Economia

Com alimentos e bebidas liderando alta, Índice de Preços ao Consumidor(IPC) aumenta em agosto em Natal; veja produtos que mais ‘pesaram’ no bolso

Dos treze produtos que compõem a cesta, oito tiveram variação positiva como o café, açúcar, margarina, farinha, legumes, leite e feijão. Foto: Sandro Menezes

O Índice de Preços ao Consumidor – IPC, da cidade do Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema, através da Coordenadoria de Estudos Socioeconômicos – CES registrou no mês de agosto de 2021, aumentou 0,67%, em relação ao mês anterior. Com este resultado, a variação no ano ficou em 5,13%, já nos últimos doze meses (Setembro/2020 a Agosto/2021) atingiu 8,55% e 547,88% desde o início do Plano Real.

O grupo Alimentação e Bebidas, que responde por 32,43% do índice geral em termos de participação no orçamento familiar, apresentou uma variação positiva de 1,05% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Farinhas, Féculas e Massas (5,84%), Bebidas e Infusões (4,44%), Açúcares e Derivados (3,62%), Tubérculos, Raízes e Legumes (3,07%), Óleos e Gorduras (2,45%) e Sal e Condimentos (2,41%).

O setor de Transporte apresentou neste período uma variação positiva de 0,63% em função do aumento de preços nos seguintes itens: Veículo Próprio (1,17%) e Transporte Público (0,76%).

O grupo artigos de residência apresentou uma variação positiva de 0,54%. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Cama, Mesa e Banho (1,39%), Eletrodomésticos e Equipamentos (1,29%), TV, Som e Informática (0,74%) e Utensílios e Enfeites (0,69%).

INFLAÇÃO NATAL

Agosto de 2021

Variação no mês: 0,67%

Variação no ano: 5,13%

IPC

Janeiro – 0,57%

Fevereiro – 0,49%

Março – 0,79%

Abril – 0,62%

Maio – 0,43%

Junho – 0,53%

Julho – 0,92%

Agosto – 0,67%

Opinião dos leitores

  1. O mito está tomando, discretamente, o dinheiro dos otários que tem recursos na poupança. A garfada só neste ano vai ser de quase 10%. De outra forma, para o gado entender, a grana que vc tinha guardada, compra 10% menos produtos do que um ano atrás.

    1. Pelo menos não tá com arrumado com construtoras com sub faturamentos em obras inacabadas e nem secando a Petrobras, caixa, bb e bndes.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Numa colaboração sem precedentes na pandemia, cientistas detalham pela primeira vez fatores genéticos que aumentam o risco de adoecer e morrer de Covid-19

Foto: NICOLAS AGUILERA / AFP

Numa colaboração sem precedentes na pandemia, cientistas identificaram fatores genéticos que aumentam o risco de contrair e desenvolver casos graves de Covid-19. O trabalho é resultado da análise de dados de 46 estudos, de 19 países, realizados por 3.300 pesquisadores e foi publicado nesta quinta-feira pela revista Nature. Foram descobertas 13 regiões do genoma humano, em oito cromossomos, que influenciam o risco de uma pessoa adoecer e morrer de Covid-19.

Para tanto, os pesquisadores trabalharam com dados de 49 mil pessoas com Covid-19 e outros 2 milhões de indivíduos, usados para comparação. Entre os fatores que aumentam o risco de desenvolver Covid-19 grave, ser homem, estar acima do peso e mais velho são os principais. Ter diabetes, doenças cardiovasculares e hipertensão também contam.

Mas há pessoas sem nenhuma comorbidade conhecida que adoecem com severidade. E outras que, apesar de comorbidades, sequer apresentam sintomas. Determinadas alterações genéticas podem explicar esses casos misteriosos e também potencializar os danos de comorbidades conhecidas.

Os cientistas da rede Iniciativa para o Estudo da Genética do Hospedeiro (Covid-19-HGI) não identificaram ainda genes específicos e as alterações que poderiam agravar a Covid-19. Mas descobriram que mutações em regiões dos cromossomos 3, 6, 8, 9, 12, 17, 19 e 21 estão associadas à suscetibilidade ou à severidade da doença.

— A maior importância da pesquisa é mostrar que existe um mecanismo genético e que ele fará diferença no curso da doença. Não sabemos quais são os genes envolvidos, mas já podemos afirmar que existem pessoas geneticamente mais suscetíveis. E essa suscetibilidade pode não ser evidente, a não ser que a pessoa seja exposta ao coronavírus — afirma um dos coordenadores da rede, Mark Daly, do Instituto Broad, em Boston.

Genes podem ser decisivos para jovens

No Brasil, a pesquisa contou com a colaboração de cientistas do estudo Determinantes Genéticos de Complicações da Covid-19 na População Brasileira, desenvolvido no Instituto do Coração da USP.

Para os jovens, genes podem ser decisivos. Andrea Ganna, do Instituto de Medicina Molecular da Finlândia, também coordenador da rede global, destacou que a identificação de fatores de risco genético é particularmente importante para os indivíduos mais jovens, que tenham vulnerabilidade não aparente.

Ainda há muito trabalho à frente antes que todos os genes associados à Covid-19 sejam descobertos. Mas uma das primeiras aplicações, quando isso ocorrer, será o desenvolvimento de testes genéticos para detecção de risco aumentado, prognóstico da doença e estratégia de tratamento. Outra, o reposicionamento de remédios que já existem para tratar determinadas conexões biológicas associadas a essas mutações e/ou o desenvolvimento de drogas específicas.

Na apresentação do trabalho, Daly reconheceu que isso pode trazer um grande avanço para alguns, mas aumentar o abismo entre quem tem ou não acesso a serviços de saúde. Ele destacou ainda que a identificação de fatores genéticos associada à Covid-19 aumenta ainda mais a importância de as pessoas se protegerem com os recursos que já existem.

— Se você não se expuser, não vai contrair o coronavírus, mesmo que seja geneticamente mais suscetível. Você não ficará doente ao se proteger. Mais do que a genética, o comportamento é determinante. E existe uma forma universal de prevenção, a vacina — enfatizou Daly.

Pontos vulneráveis ao coronavírus

Para investigar nossos pontos vulneráveis ao coronavírus, os cientistas tanto procuraram alterações genéticas que já haviam sido associadas anteriormente a infecções e a doenças autoimunes, quanto buscaram pontos de convergência em pessoas com quadro graves. Das 13 regiões do genoma relacionadas à Covid-19, seis têm variações específicas da doença e não estão ligadas a qualquer outra enfermidade.

A maioria das regiões do genoma identificadas abriga genes ligados ao sistema imunológico. Porém, algumas estão relacionadas à fisiologia do pulmão e já foram associadas ao câncer e à fibrose pulmonar.

Quatro das 13 áreas do genoma identificadas foram relacionadas à suscetibilidade ao Sars-CoV-2. Isto é, pessoas que possuem esse tipo variação genética correm um risco maior de desenvolver infecção, não necessariamente grave, caso entrem em contato com o coronavírus.

Entre elas está uma posição no cromossomo 3 onde fica o gene SLC6A20. Esse gene ajuda a regular a porta de entrada do coronavírus na célula humana, a proteína ACE2. Variações nesse gene facilitariam a invasão do coronavírus.

Nove das 13 regiões estão ligadas à severidade da Covid-19. Uma delas fica no cromossomo 19 e mutações no gene TYK2 são o fator de risco mais provável. Esse gene ajuda regular o funcionamento do sistema imunológico. Algumas de suas formas alteradas podem aumentar o risco de doenças autoimunes. Já outras foram associadas à chance de desenvolver tuberculose. Na Covid-19, a função do TYK2 estaria reduzida, o que levaria ao agravamento da doença.

Limitações da pesquisa

O estudo tem limitações importantes. Uma delas é ter sido majoritariamente realizado na Europa e na América do Norte. Assim, 80% das pessoas cujos dados foram analisados têm ascendência europeia. Como em genética existem variações populacionais, o trabalho não oferece um quadro global.

Ainda assim, variações encontradas apenas em indivíduos de origem latina ou do leste da Ásia foram identificadas, o que mostra a importância de se investigar a diversidade populacional.

Uma dessas variações ou mutações está no gene FOXP4, no cromossomo 6. Ela foi ligada a formas graves da Covid-19 e é encontrada muito mais frequentemente em populações de ancestralidade latina ou asiática. Mutações no FOXP4 já foram relacionadas a certas formas de câncer de pulmão.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. E viva a ciência que tem hoje, 08 de Julio, como o seu dia. Parabèns a todas e todos que fazem a ciência no país, em que pese termos um ignorante na condução do país e que tem um percentual de seguidores, igualmente ignorantes, que se acham, na sua nociva ignorância, de ter o banheiro como único “laboratório” a ter entrado, com capacidade de questionar pessoas que dedicam suas vidas a produzir ciência. Os bolsominions junto com seu chefe precisam voltar a sua insignificância na vida do país e que ele volta a ser pautado pela sabedoria, pelo amor ao próximo, pela solidariedade e pelo bem da nação e não pelo negacionismo, pela irresponsabilidade, pelo desrespeito, pelas ameaças e pelo assassinato de milhares de pessoas que tiveram sua saúde negligenciada, fruto da irresponsabilidade de quem tem um torturador e assassino como ídolo. O Brasil não é miliciano.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

VEM MAIS ÁGUA – DE NATAL AO INTERIOR: Condições de chuva aumentam no RN entre esta quinta-feira e o fim de semana; veja previsão

Foto: Ilustrativa/Emparn

Após um início de semana com pouco volume, as análises da unidade instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte apontam o aumento do volume das precipitações, a partir desta quinta-feira (13) ao longo da faixa litorânea leste e chegando em todo o estado durante final de semana.

“Possibilidade de ocorrência de chuva mais fortes sobre a faixa leste do Estado entre a quinta dia 13/05 e o domingo dia 16/05. Essas chuvas serão ocasionadas pela presença da Zona de Convergência Intertropical e Sistema Frontal e Instabilidades de Origem Oceânicas ”, explicou o meteorologista, chefe da unidade, Gilmar Bristot.

As temperaturas esperadas variam na capital potiguar entre 24?°C e 30ºC, nas madrugadas e durante o dia, respectivamente. Na região do Seridó e interior do estado, as mínimas deverão variar entre 20º e 34ºC. Já para as regiões serranas, a previsão é de temperatura entre os 20ºC e 31°C.

Previsão

13/05/21-quinta-feira – Céu parcialmente nublado com pancadas de chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

14/05/21-sexta-feira– Céu parcialmente nublado com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas moderadas a qualquer hora.

15/05/21- sábado– Céu parcialmente nublado com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas moderadas a fortes a qualquer hora.

16/05/21- Domingo Céu parcialmente nublado com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas moderadas a fortes a qualquer hora.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

EUA e China instalam porta-aviões no mar e aumentam tensões

Foto: Markus Castaneda/US Pacific Fleet

A atividade militar no Mar da China Meridional aumentou durante o fim de semana quando um porta-aviões chinês entrou na região depois de um grupo de ataque expedicionário da Marinha dos Estados Unidos encerrar seus exercícios.

Os EUA e as Filipinas estavam se preparando para exercícios conjuntos, enquanto o secretário de defesa dos EUA propunha maneiras de aprofundar a cooperação militar entre Washington e Manila depois que a China concentrou seus navios em águas disputadas.

O jornal estatal chinês Global Times disse neste domingo (11) que o primeiro porta-aviões do país, o Liaoning, navegou no Mar da China Meridional neste sábado, após completar uma semana de exercícios navais em torno de Taiwan.

Não houve anúncio oficial da posição de Liaoning, mas o tabloide chinês reproduziu imagens de satélite publicadas pelo veículo americano The War Zone que trata de questões militares.

A chegada do Liaoning ao mar da China Meridional ocorreu depois que um grupo de ataque expedicionário da Marinha dos EUA, liderado pelo porta-aviões USS Theodore Roosevelt e pelo navio de assalto anfíbio USS Makin Island, realizaram exercícios na região um dia antes.

Os dois navios de guerra foram acompanhados por um cruzador, destroieres e navios anfíbios menores. As embarcações também transportaram centenas de forças terrestres da 15ª Unidade Expedicionária da Marinha americana, além de helicópteros de apoio e caças F-35.

“Essa força de ataque expedicionária demonstra plenamente que mantemos uma força preparada para combate capaz de responder a qualquer contingência, evitar agressões e fornecer segurança regional e estabilidade para um Indo-Pacífico livre e aberto”, disse o capitão da Marinha dos Estados Unidos, Stewart Bateshansky, do Esquadrão Anfíbio 3, em um comunicado.

O Global Times apresentou a opinião de um especialista militar chinês, Wei Dongxu, dizendo que os exercícios da Marinha americana foram uma provocação.

Os exercícios do transportador chinês “podem estabelecer posições defensivas marítimas mais amplas, salvaguardar as regiões costeiras da China e manter as atividades militares dos EUA sob controle”, diz o texto, que cita Wei.

Mas um analista norte-americano descreveu a presença de Liaoning no mar da China Meridional como normal durante a primavera, quando as condições climáticas favorecem o treinamento. “O Liaoning vai até lá nesta época do ano [para praticar] defesa aérea e treinamento real de fogo”, disse Carl Schuster, ex-diretor de operações do Centro de Inteligência Conjunto do Comando do Pacífico dos EUA.

Exercícios conjuntos EUA-Filipinas

Nesta segunda-feira (12), mais de 1.700 soldados dos EUA e das Filipinas iniciaram exercícios militares por duas semanas, informou a Reuters, citando o chefe militar filipino, tenente-general Cirilito Sobejana.

Os exercícios se concentrarão em testar a prontidão das tropas americanas e filipinas para responder a eventos como ataques extremistas e desastres naturais, disse o relatório.

Eles acontecem depois que o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, propôs a seu homólogo em Manila, Delfin Lorenzana, maneiras de estreitar os laços entre os militares dos EUA e das Filipinas, disse um comunicado do Pentágono.

As propostas incluíam maneiras de “aumentar a consciência sobre eventuais ameaças no Mar da China Meridional” e vêm depois da “recente concentração de navios militares da República Popular da China nos recifes de Whitsun “, na zona econômica exclusiva das Filipinas nas Ilhas Spratly.

Washington e Manila estão amarrados por um tratado de defesa mútua, que autoridades disseram que poderia entrar em cena no caso de qualquer ação militar chinesa contra navios do governo filipino em torno do recife de Whitsun.

O secretário de Relações Exteriores das Filipinas, Teodoro Locsin Jr., postou no último sábado (10) que trabalhará para que qualquer ataque a navios civis dos filipinos acione o pacto de defesa mútua, informou a CNN Filipinas.

Os comentários de Locsin foram feitos depois que uma equipe de notícias filipina disse na semana passada que seu barco fretado foi perseguido por barcos de guerra chineses enquanto se aproximava de um banco de areia na área disputada de Spratly, de acordo com a reportagem da CNN Filipinas.

“Temos um sério compromisso em ajudar Taiwan a se defender. Temos um sério compromisso com a paz e a segurança no Pacífico Ocidental. E, neste contexto, seria um grave erro alguém tentar mudar essa realidade pela força”. (Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken)

A China reivindica quase todo o Mar da China Meridional de 1,3 milhão de milhas quadradas como seu território, enfrentando reivindicações das Filipinas e de outras nações. Nos últimos anos, Pequim transformou regiões disputadas em ilhas artificiais com a instalação de fortalezas militares.

Pequim acusa Washington e outras marinhas estrangeiras de alimentar tensões na região, enviando navios de guerra como o atual grupo expedicionário liderado pelo porta-aviões Roosevelt.

Tensões em Taiwan

As tensões se estendem até as margens do nordeste do Mar da China Meridional, onde fica a ilha de Taiwan. Pequim reivindica a ilha democrática e autogovernada de quase 24 milhões de habitantes como seu território, embora os dois lados tenham sido governados separadamente por mais de sete décadas.

O presidente chinês, Xi Jinping, prometeu que Pequim nunca permitirá que Taiwan se torne formalmente independente e se recusou a descartar o uso da força, se necessário, para unificar a ilha com o continente.

Antes de se mudar para o Mar da China Meridional no fim de semana, o porta-aviões chinês Liaoning vinha exibindo sua força militar em Taiwan na última semana, segundo a mídia estatal chinesa.

O Exército de Libertação do Povo flanqueava Taiwan com o Liaoning e suas escoltas operando no Oceano Pacífico a leste, além de aviões de guerra a oeste, fazendo incursões na zona de defesa aérea autodeclarada de Taiwan.

Analistas disseram que os exercícios foram um aviso a Taipei e Washington de que Pequim não toleraria nenhum movimento pela independência de Taiwan e estava preparada para agir militarmente para evitar que isso acontecesse.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse, no domingo, que Washington mantém o compromisso de defender Taiwan. “O que é uma preocupação real para nós são as ações cada vez mais agressivas de Pequim contra Taiwan”, disse Blinken no programa Meet the Press, da NBC.

“Temos um sério compromisso em ajudar Taiwan a se defender. Temos um sério compromisso com a paz e a segurança no Pacífico Ocidental. E, neste contexto, seria um grave erro alguém tentar mudar essa realidade pela força”, disse Blinken.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Casos globais de Covid-19 aumentam pela sétima semana consecutiva, diz OMS

Foto: Reprodução / CNN

Já são sete semanas consecutivas de aumento de casos globais de Covid-19 e quatro semanas de aumento de mortes pela doença em todo mundo, alertou nesta segunda-feira (20) o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, durante uma coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça.

“Em janeiro e fevereiro, o mundo viu seis semanas consecutivas de declínio de casos”, disse Tedros. “Já vimos sete semanas consecutivas de aumento de casos e quatro semanas de aumento de mortes. A semana passada foi o quarto maior número de casos em uma única semana até agora.”

Vários países da Ásia e do Oriente Médio viram grandes aumentos de casos, segundo ele. Os aumentos ocorrem apesar de mais de 780 milhões de doses de vacina serem administradas globalmente, disse ele, acrescentando que as vacinas são uma ferramenta vital e poderosa, mas não a única.

Ele enfatizou que as medidas de saúde pública – uso de máscara, distanciamento físico, ventilação, higienização das mãos, vigilância, testes, rastreamento e isolamento – funcionam para impedir infecções e salvar vidas.

“A confusão, a complacência e a inconsistência nas medidas de saúde pública e sua aplicação estão impulsionando a transmissão e custando vidas”, disse Tedros. “É necessária uma abordagem consistente, coordenada e abrangente.”

Vacinação contra a Covid-19 no Brasil

O Brasil é o quinto país no ranking de doses da vacina contra a Covid-19 já aplicadas – são 30.447.033 de doses aplicadas. Em primeiro lugar, estão os Estados Unidos, com 187.047.131.

Nesta segunda-feira (12), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou ter exposto a “situação dramática do Brasil” em conversa com o secretário-geral da ONU, António Guterres. Ele pediu prioridade para o Brasil na entrega dos imunizantes do consórcio Covax Facility.

“Reforcei o pedido de ajuda à ONU para o país se tornar prioridade do consórcio internacional Covax Facility para antecipação da entrega das vacinas”, escreveu Pacheco no Twitter.

Doses a cada 100 habitantes

Quando o número de doses da vacina contra a Covid-19 é analisado a partir de cada 100 pessoas, o Brasil ocupa o 56º lugar no ranking global, com 14,37 doses a cada 100 habitantes. Já entre os países do G20, o Reino Unido fica em primeiro lugar – são 58,32 doses a cada 100 habitantes – e o Brasil em 9º.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

    1. Com certeza Barroso, a culpa é do Presidente, confere.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Índice de Preços ao Consumido e Cesta Básica aumentam no mês de fevereiro em Natal

Foto: Ilustrativa

O custo com alimentação por pessoa foi de R$ 453,34. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 1.813,36.

O Índice de Preços ao Consumidor – IPC, da cidade do Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema, através da Coordenadoria de Estudos Socioeconômicos – CES, registrou no mês de fevereiro, uma variação positiva de 0,49% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a variação no ano ficou em 1,06%, nos últimos doze meses (março/2020 a fevereiro/2021) atingiu 5,75% e 522,82% desde o início do Plano Real.

O grupo Alimentação e Bebidas, que responde por 32,43% do índice geral em termos de participação no orçamento familiar, apresentou uma variação positiva de 0,45% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Hortaliças e Verduras (7,87%), Aves e Ovos (2,88%), Panificados (2,10%), Enlatados e Conservas (1,64%), Carne, Peixes Industrializados (1,20%) e Tubérculos, Raízes e Legumes (1,16%).

O grupo Transporte apresentou neste período uma variação positiva de 1,49% em função do aumento de preços nos seguintes itens: Combustíveis (Veículos) (3,53%), Veículo Próprio (1,29%) e Transporte Público (0,67%). O grupo Educação apresentou uma variação positiva de 1,10%. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Leitura (2,27%), Papelaria (1,07%), Cursos Diversos (0,74%) e Cursos (0,32%).

Cesta Básica:

O custo da Cesta Básica teve uma variação positiva de 1,20% em relação ao mês anterior. Dos treze produtos que compõem a Cesta Básica, nove tiveram variação positiva: Óleo (15,37%), Pão (3,43%), Tubérculos (1,80%), Açúcar (1,41%), Frutas (1,33%), Carne de Boi (0,88%), Legumes (0,86%), Margarina (0,46%), e Feijão (0,32%). As variações negativas ocorreram em quatro produtos: Farinha (-3,16%), Leite (-2,33%), Arroz (-0,74%) e Café (-0,53%).

As despesas com os produtos essenciais, o custo com a Alimentação por pessoa foi de R$ 453,34. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 1.813,36. Se a essa quantia fossem adicionados os gastos com Vestuário, Despesas Pessoais, Transportes etc., o dispêndio total seria de R$ 5.591,72.

INFLAÇÃO NATAL

Fevereiro de 2021

Variação no mês: 0,49%

Variação no ano: 5,75%

Opinião dos leitores

  1. Lula vai voltar . A situação vai melhorar . O roubo vai aumentar e a turma de cima vai enricar . O resto já esta´ e vai se lascar muito mais. EITA BRASIL VEIO DE GUERRA.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Índice de Preços ao Consumidor e Cesta Básica aumentam no mês de janeiro em Natal

O Índice de Preços ao Consumidor – IPC, da cidade do Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema, através da Coordenadoria de Estudos Socioeconômicos – CES, registrou no mês de janeiro, uma variação positiva de 0,57% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a variação no ano ficou em 0,57%, nos últimos doze meses ( Fevereiro/2020 a Janeiro/2021) atingiu atingiu 5,54% e 519,79% desde o início do Plano Real.

O grupo Alimentação e Bebidas, que responde por 32,43% do índice geral em termos de participação no orçamento familiar, apresentou uma variação positiva de 0,69% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram:Óleos e Gorduras(3,28%), Frutas(2,49%), Leites e Derivados(2,34%), Bebidas e Infusões(2,10%), Panificados(1,74%) e Enlatados e Conservas(1,58%).

O grupo Transporte apresentou neste período uma variação positiva de 1,57%em função do aumento de preços nos seguintes itens:Combustíveis (Veículos)(2,85%)e Veículo Próprio (2,49%).O grupo Habitação apresentou uma variação positiva de 0,44%.Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Aluguel e Taxas (1,39%) e Artigos de Limpeza(0,66%).

Cesta Básica:

O custo da Cesta Básica teve uma variação positiva de 0,04% em relação ao mês anterior. Dos produtos que compõem a Cesta Básica, sete tiveram variação positiva: Tubérculos (4,58%), Óleo(4,39%), Farinha(4,00%), Arroz(2,19%), Café(1,87%), Leite(1,58%) e Frutas (0,98%). As variações negativas ocorreram em dois produtos restantes: Legumes(-3,69%), Pão (-1,60%), Carne de Boi (-1,30%), Margarina (-0,99%), Feijão (-0,52%) e Açúcar (-0,32%).

O custo com alimentação por pessoa foi de R$ 447,98. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 1.791,92. Se a essa quantia fossem adicionados os gastos com Vestuário, Despesas Pessoais, Transportes, dentre outros o dispêndio total seria de R$ 5.525,60.

INFLAÇÃO NATAL

Janeiro de 2021

Variação no mês: 0,54%

Variação no ano: 5,54%

IPC MENSAL – 2021

Jan 0,57%

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

NEM A CASINHA DO PAPAI NOEL ESCAPA: Depredação e furtos contra o patrimônio público aumentam em Natal

Foto: Divulgação SEMSUR

As ocorrências de crimes contra o patrimônio público têm se tornado frequentes em Natal. Cemitérios, monumentos, rede de iluminação pública e até a casinha de Papai Noel da Praça da Árvore têm sido os principais alvos do vandalismo. Criminosos estão roubando o cabeamento da rede elétrica de importantes avenidas e alamedas da cidade, violando túmulos nos cemitérios, furtando monumentos de bronze e nem mesmo a casinha de Papai Noel escapa da ação dos vândalos.

O caso de roubo e depredação mais recente ao patrimônio municipal ocorreu neste final de semana, no tradicional Cemitério do Alecrim, na zona Leste de Natal. Os criminosos invadiram o local, violaram e danificaram a estrutura de 30 túmulos para roubar peças de bronze – como argolas, crucifixos e letreiros de identificação.

O processo de retirada desses objetos se dá após a depredação de parte da estrutura dos túmulos construídos com alvenaria ou mármore. A administração do cemitério registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil para investigação do caso. Inaugurado em 1856, o Cemitério do Alecrim é tombado como patrimônio histórico e cultural de Natal desde 2011.

Neste final de semana, a casinha de Papai Noel, na Árvore de Natal, em Mirassol, foi invadida, depredada e roubada por vândalos e criminosos. Eles quebraram a janela e roubaram objetos de uso do Papai Noel, além de mesas de canto de madeira e material de isopor. Como ocorrem todos os anos, a casinha de Papai Noel foi afixada na Praça da Árvore como parte da programação de atração do período natalino na cidade.

Maior incidência são furtos de cabos da rede elétrica

Já os furtos de cabos da rede de energia elétrica foram os que mais aumentaram. Segundo o Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), nas últimas semanas foram levados mais de 4 mil metros de cabos de iluminação pública das alamedas das avenidas Maranguape e Marinho Chagas, duas importantes vias da zona Norte de Natal. Nas vistorias que os técnicos fazem no local encontram sinais de curto circuito geral, fios cortados, disjuntores arrancados, furto de fios, tampas das caixas de passagem quebradas.

A ação dos vândalos tem preocupado a Semsur. Além do prejuízo financeiro aos cofres públicos e ao contribuinte, a população enfrenta o transtorno pela não prestação do serviço. O local fica às escuras, comprometendo a segurança dos frequentadores e moradores.

De acordo com Irapoã Nóbrega, titular da pasta, o esforço da Prefeitura do Natal em tornar a cidade mais iluminada, segura e bem cuidada, está esbarrando na ação de bandidos. Ele apela à população que colabore, denuncie e informe a Policia Militar ou à Guarda Municipal os casos de vandalismo. “Locais escuros ou mal iluminados favorecem a criminalidade. Estamos trabalhando para evitar que isso aconteça, mas também precisamos do apoio da população”, destacou.

DENUNCIE

Penalidades e denúncias – Danificar, inutilizar e deteriorar coisa alheia é crime. Quem provoca danos ao patrimônio público é enquadrado no Artigo 163 do Código Penal Brasileiro (CPB). A punição prevista para o crime é detenção, que varia de seis meses a três anos, e multa. Já em caso de furto (Artigo 155 do CPB), a pena é mais severa: reclusão, de um a quatro anos, e multa, podendo ser aumentada de um terço se o crime é praticado durante o repouso noturno. Para denunciar furto ou atos de vandalismo contra o patrimônio público no município basta entrar em contato com a Guarda Municipal ou a Polícia Militar através do número 190.

Opinião dos leitores

  1. Esse é o paraíso dos petralhas, sujeira, discórdia, furto, roubo, sujeira, desordem, agressividade, criminalidade em alta, promessas vãs, mentiras, vamos lá manoeis, se pronunciem.

    1. Meus parabéns, pelo comentário sobre PETELHADAS.
      São uns verdadeiros XIITAS.

  2. A cidade tá entregue a bandidagem. Quem é o atual secretário de segurança que a gente nem ver??

  3. Terra de gente ruim. Não se pode ter nada minimamente bonito e funcional. Fica tudo escuro, degradado, pichado. Se não fosse a chance de se pegar inocente, era para ter açoite, trabalho forçado, subconfinamento. O mesmo para quem recepta.

  4. Meu Deus, nem a belíssima casinha de Papai Noel recentemente reinaugurada escapa da insegurança generalizada do governo Fátima Bezerra. Natal virou um inferno graças a sucessivos governos relapsos, mas Fátima ganha o troféu. Com dois anos de governo, não dá mais para se esquivar! Parabéns…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Índice de Preços ao Consumidor(IPC) e Cesta Básica aumentam no mês de setembro em Natal

O Índice de Preços ao Consumidor – IPC, da cidade do Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema, através da Coordenadoria de Estudos Socioeconômicos – CES, registrou no mês de setembro, uma variação positiva de 0,51% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a variação no ano ficou em 2,89%, nos últimos doze meses (Outubro/19 a Setembro/2020) atingiu atingiu 4,27% e 499,88% desde o início do Plano Real.

O grupo Alimentação e Bebidas, que responde por 32,43% do índice geral em termos de participação no orçamento familiar, apresentou uma variação positiva de 0,91% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: Óleos e Gorduras (7,43%), Carnes (7,31%), Carnes, Peixes e Industrializados (4,59%), Leites e Derivados (3,60%), Pescados (2,18%) e Açúcares e Derivados (2,16%).

O grupo Artigos de Residência apresentou neste período uma variação positiva de 0,77% em função do aumento de preços nos seguintes itens: Utensílios e Enfeites (1,45%), Mobiliário (1,12%) e Cama, Mesa e Banho (0,48%). O grupo Comunicação apresentou uma variação positiva de 0,44%. O item que mais contribuíram para esse aumento de preço foi: TV a Cabo (0,22%).

Cesta Básica:

O custo da Cesta Básica teve uma variação positiva de 0,33% em relação ao mês anterior. Dos produtos que compõem a Cesta Básica, nove tiveram variação positiva: Arroz (14,31%), Óleo (4,99%), Carne de Boi (3,21%), Margarina (3,17%), Feijão (1,69%), Frutas (1,64%), Pão (1,11%), Açúcar (0,94%) e Farinha (0,72%). As variações negativas ocorreram em quatro produtos restantes: Tubérculos (-11,02%), Legumes (-6,11%), Café (-0,91%) e Leite (-0,65%).

O custo com alimentação por pessoa foi de R$ 411,32. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 1.645,28. Se a essa quantia fossem adicionados os gastos com Vestuário, Despesas Pessoais, Transportes, dentre outros o dispêndio total seria de R$ 5.073,42.

INFLAÇÃO NATAL

Setembro de 2020

Variação no mês: 0,51%

Variação no ano: 2,89%

IPC MENSAL – 2020

Jan 0,72%

Fev 0,29%

Mar 0,51%

Abr 0,03%

Mai -0,23%

Jun 0,32%

Jul 0,42%

Ago 0,28%

Set 0,51%

CONFIRA AQUI

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Um milhão de vibradores e consolos chegaram às casas dos brasileiros com isolamento social e vendas de sex shops aumentam 50%; veja quem são os maiores consumidores e o campeão de procura

Foto: Arquivo

Com um aumento de 50% nas vendas, um milhão de vibradores e consolos chegaram às casas dos brasileiros durante o período de isolamento social por causa da chegada do novo coronavírus ao país. Estes itens são os campões de procura no segmento de sex shops, que teve resultado total 4,12% superior, de março até agora, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da pesquisa “Perfil do mercado erótico durante a quarentena”, divulgada pelo portal MercadoErotico.Org.

Mulheres casadas na faixa de 25 a 35 anos foram as que mais procuraram vibradores, segundo a pesquisa.

— O mercado está otimista porque as pessoas estão ociosas em casa e precisam inovar no relacionamento. Quem tem presença forte na internet e delivery está se saindo bem durante a quarentena, e projeta-se um crescimento anual até maior do que a projeção de 8,45% citada em nosso levantamento — afirma Paula Aguiar, ex-presidente da Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico e autora da pesquisa inédita.

Mulheres são 65% das clientes. Casados e casadas somam 27,8%, contra os 13,9% dos solteiros. E a faixa jovem representa 51,4 % dos compradores. Entre 35 a 44 anos, são 37,1%.

De olho nas necessidades da quarentena, uma estratégia adotada pelos sex shops tem sido montar um “kit sobrevivência sexual” para oferecer aos clientes. Grupos de apoio sexual no WhatsApp também divulgam os itens do prazer. E a multicanalidade na hora das vendas, como e-commerce e presença em redes sociais, são determinantes para fechar negócios.

Extra – O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Casos de Covid-19 aumentam no RN e Governo reforça necessidade do isolamento

Foto: Elisa Elsie

Ao apresentar os números atualizados até a manhã desta segunda-feira (13), sobre a pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado da Saúde Pública Cipriano Maia foi taxativo: “Queremos que população continue colaborando, ficando em casa e tomando todas as precauções por que estamos numa curva ascendente. Os números de casos confirmados e mortes estão aumentando”.

Estão confirmados 339 casos de pessoas contaminadas em 27 municípios. São pessoas na faixa etária dos 20 aos 59 anos. O número de óbitos em consequência do novo coronavírus é de 17, ocorridos em 8 municípios. Outros 12 óbitos estão em investigação. Há 110 pessoas internadas, entre casos confirmados e suspeitos – 62 em hospitais públicos e 48 em hospitais privados. A relação de casos confirmados no RN é de 9,1 ocorrências por 100 mil habitantes. A letalidade é de quase 5%.

“Precisamos continuar em alerta. A curva de ocorrências é ascendente. É necessário manter o isolamento, permanecer em casa. Apenas aqueles que trabalham em atividades essenciais devem sair e guardar todas as medidas de proteção recomendadas pelas autoridades sanitárias”, reforçou Cipriano Maia.

Ele informou que o Governo do RN está avançando nas parcerias com os municípios na elaboração de planos de contingência para o novo coronavírus. “Esta semana vamos avançar na implantação do plano de contingência e contamos com o entendimento e com o apoio dos governos municipais para ofertar atendimento adequado no interior”, afirmou o secretário da Saúde, explicando que a maior dificuldade é adquirir respiradores.

O Laboratório Central do Governo do Estado (Lacen) processou todos os exames que recebeu. Foram realizados 1.897 exames até o último domingo (12). “Retomamos a regularidade dos exames. Eles são necessários para que tenhamos o menor número de casos, de ocorrências graves, e possamos sair da pandemia com os menores danos possíveis. E vamos manter as testagens em parceria com Instituto de Medicina Tropical da UFRN”, afirmou Cipriano.

Opinião dos leitores

  1. Faltou o nobre secretário, dizer o número dos curados.
    No ministério da Saúde o MITO mandou divulgar também, não só os dos mortos.
    Aliás, por falar em MITO, votei e vou votor de novo, depois vou votar em dr MORO, isso é coisa certa, tá sacramentado, e morreu Maria preá.
    NÃO MUDO NEM POR CEM, UMA COCADA E UMA FANTA.
    FIRME E FORTE.
    Agora, pros arrependidos, mentirosos, se não quiser cair, se deite.

  2. Interessante a fala do secretário, sobretudo por exigir que servidores em situação de risco, cujo trabalho pode ser feito remotamente, tenham que comparecer à SESAP. É hipocrisia que chama?

  3. BG , parabéns pela forma democrática como conduz seu blog . Espaço para opiniões divergentes e principalmente o fato de não direcionar as postagens , coisa que observamos em outros blogs . Agora vamos lá : até agora não estou entendendo essa revolta com a fala do ministro Madetta . Eles explanou a conduta do seu ministério e criticou quem não respeita a quarentena . O presidente , votei nele e me arrependo , tem como ele mesmo disse a caneta cheia de tinta . Resolvido ; demita o homem rapaz , coloque quem achar melhor no lugar dele . Agora para isso é preciso coragem e coragem não é ficar falando besteira na porta do palácio . Coragem é atitude com responsabilidade e assumindo as consequência . Não entendo a polêmica . Mandetta é político , está ministro , tem uma filosofia de trabalho e pode ser demitido , aliais se o mito , votei nele e me arrependo , o tivesse demitido não viveríamos mais áreas polêmica besta . Quanto ao fato dele querer ser candidato . Qual o problema ? Ele te todo direito . Demite logo e pronto rapaz .

  4. Cipriano capa preta, só não justifique os 11.000 óbitos, se controle, Fafá Bokus não gostou da brincadeira, se foi verdade essa projeção muito pior!!!

  5. Por favor senhor secretário de saúde do RN., simplesmente não seja um pregador de pânico, terror e medo na população, já basta a incompetência dos senhores. Governo e Secretariado!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

Inscrições em sites de traição aumentam durante isolamento social

shutterstock

Uma pesquisa aponta que, desde o início do isolamento social, sites voltados para procura de relacionamentos extraconjugais receberam mais inscritos. Isso se intensificou depois do início da crise do novo coronavírus , já que casais tendem a passar mais tempo juntos. Para “fugir do tédio” de seus relacionamentos, alguns cônjuges recorrem à traição online.

Com a quarentena , a página IllicitEncounters.com teve 18% de aumento em suas atividades no último mês de membros homens, segundo reportagem do Daily Mail . Para mulheres, este número cai para 12%. Dos homens, 74% dizem estar procurando por uma “aventura escondida” porque estão “entediados” de viver sob as regras de suas esposas.

Enquanto isso, dois terços das mulheres dizem que quanto mais tempo passam com os maridos, mais percebem as fraquezas dentro do próprio casamento .

Usuários contam ao jornal que conseguem iniciar os casos enviando fotos provocantes aos novos parceiros. Além disso, apps como FaceTime e Skype são muito usados para dates virtuais, já que ambos não podem se encontrar pessoalmente.

Uma das usuárias chamada Sarah, casada há 12 anos com Paul, diz que começou a usar o site para ter alguns caso. Ela explica que a maior questão entre os dois é a falta de sexo. “Eu sempre quis mais contato físico. Se eu pudesse avaliar nossos apetites sexuais, eu seria um nove e ele seria um cinco”, diz.

Sarah ainda fala que a ansiedade sobre a crise do coronavírus afetou ainda mais o desejo sexual do marido. Há pelo menos um mês que não transam. “Eu não quero deixá-lo, mas não consigo continuar sem fazer sexo regularmente”, explica.

No último ano, ela chegou a cometer traição duas vezes. Sarah teve encontros discretos com esses homens para conseguir “satisfazer seu desejo por contato físico”. O primeiro era um gerente de bar que, assim como ela, estava casado com alguém que não queria transar. Ele tinha um filho pequeno e, apesar de querer fazer sexo, não quer conturbar a situação com a família.

Desde o início da crise do coronavírus , a mulher fez contato com este segundo homem. “Ele estava entediado em casa e queria encontrar uma mulher que vivesse próximo dele, porque não quer deixar a esposa”, diz. Eles têm conversado por FaceTime, flertando e trocando nudes. “Mal posso esperar para encontrar com ele”, diz, animada.

Enquanto isso, Sean, 49, está traindo sua parceira Rebecca, com quem está há 18 anos. Ela também é mãe de seus dois filhos adolescentes. O par está junto desde a escola. “Eu me casei com o amor da minha infância e percebi que só havia dormido com ela”, explica o homem.

Apesar de não querer acabar com o casamento, ele começou a se perguntar como seria transar com outra pessoa. Assim, entendeu que a traição poderia ser a melhor saída. “Procurei por alguém que também estivesse com outra pessoa e que fosse discreta”, diz. Ele teve dois casos com mulheres de Manchester e diz que foi “bem excitante”.

Desde o início do isolamento, Sean encontrou uma terceira mulher que mora perto de sua casa. Os dois vivem conversando via FaceTime e já planejam um encontro em um hotel logo depois que a situação se resolver.

IG

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Amazon remove anúncios de vendedores que aumentam preços de álcool em gel

Foto: Pixabay/Divulgação/Reprodução

A Amazon começou a remover anúncios de vendedores que aumentaram repetidas vezes os preços de álcool em gel diante da pandemia do coronavírus (Covid-19). O preços de anúncios chegaram a subir, por exemplo, de 8 dólares para 70 dólares.

Os vendedores que não tiveram anúncios removidos foram alertados para parar o aumento de preços de álcool em gel. Caso contrário, a empresa irá bloquear essas contas.

A atitude não é só da Amazon. eBay, Walmart e outras empresas de comércio eletrônico também tentam conter o aumento de preços em face da crise global de saúde pública causada pelo Covid-19, de acordo com reportagem do jornal americano The New York Times.

Após as medidas da Amazon, os preços voltaram a cair. Além dos potes de álcool em gel, que voltaram para a casa dos 20 dólares, as máscaras faciais também tiveram aumento. Elas chegaram a custar mais de 150 dólares entre o fim de fevereiro e o começo de março, mas agora estão abaixo dos 100 dólares — antes do coronavírus, o preço era de cerca de 70 dólares.

No Brasil, a procura online por álcool em gel também disparou nos últimos dias. Um levantamento do site e app comparador de preços Zoom mostra que o crescimento nas pesquisas pelo produto foi de 158% entre os dias 1º e 11 de março. As máscaras tiveram aumento de 37% nas pesquisas. No Google Trends, site do Google mostra tendências de pesquisas na internet, o interesse por álcool em gel é oito vezes mais do que no começo deste ano.

Exame

Opinião dos leitores

  1. Não é só álcool gel que subiu… Hj de manhã comprei um pacote com 50 máscaras a R$ 62,00…. Antes custava R$ 25,00. Um cliente anunciou que dois dias antes comprou um pacote com 100 máscaras a R$ 43,00. E subiu (e sumiu tb) o preço dos demais produtos…. olha aí a especulação monetária diante da doença…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Latrocínios aumentam 333% em fevereiro de 2020 no RN, destaca reportagem

Foto: Divulgação

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(03) que o Rio Grande do Norte registrou um aumento de 333% no número de latrocínios – mortes de vítimas durante assaltos – no mês de fevereiro de 2020, na comparação com o mesmo mês em 2019. Foram 13 assassinatos deste tipo, praticamente um a cada dois dias – contra três em fevereiro do ano passado. O número também representa crescimento de 160% na comparação com janeiro, quando houve 5 latrocínios.

As mortes violentas em geral aumentaram praticamente 40% no mês – foram 144 contra 103 no período anterior. Com exceção de lesão corporal com resultado em morte, que se manteve estável, houve crescimento em todos os tipos de crimes letais intencionais ao longo do mês. O aumento da violência ocorre após constatação de quedas nos números da violência no ano de 2019 e mesmo em janeiro deste ano – acompanhados pelo Monitor da Violência, do G1. Leia reportagem completa aqui.

Opinião dos leitores

  1. Deixa de ser idiota Everton, esse serviço de repressão ou controle da segurança é de inteira responsabilidade da governadora, pena que ela seja do time dos cavalos é petistas.

  2. Interessante, quando o número é favorável é mérito de Fátima, mas foi desfavorável a culpa é de Bolsonaro. Quanto mais conheço a esquerda mais nojo da.???

    1. Heim? oi? o quê? dãããããããmmmmm
      Quer dizer que o problema na insegurança no RN é de Bolsonaro? Como assim? Pode desenhar para ver se consigo entender?
      Deixa desenhar para você:
      No RN a insegurança diminui 500% – Viva, Fátima botou os bandidos para correr.
      No RN os assassinatos aumentam 333% – Cadê a promessa de campanha de Bolsonaro em acabar com a insegurança?
      Quantas viaturas, armas e coletes o governo estado comprou para o RN?
      Quantas viaturas, armas e coletes a PM do RN recebeu do governo federal?
      Vá a um psiquiatra Everton, seu caso é terminal

  3. Chama o Moro que ele resolve. Igual aconteceu no Ceará. Esquerda não tem competência pra nada. Aliás, eles adoram o crime e a bandidagem.

    1. A esquerdalha só fez esparramar as ramificações das facções do pcc e cv com suas sucursais em todos os bairros de todos os municípios dos estados desse Brasil, Moro tem feito muito pra quebrar essa espinha dorsal dos crimes no país, mas pelo jeito, vão ser nescessário mais uns anos no comando das ações da justiça dessa nação. Os petralhas e o crime são unha e cutícula, não sobrevivem separados.

  4. E não era Fátima que anunciava aos quatro ventos que diminuiu drasticamente os índices de violência aqui no RN? Kd essa redução? Só vejo todos os dias roubos, latrocínios, assaltos aumentando.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Puxado principalmente pelas compras de órgãos públicos, registros de novas armas de fogo aumentam 63% no RN em 2019

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(18) que o número de novas armas de fogo registradas no Rio Grande do Norte cresceu 63% em 2019 na comparação com o ano anterior. Segundo os dados da Polícia Federal, divulgados a pedido do veículo de imprensa, foram 2.051 registros no ano passado, contra 1.259 em 2018. Ao todo, o estado conta com quase 27 mil armas legalizadas desde 2009. Por outro lado, o registro de porte de armas caiu 18% no período entre os dois anos. Apesar dos decretos federais publicados no ano passado para facilitar a posse de arma, o crescimento de armas registradas no estado foi puxado principalmente pelas compras de órgãos públicos, que passaram de 30 em 2018 para 940 registros no ano passado. O pico no mês de agosto foi puxado pelo registro de 900 armas pelo Estado. Veja detalhes aqui em texto na íntegra.

Opinião dos leitores

    1. Aceita bebê, até 2026 vai ser assim, e depois vem Moro, chora não bebê kkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Índices de desidratação aumentam no verão

Para prevenir a doença, principalmente em crianças, o ideal é hidratá-las com água pura e saudável, como a mineral. Foto: Ilustrativa

Informe Publicitário

Com temperaturas que ultrapassam os 30 graus, o verão potiguar é conhecido pelo seu calor intenso e sol em abundância. O clima mais quente, apesar de ser o ideal para quem gosta de veranear, também pode ser um perigo para a saúde, isso porque a desidratação é uma das principais causas de idas a hospitais nesta época do ano. A doença pode chegar de forma silenciosa, mas tem consequências graves, principalmente quando acomete grupos de riscos, como as crianças e idosos.

Com níveis que podem variar de leve a grave, a desidratação acontece principalmente pela baixa concentração de água no organismo, mas também pela pouca quantidade de minerais e líquidos no corpo, o que dificulta a realização de funções normais do organismo humano. Essa diminuição de fluidos é consequência da falta de reposição da água perdida pelo corpo por meio de suor, urina e fezes, por exemplo. No verão, como a transpiração aumenta e as atividades corporais também, esse quadro torna-se mais propício.

As crianças, por serem mais ativas, tendem a perder água mais facilmente e não possuem a iniciativa de repô-la. Por isso, o ideal é que os responsáveis fiquem atentos e intensifiquem a hidratação dos pequenos. Para tornar esse procedimento mais fácil, pode-se optar por outras fontes de água como frutas e suco, mas o consumo da água pura é indispensável.

A escolha da água também é um ponto importante nessa questão. Para garantir uma hidratação eficaz e ainda afastar os riscos de contaminação, o ideal é consumir água mineral, que não passa por nenhum processo que altera as características microbiológicas, químicas e físico-químicas. Além disso, a água mineral é mais saudável por já possuir naturalmente todos os sais minerais que o organismo precisa, sem precisar de adição.

A água mineral é identificada com um selo fiscal azul colado no lacre da tampa. Além disso, é essencial que o cliente verifique a data de validade e realize a correta higienização do garrafão, para garantir o consumo de uma água livre de contaminação.

Água Mineral do RN

O movimento #AguaMineralDoRN é uma iniciativa do Sindicato da Indústria de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte (SICRAMIRN), ancorada por todas as empresas de água mineral do Rio Grande do Norte. A missão, mais que informar ou vender, é conscientizar: trazer para a população os benefícios da água mineral natural, sua qualidade e o que a difere das demais.

A água é essencial não só para a vida humana, como para todos os seres vivos. Destacar a qualidade e os diferenciais da água mineral natural é muito mais do que fortalecer empresas, é valorizar um produto natural e importantíssimo para a nossa vida. Mais informações: aguamineraldorn.com.br

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *