NEM A CASINHA DO PAPAI NOEL ESCAPA: Depredação e furtos contra o patrimônio público aumentam em Natal

Foto: Divulgação SEMSUR

As ocorrências de crimes contra o patrimônio público têm se tornado frequentes em Natal. Cemitérios, monumentos, rede de iluminação pública e até a casinha de Papai Noel da Praça da Árvore têm sido os principais alvos do vandalismo. Criminosos estão roubando o cabeamento da rede elétrica de importantes avenidas e alamedas da cidade, violando túmulos nos cemitérios, furtando monumentos de bronze e nem mesmo a casinha de Papai Noel escapa da ação dos vândalos.

O caso de roubo e depredação mais recente ao patrimônio municipal ocorreu neste final de semana, no tradicional Cemitério do Alecrim, na zona Leste de Natal. Os criminosos invadiram o local, violaram e danificaram a estrutura de 30 túmulos para roubar peças de bronze – como argolas, crucifixos e letreiros de identificação.

O processo de retirada desses objetos se dá após a depredação de parte da estrutura dos túmulos construídos com alvenaria ou mármore. A administração do cemitério registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil para investigação do caso. Inaugurado em 1856, o Cemitério do Alecrim é tombado como patrimônio histórico e cultural de Natal desde 2011.

Neste final de semana, a casinha de Papai Noel, na Árvore de Natal, em Mirassol, foi invadida, depredada e roubada por vândalos e criminosos. Eles quebraram a janela e roubaram objetos de uso do Papai Noel, além de mesas de canto de madeira e material de isopor. Como ocorrem todos os anos, a casinha de Papai Noel foi afixada na Praça da Árvore como parte da programação de atração do período natalino na cidade.

Maior incidência são furtos de cabos da rede elétrica

Já os furtos de cabos da rede de energia elétrica foram os que mais aumentaram. Segundo o Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), nas últimas semanas foram levados mais de 4 mil metros de cabos de iluminação pública das alamedas das avenidas Maranguape e Marinho Chagas, duas importantes vias da zona Norte de Natal. Nas vistorias que os técnicos fazem no local encontram sinais de curto circuito geral, fios cortados, disjuntores arrancados, furto de fios, tampas das caixas de passagem quebradas.

A ação dos vândalos tem preocupado a Semsur. Além do prejuízo financeiro aos cofres públicos e ao contribuinte, a população enfrenta o transtorno pela não prestação do serviço. O local fica às escuras, comprometendo a segurança dos frequentadores e moradores.

De acordo com Irapoã Nóbrega, titular da pasta, o esforço da Prefeitura do Natal em tornar a cidade mais iluminada, segura e bem cuidada, está esbarrando na ação de bandidos. Ele apela à população que colabore, denuncie e informe a Policia Militar ou à Guarda Municipal os casos de vandalismo. “Locais escuros ou mal iluminados favorecem a criminalidade. Estamos trabalhando para evitar que isso aconteça, mas também precisamos do apoio da população”, destacou.

DENUNCIE

Penalidades e denúncias – Danificar, inutilizar e deteriorar coisa alheia é crime. Quem provoca danos ao patrimônio público é enquadrado no Artigo 163 do Código Penal Brasileiro (CPB). A punição prevista para o crime é detenção, que varia de seis meses a três anos, e multa. Já em caso de furto (Artigo 155 do CPB), a pena é mais severa: reclusão, de um a quatro anos, e multa, podendo ser aumentada de um terço se o crime é praticado durante o repouso noturno. Para denunciar furto ou atos de vandalismo contra o patrimônio público no município basta entrar em contato com a Guarda Municipal ou a Polícia Militar através do número 190.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    O maior problema do Brasil são os brasileiros.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Tem jeito não.

  3. Assis disse:

    Cadê a guarda Municipal

  4. Especialista disse:

    Esse é o paraíso dos petralhas, sujeira, discórdia, furto, roubo, sujeira, desordem, agressividade, criminalidade em alta, promessas vãs, mentiras, vamos lá manoeis, se pronunciem.

    • M.D.R. disse:

      Meus parabéns, pelo comentário sobre PETELHADAS.
      São uns verdadeiros XIITAS.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    A cidade tá entregue a bandidagem. Quem é o atual secretário de segurança que a gente nem ver??

  6. Luís disse:

    Terra de gente ruim. Não se pode ter nada minimamente bonito e funcional. Fica tudo escuro, degradado, pichado. Se não fosse a chance de se pegar inocente, era para ter açoite, trabalho forçado, subconfinamento. O mesmo para quem recepta.

  7. Gustavo disse:

    Meu Deus, nem a belíssima casinha de Papai Noel recentemente reinaugurada escapa da insegurança generalizada do governo Fátima Bezerra. Natal virou um inferno graças a sucessivos governos relapsos, mas Fátima ganha o troféu. Com dois anos de governo, não dá mais para se esquivar! Parabéns…

PF prende acusado de praticar furtos contra agências dos Correios no RN

Foto: Divulgação/PF

A Força-Tarefa de Combate às Facções Criminosas no Rio Grande do Norte, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais militares e policiais civis da SESED/RN e, ainda, agentes penitenciários federais, atuando com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), deu cumprimento a mandado de prisão preventiva na segunda-feira, 11/05, em Natal, expedido contra um pernambucano, 21 anos, suspeito de participar de furtos, mediante arrombamento, das agências dos Correios nas cidades de Patu/RN e Caraúbas/RN, respectivamente, nos meses de agosto e setembro de 2018.

O homem esteve envolvido, também, na tentativa de arrombamento à agência dos Correios de Serrinha/RN, no último final de semana, onde foi preso na companhia de outros três acusados que se preparavam para deixar o local.

O preso preventivamente possui ainda extenso histórico criminal ligado à prática de crimes contra o patrimônio, incidências que causam grande abalo social, especialmente em pequenos municípios do interior.

Apesar das restrições impostas neste período de calamidade pública, a Força-Tarefa coordenada pela Polícia Federal prossegue com o monitoramento da criminalidade visando reprimir as ações das facções criminosas no Rio Grande do Norte, atividade essencial que não pode ser interrompida.

ZONA: Festa na UnB com 1,5 mil pessoas termina com três esfaqueados, furtos e arrastões

Faca apreendida durante evento de alunos da UnB — Foto: Reprodução/TV Globo

Três pessoas foram esfaqueadas na tradicional festa de fim de semestre da Universidade de Brasília (UnB). O evento reuniu mais de 1,5 mil pessoas na quadra 408 da Asa Norte, na noite dessa quinta-feira (6), próximo ao campus.

Em um dos casos, um adolescente foi atingido por uma facada nas costas. A idade dele não foi divulgada. O jovem foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e levado, em estado estável, ao Instituto Hospital de Base. As outras vítimas também não correm risco de vida porque os cortes foram superficiais.

Segundo a Polícia Militar, em cinco horas de festa, foram registrados furtos, roubos e arrastões. A multidão se dispersou, e a festa foi encerrada por volta das 22h30. Um homem de 21 anos foi preso em uma parada da 209 Norte com sete celulares, que segundo a PM, teriam sido furtados na festa.

Ele foi encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia da Asa Norte, mas duas horas depois, foi liberado. Uma faca também foi apreendida, mas os autores dos esfaqueamentos, não foram identificados.

A Universidade de Brasília disse que “não tem qualquer relação com os eventos de jovens ocorridos na noite de quinta-feira”, mas soltou nota na qual “lamenta os incidentes e se solidariza com as vítimas, moradores e comerciantes”.

Alunos da UnB durante festa de fim de semestre — Foto: Reprodução/TV Globo

‘Infiltrados’

O evento ocorre no início e no fim do semestre e é organizado por estudantes da UnB. A divulgação é feita pelas redes sociais e qualquer pessoa pode participar.

“Infelizmente criminosos se infiltram nesses eventos para praticar crimes como roubos e furtos. É uma questão de oportunidade”, afirma o tenente Uitalo Menezes, da PM.

Durante a festa, uma equipe de policiais foi agredida ao tentar socorrer uma pessoa que estava apanhando.

“A gente estava bem do lado quando começou. E não foi algo do tipo: a polícia veio e começou a usar gás, começou a jogar bomba, nada do gênero. Um determinado grupo de pessoas estava exatamente no centro do aglomerado e começou a pegar garrafa, quebrar as garrafas em cima das pessoas e aí veio a polícia e teve que interferir”, descreveu o estudante Vinícius Abreu.

Com medo, os comerciantes fecharam as portas mais cedo. Quem mora ou trabalha na área reclama da bagunça e da insegurança no local. É o que diz uma comerciante que não quis se identificar.

“Um caos acontecendo aqui na 408 Norte. As ruas estão tomadas, os prédios e a meninada usando drogas sem parar, sem nenhum controle. Música alta, muito barulho. Só transtorno. Comerciantes fechando as portas.”

G1-DF

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tião disse:

    Ambiente petralha é assim, desonestidade, mentiras e violência. Só!

PM apreende mais de 200 armas de fogo e recupera 86 veículos no 1º trimestre na Região Metropolitana

PM devolve motocicletas roubadas (1)A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), por meio da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PMRN), contabilizou durante o primeiro trimestre de 2016, a apreensão de 204 armas de fogo, 12 simulacros, 1.253 munições de diversos calibres, aproximadamente 27 kg de drogas e 17 balanças de precisão destinadas ao tráfico de drogas, somente em Natal e Região Metropolitana.

Além das apreensões, a PM ainda capturou cerca de 60 foragidos do Sistema Penitenciário do Estado, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.

A Polícia Militar ainda recuperou, somente na Região Metropolitana, quase 90 veículos que continham registro de roubo ou furto, que foram devolvidos aos proprietários. Foram atendidas mais de 42 mil ocorrências registradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), pelo número 190.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Capitão-mor disse:

    Parece foto do poupa-ganha 🙂

  2. Lutemberg disse:

    Ao invés de tão somente criticar, deveria reconhecer o trabalho feito pelos policiais, com um efetivo muito abaixo do ideal, e mesmo assim, eles vêm se esforçando para prestar um serviço digno à população. Vale lembrar que os proprietários também poderiam ajudar instalando bloqueadores e/ou rastreadores em seus veículos, dificultando assim a ação dos criminosos e facilitando o trabalho da polícia, e cobrar de quem de direito leis que realmente punam os ladrões, ao invés de só beneficiá-los.

  3. caio fabio disse:

    Não informam a quantidade de veículos roubados no período para não mostrar o quanto tão insignificante foi o percentual de recuperação

Suspeito de integrar quadrilha responsável por furtos em shoppings é preso em frente ao Midway

Policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) prenderam na noite dessa terça-feira (1), um baiano identificado como Hebert de Souza Costa, de 27 anos, suspeito de integrar uma quadrilha responsável por furtos em shoppings de Natal. Os policiais militares chegaram até o homem após uma denúncia de que ele estaria na Avenida Bernardo Vieira, em frente ao Midway Mall, recebendo produtos furtados de três mulheres.

Segundo a Rocam, durante o flagrante, o suspeito admitiu que fazia parte do bando e disse que as três mulheres estavam dentro do shopping furtando objetos e repassando para ele. Após a prisão, policiais ainda aguardaram pela suposta chegada das mulheres ao local onde ele costumava ficar, contudo, elas não apareceram.

O baiano foi encaminhado para a Delegacia de Plantão Zona Sul, onde os objetos foram encaminhados para reconhecimento através de proprietários de lojas do estabelecimento. Informações dão conta que o acusado já havia sido preso por furto em Salvador.

Crime e molecagem: Furtos de cabos da rede elétrica e trotes geram prejuízo para Natal

Avenidas de Natal tiveram seu fornecimento de iluminação pública prejudicado, nos últimos quinze dias, devido ao furto de cabos da rede elétrica. Nesse período, as áreas com maior incidência foram as Zonas Norte e Sul.

Os pontos atingidos foram Av. João Medeiros Filho, Av. Tomaz Landim, Ponte Newton Navarro (tanto na Redinha, como na lateral da Praia do Forte), Viaduto do Quarto Centenário e Praça da Árvore, em Mirassol. Ao todo, o volume de cabos furtados chegou aproximadamente a 1000 metros, significando um prejuízo de R$ 34 mil para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur).

A ação criminosa não afeta apenas os cofres públicos. O furto de cabos implica também em prejuízo para a população, que sofre com a interrupção do fornecimento de energia nas vias públicas. A retirada irregular desses cabos da rede elétrica representa risco de acidente e pode, também, ocasionar curto-circuito.

A fim de minimizar o impacto do furto de cabos a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos tem mobilizado recursos, equipe técnica e material, com o objetivo de repor as estruturas danificadas e restabelecer o funcionamento normal da rede de iluminação no menor tempo possível.

Outro dano ao trabalho do Departamento de Iluminação Pública, da Prefeitura do Natal, está relacionado aos trotes passados para o Call Center. “Desde que voltamos com atividade, estamos encontrando dificuldades para realizar as ordens de serviço, pois, constantemente, as equipes de trabalho não localizam as luminárias apontadas como danificadas, simplesmente porque os pontos indicados estão em funcionamento”, declara o diretor do Departamento, Antônio Fernandes.

Segundo o Antônio Fernandes, os trotes representam uma média 12% das ligações registradas pela Central de Atendimento. No que diz respeito ao combate aos furtos, a Semsur conta com o apoio da população, que pode colaborar denunciando casos de furto de cabos entrando em contato com a secretaria pelo número 0800.281.8980, no horário das 8h às 18h, gratuitamente.

Mulher entra em hospital para fazer cirurgia e sai sem dentadura

Uma mulher entra no hospital para fazer uma cirurgia, quando acorda não encontra a sua prótese? Não é piada e o pior, segundo a paciente a dentadura foi furtada após a operação. É brincadeira, nem os dentes estão livres dos ladrões.

Veja a matéria que sai no R7

Uma mulher teve a dentadura furtada após se internada e passar por uma cirurgia, no Hospital Albert Schweitzer, no bairro de Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo a mulher, que usava a prótese há 40 anos, a dentadura desapareceu durante a operação. Constrangida a dona de casa afirma que está com vergonha de conversar e até sair na rua.

— Todo mundo me conhece pelo sorriso. Quando as pessoas vêm me visitar eu não posso nem sorrir, também não posso mostrar minha boca porque tenho vergonha. Ai fico chorando.

No dia 28 de agosto a advogada, que tem 63 anos, foi até o hospital com uma crise de vesícula, e no mesmo dia foi submetida a uma cirurgia de emergência. Quando acordou após o procedimento descobriu que estava sem a prótese dentária.

A direção do Hospital Albert Schweitzer informou que a prótese foi devolvida após a operação. A unidade estadual de saúde também informou que a mulher pode passar por uma avaliação no serviço de odontologia no hospital.

 

 

Bens de vítimas de queda de prédios no Rio estão sendo furtados por operários

A falta de controle sobre os escombros retirados do local do desabamento dos três prédios no centro do Rio fez com que a zona portuária virasse ponto de garimpo, informa reportagem de Denise Menchen e Juca Varela publicada na edição deste sábado da Folha.

Juca Varella/Folhapress
Funcionário de empresa que trabalha em construção de museu vasculha bolsa no meio de entulho retirado de prédios
Funcionário de empresa que trabalha em construção de museu vasculha bolsa no meio de entulho retirado de prédios

O lugar funciona como entreposto do entulho, que depois segue para um terreno na Baixada Fluminense. A Folha flagrou operários revirando bolsas, álbuns de fotos, peças de metal, cabos elétricos e telefônicos.

Eles usavam uniformes da Secretaria estadual de Obras e de empreiteiras que trabalham na região. A prefeitura, responsável pelo entulho, vai investigar o caso. O Estado diz que a roupa pode ter sido usada indevidamente.

SUSPEITAS

O número de mortos no desabamento chega a 17. Ainda há ao menos cinco desaparecidos.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), afirmou nesta quinta-feira (26) que os indícios apontam que é improvável que o desabamento dos três prédios tenha sido causado por uma explosão. A principal hipótese aponta para um problema na estrutura de um dos prédios.

O ajudante de obras Alexandre Fonseca, 31, que sobreviveu ao desabamento ao se abrigar dentro do elevador, afirmou, porém, que não mexeu em pilares, vigas e lajes, que poderiam comprometer a estrutura do local.

Segundo o Crea, não havia qualquer registro da obra que estava sendo realizada em dois andares do edifício Liberdade. A prefeitura afirma que os imóveis estavam em situação regular.

Sérgio Alves, sócio-diretor da empresa TO – Tecnologia Organizacional, afirmou em entrevista nesta sexta-feira que as obras realizadas no 3º e 9º andar do edifício Liberdade, que desabou quarta-feira (25), não tinha irregularidades.

De acordo com Alves, as intervenções retiraram apenas paredes de tijolos, o que, segundo ele, não altera a estrutura do prédio.

s