FOTOS: Manifestantes entram em conflito com a Polícia em frente da CMN; prisões e muita confusão

0cff0c7df2b00db390582e8debf27eb3Estava mais que anunciado. Marcada para ser realizada nesta terça-feira (1), na Câmara Municipal de Natal, a votação da Gratuidade para estudantes do município, gerou grande confusão na área externa da casa.

Do lado de fora, manifestantes que gritavam palavras de ordem, até então aceitáveis, perderam o controle da situação, e partiram para invasão do prédio da CMN. Resultado: a pancadaria rolou solta, resultando em duas apreensões de menores e até repórter atingido por pessoas descontroladas.

Durante o trabalho da Polícia, que precisou usar da força, como spray de pimenta, cacetete e balas de borracha, foi apreendida uma marreta, objeto perigoso e capaz de provocar uma tragédia. Toda a confusão se deu porque os jovens não queriam permitir a passagem de viatura com os acusados de desacato.

Informações dão conta que um grupo conseguiu entrar nas dependências da casa e afirma que só sairá do local com a votação do projeto do Passe Livre. A medida tem a assinatura dos autores, os vereadores Sandro Pimentel, Marcos do Psol e Amanda Gurgel, e para que seja aprovado, serão necessários 20 votos. Até o momento, 12 parlamentares deram SIM.

5e906e9a2acb11e3a62322000ab698eb_7Foto: Dinarte Assunção

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fala Sério disse:

    Reinvidicar é um direito democrático.
    BADERNA tem que ser tratada com RIGOR e PRISÃO, parabens aos que trabalham para manter a ordem e o respeito.
    O direito de protestar, reinvidicar, buscar conquistas está longe da destruição que um grupo de baderneiros promove a cada protesto popular. Então cadeia neles!!!

Manifestantes com máscaras serão identificados civil e criminalmente

protesto-alerjRIO – A partir desta terça-feira todos os manifestantes que estiverem usando máscara na linha de frente dos protestos serão identificados civil e criminalmente e podem até ser levados para a delegacia. A medida judicial que autoriza a identificação criminal dos manifestantes foi publicada nesta segunda-feira pela Justiça no Diário Oficial e é um pedido da comissão especial que investiga atos de vandalismo em manifestações públicas.

Essa comissão é formada pelo Ministério Público e as polícias Civil e Militar. Segundo o promotor Décio Alonso Gomes, a medida judicial tem como objetivo ajudar a comissão a dar nomes a centenas de rostos já fotografados promovendo atos de vandalismo em passeatas. Até o momento, 50 rostos sem identificação civil já foram cadastrados pelo Ministério Público, além de 18 pessoas identificadas com nome e rosto pela Polícia Civil.

Existem hoje na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática dez inquéritos que apuram a atuação desses vândalos nas manifestações.

O Globo

Rosalba divulga nota e repudia manifestação em frente de residência oficial do Governo

A governadora do estado, Rosalba Ciarlini, divulgou nota na tarde desta quarta-feira(21), depois de ter a frente da casa oficial do governo tomada por manifestantes da saúde e da educação. Cerca de 300 servidores estaduais da Saúde, em sua maioria, e Educação, em greve, realizam protesto em frente a casa oficial do governo contra a administração da Governadora Rosalba Ciarlini. Os manifestantes reivindicam reajuste salarial e condições de trabalhos com melhor estrutura. Os manifestantes prometem organizar barracas no local para acampamento. Eles querem a retomada das negociações com o governo. A Polícia Militar, através da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas(Rocam), garante a segurança do imóvel.

CONFIRA NOTA NA ÍNTEGRA
         
O Governo do Estado vem a público repudiar a tentativa de intimidação pessoal da governadora Rosalba Ciarlini por movimentos grevistas que foram até a residência oficial, de forma agressiva, intempestiva e desrespeitosa no intuito de impedi-la de exercer o direito constitucional de ir e vir;
          
Os movimentos sociais que têm tomado as ruas do País são próprios da democracia, agora intimidar a Chefe do Executivo é uma postura antidemocrática  e, por isso mesmo, inconsequente;

O Governo do Estado jamais se negou a debater com as diversas categorias do funcionalismo público do Rio Grande do Norte representadas por suas entidades sindicais, pelas quais reafirma respeito, mas exige igual tratamento;

A Comissão Permanente de Negociação, autorizada pela Governadora através do decreto 23.513, de 19/06/2013, conhecida por todos os Sindicatos, é o fórum adequado para tratar dos assuntos em questão.       

Fazer piquete na residência oficial é muito mais do que uma provocação à pessoa da governadora e aos seus familiares. É a manifestação de uma prática intimidadora e intolerante, incompatível com o regime democrático, caro a todos os brasileiros;

O Governo do Estado volta a apelar para o bom senso dos grevistas e reafirma sua disposição de negociar e debater dentro dos parâmetros da transparência e da responsabilidade e, especialmente, do desejo de avançar em nome da coletividade.

Governo do Estado
Assessoria de Comunicação Social

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Nogueira disse:

    É piada não é? Quando as manifestações impediam o ir e vir de toda a população a PM de Rosalba não podia sequer falar mais alto para não ofender aos tímpanos dos maconheiros.
    Fecharam ruas, avenidas e até rodovias e a PM só olhava, já que a Governadora, para não se desgastar ainda mais, não queria o restabelecimento da ordem que provocasse o risco de confronto e o uso político disso.
    Sem esquecer dos vários atos de depredação do patrimônio público e privado.
    Agora quando finalmente resolveram ir a fonte de todos os males, eis que as manifestações tomam outras cores. Era para fazer igual ao RJ: acampar na rua da Governadora. Como aqui só se tem ideologias desde que usando máscaras, fumando um baseado e tomando cachaça, acho difícil isso acontecer.

  2. roberto disse:

    Esse mesmo estado que cortou vantagens, gratificações, férias e terços de férias… antes de eclodirem as manifestações?! Eles querem parcimônia de quem foi atacado nas suas contas pessoais e está sem dinheiro para para comprar comida para dentro de casa?!

Manifestante diz ter sido sequestrado e ameaçado após participar de protestos

2507av71Um militante do Psol teria sofrido um sequestro-relâmpago na quinta-feira (25), além de ter ficado em cárcere privado vigiado por quatro homens encapuzados. Rodrigo Antônio d’Oliveira, de 19 anos, também relata que, por participar das manifestações que eclodiram na cidade, vem recebendo diversas ameaças, que chegam pelo celular.

Segundo Rodrigo, as ameaças são feitas desde domingo e, ao ser raptado por 40 minutos, os sequestradores falaram que era para ele ficar calado e parar de participar dos protestos.

O estudante registrou o incidente na Delegacia da Praça da Bandeira (18ª DP), zona norte do Rio, local próximo ao sequestro, onde ele foi ouvido pelo o delegado.

De acordo com a Polícia Civil, o caso está sendo investigado e o delegado responsável já solicitou as imagens da área à CET-Rio. Os agentes vão refazer o trajeto que os criminosos fizeram com a vítima.

O caso do estudante é semelhante à tentativa de sequestro que o sociólogo Paulo Baía sofreu na semana passada, quando estava caminhando pelo o aterro do Flamengo. Segundo Paulo, durante o tempo que ficou no poder dos sequestradores, ele teria sido avisado para parar de falar da postura da Polícia Militar nas manifestações.

R7

Manifestantes vão "dormir" na Prefeitura de Natal; PM não recebeu intimação para desocupação

O Palácio Felipe Camarão não será desocupado na noite desta quarta-feira (24), mesmo com determinação judicial, por um grupo de manifestantes, que representa os trabalhadores do transporte alternativo em Natal. A informação foi confirmada pelo comando geral da Polícia Militar, que aguarda por uma intimação para cumprimento da ordem, que deverá acontecer no início da manhã desta quinta-feira (25).

No início da noite desta quarta, o coronel Francisco Canindé Araújo disse não mais se encontrar no quartel do comando geral e que somente quando receber a notificação, nesta quinta-feira é que tomará as providências cabíveis.

No final da tarde, atendendo ao pedido da Procuradoria Geral do Município, o juiz da 3ª. Vara da Fazenda Pública de Natal, Geraldo Antônio da Mota, determinou, em caráter liminar, a desocupação do Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal. Confira determinação abaixo na íntegra:

Decisão judicial

O juiz da 3ª Vara da Fazenda pública de Natal, Geraldo Antônio da Mota, deferiu medida liminar para reintegrar o Município de Natal na posse do prédio sede da Prefeitura Municipal de Natal. O magistrado destaca que a medida judicial de reintegração deve ser promovida como cautela, com a presença obrigatória do Comandante Geral da Polícia Militar, a viabilizar o cumprimento da ordem, e evitar excessos em sua execução.

O pedido de reintegração de posse foi feito depois que manifestantes vinculados ao Sindicato dos Proprietários de Transportes Alternativos de Passageiros do Rio Grande do Norte (SITOPARN) adentraram na manhã de hoje (24) na sede da Prefeitura Municipal de Natal. O município alegou que a manifestação aconteceu de maneira desordenada, ocupando inclusive os portões de acesso do prédio, de modo a proibir o livre acesso pessoas e funcionários no local. Disse, ainda, que a manifestação vem prejudicando de maneira significativa o regular funcionamento da Prefeitura, que se encontra com suas atividades praticamente paralisadas.

“Indiscutivelmente, o direito de protestar; de realizar reuniões pacíficas ostentar indignação em face de atitude ou omissão governamental encontra-se amparado no ordenamento jurídico. Ocorre que tal direito encontra limitações, justamente no direito que tem os demais, de ter acesso ao local de trabalho; de ir e vir, sem que a irresignação alheia venha a atingir, na completude, a harmonia dessa relação. É a situação que se apresenta, no dia de hoje, na cidade de Natal. A Prefeitura Municipal encontra-se sitiada, por manifestantes que exigem, de imediato, a satisfação de pleito administrativo”, destacou o juiz Geraldo Antônio da Mota.

O magistrado justificou sua decisão na documentação juntada ao pedido, o que segundo ele comprovou o esbulho praticado na sede da Prefeitura municipal de Natal pelos manifestantes que reivindicam a unificação de bilhetagem eletrônica nos transportes de passageiros cedido por permissão.

“Na hipótese vertente, o ato de ocupação da sede da prefeitura pelos manifestantes da forma como foi realizado está implicando em manifesta violação ao direito de locomoção de servidores e demais pessoas que se encontram impedidos de entrar ou sair do local, assim como vem prejudicando a normal consecução das atividades administrativas no recinto. Diante desses ditames, observo que a situação posta na inicial indica a permissibilidade de concessão de liminar para reintegrar o autor na posse do imóvel”, decidiu o magistrado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maurício Giovani disse:

    Essa atitude dessas pessoas é lastimável. Em nome de um suposto direito de protestar, mantêm pessoas sob cárcere privado. Já é hoar de alguém agir, pois quando a verdadeira baderna começar a se instalar, creio que não sobrará perdra sobre pedra, pois dos dois lados estarão pessoas ressentidas, onde poderão, em nome da justiça com as prórprias mãos, revidar e começar a quebradeira geral. Alguém certamente sairá perdendo, pois não soube respeitar os direitos alheios, e quando tiver seus direitos prejudicados, não terão a quem reclamar, haja vista que, quem desrespeita a Justiça e a Polícia, por ela não pode mais chamar. Infelizmente, poderão ter que aguentar sem poder pedir socorro a ninguém, as consequências indesejáveis de seus atos nefastos. O tempo é quem dirá.

  2. Elves Alves disse:

    Como Natal não há tal: aqui até decisão liminar termina adquirindo outro significado.
    E ainda gostamos engendrar piadas de português e de 'mossoroês'. Esta terra ainda vai cumprir seu ideal, ora se vai.

FOTO: Manifestantes mostram seios e são vaiadas por peregrinos no RJ

Um grupo de manifestantes feministas aproveitou a chegada do papa Francisco ao Rio de Janeiro para promover um ato em favor da liberdade sexual das mulheres na tarde desta segunda-feira (22), no Largo do Machado, na zona sul da capital fluminense.

Um grupo de peregrinos que se reúne no mesmo local à espera das vans que levam ao Cristo Redentor vaiou o protesto no momento que as manifestantes exibiram os seios. Houve uma pequena troca de provocações entre as pessoas que participavam do ato e peregrinos, mas sem princípio de confusão.

“Estamos aqui para exigir um Estado laico. Não abrimos mão disso”, afirmou a atriz Taísa Machado, uma das mulheres que protestavam.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos uchoa disse:

    O papa não gosta de viados,sapatas nem de exibicionismo barato.

#ForaMicarla – Ou vai ou racha

Tribuna do Norte:

Os manifestantes do Coletivo #ForaMicarla decidem hoje, às 09h, em plenária, o futuro da ocupação no pátio da Câmara dos Deputados, que já dura 10 dias. Após receber as propostas da Câmara por escrito de uma comissão formada por Júlio Protásio (PSB), Franklin Capistrano (PSB), Luiz Eduardo (PMDB) e Adão Eridan (PR), além da presença da vereadora Sargento Regina (PDT), o Coletivo resolveu discutir uma posição durante a noite para comunicar se deixa ou não a Casa Legislativa ainda hoje.

Após a plenária, que irá definir se o movimento aceita as propostas e condições estabelecidas pelos vereadores, haverá uma reunião, às 11h, na sede potiguar da Ordem dos Advogados do Brasil. Os manifestantes fazem questão de que a Ordem participe como intermediadora do possível acordo. “É preciso deixar claro que os vereadores excluíram a OAB da discussão da proposta e o Coletivo faz questão do intermédio da Ordem”, disse o membro da comissão jurídica da ocupação, Hélio Miguel.

Representantes da OAB disseram que de fato não foram convidados para participar da construção da proposta. Contudo, uma cópia da ata de reunião dos vereadores, realizada ontem, foi deixada pessoalmente pela mesma comissão presente à Câmara ontem à noite para o presidente Paulo Teixeira e o secretário-geral Paulo Coutinho. No documento, o compromisso de 19 dos 21 parlamentares da Casa. Os vereadores Sargento Regina (PDT) e Raniere Barbosa (PRB) só devem assinar caso os manifestantes referendem o acordo.

(mais…)

Exclusivo – Vejam como a Polícia evacuará o #ForaMicarla da CMN

O coletivo #ForaMicarla deve ser deposto da seguinte maneira:

1)      O oficial de Justiça vai comunicar a polícia que está indo entregar aos manifestantes a decisão do desembargador Caio Alencar.

2)      Após entregar ao coletivo o documento, uma equipe de mediação tentará negociação por diálogo para evacuar o prédio cumprindo a determinação.

3)      Enquanto estiver sendo negociada a desocupação, uma equipe da polícia vai fazer o levantamento da área  para identificar as vias de saída e fuga e o efetivo policial necessário para cumprir a ordem.

4)      Não havendo acordo, após essa etapa, a polícia vai determinar a quantidade de policiais que acharem suficiente para colocar em prática o plano. Nessa etapa, já apóia a polícia ambulâncias e o Corpo de Bombeiros.

5)      O efetivo enviado não sendo suficiente, ou havendo problemas maiores, as crianças do BP Choque estarão a postos para entrar em ação.

As informações são de pessoas ligadas à organização da operação tática. O blog fica na torcida que só precisem  utilizar a primeira etapa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Curioso disse:

    Carecou!

  2. @borgesneto12 disse:

    Espero que o espaço democrático da CMN, onde os representantes dos natalenses trabalham, não seja manchado de sangue. E se ocorrer o derramamento, que não hajam mortes. Ainda há tempo para que os covardes que incitaram o movimento estudantil (da UFRN e do IFRN, diga-se de passagem) a invadir o local de trabalho dos edis, também insuflem os estudantes a saírem. Natal sabe quem está por trás desse lamentável episódio e quais suas reais intenções.

Só sairemos arrastados

O clima na Câmara Municipal do Natal ficará pesado nas próximas horas. A possibilidade de que os manifestantes deixem o pátio da CMN de forma pacífica, de acordo com alguns dos líderes do grupo, inexiste. Com determinação judicial para que deixem o Legislativo até as 18h, o grupo garante que só sai da Casa “arrastado”.

Em constantes reuniões, os manifestantes disseram que ocorreram nove plenárias para deliberar diversos assuntos, mas que sempre que a permanência foi discutida, a intenção foi permanecer até que a polícia utilizasse a força para “despejar” o grupo.

Os manifestantes, na maioria universitários, disseram que ainda não foram informados oficialmente sobre a decisão judicial que determina a desocupação. Após a notificação, informaram que farão nova plenária, mas que o resultado não mudará. “É melhor dizer a verdade, que nós não vamos sair. Só sairemos arrastados”, disse um dos manifestantes.

Obrigações

(mais…)

#ForaMicarla – Vitoriosos ou derrotados? Vitoriosos…

Se resolverem deixar pacificamente a Câmara Municipal do Natal, em cujo pátio estão acampados há mais de uma semana, os integrantes do Movimento #foramicarla terão dado um passo importante para coroar dias e noites de rebeldia que vão entrar para a história de Natal e do Estado.

Com a decisão judicial que manda desocupar o pátio da Câmara, os jovens que se ali se encontram e se revezam há dias não podem e nem devem se sentir derrotados. Primeiro, eles mostraram, a partir das redes sociais, que é possível, sim, fazer mobilização política sem recorrer aos tradicionais veículos de comunicação.

Segundo, mostraram que a Câmara Municipal, com todas as suas divisões e grupamentos políticos, que o Legislativo não está imune à pressão das ruas e dos grupos sociais. Critique quem quiser, aceite quem aceitar, mas a verdade é que o Movimento #Foramicarla, apesar dos arroubos, eventuais exageros e equívocos, deu uma aula de Cidadania.

A presença dos jovens no pátio da Câmara, que causou espanto, irritação, enxurrada de críticas dos mais conservadores e aplausos dos milhares que comungam da mesma insatisfação com os rumos que a cidade tomou nos últimos, fez muito mais do que isso.

(mais…)

#ForaMicarla – Capítulo 1001

O foramicarla continua sendo.

Depois de a imprensa nacional ter repercutido a ocupação da Câmara Municipal de Natal, dificilmente o #foramicarla deve ter desfecho hoje.

Até que o pleno do TJ julgue o agravo de instrumento interpelado pelo coletivo Fora Micarla, tudo permanece como está. Depois disso, a coisa é outra.

A decisão do desembargador Dilermando Mota, em favor da desocupação, será novamente validada se o pleno do TJ for ao alento da CMN.

Nesse cenário, a força policial é recurso ao qual provavelmente vai recorrer o presidente da Casa, o vereador Edivan Martins. Hoje,a Mesa Diretora expediu nota à imprensa reiterando suas convicções: quer a desocupação.

Enquanto isso…

Todos os olhos se voltam para a CMN. As negociações da OAB naufragaram e a Folha de São Paulo, o Estadão, Época e Carta Capital já estão de olho nos desdobramentos. Esperemos mais uma vez.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. @borgesneto12 disse:

    Com o recesso que começa a partir de amanhã – hoje é (ou seria) o último dia de trabalho do 1º semestre – a promessa escrita de instalação de nova CEI, a entrega de documentos ao MP pela PMN e os festejos de São João e São Pedro, que ninguém é de ferro, nem os "amotinados", a CMN será desocupada e esse #foraqualquercoisa vai esfriar. Depois só será lembrado na campanha eleitoral do próximo ano, tendo em vista as imagens que os partidos de esquerda mandaram fazer…