Cliente relata discriminação e constrangimento com portador de síndrome de down no Sam´s Club

Foto: Reprodução/Twitter

O internauta Cláudio Santos, através do microblog Twitter nesta quinta-feira(09), questionou se o deficientes, que dependem de acompanhante, estão proibidos de entrar nos supermercados em Natal.

Claudio classifico como uma “interpretação é discriminatória” sua experiência vivida com o filho, portador de Síndrome de Down, “Fomos proibidos de entrar na loja de Natal do @SAMSCLUBBRASIL há pouco.”, informou em tom de revolta.

Segundo o cidadão,  ao ser barrado, perguntou pelo cadeirante, e diz ter tido como resposta que “tem que ficar em casa”.

No desabafo, Cláudio encerra com a seguinte queixa:

“No entender discriminatório do @SAMSCLUBBRASIL, loja de Natal , os deficientes físicos e mentais, dependentes de acompanhantes, não podem frequentar mercados. Estão proibidos de entrar . Interpretação abusiva das normas para entrada de duas pessoas da mesma família!”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flávio C. disse:

    Fico indignado quando vejo esse tipo de postagem! Acredito que antes de publicar uma reclamação devemos entender ou conhecer os fatos.
    Isso não é discriminação é seguir um decreto. Corretíssimo os estabelecimentos que seguem o decreto, isso mostra que mais importante que o lucro e a saúde e segurança de seus clientes e funcionários.

  2. Rochele Elias disse:

    O decreto não permite a entrada de mais de uma pessoa por familia que chega. Mas percebo nos supermercados pessoas da mesma família entrarem separadamente e burlar a norma vigente. Não é disso que a matéria trata mas É PRECISO ALERTAR que há varias famílias (formada por 02 pessoas apenas) com pessoa com deficiencia e o cuidador. Não ha como deixá-la em casa nem entrar separadamente no supermercado com dificuldade às compras. No caso de autistas às vezes há produtos de uso restrito, seletivo de determinada marca ou tipo.
    O meu comentário não é específico à materia mas à questão da pessoa com deficiência.

  3. Eloisa disse:

    Falta de bom senso e alcance do SAM's Club. Toda norma tem que ser interpretada e é claro, e como, que um Pai com um filho portador de Síndrome de Down não pode ser "barrado" . É de uma pequenez latente este impedimento pelo estabelecimento. São tantas as razões que dói na alma imaginar diversamente.

  4. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Onde nós vamos parar com esse tipo de mentalidade.

  5. Luis disse:

    O excelentíssimo cliente não conhece o normativo decretado pelo estado do RN?
    Cidadão irresponsável, isso sim. Transferir responsabilidades é fácil. Chega de mimimi.

  6. Silas disse:

    É péssimo, para dizer o mínimo, o atendimento neste comércio, localizado às margens da BR 101. Fui apenas uma vez, com meus filhos, no intuito de conhecer e comprar. Para nunca mais. Pense num povo ruim no trato com os clientes. Chega a me dar raiva quando lembro do episódio, que já faz algum tempo.

  7. Rodrigo disse:

    Seria esse a reclamar o Desembargador ou só uma conhecidência de nomes?

  8. Rodrigo disse:

    Em nada tem de discriminatório, a regra vigente não prevê essa exceção, então não está errado o Sam’s Club, o Sr. Claudi poderia fazer as comprar para o seu filho, assim como várias pessoas fazem compras para os idosos e pessoas na faixa de risco.

  9. Jr disse:

    BG esse Cláudio Santos é quem eu estou pensando? Se for tá explicado a puxada de saco! O estabelecimento está corretissimo. Todo mundo sabe que em supermercados só pode entrar uma pessoa de cada família. Além disso portadores de síndrome de Down são mais propensas a contrair infecções. Estamos passando por um momento anormal que exige de todos mudança de postura em várias situações que ocorrem no nosso dia a dia.

  10. Fábio disse:

    Pai irresponsável isso sim. O cadeirante Deveria ter ficado em casa mesmo. Isso não é discriminação, é zelo.

  11. Gonoud disse:

    Que loucura é essa?

    Além de querer burlar um decreto, ainda expõe um deficiente ao virus dessa forma???

  12. Cigano Lulu disse:

    Nesta pandemia já fui barrado no Sam's Club e no Nordestão. Mas há aviso acessível e claro nesses locais: eles adotaram como norma não admitir o acesso de pessoas acompanhadas, inclusive casais. Não é o caso de ninguém ficar melindrado, menos ainda cogitar judicialização.

  13. Ivana Sem Amor disse:

    Que bom alguém colocou bom senso no juízo desse cidadão!

    Parabens, SAMS

  14. Manoel disse:

    Se há alguma discriminação, seria do próprio decreto que Limitou o acesso aos supermercados e não trouxe exceções pros casos de deficientes…

  15. Cabo Silva disse:

    Sensatez que falta ao cidadão!

    SAMS Club está corretíssimo.

    Absurdo essa postagem.

    • Neto disse:

      Parou pra pensar que um down nao pode ficar sozinho em casa? Nao tenho filho down. Pelo visto nem voce. Uma dose de empatia lhe fará bem.

    • Dede Costa Gournnon disse:

      Cabo Silva, você poderia dizer porquê o SAM'S está corretíssimo?

    • humbabomber disse:

      Concordo. A galera sempre arranja uma interpretação favorável a si mesma quando a regra lhe contraria as vontades..

    • Jr disse:

      Esse Sr não tem condições de deixar uma pessoa em casa p ficar com o filho? Será? Aqui em Natal tá cheio de gente que tira o deficiente de casa e coloca p andar em coletivo porque o acompanhante também tem direito à gratuidade! Sabe nada inocente!

Cadeirante é assaltado no meio da rua por dupla em motocicleta

Um cadeirante de 64 anos foi assaltado por dois homens no Centro de São Miguel Arcanjo (SP). Um vídeo divulgado nesta segunda-feira (21), nas redes sociais, mostra a ação dos criminosos (veja o vídeo acima). Segundo a polícia, o crime ocorreu no dia 17 de julho. A polícia está investigando o caso, mas ninguém foi identificado ou preso.

Nas imagens é possível observar que a vítima estava sozinha em um cruzamento, ruas Dom Aguirre com a Fernando Costa, quando dois homens em uma motocicleta passam por ele.

Em seguida, o motociclista para no meio da rua, o garupa desce, aborda o cadeirante e rouba sua pochete com dinheiro e cartões. Em seguida, volta correndo para o veículo e os criminosos fogem.

Após o assalto, o cadeirante fica indignado com a situação e tenta ir atrás dos ladrões. Segundo a Polícia Civil, a vítima contou que os criminosos chegaram a levar R$ 200 em dinheiro, cartões, documentos pessoais e até remédios que ele havia acabado de comprar.

[VÍDEO] ABSURDO: Covarde agride cadeirante para roubar R$ 70

Um ladrão foi preso nesta segunda-feira (28) após roubar a bolsa de um cadeirante em Jundiaí (SP). O assalto ocorreu no estacionamento do prédio onde funciona o serviço de atendimento aos pacientes especiais.

Pelas imagens, é possível observar que, ao subir a rampa que dá acesso ao local, um homem ofereceu ajuda ao cadeirante, deu seis passos e em seguida arrancou a pochete da vítima, que ficou caída no chão.

Funcionários do Samu que trabalham ao lado do prédio chegaram rapidamente com a ambulância e levaram o cadeirante até o hospital São Vicente de Paula.

Um motociclista que passava pelo local viu toda a ação, ligou para a Polícia Militar e conseguiu seguir o assaltante. Quando os policiais chegaram, ele informou a localização do bandido, que foi preso a aproximadamente três quilômetros do local onde ocorreu o assalto. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a vítima teve ferimentos leves e já recebeu alta.

Para assistir o vídeo, clique AQUI.

Fonte: G1

Que mundo é esse? Cadeirante de 88 anos morre após filha deixá-la sem comida e água por 10 dias

13_22_34_191_fileUma mulher da Pensilvânia que abandonou a mãe, uma senhora cadeirante de 88 anos, sem comida e água durante 10 dias, foi condenada à prisão após a morte da idosa.

Janice Harmes, 67 anos, não contestou a acusação de assassinato em terceiro grau decorrente da morte de sua mãe, Janet Bastendorf, em janeiro deste ano. Antes de morrer, a senhora ficou com a fralda cheia de fezes e sem cuidado algum. A filha ainda levou o celular da idosa embora ao deixar a casa.

De acordo com o jornal New York Daily News, ao ouvir do juiz James Cullen que sua atitude era “indesculpável e repreensível”, Janice apenas alegou que estava honrando o desejo da mãe de morrer em casa.

A acusada foi condenada à pena mínima de seis anos de prisão, com pena máxima de 12 anos. O juiz também a condenou por não levar a mãe ao hospital ou cuidar dela da maneira devida.

A mulher idosa morreu de septicemia, uma infecção causada por feridas não cuidadas.

R7

[FOTOS] Artista paraplégica faz mergulho oceânico com cadeira de rodas adaptada

Uma cadeira de rodas adaptada para o mergulho e guiada por uma artista tetraplégica é uma das atrações da Olimpíada Cultural, série de eventos que acompanha os Jogos Paraolímpicos de Londres 2012. Os Jogos têm seu início nesta quarta-feira (29).

A performance acrobática subaquática foi desenvolvida por Sue Austin, paraplégica desde 1996, que desenvolveu a cadeira de rodas motorizada com a ajuda de acadêmicos e especialistas em mergulho.

O protótipo é movido por dois veículos de propulsão subaquática para mergulho e dirigido por meio de uma nadadeira, acoplada a uma correia acrílica operada com os pés.

Um filme com as performances de Sue Austin vai ser exibido entre 30 de agosto e 9 de setembro no Royal Festival Hall, em Londres. E, na cidade de Weymouth, no litoral da Inglaterra, ela fará mergulhos ao vivo, no show “Creating the Spectacle” (“criando o espetáculo”, em inglês).

Austin disse à BBC que teve a ideia após fazer um curso de mergulho em 2005.

“Quando começamos a conversar com as pessoas sobre [a cadeira de rodas subaquática], os engenheiros diziam que não funcionaria, que a cadeira entraria em rotação, não tinha sido desenhada para operar na água — mas eu tinha certeza de que funcionaria”, ela contou.

* Com informações da BBC Brasil, do G1 e do Portal We Are Free Wheeling (Reino Unido)

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Clarissa_anjinha disse:

    fastatico muito bom

Polícia Civil prende cadeirante suspeito de matar o tio em Mãe Luiza

Policiais civis da 4ª DP prenderam no final da tarde desta quinta-feira (14), por volta das 17h10, Eric Augusto da Silva, de 20 anos. Ele é suspeito de ter assassinado o próprio tio, o flanelinha Roberto Luiz da Silva, mais conhecido como “Bel”, de 44 anos. O crime ocorreu na última terce-feira (12), no bairro de Mãe Luiza.

Segundo informações do delegado titular da 4ª DP, Frank Albuquerque, por volta das 23h, na rua Camaragibe, a vítima foi alvejada por vários disparos de arma de fogo no peito e na nuca, em via pública, e morreu antes que pudesse ser socorrido pela equipe do Samu.

“ Suspeitamos que pelo fatos de serem vizinhos, Eric teria saído para a calçada de sua casa, distante cerca de 400m do local do crime, efetuou os disparos e rapidamente entrou”, conta.

Ainda segundo o delegado, o motivo teria sido uma briga que Eric teve com o tio. “O acusado que é portador de necessidades especiais é traficante de drogas em Mãe Luiza, e foi preso em casa depois que recebemos informações de que ele estaria com a arma do crime”, acrescenta.

Eric Augusto da Silva foi ainda autuado em flagrante por tráfico de drogas, com ele foram encontradas quantidades de maconha e crack. Neste momento ele está na Delegacia de Plantão Zona Sul, sendo flagranteado.

Após salvar irmã de incêndio, garoto morre ao lado da mãe

O adolescente Luiz Fernando Rodrigues, de 15 anos, e a mãe, a cadeirante Raimunda de Paula Rodrigues, 56, morreram, na noite desta quinta-feira, 12, durante um incêndio que atingiu o casebre da família, na Comunidade Arco-íris, localizada na Avenida Arco-Íris, no bairro Estância Lago Azul, em Franco da Rocha, região noroeste da Grande São Paulo.

Com 30% do corpo queimados, Daniele de Paula Rodrigues, de 12 anos, salva pelo irmão – que morreu após tirá-la da casa e voltar para tentar salvar a mãe – foi encaminhada pelos bombeiros para o Hospital Estadual DIR IV, onde continua internada, mas fora de perigo. O fogo teve início às 20h45. Seis equipes dos bombeiros foram acionadas, mas não tiveram como salvar o adolescente e a mãe, que morreram carbonizados. O corpo da mulher estava num canto da sala; já o do garoto, ao lado da cama.

Segundo testemunhas, o adolescente conseguiu tirar a irmã da casa, mas, ao retornar para tentar fazer o mesmo com a mãe e salvar alguns objetos, acabou cercado pelo fogo. Não se sabe ainda o que deu início ao incêndio. Segundo as informações preliminares, não foi ouvida explosão e os dois botijões de gás estavam intactos. No momento do incêndio, a casa estava com energia elétrica, captada por ligação clandestina, o chamado “gato”.

Fonte: Estadão

Acompanhantes de cadeirantes terão acesso em eventos culturais e esportivos

A intensa repercussão do caso de Clarissa Anjos, a jovem tetraplégica e cadeirante cujo acompanhante foi barrado no Teatro Riachuelo na noite de sábado passado, surtiu efeito. Os vereadores Ney Junior (DEM) e Assis Oliveira (PR)  apresentaram ontem projeto de lei que garante ao acompanhante de pessoas portadoras de deficiência que façam uso de cadeira de rodas acesso gratuito a eventos culturais e esportivos.

Foi com base nessa legislação, até agora inexistente em Natal mas em vigor em outras cidades do País que Clarissa, sua irmã Camila e o noivo desta, na condição de acompanhante, foram ao teatro Riachuelo assistir a uma peça.

Segundo Clarissa e sua irmã, o acesso gratuito do acompanhante já tinha sido franqueado pelo Teatro Riachuelo em três oportunidades. Surpreendida pela negativa, a jovem cadeirante teve uma crise de choro em face do constrangimento. O comportamento do Teatro causou indignação a todos que se encontravam no terceiro piso do Midway Mall. O Blog do BG noticiou o fato em primeira mão, ouvindo as jovens e funcionários do Riachuelo. E pediu aos vereadores a aprovação de projeto de lei sobre o assunto. Agora, a decisão cabe à Câmara Municipal do Natal.

Segue projeto:

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JOELMA disse:

    QUE ABSURDO QUE BOM QUE TODOS SE PRONUNCIARÃO NÃO PARTIU SÓ DELA EU TB VIVO NA PELE MUITO DISSO POIS SOU MÃE DE UM CADEIRANTE E QUERO LUTAR JUNTO !!!!!!!!!!!!!!!!

Esta vaga não é sua nem por um minuto!

Excelente vídeo que mostra a necessidade de todos refletirem profundamente sobre o respeito por vagas de deficientes, principalmente, nos shoppings e supermercados.

http://www.youtube.com/watch?v=C50FAN9bYqU

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando lopes disse:

    Excelente . Meus parabéns, isso sérve também para a vaga dos idosos. Em Natal então o desrespeito e grande principalmente nos shopings. Se um segurança for se intrometer , e capaz de perder o emprego.