Geral

FOTO: Corpo de Bombeiros do RN resgata filhote de peixe-boi na praia de Genipabu

Foto: Divulgação

Um filhote de peixe-boi foi encontrado e resgatado nessa segunda-feira (12) após encalhar na praia de Genipabu, no município de Extremoz, Região Metropolitana de Natal. O animal foi encontrado por um grupo de pessoas na orla que imediatamente acionaram o Corpo de Bombeiros Militar do RN.

O animal marinho estava um pouco machucado, com ferimentos leves, e foi conduzido até o Aquário Natal, em Extremoz, onde foi deixado aos cuidados dos especialistas.

O Corpo de Bombeiros orienta que, se a população achar um animal encalhado nas praias do RN não deve tentar devolvê-lo ao mar, e sim acionar a corporação através do 193.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Guarda Municipal resgata 70 aves da mata atlântica e caatinga em feira na Zona Norte de Natal

Foto: Divulgação

Uma operação do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) resgatou na manhã do sábado (26), 70 aves silvestres que estavam sendo comercializadas de forma ilegal na feira livre do Conjunto Santa Catarina, zona Norte da capital. Os pássaros estavam presos em gaiolas e pequenos viajantes com várias aves juntas em espaços pequenos, em alguns casos sem água e alimento.

Na operação, os guardas municipais catalogaram diversas espécies resgatadas, sendo algumas provenientes da região da Mata Atlântica e outras originárias da caatinga brasileira. Entre as aves foram encontrados galos de campina, canários, sibites, papa-capim, sanhaço cinzento, golinha, bigode, entre outros. Além do resgate dos pássaros, todo o material utilizado para manter as aves confinadas foi apreendido e será destruído.

A guarnição do Gaam/GMN informou que foram acionados pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) para averiguar uma denúncia de comercialização ilegal de tucanos na feira livre. “Quando os guardas chegaram na feira fizeram uma busca para tentar localizar os tucanos e acabaram encontrando diversas gaiolas e pássaros confinados escondidos embaixo de palhas de coqueiros. Foram contadas 70 aves, porém não localizamos nenhum tucano”, informou coordenador do Gaam/GMN, CGA Isaac Cruz.

Na ocasião, os responsáveis pelo crime ambiental conseguiram se evadir da feira livre antes da chegada das viaturas da GMN. A suspeita dos guardas municipais é que algum informante percebeu a aproximação das guarnições e avisou as pessoas que estavam comercializando os pássaros, que fugiram abandonado as aves e gaiolas.

Os pássaros foram identificados e conduzidos ao Plantão da Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e após avaliação veterinária, os da Mata Atlântica serão soltos em uma reserva na Região Metropolitana de Natal e os da Caatinga serão encaminhados ao Ibama para avaliação e soltura no habitat apropriado.

O tráfico e o comércio ilegal de espécies da fauna silvestre é crime podendo o transgressor ser punido com pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa administrativa por crime ambiental de tráfico, que corresponde a R$ 500 por ave e se o animal for ameaçado de extinção, o valor sobe para R$ 5 mil.

O crime é previsto na Lei Federal 9.605/98 e o cidadão pode denunciar esse tipo de delito nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia – Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

Opinião dos leitores

  1. É UMA VERGONHA !!!! A LEIS PARA ESSA ATROCIDADE !!!!
    DEVERIA SER INAFIANÇÁVEL..
    Esses lixos não ficam nem presos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Semurb desocupa Área de Proteção Permanente na Zona Norte de Natal e resgata aves silvestres

Foto: Fiscalização Semurb

Após participar de uma reintegração de posse de uma Área de Proteção Permanente (APP), na zona Norte de Natal, fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) identificaram uma criação ilegal de animais silvestres próximo ao local da ação. O fato ocorreu nesta quarta-feira (23), na avenida Moema Tinôco proximo ao Rio Doce, quando foram resgatadas 27 aves, sendo quatro delas ameaçadas de extinção, e um tijuaçu. A ação contou com o apoio da Guarda Municipal de Natal.

De acordo com o supervisor de fiscalização ambiental da Semurb, Gustavo Szilagyi foram removidos os piquetes instalados em cerca de 14 hectares, numa área próxima ao Rio Doce, localizada na Zona de Proteção Ambiental (ZPA-9), cujo local é uma APP. Apenas um dos invasores foi identificado. “A reintegração ocorreu de forma tranquila. O proprietário se comprometeu a cercar o local e recuperar a área degradada pelos invasores”, disse ele.

Próximo ao local, os fiscais identificaram três imóveis que faziam a criação em cativeiro de 27 aves silvestres, sendo quatro delas ameaçadas de extinção e um tijuaçu. Todos os animais resgatados passarão por uma avaliação de um veterinário. “As aves da mata atlântica serão soltas numa reserva e as de caatinga e as que estão precisando de tratamento serão conduzidas para o IBAMA”, disse Gustavo.

Szilagyi ainda informa que os criadores foram conduzidos à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (Deprema) para prestar esclarecimentos e lavratura de um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil resgata idosa em situação de maus-tratos em Natal

Policiais civis da Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso (DEPI) resgataram, nessa quinta-feira (22), uma idosa de 71 anos. A ação ocorreu no bairro de Felipe Camarão, localizado na Zona Oeste de Natal.

As diligências foram iniciadas após o recebimento de denúncias anônimas, informando que uma idosa estaria sendo trancada sozinha na residência em que reside. Os policiais civis da DEPI se dirigiram ao local indicado, nesta quarta-feira (21), para apurar os fatos, mas não encontraram a senhora no local.

Durante o processo investigativo, um vídeo em que aparecia a idosa teve uma grande repercussão nas redes sociais. Na gravação ela aparecia gritando, sozinha e trancada na casa. Ela foi encontrada, nessa quinta-feira (22), em outra residência localizada no mesmo bairro. Com a ajuda de um familiar da vítima, os policiais conseguiram a chave da casa e resgataram a senhora.

No local, foi constatado que ela estava sozinha no imóvel. Além disso, foi apurado que a vítima possui esquizofrenia e transtorno bipolar. Após o resgate, a idosa foi encaminhada para um abrigo, onde está recebendo os cuidados necessários.

Os responsáveis pela negligência foram identificados e estão sendo investigados em inquérito policial instaurado na DEPI. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Após denúncias, Polícia Civil resgata três cães em situação de maus-tratos na Grande Natal

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa ao Meio Ambiente (DEPREMA) saíram em diligências, nessa quinta-feira (16), para conferir cinco denúncias. Somente duas delas não configuravam maus-tratos. As diligências resultaram no resgate de três cães que estavam em situação de maus-tratos e abandono.

Os policiais da Deprema realizaram as diligências nos bairros do Alecrim, em Natal, Cajupiranga, em Parnamirim, e no município de São Gonçalo do Amarante. Durante a ação, dois imóveis foram fiscalizados, mas, os animais não estavam em situação de maus-tratos.

Segundo as investigações, o cão resgatado no bairro do alecrim, na Zona Leste de Natal, estava há, aproximadamente, dois anos em um espaço muito pequeno (mesmo local onde comia, fazia suas necessidades fisiológicas – sem nenhuma limpeza do ambiente). Além disso, constatou-se que o animal estava por todo esse período, sem tomar banho.

No bairro de Cajupiranga, em Parnamirim, e no município de São Gonçalo do Amarante, os cães resgatados se encontravam em condição de abandono; sem receber os devidos cuidados, também sendo alimentado por vizinhos. Todos os três animais resgatados foram encaminhados para a Associação de Proteção aos Animais (ASPAN), onde estão recebendo os tratamentos veterinários necessários e ficarão aguardando no local, disponíveis para adoação.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. É a pior espécie que existe na planeta terra, a praga do ser humano. Esse vírus poderia fazer um favor, varrer essa raça e deixar a terra apenas nas mãos dos animais “racionais”.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

FOTO: Polícia Civil resgata filhote de cadela na Zona Norte de Natal após denúncias de maus tratos

FOTO: PC/ASSECOM

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa ao Meio Ambiente (DEPREMA) resgataram, nesta terça-feira (07), uma cadela (filhote) que estava sendo vítima de supostos maus-tratos. O animal apareceu em vídeos, que foram enviados junto à denúncia e repercutiram na mídia local, exposto à chuva, amarrado do lado exterior de uma casa.

Durante as diligências, os policiais resgataram o animal ainda amarrado no mesmo local no qual aparecia no vídeo (ainda exposto, excessivamente, ao sol ou chuva). A cadela foi levada para uma clínica veterinária, passou por avaliação e recebeu os devidos cuidados e, em seguida, encaminhada para uma ONG, onde ficará abrigada até sua recuperação, para uma posterior castração e vermifugação, sendo disponibilizada para doação.

A mulher responsável pelo animal foi identificada e será investigada pelos possíveis maus-tratos. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Opinião dos leitores

  1. gracas a Deus..tem mt precisando disso… e espero q os covaardes não peguem nenhum animal…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Guarda Municipal resgata criança em Natal levada de casa sem autorização da mãe

Foto: Divulgação

Um homem suspeito de tomar uma criança a força dos braços da mãe foi preso numa ação realizada pela Guarda Municipal do Natal (GMN), no loteamento Nova República, no bairro de Pajuçara, zona Norte da capital. A criança estava sob a guarda legal da mãe, quando populares acionaram os guardas municipais pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informando que o suposto pai do menor o estava retirando de casa com uso da força.

De acordo com relatos da guarnição operacional da GMN, os guardas municipais chegaram ao local da ocorrência e colheram informações, sendo em seguida identificado o suspeito e a sua localização, quando foi realizado o resgate da criança e detido o suspeito em flagrante delito. “Conseguimos rapidamente encontrar o suspeito, resgatar a criança e devolver aos braços da mãe sem nenhum tipo de ferimento”, narrou um dos guardas.

O detido e a vítima foram conduzidos pelos guardas municipais à Delegacia de Plantão da Zona Norte onde foi registrada a prisão em flagrante delito, ficando o detido à disposição da Justiça. Na ocasião, foi identificado no sistema de arquivos da Polícia Civil que o homem detido já havia sido preso por suspeita de dois outros crimes, sendo tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

https://natal.rn.gov.br/noticia/ntc-33135.html

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Corpo de Bombeiros do RN resgata tamanduá-mirim na Grande Natal

FOTO: CBM/ASSECOM

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) resgatou na noite desta quarta-feira (20) um tamanduá-mirim que estava em uma residência no bairro de Nova Esperança, na cidade de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal.

A corporação foi acionada pelo dono da residência por volta das 21h, que ligou no 193 e solicitou o resgate. Saudável e sem ferimentos, o animal foi levado pelo CBMRN e solto em área de mata às margens do Rio Pitimbu, em Parnamirim.

O tamanduá-mirim costuma ser um animal solitário, com hábito predominantemente noturno. Essa espécie pode ser encontrada em diversas regiões do Brasil e tem uma grande variação no padrão de coloração.

De janeiro até a metade de maio de 2020, o Corpo de Bombeiros Militar do RN realizou 278 resgates. Por isso a recomendação da corporação para a população é que ao se deparar com animais silvestres nas ruas ou em ambientes atípicos acione imediatamente os bombeiros através do 193.

Opinião dos leitores

  1. Pelo amor de Deus homi. Bombeiro resgatando tamanduá. Tem coisa mais gloriosa para bombeiro fazer. Semana passada foi um cachorro no telhado. Eu sei que meu carro pegou fogo aqui em Campestre, tive um prejuízo danado e bombeiro que é bom nada

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Guarda Municipal resgata serpente em estacionamento de hipermercado em Natal

Foto: Divulgação

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) resgataram, nessa terça-feira (12), uma serpente da espécie Philodryas Nattereri, conhecida popularmente como Corre-campo ou Corredeira. O animal que mediu 1,2 metro estava alojado sobre o teto do estacionamento de um hipermercado da capital.

A guarnição ambiental da GMN foi acionada via Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). Ao chegar na área, os guardas ambientais localizaram a serpente que foi capturada e acondicionada numa caixa de papelão para ser transportada.

“Como estamos em período de pandemia, consultamos o biólogo Aldemir Silva que é especialista em cobras. Enviamos fotos e vídeo pra confirmar a espécie, saúde aparente e a possibilidade de soltura no bioma do Parque da Cidade”, contou o GM A. Pereira.

A serpente foi diagnosticada em bom estado de saúde e foi conduzida pelos guardas municipais ao Parque da Cidade do Natal para soltura. “Iniciamos o procedimento de soltura sem estresse para o animal, sem bater na caixa, tom de voz firme e tranquilo, sem gritos, movimentos lentos e eficientes, escolhendo o melhor local para a reintegração no meio selvagem”, explicou o guarda municipal.

Os agentes contaram que normalmente a serpente da espécie Philodryas Nattereri não oferece risco ao ser humano, já que não é uma cobra peçonhenta, porém tem uma mobilidade muito avançada se deslocando com rapidez. Caso o cidadão encontre uma dessas fora do seu habitat, procure não agredir o animal e acionar os órgãos ambientais via 190 para fazer o resgate.

“O resgate e soltura de animais silvestres é apenas uma parte do trabalho diário das equipes do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, que atua na capital buscando a defesa do meio ambiente, combatendo crimes e agindo na proteção da fauna e da flora”, concluiu A. Pereira.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Megaoperação diplomática resgata 330 brasileiros de Londres e mais quatro capitais europeias

Foto: Divulgação/BBC

Parece ter chegado ao fim, na tarde desta sexta-feira (17), em Londres, o pesadelo que centenas de brasileiros viviam desde que a explosão dos casos de coronavírus transformou a vida de trabalhadores e turistas em todo o mundo.

Eles estão voltando para casa em um voo de Estado, como é chamado no jargão diplomático o voo fretado pelo Ministério das Relações Exteriores para a repatriação de cidadãos – neste caso, brasileiros separados das famílias e com dificuldades financeiras.

Incluindo 5 crianças, o voo sai de Londres para Guarulhos, reunindo homens e mulheres que estavam em cidades da Inglaterra e da Escócia. Oferecido aos passageiros sem custos, após uma articulação complexa, liderada pelo consulado-geral do Brasil em Londres, o avião ainda faz uma parada em Paris, onde recolherá cidadãos que estavam na França, na Bélgica e na Suíça.

Os brasileiros resgatados se dividem em dois grandes grupos, segundo fontes ouvidas pela BBC News Brasil no Itamaraty.

O primeiro é formado por turistas que tiveram seus voos de volta ao Brasil cancelados em meio à pandemia da covid-19. Longe de casa por mais tempo que o previsto, muitos passaram os últimos dias sem dinheiro para hotel ou alimentação.

O segundo grupo reúne brasileiros que já viviam no exterior, com ou sem documentos, e de repente se viram sem empregos ou moradia após a eclosão da doença. Sem condições de se sustentar, estas pessoas buscaram ajuda para voltar para o Brasil.

Nas últimas semanas, mais de 800 pessoas procuraram autoridades brasileiras em Londres em busca de apoio.

Histórias de sofrimento

Luana* é uma destas pessoas.

Casada com um inglês, ela vivia em uma cidade do interior do país há alguns anos. O hábito do marido de beber nos fins de semana foi piorando e a situação se tornou insustentável após o início da quarentena decretada em todo o país.

“O casamento foi se deteriorando. É uma situação difícil, porque não é ruim o tempo todo. É ruim, depois bom, ruim, depois bom. Ele pode ser o melhor marido durante a semana, mas a vida vira um inferno no fim de semana. Ele bebe de sexta-feira até domingo à noite, sem parar”, diz.

“Agora, nessas últimas semanas, ele tem bebido todos os dias. Agora estou com dor – fui operada há um ano -, longe da família, não tenho tratamento e não posso contar com meu marido”, disse a brasileira, que está desempregada, à BBC News Brasil.

Carlos* é jornalista e, depois de ficar sabendo de chances de emprego na Inglaterra, decidiu se mudar no início do ano.

O mercado, que já vinha se fechando com o Brexit – como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia – “desapareceu” com a pandemia.

“Decidi voltar porque já são muitos meses sem emprego. Não tenho dinheiro para me manter aqui”, disse o jovem à reportagem.

Felipe*, que tem cidadania italiana e vivia com a esposa em Londres, procurou ajuda consular por preocupação com a família no Brasil.

“Estou voltando porque preciso ficar perto da famíla. A situação no Brasil vai estourar e decidimos que não podemos ficar longe.”

Operação

A repatriação de brasileiros se transformou em um dos principais desafios enfrentados pelo Itamaraty, que criou um grupo especial para mapear cidadãos em vulnerabilidade e dialogar com países para, por exemplo, solicitar eventuais aberturas de espaço aéreo em caráter excepcional.

“Existe uma política de repatriação de brasileiros em condição de necessidade. São pessoas que se veem em dificuldades financeiras, ou sem possibilidade de retornar”, diz um porta-voz do Consulado-geral do Brasil em Londres à BBC News Brasil.

Outros voos de Estado, fretados pelo ministério para estes deslocamentos, já buscaram brasileiros em países como Peru, Equador e Marrocos.

Na Europa, o mesmo aconteceu em Portugal – e agora na Inglaterra.

“Não é coincidência que os dois primeiros voos da Europa venham de Portugal e do Reino Unido. São as duas maiores comunidades brasileiras no continente – e onde também está o número mais elevado de retidos na condição de desvalidos – mais de 800”, explicou a fonte.

Autoridades estimam que, entre pessoas com e sem documentos, a comunidade brasileira no Reino Unido oscile entre 220 e 250 mil pessoas.

Já o número de turistas brasileiros que vem ao país chega a 400 mil por ano.

Em outros locais com comunidades menores, como a Itália, ainda não há notícias de voos fretados e há relatos de brasileiros que ainda enfrentam dificuldades para pagar voos comerciais, que podem custar cerca de 700 euros.

Corrida contra o tempo

Desde a segunda quinzena de fevereiro, com mais intensidade a partir de março, diplomatas vêm trabalhando na tentativa de reacomodar turistas que tiveram voos cancelados.

“Pelo menos 200 conseguiram ser reacomodados em voos comerciais e conexões pela Europa”, diz o porta-voz do Consulado em Londres.

“Mas este o número vinha aumentando. Ao mesmo tempo, os que já estão aqui há algum tempo se viram desempregados, apavorados, e buscaram apoio.”

Com o cancelamento de voos comerciais pelas três companhias que fazem trajetos entre o Reino Unido e o Brasil, o Consulado-geral começou a corrida contra o tempo para a contratação de um avião.

O voo escolhido é da Latam – companhia que ofereceu preços mais baixos que a British Airways e a Norwegian.

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, uma rede informal com instituições de caridade, religiosas e ONGs foi criada para ajudar a abrigar e alimentar os brasileiros em situação de vulnerabilidade extrema.

O Consulado também tem oferecido assistência psicológica aos brasileiros.

Articulação

Como o drama se repete em outras capitais, o Consulado em Londres optou por se articular com outras representações diplomáticas na tentativa de “desafogar a pressão” sobre brasileiros espalhados pela Europa.

“Essa operação se repetiu nos outros lugares. Houve uma mobilização grande nos consulados em Paris, em Genebra, em Bruxelas, na Embaixada em Dublin e aqui no Consulado-geral em Londres”.

“Para o interesse público, faz mais sentido”, diz a fonte.

A lista de passageiros começou com 177 turistas que tiveram voos cancelados.

“Depois grupos, de acordo com a ordem de chegada, de pessoas com dificuldade. Isso inclui casos de violência doméstica, por exemplo.”

Metade dos que procuraram o Consulado inicialmente com intenção de voltar ao Brasil desistiu da ideia após novo contato das autoridades brasileiras.

“Nossa interpretação é de que talvez tenha havido um momento inicial de desespero e, com o tempo, essas pessoas encontraram outros meios de ficar.”

Atualmente, o Consulado em Londres tem uma lista de espera de 70 brasileiros que também tentam voltar para casa.

G1, com BBC

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTO: Polícia Civil resgata cães da raça pitbull que sofriam maus-tratos

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa ao Meio Ambiente (Deprema) cumpriram um mandado de busca e apreensão em um canil, localizado na cidade de Macaíba e conseguiram resgatar três filhotes e quatro adultos da raça pitbull, que estavam sendo vítimas de maus-tratos, nessa segunda-feira (27). Um dos filhotes encontrados no canil não resistiu aos ferimentos e morreu durante o translado para uma clínica veterinária, em Lagoa Nova, Natal.

A Polícia Civil começou a investigação após ter recebido denúncias anônimas que relatavam os maus-tratos que os animais estavam sofrendo no canil. “Queremos aproveitar para esclarecer a sociedade que a Deprema está aberta para receber todas as denúncias de violações contra os animais. As pessoas podem usar o Disque-Denúncia 181 ou se preferirem, podem se dirigir a sede da Deprema, que fica localizada no Praia Shopping, Zona Sul de Natal. As denúncias nos ajudarão no combate destes crimes”, destacou a delegada titular da Deprema, Ana Paula Diniz.

Veja mais: CRMV-RN fiscaliza canil com suspeita de maus-tratos aos animais em parceria com a Polícia Civil

Um homem responsável pelo canil foi conduzido para a Deprema e autuado pelos crimes de maus-tratos contra animais. Ele também responderá na Justiça pelo crime, na forma majorada, devido à morte de um dos cachorros. O endereço da Deprema para denúncias é Avenida Engenheiro Roberto Freire, 8790, Ponta Negra, Natal.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Tem de prender esse sujeito que se mostrou um marginal da pior espécie tratando sem respeito e com requintes de crueldade os cachorrinhos que dependiam dele e estavam sob seus cuidados. Sinceramente um grande FDP

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Polícia Civil resgata criança de 1 ano e 8 meses que se afogava em uma caixa d’água na Zona Rural de Mossoró

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa de Mossoró (DHM) em diligências, na noite dessa segunda-feira (27), realizadas no Assentamento Maísa, na Zona Rural de Mossoró, efetuaram o resgate de uma criança de 1 ano e 8 meses, que estava se afogando em uma caixa d’água, que se encontrava no chão do local.

Na ocasião, os policiais precisaram realizar também os primeiros socorros na criança que havia se afogado, para que a respiração dela retornasse. Em seguida, buscaram ajuda médica em um hospital no município de Tibau, onde a criança recebeu estabilização e, posteriormente, foi transferida para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, para os exames necessários.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

MAUS TRATOS (FOTO): Guarda Municipal resgata em Natal filhotes de cães presos dentro de tonel oxidado

Foto: Divulgação

A Guarda Municipal do Natal (GMN) resgatou, nessa quarta-feira (18), três filhotes de cães que estavam presos dentro de um tonel oxidado sem alimento e água. A ação se deu durante uma missão de desocupação de área pública no viaduto situado no bairro de Santos Reis, zona Leste da capital.

Durante a operação, os guardas municipais encontraram os cãezinhos abandonados e presos num tambor enferrujado repleto de vermes. Os animais estavam sem condições de fuga e como no local não havia nenhum tipo de alimento ou mesmo água, no decorrer do tempo a situação levaria os cães a óbito.

De acordo com o subcomandante de Segurança da GMN que comandou a missão de desocupação, Carlos Cruz, os guardas municipais conseguiram retirar os cães do tambor fornecendo os primeiros cuidados e, de imediato, entraram em contato com a ONG Patamada, que se habilitou a receber os animais e promover os cuidados necessários para restabelecer a saúde dos cães e posterior processo de adoção, conseguindo um lar para os animais.

“Os cães estavam numa situação crítica, mas conseguimos fazer o resgate e queremos agradecer a ONG Patamada pelo suporte total de amparo aos animais”, comentou Cruz. O subcomandante informou, ainda, que os cães já passaram por um processo de higienização com banho e retirada de parasitas, como também recebeu as primeiras vacinas passando também pela vermifugação. “Temos a informação que os animais já estão aptos a receber novos donos e, para isso, basta o interessado entrar em contato com a ONG Patamada”, concluiu Cruz.

A ONG Patamada trabalha com a missão de proteger e manter os animais abrigados, principalmente os vítimas de abandono e de maus tratos, no sentido de proporcionar uma vida nova através da adoção responsável, e ainda contribui para a conscientização da população sobre a proteção animal. Mais informações sobre adoção dos cãezinhos no telefone: (84) 9 9840-8120.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

HERÓIS- ( FOTO): Bombeiros resgatam adolescente de correnteza na Praia de Areia Preta

FOTO: CBM/ASSECOM

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) salvou mais uma vida, nesse domingo (15), na Praia de Areia Preta, em Natal. Um adolescente e 14 anos foi resgatado pelos guarda-vidas.

Foi por das 15h que os guarda-vidas estavam no posto de salvamento quando perceberam dois adolescentes sendo arrastados pela correnteza e com dificuldades de retornar à praia. Um deles conseguiu voltar sozinho, e outro não. Rapidamente, os militares entraram ao mar e resgataram a vítima que recebeu os primeiros atendimentos médicos e foi liberada.

Conscientização

Somente este final de semana nas praias do Meio, Redinha, Buzios, Ponta Negra, Forte, Areia Preta, Camurupim, Pipa, Tibau do Sul, e São Miguel do Gostoso, foram realizadas 440 advertências a banhistas. Além disso, outras 187 pessoas receberam orientação de cuidados ao mar.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Guarda Municipal resgata em condomínio em Ponta Negra arara natural da região Amazônica

Foto: Divulgação

A Guarnição do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) resgatou, nesse domingo (15), uma Arara-canindé, que foi encontrada dentro de um condomínio residencial situado no bairro de Ponta Negra, zona Sul da capital. A ave, que é natural da região Amazônica e do cerrado brasileiro, apareceu na área de lazer do condomínio, onde foi realizado o resgate pelos guardas municipais.

De acordo com informações dos agentes do Gaam/GMN, a viatura de patrulhamento ambiental foi acionada pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), após um cidadão ligar para o número 190 informando do aparecimento da arara dentro do residencial.

Os guardas municipais se deslocaram ao local e identificaram que a ave não pertencia ao bioma potiguar. “Trata-se de uma espécie conhecida como arara-canindé de nome científico Ara ararauna, e estava anilhada, ou seja, com um anel de identificação em uma das patas. Encontrava-se bem alerta, porém muito dócil e sem vontade própria para voo”, explicou o guarda municipal Pereira.

A princípio, os guardas municipais acreditaram que o pássaro estava ferido devido à pouca vontade de movimentação e de voo, porém, após a captura, foi feita uma análise prévia na plumagem e no corpo da arara, que não identificou nenhum registro de lesão aparente.

A Arara-canindé foi conduzida pelos guardas municipais ao Aquário Natal, onde vai passar por avaliação veterinária e de biólogos para definir o encaminhamento mais correto para o bem da ave. “A Guarda Municipal agradece o apoio da população que, cada dia mais, tem entendido o trabalho de preservação ambiental, bem como cooperado com os órgãos ambientais, ligando e informando, através do Ciosp 190, as situações de resgates, denúncias de maus tratos e de tráfico de animais silvestres”, comentou o guarda municipal.

O cidadão pode informar, solicitar ou denunciar fatos envolvendo animais silvestres nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia – Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Operação da Guarda Municipal resgata 214 pássaros silvestres em feira livre de Natal

Foto: Divulgação

Operação desencadeada pela Guarda Municipal do Natal (GMN) resgatou, nesse domingo (24), duzentos e quatorze pássaros silvestres que estavam sendo comercializados de forma irregular na feira livre situada na Avenida da Chegança, no bairro de Nova Natal, zona Norte da capital. A ação reuniu guardas municipais lotados no Grupamento de Ação Ambiental (Gaam) e na Ronda Saúde (RondaS).

No total foram identificados 11 espécimes da fauna silvestre brasileira, somente Golinho os guardas contabilizaram 70 aves, além de 37 Galo de Campina, 34 Pega, 33 Sibite, 13 Chupim, 11 Maria-Fita, 05 Sairá-amarela, 04 Sabiá, 03 Azulão, 01 Concriz e 01 Papa-capim.

Os guardas municipais identificaram sinais explícitos de maus tratos com diversos pássaros confinados em espaços reduzidos e sem alimentação apropriada. Também foram detectadas duas aves sem vida entre as resgatadas na ação. “Porém, ninguém foi preso devido aos crimes mencionados, pois abandonaram os pássaros e gaiolas com a aproximação das equipes que vêm sistematicamente realizando estas ações no sentido de promover a salvaguarda e valorização da vida em todos os níveis existentes, inclusive daqueles que não podem pedir socorro”, comentou um dos guardas.

A coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria, explicou que será iniciado um trabalho no sentido de descobrir se esses pássaros estão sendo capturados em alguma área de preservação situada na capital e nesse sentido encontrar os responsáveis por esses crimes ambientais. “Estamos trabalhando essa possibilidade de combater esse tipo de delito descobrindo os locais aonde essas aves são capturadas”, explicou.

Os 214 pássaros resgatados foram levados ao Aquário Natal para avaliação médica sendo em seguida entregues ao Ibama para soltura nos biomas apropriados. O tráfico e o comércio ilegal de espécies da fauna silvestre são crimes podendo o transgressor ser punido com pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa administrativa por crime ambiental de tráfico, que corresponde a R$ 500 por ave e se o animal for ameaçado de extinção, o valor sobe para R$ 5 mil.

O crime é previsto na Lei Federal 9.605/98 e o cidadão pode denunciar esse tipo de delito nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia – Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

Opinião dos leitores

    1. Amigo, não tem nem nas feiras e nem em lugar nenhum…basta ver como estão as orlas, alecrim, centro, calçada do Midway e outros espaços. Tão ganhando dinheiro com a cara.

  1. E ninguém foi preso? Isso é que alimenta o crime no país, desde os pequenos delitos até os bilionários, de comete o crime e não se aplica nenhuma pena, castigo, multa ou qualquer outra coisa ao transgressor, amanhã estão todos novamente cometendo seus pequenos delitos, pois ainda não teve condições de cometer os grandes, mas desse jeito, qualquer trangressor chega lá.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *