NEM A CASINHA DO PAPAI NOEL ESCAPA: Depredação e furtos contra o patrimônio público aumentam em Natal

Foto: Divulgação SEMSUR

As ocorrências de crimes contra o patrimônio público têm se tornado frequentes em Natal. Cemitérios, monumentos, rede de iluminação pública e até a casinha de Papai Noel da Praça da Árvore têm sido os principais alvos do vandalismo. Criminosos estão roubando o cabeamento da rede elétrica de importantes avenidas e alamedas da cidade, violando túmulos nos cemitérios, furtando monumentos de bronze e nem mesmo a casinha de Papai Noel escapa da ação dos vândalos.

O caso de roubo e depredação mais recente ao patrimônio municipal ocorreu neste final de semana, no tradicional Cemitério do Alecrim, na zona Leste de Natal. Os criminosos invadiram o local, violaram e danificaram a estrutura de 30 túmulos para roubar peças de bronze – como argolas, crucifixos e letreiros de identificação.

O processo de retirada desses objetos se dá após a depredação de parte da estrutura dos túmulos construídos com alvenaria ou mármore. A administração do cemitério registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil para investigação do caso. Inaugurado em 1856, o Cemitério do Alecrim é tombado como patrimônio histórico e cultural de Natal desde 2011.

Neste final de semana, a casinha de Papai Noel, na Árvore de Natal, em Mirassol, foi invadida, depredada e roubada por vândalos e criminosos. Eles quebraram a janela e roubaram objetos de uso do Papai Noel, além de mesas de canto de madeira e material de isopor. Como ocorrem todos os anos, a casinha de Papai Noel foi afixada na Praça da Árvore como parte da programação de atração do período natalino na cidade.

Maior incidência são furtos de cabos da rede elétrica

Já os furtos de cabos da rede de energia elétrica foram os que mais aumentaram. Segundo o Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), nas últimas semanas foram levados mais de 4 mil metros de cabos de iluminação pública das alamedas das avenidas Maranguape e Marinho Chagas, duas importantes vias da zona Norte de Natal. Nas vistorias que os técnicos fazem no local encontram sinais de curto circuito geral, fios cortados, disjuntores arrancados, furto de fios, tampas das caixas de passagem quebradas.

A ação dos vândalos tem preocupado a Semsur. Além do prejuízo financeiro aos cofres públicos e ao contribuinte, a população enfrenta o transtorno pela não prestação do serviço. O local fica às escuras, comprometendo a segurança dos frequentadores e moradores.

De acordo com Irapoã Nóbrega, titular da pasta, o esforço da Prefeitura do Natal em tornar a cidade mais iluminada, segura e bem cuidada, está esbarrando na ação de bandidos. Ele apela à população que colabore, denuncie e informe a Policia Militar ou à Guarda Municipal os casos de vandalismo. “Locais escuros ou mal iluminados favorecem a criminalidade. Estamos trabalhando para evitar que isso aconteça, mas também precisamos do apoio da população”, destacou.

DENUNCIE

Penalidades e denúncias – Danificar, inutilizar e deteriorar coisa alheia é crime. Quem provoca danos ao patrimônio público é enquadrado no Artigo 163 do Código Penal Brasileiro (CPB). A punição prevista para o crime é detenção, que varia de seis meses a três anos, e multa. Já em caso de furto (Artigo 155 do CPB), a pena é mais severa: reclusão, de um a quatro anos, e multa, podendo ser aumentada de um terço se o crime é praticado durante o repouso noturno. Para denunciar furto ou atos de vandalismo contra o patrimônio público no município basta entrar em contato com a Guarda Municipal ou a Polícia Militar através do número 190.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    O maior problema do Brasil são os brasileiros.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Tem jeito não.

  3. Assis disse:

    Cadê a guarda Municipal

  4. Especialista disse:

    Esse é o paraíso dos petralhas, sujeira, discórdia, furto, roubo, sujeira, desordem, agressividade, criminalidade em alta, promessas vãs, mentiras, vamos lá manoeis, se pronunciem.

    • M.D.R. disse:

      Meus parabéns, pelo comentário sobre PETELHADAS.
      São uns verdadeiros XIITAS.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    A cidade tá entregue a bandidagem. Quem é o atual secretário de segurança que a gente nem ver??

  6. Luís disse:

    Terra de gente ruim. Não se pode ter nada minimamente bonito e funcional. Fica tudo escuro, degradado, pichado. Se não fosse a chance de se pegar inocente, era para ter açoite, trabalho forçado, subconfinamento. O mesmo para quem recepta.

  7. Gustavo disse:

    Meu Deus, nem a belíssima casinha de Papai Noel recentemente reinaugurada escapa da insegurança generalizada do governo Fátima Bezerra. Natal virou um inferno graças a sucessivos governos relapsos, mas Fátima ganha o troféu. Com dois anos de governo, não dá mais para se esquivar! Parabéns…

VÍDEOS: Manifestação no PR convocada pelo lutador Wanderlei Silva reúne centenas ‘indignados’ com depredação e desrespeito à bandeira

Uma nova manifestação, convocada pelo lutador Wanderlei Silva, levou centenas de pessoas ao Centro Cívico na tarde dessa terça (2). Entre os participantes, estavam lutadores e profissionais de educação física de academias. A intenção foi se opor ao protesto antirracista de segunda (1) que começou pacífico e acabou em vandalismo, provocado por manifestantes. Na ocasião, a bandeira do Brasil que fica hasteada na frente do Palácio Iguaçu foi arrancada e queimada. “Reunimos e mobilizamos integrantes de todas as academias e pessoas que, assim como eu, ficaram indignadas com a depredação”, disse o lutador. Eles ainda hastearam uma bandeira simbolicamente, rezaram o Pai Nosso e cantaram o hino nacional.

A passeata começou na Praça 19 de Dezembro e seguiu até o Palácio Iguaçu. Segundo os organizadores, o evento não tinha nenhuma bandeira política: “Nosso símbolo maior foi profanado ontem, mas hoje os brasileiros de bem estiveram juntos para reerguer esse símbolo. Temos orgulho desta bandeira e vestimos a camisa do Brasil”.

Nova Bandeira – Por determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, a bandeira do Brasil, retirada e danificada em ação de vandalismo que atingiu o Centro Cívico na noite de segunda-feira (01), foi recolocada em frente ao Palácio Iguaçu por volta das 16h30 dessa terça-feira (02). O espaço do Pavilhão Nacional, como é chamado o local em ficam os mastros com as bandeiras do Brasil e do Paraná, precisou ser higienizado por conta de pichações. Além disso, o mecanismo que conduz o hasteamento teve que ser consertado, já que havia sido danificado pelos vândalos. As bandeiras foram deixadas a meio mastro em sinal de luto oficial pelo falecimento de três servidores do Estado, que atuavam na Casa Civil.

“Atos e manifestações ordeiras e pacíficas receberão suporte operacional da nossa Polícia Militar. Porém, vandalismo é crime e caso de polícia. Aqueles que porventura pensam em se aproveitar da situação para promover baderna, serão punidos pela força policial”, declarou Ratinho Junior.

Repercussão – O “quebra-quebra” ocorrido ontem, no Centro Cívico, em Curitiba, após manifestação contra o racismo monopolizou os debates da sessão de hoje da Assembleia Legislativa. A maioria dos parlamentares criticou a queima da bandeira do Brasil retirada do mastro em frente ao Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, pelos manifestantes já depois do final do ato antirracista. Parlamentares de oposição defenderam o ato antirracista, que, segundo eles, foi legítimo e pacífico e culparam o clima de confronto, estimulado pelo comportamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus apoiadores.

Estragos – Sete pontos de ônibus da Praça Tiradentes, no Centro de Curitiba, foram vandalizados na noite desta segunda-feira,além dos vidros das estações-tubo do Palácio e Comendador Fontana, no Centro Cívico, e totens da Clear Channel. Os levantamento foi feito pela Prefeitura de Curitiba que emitiu uma nota, no começo desta manhã de terça-feira, 2, a respeito dos reflexos dos protestos da noite desta segunda-feira, 1º de junho. De acordo com a nota, equipes da Urbanização de Curitiba (Urbs) trabalharam durante à noite para consertar e higienizar os pontos que foram vandalizados.

Bem Paraná

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Muda Brasil disse:

    O "protesto" de segunda-feita em Curitiba mostra claramente o perfil dos indivíduos que são contra o governo federal, são os mesmos que chamam o presidente de genocida e violento, que incoerência, um bando, ou melhor uma quadrilha de baderneiros drogados que pregam a democracia, mas queimam a bandeira de seu próprio país.

FOTOS: PSL no RN denuncia depredação de sede em Natal nesse domingo

Fotos: Divulgação/assessoria PSL-RN

A assessoria do PSL comunica nesta segunda-feira(28) uma denúncia de depredação do Diretório Estadual do partido nesse último domingo(27).

Segundo conta, durante a Marcha LGBT, vândalos depredaram o Diretório Estadual do PSL, localizado na Avenida Salgado Filho, durante o deslocamento entre o Midway e a Arena das Dunas.

O PSL-RN ainda relata que durante a manifestação, palavras de ordem discriminavam a “intolerância e o discurso de ódio sempre atribuído ao Presidente Bolsonaro , o Partido,PSL, e a Direita em Geral”.

Por fim, o partido fez um questionamento:

É essa a “democracia” que eles praticam?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Hermes da Fonseca, o corredor queridinho da esquerda lifestyle papa-jerimum.
    Pense numas almas patrimonialistas!
    Se shopping centers fossem testículos, os de Natal estariam em carne viva de tanto a sindicalha se esfregar neles.

  2. Leo disse:

    Legal, mas tem imagens que provam isso?

    Lagoa Nova tem vários comércios e prédios de grande porte, com certeza tem imagens do ocorrido.

  3. BichA louca disse:

    Cadê a prova? , fácil mandae quebrar e botar culpa em terceiros, típico comportamento desse partido, um farsa que cresceu na base da mentira e nao Se cansa de usar como arma, se acusa com provas, tem câmeras na frente, cadê as filmagens. !?

  4. Plínio disse:

    O PARTIDO DO SUCO DE LARANJA-PSL, ESTÁ SENDO ATACADO ATÉ PELO PRESIDENTE FAKE QUE PEGOU CARONA NESSE PARTIDO DE ALUGUEL, COMO PASSOU SUA VISA POLITICA TODA FAZENDO.
    VIVA OS LARANJAS DO QUEIROZ!

  5. Lúcifer disse:

    Atitude típica de quem veste carapuça de vítima.
    Isso foi um bozomínion arrependido quem realizou e matou dois coelhos com uma pedrada só:
    Culpou alguém de outro partido e descarregou seu arrependimento pelo voto tiririca.

  6. Isoares disse:

    Quero ordem e progresso; minha bandeira e verde e amarela

  7. Isoares disse:

    O nosso Brasil só se organiza se tivermos 10 anos governados por uma junta militar, para extirparmos as mazelas deixadas por esses vândalos que governaram nosso país por 24 anos.

  8. Silva disse:

    "contra a intolerância" eles disseram..

  9. Ems disse:

    Que contradição !!! Segundo os ativistas LGBTIY…, eles querem apenas o "amor" e a "tolerância".

VÍDEO: “Não bastasse não ajudar na limpeza do petróleo venezuelano, ecoterroristas ainda depredam patrimônio público”, critica ministro do Meio Ambiente em protesto do Greenpeace

 

Ver essa foto no Instagram

 

Nao bastasse não ajudar na limpeza do petróleo venezuelano nas praias do Nordeste, os ecoterroristas ainda depredam patrimônio público.

Uma publicação compartilhada por Ricardo Salles (@ricardosallesmma) em

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, criticou nesta quarta-feira (23/10/2019) manifestação organizada pelo Greenpeace. O grupo protesta em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília (DF), contra a política ambiental do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Não bastasse não ajudar na limpeza do petróleo venezuelano nas praias do Nordeste, os ecoterroristas ainda depredam patrimônio público”, escreveu Salles em rede social ao postar vídeo da manifestação. O ministro é crítico das ações de Organizações Não Governamentais (ONGs).

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) surfou na onda. “Nunca se importaram com o que dizem se importar realmente. Se animam somente com outra coisa e estão dificultando para eles! Fácil entender tudo que está acontecendo nesse caso”, escreveu o filho 02 do presidente.

Em protesto contra a política antiambiental do governo Bolsonaro, o grupo Greenpeace levou troncos de árvores queimadas e petróleo que atingiram praias do Nordeste para a frente do Palácio do Planalto. A manifestação ocupou duas faixas da via em frente à sede do governo.

Com informações do Metrópoles

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Adivinha em qual partido/quadrilha esses bandidos votam!!!!

  2. Marcelo disse:

    além de dano ao patrimônio público, acredito que se enquadre em crime ambiental. Força da lei nesses ilustres!

  3. Humilde Iconoclasta disse:

    Como tem idiota no mundo, e ainda sobra gente pra votar no PT. Impressionante.

  4. E um bando de bandidos, bancados com dinheiro de empreiteiros comunas e cuidadores de sacos vermelhos. O socialismo vai longe!

  5. Curiosa disse:

    Esse ministro cada dia que passa tem se mostrado ainda mais incompetente para uma pasta tão importante. Esse governo adora acusar sem provas, mas quando os ministros estão enrolados com provas, no caso o do meio ambiente, nada tem a declara. Pior governo da historia desse país.

  6. Só Comento disse:

    O GREENPEACE é o segmento radical ultra ambientalista que em 2013 tentou invadir uma plataforma na Rússia. Quando Vladimir Putin enjaulou e processou os componentes daquele grupo, ficaram medrosos, até hoje os asseclas não tem coragem de voltar a protestar naquelas terras rsrsrs.

FOTOS: Escola em Mossoró é depredada e marginais ainda deixam ameaças para direção

397e2f9e6da9da94168d0efdd8e6e14e 21398ffd8cffaf06dc3802d6ddd55a54 c6aed1b517690b408567de0fb0cf4ffeFotos e informações de Tiago Roberto

Marginais invadiram a Escola Estadual Jerônimo Vingt-Rosado, em Mossoró, na madrugada desta terça-feira(25), e destruíram lâmpadas, espalharam lixo e ainda escreveram ameaças, especialmente, direcionadas a coordenadora e diretora.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gil disse:

    BOA TARDE RN!, GOSTARIA QUE COM ESSA!!!!, FOSSE VISTA AO Ministério Publico competente…….URGENTE, E SE POSSIVEL COM TRANSPARENCIA.

FOTO: vândalos destroem parte de braço da estátua de Iemanjá, na Praia do Meio

FotoFoto: Reprodução – Intertv Cabugi

É muita falta do que fazer. Falta mesmo de respeito! Durante o carnaval em Natal, nesta quarta-feira (5), a estátua de Iemanjá, na praia do meio, teve parte do braço esquerdo destruído por vândalos.

A Federação de Umbanda e Candomblé do Rio Grande do Norte é responsável pela manutenção do monumento e enviará uma equipe para avaliar o estrago e providência de reparo.

Dois serão indiciados por depredação na CMN; outra parte corre risco de processo por falsidade ideológica e formação de quadrilha

A Polícia Civil pretende concluir até o dia 22 de novembro o inquérito sobre a ocupação e depredação da Câmara Municipal do Natal, registrado durante dez dias no mês passado. As informações foram confirmadas pelo delegado Elivaldo Jácome, a Tribuna do Norte. De acordo com a matéria, duas pessoas, de identidades não reveladas, foram denunciadas pelos danos ao prédio da CMN. Além dos acusados, parte dos 19 membros do acampamento, será indiciada por falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Segundo o delegado Elivaldo Jácome, as 19 pessoas com nomes listados no pedido de habeas corpus não estavam entre os envolvidos nos atos de depredação do Palácio Padre Miguelinho e, por isso, não poderiam ser denunciados por dano ao patrimônio público. Contudo, a Polícia identificou um crime ainda mais grave, através dos depoimentos e do próprio documento encaminhado ao Judiciário: pessoas que forneceram os nomes para serem listados como pacientes na ação, mas não estavam ocupando o prédio, tiveram a “clara intenção de induzir o Judiciário ao erro”, incorrendo no crime de falsidade ideológica.

De acordo com o Corpo Jurídico Voluntário (CJV), que prestou assessoria jurídica aos ocupantes da CMN, membros do grupo forneceram os nomes, mas as pessoas listadas são inocentes. Para o delegado Elivaldo Jácome, as pessoas que assinaram conscientemente como pacientes e não estavam ocupando a CMN, além de responderem por falsidade ideológica, também serão indiciadas por formação de quadrilha.

Sobre a depredação, a Polícia Civil identificou dois homens como autores aos danos no portão e na portaria da Câmara, com provas, inclusive, já anexadas nos processos. Eles serão qualificados, ouvidos e indiciados na próxima semana. Se denunciados, por dano ao patrimônio público podem pegar de 6 meses a 3 anos de prisão. Já no caso do crime de falsidade ideológica, as penas variam entre 1 e 5 anos de prisão e multa, enquanto a pena por formação de quadrilha vai de 1 a 3 anos de reclusão.

Dezenove suspeitos de depredação em prédio da Câmara Municipal de Natal serão ouvidos por delegado

Dezenove são os suspeitos de depredação da Câmara Municipal de Natal durante os 10 dias em que foi ”tomado” por manifestantes do Movimento Passe Livre. É o que disse o presidente da Casa, o vereador Albert Dickson (PP).

Em decorrência dos prejuízos que somam mais de R$ 30 mil, segundo o presidente da CMN, um inquérito foi aberto para apurar o caso na 1ª Delegacia de Polícia Civil, sob o comando do delegado Elivaldo Jácome.

A lista com os suspeitos já está anexada ao inquérito e cada um deles será ouvido nos próximos dias, assim como o próprio vereador Albert Dickson (PP), este a prestar depoimento ainda nesta semana, na quinta-feira(31), e que afirma que a Câmara tem diversas provas gravadas e fotografadas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. primo das primas disse:

    Só r$ 30 mil? Quantos grades foram refeitas e o investimento contra depredação nos últimos meses?

Prédios da Prefeitura são depredados enquanto município aluga imóveis

A repórter Maiara Felipe informa em matéria do Diário de Natal que os prédios da Prefeitura do Natal são depredados, enquanto o Município aluga imóveis.

O abre alas é a Semurb, que tem prédio próprio mas decidiu alugar por R$ 60 mil mensais uma mansão de luxo em Candelária. Resultado: o prédio original, na Ribeira, após promessas de reformas, está completamente depredado.

Na evolução do enredo, temos o Pronto-Atendimento Sandra Celeste, que tinha sede própria na Bernardo Vieira e se mudou para imóvel alugado na Jaguarari, que teve de ser reformado – por R$ 500 mil. Paga-se R$ 30 mil pelo aluguel.

A situação se repete no antigo Horto do Paço da Pátria. “Praticamente não há mais prédio no local. Os vândalos levaram desde telhas até as estruturas de concreto”, diz o texto do DN.

Desde que o órgão saiu da antiga sede na Ribeira, o prédio antigo está abandonado. Entre promessas de reforma e novos projetos, o local continua servindo como abrigo para vândalos e já foi completamente depredado.
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. cecilia disse:

    O prédio antigo do pronto socorro infantil Sandra Celeste é constantemente depredado por vândalos que utilizam o espaço para usarem drogas, basta ficar na esquina da Av Bernardo Vieira com Av.coronel Estevam que sente-se o cheiro da maconha e o pior é para a EE Francisco Ivo que fica por trás do posto: o vento leva a fumaça da maconha p dentro da escola