Fábio Faria: PSD ou PP?

Uma das principais lideranças do PSD no Rio Grande do Norte, o deputado federal Fábio Faria poderá desembarcar em outra legenda, o PP.

A eventual saída do PSD não será com ruptura, já que as movimentações vêm sendo conduzidas pelo próprio presidente nacional da legenda, o ministro da Ciência, Gilberto Kassab, e o presidente do PP, Ciro Nogueira.

As tratativas avançaram nos últimos dias, reforçando o desejo do PP, que já tinha manifestado o desejo de ter o parlamentar em seus quadros.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alanderson melo disse:

    Fábio Faria é o único que tenho vejo trabalhar… parabéns deputado!!!

  2. Junior disse:

    Foi o deputado federal que brigou pelos funcionários públicos, até no dia 31 de dezembro tava em Brasília tentando liberar recursos????

  3. Fahad disse:

    No momento horrível que o Estado vive, é o único que vejo brigando por recursos em Brasília para tirar o estado dessa situação caótica.

  4. Artur Emiliano disse:

    Esteve presente em todas as reuniões com o governo federal para resolver os problemas da segurança do nosso Estado. E saindo de um legenda para outro sem rupturas isso é nobre.

  5. Carlos Beque disse:

    Esse foi o único que trouxe recursos para o RN, prova maior foi os recursos para a saúde.

  6. Rogério Rocha disse:

    Tentando salvar o inevitável, vai dançar, já vai tarde.

  7. Carlos Roberto disse:

    Esse Partido é Perfeito pra ele, esse tem o maior número de Deputados processados e condenados na Lava Jato…

  8. Joca disse:

    Esse PELÉ só aparece de 4 em 4 anos ….e os idiotas do povo do RN sustentando esse profissão político,alguém sabe a profissão desse rapaz ??? NÃO ,PORQUE A PROFISSÃO DELE É SER POLÍTICO

PF conclui inquéritos que investigam 4 deputados e 2 ex-deputados do PP

A Polícia Federal informou ter concluído nesta segunda-feira (21) quatro inquéritos da Operação Lava Jato envolvendo os ex-deputados João Pizzolatti (PP-SC) e Mário Negromonte (PP-BA) e os deputados federais Mario Negromonte Junior (PP-BA), José Otávio Germano (PP-RS), Luiz Fernando Ramos Faria (PP-MG) e Roberto Pereira de Britto (PP-BA).

Nota divulgada pela assessoria da PF não informa quais são os crimes atribuídos a cada um dos investigados.

Segundo apuraram o G1 e a TV Globo, a todos foram imputados os crimes de corrupção passiva qualificada, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A Mario Negromonte Filho também é atribuído o crime de ameaça.
O G1 busca contato com os parlamentares e ex-parlamentares alvos da investigação.

Segundo informou a PF, os inquéritos foram enviados nesta segunda para o Supremo Tribunal Federal (STF), que supervisiona as investigações, junto com todo o material colhido na investigação. Agora, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidirá se apresentará denúncia ao Supremo.

De acordo com a nota divulgada pela PF, os inquéritos apuravam o envolvimento de políticos em possíveis crimes de corrupção e desvio de recursos da Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

Foram colhidas provas em buscas e apreensões, e também por meio de testemunhas, documentos, diligências de campo e relatórios de análise de inteligência.

Segundo a TV Globo apurou, os policiais federais concluíram que os ex-deputados e ex-líderes do PP na Câmara João Pizzolatti e Mário Negromonte chefiaram uma organização que, durante oito anos, desviou aproximadamente R$ 500 milhões da Petrobras por meio de doações eleitorais fraudulentas e custeio de despesas pessoais.

Fonte: G1

Júlio Queiroz e Marconi Barreto assinam filiação ao PP

Júlio Queiroz assina filiação ao PPO advogado e secretário-geral da Fundação Djalma Marinho, Júlio Queiroz, e o empresário Marconi Barreto, assinaram ficha de filiação ao Partido Progressista. A assinatura ocorreu durante o almoço que o diretório estadual do PP promoveu no Versailes Tirol, em Natal, com a presença do ministro da Integração Gilberto Occhi.

O presidente estadual do partido, ex-deputado Beto Rosado, ressaltou a importância da chegada dos novos filiados, assim como a de tantos outros, que estão aderindo ao PP em todos os municípios do Rio Grande do Norte.

O advogado Júlio Queiroz é ex-secretário de Justiça do Estado e pré-candidato a prefeito da cidade de Jucurutu. Já o empresário Marconi Barreto, que ficou conhecido nacionalmente com a fundação do clube de futebol Globo, é pré-candidato a prefeito de Ceará-Mirim.

Nessa segunda-feira (28), o ex-prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira, também assinou ficha de filiação ao PP. Seu nome também está sendo cotado para disputar as eleições do ano que vem pelo partido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo Barros disse:

    O caba se filiar a um partido mais enlameado do que o PT….vou te contar, viu?

Apoio de Maluf a Haddad em SP enche o PP de verba federal

O apoio do PP à candidatura de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo coincidiu com uma disparada na destinação de verbas federais para obras e projetos apadrinhados por parlamentares do partido.

Em um quadro atípico, o PP do ex-prefeito Paulo Maluf foi, desde o dia 1º de junho, o segundo partido mais beneficiado pelo governo no atendimento das emendas parlamentares, mostra levantamento da Folha.

As emendas são o mecanismo pelo qual os congressistas inserem obras e projetos no Orçamento.

O mês de junho marcou a reta final da definição das alianças para as eleições municipais de outubro.

Quinta maior bancada no Congresso, o PP ficou à frente do PT e só atrás do PMDB –donos das maiores bancadas no Congresso.

A eleição de Haddad em São Paulo é vista como principal objetivo eleitoral do PT, maior partido de sustentação do governo federal.

Polêmica, a aliança com Maluf garantiu ao petista, neófito em eleições e em desvantagem nas pesquisas de intenção de voto, equilíbrio em relação a seu principal adversário, José Serra
(PSDB), no tempo da propaganda de rádio e TV.

A partir de 14 de junho, data em que Paulo Maluf passou a considerar publicamente a possibilidade de apoiar Haddad em vez de Serra, a liberação de emendas para o PP quintuplicou.

Até aquela data, a liberação acumulada desde janeiro era de R$ 7,2 milhões. De um mês para cá, foram mais R$ 36,6 milhões para emendas do partido.

O levantamento foi feito com base nas 20 ações de governo que mais concentram emendas.

Editoria de arte/Folhapress
MOEDA DE TROCA Verbas para emendas do PP crescem após aliança com Haddad em SP
MOEDA DE TROCA Verbas para emendas do PP crescem após aliança com Haddad em SP

Um dos principais aliados de Maluf em São Paulo, o deputado federal José Olímpio foi o segundo mais beneficiado entre os pepistas, obtendo R$ 4,2 milhões para ações apoiadas por ele.

Outro parlamentar do PP paulista beneficiado foi Beto Mansur, ex-prefeito de Santos e que tem Maluf como seu padrinho dentro do partido.

A aliança do PT com o PP em São Paulo foi celebrada na casa de Maluf no dia 18 de junho, com a presença de Haddad e do ex-presidente Lula, que posaram para fotos.

Na ocasião, o governo entregou um posto-chave do Ministério das Cidades a um afilhado do ex-prefeito.

O ritmo de liberações de emendas indica também que, além do salto nas verbas para o PP, a ex-prefeita e hoje senadora Marta Suplicy (PT) foi a terceira mais agraciada entre 174 parlamentares que foram contemplados no período, com R$ 5,6 milhões.

Marta, que pretendia ser a candidata petista em São Paulo, tem resistido a entrar na campanha de Haddad.

OUTRO LADO
A Secretaria de Relações Institucionais, órgão da Presidência responsável por receber e negociar demandas de congressistas, não explicou os critérios usados em relação ao PP e a Marta.

Em nota, a assessoria da ministra Ideli Salvatti afirma apenas que o governo “atendeu solicitações de parlamentares de todas as bancadas” e que se esforçou para realizar os empenhos até a data permitida pela Lei Eleitoral.

PP vai apoiar Hermano Morais

Está no Novo Jornal:

PRÉ-CANDIDATO À PREFEITURA de Natal pelo PMDB, o deputado estadual Hermano Morais ganhou ontem um apoio importante para a sua candidatura, que deverá aumentar o seu tempo de propaganda eleitoral em um minuto e cinquenta e sete segundos. O Partido Progressista (PP), depois da indecisão em se coligar com o Partido Verde, confirmou o apoio ao PMDB na chapa majoritária para as eleições municipais. Assim, o tempo de exposição de Morais na TV passará de aproximadamente nove minutos para quase doze.

O PP deve anunciar oficialmente o apoio hoje, às 10h, na sede do partido, em Lagoa Nova. Ontem, por volta das 22h10, o deputado federal Henrique Alves (PMDB) tuitou a informação: “Amanhã PP anuncia apoio a HERMANO Morais. Vice-Pref Paulinho Freire, vereadores Chagas Catarino e Albert Dickson. E importantes lideranças”.

O jornal procurou falar com o presidente do PP em Natal, o vice-prefeito Paulinho Freire, mas ele não atendeu às ligações.

O vereador Albert Dicksson confirmou o apoio e disse que ela foi tomada em uma reunião onde estavam presentes, além dele, Hermano Morais, Paulinho Freire e Chagas Catarino. De acordo com Dicksson, a decisão foi influenciada por uma resolução nacional do PP e pelo bom relacionamento dos dois pepistas com o deputado Hermano Morais. “Acreditamos na competência dele, tem uma boa história política e foi meu colega na CEI dos contratos. Temos um bom prognóstico para ele”, disse Dicksson, que tentará, junto a Catarino, se reeleger vereador.

A pré-candidatura de Morais, com o apoio do PP, alia-se ao oitavo partido, garantindo ao PMDB, depois de 20 anos, o maior tempo de TV entre os candidatos.

Para efeito de comparação, o líder nas pesquisas, Carlos Eduardo Alves, terá quase cinco minutos a menos que o peemedebista. Morais conta agora com o apoio do PP, PMN, PSC, PSDC, PRTB, PTB e PR.

O vice de sua chapa será Osório Jácome (PSC), que tem uma boa penetração no segmento evangélico.

O apoio do PP vale apenas para as eleições majoritárias. Paulinho Freire e Rafael Motta, também integrante do partido, devem tentar vagas na Câmara Municipal.

O vice-prefeito Paulinho Freire é considerado o grande “cabo eleitoral” do PP e deve desenhar um projeto para levar o partido ao protagonismo na Câmara.

Enquanto acontecia a reunião entre os quatro pepistas, o deputado federal Henrique Alves viajava pelo interior do estado.

Reunião na casa de Micarla de Sousa (PV) pode selar afastamento do PP

Em virtude dos últimos acontecimentos, a prefeita MIcarla de Sousa reunirá em sua casa a cúpula do Partido Verde (PV) e do Partido Progressista (PP) agora pela manhã. A informação é do vice-prefeito Paulinho Freire.

Nesta reunião, pode ser selado, de uma vez por todas, o afastamento entre os partidos. O PP deve seguir outro rumo no pleito deste ano.

 

Vice de Micarla para as eleições desse ano pode sair do PSC

Atualmente, a cadeira de vice-prefeito de Natal está sendo ocupada pelo empresário Paulinho Freire, filiado ao PP. Mas nos bastidores políticos se comenta que o PP pode ficar sem essa cadeira para a disputa pela reeleição da prefeita Micarla de Sousa. Isso não significa um afastamento. Pelo que se escuta, PP e PSC estudam em comum acordo a indicação do vice da chapa majoritária.

Dois nomes já estão bem cotados. O primeiro deles é o do engenheiro ambiental Sérgio Pinheiro, ex-diretor da Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) e ex-secretário de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi). O nome dele, inclusive, foi levantado em matéria publicada pela Tribuna do Norte com uma entrevista com vereador Enildo Alves (DEM), líder da prefeita na Câmara Municipal de Natal.

Mas um segundo que também está em alta é o vereador de Natal Osório Jácome. Osório é filiado ao PSC e irmão do deputado estadual Antônio Jácome, o que pode servir como uma ponte para agrupar aliados e novos eleitores.

É esperar pra ver.

Paulinho Freire: Eu tenho a força….

O vice-prefeito de Natal, Paulinho Freire, será reconduzido nos próximos dias à presidência do diretório do Partido Popular (PP) em Natal. A decisão foi tomada  quarta-feira, em Brasília, após uma conversa dele com o presidente nacional da legenda, senador Francisco Dornelles, e com os deputados Ciro Nogueira (Piauí) e Eduardo da Fonte (Pernambuco). O vice-prefeito da capital potiguar foi ao Planalto indagar sobre o que motivou sua destituição da sigla e a resposta foi a de que não se tinha conhecimento aprofundado sobre o assunto e que não havia qualquer problema em fazê-lo retornar à cúpula partidária. A questão promete ainda muita polêmica e o presidente estadual do PP, vereador de Parnamirim, Sérgio Andrade, estará hoje em Brasília no intuito de tentar reverter a situação. O clima é de divergência entre os filiados do partido.

Júnior SantosPaulinho Freire: apoio ao projeto da reeleição da prefeita e disputa por uma vaga na Câmara Municipal

Dornelles garantiu a Paulinho, no entanto, que a recondução está garantida junto ao diretório natalense e que o processo sucessório da capital está em suas mãos. O vice-prefeito espera juntar os correligionários da capital nos próximos dias para tirar um direcionamento sobre o pleito municipal. A tendência, tem dito ele, é permanecer o apoio à prefeita Micarla de Sousa (PV), caso ela seja mesmo candidata à reeleição. Paulinho disputará uma das vagas na Câmara Municipal de Natal (CMN).

O PP é hoje representado na cidade pelo vice-prefeito e pelos vereadores Chagas Catarino e Albert Dickson. Ambos os parlamentares têm assento cativo na bancada de apoio da prefeita de Natal. O vereador Sérgio Andrade (PP) é contrário ao projeto de permanência no grupo de Micarla de Sousa, o que contraria os interesses dos correligionários com atuação na capital.

O Partido Progressista do Rio Grande do Norte vem protagonizando sucessivas quebras de braço desde que o ex-deputado Nélio Dias, histórico líder partidário, faleceu. Antes da sucessão municipal, por exemplo, em 2010, o grupo do então presidente da Assembleia Legislativa, hoje vice-governador, Robinson Faria, chegou a se ensaiar no comando da sigla. Questões internas, que envolveram a cúpula nacional da legenda, destituíram o poder desse grupo que ainda permanecia no PMN. Desde então Sérgio Andrade tem o comando.

Fonte: Tribuna do Norte

PP destitui comissão municipal e tira comando das mãos de Paulinho Freire

O diretório estadual do PP, que tem na presidência o vereador de Parnamirim Sérgio Andrade, acaba de destituir, por desobediência, a comissão que presidia o diretório municipal do partido em Natal.

Paulinho Freire vinha por diversas vezes tendo confronto direto com a executiva estadual da legenda por causa das eleições municipais de 2012.

A decisão do partido termina por tirar das mãos do vice-prefeito Paulinho Freire o comando do partido em Natal. Paulinho Freire era o presidente da comissão. Por enquanto, o PP municipal fica sem comando.

Sérgio Andrade rebate Paulinho Freire e avisa: "O PP está aberto a negociações com todos"

Presidente estadual do Partido Progressista (PP), o vereador de Parnamirim Sérgio Andrade desmentiu, com exclusividade ao Blog do BG, praticamente todas as declarações dadas pelo presidente da Comissão Provisória do PP em Natal e vice-prefeito Paulinho Freire.

Em entrevista publicada hoje no Novo Jornal, Paulinho chegou a dizer que o partido não estava de olho na chapa majoritária para as eleições municipais de 2012 e que não procedia a informação de que Albert Dickson estava lançado pré-candidato a Natal. Sérgio Andrade rebateu e mandou o aviso contra: “O PP é maior do que Paulinho Freire, Albert Dick e Chagas Catarino”.

De acordo com o presidente do diretório estadual, o partido está aberto a negociação com todos os pré-candidatos, sem distinção partidária e sem deixar de lado a possibilidade de o partido lançar um nome próprio.

“Nós temos uma pesquisa em que Albert despontou e foi ele quem nos procurou para fazer. Ele que gostou do resultado e que se interessou pela vaga. Temos, inclusive, documentos que mostram o interesse dele na pesquisa pedindo para ver cada um dos bairros. O partido está de olho na majoritária sim. Respeito Micarla, mas o PP não faz parte do governo. Eles são apenas vereadores e o vice-prefeito que apoiam nominalmente a prefeita. Acredito que Tanto Paulinho, quanto Albert, quanto Chagas devam se preocupar com suas pré-candidaturas e não com o partido. O PP, hoje, está aberto a negociações com todos. Seja com Wilma de Faria, Carlos Eduardo, Rogério Marinho ou até a própria prefeita. Qualquer um, mas não estamos com apoio fechado”, disparou.

Sérgio Andrade ainda explicou que Paulinho, na autoridade de presidente da Comissão Temporária, não tem poder para falar pelo partido, sem o aval do diretório estadual ou nacional.

“O PP realmente vai com tudo, porém o partido está buscando sua identidade e todos esses que estão falando, hoje, pelo partido, estão falando sem autorização da Executiva estadual, vez que a Comissão Provisória do diretório municipal, que tem a frente Paulinho Freire, exercendo a função provisoriamente e pode ser mudada a qualquer instante. A Comissão só pode falar com autorização”, avisou.

PP discute contrato do Ministério das Cidades antes de licitação

Integrantes da cúpula do PP negociaram com uma empresa de informática sua participação num projeto milionário do Ministério das Cidades antes que fosse aberta licitação pública para sua contratação, informa reportagem de Leandro Colon, publicada na Folha desta segunda-feira.

O assunto foi tratado em reuniões no apartamento do deputado João Pizzolatti (SC), ex-líder do PP na Câmara e aliado do ministro Mário Negromonte, único representante do partido no primeiro escalão do governo.

