Mulher é presa suspeita de assassinar amiga com golpes de faca na Grande Natal

Uma mulher foi presa na manhã desta sexta-feira (22), por agentes da Delegacia da Mulher de Parnamirim, suspeita de envolvimento no assassinato de Tereza Taina Lima Teixeira, de 30 anos, com golpes de faca, durante uma bebedeira em uma residência no bairro Vale do So, na madrugada dessa quinta-feira(21). As duas moravam juntas e seriam amigas.

De acordo com a Polícia Civil, a acusada só foi encontrada após a prisão do seu marido, que teria envolvimento com uma quadrilha responsável por clonagem de cartões de créditos e estava em liberdade provisória. Na ocasião, com o suspeito detido, a mulher passou a ser monitorada até a sua prisão em Passagem de Areia. Ela também é suspeita de envolvimento com a quadrilha.

Naturais de Quixadá, no Ceará, os dois estariam planejando uma fuga. Eles se encontram detidos sob regime de custódia. As suas identidades ainda não foram reveladas.

Jovem com problemas mentais é assassinado com golpes de facão e ainda tem corpo queimado em Macaíba

Mais um crime bárbaro chocou os moradores de Macaíba, região metropolitana de Natal. Na manhã desta terça-feira (29), um jovem identificado como Pedro Vasconcelos da Silva, de 26 anos, que tinha problemas mentais, foi assassinado da maneira mais covarde que possa imaginar: foi atingido por golpes de facão na região da cabeça e ainda teve seu corpo queimado.

Segundo a Polícia Militar, o crime foi registrado em uma granja situada no distrito de Traíras. Informações preliminares dão conta que a vítima costumava sair para beber e foi visto pela última vez na noite dessa segunda-feira (28) com o caseiro da granja. Eles teriam sido vistos discutindo e na madrugada o crime teria acontecido.

Após o crime, o suspeito desapareceu. Diligências estão sendo realizadas pela região em sua busca.

Acusado de envolvimento em pelo menos 10 homicídios é encontrado morto em Mossoró

A Polícia Militar registrou na manhã desta terça-feira (24), o encontro de um cadáver em avançado estado de decomposição, em um matagal localizado as margens da Avenida Professor Antonio Campos, cerca de 500 metros depois do Conjunto Geraldo Melo, na cidade de Mossoró. Na ocasião, o Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) esteve no local e ajudou os policiais a identificarem a vítima, com a presença de familiares. No corpo da vítima ainda pôde ser visualizada uma tatuagem de São Jorge, na coxa direita, o que serviu como referência e identificação para os investigadores da Delegacia de Homicídios de Mossoró, Dehom.

Trata-se de Adenilson de Souza Santos, de 27 anos, conhecido como “Veinho”, morador da favela Pirrichil, que estava desaparecido de casa desde o ultimo sábado.

O Itep disse que pelo avançado estado de decomposição do corpo, ser impossível identificar sinais externos de violência, e somente com uma perícia mais aprofundada que poderá ser registrada a causa da morte, provavelmente, por homicídio.

A vítima, por sua vez, era velha conhecida da Polícia e era apontada como responsável por cerca de 10 crimes de homicídios na região do Alto de São Manoel, a mais 20 crimes distintos na área.

VÍDEO: Confira entrevista com jovem de 12 anos acusada de matar adolescente de 16 em Natal

raissaA jovem de apenas 12 anos, acusada de matar a adolescente Raíssa Pinheiro Andrade, de 16 anos, com uma facada no abdômen, durante um arraia na última sexta-feira (12), no Conjunto Vale Dourado, Zona Norte de Natal, concedeu entrevista ao Cidade Alerta, na TV Tropical, e contou detalhes de como o crime aconteceu e o seu motivo. Confira matéria reproduzida por internauta clicando aqui

Um morre e outro é baleado durante atentando na Grande Natal

O 3º Batalhão de Polícia Militar registrou a morte de um e o ferimento a bala de outro na noite desta segunda-feira (15), por volta de 19h, no bairro Monte Castelo, em Parnamirim, região metropolitana de Natal. Na ocasião, as vítimas estavam em um veículo Fiat Pálio quando foram surpreendidas  por um outro veículo, com cerca de quatro homens, que os cercaram e efetuaram vários disparos de pistola.

Segundo a Polícia Militar, a vítima morta, identificada até o momento como “Alan Dentinho”, conduzia o Fiat Palio e informações preliminares dão conta que ele tinha envolvimento com tráfico de drogas na região. A segunda vítima ficou em estado grave e foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU).

Polícia Civil elucida assassinato de empresário espanhol na Zona Sul de Natal

A Polícia Civil elucidou o assassinato do empresário espanhol Francisco Angel Moreno Matellano, de 52 anos, morto a facadas em 23 de fevereiro no apartamento onde morava, localizado no bairro de Ponta Negra, em Natal. A ex-companheira da vítima, considerada a mandante do crime e o irmão dela foram indiciados por latrocínio.

As informações foram divulgadas na manhã dessa quarta-feira (12), durante coletiva de imprensa na Delegacia Geral da Polícia Civil (Degepol) pelo delegado Graciliano Lordão, responsável pelo caso. Segundo ele, o motivo do assassinato foi porque a ex-companheira, a dona de casa Eliane Caetano Pereira, mais conhecida como “Lena”, de 23 anos, queria ficar com a herança do espanhol, já que eles têm um filho de dois anos de idade. Ela nega as acusações. Francisco Matellano havia deixado dois apartamentos e o dinheiro da venda de outro imóvel.

Segundo as investigações da Polícia Civil, a ex-companheira da vítima, foi a mentora do crime, sendo a pessoa que planejou, facilitou e ordenou a morte do espanhol. O casal tinha um relacionamento desde 2009, mas há algum tempo já não conviviam maritalmente. A acusada foi indiciada por latrocínio e está presa há cerca de 70 dias, cumprindo a dois mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva. O irmão dela, de nome Francisco Pereira Júnior, também foi indiciado por participação, mas responde ao processo em liberdade. Ele teria dado apoio depois do assassinato, limpando o local do crime.

O principal suspeito de ser o executor do crime está preso por roubo, cuja prisão ocorreu dias depois do assassinato no espanhol. Ele teria recebido a quantia de R$ 2 mil para matar o espanhol.

Para o delegado Graciliano Lordão, o caso foi difícil de ser investigado tendo em vista que o espanhol não possuía familiares em Natal, não houve testemunhas do crime e nem câmeras no apartamento. “Nós fomos colhendo informações, detalhes, depoimentos de pessoas que conheciam a vítima e provas técnicas até chegar a conclusão do inquérito”, explicou o titular da 15ªDP.

Na coletiva, o delegado Lordão revelou alguns pormenores do inquérito policial e dos vestígios que apontam para a participação dos acusados. Segundo ele, foram detectadas marcas de sangue no apartamento de Eliana (eles moravam no mesmo prédio, mas em andares diferentes) no ralo do banheiro e na pia. O material foi colhido e levado ao laboratório, mas ainda não saíram os resultados.

Além desses vestígios, contradições no depoimento da acusada e alguns detalhes de como se deu o crime são indícios da participação dela no assassinato. “A cena do crime mostra que quem entrou no apartamento do espanhol entrou com a permissão dele”, frisou. O delegado disse ainda que dias antes do crime o casal havia discutido por conta de questões financeiras, pois a mulher pedia dinheiro para o filho deles.

Lordão espera agora confirmar a participação do suspeito de ser o executor do crime. “Nós ainda estamos aguardando a quebra do sigilo bancário da vítima para saber se o dinheiro da venda do apartamento foi depositada na conta dele ou se podia estar no imóvel onde ele morava e também a quebra do sigilo telefônico do suspeito de matar o empresário”, concluiu.

Suspeito de assaltos e homicídio é preso com carro clonado em Natal

 Policiais civis da Defur prenderam na tarde desta quarta-feira, dia 05, Edilson Claudino da Silva Júnior. Ele estava de porte de um veículo Fiat Uno clonado. Edilson já responde pelos crimes de assalto e homicídio e é, inclusive, acusado de ter participação em um crime ocorrido no último sábado, dia 02.

O carro clonado foi localizado a partir de uma denúncia anônima recebida pela Defur. Ao chegar no local, os policiais constataram que o veículo se tratava de produto de roubo.

“A cópia do carro estava praticamente perfeita, eles clonaram muitos detalhes do veículo original, com as características dos vidros, por exemplo”, afirmou o delegado Erlânio Cruz. Localizado pelos policiais, o proprietário do carro original afirmou que teve o documento do veículo furtado no início de maio, nas proximidades do viaduto do Campus da UFRN.

Segundo Edilson, o carro foi adquirido no mercado da 4 pelo valor de R$6.500 reais. Ele será autuado pelo crime de receptação.

Degepol

Victor pega pênalti no fim e leva Atlético-MG para semifinal da Libertadores

Em noite de terror no Horto, em alusão as mascaras da morte, o Atlético-MG carimbou a vaga para a fase semifinal da Copa Libertadores da América na noite desta quinta-feira. O Galo penou, mas conseguiu arrancar um empate em 1 a 1 com o Tijuana-MEX e garantiu a classificação, graças ao goleiro Victor, que saiu como o herói da partida ao defender o pênalti de Riascos no último minuto do duelo. Na partida de ida, o resultado ficou em 2 a 2, o que rendeu a vantagem de empatar por até um gol ao clube mineiro.

O gol de empate do zagueiro Réver entrou para a história do Atlético. Nunca antes, o Galo tinha conseguido passar das quartas de finais em um torneio internacional. Méritos também para a torcida, que lotou a Arena Independência.

O resultado deixou também uma escrita mantida. Desde 1992, o Brasil sempre teve um clube representando o país na semifinal. Agora, o Atlético encara o Newell’s Old Boys, que eliminou o Boca Júniors, após a Copa das Confederações. Este jogo foi trnasmitido, ao vivo, pela Rádio Futebol Interior com narração de Ednaldo Vince, o garganta de ouro, comentários de Eduardo Júlio e o comando geral de Marcelo Corsato.

Susto e alegria no final

Estádio lotado, mosaico, máscara do pânico em referência ao bordão: “caiu no Horto, tá morto”, este era o clima das quartas de finais da Copa Libertadores da América. Porém, a partida começou muito abaixo do esperado. O jogo estava muito truncado, principalmente no meio de campo e o Tijuana, como de costume, fazendo aquela famosa cera, catimbando o embate.

Até que aos 14 minutos, a equipe mexicana deu um verdadeiro susto na torcida atleticana. Arce bateu falta na cabeça de Gandolfi, que desviou para abrir o placar, mas o árbitro acabou marcando posição irregular do zagueiro.

Já aos 25, o susto se confirmou em pesadelo. Riascos aproveitou cruzamento de Nuñez e, de primeira, bateu no contrapé do goleiro Victor. O gol acordou o Atlético, que enfim saiu para o jogo. Aos 27 minutos, Marcos Rocha chutou forte, mas Saucedo fez boa defesa.

Depois do lance, o embate voltou ao seu equilíbrio, continuando muito pegado. Mas, uma cobrança de falta de Ronaldinho Gaúcho mudaria tudo. O craque bateu falta com perfeição, mas a bola teimou em ir para fora. O lance animou a torcida e o time foi junto no embalo.

Aos 40 minutos, o alívio. Ronaldinho, de novo, bateu falta, desta vez nos pés de Réver, que chutou para deixar tudo igual. Antes do apito final por pouco Tardelli não fez o seu. Após tabela com Jô, o atacante chutou fraco e Saucedo jogou para escanteio. Em seguida, Bernard também obrigou o arqueiro a fazer mais uma grande defesa.

O segundo tempo começou, mas nada mudou. O duelo continuou muito pegado e ambos os times não conseguiam chegar com muito perigo. Sem ser o lance de Jô, que não conseguiu pegar na bola em cheio, a jogada que mais marcou nos dez minutos iniciais, foi o “chapéu”, que Castilho aplicou em Leandro Donizete.

Aos 24 minutos, o Tijuana perdeu apenas a melhor oportunidade do jogo, que poderia carimbar a classificação do time mexicano. Martínez ficou cara a cara com o Victor, que fechou o ângulo e fez uma defesa espetacular, salvando o Atlético.

O gol animou os mexicanos, que chegaram com perigo novamente. Após cobrança de escanteio, Aguilar desviou e Martínez, por pouco, não chegou a tempo para marcar. Em seguida, Arce bateu falta, a bola bateu no travessão de Victor e saiu para linha de fundo.

No final da partida, o Atlético cresceu e chegou a perder uma boa chance com Luan. Ronaldinho deixou o atacante livre, na cara do gol, que desperdiçou a chance. Porém, no último minuto, a estrela do goleiro Victor brilhou. O goleiro defendeu o pênalti de Riascos, fazendo explodir a Arena Independência, que no minuto da penalidade estava totalmente silenciosa.

Futebol do Interior

Jovem é assassinado com três tiros na cabeça enquanto cortava verdura em Natal

Um jovem identificado como Alexandre Ribeiro de Barros, de 22 anos, foi morto a tiros, no início da tarde desta quinta-feira (23), enquanto cortava verduras embaixo de uma árvore, por volta de 12h, no bairro Guarapes,  Zona Oeste de Natal.  Ele foi surpreendido por um trio que surgiu de repente, e um deles, um adolescente, efetuou três disparos na região da cabeça da vítima, que morreu no local.

Segundo populares, os bandidos surgiram de um morro e fugiram pelo mesmo local, com destino ignorado. Até o momento não se tem informação da motivação do crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Adolescente mata jovem dentro de escola pública no RN

Segundo o repórter Fábio Vale, do portal DEFATO.COM, um adolescente de apenas 15 anos de idade matou um jovem de 20 anos de idade dentro de uma escola pública do município de Porto do Mangue. O caso foi registrado na tarde dessa terça-feira (21).

Segundo informações da Delegacia de Polícia Civil da cidade vizinha de Areia Branca, por volta das 14h30, o menor pulou o muro do colégio Estadual Josélia de Sousa e Silva e invadiu a sala de aula, onde a vítima se encontrava.

O ataque, que teria sido motivado por rixa, foi praticado na frente dos colegas do jovem e da professora. O adolescente foi apreendido e a vítima morreu no hospital.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jean batista disse:

    E lamentável tal selvageria no meu ponto de vista e minha opinião e chegou a instância q esses menores demônios um demônio igual e esse criminoso medíocre camarário pilantra mal caráter tem q morrer e ir direto para o inferno pq não há medida de cunho educativo para um monstro deve morrer sim estraçalhar e revoltante tanta violência por banalidadesebanalidadesestar na hora de mutações e penas mais punitivas com tais menores q tiram proveito da situação, classe política análise a violência praticada por delinquentes que não querem equilíbrio estar na hora de mudar buscar afinidade punitiva chega de ações banais e selvagens.

  2. jean batista disse:

    E lamentável tal selvageria no meu ponto de vista e minha opinião e chegou a instância q esses menores demônios um demônio igual e esse criminoso medíocre camarário pilantra mal caráter tem q morrer e ir direto para o inferno pq não há medida de cunho educativo para um monstro deve morrer sim estraçalhar

  3. Sergio Nogueira disse:

    Continuando a matéria deve estar escrito que o menor foi liberado já que alguém com 15 anos não sabe que pular um muro, matar uma pessoa na frente de várias testemunhas é errado. Sabe quando isso vai mudar? Quando os parentes da vítima derem o troco.

Policiais civis foram inocentados de homicídio por falta de provas

Os desembargadores que integram a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte mantiveram uma sentença inicial, que não considerou a responsabilidade de policiais civis, que estariam envolvidos num suposto grupo de extermínio, sobre a morte de um homem.

Segundo a esposa da vítima, os policiais civis acreditaram que a vítima estaria envolvido no assassinato do Delegado de Polícia Civil titular da comarca de Macau.

No entanto, a sentença inicial – mantida no TJRN – considerou que as provas não foram suficientes para a condenação do Estado, nem o que disseram as testemunhas. Uma delas afirmou não saber quem efetuou os disparos, enquanto outra testemunha afirmou apenas que ouviu de terceiros que policiais estariam envolvidos no tiroteio que ocasionou a morte da vítima.

“Assim, mesmo que se considerasse tais declarações como prova testemunhal, o que não é o caso, como anteriormente demonstrado, elas são de tal modo frágeis que são absolutamente insuficientes para fazer surgir (mais…)

Dono de lava-jato é assassinado com vários tiros em Mossoró

No início da tarde desta quarta-feira (8), mais uma morte violenta foi registrada no município de Mossoró. De acordo com a Central Integrada de Operações e Seguranças Públicas (Ciosp), por volta de 13h40, o crime aconteceu no cruzamento das ruas Geraldo Couto com Pedro Velho, por trás do supermercado Rebouças, no bairro Santo Antônio, e teve como vítima Francisco Warner Braz de Castro Silva, de 35 anos, atingido por vários disparos de arma de fogo, morrendo no ainda no local quando recebia atendimento médico.

Segundo informações preliminares, Warner era responsável por um posto de lavagem no bairro e estava sentado dentro do seu estabelecimento quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta, que chegaram atirando.

Com a vítima, os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) encontraram um pequeno com uma substância branca, que será periciado. Não se tem informação da motivação do crime e a sua autoria. O caso será investigado pela Polícia Civil.

'Aparentemente não foi homicídio', diz delegado sobre morte de Chorão

O delegado Itagiba Franco afirmou em entrevista nesta quarta-feira (6) que o cantor Alexandre Magno Abrão, 42, conhecido como Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., não parece ter sido assassinado.

“Não vou descartar nada, mas aparentemente não se trata de homicídio. Mas vamos apurar”, disse Franco, do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa). O caso será investigado pela delegacia especializada.

Ainda de acordo com o delegado, a equipe da banda tentava localizar Chorão, sem sucesso, desde as 12h de ontem. Na madrugada desta quarta, um segurança e o motorista do cantor foram até seu apartamento, em Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, onde encontraram o corpo.

Franco ainda afirmou que, segundo relato de pessoas próximas ao vocalista, Chorão passava por um período de desgaste e depressão devido à separação da mulher.

A Polícia Civil foi ao local para realizar o trabalho de perícia. O corpo foi encontrado sem marcas aparentes.

Polícia Civil prende acusado da morte do ex-vice prefeito de Janduís

As informações sobre a prisão foram divulgadas, através do twitter da Polícia Civil do RN. O cumprimento do mandado de prisão decretado pelo juiz de Janduís, foi efetuado na manhã deste sábado sob o comando do delegado Marcio Delgado. Valter Brito, 26 anos foi preso  por volta das  seis da manhã, no sítio Riacho da Serra na zona rural do município.

No sitio foram encontradas uma escopeta calibre 12 com varias munições e um revolver calibre 38. Valter Brito é acusado de ter efetuado os disparos em Veras.  A polícia procura outros acusados de ter participação no crime.

Walter Martins Veras foi executado, no município de Janduís em fevereiro deste ano, com cerca de 3 disparos de escopeta de calibre 12 . Walter era ex-vice-prefeito do município.

 

 

 

 

 

 

Homem atira mais de 10 vezes contra ex-presidiário no bairro de Nazaré

Um homem identificado como Adenilson Ferreira do Vale, de 20 anos, foi vítima de um atentado, na tarde desta quinta-feira (30), no bairro de Nazaré, na zona Oeste de Natal. A vítima é um ex-presidiário e, de acordo com a polícia, pode ter sofrido algum de um acerto de contas.

Por volta das 16h, Adenilson estava na rua Leopoldo Barbosa, quando foi surpreendido por um homem não identificado. O criminoso efetuou mais de 10 disparos contra a vítima, que foi atingida por três tidos. Em seguida, o acusado fugiu com destino ignorado e Adenilson foi socorrido por populares e sobreviveu ao atentado.

As polícias Militar e Civil foram acionadas e se deslocaram para o local. O delegado Matias Laurentino esteve na rua Leopoldo Barbosa e conversou com a reportagem do Portal BO. Ele informou que o crime tem características de acerto de contas pelo tráfico de drogas, no entanto, somente após a recuperação da vítima será possível colher mais detalhes.

O delegado conseguiu apurar, contudo, que o irmão de Adenilson, um homem identificado apenas pelo apelido de Careca, também sofreu uma tentativa de homicídio na semana passada. Policiais militares realizaram diligências no bairro de Nazaré, mas não encontraram nenhum suspeito.

Fonte: Portal BO

Homem mata vizinho à facadas na zona Oeste

Uma discussão entre dois homens acabou em morte no Bairro Nazaré, zona Oeste de Natal. De acordo com informações repassadas ao G1 pelo coronel Wellington Alves, titular do Comando do Policiamento da Capital, Leandro da Silva, de 21 anos, e José Dantas, de 57 anos, eram vizinhos e amigos, e bebiam quando iniciaram uma discussão. Após brigarem verbalmente, Leandro pegou uma faca tipo peixeira e deferiu dois golpes contra José Dantas. Uma facada atingiu o tórax e a outra o pescoço da vítima, que morreu antes de ser socorrida.

Conforme relato do coronel Alves, Leandro da Silva e José Dantas moravam no Condomínio Lima e Silva, na Avenida Coronel Estevam. Vítima e réu confesso bebiam no apartamento no qual José Dantas morava, que ficava um andar acima do qual reside Leandro da Silva. Após atingir José Dantas, Leandro saiu do imóvel. Ele se dirigiu à sede do Ceduc no mesmo bairro e comunicou aos policiais militares que faziam a guarda do local que tinha cometido o crime.

Os policiais acionaram uma viatura para resguardá-los e acionaram uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao chegarem ao local do crime, José Dantas estava desacordado. Os enfermeiros do Samu constataram a morte da vítima, inicialmente causada por hemorragia. Em seguida, o Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) foi chamado para realizar a remoção do corpo.

Leandro da Silva foi autuado em flagrante e conduzido à delegacia de plantão da Zona Sul, em Candelária. Ao delegado de plantão, ele prestou depoimento e, em seguida, foi liberado. De acordo com o coronel Alves, a argumentação que o levou a praticar o crime e o fato dele ter assumido e se apresentado espontaneamente, podem ter sido fatores que contribuíram para que a investigação do crime ocorra com o réu confesso em liberdade.

Fonte: G1