Bolsonaro anuncia ampliação do Bolsa Família

 

O presidente Jair Bolsonaro recorreu novamente ao Twitter para anunciar mais medidas de auxílio aos Estados. Segundo ele, o governo vai ampliar o programa Bolsa Família para contemplar 1,505 milhão de famílias, “praticamente zerando a fila dos requerentes”.

Na semana passada, a equipe econômica anunciou um aumento de R$ 3,1 bilhões no Orçamento do Bolsa Família, o que permitiria a inclusão de 1,2 milhão de famílias. Hoje, o presidente não especificou quanto de recursos serão destinados para ampliar o alcance do programa.

– Ampliação do bolsa-família, abrangendo 1.505.000 famílias, praticamente zerando a fila dos requerentes / @MinCidadania

– Via Sistema Único de Assistência Social, liberação imediata de R$100.000.000 para todos os municípios e até o final de semana mais R$100.000.000 — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) March 23, 2020

Bolsonaro disse ainda que o governo, por meio do Ministério da Infraestrutura, está fazendo um “alinhamento” com Estados e municípios sobre decretos que garantam o tráfego de pessoas e cargas, “garantindo a unidade e respeito ao que se propõe a Constituição”. A medida valerá para os espaços marítimo, aéreo e terrestre.

O presidente citou ainda que o governo federal vai comprar leitos de CTI para atender pacientes afetados pela covid-19 – mas não especificou o número de contratações. Outra medida será a liberação imediata de R$ 100 milhões para municípios por meio do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Bolsonaro disse ainda que quatro fábricas nacionais atuarão com “foco total” na produção de respiradores. O objetivo será produzir 3,5 mil unidades ao mês.

O presidente também informou que assinou autorização para concessão de empréstimo ao Estado de Alagoas, para ajudar no combate ao coronavírus. Ele não especificou o valor da operação. A medida segue ao Senado para aprovação em plenário.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Petra disse:

    Bozo é d mais… colocou mais de 2 milhões pra fora e agora vai colocar 1,5 milhões de volta (sabe Deus quando)..se é que ele vai fazer isso mesmo… é bom ficar de olho pq mais mentiroso não há…

  2. Jefferson Silva disse:

    Engraçado, ninguém comenta uma medida tão importante, agora se fosse para crítica, já estava cheio, o povo hipócrita.

    • hermenezildo disse:

      Resposta pra idiota a gente tem. 3% do bolsa família foi destinado a comedor de capim igual a você. Obrigado pela opinião pública e pela justiça ele vai começar a tratar o nordeste igual ao restante do pais.

      Governo tem obrigação de acudir o povo com o bolsa família, não faz de bom grado, tá fazendo porque não quer ser criticado fazendo mais merda.

Ministro Marco Aurélio proíbe cortes no Bolsa Família na região Nordeste enquanto perdurar o estado de calamidade pública

Foto: Nelson Jr./STF

Em decisão liminar, ministro Marco Aurélio, do STF, proíbe cortes no Programa Bolsa Família enquanto perdurar o estado de calamidade pública.

A decisão foi proferida na última sexta-feira, 20. S. Exa. determina que a União disponibilize dados a justificarem a concentração de cortes de benefícios do Programa Bolsa Família na Região Nordeste, bem assim dispense aos inscritos nos Estados autores tratamento isonômico em relação aos beneficiários dos demais entes da Federação.

Os Estados da BA, CE, MA, PB, PE, PI e RN são os autores da ação. Segundo narram, conforme dados oficiais, foram destinados à Região Nordeste 3% dos novos benefícios e 75% às Regiões Sul e Sudeste, e seria “inexplicável a dissonância”, a sinalizar, argumentam, “inobservância de critério legal ou constitucional para a inscrição das famílias”.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão disse:

    Esse cidadão é ministro do judiciário ou executivo ❓

  2. Silva disse:

    Mais um oportunista ! Choveu no molhado !

Coronavírus: Após pedido de Bolsonaro, Voucher para trabalhador informal terá valor do Bolsa Família e dura 4 meses, anuncia Paulo Guedes

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O voucher (cupom) para pessoas desassistidas, desalentadas e totalmente fora da economia formal começa a ser distribuído em até duas semanas, disse nesta manhã de 4ª feira (18.mar.2020) ao Poder360 o ministro da Economia, Paulo Guedes. “O valor não pode ser maior nem menor do que o do Bolsa família”, afirmou.

Hoje o Bolsa Família paga em média R$ 191 por mês para as famílias cadastradas. O mínimo é R$ 89. Gestantes, mães que amamentam e crianças de até 15 anos recebem cada uma mais R$ 41. O adicional máximo é de R$ 205. Para a extrema pobreza há valor extra variável.

O “coronavoucher”, como vem sendo chamado informalmente dentro do governo, pretende atingir 18 milhões de famílias. Se cada uma dessas famílias receber o valor médio equivalente ao do Bolsa Família, o custo mensal será R$ 3,438 bilhões.

Paulo Guedes diz que o sistema será montado a jato, de maneira desburocratizada.

“A Caixa Econômica Federal tem 26.000 postos de atendimento. Já estão sendo preparados. O interessado no voucher vai se apresentar e dizer o nome e dar alguma identificação. O atendente checará se o nome já consta como beneficiário do Bolsa Família ou do BPC (Benefício de Prestação Continuada). Se não estiver recebendo nada, estará habilitado para receber o voucher e já recebe o dinheiro”, diz Guedes.

E como será possível prevenir fraudes? “O pessoal da Caixa será treinado. Teremos alguma checagem que vai permitir identificar quem se inscreveu e não deveria receber. Não é 1 programa de renda universal nem renda básica, como alguns erroneamente disseram. O Brasil não tem condição de dar dinheiro para todo mundo agora. Não vamos dar dinheiro para ricos. No 2º mês em que as pessoas forem receber na Caixa, já terá sido realizada uma checagem adicional. Aí, quem se inscreveu sem ter direito não receberá mais”, explica o ministro.

Guedes explica que há mais de uma semana o presidente Jair Bolsonaro manifestou desejo de ajudar os mais vulneráveis na sociedade: “O presidente falou comigo na outra semana. A gente fala que os aeroportos estão vazios e é possível enxergar. Mas tem uma enorme parte da sociedade que fica invisível. O trabalhador informal que vende churrasquinho na esquina, o ambulante que vende mate nas praias. O presidente está muito sensível a isso e já havia determinado que estudássemos como ajudar essa parcela da população. É o que está sendo feito. Este governo se preocupa com os desassistidos”.

Sobre aumentar o valor do benefício do Bolsa Família, Guedes diz que isso é uma possibilidade, mas que já estão sendo agregadas rapidamente cerca de 1,2 milhão de famílias ao programa.

O ministro Onyx Lorenzoni (Cidadania) informou nesta semana que o Bolsa Família deve neste ano ter uma carteira de 14,2 milhões de famílias. “Será o maior número da história”, afirma Onyx.

MÁSCARAS E RESPIRADORES

Na área da saúde, o governo está com algumas prioridades para tentar soluções imediatas. “Durante a guerra, a Alemanha usou fábricas da Volkswagen para fazer tanques. Nós temos de identificar plantas no Brasil com capacidade de fabricar respiradores mecânicos e financiar imediatamente a produção desses equipamentos. É para isso que temos agora o estado de emergência que foi anunciado ontem. O presidente sempre me diz que ‘a saúde do brasileiro’ está acima de tudo e vamos buscar obsessivamente cumprir essa missão”.

O ministro acha que pode ser possível começar a fabricar quase imediatamente o respirador mecânico, que é 1 equipamento vital para quem fica em condições precárias de saúde por causa de infecção com o coronavírus. “Podemos importar e já zeramos o imposto desse tipo de material, mas acho que temos de encontrar também uma saída aqui dentro do Brasil, porque é perfeitamente possível”, declara Guedes.

O mesmo vale para máscaras que têm sumido do mercado. “Custava R$ 0,50 ou menos e agora é R$ 2 e ninguém acha. Tabelar preço é o pior que pode acontecer. Some tudo de uma vez e o rico vai comprar máscara por R$ 35 e receber em casa entregue por motoboy. Vamos também buscar fábricas que tenham condições de produzir aqui no Brasil e investir nisso imediatamente”.

O ministro celebrou o fato de a empresa cervejeira Ambev ter anunciado que vai produzir álcool em gel, outro item que tem sumido das prateleiras dos supermercados. “Já não era sem tempo. A Ambev e outras empresas de bebidas recebem muito subsídio em Manaus. É ótimo que se preocupem em devolver 1 pouco para a sociedade”.

DINHEIRO DA EMERGÊNCIA

O ministro diz que é errado achar que o estado de emergência seja uma “liberdade para gastar”. Afirma que tudo o que será feito de despesa extra será para “saúde, saúde, saúde”.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, vai ajudar na definição de prioridades. O senso comum dentro do governo é de que em 2019 houve uma economia de aproximadamente RS$ 100 bilhões no pagamento da dívida pública, por causa da redução da taxa básica de juros, a Selic (hoje e 4,25% ao ano, podendo ser cortada nesta 4ª feira pelo Banco Central). Em teoria, esse seria o valor que poderia ser gasto agora com o estado de emergência.

“O estado de emergência nos permite descumprir a meta fiscal previamente anunciada [de ter 1 rombo máximo de R$ 124 bilhões em 2020]. Mas não se trata de furar o teto dos gastos, pois aí o dinheiro vai diretamente para os rentistas: os juros subiriam de maneira alucinada e isso nós não vamos deixar acontecer”, declara Guedes.

Tudo o que área da saúde exigir “será fornecido”. Não faltará verba para o setor mais necessitado neste momento, explica o ministro.

Mas Guedes volta a falar sobre a necessidade de manter algum ritmo de aprovação de reformas.

Poder 360

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    O governo federal está agindo. E o do RN? Fechando hospitais?

  2. Santos disse:

    Olha aí, custa o presidente sentar na cadeira e trabalhar? As férias já acabaram… faz 15 meses que o governo assumiu.
    Bem melhor qdo o presidente deixa a folga e trabalha. É isso que o Brasil precisa nessa hora.
    Seja ele ou qualquer outro.
    Deixar de preguiça e começar a trabalhar.
    O povo brasileiro exige.

    • Pedro disse:

      TÁ PEDINDO DEMAIS AMIGO…O VAGABUNDO PASSOU 28 ANOS NO CONGRESSO E NÃO FEZ NADA, VAI FAZER EM UM ANO? ESQUEÇA

  3. Francisco disse:

    Depois de passar semanas ironizando a epidemia do coronavírus, Bolsonaro enviou nesta quarta um pedido para decretação do estado de calamidade pública no país.
    Guedes acata proposta do PT e promete vale para trabalhadores informais.
    O voucher irá mirar 18 milhões de famílias e sua concessão será feita pela Caixa Econômica Federal e foi sugerido pelo Partido dos Trabalhadores

  4. blinho disse:

    E o converseiro de merdaaaa, continua.

  5. REALISTA disse:

    vai terminar a pandemia e eles nao conseguem cadastrar nem a metade das pessoas que vão solicitar esse voucher, ai ele diz q é só nao receber BF e BPC , que já receberá o voucher, nunca será só assim, vamos ver a burocrácia que será para ter o direito.

    • David disse:

      Numa atitude positiva, o CANALHA esquerdalha ainda encontra um jeito, mesmo calhorda, de destratar o governo

  6. Aprígio disse:

    O nosso presidente é um MITO mesmo, taí assistência social chegando lijeiro.
    A petralhada fica doida.
    Os urubus do congresso piram.
    Cala te a boca desgraçados, o Presidente Bolsonaro não tem culpa NENHUMA dessa PANDEMIA, se exister culpados nisso tudo, é os chinesas, que come tudo que é porcaria.
    Maldita sopa de morcego.

    • Jorge disse:

      Amigo Aprigio, antes de postar algum comentário, verifique a gramática e a concordância.
      Ou será que o amigo é da turma que nunca gostou de ler?
      Ah, para a turma e galera do presidente, educação não é tudo.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Vamos parar de ficar babando e idolatrando políticos que estão lá para trabalhar para o povo mesmo, já que foram eleitos, e são pagos, para isso.

    • Paulo disse:

      Verdade, Jorge! Ele deve ter estudado na época em que o PT estava no poder. Não tem culpa pela péssima qualidade do ensino que o governo PeTralha oferecia. Mas para quem frequentou escola na época da ditadura petista, ele está de parabéns, pois não foi adestrado pelo encantador de jumentos e nem pela DilmAnta. Sabe discernir muito bem o que é um governo corruPTo de uma gestão que, vem tentado, com muito sacrifício, acabar com esse malefício entranhado na política brasileira, especialmente praticado pelos políticos da esquerda. Já você, escreve direitinho mas não consegue tirar a viseira.

    • Silva disse:

      O que vale, é que a petralhada entendeu.
      Né Aprígio.
      Burros mesmo é uns estudantes, que adora um ladrão.

Tasso quer convocar Onyx para explicar redução do Bolsa Família no Nordeste

Foto: Agência Senado

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o senador Tasso Jereissati afirmou que a redução da participação do Nordeste nas novas concessões de benefícios do Bolsa Família pode significar o rompimento da bancada nordestina com o governo federal.

“Uma das extravagâncias mais perversas que já vi de um governo foi essa notícia recente que, na distribuição do Bolsa Família, coube ao Nordeste brasileiro, reconhecidamente região mais pobre e necessitada, apenas 3%”, afirmou.

O senador tucano disse ainda que vai pedir a convocação do ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni ao Congresso para dar explicações sobre as concessões do programa.

“Estou solicitando a convocação, com urgência, do Ministro da Cidadania para vir ao Senado Federal e explicar esse fato, para que possamos tomar as medidas cabíveis. Isso pode significar o rompimento do Nordeste com o Governo Federal.”

Segundo reportagem do Estadão, o Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios enquanto Sul e Sudeste responderam por 75% das novas concessões.

O ANTAGONISTA

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fábio disse:

    Perseguição grande aos nordestinos por parte do governo Bolsonaro

  2. Silvio. disse:

    TEM QUE SER ZERADO!!
    CHEGA DE ESMOLAS .
    ESSA DESGRAÇA DE BOLSA NÃO TIRA NINGUÉM DA MISÉRIA, SÓ SERVE PRA GERAR DISCURSOS, E NADA MAIS. BASTA VÊ, O QUE O CORONÉ TASSO JEREISSATI TÁ DIZENDO.

  3. Santos disse:

    Infelizmente, o Brasil véio está indo rumo ao abismo em ritmo acelerado. Esse governo não vai deixar pedra sobre pedra!
    Que Deus tenha piedade de todos nós!

  4. Nando disse:

    Que cabra imbecil.. mais um nazista querendo matar o povo nordestino. Fica calado .

    • Zuza disse:

      Da esquerda Caviar, o que fazes para ajudar o povo nordestino? Quantos tiras do próprio bolso para ajudar um necessitado? Simplesmente reclamando porque o vinho ficou mais caro ou o dolar e Euro subiram.

  5. Anderson disse:

    O Presidente do Peru resolveu o PROBLEMA de seu país, e tem 79% de aprovação popular: DISSOLVEU O CONGRESSO! Seria a solução também para o Brasil? Penso que a grande maioria sabe a resposta, mas não é coerente escrever porque tem outro "Poder" querendo, aparentemente, calar a OPINIÃO dessa grande maioria. Faço ressalva às exceções.

  6. Bruno disse:

    Manda esse safado chamar Cid Gomes, pra se explicar, porque ele quis passar por cima de várias pessoas, inclusive crianças, com uma máquina escavadeira.
    Não só esse pilantra , mais toda população sabe que o bolsa família foi reduzido, porque tiraram os pilantras que não precisavam e recebiam, isso era uma herança dos petralhas.

    • Marcos disse:

      Amigo, é bom você olhar os fatos. Foi reduzido, mas, foi aumentado o número de bolsas concedidas para o Sul e sudeste. Outro ponto, o nordeste é a região em que mais tem pessoas que se encaixam no perfil, mas, o que fizeram? Retiraram mais bolsas daqui e puseram para o nordeste, a questão é essa. Aqui é onde mais precisa, mas você tira e põe para o nerdeste por qual motivo?

    • Silva disse:

      Sr. Bruno, com todo repeiro ao ponto de vista, mais porque temos que levar tudo para lado político partidário, estamos falando de pessoas carentes que tem no bolsa família a sua única fonte de renda, vamos pensar mais nesses nossos irmãos nordestinos.

    • Marcos disse:

      Pessoas não. Quis passar por cima de marginais amotinados, encapuzados e armados dentro de um quarte,l em que a hierarquia e a disciplina foi mandada para a casa do cacete e ainda usavam suas esposas como bucha de canhão. Além do mais, estavam tocando terror e achacando a população de Sobral.

    • Ojuara disse:

      Correto Bruno, quem saiu na realidade eram pessoas que não se enquadravam no perfil, tipo, vereadores, assessores, empresários e outros que já tinham voltado para trabalhar. Como o nordeste continua sendo o reduto dos PTralhas, aqui era onde tinha mais sujeira.

  7. Zanoni disse:

    Fraudes!

Bolsa Família será expandido; entre medidas, bônus para famílias com crianças que passam de ano com notas acima de 7

Foto: Ilustrativa

Aumentará o número de beneficiados pelo Bolsa Família. O governo vai mudar os limites para quem tem direito a receber o dinheiro do programa.

A faixa de renda per capita mínima dos beneficiários passará de até 89 reais para 100 reais; a máxima pulará de até 178 reais para 200 reais.

Famílias com crianças que passam de ano com notas acima de 7 receberão bônus. Assim como as que têm jovens fazendo curso profissionalizante.

O décimo terceiro salário torna-se item garantido.

O ministro Osmar Terra garantiu ao Estadão que a expansão do Bolsa Família será feito dentro dos limites da responsabilidade fiscal. A reformulação custará cerca de 7 bilhões de reais.

O Antagonista, com Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ojuara disse:

    O pior é que quem trabalhou a vida inteira e se aposentou, recebe um reajuste menor do que quem nunca trabalhou. Ou país fuleira.

  2. Júlio a rruda da Silva disse:

    Estudem pára falar sobre a história política brasileira.

  3. hbbeto disse:

    Alguns petistas são tão alienados que ainda pensam e tentam incutir na cabeça das pessoas mais desinformadas que quem criou o Programa Social Bolsa Família foi mesmo o PT. Quem criou o programa foi o FHC. Lula, inclusive, era contra o programa! Há vídeos dele na internet discursando contra o Bolsa Família e chamando-o de esmola e de moeda de troca eleitoral. Apesar do governo FHC ter sido uma gestão com problemas, ou seja, que não mereceria hoje nosso voto, é preciso dizer a verdade. Portanto, petistas, parem de mentir, parem de promover fake news, tenham vergonha na cara e tenham a mínima humildade pelo menos uma vez na vida de admitir quem que fez o quê. O PT apenas mudou o programa de nome e o difundiu como projeto seu, assim como fez com diversas instituições federais de ensino superior apenas federalizando estruturas que já existiam, mudando-as de nome e propagando como nova obra sua "criação". A única coisa que era pra mudar de nome mesmo, mas eles nunca mudaram, pois não condiz com a sigla, é a que identifica o próprio partido.

  4. Antenado disse:

    A turma da esquerda, aquela que gosta de uma teta, fica em polvorosa. Se Bolsonaro acabasse com o benefício, diriam que ele nat gosta de pobres, que era um absurdo etc. Como está sendo mantido e ampliado, ficam "revoltados". Lembrando que isso só está sendo possível diante da constatação de inúmeras fraudes, o que possibilitou a economia necessária para esses melhoramentos de incentivo. Antes havia uma verdadeira distribuição de dinheiro público com fins meramente eleitoreiros, sem a preocupação de que fosse atingidos objetivos claros. E o que é pior, sem nenhum controle.

  5. Severino Carnegie-Rockefeller. disse:

    Não era Lula que dizia que as bolsas tiravam a vontade do pobre de plantar mandioca? Não seria Temer que iria acabar com o benefício caso Dilma fosse impichada? Não foi o PT que disparou zilhões de SMS na campanha de 2014 dizendo que Aélço o faria? Vai ter BF turbinado SIM. Advinha quem tá com mais raiva/desespero com. disso? Já deu pra perceber, né?

  6. Abadon disse:

    Daria um dólar prá ver a cara dos direitistas que não enxergam um palmo diante do focinho depois dessa…
    Essa medida nada mais é do que o bozo assumir que, mesmo com seus defeitos nenhum governo fez mais pelo POVO mais humilde do que o da esquerda.
    Sem palavreado metido a erudito e sem maiores delongas, essa de "adotar" o bolsa família foi um direto no queixo dos bozomínions e um tapa de luva na cara dos esquerdistas do voto tiririca.

  7. Lula_lavador_de_dinheiro disse:

    Eleitoreiro sim. Um mal necessário. Quem pode se alegrar com isso?

  8. Fonsa disse:

    Cadê os bolsonaristas que criticavam o bolsa família?

    • nando disse:

      ninguém critica o bf, adorador de ladrões condenados, as críticas eram em cima do uso político do bf, é degradante e improbo

  9. Minion alienado disse:

    Assim falou Bolsonaro em 2011

    "Devemos discutir aqui a questão do Bolsa Família. Devemos colocar um fim, uma transição para o Bolsa Família, porque, cada vez mais, pobres coitados, ignorantes, ao receberem Bolsa Família, tornam-se eleitores de cabresto do PT", pregou, antes de concluir.

    "Logicamente, levando-se em conta isso, não interessa ao PT fazer com que o povo tenha cultura, emprego, trabalho, porque vai perder esse curral eleitoral. Enquanto existir o Bolsa Família da forma como está aí, não teremos como renovar o Executivo. O PT jamais sairá de lá e acabará finalmente conseguindo o que queriam em 1964, a ditadura do proletariado."

    Hoje é ele que usufrui desse discurso. Haja gado para seguir o cabresto.

    • Vera disse:

      Era para ser extinto sim! O problema é que vocês tinham uma anta chamada DILMA que deixou um país quebrado com milhares de miseráveis no país, sem contar os Venezuelanos, então, não tem como acabar agora.
      Quer que desenhe mula?

  10. Humberto disse:

    AGORA EU NÃO ENTENDI BEM…
    NÃO ERA UM PROGRAMA ELEITOREIRO QUE DEVERIA SER EXTERMINADO?
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    E EU ACREDITEI MAIS UMA VEZ EM POLÍTI-OCO

    • JBBatista. disse:

      A maior compra de votos a céu aberto do mundo, não tem quem acabe essa pouca vergonha

Começa nesta terça o pagamento do 13º do Bolsa Família; total de 13,1 milhões de famílias receberão o benefício em dobro neste mês

Foto: Reprodução/TV Globo

Começa nesta terça-feira e vai até o dia 23 de dezembro o pagamento da 13ª parcela para os beneficiários do Bolsa Família.

O 13º salário do Bolsa Família será pago junto com o benefício de dezembro. Com isso, neste mês, o pagamento do benefício será em dobro.

Segundo o Ministério da Cidadania, mais de R$ 5 bilhões serão pagos a 13.170.607 famílias em todo o Brasil neste mês de dezembro. O benefício médio, acumulando o valor extra, será de R$ 383,54 por beneficiário.

O 13º do Bolsa Família foi instituído pela Medida Provisória 898, editada em outubro. A MP que trata do benefício assegura somente o pagamento do benefício em 2019.

O Bolsa Família atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais; e na pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais.

Confira o calendário

A data para pagamento é de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS):

Final 1 – Saque no dia 10/12
Final 2 – Saque no dia 11/12
Final 3 – Saque no dia 12/12
Final 4 – Saque no dia 13/12
Final 5 – Saque no dia 16/12
Final 6 – Saque no dia 17/12
Final 7 – Saque no dia 18/12
Final 8 – Saque no dia 19/12
Final 9 – Saque no dia 20/12
Final 0 – Saque no dia 23/12

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arnaldo Franco disse:

    Esperando os comentários dos petistas.Gostaria até que a Governadora opinasse sobre isso.

  2. Bodim disse:

    Vamos aprender a confiar no MITO petralhas.
    Taí!!
    Prego batido e a ponta virada.

  3. Ceará-Mundão disse:

    Bolsonaro, ao invés de acabar com o Bolsa-família, combateu as incontáveis fraudes no programa (onde tem PT…), criou o 13° para ele e, nesses dias, saiu a notícia de que está planejando aumentar as faixas etárias por ele abrangidas. A prezada vai encarar de tanta raiva desse governo. Enquanto isso, no RN… É triste a situação.

  4. STELA SANTOS disse:

    ÔXE, MAS BOLSONARO NÃO IA ACABAR COM O BOLSA FAMILIA, COMO PODE ELE INCLUIR O 13º
    O PT PIRA……

    • Comissário do Povo disse:

      Se dizia que Temer iria acabar. Vou mais pra traz: lembram que na campanha de 2014 os SMS disparados (o zap não tinha se disseminado) dizendo que Aelço iria acabar com o BF? Fake news violenta.

  5. Diogo disse:

    Bolsa família é um programa premiado e que faz a diferença, com um custo menor que certos penduricalhos de certos poderes. Acertou o presidente.

  6. Péricles Carvalho Filho disse:

    Que absurdo é esse, Bolsonaro querendo aparecer? Como se atreve a cumprir promessa de campanha logo no primeiro ano? Não aprende não? Tem que fazer como o governo anterior que ficou repetindo as promessas a cada nova eleição, repetia e não realizava, repetia e não cumpria, repetia e o povo votava… é disso que o povo gosta, promessas. promessas e promessas que geram pobreza e dependência do governo.

  7. João Maria disse:

    O PT dizia que Bolsonaro ia acabar com o Bolsa família.

    • Ludovico fon Míssil disse:

      O PT dizia que Aécio iria acabar com o programa. Depois disse que Temer o faria.
      Repetiu a mentira na eleição passada.

Bolsonaro diz que Folha de SP é “jornaleco” e “campeão de fake news e desinformação”, após matéria que Bolsa Família não teria dinheiro para o 13º

O presidente Jair Bolsonaro manifestou mais uma vez sua indignação com a Folha de São Paulo após publicação com a manchete “Bolsa Família não tem dinheiro para pagar o 13º prometido por Bolsonaro”. Em resumo, definiu veículo como “jornaleco” e classificou como “fake news”.

“Jornaleco não vive sem MENTIR. – Suspendi minha assinatura e muitos empresários têm cancelado contratos publicitários nesse jornal campeão de fake news e desinformação”, esbravejou o presidente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Não mais me surpreende as safadezas da Folha. Há tempo ela é a representante maior da imprensa marron.

  2. Lúcifer disse:

    Agora torou dentro….
    Quem é esse doente mental prá falar de "fake news" ?!?!?!

    • Netto disse:

      Faz assim: prove que a Foice de SP tá certa e Bolso errado. Aí vc pode falar quem é o doente mental.

    • Salvador disse:

      Sejamos simples:
      Você prova que não é fake e nós votaremos no seu corrupto, mentiroso de estimação.
      Se não provar você vota em Bolsonaro, fechado?
      Pode ser também outra proposta:
      Quem se sente enrolado ou roubado pelos governos da esquerda vota na direita e quem foi torturado e roubado pelo atual governo, vota na esquerda.

    • Bento disse:

      Normal o cão falando mal do nosso Presidente. Esse anjo caído é amigo do cachaça.
      Tá repreendido todo mal que nos desejais em nome do Sr. Jesus Cristo. Amém.

    • Mimimimimi disse:

      Rapaz!
      Como o cão da desesperado.
      Homi isso é ruim pro teu coração homi, se acalme, ainda tem esse mandato todinho do Mito, o outro e depois Moro e ainda o Morão.
      Se assusegue homi se não vc não vc não vai vê as posse na televisão.

Bolsonaro anuncia 13° para beneficiários do Bolsa Família

Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro participa na tarde desta terça-feira (15) do anúncio do 13° salário para beneficiários do programa Bolsa Família.

Bolsonaro já havia adiantado a medida no início do governo. O pagamento do décimo terceiro será feito no mês de dezembro. À época, o Ministério da Cidadania, responsável pela gestão do programa, informou que o custo total com o pagamento extra seria de R$ 2,5 bilhões.

Atualmente, mais de 13 milhões de famílias recebem o benefício.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. CELINA disse:

    Maria, vai ter conhecimento antes de fazer qualquer comentário, Bolsa Família, nunca foi do PT projeto B.Família, e outros. Parabéns ao meu Presidente, por ser honesto, humilde, honrado e um Presidente que pensa em seu povo. O que mata os petista ou Petralha e que nosso Presidente é competente, honesto, e acima de tudo um homem que crê em Deus, na moral e nos bons costumes.

  2. gilberto ivan disse:

    O motivo da grande votação do PT no Nordeste foi justamente o discurso mentiroso nas mídias de que Bolsonaro iria acabar com o bolsa família, ledo engano kkkk, não acabou e ainda vai dar o 13° salário, isso vai fazer com que o eleitor do interior que era usado como cabresto pelo PT reveja a sua posição e aprenda a diferenciar que diz a verdade e quem mente. o povo está acordando para desespero da esquerda corrupta e canalha.

  3. NOJO DE BOSTA disse:

    MARGINAL vendendo o patrimônio do povo e dando milho para os pombos

    • Em direita Brasil disse:

      Vai matar os petistas de raiva e do coração na verdade não farão falta alguma ao Brasil viva o nosso presidente.

  4. Torres disse:

    Agora melhora a popularidade..

  5. Antenado disse:

    Vai dormir Maria

  6. Fabiene kevellin da silva soares disse:

    Mais vamos receber o mesmo valor em cima do que agente recebe ?

  7. Carlos César disse:

    Muito bom

  8. Julian disse:

    Promessa de campanha cumprida.
    Disse que, pagaria sem injetar dinheiro novo, os recursos sairiam, do corte das trapaças e roubos, que existiam pelo meio do programa.
    Pronto!
    Taí!!
    Valeu Mito!
    Mais uma pra desespero, de quem já está desesperados.
    Kkkkkk

  9. Curitiba já disse:

    E realmente mito

  10. JBBatista. disse:

    Compra de voto antecipada, esses políticos são todos iguais lembro que ele baixava o pau no bolsa família e agora cria o 13º.

    • Maria disse:

      No governo Lula, a direita de forma esmagadora criticava o bolsa família, agora o Bozo é bonzinho. Ele pega carona num projeto do PT? Ter que admitir que o projeto é bom , isso é o primeiro grande castigo. .kkkkklllllllkkkkkk

    • Waldemir disse:

      Petista encantado pelo encantador de jumentos detectado

    • Silva disse:

      Maria, projeto do PT não, projeto de D. Ruth Cardoso, é o correto.
      Não distorce Ta??

    • Maria disse:

      Realmente muitas políticas sociais tiveram início no governo FHC, mas nso atingiu a pobreza na maioria, Lula unificou os benefícios e expandiu a milhões de brasileiros.

    • #EsquerdaDesesperada disse:

      Já dizia finado Tonhão, não debata com defensores do "ze sem dedo", vc pode ficar louco, deixe eles viverem no cercadinho do dono deles!

    • Herculano disse:

      É melhor Jair se acustumando, ainda falta 8 anos e 3 meses pro mandato do Mito acabar.
      Kkkk
      Depois é a vez do HERÓI SÉRGIO MORO que manda prender ladrão condenado em duas instâncias.
      Kkkkk

  11. Arnaldo Franco disse:

    É pegar a grana e sair dizendo "Ele nao"?

Cadastro Único do Bolsa Família em Natal fecha por tempo indeterminado após seis arrombamentos em 18 dias

Foto: cedida

A unidade de Cadastro Único do Bolsa Família, em Natal, encontra-se fechada por tempo indeterminado. O motivo: seis arrombamentos da sede em 18 dias.

“Informamos que a unidade está fechada por tempo indeterminado. Procure CRAS ou unidade em Igapó, ao lado do Atakadão. Desculpe os transtornos”, diz o aviso pregado no portão da sede localizada na Avenida Nascimento de Castro, na Zona Sul de Natal.

Foto 1: Reprodução/Google Maps

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisca Chagas da Silva disse:

    Cadastrar bolca família

  2. FRASQUEIRINO disse:

    É onde anda a GUARDA MUNICIPAL tão ovacionada pelo prefeito Álvaro Dias que chegou a paramentar um dos filhos para desfilar com essa mesma Guarda Municipal no desfile de 7 de setembro passado?

  3. Ems disse:

    Culpa de Bolsonaro !!!

    • Antônio disse:

      A segurança é um direito do cidadão e uma obrigação do Estado. Para isso, pagamos impostos. Se o governo de Fátima Bezerra não realiza uma segurança eficaz, quem sofre é a população. Já a bandidagem está em lua de mel com o RN.

Mais de 11 mil famílias solicitaram desligamento voluntário do Bolsa Família em 2019

Bolsa Família: programa inclui famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais (Ana Nascimento/Ministério do Desenvolvimento Social/Reprodução)

Mais de 11 mil famílias solicitaram desligamento voluntário do Bolsa Família em 2019, segundo o Ministério da Cidadania. Geralmente, o cancelamento do benefício é pedido quando beneficiário consegue um emprego formal.

O programa atende cidadãos em situação de pobreza e de extrema pobreza e inclui famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Segundo a pasta, se a família que solicitou o desligamento voluntário precisar novamente do benefício, o processo é simples.

Se o pedido foi há menos de 36 meses, basta procurar o setor responsável pelo Bolsa Família na sua cidade, levar a documentação e solicitar a reversão do cancelamento.

Famílias consideradas abaixo da linha da pobreza, com renda per capta de até R$ 178 por mês, tem retorno garantido ao programa. Para solicitar a reinclusão, o beneficiário deve procurar o setor responsável pelo Bolsa Família de seu município.

É necessário levar CPF ou título de eleitor e documento de identificação do responsável familiar. Além disso, é preciso apresentar a documentação de todos os integrantes da família, para atualizar o cadastro.

Os municípios e o Distrito Federal são os responsáveis pelo cadastramento das famílias — assim, as famílias interessadas devem ir ao setor do Bolsa Família e do Cadastro Único em sua cidade.

Em muitos locais, o cadastramento também pode ser realizado nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José disse:

    A pergunta é para onde vai o dinheiro dessas 11 mil famílias? Ahhhh ladrão!!!

  2. paulo disse:

    BG
    Muita falcatrua na era ptRALHA.

    • Justiceiro disse:

      Ô babaca!!! Quem inscreve os beneficiários são as prefeituras, a quem cabe a responsabilidade de manutenção do CadÚnico. Ao Governo Federal cabe estabelecer os critérios. Assim, é falacioso o que o "seu" presidente Bostanaro diz… As fraudes são perpetradas e "administradas" nas prefeituras, portanto…

Bolsonaro oficializa criação do 13º salário para beneficiários do Bolsa Família

O presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/Planalto

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no Twitter a criação do 13º para os beneficiários do Bolsa Família, promessa feita ainda na campanha eleitoral.

“Oficializamos hoje, junto ao Ministério da Cidadania a criação do 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família, recursos oriundos em sua esmagadora maioria de desvios e recebimentos indevidos. Grande dia!”, escreveu o presidente.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o repasse será realizado em dezembro para todos os beneficiários, seguindo o calendário regular de pagamento. Com a medida, a pasta informa que terá um aumento de R$ 2,58 bilhões em seu orçamento.

O programa atende famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89,00 mensais e entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais (com crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos). Em março de 2019, 14 milhões de famílias receberam o total de R$ 2,6 bilhões. O valor do benefício médio foi de R$ 186,94.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Nesse governo de liberal só tem o Paulo Guedes. Seja PT, seja PSL… assistencialismo para ganhar votos.

  2. Waldemir disse:

    Em tempo e comparar o bolsa pt que não tinha 13 E o AUXÍLIO A FAMÍLIA tem kkk

  3. Waldemir disse:

    Deveria mudar o nome em vez de bolsa família deveria chamar AUXÍLIO À FAMÍLIA assim acaba com o pt

  4. Ems disse:

    Disseram que ele iria acabar com o programa.

  5. Sandro disse:

    Programa fome zero do Lula. Chupa essa laranjada.

    • SHATONSOM disse:

      lula roubou o programa da dona ruth ciencia! e roubou do programa

  6. Ceará-Mundão disse:

    A petezada pira! Kkkkkkkkkk

MPF busca condenação de ex-prefeito no RN por aplicação irregular de recursos ligados ao Bolsa Família

Wellison Ribeiro, de Canguaretama, foi absolvido em primeira instância, porém o Ministério Público entende que a decisão judicial deve ser modificada

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu da absolvição do ex-prefeito de Canguaretama, Wellison Carlos Dantas Ribeiro, que em 2012 aplicou indevidamente R$ 109 mil ligados a programas complementares do Bolsa Família. Parcelas dessa verba terminaram sendo gastas com ornamentação de escolas para festas juninas. Além disso, ao deixar a Prefeitura ele ocultou documentos relativos à destinação dos recursos.

Apesar das irregularidades, o ex-prefeito foi absolvido em primeira instância. O MPF, contudo, reforça que – ao deixar a Prefeitura, no fim de 2012 – Wellison Ribeiro não só havia destinado o dinheiro para finalidades diferentes das previstas, como também ocultou os documentos e, por consequência, a prestação de contas foi parcialmente reprovada pelo Ministério de Desenvolvimento Social.

“Do total de R$ 421.502,07, R$ 109.428,17 foram impugnados pela ausência de comprovação dos gastos”, destaca o recurso do MPF, assinado pelo procurador da República Fernando Rocha. Parte desse dinheiro foi utilizado, irregularmente, para aquisição de bens permanentes e outra parte para ornamentação de escolas no período das festas juninas. Os recursos deveriam ser destinados exclusivamente a promover atividades de ação social ofertadas pelos “CRAS – Casa das Famílias”.

A verba é originária do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e deveria ser destinada aos Serviços de Ações Continuadas, Projetos e Programas de Política de Assistência Social e Índice de Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família (IGD/PBF). Nota técnica formulada pelo próprio Ministério do Desenvolvimento Social reconheceu que os recursos do piso básico (PB) fixo do programa de ação social do ano de 2012 foram utilizados na aquisição de bens permanentes e os recursos do PB variável para compra de ornamentação junina de escolas.

“É obvio que não poderia, sob qualquer razão, custear demandas de outras pastas ou cobrir despesas de finalidade diversa do programa federal”, destaca o MPF. O Ministério do Desenvolvimento Social contatou o ex-prefeito diversas vezes, mas Wellison Ribeiro nunca respondeu aos questionamentos do órgão.

Processo – O magistrado de primeira instância, ao absolver o ex-prefeito, não adotou a chamada “emendatio libelli”, ou seja, a possibilidade de corrigir o enquadramento jurídico dos atos ilegais. A prática está prevista no próprio Código de Processo Penal (CPP), em seu artigo 383. “Ao invés de aplicar o direito posto, previsto e regulado expressamente no (…) CPP, (a decisão ora combatida) busca em projeto de reforma ou em norma do código de processo civil razão jurídica para justificar a absolvição do apelado”, lamenta o procurador, lembrando que nem o próprio réu reclamou de alguma ofensa ao princípio da ampla defesa.

No recurso, o MPF pede a condenação de Wellison Ribeiro por extravio de documento oficial (artigo 314 do Código Penal) e por aplicar indevidamente verbas públicas (art. 1º, III, do Decreto-lei número 201/67). Requer ainda a reparação mínima do dano causado à União e ao Município de Canguaretama, no valor de R$ 109 mil. O processo tramita na Justiça Federal sob o número 0807649-94.2018.4.05.8400.

http://www.mpf.mp.br/rn/sala-de-imprensa/noticias-rn/mpf-busca-condenacao-de-ex-prefeito-por-aplicacao-irregular-de-recursos-ligados-ao-bolsa-familia

Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, confirmou nesta terça-feira (12) o pagamento do décimo terceiro salário do Bolsa Família em dezembro. Com custo estimado de R$ 2,5 bilhões, esse foi um dos compromissos de campanha do presidente Jair Bolsonaro. “Está tudo certo, estamos negociando com o ministro Paulo Guedes [Economia]. Uma parte [dos recursos] virá do Orçamento [Geral da União], que será revisto, e a outra parte, menor, virá do pente-fino [no programa] que a gente quer aprofundar”, afirmou Terra.

Brumadinho

Sobre a situação da população de Brumadinho (MG), atingida pelo rompimento da Barragem da Mina do Corrégo do Feijão em janeiro, o ministro da Cidadania disse que uma pacote de ações está em estudo para recuperar econonicamente o município mineiro. Ele adiantou que, até o fim deste mês, deverá se reunir com o prefeito da cidade, Avimar Barcelos (PV), e com o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), para definir as responsabilidades de cada parte.

Osmar Terra lembrou que 80% da arrecadação de Brumadinho vêm da mineração, que vai continuar. Para ele, é preciso mudar o arranjo produtivo da região e, para isso, será anunciado um pacote de ações. Uma das ideias é levar para a região um projeto turístico grande, que envolveria hotéis e resorts. Outra possibilidade é uma parceria com uma grande rede de supermercados para a compra de alimentos produzidos por agricultores locais. Para viabilizar a produção, prejudicada também pela contaminação do Rio Paraopeba, haverá um plano para construção de cisernas e poços artesianos destinados à irrigação da produção.

“Fiquei com uma tarefa dada pela Casa Civil, de coordenar e planejar o que será Brumadinho daqui para a frente. A gente não quer que ocorra em Brumadinho o que aconteceu ali na região da Samarco, da Vale do Rio Doce. Lá, em todos os municípios que ficam ao longo do Rio Doce, o PIB [Produto Interno Bruto], a atividade econômica caiu muito. E nós queremos que em Brumadinho seja diferente”, disse o ministro.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Gabriel disse:

    Os defensores de Bolsonaro não vão falar nada? . Bolsa família não é esmola como vcs dizem que é compra de votos do PT. Olha aí o além de manter ainda vai dar um 13° .

    • Curioso disse:

      O PT quem pretendeu angariar votos dos mais precisados, alegando que o bolsa família acabaria, caso Bolsonaro fosse eleito. Foi prometido o 13º, eis o compromisso de pagamento sendo firmado. Lula está preso, babaca!

    • carlos disse:

      Deixa de escrever besteira, ninguem esta interessado na sua opinião.
      Se vc precisasse não tava falando isso..

Bolsa Família: Calendário 2019 com datas de saque é divulgado

Foto: José Cruz/Agência Brasil; Agencia Brasil

Beneficiários do Programa Bolsa Família podem consultar as datas de 2019 em que o pagamento estará disponível para saque. Para saber o dia em que o valor será creditado, a família cadastrada no programa deve consultar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão magnético vinculado à sua conta bancária do titular.

Depois de identificá-lo, deve consultar o calendário do programa, que indica, mês a mês, as datas em que a família poderá sacar o dinheiro. Os beneficiários que possuem o cartão com final 1, por exemplo, poderão efetuar a operação no primeiro dia de pagamento – 18 de janeiro -, enquanto aqueles com o final 2 poderão resgatar o recurso a partir do segundo dia do cronograma – 21 de janeiro – e assim por diante.

Segundo as regras do programa, os beneficiários têm até 90 dias para sacar a quantia a que têm direito. O benefício é pago de forma gradual nos dez últimos dias úteis de cada mês. Por isso, o primeiro período de lançamentos do programa será de 18 a 31 de janeiro. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, somente em dezembro R$ 2,6 bilhões foram repassados para mais de 14,1 milhões de famílias em todo o país.

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda para as famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), contemplando famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. Para participar, é necessário que as famílias comprovem renda mensal por pessoa de até R$ 89. Famílias com renda familiar mensal de até R$ 178 por pessoa e que sejam compostas por gestantes, crianças ou adolescentes também podem se candidatar.

Quem atender aos critério de renda e tiver interesse em se inscrever no Bolsa Família deve procurar seu representante local, na prefeitura da cidade onde reside, para se registrar no CadÚnico. Caso tenha dúvidas ou queira mais informações sobre o programa, é possível buscar atendimento pelo telefone 0800 707 2003, serviço oferecido pelo ministério.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ferreira disse:

    O Bolsa Família não era uma desgraça?
    Agora não vão tirar essa desgraça não?
    Ah, o Auxilio Moradia, Saúde, Alimentação… e tantos outros é que não podem sair que logo inventam outros nomes para manter a mesma situação.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. […] Bolsa Família: Calendário 2019 com datas de saque é divulgado […]

Bolsonaro anuncia 13º para beneficiários do Bolsa Família em seu programa de governo

Jair Bolsonaro revelou a O Antagonista que acaba de acolher proposta do general Hamilton Mourão para, num eventual governo, pagar 13º aos beneficiários do Bolsa Família.

A sugestão também foi avalizada pelo economista Paulo Guedes e será incluída no programa de governo.

Bolsonaro tem defendido eliminar as fraudes no pagamento do benefício, o que, segundo sua equipe, permitirá o pagamento extra.

Com informações de O Antagonista, UOL e Metrópoles

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luiz disse:

    1 de abril

  2. Geraldo Antonio Ribeiro disse:

    Sabe-se que o bolsa família foi reinventado pelo PT. Foi a fusão do kit bolsa escola e vale gás criado por FHC. Depois dessa de BOLSONARO anunciar 13 do bolsa família, o que é que o PT vai inventar em……..

  3. Mario disse:

    Miiitooooo
    Acabe as fraudes que dá tudo certo

  4. Emílio Tôrres disse:

    Por isso não, o PT também vai pagar o 13° do bolsa família kkkkkk sem problema

  5. jorge castro disse:

    agora ficou dificil pras fake news da globo!
    vote 17 pro pais melhorar

  6. Humberto disse:

    O mesmo vice que insinuou acabar com o 13º do trabalhador, teria proposto 13º para o Bolsa Família, que o candidato já havia se manifestado contra, tudo isso avalizado pelo cara que apoia o arrojo fiscal.

    É, acredita quem quer mesmo.

  7. Astrovenga disse:

    Eita, garantiu o meu peru com cerveja. agora o nordeste é Bolsonaro! Hehehe.

  8. Chico disse:

    Esse é o cara. o vice que quer acabar com 13o que se exploda. Kkkkkkk

  9. Jessica disse:

    É assim que se governa: pega um projeto bom e aperfeiçoa, em vez de maquiar como fez o PT com os programas sociais de FHC.

Justiça Federal do RN absolve servidor acusado de receber valores do Bolsa Família

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte absolveu um servidor público que havia sido acusado de ser beneficiário do programa Bolsa Família. A sentença do Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior foi de absolvição considerando que ficou provado nos autos que o nome do acusado e da mãe dele foram usados ilegalmente para o cadastro do programa Bolsa Família. Durante o depoimento, o acusado disse acreditar que os seus dados podem ter sido coletados para os fins da prática ilícita durante internação em um hospital público, o que ocorreu próximo ao período de início da inserção como beneficiário.

“ Nesse ponto, tais informações merecem especial atenção por parte dos órgãos de controle do programa assistencial e repressão ao crime organizado. Ora, não raro nos deparamos com notícias de quadrilhas altamente especializadas em aplicar golpes em pacientes internados em hospitais da rede pública. Podemos citar, por exemplo, a venda de dados de pacientes para recebimento indevido do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres/DPVAT, em diversos estados brasileiros”, destacou o Juiz Federal, na sentença.

O magistrado Walter Nunes disse que não há dúvida sobre a materialidade do fato, mas tudo indica que uma pessoa se passando por mãe do acusado foi quem, de fato, estava recebendo os valores.

O Juiz Federal, na sentença, apontou falhas no processo de investigação. “A partir do momento em que o acusado falou que, provavelmente, tinha havido uma fraude com a utilização do nome de sua mãe, a investigação, no mínimo, deveria ter tomado o cuidado de procurar ouvi-la. Não o fez. Se contentou em ir pelo caminho mais fácil, imputar a prática do crime ao acusado, quando ele, sequer, era o beneficiário direto”, ressaltou.