Caern abre novo prazo para negociação de débitos

FOTO: CAERN/ASSECOM

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern)  abriu a partir dessa segunda-feira (11), novo prazo para que os clientes possam renegociar seus débitos em atraso em condições especiais. A decisão da companhia em reeditar a resolução que trata do assunto se deu em razão da grande procura de clientes ocorrida nos meses de agosto e setembro passados, quando a campanha foi realizada. Foi realizado o parcelamento de quase R$ 14 milhões em dívidas.

O novo prazo vai até 31 de dezembro de 2019 e serão mantidas as mesmas condições anteriores. A Caern aproveita este período de fim de ano favorável para que as famílias reorganizem suas contas básicas, quando os trabalhadores contam com o saque imediato do FGTS e também, no mês de dezembro, com o pagamento do 13º salário. Os clientes poderão utilizar o dinheiro extra para ficar em dia com as contas de água e esgoto.

Para os pagamentos à vista, serão dispensados os juros e multa por atraso. Para os parcelamentos, dependendo do valor da entrada, será dispensado até 70% do valor de juros e multa. Em todos os casos, no entanto, será mantida a correção monetária.

Uma das principais vantagens na renegociação é a alternativa que o usuário passa a ter de negociar o débito com entrada mínima de 10% do valor total. O desconto de juros e multa só é aplicado sobre os débitos anteriores a março deste ano. O prazo máximo para parcelamentos é de 48 meses.

Também será possível ao usuário com dívida atrasada fazer outro parcelamento, mesmo que já esteja pagando parcelas de uma negociação anterior. Mas é importante destacar que, nesse caso, o valor da dívida a ser negociada é somado ao saldo devedor restante do parcelamento anterior e o total é parcelado em até 48 meses, com entrada de 20%.

“A intenção da companhia é diminuir a inadimplência em suas contas, incentivando os consumidores a ficarem em dia com os seus débitos, aproveitando agora o cenário favorável do pagamento do décimo terceiro”, comenta o superintendente Comercial da Caern, Giordano Filgueira. Segundo ele, o setor de saneamento no país, como um todo, trabalha com uma margem muito próxima de inadimplência, que gira entre 7 a 10% do faturamento líquido mensal.

Para fazer o acordo, o cliente pode procurar o escritório mais próximo de sua casa. As negociações não poderão ser feitas pela internet. Em todos os parcelamentos feitos, a parcela a ser paga não pode ser inferior a 50% do valor da fatura média do cliente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. joão gomes disse:

    e vão parar quando de cobrar por água não consumida na zona sul? há pessoas monitorando com Arduino e sensores de vazão e vão mandar a denúncia pro MP

  2. Hilton disse:

    Comm essa q está aí não tem conversa. Só converso quando for privatizada.

Policiais Civis aguardam avanço em negociação e aprovam paralisação para o dia 21

Fotos: Divulgação- SINPOL-RN

Os Agentes e Escrivães da Polícia Civil se reuniram em Assembleia Geral, na manhã desta segunda-feira, 7, e decidiram realizar uma paralisação no próximo dia 21 de outubro. A categoria reclama que não houve avanços nas negociações com o Governo do Estado e espera que até lá as pautas sejam atendidas.

O SINPOL-RN lembra que existe um termo de compromisso assinado desde julho, no qual o Governo do Estado havia acordado implantar promoções atrasadas, bem como discutir e finalizar o projeto de reestruturação da carreira.

“Porém, iniciamos o mês de outubro e nada disso foi feito. Temos processos de promoções que estão prontos para implantação e não foram efetivados pelo Estado. Além disso, até esta data, não temos uma contraproposta do projeto de reestruturação que apresentamos ao Governo”, explica Nilton Arruda.

De acordo com o presidente do Sindicato, diante desse cenário, os Policiais Civis decidiram por aprovar uma paralisação. “A categoria está insatisfeita com o tratamento recebido até agora, e por isso deliberou por paralisar as atividades no dia 21. No entanto, caso tenhamos avanços até lá, iremos apresentar os resultados das reuniões em nova Assembleia e decidiremos sobre a continuidade ou suspensão imediata do movimento”, completa.

Na quarta-feira da semana passada, 2, o SINPOL-RN teve reunião com o chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves. Ele informou que, a partir de agora, toda a negociação referente aos policiais civis sairá da Secretaria de Administração e ficará direto no Gabinete Civil. Também ficou estabelecido um cronograma de trabalho para os próximos dias.

“A gente espera que desta vez os prazos sejam realmente cumpridos e possamos finalizar os trâmites até o final de outubro, conforme consta no termo de acordo assinado em julho”, finaliza o presidente do SINPOL-RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Pior do que isso Sr. Paulo e cambada, é o vergonhoso salário dos profissionais de nível superior da saúde, exceto médicos, que não passa de R$ 3.200,00 em fim de carreira, ou seja, nível 16. Trabalhei 35 anos no Walfra e hoje ganho uma miséria, que pior, não recebo. Essa governadora e os anteriores são uns desconsolados, deixa acabar o SUS para verem quem vai conseguir pagar plano de saúde. Ruim com ele, pior sem ele.

  2. Gil disse:

    Essas forças de segurança, através do achaque, vão destruir as finanças do RN. A PM alega que ganha menos e consegue uma equiparação com a PC. Revoltados os PCs agora querem aumento de novo, se conseguirem, o resultado é que a PM quer aumento novamente para se equiparar… e a coisa não tem fim. Ainda bem que existe a Lei Responsabilidade Fiscal para impor alguma ordem nessa bagunça. Atenção pessoal da Civil!! Se estão insatisfeitos com salário de 10 mil, vão para a iniciativa privada. E o pior é que a violência só faz aumentar. Sejam competentes ao menos para evitar a onda de assaltos no caminho para aquele lixo de aeroporto.

Veja como foi a negociação do Governo do Estado com o Banco do Brasil

O governo vendeu a conta geral do Estado por R$ 251 milhões para o Banco do Brasil. Mais de R$ 102 milhões foram pagos sobre acerto de atrasados não recolhidos, quase R$ 830 mil foram destinados da ação judicial para honorários advocatícios e mais de R$ 123 milhões serão creditados em dezembro.

Veja mais: Governo vende conta geral do Estado por R$ 251 milhões; acordo permite liberação de consignados

O acordo foi firmado nesta segunda-feira(26). Por ora, não entra nenhum valor. O que vai acontecer é que serão liberados empréstimos consignados para os funcionários, já que serão quitados os valores que o Estado recolheu e não pagou. Em dezembro, entram R$ 123 milhões.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matematica disse:

    251 – 102 é igual 149. Menos 1 milhão(advogado) é igual 148. Mas so vai receber 123. Nao fecha.

  2. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Apropriacao indebita se fosse um prwfeiti ho do interior tava lascado.Aqui no RN e assim.

  3. AMARO disse:

    ESPERA UM POUCO, DEIXA ENTENDER…
    R$ 102 milhões foram pagos sobre acerto de atrasados não recolhidos…
    ISSO SIGNIFICA QUE O GOVERNO ANTERIOR RECEBEU E NÃO REPASSOU??
    ISSO NÃO É CRIME??
    QUEM VAI RESPONDER POR ISSO?? O SERVIDOR QUE ESTÁ SEM RECEBER OS ATRASADOS E O DÉCIMO TERCEIRO DE 2018??
    COMO FICA ESSA SITUAÇÃO??

  4. Cesanildo disse:

    Deixa ver se eu entendi:
    "O governo vendeu a conta geral do Estado por R$ 251 milhões para o Banco do Brasil. Mais de R$ 102 milhões foram pagos sobre acerto de atrasados não recolhidos, quase R$ 830 mil foram destinados da ação judicial para honorários advocatícios e mais de R$ 123 milhões serão creditados em dezembro"

    Essa conta foi criada para todos os recursos do estado cair nela ou centralizou tudo nessa conta ter autonomia somente dela. Neste caso o banco do brasil é que vai adminstrar essa conta e o governo não tem autonomia nenhuma nos recursos do estado ou seja a governado não tem autonomia de administrar 1 centavo do estado.

    Pense num negocio vantajoso!!!!!

    Tamos Lascado

    • Anti-Político de Estimação disse:

      O que eu gostaria de saber, e espero que o Ministério Público também, é para onde foram os 102 milhões de reais que foram descontados dos servidores e não foram repassados ao Banco.
      Isso é caso de Polícia !, que se punam os responsáveis !

Caern promove condições especiais para nova fase de negociação de débitos

Durante todo o mês de agosto, clientes que têm débitos atrasados de água e esgoto terão uma nova oportunidade para negociar suas dívidas em condições muito especiais. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) vai abrir, a partir do dia 1º, um mês de incentivo à regularização de contas em atraso, com alternativas mais atraentes para o consumidor, em todo o Estado. As regras, no entanto, só são válidas até o dia 31 de agosto e abrangem todos os débitos anteriores do cliente.

Uma das principais mudanças é a alternativa que o usuário passar a ter de negociar o débito com entrada mínima de 10% do valor total – normalmente, essa entrada mínima é de 20%. Outra alteração é sobre o desconto oferecido para juros e multa, que via de regra só é concedido para pagamentos à vista. Durante o mês de agosto, esse desconto vai valer para todos os acordos, mesmo nos casos de parcelamento com a entrada de 10%.

O desconto de juros e multa só é aplicado sobre os débitos anteriores a março deste ano, e pode chegar a 70%, no caso em que o cliente der a entrada de 50% do valor total da dívida. O cliente que der 10% de entrada terá 30% de desconto nos juros e multa.

O superintendente comercial da Caern, Giordano Filgueira, explica que a resolução que trata das condições de negociação para o mês de agosto também ampliou o prazo máximo para parcelamentos. Esse limite de prazo, que normalmente é de 36 meses, passa para 48 meses.

Também será possível ao usuário com dívida atrasada fazer outro parcelamento, mesmo que já esteja pagando parcelas de uma negociação anterior. “Nesse caso”, diz Giordano, “o valor da dívida a ser negociada é somada ao saldo devedor restante do parcelamento anterior e total é parcelado em até 48 meses, com entrada de 20%”.

Para fazer o acordo, o cliente pode procurar o escritório mais próximo de sua casa. As negociações não poderão ser feitas pela internet. Em todos os parcelamentos feitos, a parcela a ser paga não pode ser inferior a 50% do valor da fatura média do cliente.

FOTOS: Após intensa negociação, ônibus da empresa Guanabara são liberados para trafegar em frota de emergência

Após intensa negociação, ônibus da empresa Guanabara são liberados para trafegar em frota de emergência. Policia Militar garantiu o acesso aos motoristas que se apresentaram para trabalhar.

Fotos: cedidas

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Um absurdo, cometem crime ambiental ao queimar pneus, crime ao impedir o direito de ir vir, e crime de dano ao patrimônio público, ao danificar o asfalto com fogo, quando levam umas lapadas no lombo , acham ruim e se passam de vítimas.

  2. Cigano Lulu disse:

    A sindicalha mais uma vez faz questão de atuar à margem da lei. Sabe que o transporte público é serviço essencial, mas mesmo assim se esforça para instalar o caos. Quanto pior para o povo, que necessita dos serviços básicos, tanto melhor para a pelegada do "Lula livre".

Definição sobre reajuste da passagem de ônibus em Natal fica para a próxima quarta

Foi  adiada para a próxima quarta-feira(23), a definição sobre a nova tarifa de ônibus em Natal. As partes envolvidas, que ainda não chegaram a um acordo, travam uma “quebra de braço” que prende a atenção do usuário do transporte na capital.

Enquanto a Prefeitura tenta o reajuste mínimo de R$ 2,20 para R$ 2,30, os empresários entendem  que esse aumento não repõe nem a inflação dos últimos 24 meses. A categoria busca, pelo menos, o valor de R$ 2,56.

TRT-RN convoca mais oito municípios para negociar pagamento de precatórios

Depois de já ter negociado este ano o pagamentos de precatórios em valores superiores a R$ 8 milhões, o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) volta a receber, amanhã, em audiência de conciliação, mais oito prefeitos para tratar das condições de parcelamento dos precatórios inscritos no orçamento de 2014.

As audiências de conciliação estão sendo conduzidas pela juíza do trabalho Lisandra Cristina Lopes, designada pela presidência do tribunal para atuar no Juízo Auxiliar de Conciliação e Negociação de Precatórios.

Veja a pauta desta quinta-feira (20):

1) 8h30 ” MUNICÍPIO DE BARAÚNAS. Prefeito:Antônia Luciana de Oliveira Costa.

Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento 2014.

2) 9h ” MUNICÍPIO DE SÃO PAULO DO POTENGI. Prefeito: José Leonardo Cassimiro de Araújo. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento 2014 e RPVs.

3) 9h30 ” MUNICÍPIO DE ALTO DO RODRIGUES. Prefeito: Abelardo Rodrigues Filho. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento 2014.

4)10h ” MUNICÍPIO DE GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO. Prefeito: Anaximandro Rodrigues do Vale Costa. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento de 2014.

5) 10h30 ” MUNICÍPIO DE BOA SAÚDE. Prefeito: Paulo de Souza Segundo. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento 2014.

6) 11h ” MUNICÍPIO DE MESSIAS TARGINO. Prefeito: Arthur de Oliveira Targino. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento de 2014.

7) 11h20 ” MUNICÍPIO DE IPANGUAÇU. Prefeito: Leonardo da Silva Oliveira. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento 2014.

8) 11h40 ” MUNICÍPIO DE PORTALEGRE. Prefeito: Manoel de Freitas Neto. Para negociar as condições de pagamento dos precatórios inscritos no orçamento 2014.

Fonte: Ascom – TRT/21ª Região

Telefônica prepara oferta pela TIM Brasil em parceria com Oi e Claro, diz jornal

 A Telefônica trabalha em uma oferta pela TIM Brasil em conjunto com a Claro e a Oi e pode fechá-la ainda neste mês, segundo informações do jornal italiano “Il Sole 24 Ore”, que cita fontes confiáveis a par das negociações.

De acordo com a publicação, a ideia do grupo espanhol é criar um veículo de investimento em parceira com as concorrentes para comprar a TIM e dividir os negócios da companhia no país.

O banco BTG Pactual trabalha na proposta, segundo o jornal italiano. O negócio contaria ainda com o apoio de financiamento estatal.

A Telecom Italia, dona da TIM Brasil, disse desconhecer qualquer oferta pela sua unidade brasileira. “A Telecom Italia mais uma vez declara que a empresa brasileira é um ativo estratégico”, disse em comunicado.

Os rumores de uma possível venda da TIM brasileira ganharam força em meio às dificuldades do grupo italiano para diminuir o endividamento. O presidente da Telecom Italia chegou a dizer que poderia discutir uma venda a dependendo do “tamanho do cheque” proposto.

Em setembro, a Telefônica aumentou a sua participação na Telco, empresa que tem 22,4% da Telecom Italia, e passou a ter indiretamente 10% da TIM.

Diante da nova composição societária, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) defente que a espanhola saia da Telecom Italia ou busque um sócio na Vivo, também sob seu controle.

Conforme a Folha mostrou, estudos de bancos a possíveis interessados avaliam a TIM Brasil entre R$ 29 bilhões e R$ 36 bilhões.

Folha

Caern negocia dívidas de clientes com descontos e parcelamento em até 36 vezes

Os clientes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) que estão com débitos anteriores a agosto de 2012, podem negociar essas dívidas com descontos de até 50% nas multas e dispensa de juros para os pagamentos à vista, podendo optar também pelo parcelamento em até 36 meses. A medida visa combater a inadimplência em todo o Estado e conscientizar os usuários de que precisam pagar pelos serviços de forma justa, evitando o consumo clandestino e o desperdício de água.

Os interessados em negociar dívidas devem procurar um dos escritórios da Caern ou seus guichês nas Centrais do Cidadão até 31 de dezembro deste ano. O gestor da Unidade de Controle, Arrecadação e Combate à Fraude da Caern, João Gabriel Assunção, informa que a oportunidade concedida pela empresa atrai os inadimplentes. “Passada esta fase de negociação com descontos atrativos, a empresa que já vem fiscalizando as ligações clandestinas, vai intensificar ainda mais essas ações com a punição dos infratores”, alerta Gabriel Assunção.

A companhia pretende reativar os serviços para os clientes que tiveram suas ligações cortadas e agora querem regularizar o atendimento, devem procurar os escritórios citados nas faturas mensais. O assessor Comercial da Caern, José Dantas, lembra que a campanha de incentivo à quitação de débitos no ano passado resultou em 18 mil religações, antes clandestinas e irregulares. “Quando os usuários pagam pelo que consomem, não há desperdício, a distribuição fica justa e não compromete atendimento aos demais consumidores”, destaca.

BENEFÍCIOS

Quem cometeu a infração de fazer ligação por conta própria, na negociação com a Caern, é calculado o valor do período de consumo, a partir da data do corte do serviço e do total são descontados 50% para pagamentos à vista. Se o cliente escolher o parcelamento, a empresa está oferecendo o prazo máximo de 36 parcelas mensais, com a entrada mínima de 20% do valor da dívida e parcelas com valor mínimo da tarifa média cobrada nas contas mensais.

Encerrado o prazo em 31 de dezembro, a Caern vai intensificar a fiscalização para detectar as infrações e o consumo clandestino. Constatada a infração do tipo furto de água, a equipe registra multa e poderá até suprimir o ramal de água. Em alguns casos considerados graves, como a reincidência, é feito um Boletim de Ocorrência para abrir um Processo Civil, informa Gabriel Assunção.

Quem tiver interesse nos benefícios concedidos pela companhia, devem procurar os escritórios da Caern de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. Se optar por uma Central do Cidadão, poderá fazê-lo de terça a sexta-feira, das 9h às 21h e aos sábados, das 9h às 17h.

Governo e servidores da saúde se reúnem buscando um acordo para o fim da greve

Na manhã desta sexta-feira (23) foi realizada na Secretária de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (SEARH) uma reunião entre o secretário de Administração, Alber Nóbrega, juntamente com membros da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (SINDSAÚDE). Esta é 9ª reunião que ocorre entre o Governo do Estado e SindSaúde na busca por uma convergência entre as expectativas dos servidores, as possibilidades do Governo do Estado e o interesse da população norte-rio-grandense.

Durante a reunião, o secretário Alber Nóbrega escutou as reivindicações dos servidores e se mostrou disposto em negociar as reivindicações e atender as exigências do sindicato, “Queremos solucionar essa situação o quando antes, sempre buscando um alinhamento nas contas e que também possa gerar melhorias aos servidores”, afirmou Alber Nóbrega.

O secretário da SEARH mostrou a preocupação e a responsabilidade que o Governo do Estado tem com as contas públicas e se apresentou aberto as negociações com a categoria. “Estamos realizando diversas ações que auxiliará para o atendimento das solicitações do movimento, como confrontos de dados com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a realização de uma auditoria na folha de pagamento dos servidores do Estado”, disse.

Na pauta de reivindicações foi acertada a criação de uma comissão paritária, a ser composta por servidores da SEARH, SESAP e representantes do SINDSAUDE, com vistas a realização de estudo e planejamento para reformulação da tabela e levantamento do impacto financeiro mediante as novas diretrizes para a implantação da tabela salarial anexa elaborada pelo Dieese que tem por base a Lei nº 333 de 2006.

A apresentação de um calendário para implantação do reajuste de 22% na GAE e na Jornada Especial para os aposentados e pagamento retroativo, que será apresentado até o dia 5 de setembro.

Sobre o quadro de pessoal, o Secretário Adjunto da SESAP, Marcelo Bessa, disse que Governo do Estado convocou, em um ano, 860 concursados, para trabalharem na rede estadual de Saúde, sendo 221 para o Hospital da Mulher, na Região Oeste do estado, os quais se encontram no prazo legal para tomar posse, estando prevista ainda a convocação de mais 53, até o mês de setembro deste ano, para atender as unidades da Região Metropolitana de Natal, incluindo o Hospital Geral Coronel Pedro Germano da Policia Militar.

Em relação à questão da elaboração de uma folha de pagamento extra para repor os descontos indevidos e incorporação dos 25% da GAE e da Jornada Especial, o Governo do Estado confirmou a implantação de parte desta reposição no último dia 14, e garantiu que o atendido integral desta correção será feita já na folha de pagamento do mês de agosto de 2013.

No ponto levantado sobre a Manutenção da Comissão de Revisão do PCCR e publicação de portaria em Diário Oficial, será realizada mediante o encerramento da greve.

Para Marcelo Bessa, a Sesap vem realizando todos os esforços possíveis, tanto para manter o diálogo com os servidores, como para atender às reivindicações que são razoáveis e compatíveis com a realidade financeira do RN. “Os reajustes nas Gratificações e as 639 convocações já realizadas desde o ano passado significaram um impacto de 8 milhões de reais mensais na folha de pagamento dos servidores da Saúde. Além disso, existe uma realidade financeira do Estado, que o Governo está tendo a coragem de expor, e que não é diferente da de outros estados da Federação, cujas finanças vêm sendo profundamente impactadas pela frustração nas transferências do Fundo de Participação dos Estados”, disse .

No final da reunião, um documento oficial do Governo o Estado foi redigido para demonstrar o interesse do estado em atender as reivindicações dos servidores da saúde. Este documento, com as propostas da Searh e Sesap, será apreciado em assembléia do SindSaúde.

Alber Nóbrega pediu a compreensão dos servidores em relação à greve para que tanto os servidores quanto o Estado possam colocar um fim nessa situação. “Reconhecemos que os servidores da saúde exercem um papel primordial, bem como sua importância no contexto social. Não estamos contestando a razoabilidade das propostas. Reconhecemos a necessidade das correções salariais, porém, na atual situação financeira do país, não podemos nos comprometer com o que não há condições em atender. Estamos fazendo um grande sacrifício para dar respostas à todos os pleitos e queremos também contar a compreensão dos servidores no sentindo de andarmos juntos nesta negociação que tem como objetivo a melhoraria da assistência à população dependente do SUS”, destacou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano Oliveira disse:

    O nosso Rio Grande do Norte, esta carente de notícias boas, ultamente os noticiários nacionais e locais só sai calamidade: assaltos, saúde falida, manifestações com vandalismo, segurança falida e por aí vai, onde vamos parar? Precisamos de boas notícias !!!! A população esta aterrorizada!!!! Socorro!!!!

Servidores rejeitam acordo com governo e fazem contraproposta para reajustes até 2015

Por Agência Brasil

Considerado um dia decisivo na negociação entre o governo e os servidores públicos federais, o sábado está chegando ao fim sem avanços. Até o começo da noite de hoje (25), todas as categorias que participaram de reuniões com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, recusaram a proposta do governo de reajuste de 15,8%, escalonados até 2015.

Como era esperado, auditores e técnicos de fiscalização agropecuária e servidores de 22 carreiras do ciclo de gestão e trabalhadores ligados a Confederação dos Trabalhadores do Servuiço Público Federal (Condsef) não aceitaram a proposta. “Dificilmente essa proposta vai atender as categorias. Mas vamos levar às bases e trazer uma resposta até a terça-feira”, disse o diretor executivo da Condsef, Pedro Armengol. Em contrapartida, a União das Carreiras de Estado (UCE) apresentou uma contraproposta de reajuste de 25,9%, divididos em fatias anuais de 6%, 8% e 10% até 2015.

A possibilidade de acordo com os novos patamares foi considerada improvável por Mendonça, mas o assunto deve ser avaliado pelo governo e voltar a ser discutido na segunda-feira (27).

A UCE representa cerca de 50 mil servidores de carreiras estratégicas do funcionalismo federal, entre eles, do Banco Central, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), da Receita Federal, do Ministério do Planejamento, do Tesouro Nacional, da Polícia Federal e da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

A menos de semana do prazo limite para o envio da proposta do Orçamento de 2013, que deve conter a previsão de gastos com a folha de pagamento, o governo só fechou acordos com servidores federais da educação, que deflagraram a greve em meados de maio. A Federação de Sindicatos de Professores de Instituições de Ensino Superior (Proifes), que representa a minoria dos docentes federais, e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra), representante dos técnicos administrativos universitários, aceitaram a proposta de 15,8% até 2015.

Mendonça ainda vai se reunir com servidores do Ministério do Meio Ambiente e de categorias ligadas ao Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências). Amanhã (26), prazo limite definido pelo governo para o fim das negociações, haverá reuniões com representantes dos controladores de voo, analistas de infraestrutura e trabalhadores das áreas de saúde e seguridade.

Greve dos rodoviários: Negociação continua sem acordo

Esta difícil um acordo entre motoristas de ônibus e os empresários. Uma audiência de conciliação está sendo realizada neste momento no Tribunal Regional do Trabalho, mas a informação é de que as propostas ainda estão longe de se aproximarem. Os motoristas esperam uma oferta de 10% de reajuste salarial e os empresários afirmam que não podem pagar essa quantia. Ofereceram 6%.

O movimento grevista deu uma trégua por hoje, colocando 30% da frota em circulação. Mas caso não se chegue a um resultado nesta queda de braço entre patrão e empregado, o natalense provavelmente voltará a sofrer sem tem como se locomover.

 

Sindicato e Secretaria de Educação negociam proposta salarial para evitar greve

Por interino

O início das aulas da rede de Educação de Natal está previsto para o dia 1º de março. Porém, já com um indicativo de greve aprovado, os professores aguardam nova proposta da Secretaria Municipal de Educação (SME) para iniciarem os trabalhos nesta semana. Membros do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) terão reunião com o titular da SME, Walter Fonseca, nesta segunda-feira (27) para tentar um acordo.

Durante a assembleia no dia 10 de fevereiro, os professores aprovaram um indicativo de greve para o dia 2 de março, um dia após a data prevista para o início do ano letivo. O motivo principal para o indicativo, de acordo com a presidente do Sinte, Fátima Cardoso, foi a proposta de reajuste para os professores oferecida pela Prefeitura, considerada insuficiente pelo sindicato. Enquanto os professores pedem 22,22%, a Prefeitura ofereceu 6,08%.

Sem um acordo até o momento, Walter Fonseca e Sinte terão encontro para definir quais as possibilidades de uma proposta que convença os professores a não entrarem em greve.

Fonte: Tribuna do Norte

Presidente do Santos nega venda de Neymar

Portal Terra:

Já acostumado a negar a saída de seus principais jogadores, o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, se mostrou irritado com a informação, veiculada neste sábado no Jornal da Tarde/Estadão, de que o clube alvinegro teria “passado por cima” do empresário de Neymar, Wagner Ribeiro, e acertado a transferência do atacante para o Barcelona, no início de 2013.

Em contato ao Terra, o presidente alvinegro afirmou que não há veracidade na notícia de que a equipe catalã pagaria 60 milhões de euros (cerca de R$ 139,8 milhões) para ter a principal estrela do elenco santista. “Essa é uma notícia infundada e o repórter que a escreveu não se deu nem a dignidade de falar comigo para confirmar ou negar a informação”.

Luis Álvaro negou ainda que o Barcelona tenha feito qualquer proposta oficial ao Santos. Segundo apuração do Terra, o staff de Neymar prefere que o jogador se transfira para o Barcelona ao invés do Real Madrid, que já fez uma proposta para ter o camisa 7 alvinegro em janeiro de 2012. O atacante e seus familiares não querem deixar a Vila Belmiro antes de julho de 2012.

Do Blog: Eu acho muito difícil o Estadão confirmar essa notícia sem ser verdade. Podem até esconder agora, mas acredito que Neymar tenha sido vendido!!

Japonesa pega Devassa por R$ 3,95 bilhões

Estadão:

A cervejaria japonesa Kirin anunciou nesta segunda-feira a compra de uma participação de 50,45% na brasileira Schincariol, terminando com meses de especulações sobre a venda da vice-líder do mercado nacional de cerveja, com cerca de 11% de participação. O grupo japonês adquiriu todas a ações de Alexandre e Adriano Schincariol por R$ 3,95 bilhões.

(mais…)