Segurança

Entenda as regras sobre compra de armas e munições que passam a valer nesta segunda-feira

Foto: Marcelo Regua / Agência O Globo

Quatro decretos assinados pelo presidente Jair Bolsonaro no início do ano que flexibilizaram as regras para a compra de armas, munições e equipamentos para a fabricação de munições caseiras passam a valer a partir desta segunda-feira. Um dos decretos aumenta de quatro para seis a quantidade de armas que um cidadão comum pode comprar. Profissionais da segurança pública poderão ter até oito.

Senadores de oposição tentavam derrubar os decretos do presidente, antes que as novas regras entrassem em vigor. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), no entanto, retirou da pauta os quatro projetos apresentados pelo PT que tentavam sustar os decretos que flexibilizam as regras para a aquisição de armas no país. Pacheco atendeu a solicitação do relator, senador Marcos do Val (Podemos-ES), que justificou que o momento para votação não é adequado por causa da pandemia.

Os decretos de armas editados por Bolsonaro amplia de quatro para seis o número máximo de armas que cada cidadão pode ter. O limite pode chegar a oito em determinados casos.

Têm o direito de adquirir mais duas armas de uso restrito, chegando a oito no total, integrantes das Forças Armadas, policiais de todos os tipos, membros da magistratura e do Ministério Público, agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e policiais legislativos da Câmara e do Senado.

A medida faz parte de um pacote de quatro decretos que alteram regras de posse e porte de armas, publicados no dia 12 de fevereiro deste ano.

Regras mais frouxas para CACs

Outro decreto publicado em fevereiro e que passa a valer a partir desta segunda-feira fez mudanças nas regras que envolvem o grupo de colecionadores, atiradores e caçadores (conhecidos pela sigla CACs), que tem regras específicas. Antes, para ser CAC, uma pessoa precisava de um laudo de um psicólogo credenciado pela Polícia Federal (PF). Agora, esse laudo pode ser emitido por qualquer psicólogo com registro profissional ativo.

Um CAC precisa “comprovar, periodicamente, a capacidade técnica para o manuseio da arma de fogo”. Antes, não estava definido como isso seria feito. Agora, foi determinado que é necessário um laudo de um instrutor credenciado pela PF.

Esse laudo, no entanto, poderá ser substituído por uma “declaração de habitualidade”, fornecida pela associação a que ele estiver filiado.

Antes, qualquer compra de armas por CACs precisava de autorização de aquisição expedida pelo Comando do Exército. Agora, essa autorização só é necessária quando a quantidade de armas exceder o limite que cada categoria pode comprar (60 para atiradores, 30 para caçadores e 10 para colecionadores).

O decreto também estabelece uma quantidade máxima de munição que pode ser comprada além do limite estabelecido por ano (mil unidades de munição para cada arma de uso restrito e cinco mil para cada arma de uso permitido). Caçadores poderão pedir ao Exército uma compra duas vezes maior do que esse limite, enquanto atiradores poderão pedir até cinco vezes o limite.

Atiradores e caçadores também ganharam autorização para comprar insumos para recarga de até dois mil cartuchos, para cada arma de fogo de uso restrito, e de até cinco mil cartuchos, para cada arma de uso permitido.

Os CACs já possuíam o direito de portar suas armas da sua casa ou local de tiro. Agora, o trajeto pode ocorrer em “qualquer itinerário” e “independentemente do horário, assegurado o direito de retorno ao local de guarda do acervo”.

Menores em clubes de tiro

A prática de tiro desportivo para adolescentes entre 14 e 18 anos poderá ser feita também com a arma de fogo cedida por outro desportista. Antes, só era permitido o usar a arma da entidade ou do responsável legal.

Os clubes de tiro podem optar por não exigir a documentação necessária caso o adolescente pratique apenas com armas de pressão.

Produtos controlados

Os decretos desclassificaram uma série de itens que eram considerados Produtos Controlados pelo Exército (PCEs). Agora, passa a ser permitida a aquisição de projéteis com até 12,7 mm, armas de fogo com projetos anteriores ao ano de 1900 e que utilizam pólvora negra, máquinas para recargas de munição, além de diversos modelos de miras.

Ficam eximidas de fazerem registro junto ao Comando do Exército as empresas que trabalham com armas de pressão e as pessoas físicas que usam PCEs para a prática de tiro recreativo não desportivo em clubes ou escolas de tiro.

O decreto também autoriza que se faça coleção de armas de fogo de uso restrito que tenham sido projetadas há mais de 40 anos.

Órgãos como tribunais do Poder Judiciário, Ministério Público, Receita Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) ganham direito de adquirir produtos controlados.

Regras sobre porte

O texto determina, por exemplo, que ao analisar um pedido de porte, a PF deve considerar as circunstâncias apresentadas, especialmente “os indícios de riscos potenciais à sua vida, incolumidade ou integridade física”.

O decreto ressalta que é “permitida a utilização de todas as provas admitidas em direito para comprovar o alegado”. Caso o pedido seja negado, terá que ser “devidamente fundamentado pela autoridade concedente”. O decreto também determina que o porte autoriza a condução simultânea de até duas armas.

Os requisitos necessários para a autorização do porte para membros do Judiciário, do Ministério Público e auditores da Receite Federal poderão ser atestados por declaração da própria instituição, e não da PF.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Os EUA detém praticamente 50% da armas do mundo na mão de civis, estão entre os mais armados também, Alemanha, Suíça, Finlândia, Nova Zelândia e Etc…Essas armas na mão da população não torna esses países violentos! Todo cidadão caso queira tem que ter o direito de ter uma ou mais armas para proteger sua família, patrimônio, prática esportiva ou colecionismo! A maior prova que desarmamento da População não resolve e o Brasil, mesmo com o estatuto do desarmamento que tirou a arma do cidadão de bem, detém um altíssimo índice de mortes por arma de fogo, tiraram as armas das pessoas erradas!

  2. Eu já tenho uma pistola 9mm vou comprar uma th uma dose de repetição e tirar o porte que de direito for andarei aramado dentro e fora de casa, e é pra matar bandido mesmo

  3. Vcs deveriam ser contra as armas q tá na mão dos bandidos isso ninguém fala ninguém grita ninguém debate

  4. Quem disse que bandido precisa de arma legalizada, caia na Real, desde que teve o desarmamento no Brasil, com o despeito se diminuir a violência o estado falhou e nunca acabou o crime alias o cidadão foi desarmado e o bandido corre solto fazendo roubo e mortes, já vi muitos serem assaltados em casa sem poder fazer nada, principalmente na zona rural, w vi pessoas sobreviver e até matar ladrão por ter uma arma por posse de arma legal, se não estaria morto, vamos deixar de bobagem, no fim o povo sempre e enganando . Polícia na rua muito pouco, é assalto de dia e de noite, e ai, só o nosso RN tem um desfalque de 10,mil policias vai vendo ai. Hora só sabe quem já passou por um assalto ou ficou na mira de um bandido

  5. Esse é o Brasil que sonhamos. Todos os brasileiros que não tenham restrições criminais ou mentais devem receber do governo uma arma de fogo para se defender de qualquer risco. O Brasil só será justo se existir a paridade de armas para todas as classes.

  6. Para que um cidadão de bem e não “cidadão de bem” precisa de seis armas em casa? Para que um caçador precisa de 30 armas ou um atirador de 60? A não ser que ele queira formar uma milícia ou ser laranja de miliciano. Na verdade, essa medida é para fornecer armas em grande quantidade para bandidos. Eles não precisarão mais fazer tráfico de rifles de outros países e guardar em condomínios de luxo. Bastará ir em uma dessas pessoas que irá entregar-lhe por bem ou por mal. Bandidos terão armas de maneira mais fácil agora e de graça. Se arma fosse segurança não perderíamos tantos valorosos policiais para bandidos que covardemente os atacam de surpresa.

    1. Simples é só vc não comprar mas deixe quem tem dinheiro comprar as armas q tá na mão dos bandidos são entregues pelos governantes de esquerda

    1. Claro que sim. Afinal, ctiminosos usam armas legalizadas, compradas com nota fiscal, e possuem porte de armas, não é mesmo? E se o porte estiver vencido, eles não vão usar arma de fogo. Não é assim que ocorre, “cumpanhero”?

    2. É muito engraçado como os bolsopetistas adoram insinuar ou chamar os que são contra as ideias de seu MINTO de esquerdistas, petistas, comunistas… Achei bem razoável a explicação da réplica, mas pq dizer que o outro é “cumpanhero”? Todos que querem ter o registro, posse ou porte de armas são necessariamente a favor do presidente inepto? Ou o contrário, quem é contra comprar , portar ou possuir armas é necessariamente petista?

    3. Queimou-se por que, “cumpanhero”? TODOS nós sabemos que a esquerda é contra as armas para o cidadão de bem. Se houver alguém que ainda não saiba, sugiro verificar como votam os parlamentares de esquerda com relação a esse assunto. A propósito, PSOL e PT (claro) até foram ao STF contra os decretos do presidente. É axrealidade, “cumpanhero”. Atenha-se ao fatos e deixe de atacar as pessoas. Ao menos tente.

    4. Direita honesta, eu não sou de esquerda muito menos petista ou comunista, mas poderia ser contra comprar, possuir ou portar armas… Vc ser a favor de comprar , possuir ou portar armas não o faz de direita! E quem é contra, não o torna de esquerda! Não estou falando de partidos ou de políticos e sim do cidadão comum que vota ! O que vejo aqui, na real, não é vc ser honesto! Defender o seu MINTO não é ser honesto, muito menos ser de direita! O presidente é no máximo de centro-direita! O fato dele ser pró-armas nem de longe o torna de direita! E eu sempre argumentar contra as mentiras do presidente inepto não me torna de esquerda, muito menos comunista ou petista! O que me convence a votar são ideias seguidas de coerência e de honestidade e se o político não mostra isso, não guardo por ele fidelidade bovina, ops, canina, muito menos vou ter político de estimação que tenha sido condenado por corrupção ou investigado por rachadinhas…

    5. Criminosos usam armas roubadas das “pessoas de bem”. Quanto mais legalizadas, mais bandidos armados. Ou não foi o Mito que entregou moto, documentos, celular e arma quando foi assaltado???

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTO: Polícia Civil apreende armas de fogo e munições em desdobramento da Operação “Palazzo, na Comunidade Paço da Pátria, em Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Natal realizaram, nesta quinta-feira (10), diligências em desdobramento da Operação “Palazzo”, que teve como objetivo combater o tráfico de drogas e ações relacionadas ao crime organizado na Comunidade Paço da Pátria, localizada na Zona Leste de Natal. A ação resultou na apreensão de armas de fogo, munições e drogas.

De acordo com as investigações, um imóvel, localizado na Comunidade Paço da Pátria, estaria sendo utilizado por integrantes de uma organização criminosa como um depósito de armas de fogo. As investigações contaram com o apoio da Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado (FT-NUDEM) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

No local indicado, os policiais civis apreenderam uma carabina.40; uma espingarda calibre .12; duas pistolas, sendo uma calibre .40 e outra no calibre .9mm; um revólver calibre .38; aproximadamente 300 munições de fuzil calibre .556; 200 munições de calibres .40, .9mm, .12 e .38.

Além disso, também foram apreendidos quatro carregadores de pistola; cinco carregadores de carabina; um carregador de fuzil; 54 porções de cocaína e três coletes balísticos. Durante as diligências, os responsáveis pelo imóvel e pelo material apreendido não foram encontrados.

O nome da Operação “Palazzo” remete ao nome da Comunidade “Paço”, que é sinônimo de “Palácio”. Ela foi deflagrada em janeiro de 2019, e, desde então, já foram apreendidas 18 armas de fogo, sendo dois fuzis; 47 emulsões encartuchadas de dinamite; 23 rádios comunicadores e mais de R$ 24.600 (vinte e quatro mil e seiscentos reais) em dinheiro fracionado. Além disso, 27 pessoas foram presas. Nos últimos dois anos, foram apreendidos pela DENARC, na localidade, aproximadamente 70 quilos de drogas.

As investigações prosseguirão para identificação dos envolvidos. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou do WhatsApp da DENARC, por meio do número: (84) 981356050.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Pegaram só umas armas… tem outras de montão por lá ainda… e em outras favelas tb… só o cidadão de bem que não tem nem um simples 38 pra se defender…. o que dirá se machucar um bandido? Além dos outros comparsas, terá a Justiça contra a cabeça dele…. isso é Brasil…. e a bandidagem em gangue e solta nas ruas….

  2. A Polícia Civil do RN está conseguindo resultados impressionantes com um pequeno efetivo mas com uma grande gestão.

  3. PARABÉNS a EFICIENTE LEI DO DESARMAMENTO…
    Deixou o cidadão sem capacidade e direito de defesa enquanto as armas foram parar nas mãos dos bandidos. Isso falando de revolver e pistola.
    Metrelhadora e rifle são obra dos bandidos protegidos por leis ruins aprovadas e modificadas entre 2005 a 2015.
    Alguém já soube de 01 bandido preso por porte ilegal de armas?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende cinco suspeitos por posse ilegal de armas e munições, organização criminosa e tráfico de drogas na Região Metropolitana de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Natal deflagraram, nesta terça-feira (06), a Operação “Reincidência”, na Região Metropolitana de Natal, dando cumprimento a mandados de prisão preventiva, busca e apreensão. Ao todo, cinco pessoas foram presas, sendo quatro delas em flagrante delito. No bairro de Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal, três pessoas foram autuadas em flagrante, pela suspeita da prática dos crimes de: tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Foram presos: Francisco de Assis da Silva Junior, mais conhecido como “Nengo”, 34 anos; Deizy Silva de Oliveira, mais conhecida como “Maga”, 29 anos; e Rubens Alves da Silva, mais conhecido como “Rubinho”, 25 anos. O trio foi flagrado pelos policiais da DENARC enquanto realizava uma entrega de drogas. Ao longo desta diligência, foi apreendido um tablete de maconha.

Ainda durante as diligências, foi cumprido mandado de prisão preventiva, em desfavor de Johnson dos Santos Varela, referente à suspeita da prática de tráfico de drogas; ele também é investigado por comandar uma organização criminosa, dedicada ao tráfico ilícito de entorpecentes.

Segundo as investigações, Johnson dos Santos é apontado como chefe do tráfico de drogas no município de São Gonçalo do Amarante, na região de Barreiros. No ano de 2016, ele havia sido preso pela prática de crime da mesma natureza durante a Operação “Barreiros”. Na época, uma tonelada de drogas foi apreendida na região e a posse da carga foi atribuída a ele. Já nesta terça-feira (07), ele foi preso novamente, também por tráfico de drogas, motivo pelo qual o nome da Operação é “Reincidência”.

Também foi autuada em flagrante delito Rodriane Pinheiro da Silva, 24 anos, residente no bairro de Jardim Petrópolis, no município de São Gonçalo do Amarante. Em sua residência, foram encontrados quatro carregadores de pistolas e diversas munições de vários calibres.

Todos os cinco presos foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. A Polícia Civil do RN cada dia melhor. Mesmo com um efetivo muito pequeno, consegue resultados expressivos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PM apreende 07 armas e 30 munições e ainda 5,4 kg de entorpecentes no final de semana na região metropolitana de Natal

FOTO: PM/ASSECOM/REPÓRTER: CB GLAUCIA

A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte registrou a apreensão de sete armas de fogo e trinta munições durante o final de semana na Região Metropolitana.

De sexta a domingo, a Polícia Militar registrou a apreensão de 07 armas de fogo de diversos calibres, além da apreensão de cerca de 5,4 kg de drogas e entorpecentes.

Ainda no combate ao porte ilegal de armas e munições, a Polícia Militar apreendeu 30 munições intactas de diversos calibres, além de 10 munições deflagradas.

Já no âmbito do combate ao tráfico ilícito de drogas e entorpecentes, a Polícia Militar do RN registrou a apreensão de aproximadamente 5,4 kg de entorpecentes, sendo 3 pedras de crack, 05 porções de cocaína, 90 trouxinhas de maconha, 01 tablete de maconha e 04 porções de crack.

A Polícia Militar ainda registrou a apreensão de 02 balanças de precisão, 01 rádio comunicador, a quantia de R$ 2.138,00 em dinheiro fracionado e uma maquineta de cartão de crédito utilizados por um dos suspeitos de tráfico presos na venda de drogas e entorpecentes.

Ainda no final de semana, a Polícia Militar recuperou seis veículos com queixa de roubo, os quais foram devolvidos aos respectivos proprietários após os procedimentos legais.

Os dados foram coletados durante ocorrências registradas e atendidas pela Polícia Militar do RN na Região Metropolitana entre os dias 29 de novembro e 1° de dezembro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF investiga venda irregular de munições no interior do RN

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira(20), em Caicó/RN, a operação Bala Perdida com o objetivo de coletar evidências do crime de venda irregular de munições de calibres diversos.

Estão sendo cumpridos 5 mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 9ª Vara Federal em endereços residenciais e comerciais daquela cidade.

A investigação, iniciada há dois meses pelas Delegacias de Repressão ao Tráfico de Armas – DELEPAT e Delegacia de Controle de Armas e Químicos – DELEAQ, ambas da PF, aponta que aproximadamente 500 mil projéteis podem ter sido comercializados irregularmente nos últimos 5 anos, conforme dados fornecidos pelo Exército Brasileiro.

Opinião dos leitores

  1. Puro teatro, nada é possível sem o agente iniciador, ESPOLETA. Projétil é um objeto inerte, sem a ESPOLETA só serve na baladeira. Façam um levantamento de quantas espoletas foram apreendidas no Brasil. Agora vejam quantas munições originais são apreendidas por dia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PM apreende drogas, munições e dinheiro em Mãe Luíza

FOTO: PM/ASSECOM

Nessa terça-feira (07), policiais militares da Força Tática do 1° Batalhão (FT1) apreenderam drogas, munições e dinheiro no Bairro de Mãe Luíza, Zona Leste de Natal.

Após denúncia, via COPOM, de que um indivíduo estaria amarrado e seria julgado por uma facção criminosa que atua no bairro, as viatura foram ao local. A pessoa do possível julgamento não foi localizada, porém um suspeito de tornozeleira eletrônica tentou empreender fuga ao avistar as equipes táticas, mas foi detido.

O infrator trata-se de Itembergue de Oliveira, 29 anos, vulgo “Zeca”, que foi detido bem próximo a sua residência. Na casa foram apreendidas cerca de 20 gramas de crack, balança de precisão, R$ 550,00 em dinheiro fracionado, uma munição de calibre .40, uma munição de calibre .762, três estojos de calibre .38, um rádio comunicador “HT” com base carregadora, lâmina e vários sacos plásticos, usados costumeiramente para fracionamento de drogas.

Diante do fato delituoso, o suspeito e todo o material ilícito foi conduzido à Central de Flagrantes para procedimentos cabíveis.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Cantor Leonardo é preso no aeroporto JK com cartuchos de munição

20140203121500919889e 20140203113633632055iA Polícia Federal prendeu o cantor sertanejo Leonardo, em Brasília. O artista foi surpreendido por agentes no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek com 22 cartuchos de munição calibre 22. O material não é de uso proibido, mas o cantor, segundo a PF, não tem autorização para transportá-lo. A prisão ocorreu na última sexta-feira (31/1).

Leonardo ficou detido na PF, mas foi liberado após pagar fiança, em torno de R$ 10 mil. A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa do artista, mas não teve retorno até a publicação deste texto.

A defesa do cantor garantiu que trata-se de um mal entendido. O advogado Cleber Lopes disse ao Correio que Leonardo estava, na semana passada, na fazenda de um amigo, no interior de Goiás. O dono da propriedade, segundo o defensor, tem registro de arma e de munição registradas. “Então, alguém arrumou a mala do Leonardo e, por equívoco, colocou a munição dentro da mala. Ele não anda armado, não usa arma, e não tem histórico de violência”, defendeu Lopes.

O advogado detalhou que o cliente foi abordado pelos agentes quando tentava embarcar para Salvador, onde faria um show no fim de semana. “Claro que foi um engano. Ninguém é louco de passar em um detector com munição na mala. Agora, vamos trabalhar para mostrar que ele não praticou crime algum”, acrescentou o advogado.

Correio Braziliense

Opinião dos leitores

  1. LÉO ÉH DO BEM TODOS SABEM !!! CLARO Q N PRATICOU CRIME ALGUM FALTA DE RESPEITO !!!! VÃO ATRAZ DE BANDIDOS TRAFICANTES Q ESTÃO ACANDO COM AS FAMILIAS BRASILEIRAS TODOS SABEM Q SEMPRE Q TEM UM TEMPINHO VAGO LEO TA FAZENDA DE AMIGOS OU NA DELE COM AMIGOS E FAMILIA PALHAÇADA!!!!! LEO ESTAMOS SEMPRE JUNTOS VC ÉH MAIS QUE ISSO VC É O TIPO DE PESSOA TRANSPARENTE QUE TUDO Q CONSEGIU FOI COM SEI ENORME TALENTO!! BOLA PRA FRENTE TAMO JUNTO LEO TE AMOOOOOOOOOOOOO

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PM apreende 71 armas e 937 munições no RN em janeiro

Nesse mês de janeiro, a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte contabilizou a apreensão de 71 armas de fogo e mais de 900 munições de diversos calibres no território potiguar.

Das 71 armas apreendidas pelos PM’s, 73% delas foram apreendidas na Região Metropolitana e 27% foram apreendidas nos municípios do interior do Estado. No combate ao porte e posse ilegal de armas de fogo e munições, a PMRN ainda apreendeu 937 munições de diversos calibres, dos quais 90%, ou seja, 851 munições foram apreendidas na Região Metropolitana.

Quanto ao combete ao tráfico de drogas e entorpecentes, a Polícia Militar apreendeu cerca de 130 kg de drogas em todo o território, sendo 48% da droga apreendida na Região Metropolitana e 52% no interior do Estado. Além disso, a PM reconduziu 23 foragidos da Justiça aos estabelecimentos prisionais do Estado para o cumprimento de suas respectivas penas privativas de liberdade.

Outro dado relevante é em relação ao número de veículos com queixa de roubo recuperados no território potiguar. Ao todo foram recuperados 57 veículos, com uma taxa de quase dois veículos recuperados por dia pela Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte no primeiro mês do ano.

PM-RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PRF apreende armas e munições na BR-427

129823Foto: Nucom-PRF

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu duas espingardas e duas carabinas de pressão calibre 4.5, além de 86 munições, pólvora, espoleta e chumbo; entre as munições estavam 44 de calibre 36 e 42 de calibre 32. O material foi apreendido nessa segunda-feira (7) com Djalma Victor Cordeiro, Manoel Cassimiro da Silva, José Victor Cordeiro e Enedino Elias dos Santos Neto.

Segundo a PRF, os homens foram abordados na BR-427, em Caicó. Djalma conduzia o veículo Gol de placas KLE-2672 quando foi abordado. Após a apreensão das armas, o condutor e os outros dois ocupantes do veículo foram encaminhados à Delegacia de Caicó por porte ilegal de arma.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *