Índice de Preços ao Consumidor(IPC) e Cesta Básica aumentam no mês de setembro em Natal

O Índice de Preços ao Consumidor – IPC, da cidade do Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema, através da Coordenadoria de Estudos Socioeconômicos – CES, registrou no mês de setembro, uma variação positiva de 0,51% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a variação no ano ficou em 2,89%, nos últimos doze meses (Outubro/19 a Setembro/2020) atingiu atingiu 4,27% e 499,88% desde o início do Plano Real.

O grupo Alimentação e Bebidas, que responde por 32,43% do índice geral em termos de participação no orçamento familiar, apresentou uma variação positiva de 0,91% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Óleos e Gorduras (7,43%), Carnes (7,31%), Carnes, Peixes e Industrializados (4,59%), Leites e Derivados (3,60%), Pescados (2,18%) e Açúcares e Derivados (2,16%).

O grupo Artigos de Residência apresentou neste período uma variação positiva de 0,77% em função do aumento de preços nos seguintes itens: Utensílios e Enfeites (1,45%), Mobiliário (1,12%) e Cama, Mesa e Banho (0,48%). O grupo Comunicação apresentou uma variação positiva de 0,44%. O item que mais contribuíram para esse aumento de preço foi: TV a Cabo (0,22%).

Cesta Básica:

O custo da Cesta Básica teve uma variação positiva de 0,33% em relação ao mês anterior. Dos produtos que compõem a Cesta Básica, nove tiveram variação positiva: Arroz (14,31%), Óleo (4,99%), Carne de Boi (3,21%), Margarina (3,17%), Feijão (1,69%), Frutas (1,64%), Pão (1,11%), Açúcar (0,94%) e Farinha (0,72%). As variações negativas ocorreram em quatro produtos restantes: Tubérculos (-11,02%), Legumes (-6,11%), Café (-0,91%) e Leite (-0,65%).

O custo com alimentação por pessoa foi de R$ 411,32. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 1.645,28. Se a essa quantia fossem adicionados os gastos com Vestuário, Despesas Pessoais, Transportes, dentre outros o dispêndio total seria de R$ 5.073,42.

INFLAÇÃO NATAL

Setembro de 2020

Variação no mês: 0,51%

Variação no ano: 2,89%

IPC MENSAL – 2020

Jan 0,72%

Fev 0,29%

Mar 0,51%

Abr 0,03%

Mai -0,23%

Jun 0,32%

Jul 0,42%

Ago 0,28%

Set 0,51%

CONFIRA AQUI

Um milhão de vibradores e consolos chegaram às casas dos brasileiros com isolamento social e vendas de sex shops aumentam 50%; veja quem são os maiores consumidores e o campeão de procura

Foto: Arquivo

Com um aumento de 50% nas vendas, um milhão de vibradores e consolos chegaram às casas dos brasileiros durante o período de isolamento social por causa da chegada do novo coronavírus ao país. Estes itens são os campões de procura no segmento de sex shops, que teve resultado total 4,12% superior, de março até agora, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da pesquisa “Perfil do mercado erótico durante a quarentena”, divulgada pelo portal MercadoErotico.Org.

Mulheres casadas na faixa de 25 a 35 anos foram as que mais procuraram vibradores, segundo a pesquisa.

— O mercado está otimista porque as pessoas estão ociosas em casa e precisam inovar no relacionamento. Quem tem presença forte na internet e delivery está se saindo bem durante a quarentena, e projeta-se um crescimento anual até maior do que a projeção de 8,45% citada em nosso levantamento — afirma Paula Aguiar, ex-presidente da Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico e autora da pesquisa inédita.

Mulheres são 65% das clientes. Casados e casadas somam 27,8%, contra os 13,9% dos solteiros. E a faixa jovem representa 51,4 % dos compradores. Entre 35 a 44 anos, são 37,1%.

De olho nas necessidades da quarentena, uma estratégia adotada pelos sex shops tem sido montar um “kit sobrevivência sexual” para oferecer aos clientes. Grupos de apoio sexual no WhatsApp também divulgam os itens do prazer. E a multicanalidade na hora das vendas, como e-commerce e presença em redes sociais, são determinantes para fechar negócios.

Extra – O Globo

Casos de Covid-19 aumentam no RN e Governo reforça necessidade do isolamento

Foto: Elisa Elsie

Ao apresentar os números atualizados até a manhã desta segunda-feira (13), sobre a pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado da Saúde Pública Cipriano Maia foi taxativo: “Queremos que população continue colaborando, ficando em casa e tomando todas as precauções por que estamos numa curva ascendente. Os números de casos confirmados e mortes estão aumentando”.

Estão confirmados 339 casos de pessoas contaminadas em 27 municípios. São pessoas na faixa etária dos 20 aos 59 anos. O número de óbitos em consequência do novo coronavírus é de 17, ocorridos em 8 municípios. Outros 12 óbitos estão em investigação. Há 110 pessoas internadas, entre casos confirmados e suspeitos – 62 em hospitais públicos e 48 em hospitais privados. A relação de casos confirmados no RN é de 9,1 ocorrências por 100 mil habitantes. A letalidade é de quase 5%.

“Precisamos continuar em alerta. A curva de ocorrências é ascendente. É necessário manter o isolamento, permanecer em casa. Apenas aqueles que trabalham em atividades essenciais devem sair e guardar todas as medidas de proteção recomendadas pelas autoridades sanitárias”, reforçou Cipriano Maia.

Ele informou que o Governo do RN está avançando nas parcerias com os municípios na elaboração de planos de contingência para o novo coronavírus. “Esta semana vamos avançar na implantação do plano de contingência e contamos com o entendimento e com o apoio dos governos municipais para ofertar atendimento adequado no interior”, afirmou o secretário da Saúde, explicando que a maior dificuldade é adquirir respiradores.

O Laboratório Central do Governo do Estado (Lacen) processou todos os exames que recebeu. Foram realizados 1.897 exames até o último domingo (12). “Retomamos a regularidade dos exames. Eles são necessários para que tenhamos o menor número de casos, de ocorrências graves, e possamos sair da pandemia com os menores danos possíveis. E vamos manter as testagens em parceria com Instituto de Medicina Tropical da UFRN”, afirmou Cipriano.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maurício disse:

    Faltou o nobre secretário, dizer o número dos curados.
    No ministério da Saúde o MITO mandou divulgar também, não só os dos mortos.
    Aliás, por falar em MITO, votei e vou votor de novo, depois vou votar em dr MORO, isso é coisa certa, tá sacramentado, e morreu Maria preá.
    NÃO MUDO NEM POR CEM, UMA COCADA E UMA FANTA.
    FIRME E FORTE.
    Agora, pros arrependidos, mentirosos, se não quiser cair, se deite.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Esse homem tem funerária, é? Com esse pessimismo todo pras mortes

  3. Clara disse:

    Interessante a fala do secretário, sobretudo por exigir que servidores em situação de risco, cujo trabalho pode ser feito remotamente, tenham que comparecer à SESAP. É hipocrisia que chama?

  4. RICARDO LÚCIDO disse:

    BG , parabéns pela forma democrática como conduz seu blog . Espaço para opiniões divergentes e principalmente o fato de não direcionar as postagens , coisa que observamos em outros blogs . Agora vamos lá : até agora não estou entendendo essa revolta com a fala do ministro Madetta . Eles explanou a conduta do seu ministério e criticou quem não respeita a quarentena . O presidente , votei nele e me arrependo , tem como ele mesmo disse a caneta cheia de tinta . Resolvido ; demita o homem rapaz , coloque quem achar melhor no lugar dele . Agora para isso é preciso coragem e coragem não é ficar falando besteira na porta do palácio . Coragem é atitude com responsabilidade e assumindo as consequência . Não entendo a polêmica . Mandetta é político , está ministro , tem uma filosofia de trabalho e pode ser demitido , aliais se o mito , votei nele e me arrependo , o tivesse demitido não viveríamos mais áreas polêmica besta . Quanto ao fato dele querer ser candidato . Qual o problema ? Ele te todo direito . Demite logo e pronto rapaz .

  5. mauricio disse:

    O GOVERNO DO ESTADO JA TEM EM MÃOS ESTUDOS QUE COMPROVAM ESSA TEORIA? É SO UMA PERGUNTA

  6. Lilico disse:

    Cipriano capa preta, só não justifique os 11.000 óbitos, se controle, Fafá Bokus não gostou da brincadeira, se foi verdade essa projeção muito pior!!!

  7. Lilico disse:

    Por favor senhor secretário de saúde do RN., simplesmente não seja um pregador de pânico, terror e medo na população, já basta a incompetência dos senhores. Governo e Secretariado!!!

  8. duendevermelho disse:

    INCOMPETENTE!

  9. Michelle Freire disse:

    Lá venhe o papa defunto quero matar o povo de fome o vírus mas letal ao RN

Inscrições em sites de traição aumentam durante isolamento social

shutterstock

Uma pesquisa aponta que, desde o início do isolamento social, sites voltados para procura de relacionamentos extraconjugais receberam mais inscritos. Isso se intensificou depois do início da crise do novo coronavírus , já que casais tendem a passar mais tempo juntos. Para “fugir do tédio” de seus relacionamentos, alguns cônjuges recorrem à traição online.

Com a quarentena , a página IllicitEncounters.com teve 18% de aumento em suas atividades no último mês de membros homens, segundo reportagem do Daily Mail . Para mulheres, este número cai para 12%. Dos homens, 74% dizem estar procurando por uma “aventura escondida” porque estão “entediados” de viver sob as regras de suas esposas.

Enquanto isso, dois terços das mulheres dizem que quanto mais tempo passam com os maridos, mais percebem as fraquezas dentro do próprio casamento .

Usuários contam ao jornal que conseguem iniciar os casos enviando fotos provocantes aos novos parceiros. Além disso, apps como FaceTime e Skype são muito usados para dates virtuais, já que ambos não podem se encontrar pessoalmente.

Uma das usuárias chamada Sarah, casada há 12 anos com Paul, diz que começou a usar o site para ter alguns caso. Ela explica que a maior questão entre os dois é a falta de sexo. “Eu sempre quis mais contato físico. Se eu pudesse avaliar nossos apetites sexuais, eu seria um nove e ele seria um cinco”, diz.

Sarah ainda fala que a ansiedade sobre a crise do coronavírus afetou ainda mais o desejo sexual do marido. Há pelo menos um mês que não transam. “Eu não quero deixá-lo, mas não consigo continuar sem fazer sexo regularmente”, explica.

No último ano, ela chegou a cometer traição duas vezes. Sarah teve encontros discretos com esses homens para conseguir “satisfazer seu desejo por contato físico”. O primeiro era um gerente de bar que, assim como ela, estava casado com alguém que não queria transar. Ele tinha um filho pequeno e, apesar de querer fazer sexo, não quer conturbar a situação com a família.

Desde o início da crise do coronavírus , a mulher fez contato com este segundo homem. “Ele estava entediado em casa e queria encontrar uma mulher que vivesse próximo dele, porque não quer deixar a esposa”, diz. Eles têm conversado por FaceTime, flertando e trocando nudes. “Mal posso esperar para encontrar com ele”, diz, animada.

Enquanto isso, Sean, 49, está traindo sua parceira Rebecca, com quem está há 18 anos. Ela também é mãe de seus dois filhos adolescentes. O par está junto desde a escola. “Eu me casei com o amor da minha infância e percebi que só havia dormido com ela”, explica o homem.

Apesar de não querer acabar com o casamento, ele começou a se perguntar como seria transar com outra pessoa. Assim, entendeu que a traição poderia ser a melhor saída. “Procurei por alguém que também estivesse com outra pessoa e que fosse discreta”, diz. Ele teve dois casos com mulheres de Manchester e diz que foi “bem excitante”.

Desde o início do isolamento, Sean encontrou uma terceira mulher que mora perto de sua casa. Os dois vivem conversando via FaceTime e já planejam um encontro em um hotel logo depois que a situação se resolver.

IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vadinho disse:

    Vou já fazer a minha.kkkk

Amazon remove anúncios de vendedores que aumentam preços de álcool em gel

Foto: Pixabay/Divulgação/Reprodução

A Amazon começou a remover anúncios de vendedores que aumentaram repetidas vezes os preços de álcool em gel diante da pandemia do coronavírus (Covid-19). O preços de anúncios chegaram a subir, por exemplo, de 8 dólares para 70 dólares.

Os vendedores que não tiveram anúncios removidos foram alertados para parar o aumento de preços de álcool em gel. Caso contrário, a empresa irá bloquear essas contas.

A atitude não é só da Amazon. eBay, Walmart e outras empresas de comércio eletrônico também tentam conter o aumento de preços em face da crise global de saúde pública causada pelo Covid-19, de acordo com reportagem do jornal americano The New York Times.

Após as medidas da Amazon, os preços voltaram a cair. Além dos potes de álcool em gel, que voltaram para a casa dos 20 dólares, as máscaras faciais também tiveram aumento. Elas chegaram a custar mais de 150 dólares entre o fim de fevereiro e o começo de março, mas agora estão abaixo dos 100 dólares — antes do coronavírus, o preço era de cerca de 70 dólares.

No Brasil, a procura online por álcool em gel também disparou nos últimos dias. Um levantamento do site e app comparador de preços Zoom mostra que o crescimento nas pesquisas pelo produto foi de 158% entre os dias 1º e 11 de março. As máscaras tiveram aumento de 37% nas pesquisas. No Google Trends, site do Google mostra tendências de pesquisas na internet, o interesse por álcool em gel é oito vezes mais do que no começo deste ano.

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos disse:

    Não é só álcool gel que subiu… Hj de manhã comprei um pacote com 50 máscaras a R$ 62,00…. Antes custava R$ 25,00. Um cliente anunciou que dois dias antes comprou um pacote com 100 máscaras a R$ 43,00. E subiu (e sumiu tb) o preço dos demais produtos…. olha aí a especulação monetária diante da doença…

  2. Dary Filho disse:

    Parabéns para a AMAZON.

Latrocínios aumentam 333% em fevereiro de 2020 no RN, destaca reportagem

Foto: Divulgação

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(03) que o Rio Grande do Norte registrou um aumento de 333% no número de latrocínios – mortes de vítimas durante assaltos – no mês de fevereiro de 2020, na comparação com o mesmo mês em 2019. Foram 13 assassinatos deste tipo, praticamente um a cada dois dias – contra três em fevereiro do ano passado. O número também representa crescimento de 160% na comparação com janeiro, quando houve 5 latrocínios.

As mortes violentas em geral aumentaram praticamente 40% no mês – foram 144 contra 103 no período anterior. Com exceção de lesão corporal com resultado em morte, que se manteve estável, houve crescimento em todos os tipos de crimes letais intencionais ao longo do mês. O aumento da violência ocorre após constatação de quedas nos números da violência no ano de 2019 e mesmo em janeiro deste ano – acompanhados pelo Monitor da Violência, do G1. Leia reportagem completa aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Deixa de ser idiota Everton, esse serviço de repressão ou controle da segurança é de inteira responsabilidade da governadora, pena que ela seja do time dos cavalos é petistas.

  2. PT só CANALHAS disse:

    Interessante, quando o número é favorável é mérito de Fátima, mas foi desfavorável a culpa é de Bolsonaro. Quanto mais conheço a esquerda mais nojo da.🤮🤮🤮

  3. Everton disse:

    E nada de Bolsonaro resolver o problema da segurança pública.
    Foi promessa de campanha dele!!!

    • Pablo disse:

      Heim? oi? o quê? dãããããããmmmmm
      Quer dizer que o problema na insegurança no RN é de Bolsonaro? Como assim? Pode desenhar para ver se consigo entender?
      Deixa desenhar para você:
      No RN a insegurança diminui 500% – Viva, Fátima botou os bandidos para correr.
      No RN os assassinatos aumentam 333% – Cadê a promessa de campanha de Bolsonaro em acabar com a insegurança?
      Quantas viaturas, armas e coletes o governo estado comprou para o RN?
      Quantas viaturas, armas e coletes a PM do RN recebeu do governo federal?
      Vá a um psiquiatra Everton, seu caso é terminal

    • Cidadão disse:

      Só comenta asneiras 🐴

  4. Gustavo disse:

    Chama o Moro que ele resolve. Igual aconteceu no Ceará. Esquerda não tem competência pra nada. Aliás, eles adoram o crime e a bandidagem.

    • Sebastião disse:

      A esquerdalha só fez esparramar as ramificações das facções do pcc e cv com suas sucursais em todos os bairros de todos os municípios dos estados desse Brasil, Moro tem feito muito pra quebrar essa espinha dorsal dos crimes no país, mas pelo jeito, vão ser nescessário mais uns anos no comando das ações da justiça dessa nação. Os petralhas e o crime são unha e cutícula, não sobrevivem separados.

    • Osvaldo disse:

      Vai procurar o Queiroz que é melhor .

  5. BRASILACIMADETUDO disse:

    E não era Fátima que anunciava aos quatro ventos que diminuiu drasticamente os índices de violência aqui no RN? Kd essa redução? Só vejo todos os dias roubos, latrocínios, assaltos aumentando.

Puxado principalmente pelas compras de órgãos públicos, registros de novas armas de fogo aumentam 63% no RN em 2019

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(18) que o número de novas armas de fogo registradas no Rio Grande do Norte cresceu 63% em 2019 na comparação com o ano anterior. Segundo os dados da Polícia Federal, divulgados a pedido do veículo de imprensa, foram 2.051 registros no ano passado, contra 1.259 em 2018. Ao todo, o estado conta com quase 27 mil armas legalizadas desde 2009. Por outro lado, o registro de porte de armas caiu 18% no período entre os dois anos. Apesar dos decretos federais publicados no ano passado para facilitar a posse de arma, o crescimento de armas registradas no estado foi puxado principalmente pelas compras de órgãos públicos, que passaram de 30 em 2018 para 940 registros no ano passado. O pico no mês de agosto foi puxado pelo registro de 900 armas pelo Estado. Veja detalhes aqui em texto na íntegra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão disse:

    Bolsonaro está armando sua milícia igual Hugo Chavez fez na Venezuela

    • Yury disse:

      Aceita bebê, até 2026 vai ser assim, e depois vem Moro, chora não bebê kkkkk

Índices de desidratação aumentam no verão

Para prevenir a doença, principalmente em crianças, o ideal é hidratá-las com água pura e saudável, como a mineral. Foto: Ilustrativa

Informe Publicitário

Com temperaturas que ultrapassam os 30 graus, o verão potiguar é conhecido pelo seu calor intenso e sol em abundância. O clima mais quente, apesar de ser o ideal para quem gosta de veranear, também pode ser um perigo para a saúde, isso porque a desidratação é uma das principais causas de idas a hospitais nesta época do ano. A doença pode chegar de forma silenciosa, mas tem consequências graves, principalmente quando acomete grupos de riscos, como as crianças e idosos.

Com níveis que podem variar de leve a grave, a desidratação acontece principalmente pela baixa concentração de água no organismo, mas também pela pouca quantidade de minerais e líquidos no corpo, o que dificulta a realização de funções normais do organismo humano. Essa diminuição de fluidos é consequência da falta de reposição da água perdida pelo corpo por meio de suor, urina e fezes, por exemplo. No verão, como a transpiração aumenta e as atividades corporais também, esse quadro torna-se mais propício.

As crianças, por serem mais ativas, tendem a perder água mais facilmente e não possuem a iniciativa de repô-la. Por isso, o ideal é que os responsáveis fiquem atentos e intensifiquem a hidratação dos pequenos. Para tornar esse procedimento mais fácil, pode-se optar por outras fontes de água como frutas e suco, mas o consumo da água pura é indispensável.

A escolha da água também é um ponto importante nessa questão. Para garantir uma hidratação eficaz e ainda afastar os riscos de contaminação, o ideal é consumir água mineral, que não passa por nenhum processo que altera as características microbiológicas, químicas e físico-químicas. Além disso, a água mineral é mais saudável por já possuir naturalmente todos os sais minerais que o organismo precisa, sem precisar de adição.

A água mineral é identificada com um selo fiscal azul colado no lacre da tampa. Além disso, é essencial que o cliente verifique a data de validade e realize a correta higienização do garrafão, para garantir o consumo de uma água livre de contaminação.

Água Mineral do RN

O movimento #AguaMineralDoRN é uma iniciativa do Sindicato da Indústria de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte (SICRAMIRN), ancorada por todas as empresas de água mineral do Rio Grande do Norte. A missão, mais que informar ou vender, é conscientizar: trazer para a população os benefícios da água mineral natural, sua qualidade e o que a difere das demais.

A água é essencial não só para a vida humana, como para todos os seres vivos. Destacar a qualidade e os diferenciais da água mineral natural é muito mais do que fortalecer empresas, é valorizar um produto natural e importantíssimo para a nossa vida. Mais informações: aguamineraldorn.com.br

Frio e gripe aumentam risco de infarto e AVC, alerta cardiologista

Foto: Freepik

A incidência de infarto e AVC (acidente vascular cerebral) aumenta em 30% e 20%, respectivamente, durante o inverno.

Estudos em vários lugares do mundo mostram que a cada 10°C de queda da temperatura, o risco de infarto cresce 7%, especialmente em ambientes abaixo de 14°C.

Nesta época do ano, em que é comum que as pessoas quem gripadas, os problemas provocados pelo vírus influenza potencializam a chance de um infarto ou derrame.

No caso do frio, o médico Roberto Kalil Filho, cardiologista e presidente do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP), relata que quando o corpo é submetido a baixas temperaturas ocorre a vasoconstrição.

“O aumento da pressão sanguínea sobre a parede dos vasos que estão com o calibre reduzido, além de sobrecarregar o coração, facilita o desprendimento de placas de gordura localizadas no interior das artérias, que podem bloquear o fluxo do sangue para o coração e para o cérebro.”

Isso acontece porque o organismo luta para manter a temperatura corporal em torno de 36°C. Com o frio, é liberada uma substância chamada catecolamina. que evita a perda de calor em órgãos vitais.

Por isso, as extremidades do corpo, como mãos, pés, orelhas e nariz costumam ficar geladas e às vezes até avermelhadas ou arroxeadas.

O hábito de ingerir menor quantidade de líquidos em dias frios contribui para aumentar a chance de entupimento de artérias, acrescenta o médico.

“Como sentem menos sede no frio, as pessoas acabam ingerindo menos líquido e desidratam. O sangue mais denso e viscoso coagula mais facilmente, o que colabora também para o aumento da pressão sanguínea”, acrescenta Kalil Filho.

Não fosse isso suficiente, quadros gripais também podem piorar a situação.

Doenças respiratórias provocam inflamação nos vasos sanguíneos, aumentando o risco de desprendimento de placas de gordura localizadas nas artérias.

Como prevenir

O cardiologista do InCor alerta que determinados indivíduos precisam ficar mais atentos nesta época do ano. São eles:

• Pessoas que já tiveram infarto ou AVC
• Pacientes que precisaram desobstruir alguma artéria
• Hipertensos
• Diabéticos
• Indivíduos com colesterol alto
• Sedentários
• Fumantes
• Obesos

A principal recomendação é evitar a exposição a baixas temperaturas. Se precisar sair, agasalhe-se bem. Outras dicas são importantes:

• Evitar alimentos pesados, ricos em sal e gordura (especialmente à noite)
• Praticar atividades físicas
• Vacinar-se contra a gripe
• Ingerir líquidos com frequência

R7