias do Estado do RN.

O velório acontece no Mundo das Flores, na rua São José, no bairro de Lagoa Seca, em Natal. O sepultamento acontece às 17h no Cemitério de Nova Descoberta.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alexandre Pinto disse:

    É uma pena. Conheci Alexandre Gusmão como meu aluno na UNP gente da melhor qualidade depois convivemos nos jogos do nosso mais querido de quem era torcedor fanático. Que o bom Deus o receba em paz querido Alexandre.