Chapa Henrique, Wilma e João Maia será anunciada nos próximos dias

Como havíamos antecipado, o prego foi batido e a ponta virada. Após reunião com lideranças do PMDB desde a sexta-feira e com os partidos aliados, o deputado federal Henrique Eduardo Alves decidiu colocar seu nome para a disputa pelo governo do estado. O anúncio oficial deverá ocorrer nos próximos dias.

Henrique irá encabeçar uma coligação que contará com o apoio das principais siglas do Estado. É esperada a união em um só palanque de PMDB, PSB, PR, PROS, PSDB, DEM, PDT, PV, PSDC e outras siglas menores. Ainda existe a possibilidade do PPS e PTB.

O vice deverá ser o deputado federal João Maia (PR), que apoiará a candidatura do presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte (Faern), José Vieira, para substituí-lo em Brasília.

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) é o nome para o Senado. Apesar de ainda não ter anunciado oficialmente, Wilma já admite aos mais próximos que esse será seu projeto para o pleito deste ano.

A grande surpresa, ou não tão grande assim, foi a inclusão do DEM neste projeto. O senador José Agripino Maia admitiu, em entrevista à Tribuna do Norte, que deverá integrar essa aliança e apoiar a chapa completa.

Nas entrelinhas, Agripino deu a entender que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), não terá a legenda para concorrer à reeleição.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Caio gomes disse:

    E esse povo burro vão vota neles !!!!

  2. Luciano disse:

    Isso é imoral!
    Já tenho em quem nao votar!

  3. alexandre medeiros disse:

    Estamos realmente perdidos, olha o gabarito dos nossos candidatos à próxima eleição,o futuro do nosso povo e do nosso Estado, já vivenciamos no presente.

Wilma não descarta ser vice de Carlos Eduardo

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) não descarta ser vice de Carlos Eduardo Alves, ampliando as expectativas em torno de seu nome. Em entrevista ao repórter Dinarte Assunção, do portal Nominuto.com, a líder pessebista não negou a possibilidade quando foi indagada se ela própria não poderia ser a indicada do PSB.

“Não vou comentar nomes, nem quantificá-los”, respondeu, após um breve silêncio, quando foi questionada se ela negava ser uma das cogitadas. Conforme apurou a reportagem, o nome da vereadora Júlia Arruda (PSB), que tem a simpatida de Carlos Eduardo, foi vetado pela ex-governadora como indicação para vice, restando Wilma e outro nome especulado fortemente, o do ex-secretário Damião Pita.

De acordo com Wilma, a decisão sobre quem será o vice será comunicada amanhã ao candidato do PDT, Carlos Eduardo. Ela disse ainda que, uma vez informado, caberá ao ex-prefeito se prefere anunciar o companheiro de chapa de antemão, ou se aguarda pelo sábado, data para a qual estão agendadas as convenções dos dois partidos.

A ex-governadora destacou que a decisão sobre o vice não caberá a ela, mas ao partido. Conforme explicou Wilma, o nome está sendo discutido com vereadores e dirigentes da legenda de modo a se chegar a um consenso e alguém que detenha expressividade eleitoral.

Nos bastidores, também é cada vez mais crescente a tese de que a ex-governadora vai ser a vice de Carlos Eduardo Alves. O suspense, todavia, tem sido mantido por Wilma. “Nem a Carlos Eduardo ela tem comentado algo do tipo”, comentou uma fonte que acompanha as costuras.

Outro expoente defende que Wilma, sendo vice, poderá participar não apenas como apoio, mas integrando uma eventual vitória. “Lembre-se que ela perdeu em Natal na última eleição. Ganhando desta vez, ela poderá dizer que também são seus os votos de Carlos, o que é legítimo”, explicou.

Fonte: Nominuto.com

Vice de Micarla para as eleições desse ano pode sair do PSC

Atualmente, a cadeira de vice-prefeito de Natal está sendo ocupada pelo empresário Paulinho Freire, filiado ao PP. Mas nos bastidores políticos se comenta que o PP pode ficar sem essa cadeira para a disputa pela reeleição da prefeita Micarla de Sousa. Isso não significa um afastamento. Pelo que se escuta, PP e PSC estudam em comum acordo a indicação do vice da chapa majoritária.

Dois nomes já estão bem cotados. O primeiro deles é o do engenheiro ambiental Sérgio Pinheiro, ex-diretor da Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) e ex-secretário de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi). O nome dele, inclusive, foi levantado em matéria publicada pela Tribuna do Norte com uma entrevista com vereador Enildo Alves (DEM), líder da prefeita na Câmara Municipal de Natal.

Mas um segundo que também está em alta é o vereador de Natal Osório Jácome. Osório é filiado ao PSC e irmão do deputado estadual Antônio Jácome, o que pode servir como uma ponte para agrupar aliados e novos eleitores.

É esperar pra ver.

Chapa Larissa/Josivan será apresentada hoje em Mossoró

Será apresentada hoje a Mossoró a chapa de oposição do grupo da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Na disputa pela Prefeitura de Mossoró, a deputada estadual Larissa Rosado (PSB), que terá como vice o petista Josivan Barbosa.

O evento sera às 18h, no escritório do PSB (Rua Duodécimo Rosado, em frente à Escola Estadual Eliseu Viana, Bairro Nova Betânia). O ato será aberto ao público e, além de dirigentes locais, reunirá lideranças partidárias nos âmbitos do Rio Grande do Norte e do Brasil.

A indicação de Josivan Barbosa foi decidida terça-feira (5) pelos 13 partidos de oposição: PT do B, PPS, PTC, PHS, PP, PRB, PTB, PSD, PC do B, PRP, PT, PDT e PSB, em reunião do Hotel VillaOeste.

Os presidentes de todas essas legendas avalizam a chapa, e o consenso reitera a união do bloco para o pleito eleitoral deste ano.

Com informações do Nominuto.com

João Maia escolherá vice de Hermano em consenso com Henrique Alves

A aliança firmada entre PR e PMDB realmente está forte. Prova é que o deputado federal João Maia, presidente estadual do PR, vai aguardar a chegada do também deputado Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB, para escolher o nome do vice para compor a chapa majoritária do pré-candidato Hermano Morais em consenso.

João Maia não quer se antecipar na escolha e prefere esperar Henrique voltar de sua viagem pela Europa para definir um nome. Depois da não-liberação do Padre Nunes, vários estão sendo estudados, mas o PMDB quer um nome forte para viabilizar a campanha de Hermano que está mau nas pesquisas de opinião pública.

Enquanto o nome não sai, Hermano já começa a desenhar seu plano de governo. A enfermeira e ex-secretária de Saúde Ana Tânia Sampaio foi chamada para elaborar o plano de governo para a área de saúde. Ela ainda não respondeu ao convite, mas tudo indica que ela aceitará. Pessoa competente.

Será que Carlos Eduardo vai virar as costas para o PSB?

O ex-prefeito de Natal e atual pré-candidato, Carlos Eduardo Alves, vai rever a situação de aliança com o PSB, pelo menos na chapa proporcional. O motivo? A dissidência dos vereadores Bispo Francisco de Assis e Adenúbio Melo na votação das contas referentes a 2009 realizadas pela Câmara Municipal de Natal (CMN). Dickson Nasser é excluído dessa conta porque ele já comunicou ao diretório estadual do partido que é dissidente e que deve ir para o PSDB do filho Dibson Nasser.

As contas de Carlos Eduardo foram reprovadas pelo placar de 15 a 6, quando eram necessários 14 votos. Ou seja, se os vereadores do PSB tivessem votado conforme orientação partidária, Carlos Eduardo nessa situação complicada, enfrentando a possibilidade de se tornar inelegível. Em entrevista dada hoje ao Diário de Natal, Carlos Eduardo confirmou que parte do compromisso envolvia exatamente essa votação das contas.

“Havia o compromisso da aliança proporcional antes do julgamento da minhas contas na Câmara. Mas, houve dissidências no PSB. Dois vereadores votaram contra. Então, não há definição em relação a isso. Vamos ainda analisar as possibilidades. A definição se dará na próxima semana”, declarou o ex-prefeito.

Será que Carlos Eduardo vai virar as costas para o PSB, principal aliado nestas eleições, durante essa revisão na composição da chapa proporcional? Como ficará, em havendo algum tipo de mudança, a situação dos vereadores que votaram a favor como Franklin Capistrano, Júlio Protásio e Júlia Arruda?

A edição de amanhã do Diário de Natal deve trazer mais notícias bombásticas do ex-prefeito de Natal.

Nome do vice de Carlos Eduardo não será anunciado amanhã

Agora é prego batido e ponta virada. Segundo informações apuradas pelo blog, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves acaba de ganhar uma grande aliada para as eleições municipais de outubro desse ano: a ex-governadora Wilma de Faria.

Em uma conversa agora a tarde, os presidentes do PDT e PSB selaram o acordo para a aliança. Uma chapa liderada pelos dois grandes nomes, até agora, nas pesquisas de intenção de voto. No acordo ficou acertado que Carlos Eduardo será candidato a prefeito e Wilma de Faria indicará o nome do vice.

O anúncio oficial à candidatura será feito em coletiva para a imprensa às 10h, nesta quarta-feira (23), na Associação dos Subtenentes e Sargentos do Exército em Natal (Assen).

Porém, o nome do indicado ainda está em aberto. Quem escolherá o nome do vice será a própria Wilma, mas ela ainda não definiu quem. Dois despontam como possíveis candidatos a vice, Júlia Arruda e Damião Pita.

Proporcional

Enquanto um grupo grande vai se fechando em torno da chapa majoritária, ao que tudo indica, esse mesmo grupo ficará dividido na disputa para a proporcional. O PSD do vice-governador Robinson Faria que vem se aproximando bastante de Wilma e que já declarou apoio a Carlos Eduardo deve formar uma coligação independente para as eleições para vereador junto com PPS e PC do B.

A outra coligação proporcional será formada pelo PDT/PSB.