O próprio ministro participou de um dos encontros, que permitiram que a empresa, a Poliedro Informática, se aproximasse da equipe de Negromonte e discutisse o assunto com o governo antes de outros interessados. Após os encontros, o dono da Poliedro e um lobista foram recebidos no ministério por dois homens de confiança de Negromonte em 9 de agosto.

A pasta quer contratar uma empresa para gerenciar suas redes de computadores e monitorar obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O valor do contrato é estimado em R$ 12 milhões, mas pode alcançar R$ 60 milhões.

OUTRO LADO

Negromonte admite ter encontrado o dono da Poliedro pelo menos uma vez no apartamento de Pizzolatti, mas nega ter discutido com ele detalhes do projeto.

Pizzolatti, por sua vez, disse não se lembrar de suas conversas com Luiz Carlos Garcia, dono da Poliedro.

Vereador de Parnamirim e Presidente do PP/RN é condenado por corrupção no Detran

Nominuto.com

O presidente estadual do Partido Progressista (PP), vereador Sérgio Andrade, foi condenado junto com mais seis pessoas por envolvimento em um esquema de corrupção em licitações no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) em 2002 à época da gestão de Fernando Freire no Governo do Estado.

Sérgio Andrade foi condenado a nove anos e seis meses de reclusão além de quatro anos e dez meses de detenção. A condenação foi dada pelo juiz Ivanaldo Bezerra, titular da 8ª Vara Criminal da Comarca de Natal. Dentre os crimes relacionados aos acusados estão falsidade ideológica e material, peculato e inexegibilidade indevida de licitação, além de outras tipificações criminais.

Além de Sérgio Andrade, foram condenados o ex-diretor do Detran Valter Sandi, ex-coordenador Financeiro Joumar Batista Câmara, o procurador do Estado Welbert Accioly, o o ex-diretor Administrativo do órgão, Antonio Patriota, Jaelson de Lima e Rogério Jussier Ramalho.

PP não libera ninguém

Escolhido pela Comissão Executiva Nacional do PP para ser o novo presidente do partido no Rio Grande do Norte, o vereador Sérgio Andrade, Parnamirim, iniciou entendimentos com os 16 prefeitos filiados à legenda. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da 95FM, Sérgio Andrade disse que ontem já conversou com cinco prefeitos e que hoje manterá contato com outros seis.

Andrade já avisou que, por determinação da Executiva Nacional, o PP não vai liberar nenhum dos seus filiados a se transferir para outra legenda sem enfrentar a sanção da perda do mandato. O recado é claro e voltado para alguns dos prefeitos descontentes com o desfecho do processo de troca de comando da legenda no Estado.

(mais…)

Sérgio Andrade é o novo Presidente do PP no RN

O vereador Sérgio Andrade, de Parnamirim, acaba de ser oficializado presidente do diretório estadual do Partido Progressista.

A escolha define, enfim, uma liderança do partido no no Estado, que ficou esvaziada desde a morte de Nélio Dias, que conduziu o partido no RN por bastante tempo.

Ele recebeu documento de Francisco Dornelles, presidente nacional do PP, oficializando a “posse”.

A decisão põe fim ao imbróglio no Estado. É que os nomes do ex-governador Geraldo Melo e do atual prefeito de Lajes, Benes Leocádio, estavam sendo cotadíssimos para assumir a legenda.

Ivan Júnior, prefeito de Assú, também era pensado como uma das escolhas, mas foi descartado pela legenda nacional face à sua aproximação com Robinson Faria, que se apropriou do partido desde a morte de Nélio Dias.

Resta saber agora se os preteridos vão acatar a decisão ou aproveitar a “eleição” inesperada para justificar uma saída para o PSD. Afina, uma ala pepista ainda é ligada a Robinson.

 

Geraldo Melo volta a ativa

Ninguém se perde no caminho da volta. Após algum tempo longe da cena política, o ex-senador e ex-governador Geraldo Melo parece que vai voltar à ativa. O tamborete faz muita falta.

Depois de ter recebido telefonema do senador Francisco Dornelles (RJ), presidente nacional do PP, Geraldo Melo vai abrir as portas do casarão no bairro de Lagoa Nova para um almoço/reunião nesta sexta-feira (03).

Na pauta do encontro, o convite do diretório nacional do PP. Informações que chegam dão conta de que a ala pepista ligada ao falecido ex-deputado federal Nélio Dias (in memorian) também foi convidada para o banquete.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gustavo disse:

    "O tamborete faz muita falta"?? Realmente, pergunte a um servidor público da época em que ele foi governador e você saberá quanta falta ele faz…