EUA suspendem emissão de novos vistos de trabalho temporários até o fim do ano e afetam meio milhão

Foto: Reuters

A decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de suspender a emissão de novos vistos de trabalho temporários para estrangeiros afetará brasileiros que planejavam se mudar para o país ainda neste ano. A estimativa do governo americano é que 525 mil pessoas de diversas nacionalidades sejam impedidas de entrar no país com a nova regra, que vai vigorar até 31 de dezembro. O governo alega se tratar de um esforço para reduzir a entrada de imigrantes à medida que o desemprego avança.

A regra bloqueia a emissão de vistos temporários para diversas categorias de profissionais, como funcionários de empresas de tecnologia, pessoas com diploma universitário e pesquisadores, por exemplo. Restringe também a transferência de executivos estrangeiros e outros funcionários de empresas com operações nos EUA. No ano fiscal de 2019, foram emitidos cerca de 30 mil vistos temporários para brasileiros nas categorias atingidas pela lei, segundo o Departamento de Estado dos EUA.

A emissão foi suspensa para as categorias H-1B, H-2B, H-4, que tratam de profissionais qualificados e seus acompanhantes, J-1 e J-2, sobre a transferência de profissionais de multinacionais ou empresas com operações nos EUA e seus companheiros, e o L-1 e L-2, de pessoas que vão estudar e se qualificar nos EUA. O processamento de vistos nos consulados dos EUA no exterior já caiu drasticamente em 2020. No mês passado, o país concedeu pouco mais de 40 mil vistos de turistas e outros visitantes de curto prazo – abaixo dos 670 mil em janeiro.

Em 22 de abril, Trump já havia determinado o congelamento por 60 dias em várias categorias de vistos. Uma das pessoas afetadas é o pesquisador Paulo Laurence, que faz doutorado em distúrbios do desenvolvimento na Universidade Mackenzie. Ele planeja desde 2016 uma viagem ao exterior para aprimorar seus estudos. Seu plano era ir para Luxemburgo, mas mudou de ideia após conseguir uma orientadora nos EUA.

“A ideia era ter ido no começo de março, antes de nos preocuparmos tanto com a pandemia aqui no Brasil. Mas a minha documentação atrasou e tive de mudar para agosto”, conta o estudante, graduado em ciências biológicas. Agora, com o consulado americano fechado e as medidas de Trump para barrar a imigração, a pesquisa de Laurence pode ficar comprometida. “Como bolsista da Fapesp, posso viajar até seis meses antes do término da minha bolsa, então minha data limite para ir é 17 de dezembro.

Se os EUA banirem a entrada de brasileiros até o ano que vem, eu perderia a bolsa”, lamenta o pesquisador. Laurence não teria tempo hábil de buscar outro país para abrigar sua pesquisa, e espera que a Fapesp possa flexibilizar as regras de intercâmbio nesse caso. “Pelo menos minha orientadora americana está interessada, a gente tem discutido projetos. O que estamos tentando ver é fazer coisas remotamente.

“O professor de relações internacionais da FAAP Carlos Poggio diz que a medida é inédita e tem a ver com a linha adotada pelo presidente desde que foi eleito em 2016. “Trump não é só contra a imigração ilegal, agora mostrou que é contra a imigração como um todo.” O próprio professor poderia ter sido afetado pela nova regra. Em 2018, fez um pós-doutorado na Universidade de Georgetown, em Washington, o que não seria possível com a norma em vigor. O professor Poggio qualifica a medida, além de conservadora e nacionalista, como “trumpista”. “Os EUA foram um país construído a partir da imigração”, diz.

O pesquisador lembra que discurso nacionalista ganha mais aderência em meio a uma pandemia global.Uma pesquisa do Washington Post com a Universidade de Maryland publicada em maio mostrou que 65% dos americanos apoiam uma suspensão temporária da imigração durante a pandemia.

Época

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    O cara está certo porque contratar imigrantes se o pais tem milhões de desempregados.
    Alguém deixaria seu filho passar fome e dá comida a um desconhecido?

  2. Cidadão pagador de impostos disse:

    Moro 2022 Presidente

  3. Cidadão Indignado disse:

    Esse monstro americano é capaz de qualquer coisa para se reeleger. Vai ser igual, aqui no Brasil, na próxima eleição para presidente. Aguardem!

Governo do Estado e (SET-RN) suspendem sorteios da Nota Potiguar por três meses e destinam recursos para população impactada pelos efeitos do Covid-19

O Governo do Estado e a Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) decidiram pela suspensão dos sorteios da Nota Potiguar por três meses. O dinheiro que seria repassado a participantes da campanha sorteados e instituições filantrópicas como prêmios vai ser usado na aquisição de alimentos que serão doados para pessoas em vulnerabilidade social em função das medidas de restrições no combate aos efeitos do novo coronavírus. R$ 177 mil direcionados para as ações do governo de ajuda a população mais carente que sofre com as consequências das restrições e isolamento social. Porém, o valor do prêmio fixo de R$ 100 mil continuará sendo rateado normalmente de forma proporcional à quantidade de pontos acumulados entre as entidades beneficentes, com alterações pontuais para beneficiar um maior número de instituições. As alterações em caráter temporário na campanha serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta-feira (1º).

A decisão de direcionar a verba da premiação veio depois da suspensão temporária dos sorteios da Loteria Federal, nos quais é baseada a escolha dos vencedores do sorteio mensal da Nota Potiguar. De acordo com o coordenador da Nota Potiguar, Adriano Almeida, como a escolha dos vencedores é baseada nos números da loteria, que está suspensa, os sorteios serão interrompidos temporariamente. O valor da premiação fixa – R$ 177 mil – poderá ser destinado a ajudar pessoas de baixo poder aquisitivo que estão sendo impactadas pelos efeitos da contenção ao avanço da Covid-19 no RN.

A Secretaria de Estado da Tributação (SET) irá definir os procedimentos para a seleção dos beneficiados. “Vamos publicar a medida no Diário Oficial do Estado e analisar junto ao corpo técnico do estado os critérios para auxiliar as pessoas carentes que necessitam de ajuda diante dessa crise. Apesar de não ocorrer os sorteios, é importante que os participantes da campanha continuem solicitando a nota fiscal nas compras porque estarão ajudando essas pessoas que precisam e também instituições que prestam um atendimento essencial nesse momento de fragilidades”, diz.

Até agora, Governo já havia repassado um total próximo a R$ 2,5 milhões através da campanha. A campanha vinha repassando a cada mês R$ 277 mil para consumidores e instituições como parte do Programa Estadual de Educação e Cidadania Fiscal, no qual está inserida a campanha. A ação recompensa com prêmios e vantagens quem pede o cupom fiscal no momento das compras com a inclusão do CPF na nota.

Sorteados de março

O último sorteio antes da decisão ocorreu em março. Foram premiados neste nono sorteio de março, que ocorreu no dia 20 e foi transmitido pelas redes sociais, Ângela Barbosa Custodio da Silva (R$ 50 mil), Elizethe Santos da Cruz Neta (R$ 30 mil), Raíssa Saldanha Calistrato (R$ 20 mil), Giselda Sabino de Oliveira (R$ 10 mil), Fabiana de Sá Leitão Cunha Porcino (R$ 4 mil) e Rodrigo Firmino da Silva Filho (R$ 4 mil). Esses ganhadores escolheram uma instituição favorita, que receberão, adicionalmente, o equivalente à metade do prêmio do sorteado, além de recursos do rateio mensal de R$ 100 mil por estar cadastrada na campanha.

Com isso, vão receber os recursos a Associação de Ginástica de Natal (R$ 25 mil), Instituto Juvino Barreto (R$ 25 mil) – por ser escolhido por dois dos sorteados -, Associação Esportiva E Cultural Handebol Clube (R$ 5 mil), Núcleo de Amparo ao Menor (R$ 2 mil) e Associação Amigos do Coração da Criança (R$2 mil), além dos prêmios de rateio juntamente com outras 37 entidades beneficentes. Com este sorteio, o Governo soma um total próximo a R$ 2,5 milhões, distribuídos através da campanha.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos Antônio disse:

    Gostaria de saber se tem prova destes recursos estarem sendo realmente destinados as instituições de fato.

  2. Abel disse:

    Acredito que o rateio para as instituições participantes não deveria ser suspenso, principalmente para ongs que trabalham com pessoa em situação de vulnerabilidade, em especial no cuidado permanente da pessoa idosa.
    Na perspectiva do programa, o governo poderia fortalecer as ações das instituições cadastradas no nota potiguar, destinando o rateio ou quem sabe o recurso dos sorteios para as instituições que trabalham diretamente com o grupo de risco.

  3. Marco polo disse:

    Kkkkk, piada ne

FOTOS: Chuvas suspendem temporariamente obras da Estrada do Melão III – a RN 015

Fotos: Divulgação

Devido à intensidade das chuvas ocorridas na última semana e com previsão de continuidade, as obras de construção e pavimentação da RN-015 (Estrada do Melão III) serão suspensas até que as condições climáticas possibilitem a retomada das intervenções, de maneira que não haja comprometimento na execução da terraplanagem e, consequentemente, na qualidade dos serviços. A via liga a cidade de Baraúna à BR 437, no trecho conhecido como estrada do Cajueiro.

Com 20% das obras concluídas, a rodovia é estratégica para a economia do Território Assu-Mossoró e de regiões vizinhas e vem recebendo a intervenção do Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagens (DER RN) e do Projeto Governo Cidadão, a partir de recursos do empréstimo do Banco Mundial na ordem de R$ 18,7 milhões.

O trecho em obras tem 19 quilômetros de extensão e é de fundamental importância para o escoamento da produção de sal, caju e para outras cadeias econômicas regionais.

Coronavírus: empresas no Brasil suspendem viagens e põem funcionários em quarentena

Foto: Thomas Peter / Reuters

A disseminação rápida do coronavírus pelo mundo já altera a rotina de empresas brasileiras com operações globalizadas ou filiais brasileiras de multinacionais.

Na Nestlé, por exemplo, que tem 32 mil empregados no Brasi, executivos que viajaram para países onde o vírus se espalhou devem trabalhar de casa por duas semanas. O grupo L’Oréal suspendeu todas as viagens até 31 de março.

Os sindicatos também se movimentam. Os filiados à União Geral dos Trabalhadores (UGT) vão distribuir cartilhas a 12 milhões de trabalhadores do comércio e serviços com recomendações para se prevenir contra a epidemia.

Veja outras medidas que as empresas brasileiras estão adotando para evitar o contágio da doença na matéria exclusiva do GLOBO aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Foi o condenado de 9 dedos que nos trouxe esse vírus, direto da Itália, quando foi visitar o papa comunista. Kkkkkkkkkk.

  2. Everton disse:

    Aqui já tínhamos o Bolsovirus…
    Agora p terminar de lascar chegou o coronavírus.
    Rpz, desde que Bolsonaro foi eleito é só desgraça…
    Deuzulive
    Vade retro

    • Manoel disse:

      Muito pior foram o dilmavirus e o lulavirus, deixou 14 milhões de desempregados e outros milhões de brasileiros passaram a gostar de coisas estranhas, queimar a ruela, colar velcro, fumar crack, maconha,cheirar pó, 60 mil assassinatos por ano, só desgraça, agora que as coisas estão começando a melhorar.

    • Júnior disse:

      Rapaz… Vale lembrar que já escapamos do Lula vírus, PTvirusbe foram bem mais letais.
      Só restaram umas viroses que é seu caso! Mas são inofensiva.
      Corona vírus é fichinha pelo que já passamos.

    • Gorett disse:

      Esse vírus foi o ladrão Trambiqueiro do Lula que trouxe da Itália pro Brasil em recente viagem.
      Se não é esse desgraçado que arrombou o Brasil, 13 milhões de desempregados, o país estava bombando com o presidente Jair Bolsonaro.
      Mas é so uma questão de tempo.

    • Cidadão disse:

      Aceita q dói menos.
      luladrão condenado.

    • Lima disse:

      COVIDE 19, quem trouxe pro Brasil foi Lula da silva, quando foi visitar o papa Chiquinho.

Empregados da Petrobras filiados à federação suspendem greve

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Empregados da Petrobras filiados à Federação Única dos Petroleiros (FUP), que reúne 13 sindicatos, decidiram na manhã desta quarta-feira (27) suspender a greve iniciada há dois dias. Inicialmente, a paralisação estava prevista para ocorrer até sexta-feira (29).

Na segunda-feira (25), o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Ives Gandra determinou multa diária de R$ 2 milhões aos sindicatos de petroleiros e à FUP, caso decidissem manter a greve. A decisão foi publicada na segunda-feira, motivada por reclamação da Petrobras.

Gandra considerou, em sua decisão, que os petroleiros recém assinaram um Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e que não fazia sentido arguirem descumprimento de cláusulas por parte da Petrobras.

Em nota, a FUP avaliou como positiva a mobilização. “Além de garantir a produção de petróleo e o abastecimento de combustíveis para a população – compromisso assumido e cumprido pelos trabalhadores do setor de petróleo –, o movimento conseguiu chamar a atenção da sociedade para a política de demissões e transferências em massa, de venda de ativos e de reajustes constantes da gasolina e do óleo diesel promovida pela atual gestão da empresa”, diz o comunicado.

Segundo a FUP, a mobilização contou com 26 mil trabalhadores, direta e indiretamente, o correspondente a mais de um terço do atual corpo de funcionários da Petrobras.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Atento disse:

    A petrobrás é uma fábrica de milionários. O que tem de peão semianalfabeto rico não é brincadeira. Desse jeito, não tem como essa turma deixar de ser petralha.

  2. Cesar disse:

    Mais uma derrota para o petismo. A Petrobras será privatizada, Guedes já tem o plano na gaveta, está só aguardando o momento certo para sacá-lo.

  3. Ivan disse:

    Na hora q privatizar, esses problemas deixam de ser nossos…

    • paulo disse:

      BG
      Acabou o tempo dos "cupaeros", agora é trabalho, ninguém viu mobilização nenhuma quando o índio cocaleiro confiscou os ativos da Petrobrás na Bolívia. Caras de pau.

Policiais Civis suspendem movimento de paralisação

Foto: Sinpol-RN

Os Policiais Civis do Rio Grande do Norte se reuniram em Assembleia Geral, na manhã desta segunda-feira, 21, e decidiram suspender o movimento de paralisação que havia sido deliberado no último dia 7. A categoria cobra a conclusão das negociações com o Governo do Estado referente ao projeto de reestruturação da carreira.

A Diretoria do SINPOL-RN explicou que os trâmites voltaram a andar na última semana, tendo sido realizadas duas reuniões com o Governo do Estado. “Existe um prazo, assinado em documento, estabelecendo o dia 31 de outubro como limite para conclusão desse processo. Como as negociações estavam paradas, a categoria entendeu por deliberar a paralisação. Agora, com a retomada dos diálogos e trabalhos técnicos, foi decidido pela suspensão do movimento”, explica Nilton Arruda.

O presidente do SINPOL-RN ressalta que, apesar disso, os Policiais Civis continuam mobilizados no sentido de cobrar o andamento célere das negociações para que o prazo estabelecido no termo de compromisso seja cumprido.

“Temos praticamente uma semana para construir um entendimento satisfatório e esperamos que o Governo honre com sua palavra. A reestruturação da carreira do policial civil é urgente. Estamos lutando por dignidade e reconhecimento dos nossos direitos”, completa Nilton Arruda.

Com a deliberação pela não continuidade da paralisação, as delegacias da Polícia Civil funcionam normalmente nesta segunda-feira. Um novo encontro entre o SINPOL-RN e Gabinete Civil acontecerá na quarta-feira, 23. Já no dia seguinte, quinta-feira, 24, os Policiais Civis voltam a se reunir na sede do Sindicato, a partir das 8h.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juca disse:

    40% dos potiguares ganham até 400 reais e ficam essas belezas, que ganham mais de 9 mil, querendo acabar de quebrar o RN.

    • Evan Jeguee disse:

      Mais que 9mil? Amigo, você não tá confundido com a polícia federal não?

    • Chico 100 disse:

      Vai estudar pra passar em um concurso! Há já sei, não tem capacidade. Kkkk

  2. Getro disse:

    A mulher do gopi, tá vendo que a realidade é diferente da ficção.

    • DesacocheiocomoBrasil disse:

      Tai Getro, vc disse uma grande verdade, ela achou que seriam apenas flores, mas só pega em espinhos desde que assumiu, e olha que o mandato ainda está só começando.

  3. Cigano Lulu disse:

    É bom os adeptos da "patriotada" ir logo se preparando, recolhendo donativos de vestuário e cesta básica para os policiais: o futuro próximo deles não é nada promissor.

  4. Francisco S J Filho disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. INIMIGO MEU!!! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk