Principal polêmica do ‘BBB da STTU’ ficou de fora do ranking das infrações do videomonitoramento

por Dinarte Assunção

Em vigor desde setembro do ano passado, as infrações por videomonitoramento despertaram em Natal o debate sobre o uso do celular ao volante, já que as 54 câmeras são capazes de registrar o que se passa dentro dos veículos.

Mas o uso do celular não está nas infrações mais cometidas dessa categoria. No ranking das multas, estacionar sobre a calçada lidera os registros, com 1.030 autuações.

Já estacionar na via em local proibido aparece logo atrás, com 615 infrações.

Por fim, aquela pressa que leva o natalense a fazer um retorno em local proibido rendeu 581 multas.

As multas dessa categoria são realizadas por agentes de mobilidade que monitoram o trânsito de maneira virtual. Por isso, o valor total das multas aplicadas por agentes inclui o videomonitoramento.

> Total videomonitoramento: 2.832

1º – Estacionar sobre o passeio (calçada): 1.030

2º – Estacionar em local proibido: 615

3º – Retorno em local proibido: 581

Ninguém consegue entender por que no mesmo ponto dessa avenida há mais infração em uma mão do que na outra

por Dinarte Assunção

Avenida Jaguarari tem fotossensor nos dois sentidos, mas apenas um deles multa mais

 

Se a região Norte da cidade concentra as infrações por excesso de velocidade, por um lado; a Sul, por outro, concentra as multas por avanço do sinal vermelho ou parar sobre a faixa de pedestres.

Os fotossensores, que registram esse tipo de infração, captaram no ano passado 24.530 infrações. Vamos ao ranking.

No cruzamento das avenidas Jaguarari com Amintas Barros está o campeão. Ali, no sentido Centro de Natal, foram registradas 8.070 infrações no passado. O mesmo ponto, no sentido contrário, ocupa ainda o terceiro lugar do pódio, com 1.571 infrações.

Já o segundo lugar da lista está nos cruzamentos da Avenida Alexandrino de Alencar com a Rua Fonseca e Silva, no sentido Base Naval. Foram 4.677 infrações no ano passado.

> Total por fotosenssores: 24.530

1º – Rua Jaguarari x Av. Amintas Barros sentido centro: 8.070

2º – Av. Alm. Alexandrino de Alencar x Rua Fonseca e Silva sentido Base Naval: 4.677

3º – Rua Jaguarari x Av. Amintas Barros sentido bairro: 1.571

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júnior disse:

    Só mesmo Carlos Eduardo pra botar esse estado nos eixos. Carlos Eduardo 2018

  2. Gustavo disse:

    O tempo do sinal amarelo sempre foi extremamente rapido e o foco do semáforo estava torto.

  3. Antônio Câmara disse:

    O problema ali é o tempo do sinal no sentido que mais multa. Até dezembro o amarelo era rápido demais, raras vezes dava pra atravessar sem ser multado. Minha esposa foi 2x, em uma delas eu estava no carro e vi que não foi culpa dela.
    Imoral esse roubo! Carlos Eduardo nunca mais! Quero que seja candidato ao governo e perca pra ficar sem administrar nada nesse estado. Fora Alves!

  4. Fácil disse:

    É óbvio. Um sentido é descida (mais multas). O outro é subida (multa menos).

  5. Anacleto disse:

    Vivemos nas mao da indutria de multa para que sejam continua a os previlegios dos senhores politicos e cia .

    • Tomaz disse:

      Vamos exterminar a indústria dA MULTA respeitando às normas de trânsito

  6. Cláudio disse:

    Qualquer um consegue entender… além da razão já exposta da descida/subida, há também o fato que no sentido Centro o pessoal tá indo pro trabalho, às vezes com maior rigor de horário, não se atrasar, etc, o que não ocorre na volta, que o motorista vem mais relaxado

  7. Sergio Nogueira disse:

    Pouca gente teve a curiosidade de tirar uma foto daquelas letrinhas miúdas embaixo da foto do carro. Durante um bom tempo aquele sensor da Jaguarari com Amintas, sentido centro, estava com a certificação vencida, mas mesmo assim as multas foram aplicadas e cobradas.

  8. DUDU disse:

    É que no sentido que mais multou é uma descida, logicamente, o modista, desatento, tende a dirigir em velocidade mais alta do que no sentido contrário que é uma subida.

Infração de trânsito mais cometida pelo natalense em 2017 foi flagrada por equipamento eletrônico

por Dinarte Assunção

Todos os dias, 627 infrações de trânsito, em média, são registradas em Natal, de acordo com levantamento disponibilizado pela Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) a pedido do BlogdoBG.

Os erros cometidos nas vias da cidade são flagrados por agentes de trânsito, fotossensores, lombadas eletrônicas, radares e, mais recentemente, videomonitoramento.

As infrações mais cometidas são justamente as condutas que são senso comum, ou seja, conhecidas exatamente porque não podem ser feitas. É como se o natalense decidisse se arriscar contrariando a lei.

Ao longo de 2017, foram exatas 229.055 infrações registradas por amarelinhos e equipamentos eletrônicos nas ruas de Natal.

A infração campeã e que depende da fiscalização eletrônica para ser flagrada foi o excesso de velocidade.

Já aquela que depende da fiscalização humana para ser apanhada foi a falta de cinto de segurança.

Confira o ranking geral:

> Total geral (agentes e equipamentos eletrônicos): 229.055

1º – Transitar em velocidade superior a máxima em até 20%: 63.465 | 27,71% do total

2º – Avançar o sinal vermelho do semáforo (eletrônico): 15.044 | 6,57 % do total

3º – Deixar o condutor de usar o cinto de segurança: 12.573 | 5,49% do total

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júnior disse:

    Só mesmo Carlos Eduardo pra botar esse estado nos eixos. Carlos Eduardo 2018

  2. Kennedy Diniz disse:

    Sem duvida o local de maior números de inflaçoes aconteceram na Bernardo Vieira.

  3. CHICO-CHIC disse:

    Certíssimo.
    Parabéns aos amarelinhos, deve ser horrível trabalhar com tanta pressão desses natalenses boçais, que se acham dono de tudo e parente de toda a gente importante.
    E mesmo assim, esses condutores incapazes dizem que é indústria da multa. Não sabem nem entrar e sair de uma rotatória e quando sã autuados, esperneiam que é indústria da multa.

Natal terá nova forma de arrecadar dinheiro de multas de trânsito

 

Foto: Alex Régis

As multas de trânsito de Natal passarão a ser quitadas de forma parcelada em cartão de crédito, informou a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

De acordo com o órgão, um edital está sendo preparado para lançar a concorrência em que serão convocadas as bandeiras de cartão de crédito para o serviço.

Com o parcelamento permitido, é esperado que as multas sejam pagas em tempo mais hábil, com o Município recolhendo o dinheiro com mais celeridade.

A permissão resulta de lei proposta pelo vereador Kleber Fernandes, e tem por base resolução do Conselho Nacional de Trânsito.

A lei ainda autoriza que outros débitos não tributários possam ser parcelados em até 60 meses.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    A maior indústria de Natal.

  2. Cesar disse:

    Respeitem as leis do trânsito e quebrem de vez a "indústria da multa". Simples assim!

  3. Ana disse:

    E ainda tem um punhado de puxa saco e baba ovo defendendo a indústria das multas.

  4. carlos cunha disse:

    Absurdo!
    Picaretagem em alto estilo

  5. Júnior disse:

    Quem reclama de multa é porque tem culpa no cartório e não quer pagar pelos seus delitos cotidianos.

  6. Alyson disse:

    A galera tem uma raiva grande das multas, lembrando que em 99,99% das multas, foi porque o condutor estava errado. É só dirigir com paciência, prudência e educação que a "indústria da multa" vai a falência.

  7. Fernando Antônio Bastos disse:

    Aberta a temporada de arrecadação de caixa para campanha ao governo em 2018, multa de veículos pelo CARTÃO DE CRÉDITO, só falta saber em até quantas parcelas. BRASILLLL.

  8. paulo disse:

    BG
    E a industria sem CHAMINÉ fazendo escola, parcelando as multas como se parcelando não vai se pagar. HIPÓCRITAS.

  9. Alceu disse:

    É a evolução do sistema. A ordem é arrecadar. Ano de eleição. Mostrar serviço.

  10. Tudo pela Pátria disse:

    Outra forma deve ser enfiando a mão diretamente no bolso do sujeito.

Médicos são convocados para manifestação em Natal na terça contra ajuste fiscal do governo

Foi adiada para a próxima terça-feira, dia 16, a votação do pacote fiscal do Governo Estadual com 18 medidas que, no entendimento do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte(Simed-RN), ameaçam o serviço público e cortam direitos dos trabalhadores.

O Sinmed RN convoca os médicos para participar de manifestação contra a votação destas medidas e de grande ato conjunto com os servidores estaduais neste dia 16. A concentração será no Sinmed às 8h, com saída às 9h para a Assembleia Legislativa do RN.

A manifestação também é contra a ameaça de pagamento dos salários de Dezembro e Janeiro apenas aos funcionários da ativa, deixando os aposentados de fora da agenda de pagamentos.

“Será um dia muito importante. Lembrem-se que estamos em greve. Então é para manter apenas o atendimento mínimo das emergências e todos se juntarem a essa grande manifestação”, convoca Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed RN.

Fonte: Sinmed RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Teixeira disse:

    Antes tarde do que nunca esse apoio dos Doutores, o negócio apertou e parece que vai apertar mais, Lutaaaaaaaaaaaaa!

  2. Bonitao disse:

    Pense numa classe honesta Essa

  3. FRED disse:

    NÃO ESQUEÇAM QUE ROBISON FOI ELEITO COM APOIO DO PT DO LULADRÃO E FÁTIMA BEZERRA,SÃO RESPONSÁVEIS POR ESSE DESASTRE NO RN!!

    • Gustavo Ferreira disse:

      E traiu Dilma.
      É bom lembrar a história toda.
      Sé tinha Henrique Alves de um lado e Robson do outro. Se tivesse que escolher de novo, vc votaria em Henrique Alves?

  4. Jorjão disse:

    Até os coxinhas estão contra o pacote de Robinson, o que Faria…

    • Jackson disse:

      Jorjão (pão com mortadela) Não esqueça que foi o PT que elegeu Robinson.

  5. Panuzzi disse:

    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

VÍDEO: Ação de bandidos deixou rastro de destruição após arrastão na C&A no Centro de Natal

Um vídeo feito na manhã desta quinta-feira registra o cenário de destruição que ficou na C&A do Centro de Natal, após quatro homens invadirem o local fortemente armados e fazerem um arrastão na loja. Confira abaixo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Everton disse:

    E tome visão simplista, mimimi Robinson mimimi PM. A saída do governador e a volta da PM são paliativos, a merda é bem mais embaixo.
    Ou acontece um pacto municipal-estadual-federal de TODOS os poderes para enfrentar o CRIME, ou já era. Poderia começar moralizando o desserviço público, onde quem tá no dia a dia da população ganha 3mil e quem tá só canetando ganha 4.7mil só de auxílio…

  2. Rafael disse:

    Proximo ano serão os mesmos políticos profissionais, alguma dúvida? Apenas uma mudança profunda, "profunda", que políticos não façam parte. São apenas um bando de parasitas.

  3. Ems disse:

    Renuncie Robson !!!

  4. Getúlio disse:

    Seu desgovernador pegue sua equipe incompetente e vá embora, por favor! RENUNCIE pelo amor de Deus!

  5. Caio Smith disse:

    Ainda bem que moro nos EUA e não volto para essa República de Bananas violenta nem amarrado!

  6. Ivete Bezerra disse:

    A ideia é que façamos o movimento: *REELEIÇÃO NUNCA MAIS*…

  7. Joca disse:

    Borá ….vamos eleger os mesmo antes que vem 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻😭

    • Ivete Bezerra disse:

      REELEIÇÃO, N.U.N.C.A–M.A.I.S
      !.!.
      ESSES DEPUTADOS ESTADUAIS E FEDERAIS DO RN NÃO MERECEM VOLTAR AOS PARLAMENTOS ESTADUAL E FEDERAL.
      A MESMA COISA FAÇAMOS COM OS SENADORES…
      #REELEIÇÃO,NUNCA.MAIS

  8. Luiz Fernando disse:

    Robson, tenha hombridade, faça alguma coisa pelo RN, RENUNCIE!!!

  9. paulo martins disse:

    Por sorte não atearam fogo na loja, pois os bombeiros estão "aquartelados".

  10. JCabral disse:

    O Cocô tá secooooooo……

  11. Joca disse:

    Parabéns a associação de cabos e soldados!!!!

    • Acorda Brasil disse:

      Será que a culpa é deles amigo? Você vai ter de pedir comida aos vizinhos hoje para dar o que comer aos seus filhos?
      Falar sem pensar é próprio dos tolos. Dirija sua indignação ao "governador da segurança" que não é de agora sucateia o aparato de segurança.

    • Charles disse:

      Babão do governo deixe de ser louco. No dia que um filho seu estiver pedindo comida e você não puder comprar, quero ver se vc vai continuar falando 💩

    • Tito cabaré disse:

      Não tem ninguém com fome, isso é lorota, tinha que se achar uma maneira que não fosse essa pra sair da crise, quero saber é se Robinson Faria tem peito pra demitir esses grevistas como fez Paulo Artung lá no Espírito Santo.

    • Chico disse:

      Os PMS que estão trabalhando de onde vem a comida? Estão trabalhando e tudo de bucho cheio sem esse churumelo tô com fome. Isso precisa parar, não pode deixar a população entregue a própria sorte.

  12. AUGUSTO CÉSAR disse:

    ESTAMOS LASCADOS……
    O RN TODO ENTREGUE AOS BANDIDOS, FUNCIONALISMO PEDINDO SOCORRO, HOSPITAIS AGONIZANDO…..MEU DEUS.
    ROBINSON "FARIA" RENUNCIE…..

  13. anonimo disse:

    sugiro convocar o exercito agora.

  14. Brasil, o paraíso do crime! disse:

    Acabou! Daqui pra frente só veremos a barbárie tomar conta das ruas da nossa cidade.

    A solução? Imigrar. Vá pra outro país enquanto há tempo.

    • Cristalino disse:

      Algum cidadão natalense, potiguar, norteriograndense tem notícia de algum POLÍTICO que tenha se posicionado CONTRA A BARBÁRIE QUE VIROU NOSSAS TERRAS??
      Algum POLÍTICO POTIGUAR se pronunciou contra OS CRIMES QUE VEM DIARIAMENTE ACONTECENDO?
      Algum POLÍTICO POTIGUAR sugeriu, falou, propôs alguma ação contra o vandalismo que tomou conta de nossas cidades?
      Que o POVO VEJA como seus escolhidos eleitoralmente se preocupam com o bem estar e a segurança do povo.

    • Jorge disse:

      Nenhum! só agora aparecem as notas dos oportunistas de azul e de vermelho…lamentável!

    • João Maria Lima Da Silva disse:

      Calma eles estão esperando a virada de ano para que o inteligente povo potiguar relega os dinossauros e suas crias novamente aliás quantquantos anos deve ter Garibaldi uns 210 eu acho 100 só de política e não deu pra melhorar nada no RN sofrido

Festival de gastronomia de boteco segue em Natal até sábado

Na primeira edição do Roda de Boteco, botequeiros de Natal seguem firmes provando e votando nos melhores petiscos e garçons da cidade. A competição, começou dia 24 de novembro e segue até 16 de dezembro, está movimentando a cidade, estimulando a gastronomia de boteco e o resgate da boemia.

O festival compreende um conjunto de eventos gastronômicos e culturais de música e arte, de cunho popular. O objetivo é resgatar a boa comida, simplicidade, integração social e disseminação cultural. Seu lema é “Mais do que um Festival um grande encontro de amigos”.

Ao todo, são 30 estabelecimentos inscritos espalhados por toda a cidade, indo de Parnamirim a zona norte. Para participar, é preciso consumir o petisco elaborado por cada estabelecimento, especialmente para o evento, e solicitar a cédula de votação. Todos os petiscos estão com o valor de R$ 24,90 e com a primeira cerveja grátis.

Um dos objetivos dos idealizadores do projeto é inseri-lo na programação dos eventos da cidade de Natal. “Receber em Natal um projeto que enriquece a nossa gastronomia e comércio é essencial. Neste quesito, a Secretaria Municipal de Turismo incentiva o evento. Pois é mais uma opção de lazer tanto para o natalense, quanto para o turista”, afirma a Secretária Municipal de Turismo Christiane Alecrim.

Premiação

Durante o Festival, os clientes serão os jurados. Após provar os petiscos, o público deverá atribuir notas e eleger a melhor iguaria, considerando critérios como sabor e criatividade na elaboração do tira-gosto, qualidade do atendimento, o serviço de bebidas e a higiene do local.

Para estimular e valorizar o bom serviço, o evento vai oferecer premiações que serão entregues em um evento de encerramento, que acontece no dia 18 de dezembro. Durante a solenidade, os vencedores dos primeiros, segundos e terceiros lugares nas categorias Melhor Bar/ Boteco ganham troféus. Na categoria Melhor Atendimento, os garçons concorrem a premiações em dinheiro, além de troféus.

A lista de bares e botecos concorrentes, com os petiscos inscritos pode ser conferida no site www.rodadeboteco.com.br.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel Sam disse:

    Fazia tempo que não saia nas noites de Natal. Tive oportunidade de conhecer alguns bares. A promoção é excelente. Fui no site e escolhi uns bares para fazer um tour etílico.

São Paulo divulga ranking de multas por radar e agente de trânsito; em Natal, dados são desconhecidos

O jornal Folha de S.Paulo divulgou neste sábado  (9) um ranking de lugares onde mais se registram multas de trânsito, em duas categorias: por equipamento eletrônico e por agente de trânsito.

Todo o mapeamento é baseado em informações que o órgão de trânsito paulistano disponibiliza ao público.

Além de divulgar os números, o órgão reforçou ao jornal que ampliou a sinalização de orientação para o condutor de veículo não ser surpreendido.

De janeiro a novembro, a cidade, diz a matéria,  registrou 9.153.966 multas. Um único radar, que lidera o ranking, multou quase 130 mil vezes.

Natal

Na capital potiguar, os números são desconhecidos. Não estão disponíveis ao público e tampouco são disponibilizados pela secretaria de Mobilidade Urbana.

A STTU já informou qual o tipo mais comum de infração, mas nunca atendeu ao pedido para se informar quais são os pontos de Natal ondem mais incidem multas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eleitor disse:

    STTU,…caixa preta e incompetência….

  2. Paulo disse:

    BG.
    É por essas e outras atitudes que esse prefeito de Natal deve ser extirpar da política, omisso e descompromissado com a transparencia de uma "gestao" péssima e desqualificada. Não é só no trânsito não, iluminação pública, vias totalmente esburacadas obras da "copa" interminaveis como o latao na Av. Mo Gouveia com a Sao Jose e uma série de mal feitos. Fora as oligarquias do RN.

  3. Washington luiz disse:

    Essa é a caixa preta da prefeitura!

NATAL: SMS encontra amostras contaminadas em águas no entorno de postos de combustíveis

O projeto de análise das águas de poços situadas no entorno de postos de combustíveis de Natal, desenvolvido em parceria pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a Universidade Potiguar (UnP), teve seu relatório parcial divulgado nesta terça-feira (5). Das 20 amostras coletadas para análise, foram encontradas cinco com presença de Xileno, substância química usada em solventes.

O chefe da Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador da SMS (Visamt), Marcílio Xavier, explicou que apesar da concentração de Xileno nas amostras estar dentro dos valores permitidos, a substância não deveria ser encontrada na água. Precursora de outros produtos químicos, ela é extremamente tóxica e nociva à saúde humana. Ele afirmou que a SMS se reunirá com a coordenação do Grupo Interinstitucional de Áreas Contaminadas (Giacon) na próxima segunda-feira (11) para discutir o assunto.

“Das 20 amostras analisadas para Benzeno, Tolueno, Etilbenzeno e Xileno (BTEX), encontramos cinco com a presença deste último, sendo três no bairro do Alecrim e dois na Ribeira. Diante disso, já procuramos órgãos como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), que coordena o Giacon (do qual a SMS faz parte) e a Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico (Arsban), para ampliar a investigação e avaliar o grau dessa contaminação”.

Marcílio explicou ainda que a contaminação de águas subterrâneas por combustível derivado de petróleo tem sido objeto de crescente pesquisa no Brasil. Para ele, a parceria entre a SMS e a UnP vem rendendo bons frutos na avaliação da qualidade da água dos poços próximos aos postos de combustíveis do município, em especial sobre a contaminação por hidrocarbonetos.

“Os compostos BTEX, presentes nesses combustíveis, são extremamente tóxicos à saúde humana e podem inviabilizar a exploração de aquíferos por eles contaminados. Esses compostos são poderosos depressores do sistema nervoso central, apresentando toxicidade crônicas, mesmo em pequenas concentrações”.

Ele ressaltou que a participação da UnP e seu apoio técnico são extremamente positivas e que o objetivo do projeto de extensão é analisar se as águas subterrâneas estão contaminadas ou não por líquidos derivados dos combustíveis armazenados nos depósitos enterrados nas áreas. Para isso, estão sendo escolhidos dois poços para cada posto de combustível que tenha passado por processo de remediação, por meio do projeto “Selo Verde”.

 

Natal: unidade de acolhimento de crianças e adolescentes sob medida de proteção deve ser transferida para local mais seguro

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da 21ª Promotoria de Justiça de Defesa da Infância de Natal, recomendou que em 90 dias, a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) transfira a Unidade de Acolhimento Institucional III, da Rua Jeová Rafa, no bairro da Redinha, para local onde se assegure a segurança e integridade dos adolescentes acolhidos, bem como da própria equipe técnica do serviço.

A recomendação é resultado do inquérito civil público instaurado na 21ª Promotoria de Justiça, com base em representação formulada pela 2ª Vara da Infância e da Juventude da comarca de Natal, em que sugere, a partir de uma avaliação da equipe técnica do Poder Judiciário, a mudança de endereço da referida unidade de acolhimento, haja vista que o serviço está situado em local publicamente conhecido como de tráfico de drogas e de exploração sexual.

Provocada, a Semtas informou que desde 2014 o órgão tem buscado, sem sucesso, locar outro imóvel para abrigar a unidade de acolhimento. No mesmo expediente, o órgão gestor destacou que a equipe técnica da unidade de acolhimento já havia alertado a Secretaria sobre a situação preocupante na vizinhança do serviço com relação à exploração sexual e tráfico de drogas.

Uma resolução do Conselho Nacional de Assistência Social diz que o “serviço deve funcionar em unidade inserida na comunidade com características residenciais, ambiente acolhedor e estrutura física adequada, visando o desenvolvimento de relações mais próximas do ambiente familiar de modo que as edificações devem ser organizadas de forma a atender aos requisitos previstos nos regulamentos existentes e às necessidades dos usuários, oferecendo condições de habitabilidade, higiene, salubridade, segurança, acessibilidade e privacidade”.

A Semtas tem o prazo de dez dias para informar à 21ª Promotoria de Justiça de Natal se atenderá a recomendação ministerial.

 

STJ dá ganho de causa a condomínio e mostra que Promotoria do Meio Ambiente de Natal estava equivocada

Os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiram, 11 anos após os primeiros embargos contra a obra, negar ao Ministério Público do Estado o pedido para prosseguimento da ação movida pelo MP contra o condomínio Buena Vista, situado na BR-101, na região do rio Pitimbu, em Parnamirim.

Em junho do ano passado, a promotora Gilka da Mata conseguiu no STJ, em caráter liminar, decisão concedendo ao MP o pedido de negativa para que as licenças do Buena Vista não fossem emitidas. Com áreas já compradas, o embargo gerou ações judiciais de compradores contra os empresários que erguiam o equipamento. Na época, o MPRN alegava que não teve o direito de opinar na Justiça de Parnamirim sobre os laudos da obra. A ministra Regina Helena Costa entendeu que o direito ao contraditório foi violado e suspendeu o prosseguimento do empreendimento.

Quase um ano e meio depois, e após um julgamento com interrupções por pedido de vista, os ministros da Primeira Turma do STJ decidiram negar, no julgamento de mérito, os pedidos do Ministério Público.

Significa, na prática, que a Justiça sinalizou positivamente à construção do condomínio.

Não cabe recurso a outro tribunal, como o STF – a menos que o Ministério Público do RN aponte que o processo trata de algum direito previsto na Constituição Federal e que está em risco nesse julgamento.

Quando foi embargado mais uma vez, desta vez pelo STJ em 2016, o condomínio Buena Vista estava em fase de emissão de licenças pela prefeitura de Parnamirim. Agora, essa fase deverá ser retomada.

O Buena Vista conquistava mídia esporadicamente sempre que crateras se abriam na BR-101, na região do Pitibum. Nessas ocasiões, ONG’s costumavam vir a público atribuir ao condomínio a possibilidade de ampliar ainda mais a degradação na região.

Os embargos às obras levaram vários compradores a acionarem a Justiça contra a construtora, por terem realizado investimento sem terem a devida contraprestação.

Como ficam agora os prejuízos gerados contra o setor produtivo agora que o STJ indica que não há ilegalidades no processo de construção? Quem vai reparar o dano causado e cobrir as despesas econômicas que a construtora teve?

A defesa do meio ambiente é instrumento de indispensável necessidade ao equilíbrio social, mas seu exercício não deve ser confundido com a luta de quem é oposição ao desenvolvimento por questões ideológicas, ainda mais quando tal luta é custeada através do aparelho estatal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roberto Campos disse:

    Por essas e outras que precisamos da Lei de Abuso de Autoridade!!!

  2. Alana disse:

    Num país onde as leis são relegadas aos achismos e intervenções populares, resta à população "feliz" ver o curso do PRINCIPAL MANANCIAL DE ABASTECIMENTO DAS ZONAS SUL E LESTE de Natal ser ocupado indiscriminadamente.

  3. Francisco leilton Ferreira disse:

    Gilka da Mata, é da Mata, mas mora em condomínio.
    Essa é um atraso para o nosso estado, nem potiguar é!

  4. Lucena disse:

    Ela sempre se julga acima da lei, um dia a casa tinha que cair….🤔😄

  5. francisco nunes disse:

    O mais grave é que, agora, cabe ação de indenização contra o Estado (responsabilidade objetiva) e o sabido(a) do Promotor(a) não vai sofrer qualquer despesa. O povo paga a conta. É f…………….

  6. Antônio disse:

    Luta contra o assoreamento de um rio e seu consequente desaparecimento é uma questão ideológica agora!? se fala tanto do politicamente correto, da demonização deste, mas certa faixa da população tem sua própria cartilha do politicamente correto, passa por pontos como ambientalismo = comunismo, urbanismo = comunismo, entre tantos outros fatores. Crescimento sustentável está totalmente ligada com rendimentos monetários futuros, vejam a orla de cabo branco em JP compare com ponta negra, um crescimento totalmente desordenado na nossa orla hoje cobra seu preço alto, difícil um turista retornar aqui com as condições atuais e ainda agravar. É um fator a ser abraçado por todos e não ser taxado por rótulos. PS: aguardo ser chamado de esquerdopata, lulista, petista. Mas sinceramente reflitam.

  7. Chico disse:

    E AQUELE HOTEL INACABADO NA VIA COSTEIRA, COMO FICA?
    Hoje até pra cortar uma árvore que está atrapalhando e colocando em perigo uma residência, tem que fazer uma requisição a SEMURB e esse órgão, inútil, não resolve a tempo.
    As coisas só funciona lá por meio de propina ou se conhecer alguém que trabalha dentro para adiantar o seu processo.

    • Joanilson disse:

      Se esse hotel tivesse sido construído nos estados da BA, CE ou PE, já estaria em pleno funcionamento, gerando milhares de empregos diretos e indiretos, pois os gestores públicos teriam encontrado uma solução razoável para resolver a questão, pensando no bem da população, onde de forma inteligente e sensata, optaria pela geração de emprego e renda e não na ateria a filigranas jurídicas para embargar a obra. Um crime de lesa patrimônio ao povo do RN.

  8. BRASIL COM S disse:

    Proteção ao meio ambiente e ao bem comum agora são coisas de "esquerdopatas"? Essa direita tupiniquim é de dar pena mesmo

  9. Indignado disse:

    Aqui só se pensa no próprio umbigo, no próprio bolso, no próprio seu investimento. Ótimo vamos construir no rio Pitimbu, dentro dele! O planeta não se sustenta, mas o vil metalzinho….

  10. Fábio disse:

    Excelente notícia!
    Mas é bom lembrar que a luta p/atrapalhar o desenvolvimento do RN continua.

  11. JP Prates disse:

    Caro BG.

    Mais uma vez, em respeito ao bom trabalho e audiência de alto nível a que vc se dedica, venho comentar mais uma postagem que considero confusa.

    Em primeiro lugar, dado que o Blog do BG há muito deixou de ser apenas um blog pessoal (exclusivamente com opiniões individuais) para conter também notícias diretamente retiradas de agências de notícias e outros itens exclusivos produzidos por reportagem própria, é mais do que conveniente que postagens com opinião sejam salientadas como tal, e, mais importante ainda, assinadas pelo autor ou referidas como “Editorial”, sob responsabilidade do editor-chefe do canal. O Blog do BG é hoje um informativo, tanto quanto os tradicionais jornais/portais do Estado. Por isso, a diferenciação do que é OPINIÃO e do que é NOTÍCIA afigura-se apropriada em respeito à justificada (des)atenção dos leitores mais apressados.

    Em segundo lugar, e aí entro apenas na parte da minha opinião também, considero bastante exagerado acusar-se a promotoria de meio ambiente de agir por “questões ideológicas” – argumento que, aliás, vem se tornando um verdadeiro MANTRA por parte daqueles que se vêem de alguma forma incomodados no livre curso de suas atividades e costumam intitular-se “setor produtivo”, como se todos os demais setores da sociedade fossem apenas meros parasitas ou vagabundos.

    Não foi errado o fato da Promotoria do Meio Ambiente recorrer a instância superior quando não foi devidamente ouvida no processo de licenciamento. Isso é atribuição DE OFÍCIO dela. Se ela não o fizesse, poderia ser até mesmo ser acusada de prevaricação, pois é a sociedade quem vigia o seu trabalho. Quanto ao julgamento final do mérito das alegações da promotora, é evidente que poderia ter resultado a favor ou contrário a ela. Isso também faz parte do funcionamento normal da Justiça – infelizmente mais lentamente do que todos nós gostaríamos.

    Finalmente, quanto às indagações sobre reparações ao “dano causado”, fica a observação de que qualquer empreendedor, no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, sabe (ou pelo menos deveria saber e esperar) que está sujeito a interpelações quanto ao licenciamento ambiental – e outras permissões por parte de órgãos públicos. E deve precaver-se de ante-mão para isso, principalmente se a área ou região explorada tiver potencial de afetar recursos naturais ou sociais relevantes. Imagine quantos agentes do Poder Público teriam condições de interpelar situações de risco ambiental potencial se lhes recaisse individualmente a responsabilidade de indenizar os empreendimentos eventualmente embargados pelos “lucros cessantes” durante o tempo de análise? Seria um sistema inerte e acovardado, na proteção dos direitos ambientais (difusos por natureza). É exatamente por isso que NÃO é assim. A promotoria tem, mais do que o direito, o DEVER de agir, sempre que encontrar risco iminente cuja reparação posterior seja difícil ou mesmo impossível. Portanto, comprar um terreno e sair vendendo lotes, antes de licenciado, é risco inerente à estratégia do empresário que assim o faz.

    Essa história de se tentar impingir atitude ideológica à generalidade dos agentes do Poder Público é, a meu ver, um oportunismo dos mais rasos e deletérios para a sociedade, que se aproveitando da seletiva onda de escândalos que massacra nosso dia-a-dia desde 2014. Desproporcional e desigual, para uns e para outros, ELA SIM é que confunde luta contra a corrupção com atuação ideológica e partidária.

    Quando (parte d)o “setor produtivo” acusa seus fiscais de perseguição ou ideologia está ciente que, do contrário, o servidor público estaria sendo corrupto ou leniente, pois quanto a eventuais abusos, as instâncias devidas podem (e devem) ser utilizadas. Mas, sintomaticamente, raro é quando isso acontece.

    PRODUTIVA é a sociedade toda, quando gera ciclos de investimento público e privado, com respeito ao meio ambiente e aos fatores sócio-culturais e econômicos locais, gerando conforto seguro e condições de vida e trabalho justas para todos, nos seus mais diferentes estratos. Isso, infelizmente, não se atinge com “laissez-faire” e “laissez-passer” ultra-liberal. Os que hoje elogiam Portugal, Canadá, Noruega, Austrália e até Miami como lugares bons para se viver, talvez possam dar sinceros depoimentos sobre como estas sociedades chegaram lá. Certamente não foi com "Estado-Minimo" e “Fla-Flus” medíocres entre direita e esquerda.

  12. Fabio disse:

    Dra Gilka, ande na orla marítima de ponta negra ao invés de ficar procurando chifre em cabeça de cavalo.

  13. Henrique disse:

    Eis uma das âncoras que não deixa o RN crescer. O MPRN mais uma vez e esses ambientalistas esquerdopatas. Como recuperar o prejuízo? A melhor saída do estado é o Aeroporto.

  14. ELTON disse:

    SENSACIONAL NOTICIA…..DERROTA PARA OS QUE QUEREM ATRASAR NATAL….ESSAS PESSOAS SÃO ESSES AMBIENTALISTAS E ESQUERDITAS. ESSE TURMINHA SEMPRE TRABALHA CONTRA O DESENVOLVIMENTO URBANO. O CONDOMINIO DEVIA BOTAR ELES NA JUSTIÇA.

  15. Ed disse:

    Sem entrar no mérito da decisão do STF ou da atuação da promotoria do meio ambiente. A defesa do meio ambiente não é uma questão ideológica! Ambientalistas não defendem o meio ambiente para satisfazerem o próprio ego. Que sentido tem isso? O objetivo é sempre o bem comum, inclusive o seu! E respondo aos questionamentos: os prejuízos às empresas (meia dúzia de empresários) serão recuperados em dois tempos. E alguém tem alguma dúvida que aquele assoreamento às margens da BR 101 não foi causado pelo condomínio? Quem vai reparar esse dano? E mais, essa luta DEVE ser custeada pelo aparelho estatal! Afinal, é o Estado que tem que preservar o bem comum e garantir o bem estar das futuras gerações.

    • Ceará-Mundão disse:

      Creio que o amigo não entendeu direito os comentários. A meu ver, não se defende a inexistência de qualquer controle estatal sobre o meio ambiente. Mas há flagrantes exageros. Demoras infindáveis, entraves absurdos e normas por vezes impraticáveis, que entravam o progresso. E essa questão ambiental tem o seu lado ideológico sim. É uma das facetas da "nova esquerda" mundial. Outra é o tal do "politicamente correto".

    • Ed disse:

      O meu comentário foi para a própria matéria, amigo. As demoras, os entraves e as normas que vc diz impraticáveis são tudo reflexo da falta de investimento do setor público nessa área. Só para citar um exemplo, sabe quando o Idema teve um concurso público? Nunca! Há mais de 30 anos funcionado com funcionários cedidos e bolsistas com vínculos temporários. Como dar andamento a um processo dessa forma? Entende onde está o atraso? Sobre o lado ideológico, tenho N amigos que se julgam de "direita" e são ambientalistas. Mas enfim, temos pensamentos diferentes e se discutirmos não vamos chegar a lugar nenhum. Rs

  16. LULADRÃO disse:

    Notícia muito boa. Empregos a mais, impostos e mais segurança para aquela área. No meu entender o condomínio deveria entrar com uma ação contra o MPRN e todos que atrasaram a construção. Com raras exceções, esquerdistas e ambientalistas não acrescentam nada ao desenvolvimento.

  17. Marcos disse:

    A promotora deveria ser indiciada por perseguição e pagar os prejuízos !

  18. Alex disse:

    Esse MPF é brincadeira. Depois que prejudica o empreendimento e dá um prejuízo enorme a empresa. Quem vai ressarcir aos empreendedores a conta?

    • JCabral disse:

      A própria Justiça paga, através da Promotoria que embargou a obra!!!!

Metrópole Digital abre 840 vagas para cursos técnicos na UFRN; Natal, Mossoró, Caicó, Angicos e Pau dos Ferros

Com inscrições até o dia 6 de novembro, o Instituto Metrópole Digital lançou edital para preencher 840 vagas em cursos técnicos de Automação Industrial, Eletrônica, Informática para Internet, Programação de Jogos Digitais e Redes de Computadores. Em modalidade semipresencial, a formação dura um ano e meio.  50% das vagas oferecidas serão reservadas para os candidatos que cursaram integralmente o Ensino Fundamental em escolas públicas.

Os cursos oferecidos estão distribuídos nos municípios de Natal, Mossoró, Caicó, Angicos e Pau dos Ferros. A capital potiguar conta com 440 vagas, enquanto Mossoró terá 160 oportunidades. Os demais municípios terão 80 vagas, cada.

As inscrições estão disponíveis no site da Comperve (clique aqui) e custam R$ 30. Os candidatos com baixa renda podem pedir isenção do pagamento da taxa.

O processo é aberto aos candidatos que estejam matriculados ou tenham concluído o Ensino Médio. A prova será realizada no dia 26 de novembro, a partir das 8h, nos municípios polos do IMD. As aulas acontecem presencialmente por 4h semanais, nos turnos matutino, vespertino ou noturno, à escolha do aluno.

Natal tem a terceira maior taxa de desocupação entre as capitais do Brasil, aponta IBGE

A capital potiguar tem a terceira maior taxa de desemprego entre as capitais do do país, com 17,3% de desocupados. E o que aponta dados divulgados pelo IBGE. No RN, a taxa de desocupação no segundo trimestre de 2017 ficou em 15,6%. Na Região Metropolitana, o percentual é de 15,8%. Em todo o estado são 1,29 milhão de pessoas ocupadas e 239 mil desocupadas no segundo trimestre do ano

Para o analista sócioeconomico do instituto, Aldemir Freire, o que chama atenção nos resultados da PNAD Contínua no RN é a queda de 14,1% na massa de rendimento real. Segundo ele, a massa de rendimento real efetivamente recebida pelas pessoas ocupadas caiu de R$ 2,3 bilhões para R$ 1,98 bilhão.

Para o especialista, isso explica porque o varejo restrito e o setor de serviços tiveram queda no segundo trimestre do ano em relação ao primeiro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria Lucia disse:

    tá explicado porque tinha tanto militonto no midway protestando contra o bolsonaro

  2. #ficaadica disse:

    Cidades ligas a extração de petróleo e gás sofreram mto… Soma-se a isso uns gestores com atuação abaixo da média…

  3. c.r.medeiros disse:

    Neste DesGoverno, estamos vergonhosamente em primeiro lugar no ranking de tudo que não presta.😠😤

    E tome-lhe

  4. Luciana Morais Gama disse:

    Isso também é o retrato da INSEGURANÇA, pois o comércio de rua tá fechando mais cedo e demitindo os funcionários. Viva o RN!!!

  5. Bolsonaro disse:

    Essas carteiras de Trabalho bota qualquer manifestante Molitonto pra correr

Após perseguição, PM recupera carro roubado em Natal

Dois homens foram presos e um adolescente apreendido após trocarem tiros com a polícia durante uma perseguição a carro na Zona Norte de Natal. O veículo havia sido roubado pelos três no bairro das Quintas, na Zona Oeste, e a proprietária foi levada dentro do automóvel.

De acordo com a polícia, a mulher chegava com os filhos em uma farmácia na Rua São Geraldo no momento em que os suspeitos se aproximaram. Após a abordagem, ela pediu para que os três deixassem seus filhos irem embora.

Os assaltantes então retiraram as crianças do automóvel e o roubaram, levando a mulher junto.

Ainda segundo a polícia, um homem que viu o assalto saiu em perseguição aos criminosos em seu próprio veículo, enquanto acionava a polícia. A PM encontrou os assaltantes e, já na Zona Norte da capital, conseguiu interceptá-los. Houve troca de tiros e os suspeitos foram baleados e socorridos ao hospital. O carro foi recuperado e uma arma apreendida.

G1RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JCabral disse:

    Parabéns…

Juiz criminal tem carro roubado em Natal

Um juiz criminal da comarca de Natal teve seu carro roubado na noite desta quarta-feira (9) na Av. Salgado Filho, uma das mais movimentadas da cidade. O assalto aconteceu por volta das 20h30, segundo consta em Boletim de Ocorrência registrado na Central de Flagrantes.

Além do veículo, uma Hilux, os ladrões também levaram a carteira, relógio, celular, cordão de ouro e até mesmo o terno e a gravata que o magistrado estava usando.
Não há registro se o juiz sofreu algum tipo de violência física.

Em média, 23 veículos são roubados e/ou furtados todos os dias em Natal, segundo a Secretaria Estadual de Segurança. Somente nos seis primeiros meses de 2017, foram 4.220 registros.

G1RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alf disse:

    O magistrado foi embora só de cueca?

  2. Santiago disse:

    E agora Sr. Magistrado!? Ainda vai ter peninha desses demônios que destroem a vida da população? Ainda em decisão final do julgamento, vai alegar em seus autos que os mesmos são vítimas da sociedade e merecem estar livres, leves e soltos, pois não oferecem riscos à sociedade? Provou do próprio veneno.

  3. Val Lima disse:

    Como será as próximas audiências de custódia ??!!!

  4. Beto disse:

    Será que esse juiz, faz audiência de custódia?

  5. semesperança disse:

    Acredito não! Estamos na cidade mais segura do mundo, segundo nosso Exmo. Sr. Governador da Insegurança. Isso deve ser mais um exagero da mídia. De qualquer forma, acho que, se for verdade, a criminalidade, está começando a alcançar os inalcançáveis, desta forma o mal poderá vir para o bem, pois desta forma, poderemos ver o judiciário, começando a se preocupar com a situação e exigir providências mais duras e talvez comecem a ter maior rigor nas audiência nas audiência de custódias.

  6. LOL disse:

    Agora vai! Mexeu com juiz, mexeu com o poder.

  7. RAIMUNDO NONATO disse:

    SERÁ?
    Se esse juiz que foi assaltado, já participou de alguma "Audiência de Custódia", e soltou alguns desses bandidos, hoje ele deve estar muito arrependido!
    SERÁ?

  8. Jose vieira disse:

    Qual capital do Brasil está segura? Recife, São Paulo, Belo Horizonte, Fortaleza, Rio…kkkkkk, está mais que provado, tem que começar pelo governo federal controlando as fronteiras. Nenhum governador sozinho combate a violência. Pode trocar mil governadores e não resolve. Tem que ser governo federal, estadual, municipal, mudar as leis e parte da imprensa ajudar. O que o programa do papinha tem a oferecer? ele mostra o crime… e depois fica dançando; diante de coisa seria e grave, fica fazendo brincadeira…

    • shatonsom disse:

      ze vieira, natal num é capital de porra nenhuma, estamos ficando uma cidade feia, cheia de nós, de atrasos, nada flui, uma buraqueira só, desorganizada, a "cidade que atrapalha" , acho q em breve perdemos nosso posto como cidade bonita, capital q nem aeroporto tem, nem nunca teve…

  9. JR disse:

    Isso é o dia-a-dia do cidadão comum.

  10. Nordestino disse:

    Aposto como esses meliantes serão rapidamente presos e NÃO serão postos em liberdade durante a audiência de custódia.

  11. Rocardo disse:

    Sera que este assaltante, ao ser preso pelo roubo do carro do Juiz , será liberado na AUDIÊNCIA DE CUSTODIA.

  12. Trautmann disse:

    Agora que a violência chegou nas autoridades, talvez o governador faça alguma coisa pela segurança.

  13. Sandro Alves disse:

    A culpa da violência do RN é da imprensa!

  14. João Augusto disse:

    Foi roubo ou assalto?

  15. Ricardo disse:

    Bem feito ! Agora solte esses caras

  16. LULADRÃO disse:

    Com todo respeito e resignação pelo assalto ao Magistrado, mas só quando os poderosos começarem a sentir na pele o que o resto da população passa é que virão as soluções. Ainda bem que o senhor está vivo ao lado de sua família pois uma grande maioria ou leva um tiro ou morre.

  17. Eu disse:

    Será que os próximos assaltos vão usar o terno e a gravata? Palhaçada essa nossa segurança

  18. Joca disse:

    Deus existe 🙏🙏🙏

  19. Augusto disse:

    Natal é uma "sidade" segura. A culpa é da mídia que faz esse tipo de publicação. Esse é o Governador da segurança.

Convenção do PRB-RN será neste sábado em Natal

O Partido Republicano Brasileiro (PRB-RN) fará sua convenção estadual neste sábado, em Natal, no hotel Parque da Costeira. O evento será a partir das 9h e contará com a presença de lideranças nacionais e estaduais do partido, que irão discutir o cenário político atual e os possíveis nomes do PRB para a disputa do pleito eleitoral de 2018 no RN.

O presidente de honra do partido, Abraão Lincoln, que também é suplente de deputado federal, convida a todos para a convenção. “Será uma honra recebê-los na nossa convenção para discutirmos o futuro do PRB no RN e ouvirmos nossas bases sobre qual será o melhor caminho para o partido em 2018. Contamos com a presença de todos nesse grande encontro partidário”, disse o presidente.

A convenção também terá a presença do presidente nacional do partido, senador Eduardo Lopes; do deputado federal pelo Ceará, Ronaldo Martins; deputado estadual pelo PRB da Paraíba, Jutay Meneses; deputado estadual de Pernambuco, Ossesio Silva; da vereadora Ana Lúcia, de Recife, além do presidente estadual do PRB-RN, Victor Hugo e diversas outras lideranças de Natal e do interior do Estado.