Geral

Finanças são motivo de estresse em 58,4% das famílias

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

As finanças causam estresse e refletem na vida familiar de 58,4% dos brasileiros, segundo o Índice de Saúde Financeira do Brasileiro. O indicador, lançado hoje (19), faz parte de uma iniciativa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com o Banco Central para fornecer à população ferramentas de educação financeira.

O índice foi construído para avaliar a capacidade de cada pessoa em cumprir as obrigações financeiras; tomar boas decisões do ponto de vista das finanças pessoais; ter disciplina e autocontrole; sentir segurança em relação ao futuro; ter a liberdade de fazer escolhas que permitam aproveitar a vida.

O questionário do indicador foi aplicado por meio de 5 mil entrevistas em uma amostra representativa das regiões do país, faixas de renda, idade e sexo. O questionário também fica disponível na página dedicada ao tema onde os usuários podem avaliar de forma individual a própria saúde financeira.

A pesquisa nacional mostrou ainda que apenas 21,9% dos brasileiros se sentem preparados para lidar com uma grande despesa inesperada.

Pontuação

Em uma pontuação que vai de zero a 100, a média nacional ficou em 57 pontos, o que significa uma situação de razoável equilíbrio, mas com pouco espaço para erros e imprevistos. Quase a metade da população (48,3%), no entanto, está abaixo desse patamar, em faixas consideradas de baixa saúde financeira.

Desigualdades

A Região Sudeste teve o maior percentual (14,1%) de pessoas na faixa mais baixa de saúde financeira – de zero a 36 pontos. Em seguida vem a Região Nordeste, com 11% da população nessa situação.

A Região Sul tem 13,1% das pessoas no patamar de melhor saúde financeira, marcando acima de 83 pontos. Na média nacional esse índice é de 8,1%.

Os homens têm uma situação financeira melhor do que as mulheres. Entre os entrevistados do sexo masculino, 10,1% estão na faixa com situação financeira ótima e 8,3% na pontuação mais preocupante. Entre as entrevistadas, 15,1% estão na pior faixa e 5,9% na situação ótima.

Sobre o futuro, apenas 35% da população têm segurança sobre as finanças. Mais da metade (53,5%) disseram que os compromissos reduziram o padrão de vida.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Pixuleco tá de rei, corrupção a torto e direito na melhor governadora do mundo como ele enaltece. Depois é que a borracha no lombo vai arder. Kkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Bolsonaro sanciona lei que facilita crédito a famílias e empresas

FOTO: MARCELLO CASAL JRAGÊNCIA BRASIL

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que facilita o acesso de famílias e empresas ao crédito bancário. Conforme o texto publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (1º), as instituições financeiras ficam dispensadas, até 30 de dezembro de 2021, exigir documentação de regularidade fiscal para liberar os recursos.

A proposta, originada em uma MP (Medida Provisória) do Planalto busca reduzir os impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus. O texto original concedia o benefício até 30 de junho, mas o prazo foi prorrogado pelos deputados.

“A sanção presidencial é de grande valia, pois auxiliará as medidas de combate aos efeitos econômicos e sociais decorrentes do enfrentamento à pandemia de covid-19, franqueará às empresas melhores condições de acesso ao mercado de crédito, bem como permitirá maior taxa de sobrevivência de empresas”, destaca o governo.

Entre os documentos que não serão cobrados de empresas e pessoas físicas estão a comprovação de quitação de tributos federais, a certidão negativa de inscrição na dívida ativa da União, a certidão de quitação eleitoral, a regularidade com o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), a regularidade na entrega da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) e a comprovação de pagamento do ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural) para os tomadores de empréstimo rural.

Outra inovação trazida pela MP trata da determinação de que micro e pequenas empresas, cooperativas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões e setores mais afetados pela pandemia recebam tratamento diferenciado na captação de crédito ofertado com recursos públicos.

Aposentados e pensionistas também deverão ter acesso a condições facilitadas em empréstimos viabilizados com verbas oficiais até o final do ano, nos termos do regulamento a ser editado pelo Poder Executivo.

R7

 

Opinião dos leitores

  1. O comentário seletivo dos vermelhos não vai aparecer por aqui. Eles não gostam da simples ideia do País dar certo. Preferem a volta da roubalheira, e do Barbudo Encantador de Jumentos. Depois, nós, cidadãos de bem, é que somos gado… vai entender.

  2. Presidente Arroxado!! 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 Os pequenos empresários que sustentam o país agradece Presidente 👏🏻👏🏻

  3. Com 14 milhões de desempregados devido a pandemia, essa é a hora de investir nas pequenas empresas, que é onde são gerados as maiores quantidades de emprego.

  4. A imprensa militante de vermelho ficam pra morrer, além disso não irão divulgar esta noticia. Os antes democráticos de plantão irão cometer suicídio, com mais uma boa ação do capitão entre tantas outras que não são noticiadas pela imprensa macabra.

  5. Que Presidente bom da gota serena é esse Bolsonaro.
    A turma vermelha fica se mordendo. Hô Véio arroxado do cunhão rôxo é esse Bolsonaro.

    1. A esquerdalha vai criticar, para eles o melhor é manter os bolsas esmolas para o povo improdutivo e a igualdade na miséria, com a corrupção como forma de governo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

LÁZARO: Trecho de texto no Brasil 247 destaca que “muitas vezes, o agressor também é uma vítima”, sobre suspeito de chacina de família no DF procurado pela polícia

Foto: Reprodução

O portal Brasil 247 destaca o texto de Lelê Teles, Jornalista, publicitário, que destaca o texto “Lázaro, o leproso”, sobre um sujeito em Brasília, “de nome Lázaro Barbosa Ramos, 32, apresentou suas feridas à sociedade”. Há oito dias, policiais do DF e Goiás tentam localizar o homem, suspeito de assassinar quatro pessoas da mesma família, em Ceilândia.

Desde que a fuga teve início, em 9 de junho, Lázaro também cometeu uma série de crimes em chácaras do Entorno do DF. Em um dos assaltos, três pessoas foram baleadas. Já na terça (15), ele atirou e atingiu um policial que participava das buscas.

Parte do trecho destaca o homem caçado pela polícia:

“Na Ceilândia, invadiu uma casa e chacinou uma família, com requintes de crueldade. Perseguido, embrenhou-se no mato, em seu encalço há um forte aparato policial: só do DF são mais de 200 PMs, com reforço do BOPE, da PF e da PRF que rastreiam a área, auxiliados por helicópteros e cães farejadores. Lázaro está numa jornada sem volta, sabe que o querem morto; enquanto isso, na mata, ele mata”.

Em outra face, o jornalista faz uma análise. Veja trecho:

“Muitas vezes, o agressor também é uma vítima. Apavorados com os efeitos, esquecemos de procurar conhecer a causa. No fundo, Lázaro é apenas mais um miserável cheio de chagas psicológicas e que cansou de mendigar sua condição de gente”.

Texto na íntegra com “reflexão” no Brasil 247 pode ser conferido no link abaixo:

https://www.brasil247.com/blog/lazaro-o-leproso

Opinião dos leitores

  1. Só vira vítima quando não é da sua família …bando de nojento cara é bandido a morte é pouco pra ele ..como pode ter gente defendendo um homem q além de matar todos da família da mulher abusar dela e tirar todo cabelo dela em. Vida ..deveria ser torturado .

  2. Nasci de familia humilde, passei fome,tive o que chamam de trauma, fui criado sem pai, apanhei um bocado porque pinta brava. Nao botei a mão em nada de ninguem. O que mais me irrita é esse papo de metidos a intelectual, querendo sempre minimisar os desvio de condutas. defender traficante, assaltante e mais um bocado de ante, não é errado! normalmente defendemos nossos pares. Né mesmo?

  3. Imagine se todas as pessoas com problemas psicologicos vítimas do abandono, os desempregados os que vivem abaixo da linha da pobreza resolvem-se sair matando, roubando. Dois dias atrás vi uma reportagem de um jovem com uns 25 anos de idade no Nordeste que tinha vontade de comer um pudim uma vez que nunca teve a oportunidade de comer, quanta tristeza. Vamos olhar para a nossa realidade.

  4. 2+4+7 = ?????
    Não precisa ser um gênio para ver que esse tipo de apoio só vem de lá!!

  5. BG esse site 247 é petista homi…pra eles o conceito agressor e vítima, corrupto e honesto, só depende do ponto de vista…Lula é inocente, Bolsonaro é Genocida, Fidel é bonzinho…

  6. Não sou um idiota nem de esquerda nem de direita, sou apenas um cidadão que carrega na bagagem o conhecimento/experiecia de saber que é possivel sim um ser humano ser acometido de traumas psicologicos e se tornar um criminoso. Isso que a pessoa que escreveu quer transmitir ou seja é uma especie de reflexão, porém só entenderar que tem o senso de percepção dentre outras qualidades.

  7. Vítima são as pessoas inocentes que bandido tirou a vida, os responsáveis desse site deveriam ser indiciadas criminalmete e responder por apologia ao crime!!

  8. Esse criminoso homicida e estuprador certamente não está entre os que merecem defesa ou segunda chance: Deveria mofar numa prisão de segurança máxima!

    1. Como se nós, cidadãos de bem, nunca tivéssemos enfrentado grandes problemas na vida. Tive uma vida difícil, comecei a trabalhar aos 7 anos de idade, apanhava todo dia e nem por isso eu virei marginal, muito pelo contrário. Problemas não justificam essa conduta monstruosa. Todos nós temos problemas.

  9. Bem que ele poderia ter adentrado o congresso ou o STF, com certeza faria um bem imensurável ao Brasil…

  10. Esse site deveria responder criminalmente por apologia a assassino, por defesa ilegal de criminoso em série, por tentativa pública em desvirtuar os fatos e viciar criminalmente o pensamento de outros.
    Como um assassino frio, calculista, perigoso desse pode ser considerado uma vítima em qualquer circunstância?
    Esse tipo de opinião levada ao conhecimento público é flagrante apologia a criminalidade. É a inversão dos fatos, onde o assassino é a vítima e as pessoas assassinadas, as famílias destruídas, as pessoas que escaparam fisicamente, mas vão ter trauma psicológico provocado por esse assassino são as culpadas por ter entrado no caminho dele.
    Por essa absurda opinião colocada no site, leva a justificar se algumas dessas pessoas que escaparam do assassino for cometer assassinato, também serão consideradas vítimas sociais. Issa é a mais cristalina apologia a desmonte social através da inocência do criminoso e culpabilidade da vítima. Você sabem quem patrocina do site brasil247? Procure saber e vão encontrar a resposta para tamanha irresponsabilidade, banalidade, inversão e podridão de opinião.

    1. É só somar o nome do site: Brasil 2+4+7=13=PT, tá aí a resposta

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Governo do RN acata sugestões de Ezequiel de socorro ao setor produtivo e famílias de baixa renda

Foto: Divulgação

O Governo do Rio Grande do Norte divulgou no último sábado (20) uma série de medidas que serão adotadas com o objetivo de socorrer o setor produtivo potiguar e as famílias de baixa renda, diante das dificuldades que se avizinham com o aumento das restrições impostas na tentativa de conter o avanço da COVID-19. As ações surgem alinhadas ao que propôs o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), ao apresentar sugestões ao Executivo neste mesmo sentido.

“Importante reconhecer a sensibilidade do Governo do Estado, que mesmo em meio a uma situação financeira difícil, reconhece a necessidade de estender a mão a classe produtiva e as famílias de baixa renda. Juntos conseguiremos vencer mais este desafio”, disse Ezequiel Ferreira.

Conforme divulgou o Estado, serão investidos na proteção à Economia R$ 56,5 milhões, destinados principalmente a micro e pequenas empresas optantes do SIMPLES Nacional (R$ 45 milhões). Os setores de bares e restaurantes terão R$ 11,5 milhões em isenção das tarifas de água e concessão de crédito via Agência de Fomento (AGN). O Governo também ampliou o Super Refis e prorrogou o pagamento ICMS de março dos setores de bares e restaurantes.

A Proteção Social receberá um volume de investimentos de R$ 36 milhões, sendo R$ 28 milhões de microcrédito para trabalhadores informais e microempreendedores individuais. Eles poderão obter financiamento até o limite de R$ 12 mil, pagando zero de juros. O Governo também irá deixar de cobrar, por 90 dias, as tarifas de água da Caern dos consumidores de baixa renda das tarifas Social e Popular. Serão 20 mil famílias beneficiadas, cerca de 80 mil pessoas. Além disso, ficará suspenso por três meses o corte, por atraso de pagamento, do fornecimento de água desses consumidores. Nesse caso, o benefício é de R$ 1 milhão. O Governo do Rio Grande do Norte também irá distribuir 30 mil cestas básicas, no valor estimado de R$ 2 milhões e irá reservar outros R$ 5 milhões para auxílios a serem definidos.

Outra iniciativa do Governo é o investimento de R$ 2 milhões na confecção de máscaras, que além de proteger a saúde dos trabalhadores, também vai contribuir para a manutenção dos empregos no interior do Rio Grande do Norte uma vez que serão fabricadas pelas oficinas de costuras espalhadas pelo interior do Estado, dentro do programa Pró-Sertão.

Opinião dos leitores

  1. Vamos torcer para que esse auxílio saia do papel e não seja apenas mais um blablabla desse governo que só tem papo furado e mentira. Se quer impedir as pessoas de trabalhar, tem que pagar seu sustento. E o RN tem dinheiro prá isso? De onde veio esse dinheiro? Do "genocida"? Kkkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Ezequiel sugere pacote fiscal e tributário em socorro ao setor produtivo e famílias de baixa renda

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), apresenta ao Governo do Estado uma série de propostas e sugestões a serem adotadas como medidas de socorro ao setor produtivo. A iniciativa tem como objetivo amenizar a crise econômica, que deverá se agravar ainda mais com as novas restrições que serão adotadas a partir deste sábado (20), na tentativa de conter o avanço da pandemia do coronavírus.

“Nossa expectativa é contribuir com o Governo do Estado no sentido de ajudar a classe produtiva do RN, vendedores ambulantes e as famílias a conseguirem vencer mais este momento difícil que a economia potiguar enfrentará. Para isso será preciso que o Estado possa socorrer de todas as formas aos empreendedores e pequenos comerciantes para que, passada a pandemia, possamos retomar o desenvolvimento e a geração de emprego e renda para o povo potiguar”, disse Ezequiel, que fará encaminhamento das sugestões via requerimento legislativo.

Ezequiel defende que o Governo possa isentar de ICMS para as pequenas empresas optantes do Simples; a redução de 50% do ICMS para as empresas de alimentação optantes do regime especial; a isenção de tarifas de água e esgoto por seis meses para o setor de comércio e serviços, famílias de baixa renda; parcelamento em até 60 vezes (5 anos) do pagamento de ICMS devidos e parcelamentos em geral; descontou ou possibilidade de parcelamento do gás da Potigás; isenção de IPVA para veículos das empresas e dos pequenos comerciantes.

Outra medida seria a isenção do IPVA de 2021 para veículos que estejam registrados em nome dos estabelecimentos ou do pequeno trabalhador desempregado. Ezequiel propôs ainda o perdão dos débitos abertos desde o início da pandemia no país, em março de 2020, até o mês passado. Além disso, Ezequiel sugere a compra e distribuição de forma imediata de cestas básicas para a população menos favorecida, que sofrerá já desde o primeiro momento com as restrições impostas.

Famílias em situação de vulnerabilidade social

Para as famílias de baixa renda e vendedores ambulantes, Ezequiel sugere que as contas de água dos meses de março, abril e maio, deveriam ser isentas. A medida seria estabelecida em acordo com a Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern).

Com o objetivo de ajudar o agricultor familiar para geração de renda e de doar alimentos para quem precisa, o Governo do Estado nos próximos meses da pandemia da Covid-19, compraria da agricultura familiar alimentos produzidos pelos homens e mulheres do campo, visando a montagem de cestas básicas. “Então arroz, feijão, farinha de mandioca, mel, azeite, óleo e massas do Seridó e outras regiões se transformariam em cestas básicas beneficiando mais famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar no estado”, exemplifica.

Opinião dos leitores

  1. Governadora diminua 30% do repasse aos poderes Legislativo e Judiciário e transforme esse capital em auxílio aos empregados de baixa renda que ficarão 15 dias sem remuneração por trabalharem em atividades não essenciais.

  2. Tem-se q cortar ao menos 50% dos salários dos servidores não essenciais e dividir com o que mais precisam. Simples assim. Será q topam a ideia

  3. Oí!!!!
    Passado um ano o homem falou.
    Deve tá em casa.
    Sem tempo pra conversar sobre a pandemia no RN.

  4. Tvz agora fatão consiga trabalhar em prol dos prejudicados. Com certeza ela vai repassar pra o presidente. Ela é apenas repassadora financeira e de ações do governo federal, mesmo assim ainda sumiu com 5 milhões de reais que serviriam pra comprar respiradores e reduzir o número de mortos. Cada dia que passa, aumentam os óbitos pela falta desses equipamentos. E nada do dinheiro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de São Gonçalo realiza distribuição de kits de higiene para famílias do Amarante, Golandim, Regomoleiro e Santo Antônio

Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN realiza na próxima terça-feira (26) e quarta-feira (27) o cadastramento e distribuição dos kits de higiene pessoal e limpeza às famílias em situação de vulnerabilidade social das comunidades Amarante, Golandim, Regomoleiro e Santo Antônio, comunidades com maior incidência de casos de Covid-19 no município.

No Amarante a entrega acontece nas Escolas Municipais Hamilton Santiago; Maria das Neves e Vicente de França. Já no Golandim a distribuição ocorrerá nas Escolas Municipais Poti Cavalcanti, Francisco Potiguar e Genésio Cabral, e na Creche Luzenildo.

Em Santo Antônio, os beneficiários podem se dirigir as Escolas Municipais Cantinho do Saber e Roberto Freire, além da CEMEI Maria Lalá para receberem os kits. E em, Regomoleiro as entregas ocorrem na Escola Municipal Maurício Fernandes e Varela Barca.

Ao todo, mais de 2,9mil famílias serão atendidas. A entrega acontece das 8 às 16h, e é necessário apresentar documento com foto e folha resumo do Cadastro Único. O cadastramento será feito no momento da entrega.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Percentual de famílias brasileiras endividadas cai em novembro e chega a 66%

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Após três quedas consecutivas, o número de famílias brasileiras com dívidas chegou em novembro ao mesmo patamar de fevereiro, antes dos impactos mais severos da pandemia de covid-19. Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada hoje (1) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Segundo o estudo, 66% das famílias estão endividadas, o que representa uma queda de 0,5 ponto percentual em relação a outubro. A pesquisa considera como dívidas as despesas declaradas com cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal, prestação de carro e de casa, ainda que estejam em dia.

Segundo a pesquisa, o cartão de crédito é a principal modalidade de endividamento para 77,8% das famílias. Em seguida, aparecem os carnês (16,1%) e o financiamento de veículos (10,7%), associados ao consumo de médio e longo prazos.

Renda

As famílias com renda de até 10 salários mínimos tiveram queda do endividamento pelo terceiro mês seguido, mas continuam acima da média, com 67,5%. Para as famílias com renda maior que 10 salários mínimos, o endividamento se manteve estável em 59,3%.

A confederação avalia que os indicadores recentes apontam para uma recuperação da economia mais robusta do que as estimativas indicavam, o que impacta, inclusive, em pressões inflacionárias. Ainda assim, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, alerta a proporção de endividados no país é elevada e sublinha a necessidade de ampliar o acesso a recursos com custos mais baixos, possibilitando o alongamento de prazos de pagamento.

Dívidas em atraso

A inadimplência, que contabiliza as dívidas em atraso, também teve queda em novembro e chegou a 25,7%. No mês passado, o percentual era de 26,1%. Da mesma maneira, o grupo de famílias que declararam não ter condições de pagar suas dívidas em atraso caiu de 11,9% para 11,5%.

Apesar da queda, a inadimplência continua acima dos patamares de 2019. Em novembro do ano passado, 24,7% das famílias eram inadimplentes e 10,2% declararam não ter condições de pagar suas dívidas em atraso.

O tempo médio de atraso na quitação das dívidas das famílias inadimplentes vem aumentando desde junho e atingiu o maior patamar, desde maio, no mês passado: 62,5 dias. Também está em alta desde agosto o percentual de famílias que demoram mais de 90 dias para quitar as dívidas em atraso. Em novembro, o percentual chegou a 42,9%.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de Natal cederá terreno para abrigar famílias que ocupam prédio na Ribeira

FOTOS: ALEX RÉGIS

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (26), a Prefeitura de Natal, o Governo do RN e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) definiram o planejamento para a desocupação do prédio no bairro da Ribeira que abrigou por muito tempo a Faculdade de Direito da UFRN. Atualmente, o espaço está ocupado por cerca de 60 famílias que serão realocadas para um terreno na zona norte onde ficarão provisoriamente, aguardando a construção de habitações populares no bairro Planalto por parte da Companhia Estadual de Habitação. O prefeito Álvaro Dias participou da audiência com a governadora Fátima Bezerra.

O terreno que irá abrigar as famílias fica ao lado do Hospital Santa Catarina e foi cedido pela Prefeitura à UFRN para abrigar as instalações do Hospital da Mulher que seria construído pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). Por questões financeiras, a unidade não será mais construída e a Universidade Federal já iniciou as tratativas para devolver o espaço para Prefeitura de Natal. Quando esse processo for finalizado, a Prefeitura vai ceder o terreno para utilização das famílias.

Em outra frente, a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) vai atuar no suporte e apoio às famílias, cadastrando-as nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) para que tenham acesso aos programas sociais, bem como vai garantir colchões, alimentação e material de higiene. Além disso, a Semtas, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vai designar uma equipe do programa Consultório de Rua para prestar assistência médica às famílias em situação de vulnerabilidade social.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, celebrou o entendimento em torno do assunto e disse que o momento é de priorizar a coletividade. O chefe do Executivo Municipal lembrou que a gestão tem investido muito com o objetivo de diminuir o déficit habitacional no município, lembrando da entrega de mais de 1.200 unidades do empreendimento Village de Prata.

Por fim, Álvaro colocou toda a estrutura da administração para que as famílias ocupantes do prédio da antiga faculdade de Direito da UFRN recebam toda a atenção possível. “Na base do diálogo, chegamos a uma solução para a desocupação do prédio e o, mais importante, encontramos um local adequado para que essas famílias possam se abrigar provisoriamente até que consigam a tão sonhada casa própria. A Prefeitura tem o compromisso claro de buscar sempre o melhor para todos e seguiremos assim até o final”, pontuou o prefeito.

Além do prefeito e da governadora Fátima Bezerra, a reunião contou com o vice-governador, Antenor Roberto, o secretário municipal de Governo, Fernando Fernandes, a secretária municipal do Trabalho e Assistência Social, Andréa Dias, o secretário adjunto de Habitação do Município, Albert Josuá Neto, o reitor da UFRN, José Daniel Diniz, o presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros, a vereadora Divaneide Basílio, além de secretários estaduais e técnicos de diversos órgãos da Prefeitura de Natal e do Governo do Estado.

Opinião dos leitores

  1. BG, permita-me novamente o espaço para fazer uma solicitação. A AV. Odilon Gomes de Lima, lateral do CCAB Sul, além de muito suja, está com as plantas do canteiro central invadindo a pista, em toda sua extensão, atrapalhando bastante a dirigibilidade, ainda mais pelos buracos existentes. Sr. Prefeito Álvaro Dias, uma atenção à situação…

  2. Futuro governador do RN.
    Hô Álvaro Dias macho.
    Vamos tirar Fátima Bokus no voto.
    Álvaro 2022.

  3. Para melhor entendimento após ler a matéria, importante destacar o avanço quando se unem esforços nas esferas públicas. PARABÉNS prefeito ALVARO e governadora FÁTIMA. Terreno cedido pela prefeitura e recursos provindos da Companhia Estadual de Habitação. Importante demais, qdo o esforço vem em conjunto, melhor ainda quando o título da matéria vem completa o que não é muito o caso aqui. Tem sido corriqueiro matérias negativas contra o governo.

  4. Só depois de papel passado eles volta invadir os patrimônio público principalmente do governo federal a treta e política e não social

  5. Parabéns PREFEITO ÁLVARO DIAS, saiu na frente, atitude administrativa competente, O POVO com suas necessidades só tem suas demandas atendidas quando encontra GESTORES com essa mentalidade e pensamento de olhar o futuro com resolutividade no presente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Famílias desabrigadas ocupam prédio histórico da UFRN no bairro da Ribeira

Foto: Divulgação

Desde a madrugada desta sexta-feira (30), famílias desabrigadas ligadas ao Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) ocuparam o prédio da antiga Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no bairro da Ribeira, Zona Leste da capital potiguar. De acordo com os militantes, são mais de 60 famílias na ocupação denominada Emmanuel Bezerra. O grupo exige moradia para diminuir o déficit de cerca de 60 mil famílias que não têm casa na cidade.

O MLB argumento que o prédio está sem função social há anos, assim como vários outros no bairro histórico. “O MLB quer que esses imóveis vários virem moradia, mas precisamos ter um programa de habitação para sanar esse déficit”, disse na nota em que anunciou a ocupação.

Segundo a UFRN, o prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e está em processo de restauração.

“Dessa forma, ao tomar conhecimento da ocupação na manhã desta sexta-feira, 30 de outubro, a UFRN está avaliando os encaminhamentos adequados, preocupada com o caráter histórico do prédio e os riscos que o imóvel oferece aos ocupantes”, informou a instituição, em nota.

Com acréscimo do G1-RN

Opinião dos leitores

  1. Bem feito. Quem manda abandonar prédio Histórico. Se tivesse alguma função, ninguém entrava.
    O próximo é o Teatro.

  2. Kkkkkkkkkkkkkkkk
    Agora quero ver o que vão fazer
    Chama o Boulus que o chefe dessa gangue
    Ano passado foi convidado pra dar palestra na UFRN
    Acho é pouco, deveriam ocupar a Reitoria também
    São eles que apoiam esse povo

  3. Com a palavra a UFRN que fez tanta questão de tirar a secretaria de segurança deste prédio, alegando interesses históricos, queria o imóvel para abandonar e deixar ser depredado, agora a UFRN vai tomar medidas urgentes para tirar estes baderneiros politiqueiros de lá.
    Povo mentiroso, Natal tem entorno de 900 mil habitantes, se tiver 60 mil famílias desabrigadas, teremos algo entorno de 300 mil desabrigados ou seja 33% da população da Cidade está desabrigada.

  4. Desocupação já, a governadora professora Fátima Bezerra PT, disse que vai pagar auxílio aluguel social aos venezuelanos, que tal ela já começar com esses ai?
    Ou será essa ocupação orquestrada?

    1. Esses correligionários da GOVERNADORA FÁTIMA DO PT , deveriam procurar a GOVERNADORIA ou casa da GOVERNADORA . Resolvido…..

  5. Estão depredando um patrimônio histórico que já é naturalmente mal cuidado pelos órgãos públicos. Cadê a polícia?

  6. Absurdo esse prédio era usado pela Secretaria de Segurança que além de dar a sensação de segurança ao bairro esquecido da Ribeira ainda era conservado e a UFRN entrou na justiça para reaver e a justiça decretou a desocupação com a ameaça de despejo e nunca fizeram nada para conservar e hoje além dessa ocupação está todo deteriorado. Os responsáveis deveriam ser presos se esse país fosse sério.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Distribuidora de combustíveis ALE faz a diferença na vida das famílias norte-rio-grandenses durante a pandemia

Em momentos difíceis, a distribuidora de combustíveis ALE não esquece das suas origens. E a prova disso é que, durante a pandemia causada pela COVID-19, a empresa seguiu com o compromisso de contribuir com o bem-estar das famílias e abastecer as pessoas com esperança.

Junto a iniciativas essenciais, a ALE fez a diferença na vida dos norte-rio-grandenses, ampliando o acesso à saúde e à alimentação durante o período de crise. Em parceria com a SAS Brasil, a distribuidora de combustíveis trouxe a telemedicina para Natal, evitando a ida ao Hospital de pacientes que podem ser tratados em casa. Em 3 meses, o projeto realizou mais de 8 mil teleconsultas gratuitas por telefone e continua disponível para novas marcações.

Além disso, a ALE também se uniu à Ação Cidadania para distribuir cestas básicas para o Rio Grande do Norte. Ao todo, cerca de 100 toneladas de alimentos foram entregues, beneficiando milhares de famílias em diversas cidades, como Mossoró, Touros, Natal,
Santa Cruz, Caicó, Currais novos, Pau dos Ferros e muito mais.

Ações como essa podem transformar vidas e esse é mais um gesto de carinho da família ALE para as famílias do nosso estado.

Opinião dos leitores

  1. Deus ti abençoe Marcelo,fui funcionário do escritório da Ale durante 11 anos, grande ser humano, muito simples é uma pessoa excelente, da bom dia,boa noite a qualquer pessoa que seja,um mendigo,um jovem,um idoso ou qualquer outra pessoa,um ser humano espetacular ajuda qualquer uma pessoa, lembro que um dia num restaurante daqui de natal ao nós entrar uma mulher com dois filhos pequenos parou ele e disse moço uma ajuda ele não mediu esforços para ajudar está pessoa,muitos anos de vida meu grande amigo quem ajuda ao próximo deus olha, sucesso, fé e humildade andam juntos!

  2. Marcelo Alecrim é um Ser Humano INDESCRITÍVEL, NUNCA deixou de ajudar as pessoas do seu estado, um homem DO bem, com um coração GIGANTE, que DEUS te dê MUITA SAÚDE E FÉ .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de São Gonçalo do Amarante distribui 10 mil kg de frutas e verduras às famílias em vulnerabilidade social

Foto: Junior Santos

Mais de 10 mil quilos de frutas e verduras foram distribuídos pela Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, nesta terça-feira (21) em oito comunidades do município, na zona rural e urbana. Os alimentos são oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Compra Direta e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), e distribuídos semanalmente.

Os kits são compostos por batata, jerimum, banana, macaxeira, coentro, mamão, coco, abacaxi, goiaba, melancia e melão. Foram mais 10.400 mil quilos para 980 famílias definidas conforme índices de vulnerabilidade social. As secretarias envolvidas são Semtasc, Semada, SME e Semipd, em parceria com a Conab e Emater.

As comunidades beneficiadas foram Genipapo, Poço de Pedra, Camaragibe, Redenção, Jardim Lola, Humaitá, Mangueirão e Arisco. “A cada semana novas comunidades são beneficiadas por essa ação que existe desde 2019. Próxima semana já serão outras comunidades”, observou Antônio Neto secretário de Assistência Social.

Basílio Junior, secretário de Agricultura, destaca que os alimentos são comprados aos agricultores de São Gonçalo do Amarante. “Compramos aos nossos agricultores de Utinga, Ladeira Grande, Guanduba Santo Antônio, Barreiros e Guajiru, através do Programa de Aquisição de Alimentos. Isso tem ajudado financeiramente a essas famílias, principalmente nesse momento de pandemia”, disse.

Opinião dos leitores

  1. Por que o município que ostenta a 4ª maior receita tributária do RN tem tantas comunidades em "vulnerabilidade social", ou seja, sem ter o que comer? Alguém sabe explicar esse vergonhoso paradoxo?

  2. Que cesta maravilhosa. Saúde na mesa. R$ para o agricultor. E muitas vitaminas para a população. De parabéns quem teve essa iniciativa. Merece ser replicada. Essa é a cesta básica saudável!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Vida digital: Evento gratuito da Caio Fernandes traz especialista com experiência internacional para falar das transformações nas empresas, famílias e carreiras

Foto: Divulgação

Como as mudanças na sociedade, nas empresas, no ambiente de trabalho e no aprendizado, estão impactando as decisões? Como a aceleração da presença digital em todas as ações pessoais e profissionais devem influenciar o nosso dia a dia? Essas e outras perguntas fazem parte da vida de todos, empresas, famílias e profissionais. Para promover uma reflexão útil e aprendizado sobre esses temas, a imobiliária Caio Fernandes realiza o evento on-line “Sociedade Digital – Mudanças e Transformações”, com o palestrante e formador de executivos Romeo Busarello.

A palestra é voltada para todos que desejam compreender melhor as mudanças mundiais, independente da área de atuação, e será transmitida ao vivo pelo canal do YouTube da imobiliária Caio Fernandes (aqui o link), no dia 09 de julho, a partir das 17h. Além de Busarello, o evento digital contará com convidados especiais para um debate pós-palestra, que será mediado pela jornalista Juliska Azevedo.

O evento será também uma oportunidade única de se informar e ouvir, gratuitamente, um dos principais analistas brasileiros do momento que vivemos, listado entre os executivos mais inovadores do Brasil, segundo a revista Meio&Mensagem. Formado em administração com pós-graduação em Marketing, Romeo Busarello tem 32 anos de experiência em empresas nacionais e multinacionais nas áreas de consumo e digital business e mais de 5 mil executivos brasileiros já passaram por suas aulas.

Busarello fez carreira internacional na China e nos Estados Unidos e é professor com mais de 20 anos de docência nos cursos de MBA e Pós-Graduação da ESPM, INSPER e USP. “Vamos falar sobre a época de mudanças, as novas competências, as oportunidades óbvias versus as oportunidades ocultas. A mudança favorece a mente preparada”, resume Busarello.

O empresário Caio Fernandes explica que o evento é uma retribuição da sua empresa à toda sociedade potiguar, pelos quase trinta anos de atuação no mercado local. “Todos estamos sentindo uma vertiginosa mudança em nossas vidas. Tenho ouvido isso de amigos, recebido relatos de clientes que administramos os imóveis. Essa é a percepção dos mais diversos profissionais”, relata. “Resolvermos realizar este evento digital com um profissional altamente qualificado e habituado já há muito tempo com esse tipo de vida digital para nos trazer um pouco de luz nas nossas dúvidas nesse momento”, explica.

Caio Fernandes afirma que as mudanças chegaram na vida de todos, em praticamente todas as ações, pessoais ou profissionais, o que faz com que temas como o que será abordado no evento digital sejam de interesse de todas as esferas da sociedade. “Seja na forma quase obrigatória do trabalho em home office, nas crianças em casa trocando as salas de aula pela tela do computador, seja substituindo os restaurantes por delivery, nos aniversários comemorados em lives familiares, nas transações bancárias 100% a distância, entre muitos outros exemplos”, menciona. “Será uma oportunidade para reflexão e aprendizado, urgente e necessária”, afirma.

Serviço:

EVENTO DIGITAL GRATUITO

SOCIEDADE DIGITAL – MUDANÇAS E TRANSFORMAÇÕES, COM ROMEO BUSARELLO

QUANDO: 09 DE JULHO

HORÁRIO: 17H

ONDE: CANAL DO YOUTUBE DA IMOBILIÁRIA CAIO FERNANDES

ABERTO AO PÚBLICO

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

VÍDEO: Profissionais da saúde e famílias de pacientes denunciam “supernotificação” de óbitos por covid-19

Profissionais da saúde e famílias de pacientes denunciam uma “supernotificação” de óbitos por covid-19. Segundo eles, o número de vítimas fatais do vírus é menor do que o divulgado. Muitos pacientes que morreram por outras doenças recebem laudo de covid-19, entrando nas estatísticas da pandemia, que deveria ser menor do que a divulgada oficialmente. Confira reportagem completa da Record acima.

Opinião dos leitores

  1. Não dá entender, uma hora reclama da subnotiticação, outro momento da supernotificação, afinal os dados não partem dos hospitais? Não são os médicos e enfermeiros que lançam esses dados? Querem mesmo brincar com a morte das pessoas.

  2. Clara, não sou fã de Bolsonaro nem entro nessa briga idiota esquerdista-direitista, mas a abordagem do Brasileiro sobre Ciência está correta. Gosto da revista Scientific American e o que mais tem ali é opinião de cientistas. E assim foi construída a ciência. A história da física quântica vai agradar você, tenho certeza, porque seus argumentos e sua "fala" são inteligentes.

  3. Que o número é superdimensionado, isso é fato. Há histórias todos os dias sendo contadas.
    Agora, quem for contra o uso terapêutico da hidroxicloroquina, é simples. Não autorize a medicação para o seu tratamento ou de um parente. Quero ver….

  4. Não acredita na realidade as nossas vistas? Simples, tira os equipamentos de proteção e corre para o abraço,e deixem quem quer se proteger e viver, em paz.

  5. Sim claro que está notificados pois os assassinos dos nossos políticos presidem destes números para que venham verbas para serem gastas ao Bel prazer com isso facilitando os desvios

  6. Acredita nisso, tira a máscara e vai andar pelas UTI, e beijar na boca os doentes. É só um resfriado essa doença.

  7. Bela entrevista do médico. Ciência implica em CONFLITO DE HIPÓTESES. Quando muitas pessoas falam que esse ou aquele artigo científico defende esta ou aquela hipótese, não significa necessariamente que esta hipótese está certa ou errada.
    Não podemos esquecer que quando Einstein publico suas teses, ninguém acreditou inicialmente. Ciência não é algo democrático, é algo que se constrói baseando-se nas evidências a LONGO PRAZO.

    1. Ministério da Saúde, mas eu mesma não confio não, já que a subnotificação é gritante. Simplesmente não se testa (queria forma melhor de provar que "tá suave" que testando em massa?) Mas enfim, a confiabilíssima Record já nos empurrou ate a grávida de Taubaté, né? Tb não é favorecida pelo presidente na publicidade…. Deve tá certa sim. Número e ciência são falsos. Existem pra prejudicar o "mito".

    2. Sua resposta carece de racionalidade. Você fala como se estivesse baseada em sentimentos e não em uma motivação racional. Fala que há subnotificação, mas quais são os métodos de estimar isso? Fala na ciência como se fosse uma entidade sobrenatural dotada de unanimidade em suas posições. Isto não existe! Existem opiniões de cientistas, que são divergentes entre si. A partir daí é que futuramente vai se estabelecer qual é a melhor descrição científica da realidade.
      Se formos tratar desse problema embriagados de sentimentos e aspectos emocionais, isto não é algo científico de forma nenhuma.

    3. Cientista não "opina" e o senhor fala muito bonito pra não dizer nada. Infelizmente, não sou audiência pro senhor e boa parte de quem comenta aqui também não é. Tenta o zap, lá costuma ser bem mais fácil enganar otário com conversa mole.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante distribui 15 mil kits de higiene às famílias em vulnerabilidade social

Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, através da Secretaria Municipal de Saúde, Educação e da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, começou a distribuir 15 mil kits de higiene pessoal e limpeza às famílias em vulnerabilidade social do município, inscritas no Cadastro Único e com renda per capita de até R$200.

Para receber o kit, é necessário realizar um cadastro nas escolas municipais, iniciado nessa terça-feira(5) até a sexta (8). A entrega será realizada de 12 a 15 de maio. “Para efetuar o cadastro é necessário apresentar a folha resumo do ‘CadUnico’ e o CPF ou RG do responsável familiar”, ressalta Antônio Neto, secretário de Assistência Social.

O kit contém duas unidades de água sanitária, álcool 70% em líquido, sabão e kit de Saúde bucal. Foram investidos R$ 350.000,00.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Intenção de consumo das famílias tem melhor janeiro desde 2015, informa CNC

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), chegou a 97,1 pontos em janeiro, alcançando seu melhor resultado para um mês de janeiro desde 2015. Segundo a pesquisa, divulgada hoje (22), em relação ao mesmo período de 2019, houve crescimento de 1,2%.

Com o ajuste sazonal, a ICF apresentou uma retração mensal de 0,3%. Apesar de ser a segunda consecutiva na série dessazonalizada, a queda foi menos intensa do que a registrada em dezembro de 2019 (-0,8%).

De acordo com o presidente da CNC, José Roberto Tadros, os números mostram que os consumidores estão cautelosos com seus gastos no curto prazo, mas representam um cenário mais otimista no longo prazo, além de serem um indicativo de que a economia brasileira deve ter um 2020 melhor que 2019.

“Os resultados estão alinhados com uma melhora da percepção econômica, já sinalizada pelo aumento da confiança dos empresários do comércio, que também teve seu melhor janeiro em anos. Os indicadores medidos neste primeiro mês traduzem uma recuperação gradual, impulsionados pela inflação baixa e redução nas taxas de juros”, afirmou, em nota.

Crédito

O item acesso ao crédito apresentou aumento de 0,3% na passagem de dezembro para janeiro, após queda de 1,2% em dezembro. O indicador atingiu 91,7 pontos, o maior nível desde maio de 2015. Na comparação anual, o crescimento foi de 5,6%.

Segundo a CNC, a melhora na percepção das famílias em relação ao mercado de crédito também pode ser observada pela redução da quantidade de brasileiros que acredita que comprar a prazo está mais difícil: 39% contra 39,7% em dezembro e 40,5% em janeiro de 2019.

A parcela de brasileiros que avaliou o momento como positivo para comprar bens duráveis atingiu 34,6%, o maior percentual desde abril de 2015 e acima dos 32,7%, observados no mês anterior, e dos 32% registrados em janeiro passado. Dos sete componentes da ICF, este foi o item que apresentou as maiores variações positivas em ambas as bases de comparação – mensal (+3,3%) e anual (+7,4%) –, chegando ao melhor patamar desde abril de 2015.

Renda

Outro destaque da pesquisa foi o indicador renda atual, que apresentou crescimento de 3,8% em relação a janeiro do ano passado, chegando a 112,7 pontos e alcançando o maior nível desde maio de 2015. O item registrou retração no comparativo mensal, com queda de 1,3%. O item emprego atual contabilizou queda de 1,6% na passagem de dezembro para janeiro.

Segundo a economista da CNC responsável pelo estudo, Catarina Carneiro da Silva, essas quedas podem ser explicadas pelo fato de janeiro ser um mês em que uma parte dos contratos de empregos temporários é encerrada. “Normalmente, também há uma redução de renda neste período, visto que os funcionários não sentem os efeitos do benefício do décimo terceiro e da disponibilidade do saque do FGTS, como em dezembro. Além, claro, dos gastos sazonais no início do ano, como IPTU, IPVA e matrículas escolares.”

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Deputada Natália Bonavides defende que famílias possam plantar maconha para uso medicinal

Foto: Reprodução/Twitter

“Democratizar o acesso ao uso medicinal da Cannabis é garantir o direito constitucional à saúde de todas e todos. Existe a necessidade de o Congresso Nacional debater a regulamentação, pois diversas pessoas necessitam do tratamento, e no cenário atual as famílias de baixa renda não possuem condições econômicas de obter as medicações que podem melhorar a vida do paciente e de seus familiares”, declarou a deputada federal Natália Bonavides (PT-RN).

A deputada petista foi a primeira a protocolar, na Comissão Especial,  em que faz parte, emendas ao Projeto de Lei nº 399/2015, que permite a comercialização de medicamentos à base de Cannabis. Para a parlamentar, as alterações apresentadas visam ampliar as possibilidades de acesso ao tratamento medicinal com Cannabis, devidamente registradas na Anvisa, conforme aprovação recente da Agência, que aprovou  resolução que permite venda nas farmácias brasileiras de produtos à base de Cannabis para uso medicinal.

Na resolução, por outro lado, vale destacar que a a medida aprovada pela Anvisa, coloca restrições aos produtos com THC, componente importante para o tratamento de muitas doenças, além de restringir o acesso apenas por meio de farmácias.

Opinião dos leitores

  1. Quando vocês tiverem um parente que tenha mais de 30 convulsões por dia e, quando usam canabis, esse números cai para menos de 5 convulsões por dia, vocês compreenderão o alcance dessa iniciativa

    1. O remédio tudo bem.
      Mas sabemos que a maiorias dos interessados não estão preocupados com doenças nem cura.
      Se fosse o remédio, ninguém nem falava ou defendia.
      Poderia um órgão público plantar e tirar o extrato pra vender barato…
      Desde que não seja nas universidades.

  2. Plantar, usar e VENDER o excedente da produção na porta das escolas. Na rede pública tem desconto, é só mostrar o vale Canabis chancelado pela esquerda e assinado pelo PT.

  3. Vocês não devem ler apenas o título da matéria.
    Lendo vc não vai encontrar nada falando de plantio.

  4. Quero saber a carteira de trabalho dessa TRABALHADORA ?? Isso nunca teve carteira assinada, nunca gerou 1 real de imposto , uma defensora dos trabalhadores sem nunca ter trabalhado , hipocrisia

  5. Kkkk é muita hipocrisia, essa boyzinha é do partido dos trabalhadores sem NUNCA ter TRABALHADO, não sabe a cor da carteira de trabalho

    1. Natália Bastos Bonavides (Natal, 15 de junho de 1988), é uma advogada popular, mestre em direito constitucional, feminista, militante dos direitos humanos e dos movimentos sociais e política brasileira, eleita à Câmara Municipal de Natal pelo Partido dos Trabalhadores em 2016. Foi eleita deputada federal nas eleições gerais de 2018.[1]

      No movimento estudantil foi o início da sua militância. Foi dirigente do Centro Acadêmico Amaro Cavalcanti, representante dos estudantes do curso de Direito da UFRN.[2] Nos movimentos sociais foi advogada do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), do Movimento de População em Situação de Rua e atuou politicamente junto à Marcha Mundial das Mulheres. Foi uma das fundadoras do Escritório Popular, primeira organização de assessoria jurídica de movimentos sociais do estado[1][3]

      Em 2016 foi eleita a quinta vereadora mais votada da capital potiguar, com 6.202 votos.[4] Acabou eleita deputada federal em 2018, pela coligação PT/PCdoB/PHS com 112.998 votos, a segunda mais votada do estado e a mais votada de Natal onde obteve 43.714 votos.[5]

  6. Fica praticamente dificil num pais Continental como o Brasil, com o avançado arcabouço jurídico q prestigia bandido, separar joio do trigo.

  7. Substâncias existentes na maconha são utilizadas pra produzir remédios com fim medicinal, alguém precisa explicar a deputada, que fumar maconha não é remédio mas vício e ainda alimenta o tráfico de drogas.

  8. É essa coisa que pretende ser prefeita da nossa capital? Deus nos livre, isso pra mim é apologia as drogas.

  9. Essa criatura é uma das provas vivas dos motivos que seguram o RN no atraso, na desgraça. Se o povo potiguar nào tomar juízo e continuar votando nessas porcarias, o destino deste estado será muito sombrio. Que Deus proteja o RN.

  10. Verdade seja dita: “Quando uma mulher avança, nenhum homem retrocede”
    Parabéns deputada. Não sou ptista mas apoio a idéia.
    A legalização da comercialização e do consumo da maconha combaterá o crime organizado e o tráfico de drogas.

    1. O cigarro eh legalizado. Nem por isso acabou com o contrabando e com o crime organizado que fatura milhoes trazendo do paraguai.

    2. Isso é discurso pronto da esquerda.
      Drogas são proibidas porque fazem mal.
      Legalizar o que faz mal vai facilitar o acesso.
      Quem apoia a liberação das drogas usa esses discursos prontos.
      Não preocupados com segurança pública.
      Até porque se liberar a maconha os traficantes vão continuar vendendo cocaína etc ou vão assaltar…
      Traficante tem de ser preso
      No desgoverno do PT, a droga e a violência se espalhou pelo Brasil, especialmente pelo nordeste, com o discurso de Lula de que adolescentes assaltam para comprar tênis etc.
      Papo manjado da esquerda.
      O comunismo é uma seita.
      Quem segue é fanático e segue.

  11. Essa é do partido dos trabalhadores sem NUNCA TER TRABALHO , não sabe a cor da carteira de trabalho,

    1. Crie vergonha e crie um pseudônimo prá vc, "cumpanhero". Corja sem estilo e decência, são canalhas nas mínimas coisas. Não apoio maconheiro, "cumpanhero", isso é coisa de gente da sua laia, esquerdopatas vagabundos. É pelo que já vi até agora, NUNCA apoiarem algo dessa triste pessoa. Pobre Rio Grande sem norte e sem sorte. Aprendam a votar, potiguares.

    2. Potiguar aprender a votar?
      Só pode ser piada pronta.
      De pé no chão ele ainda conseguiu aprender a soletrar…
      Agora aprender a votar, aí já é querer demais.

  12. Um discurso generalista em pro de uma droga, passa a ideia que essa substancia cura qualquer doença, e nao tem efeitos colaterais, ao contrario do que se vem provando em centros universitarios serios em todo o mundo.. Neste discurso perigoso, poderia incluir ate a cocaína que tambem tem efeito medicinal, o opio, etc… ou ate o cigarro, que alivia as dores de enxaqueca, sem pensar nas consequencias desse tipo de propaganda irresponsavel.
    Contraditório esta pessoa, vindo de um partido que defende a intervençao do estado na vida das pessoas… quando na verdade ela ta defendendo o liberalismo: que se produza e venda em casa uma droga que causa muito mais males diversos a saude do que beneficios. Qual seria o objetivo vindo de uma pessoa rica , um pensamento desses? Desmoralizar o combate as drogas e integrar as familias ao narcotrafico com naturalidade? aumentar o consumo de drogas psicotropicas para lazer?

  13. É do PT? Normal. Continuem com essas pautas. As eleições estão proximas e quem não é usuário saberá dar troco.

  14. Já no caso do partido que virou quadrilha e seus puxadinhos é para consumo próprio! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  15. Essa pauta maconhista é muito bem financiada por bilionários globalistas como Soros. O que eles querem com isso?

    1. Amigo, podemos investir em empresas que usam canabidiol para medicamentos, isso não é crime nem pecado. Você está confundindo xarope de canabidiol com a pauta maconhista da esquerda. No brasil tem um fundo da Vitreo que investe em ações de canabidiol, é aberto pra qualquer investidor

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *