Polícia

MÃE LUIZA: Versão diz que PMs identificaram procurado da justiça armado com pistola e tiros para cima e uso da força ocorreram diante de familiares que queriam impedir que homem fosse levado

Policiais da Força Tática do 1º Batalhão de Polícia Militar dão a sua versão sobre as imagens que circulam em redes sociais sobre a acusação de que uma mulher teria sido agredida em uma ocorrência no bairro de Mãe Luiza, em Natal. Os policiais informam que realizavam uma abordagem na localidade, e constataram que um indivíduo era procurado pela Justiça. Com ele, ainda foi apreendida uma pistola 9 milímetros.

Segundo relato de policiais militares, a ocorrência ganhou um desfecho mais tenso a partir da resistência de familiares do homem, que não queriam deixar que ele fosse encaminhado para a delegacia. Em decorrência, resistência, agressão contra a guarnição e a necessidade de uso da força para controle ação policial.

Opinião dos leitores

  1. Era pra meter bala na família também… Gosta de vagando da família soltos pra roubar o cidadão de bem e levar o roubo pra casa deles… É pra meter bala nesses pilantra …

  2. Quem achar que está errado, basta ir em Mãe Luiza, abordar um procurado pela Justiça e mostrar como é para fazer.
    Bando de teórico do nada. Todo mundo acha que sabe como é para um Policial se comportar e agir, mas NINGUÉM tem coragem de colocar em prática suas teorias.
    Parabéns aos policiais e que bom que eles saíram ilesos.

  3. No vídeo, é flagrante o desrespeito com as autoridades policiais, é obrigatório o respeito a polícia, sob pena de se machucar ou até ser atingido por disparo, já vi vários casos em que tomaram a arma do policial e atiraram contra ele. Portanto tem que prevalecer a força total pra tentar manter a ordem, sob risco da autoridade perder a vida.

  4. Não prenda os bixinhos não, apenas uma 9mm, acho que era pra ir pra igreja rezar. Esses eleitores de luladrao não se corrigem. A polícia estava fazendo o trabalho dela, ele se jogou.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF prende na Grande Natal português procurado pela Interpol e condenado por se passar por representante de um banco suíço

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal, através da sua representação da Interpol no Rio Grande do Norte, prendeu na manhã dessa segunda-feira, 23/8, em Parnamirim, na Grande Natal, um cidadão português, 48 anos, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva para fins de extradição expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi encontrado em casa e não reagiu à prisão.

Foragido no Brasil há mais de um ano, o estrangeiro foi condenado pela justiça portuguesa a 3 anos e 2 meses de prisão pelo crime de burla qualificada, cujo delito é semelhante ao estelionato no Brasil.

Segundo consta na sentença, o envolvido se passava por representante de um banco suíço para aliciar empresários de sucesso e pessoas com alto poder aquisitivo em Portugal e, com isso, se apropriava de elevadas quantias à custa do patrimônio alheio.

O homem se encontra custodiado na Superintendência da Polícia Federal, onde aguardará os trâmites do seu processo.

Somente este ano a Polícia Federal já localizou e prendeu na capital potiguar, três estrangeiros procurados pela Interpol para fins de extradição.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Procon-SP diz ter sido procurado por apostador que ‘perdeu’ Mega da Virada

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Lembra do prêmio de R$ 162,2 milhões da Mega da Virada de 2020 que não foi resgatado a tempo? Pois o Procon-SP disse ter sido procurado por um apostador que afirma ser o ganhador. O órgão diz que irá notificar a Caixa Econômica Federal para confirmar a identidade da pessoa e afirma que, “mesmo que a empresa afirme que o consumidor perdeu o prêmio por não ter retirado dentro do prazo, é dever da instituição fazer o pagamento.”

Pelo regulamento da Caixa, após 90 dias, o indivíduo não pode mais resgatar o prêmio, e o dinheiro é repassado ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies).

Em março, quando foi notificado pela primeira vez pelo Procon, o banco afirmou que “a obrigação de reclamar o prêmio é do vencedor” e “que o cadastro efetuado no ambiente virtual não tem a finalidade de fazer a identificação, mas de verificar a qualificação do interessado como apostador”.

“A Caixa tem como identificar quem é o ganhador. E queremos apurar se esse consumidor que nos procurou é efetivamente quem venceu o sorteio”, afirmou Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP em um comunicado à imprensa. Capez disse que “é inconcebível que a Caixa saiba quem é o vencedor e não o comunique”.

O Procon-SP afirma que a lei do prazo de 90 dias é antiga e está defasada, uma vez que não leva em conta fatores como a internet e as apostas eletrônicas, que “trouxeram a possibilidade de identificar o vencedor”, segundo a entidade.

Por fim, o Procon-SP sugere uma alteração nas regras para futuras apostas e conclui que “a Caixa Econômica Federal não pode se basear em um decreto-lei de 1967”. “Se a Caixa tem condições de localizar quem ganhou e não o faz destinando o prêmio para outros fins, isso implica em enriquecimento sem causa do poder público”, disse Capez.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. E porque esse(a) papangu, só foi atrás desse prêmio agora? Como é que uma pessoa deixa passar despercebido 162 milhões? Essa pessoa estava em Marte e só chegou à Terra agora, só pode. E o Procon ainda achar “inconcebível” a Caixa não comunicar ao ganhador, é demais.

  2. Se isso acontecer,será injusto com quem joga através de lotéricas. A caixa não tem como identificar o ganhador e haverá vantagem para as apostas eletrônicas. Se não vai atrás de uns, também não pode ir atrás de outros.

  3. Fui eu que ganhei! Kkk. Se o cara que procurou o Procon tem como comprovar que foi ele que fez a aposta, que prove judicialmente e receba o prêmio. Eh simples!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF prende no RN homem procurado pela justiça de Goiás

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal prendeu nessa terça-feira(26), em São Miguel, na Região do Alto Oeste Potiguar, um homem de 46 anos, condenado a uma pena de 9 anos de prisão pela 3ª Vara Criminal de Goiânia/GO, por crime de tráfico de drogas. Ele se encontrava foragido desde o ano de 2018. Na ação, a PF contou com apoio da Polícia Militar (7º BPM).

Após a detenção, o apenado foi conduzido para a Cadeia Pública de Pau dos Ferros/RN, onde permanece custodiado à disposição da Justiça.

Este foi mais um trabalho concluído com êxito pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Procurado pela Interpol, suspeito de mortes de delegado, PM e mais 3, que teria sido contratado para executar autoridade do MPRN ou TJ, é morto no interior após reação contra policiais civis

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) localizaram, nesta segunda-feira (14), José Moreira Freires, conhecido como “Zezinho”, na Zona Rural de Lagoa de Pedra/RN. Ele era procurado pela Interpol e pela Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul e, em seu desfavor, havia dois mandados de prisão em aberto.

Durante a ação, José Moreira reagiu à abordagem e foi alvejado, não resistindo aos ferimentos. Na ocasião, ele estava de posse de uma pistola pertencente à Polícia Civil do Rio Grande do Norte, com registro de roubo. Os policiais da DEICOR constataram também que ele havia criado um laboratório de produção de “crack”, que foi estourado nesta segunda-feira (14).

De acordo com as investigações, José Moreira havia chegado há cerca de dois meses na cidade de Lagoa de Pedra. “Zezinho” figurava como 12º na lista com 26 criminosos mais procurados pela polícia, divulgada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Ele é suspeito da prática de cinco crimes de homicídio, além de envolvimento com tráfico de drogas, jogo do bicho, lavagem de dinheiro e corrupção.

Segundo investigações, ele seria o autor de um homicídio praticado contra um delegado, na frente da filha da vítima. Além disso, ele teria assassinado um estudante, filho de um policial militar, tentado matar um capitão da Polícia Militar e assassinado um policial militar, que atuava na Assembleia Legislativa do Estado do Mato Grosso do Sul. “Zezinho” também é apontado como autor do homicídio praticado contra o gerente de Jorge Raffat, que foi morto na fronteira do Brasil com o Paraguai.

Foi constatado ainda que José Moreira havia ameaçado dois delegados da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, integrantes da Delegacia Especializada de Repressão de Roubo a Banco, Assalto e Sequestro (GARRAS), e um promotor do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do mesmo Estado. As investigações indicam que os chefes de “Zezinho” seriam Jamil Name e Jamil Name Filho, ambos presos no Presídio Federal de Mossoró, juntamente com dois policiais civis do Mato Grosso do Sul.

Há informações apontando que “Zezinho” teria sido contratado, recentemente, para executar uma autoridade do Ministério Público ou do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. As investigações prosseguem para identificar outros possíveis envolvidos. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, por meio dos números: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Um bandido extremamente perigoso, um psicopata assassino. Parabéns à Polícia Civil do RN.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Criminoso mais procurado do Brasil tem prisão ‘cinematográfica’

Foto: Reprodução

A polícia prendeu, na manhã desta quinta-feira (17), Luciano Castro de Oliveira, conhecido como o “Zequinha”, o criminoso mais procurado do Brasil. O homem foi encontrado vivendo em um sítio na cidade de Tejupá, no interior de São Paulo.

A ação, considerada cinematográfica, contou com o policiamento náutico para atravessar um rio, uso de drones para ter uma vista aérea do local e várias viaturas. Cães da polícia também foram levados para farejar caso o criminoso fugisse.

Zequinha é suspeito de ser o autor e líder de quadrilhas que atuam em roubos contra empresas de transportes de valores, agências bancárias e redes varejistas de eletroeletrônicos na região de Campinas. Para tais crimes, usava de explosivos e armamentos de grosso calibre.

Casa onde Zequinha foi preso nesta quinta-feira (17). Foto: Reprodução

Currículo extenso

Zequinha, tem 46 anos, e é natural de Campo Mourão, no Paraná. Ele aparece na lista dos criminosos mais procurados do país pelos crimes de roubos e associação criminosa.

Ele é suspeito de envolvimento no assalto que ocorreu no Paraguai em 2018, que deixou um prejuízo de cerca de R$ 120 milhões a uma transportadora de valores.

Segundo o Ministério da Justiça, em 1992, Zequinha foi condenado por roubo ao BIC (Banco Comercial Industrial) em Campinas. Foi libertado em 1994, por indulto presidencial. Ele também foi condenado, em outros processos judiciais, por porte ilegal de arma, uso de documento falso, roubo, formação de quadrilha, latrocínio, extorsão e sequestro.

Em 2005, foi preso novamente por formação de quadrilha e uso de nome falso. A quadrilha estava cavando um túnel em direção a um banco em São Paulo. Logo em seguida, obteve liberdade. Em 2006, foi investigado pela tentativa de furto ao ABN Amro.

R7

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Procurado por tráfico internacional de drogas é preso pela PRF na BR-101 no RN

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, às 21h desta quarta-feira (05), no km 167 da BR-101, em Canguaretama/RN, um homem de 33 anos, natural de Mossoró/RN.

O suspeito era fugitivo da justiça do Rio Grande do Norte e tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico internacional de drogas e seguia como passageiro de um gol.

No momento da abordagem, ele tentou fugir mas foi contido pelos policiais. Ainda apresentou documento falso, mas após consulta aos sistemas, foi identificado e preso. Ele é conhecido como “Nem da Abolição” e era um dos fugitivos mais procurado no Estado.

Na semana passada, a mulher dele, que também era foragida, foi presa no estacionamento de um supermercado, em Parnamirim/RN, por uma equipe de policiais da Deicor.

A ocorrência foi encaminhada à Deicor – Divisão Especializada no Combate ao Crime Organizado, em Natal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Suposto entregador de aplicativo é procurado pela polícia por assassinato de empresário em Natal

O portal OP9 e a TV Ponta Negra destacam nesta quinta-feira(28) o assassinato do empresário do ramo automobilístico Edgard Tavares, no fim da tarde dessa quarta-feira (27) enquanto conversava com amigos no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal.  De acordo com a reportagem, o atirador chegou em uma moto trazendo uma caixa de isopor, utilizada por entregadores de aplicativo.

Conforme imagens capturadas por um sistema de câmeras de segurança, um homem chega em uma motocicleta, estaciona e vai em direção ao empresário, que estava na calçada do cruzamento da Avenida Presidente Quaresma com a Rua dos Canindés. Na ação criminosa, os tiros também atingiram outra pessoa, que foi socorrida ao hospital, mas não apresenta risco de morte.

Mais detalhes de reportagem aqui.

Opinião dos leitores

  1. E AINDA TEM FDP que defende BANDIDO DESSA QUALIDADE , tinha que fazer o mesmo com um VERME DESSES

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF em Natal extradita francês procurado há 8 anos por tráfico de drogas

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal extraditou da Espanha para o Brasil na última sexta-feira, 22/11, um cidadão francês, 39 anos, que havia sido preso recentemente em Madri. O estrangeiro era procurado desde 2011 e figurava na Difusão Vermelha da Interpol, acusado de envolvimento com tráfico internacional de drogas.

O fato teve origem quando em dezembro daquele ano, uma vendedora paranaense foi detida no aeroporto internacional Augusto Severo em Parnamirim/RN, Região Metropolitana de Natal, após desembarcar em um voo vindo de Amsterdã, Holanda, trazendo na bagagem 6,2 kg de ecstasy.

Autuada em flagrante, a mulher revelou durante o interrogatório na PF não só quem seriam os receptores do ecstasy Brasil (quatro homens que acabaram sendo presos dias depois na cidade do Rio de Janeiro), como também quem havia lhe entregue a droga na Europa. A partir de então, o francês passou a ser procurado, sendo agora preso pela Interpol.

O extraditado, após ser submetido a exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), encontra-se custodiado na Superintendência da PF em Natal, onde permanece à disposição da 2a. Vara da Justiça Federal/RN.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em Caicó; investigado por tráfico de drogas está sendo procurado

Por interino

Uma ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar cumpriu quatro mandados de busca e apreensão, nesta quarta-feira (06), em Caicó. O objetivo principal da operação era cumprir o mandado de prisão preventiva contra Joenio Araújo Fernandes, o qual está sendo procurado pela Polícia. Ele é suspeito de fazer parte de uma facção criminosa que tem ramificações em cidades vizinhas e no Estado do Ceará.

Na casa onde supostamente Joenio Araújo se encontrava foram apreendidos duas porções de maconha, sacos plásticos para acondicionamento da droga e aproximadamente R$ 1.700,00 em notas fracionadas, onde comprova a prática de tráficos de drogas no local.

Também foram cumpridos mandados de busca em outros imóveis. Nos locais foram apreendidos elementos que ajudarão a polícia nas investigações para comprovar o envolvimento de outras pessoas na organização criminosa.

Participaram da operação, policiais civis da 3ª Delegacia Regional de policia de Caicó e equipes de delegacias municipais de toda região do Seridó. Também atuaram policias militares da Companhia Independente de Proteçao Ambiental (CIPAM), Distrito de Polícia Rodoviária Estadual (DPRE) e dos Grupos Táticos Operacionais de Caicó, Jardim de Piranhas e São João do Sabugi.

A polícia pede que quem tiver informações sobre Joenio Araújo, denuncie de forma sigilosa por meio do Disque-Denúncia 181 ou 190, ou então ligar para a Delegacia de Caicó, através do número 3421-6029.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Após ser solto, tenente da PM acusado de matar lutador de MMA em Natal tem prisão preventiva decretada e é procurado

Iranildo 65u56u56u54u55O tenente da Polícia Militar Iranildo Félix de Sousa, solto nesta quinta-feira (22), já está sendo procurado novamente pela Polícia Civil. Ele teve hoje a prisão temporária convertida para prisão preventiva. Nesse momento, equipes da Divisão Especial de Investigação e de Combate ao Crime Organizado (Deicor) estão em diligências para prender o tenente, principal suspeito de matar o professor de musculação e lutador de MMA Luiz de França Trindade, de 25 anos, crime ocorrido no último mês de fevereiro.

Vale salientar que o tenente Iranildo Felix não poderia ser solto no dia de hoje, pois sua prisão temporária só expiraria à meia noite dessa quinta. Além disso, já havia sido decretada a sua prisão preventiva.

Iranildo Félix foi visto em fuga num veículo Clio de cor prata. Quem tiver informações sobre o paradeiro do acusado ligar para o telefone (84) 3232-2810.

Veja mais em: Prisão temporária expira e tenente da PM suspeito de matar lutador de MMA no Satélite ganha liberdade

Opinião dos leitores

  1. Ei bando de gente burra!! A PM não solta ninguém!! quem relaxou a prisão foi a justiça! J U S T I Ç A!! e desde de quando a PM trabalha em delegacia civil?? já não basta sermos responsáveis por tudo de ruim que acontece nas ruas!!

  2. Alguém aí não está entendendo, quem manda soltar ou prender são os magistrados, se a prisão preventiva durou tantos dias e não foi renovada, a polícia ou quem quer seja , tem que soltar. Não é a polícia e sim esse JUDICIÁRIO do RN, que só procura vantagens de saquear o Estado inventando subsídios para aumentar seus vencimentos, veja aí o caso do Ministério Público, só os vales alimentação de atrasado vai dá em torno de R$ 20.000,00 imagine os dos juízes.

  3. Só no RN mesmo que a Polícia solta para depois ir atrás. Na torcida para que ele tome umas para comemorar a liberdade e depois passe na Roberto Freire. Se passar sóbrio fica solto do mesmo jeito.

  4. cada dia fico impressionado com tamanha incompetência da PM do RN, mais ai vem minha duvida incompetência ou competência de soltar um bandido trajado de policial na rua de novo, tem que apurar qm e pq, santa paciência .

    1. Prazo vencido.. nao é culpa da PM, mas da autoridade incompetente judiciaria. A PM so cumpre o que está na lei. Se o delegado que ganha mais de quinze mil reais ou o juiz que tem salario maior ainda, nao solicitou extensão da prisao preventiva, o policial militar que faz papel de agente penitenciario, e que ganha menos, é obrigada a soltar.

  5. O que dizer de uma justiça dessas?
    O BRASIL NÃO É UM PAÍS SÉRIO, e nunca será, enquanto se puder matar, roubar e passar por cima de tudo SEM PAGAR POR ISSO.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *