VÍDEO: PM à paisana flagra assalto na BA, apreende menor, casal entra em discussão na ocorrência e reclama de agressões; associação defende ação policial

Foto: Reprodução/ G1. ASSISTA AQUI

Um vídeo divulgado nessa quarta-feira (28) mostra um policial militar, com arma na mão, em Itabuna, no sul da Bahia, durante uma ocorrência em que se despôs a neutralizar uma ação criminosa . O caso ocorreu na noite de terça-feira (27), no bairro Conceição.

O portal G1 noticia, conforme a mulher envolvida no caso, que ela e o marido foram comprar pão em uma padaria da região, quando um menor saiu correndo do local após roubar biscoitos.

Ainda segundo a mulher, o homem identificado como policial começou a agredir o suspeito, quando o marido dela tentou intervir para amenizar a situação. A confusão entre eles teria começado neste momento.

No vídeo, que tem pouco mais de um minuto e meio, o policial aparece com arma na mão e chega a questionar se a mulher divulgaria as imagens, após perceber que ela estava gravando. Ela responde que sim.

“Eu vou divulgar. Eu vou divulgar, porque você não tinha o direito de usar essa arma”, fala a mulher no vídeo.

Durante a confusão o PM dá um soco no marido da mulher. Ela, no entanto, pede para que o companheiro não revide. “Você não é igual a ele”, diz.

Em grande parte do vídeo, o policial justifica supostas agressões, dizendo que o menino tinha roubado o mercado.

Já no final das imagens, durante a confusão, o homem dá um tapa e derruba o celular da mulher. Ela então questiona: “Você vai me bater mesmo?”.

O advogado Rodrigo Rocha, que presta serviços à Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), defende o PM neste caso. Segundo ele, o policial estava perto do supermercado quando foi informado de que um suspeito tinha roubado o estabelecimento.

Ainda segundo o advogado, o PM então foi até o local, conseguiu localizar o suspeito e o imobilizou para chamar a viatura, momento no qual o casal interferiu na ação policial. Na confusão, o garoto, que não teve a idade revelada, acabou fugindo. A Aspra ainda divulgou uma nota de repúdio contra ação do casal. [Confira nota na íntegra ao fim da reportagem]

Conforme André Aragão, coordenador de polícia da cidade, vai ser lavrado o procedimento para apurar o caso. Ele disse também que está providenciando provas.

Já o Tenente Coronel Daniel Riccio, da Polícia Militar em Itabuna, disse que o PM vai ser intimado para apresentar depoimento e que ainda é muito cedo para afastar o agente ou tomar qualquer outra decisão nesse sentido.

Nota da Aspra

A ASPRA BAHIA REGIONAL DE ITABUNA vem por meio desta repudiar a atitude de um casal que na noite de ontem por imprudente tentou intervir e atrapalhar uma ação legítima de um policial à paisana.

O fato aconteceu num supermercado no Bairro Conceição. O Policial, que é conhecido do proprietário, estava passando nas imediações e foi avisado que um homem já conhecido por crimes no comércio estava furtando o local. Ato continuo o Policial conteve o criminoso e cuidou de imobiliza-lo para acionar o 190.

De forma temerária, imperita e imprudente, um casal passa então a tentar intervir na ocorrência, filmam o Policial, colocam a própria vida e a vida de terceiros em risco, inicia-se então um entrevero.

A atuação do Policial em conter o meliante foi dentro da técnica e encontra-se respaldada por ter agido no estrito cumprimento do dever, bem como em legítima defesa de terceiros.

A ASPRA BAHIA repudia o comportamento do casal que colocou as próprias vidas e vidas de terceiros em perigo.

Com informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. frank disse:

    eu só queria ver se esse casal fosse as vítimas do bandido , se eles estariam com essa compaixão toda , só era o que faltava, o cidadão de bem não poder encostar um dedo em um bandido safado.

  2. Gilvan disse:

    Eu pensei que era pegadinha, quer dizer que o casal foi defender o bandido? o Brasil não é para amadores!

    Não desejo, mais se um dia esse casal for assaltado, para quem eles vão ligar? pro Lula?

Operação Verão termina com menos ocorrências

Por interino

Foram divulgados na manhã desta quarta-feira (29) os dados da Operação Verão 2012 promovida pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte (SESED) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil, Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM/RN), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/RN), Guarda Municipal do Natal (GMN), Defesa Civil do Rio Grande do Norte, Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte S/A (EMPARN), Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN) e a Cruz Vermelha.

A ação começou no dia 16/12 do ano passado sendo finalizada no dia 27/02, onde foram utilizados 800 policiais militares nas praias divididos em dois turnos, onde 100 estavam em motocicletas, 50 em quadriciclos, além de 10 picapes 4×4 que auxiliaram no patrulhamento dos Litorais Sul e Norte. Segundo o secretário da SESED, Aldair da Rocha, os números positivos são fruto do trabalho realizado nesse período. “Hoje não é dia de festa, não é comemoração, nós estamos apenas apresentando o trabalho realizado na Operação Verão. É o resultado do trabalho da polícia, dos órgãos da segurança pública e de nossos voluntários”, disse o Secretário.

O superintendente da PRF, inspetor Rosemberg Alves de Medeiros, informou que em 2012 a PRF contou com a parceria com a Polícia Rodoviária Estadual e Semob, para a realização da Operação Rodovida com foco principal na direção veicular com gestão de álcool. De acordo com o superintendente, em dezembro de 2011 a frota de veículos do RN é de 862.335 unidades, o que representa um aumento de 18% na frota que era de 731.263 em 2010. Foram registrados 804 acidentes nas estradas estaduais, contra 866 no ano passado, representando uma diminuição de 9% nos acidentes nas BRs. Outro número que caiu expressivamente foi o de mortes nas estradas, registrando 33 em 2012, contra 51 em 2011, resultando em uma diminuição de 35%.

“A Polícia ficou mais rigorosa durante as abordagens, porém não fazemos apenas o trabalho nas estradas, procuramos sempre realizar o trabalho de conscientização no sentido de coibir o uso do álcool ao volante”, explica o inspetor Rosenberg Alves.

O rigor das abordagens refletiu no número de pessoas autuadas, que foi de 11.206, sendo 101% a mais que em 2011, onde o número registrado foi de 5.566. Já os autos de embriaguez registraram um aumento de 127% com 530 pessoas autuadas, sendo 297 pessoas a mais que no ano passado, onde 185 foram presas por embriaguez, registrando um aumento de 92% em relação a 2011, que registrou 96 prisões. Os números das prisões por outras ocorrências foi de 385, registrando um aumento de 65% em relação ao ano passado, onde este número foi de 232.

Seguido do supervisor da PRF, o coordenador geral do Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Luiz Roberto Fonseca, parabenizou a SESED pela “iniciativa e apoio e a atitude não mais permissível em favor da vida”, onde ele informou que houve uma redução de 60% nas ocorrências, o que não acontecia a seis anos no SAMU. O supervisor corroborou ainda explicando que desde que as blitzen começaram a ocorrer na segunda semana da Operação Verão, o número de mortes foi zero.

O policiamento registrou na Operação Verão deste ano um número de atendimentos ao público de 16.957 pessoas, atendimento de 5% a mais que em 2011, onde 16.138 pessoas foram atendidas. Os municípios que registraram diminuição nas ocorrências foram: São Gonçalo do Amarante, que registrou uma diminuição de 1,2% das ocorrências em relação ao ano passado (751 contra 760); Vera Cruz, que teve uma queda de 2,6% em relação a 2011 (37 contra 38); e São José de Mipibu, que registrou a maior diminuição no número de ocorrências que foi de 5,7% (333 em 2012 contra 353 no ano passado). Outros números que também caíram foram os de roubo a pessoa, que registrou 961 ocorrências contra 996, registrando uma queda 3,5%; e o tipo de ocorrência “vias de fato”, onde são consideradas discussões e brigas, que registraram uma queda de 13,7% com números de 734 neste ano contra 851 em 2011.

Em relação às estradas litorâneas foram realizadas 8.500 abordagens a carros, onde 10 foram pegos na Lei Seca, 442 tiveram lavrados o auto de constatação, 141 pessoas foram presas em flagrante e 583 Carteiras de Habilitação (CNHs) foram apreendidas. Já 2.200 motocicletas foram abordadas, onde cinco foram pegos na Lei Seca, 82 tiveram lavrados os autos de constatação, 161 motos foram recolhidas e 33 carteiras de habilitação foram confiscadas. A operação resultou na diminuição de 7% das ocorrências de trânsito, onde foi registrado neste ano 2.277 ocorrências, 7% a menos que em 2011 que marcou 2.449.

A Polícia Civil também participou ativamente da Operação Verão, onde instalou delegacias nas praias de Pitangui (Litoral Norte), Pirangi (Litoral Sul), Tibau e Pipa sem prejudicar o atendimento nas demais delegacias da Capital. Já os números de boletins de ocorrência foram de 621, divididos em 252 para Região Metropolitana e 369 para o interior do Estado. As prisões em flagrante foram 149, onde na Região Metropolitana a polícia prendeu 57 pessoas e no interior 92.

Já o Corpo de Bombeiros utilizou um efetivo de 90 pessoas divididas em 60 guarda vidas na Região Metropolitana, 20 no Oeste do estado e mais 10 na Região do Seridó. A grande novidade ficou pelo patrulhamento dos açudes e barragens, além das praias que habitualmente recebem o efetivo. Foram instalados postos fixos nas praias de Búzios, Ponta Negra, Redinha Nova (Região Metropolitana) e também nas praias de Manuelas e Ceará (Região Oeste). Na região Seridó, os guarda vidas se estabeleceram nos açudes Itans, em Caicó; Gargalheiras, em Acari; e na barragem do Boqueirão, em Parelhas, além do patrulhamento móvel nas demais áreas. Foram utilizadas sete viaturas, seis embarcações – cinco botes infláveis e um barco de alumínio –, seis quadriciclos e o apoio do helicóptero Potiguar I. O Corpo de Bombeiros realizou um total de 86 salvamentos. E o Instituto Técnico Científico de Polícia (ITEP) registrou uma redução de 8% no número de homicídios no estado, que registrou 164 este ano contra 179 em 2011.

E com ajuda da Cruz Vermelha foram realizados a Campanha Praia Segura nas regiões Metropolitana, Oeste e Seridó do RN; nas praias foram feitas a ação Criança a Vistas, onde 10.783 crianças foram identificadas. Outra ação bastante elogiada pelo público foi o Alcance Preventivo, em que voluntários, com o apoio de um salva vidas, orientaram 74.385 pessoas sobre os locais ideais para banho nas praias de todo o litoral. E como última ação realizada, o projeto o Turista Legal realizou visitas em 200 locais de concentração turística para orientar as pessoas sobre os locais mais seguros para banho e, desta forma, evitar possíveis acidentes nas praias.

SAMU registra aumento de 50% nas ocorrências no litoral potiguar

A coordenação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Metropolitano registrou, no primeiro balanço da Operação Verão, um aumento de cerca de 50% no número de ocorrências.

O coordenador geral do SAMU, Luiz Roberto Fonseca, informou que foi identificada uma mudança do perfil das chamadas. “Registramos um deslocamento das ocorrências para as praias e estradas, diminuindo os chamados na zona urbana”. Ele reforça ainda que “o plano de ação está mantido, com os pontos de apoio e as equipes extras”.

Devido ao intenso tráfego de veículos nas estradas, em especial nos horários de pico, foi registrado também um aumento do tempo-resposta, devido aos constantes congestionamentos nas estradas, o que tem por conseqüência um incremento das ocorrências de trânsito.

A Operação Verão terá mais um reforço a partir do próximo dia 07, com o projeto “Criança à vista”, que implicará na distribuição de pulseiras de identificação para serem usadas pelas crianças, na qual deverão ser anotados nomes e telefones de contato dos pais ou responsáveis, evitando assim os casos de crianças perdidas. Será feito também um trabalho de conscientização dos pais sobre prevenção de acidentes.

O “Criança à Vista” estará presente nos finais semana, nas praias mais movimentadas do Estado, como Tabatinga, Pirangi, Cotovelo, Genipabu, Muriú, Ponta Negra, Praia do Meio, Praia dos Artistas, Praia do Forte e Redinha, através de pontos fixos e volantes. O trabalho é uma parceria entre o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Corpo de Bombeiros Militar e Cruz Vermelha.

Durante o verão o litoral potiguar contará com uma base de apoio no litoral Sul – na Rota do Sol – e outra no litoral Norte – em Extremoz. Duas motos estarão circulando na Praia de Pirangi, para os casos mais simples. O helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também estará disponível para qualquer remoção necessária. Cada plantão contará com quatro médicos e três enfermeiros além de plantão permanente das equipes de coordenação, sempre em comunicação com as equipes das ambulâncias. A equipe do Samu Metropolitano conta ainda com 28 condutores.