FOTO: Delegação da China fica presa em tiroteio no Complexo da Maré

china

Foto: Reprodução

A delegação de basquete masculino da China ficou presa em meio a um tiroteio próximo ao Complexo da Maré, na zona norte do Rio, nesta quarta-feira. Segundo informações do canal SporTV, o ônibus que levava os atletas, a comissão técnica da seleção do país e jornalistas chineses havia acabado de sair do Aeroporto Internacional do Galeão quando passou pela troca de tiros que aconteceu entre as Linhas Vermelha e Amarela.

Os jogadores chineses divulgaram a situação tensa nas redes sociais. Eles postaram fotos de vendedores ambulantes deitados no chão, para se protegerem dos tiros. Não há registro de feridos.

A Polícia Militar e a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça informaram que ainda apuram o ocorrido.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jack disse:

    kkkkkkk sejam bem vindos

  2. Val Lima disse:

    Bem vindos ao Brasil….

  3. Jefferson disse:

    O Rio de Janeiro Continua Lindo!!

  4. Fernando Antonio disse:

    Dizem que nossa principal penitenciária foi inaugurada inconclusa. e nem cadeado tinha nas celas.

  5. Cornélio disse:

    Que começe a Festa ????

  6. Curioso disse:

    Êta mundo bom…

  7. Marinho disse:

    Não desejo mal a ninguém de bem. Mas, torço pelo fracasso dessas olimpíadas. O país quebrado, milhões de desempregados, a criminalidade tomando conta de tudo, saúde pública em estágio terminal…aí resolvem gastar bilhões com jogos num país sem estrutura., sem vergonha! O povo brasileiro devia ter vergonha disso.

  8. Bolsonaro já disse:

    Vai inventar de fazer olimpíadas nesta zona.

  9. Arthur disse:

    Nossa, gente… #palhaçada

POLÊMICA: “Assalto” a Gisele Bundchen é excluído da abertura das Olimpíadas

gisele

Foto: Reprodução/Elle

Depois de causar polêmica, a cena de um suposto assalto a Gisele Bündchen para a cerimônia de abertura da Olimpíada, que acontece na próxima sexta-feira (5), no Maracanã, será revista, segundo o Comitê Rio-2016.

Segundo o UOL, empresa do Grupo Folha, que edita a Folha de S.Paulo, no ensaio realizado no último domingo (31), havia um momento em que a modelo era abordada por um garoto, levando policiais a pensarem que ela estava sendo assaltada.
De acordo com o comitê, porém, como o treino era aberto a convidados, a organização da cerimônia colocou algumas “pegadinhas” no meio, para serem testadas, que podem continuar ou sair do dia oficial.

Nesse caso, a cena deve sair, pela repercussão negativa que causou.

Gisele entra no palco desfilando ao som de “Garota de Ipanema”. A certa altura, é abordada por um rapaz com roupas simples. Ao se aproximar da modelo, ele é perseguido por policiais. Gisele o protege e esclarece a situação.

A festa de abertura é tratada como segredo pelos organizadores. Os voluntários participantes são obrigados a assinarem um termo de confidencialidade, se comprometendo a não contar o que viram durante os ensaios.

A cerimônia no Rio acontece na sexta-feira (5), às 20h, no Maracanã.

FolhaPress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Val Lima disse:

    Eu só gostaria de saber a autoria de tamanha idéia (bst), durante abertura de uma cerimônia mundial,com transmissão para todo planeta???

  2. Junior pinheiro disse:

    QUE UMBIGO FEIO!!!!KKKKKKKKKK

  3. Marcio disse:

    Inversão de valores e desmoralização das instituições. Os gringos vão ficar sem entender, melhor tirar o

  4. Assombrado disse:

    Pelo jeito essa abertura de olim-PIADA, vai ser tão vergonhosa quanto a abertura da copa do mundo

  5. Joca disse:

    Essa MERCENARIA só vem ao BRASILIXO para buscar $$$$ dos idiotas ,não faz uma campanha voluntária ,não faz uma doação ….MERCENARIA

  6. sandra disse:

    Isso e bem a cara da politica publica do Brasilixo, inversão de valores, vai transformar a policia em bandido é?

  7. Kall disse:

    Mais uma "brilhante idéia" dos organizadores do evento.
    Impressionante a pobreza cultural dessa gente…

Segurança é preso em flagrante por estupro dentro do velódromo do Parque Olímpico

velodromo

Foto: Wilton Junior/Estadão

O segurança Genival Ferreira Mendes foi preso em flagrante na madrugada deste domingo no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, acusado de estuprar uma bombeira civil no velódromo, onde ocorrerão as competições de ciclismo dos Jogos Olímpicos de 2016. De acordo com a Polícia Civil, ele foi detido por agentes da Força Nacional de Segurança (FNS) e levado para a 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade.

O acusado trabalha para a empresa Gocil, contratada pelo Comitê Rio-2016 para prestar serviços de segurança, controle de acesso, prevenção de sinistros, atendimento de primeiros socorros e vigilância em várias instalações olímpicas. De acordo com a polícia, a vítima estava dormindo e não tinha condições de resistir ao ataque de Mendes, que tentou passar a mão por baixo de seu uniforme.

A pena para o crime de estupro de vulnerável – que se refere a menores de 14 anos ou a pessoas incapazes de oferecer resistência – é de reclusão de oito a 15 anos.

O Comitê Rio-2016 informou que “repudia veementemente qualquer tipo de violência e desrespeito”. Responsável pela organização dos Jogos, o comitê diz que o caso foi registrado em delegacia para que sejam aplicadas as devidas penas previstas na lei brasileira caso o crime fique comprovado. Segundo o órgão, “todos os funcionários terceirizados são orientados a seguir o código de conduta da Rio-2016”.

Estadão

OLIMPÍADA: Prisão no Brasil de suspeitos de planejar atentado repercute pelo mundo

A prisão de um grupo suspeito de planejar um ataque terrorista durante a Olimpíada do Rio, que começa no próximo dia 5, repercutiu pelo mundo.

O canal CNN, por exemplo, informou com grande destaque na primeira página de seu site que o plano havia sido “frustrado”.

No início da manhã, o canal destacava em seu site a rejeição do recurso da Rússia por parte do CAS (Corte Arbitral do Esporte) em relação ao caso de doping.

Porém, logo depois que a prisão dos dez brasileiros suspeitos de planejar o ataque durante a Olimpíada foi informada pela mídia brasileira, a CNN mudou a sua manchete.

Na Inglaterra, o jornal “The Guardian” deu menos espaço ao assunto, mas também apresentou a notícia na principal página de seu site, dizendo que a “polícia brasileira prendeu um grupo ligado ao Estado Islâmico”.

O canal BBC, também da Inglaterra, deu destaque similar ao “The Guardian”.

Um dos principais jornais da Espanha, o “El País”, usou a notícia como manchete de seu site com a informação de que “o Brasil deteve várias pessoas que planejavam atentar contra os Jogos do Rio”.

Na Argentina, a notícia também repercutiu. O “Clarín”, um dos principais jornais do país, colocou a notícia entre os destaques do dia.

Folha Press

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Curioso disse:

    Como diz o poeta Luiz Almir, são uns RABO FINO…

PF prende grupo que preparava atos de terror na Olimpíada

alexandre_de_moraes_1Eduardo Valente | Frame/Agência O Globo

A Polícia Federal realizou a primeira prisão com base na lei antiterror. Foi preso um grupo que já estava em atos preparatórios para ações terroristas durante a Olimpíada.

As prisões foram feitas em São Paulo e Paraná. O grupo foi recrutado pelo Estado Islâmico pela internet. Entre os presos, um menor de idade.

O ministro Alexandre de Moraes vai detalhar o ocorrido ainda hoje numa entrevista.

Lauro Jardim, O Globo

RIO 2016: Saiba como comprar os ingressos para as Olimpíadas nesta terça (20)

projetorio2016_62Quem quiser ingressos para ver provável a final olímpica dos 100m com Usain Bolt terá de ser mais decidido, mais organizado e mais veloz na hora de efetuar a compra dos bilhetes nesta terça-feira, a partir das 10h.O Comitê Rio-2016 põe à venda 2 milhões de ingressos, sem sorteio. Quem quiser garantir assentos nos Jogos sairá na frente se souber de antemão o que deseja ao acessar www.rio2016.com/ingressos. Não há tempo a desperdiçar.

“Para comprar o ingresso (nesta terça-feira), tem de ser um pouco atleta, sendo veloz. Nós brincamos que essa é uma grande maratona, iniciada lá atrás, quando o comprador pesquisava no site, se interessava e escolhia os esportes. Agora, podemos dizer que essa etapa é uma corrida de 100m”, comparou Donovan Ferreti, diretor de Ingressos do Comitê Rio-2016.

De acordo com o Comitê Organizador Rio-2016, serão comercializados dois milhões de ingressos de 518 sessões — isto é, uma rodada de jogos de basquete ou várias provas de atletismo equivalem a uma sessão. Os preços são acessíveis, já que 31% dos bilhetes custam menos de R$ 70 e 51%, menos de R$ 100. Para não perder tempo na hora desse leilão virtual, vale acessar bem cedo o guia online, para se informar (clique aqui). O site começará o processo de venda pontualmente às 10h.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jadson Neres disse:

    Penso que não existe crise econômica, pois o país está prestes a dar mais uma mega festa num período de quatro anos.

Financial Times afirma que Brasil vai triplicar investimentos em atletas

O Financial Times afirmou que o Brasil planeja investir cerca de US$ 700 milhões em atletas de elite para figurar entre os dez melhores países dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Segundo o jornal, o valor gasto é três vezes maior ao que foi investido nos últimos quatro anos. Parte dos recursos virá da loteria, enquanto o restante será de responsabilidade de patrocinadores, além dos governo federal, estadual e municipal.

Edgar Hubner, diretor do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), disse que os países dominantes nos esportes têm pontos em comum:  proveem rapidamente as condições para as jovens promessas do esporte; contratam técnicos, nutricionistas, administradores, psicólogos e preparadores físicos; enviam atletas e técnicos para outros países e recebem também profissionais estrangeiros; hospedam eventos esportivos internacionais; e possuem centros de treinamento de elite.

Fonte: Portal Imprensa

No ritmo de Natal 2014: Obras da Olimpíada Rio 2016 mal saíram do papel

Na última inspeção que fez ao Rio, em junho, o Comitê Olímpico Internacional (COI) se mostrou preocupado com o atraso das duas principais obras para os Jogos de 2016: o Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, e o complexo esportivo de Deodoro. Juntos, os espaços vão receber as disputas de 22 modalidades. As obras do Parque, depois de serem contestadas até na Justiça, finalmente começaram, em julho. As de Deodoro, no entanto, sequer têm previsão de início.

A responsabilidade pela execução é do governo do Rio, mas os recursos são da União. Ambos ainda trabalham para produzir o escopo do edital para contratação do “masterplan” (planejamento de toda a área), e dos projetos básico e executivo. Segundo a secretaria estadual da Casa Civil, não há estimativa de custo, justamente porque os projetos ainda não foram contratados.

E tampouco há previsão de lançamento da licitação. O prefeito Eduardo Paes, na entrevista coletiva que marcou os quatro anos antes dos Jogos do Rio, falou em “até o fim de agosto”. Mas a secretaria da Casa Civil, responsável pela licitação, informa apenas que será “em breve”.

O complexo esportivo terá oito instalações, entre elas a vila de árbitros. Quatro vão ser construídas totalmente: o Parque Radical do Rio, que terá canoagem, mountain bike e BMX; e a arena de esgrima. As demais instalações serão reaproveitadas do Pan de 2007 e readequadas para os Jogos Olímpicos.

Uma via expressa está sendo construída para ligar Deodoro à Barra da Tijuca, onde ficará também a Vila dos Atletas. A Transolímpica terá 23 km de extensão e contará com uma linha de BRT (transporte rápido por ônibus, na sigla em inglês).

Coração dos Jogos. Em janeiro, a licitação para a construção do Parque Olímpico chegou a ser suspensa pela Justiça, mas a prefeitura conseguiu decisão favorável e ela foi lançada em 6 de julho. O consórcio Rio Mais, formado pelas construtoras Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez e Carvalho Hosken, venceu a Parceria Público-privada licitada pela prefeitura.

O Parque vai sediar a disputa de 14 modalidades olímpicas e nove paralímpicas. Antes de começar a obra, a prefeitura teve de lidar com duas questões: a construção de um novo espaço na cidade para corridas – imposta pela Confederação Brasileira de Automobilismo já que o autódromo de Jacarepaguá está sendo demolido – e a remoção dos cerca de 4 mil moradores da comunidade Vila Autódromo.

Foram os dois impasses que resultaram nas ações de janeiro. No caso dos moradores, a prefeitura garantiu que a transferência para um “condomínio de qualidade” que será construído a menos de 1 km da Vila. Já o novo autódromo será erguido em Deodoro. O terreno foi contestado pelo Ministério Público, que recomendou escolher novo local por risco de dano ambiental. O Exército, dono da área, rejeitou a ideia. Por ora, o governo do Estado aguarda o projeto executivo, que será definido pela União. Assim como o complexo esportivo de Deodoro, o autódromo terá recursos do governo federal, mas a responsabilidade da licitação e execução será estadual.

Fonte: Estadão

Londres: Brasil é 22º em medalhas e pode ser pior por equipe, PIB ou população

O 22º lugar no quadro final de medalhas de Londres já não foi nada brilhante. Mas muito pior foi o Brasil na Olimpíada de 2012 se levado em conta o tamanho da sua delegação, da sua população e da sua economia.

Mesmo com um aumento de 44% nos repasses da Lei Piva, a principal verba de financiamento do esporte no país, o Brasil só aumentou em dois pódios (uma prata e um bronze) seu desempenho em relação a Pequim-2008.

O que significa um aumento de 13% nas premiações, suficiente para fazer a sede dos próximos Jogos subir só uma posição no quadro geral. Mas, de força intermediária no número absoluto de pódios, o Brasil vira “turma do fundão” quando se verifica sua produtividade.

Em um ranking com a divisão do número de atletas inscritos pelo número de pódios, o Brasil ficaria em 51º lugar entre os 85 países que ganharam medalhas em Londres.

Foram 258 brasileiros nos Jogos. Entre os países que mandaram aos menos 200 atletas, só Canadá e Polônia foram menos premiados.

Pior ainda é a colocação do Brasil nos rankings de produtividade por tamanho da população e pelo PIB (produto interno bruto). No primeiro, o país seria apenas o 68º, e, no segundo, o 70º. Tanto em população quanto no tamanho da economia o Brasil está entre os dez maiores do mundo.

Com a exceção das potências Estados Unidos e China, nenhum país que terminou a Olimpíada de Londres com mais medalhas do que o Brasil tem uma população maior do que a brasileira.

Oito nações que superaram o Brasil têm menos de 20 milhões de habitantes, ou população menor do que a residente na Grande São Paulo. Mesmo decadente esportivamente e com um PIB que não chega a 2,3% do brasileiro, Cuba ficou sete posições à frente no quadro, com duas medalhas de ouro a mais.

A equipe enviada pelo COB não pode se orgulhar de formar um time competitivo na maioria das modalidades. O Brasil subiu ao pódio em oito esportes diferentes, número idêntico ao registrado em Pequim, há quatro anos.

A Espanha, que ganhou as mesmas 17 medalhas que o Brasil, foi premiada em 11 modalidades diferentes. A equipe nacional não teve o gosto de ganhar uma medalha no mais nobre dos esportes olímpicos.

No atletismo, só quatro dos países que ficaram à frente do Brasil –Coreia do Sul, Holanda, Coreia do Norte e Espanha– não medalharam no atletismo. Na natação, os brasileiros ficaram sem ouro.

Nas duas modalidades, assim como na vela, o número de finais disputadas por atletas brasileiros caiu.

Fonte: Folha.com

 

Caso OBB: Professor isenta curso de culpa pela eliminação de estudantes do RN

O caso da eliminação de alunos do Rio Grande do Norte do concurso Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB) por causa do envio dos cartões de respostas atrasados ainda está repercutindo. Ontem o caso ganhou notoriedade. Hoje, o professor de inglês Etevaldo Miranda escreveu para o BG uma nota em sua página pessoal no Facebook eximindo o Overdose Colégio e Curso, local onde as provas foram aplicadas, de culpa.

Confira a nota:

“Blog do BG,

Quanto a OBB – Olimpíada Brasileira de Biologia, desejo explicar que a ANBIO seleciona escolas para realizarem as provas em todo o Brasil, do mesmo jeito que a UFRN também requisita para o seu vestibular. Todavia, a ANBIO deve ser responsabilizada pela organização do evento. Os alunos, do RN, que participaram da Olimpíada de Biologia, jamais deveriam ser penalizados por um erro que NÃO foi deles. 

O Colégio Overdose cedeu sim o seu espaço físico, da mesma forma que o fez nos últimos 3 anos, porém sem jamais ser o organizador do evento. 

Portanto, o Colégio Overdose, mais do que qualquer outro colégio, sente-se muito prejudicado, em virtude de ter alcançado o 1º lugar, nos últimos 3 anos da OBB, no nosso Estado. Tendo, inclusive, classificado o seu aluno Pablo Ivo, no ano passado, para etapa final da Olimpíada Mundial em Taiwan, na China. Pablo, foi um dos 5 brasileiros selecionados para representar o país, motivo este de orgulho para a família Overdose, assim como para o nosso estado do RN.

Dessa forma, como professor, quero me solidarizar com os alunos prejudicados, e dizer que o Overdose já está tomando as medidas possíveis para defender seus alunos. 

Irresponsavelmente, estão tentando culpar e jogar até dolo na figura do Overdose. Contudo, os próprios alunos do Overdose também foram prejudicados. Assim, não se pode acusar uma instituição séria de ter agido com má fé, sem ter provas para tal. 
Educação sim, responsabilidade sempre, acusações infudadas JAMAIS

Etevaldo de Miranda Júnior”.

Relembre o caso:

Alunos do RN são desclassificados da Olimpíada de Biologia por “incompetência” dos coordenadores estaduais

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jarbas disse:

    O overdose entrou com uma ação de Indenização por Danos Morais em razão dos comentários feitos pelo Twitter!
    Pediu em liminar a retirada dos comentários, o que foi indeferido pela Justiça!
    http://esaj.tjrn.jus.br/cpo/pg/show.do?processo.codigo=010011KLC0000&processo.foro=1 

  2. Letícia A. disse:

    O RN merece respeito! Enquanto queremos que a educação de nosso estado cresça e seja reconhecida, fica impossível para nossos alunos e professores se sentirem motivados a continuar essa luta quando há irresponsáveis que acabam com sonhos e objetivos! E os alunos potiguares que foram eliminados desta fase da Olimpíada não tiveram uma preparação de meses e sim de ANOS! Eles, mais do que ninguém, merecem uma explicação pra essa palhaçada!

    • Jonas Filho disse:

      É muito fácil colocar a culpa nos outros. Difícil é ser honesto e dizer que no dia da aplicação dessa prova o coordenador da OBB aqui no RN não esteve presente e foram funcionários do OVERDOSE COLÉGIO E CURSO que aplicaram essa prova.

      Detalhe: o coordenador da OBB aqui no RN, professor Evandro Brandão, também é funcionário dessa instituição de ensino.

      O atraso no envio dos cartões foi culpa do coordenador da OBB aqui no RN. Mas alguns pais de alunos que participaram dessa olimpíada, regeram e-mail desse professor dizendo que o colégio tinha se responsabilizado por tudo!

      Encobrir os fatos não é uma boa atitude.

  3. Jonas Filho disse:

    A prova da VIII OBB foi aplicada no espaço físico do Overdose Colégio e Curso por funcionários dessa instituição de ensino. O coordenador estadual da VIII OBB no RN (professo Evandro Brandão), inclusive, é professor dessa instituição.

    No dia da prova da 2ª fase da VIII OBB, o coordenador não se fez presente. Ficando a responsabilidade da execução dessa prova a funcionários do Overdose Colégio e Curso.

    Só para esclarecer… No ano passado, 3 alunos do RN foram representar o Brasil em olimpíadas internacionais de Biologia. 2 deles concluíram o ensino médio no Colégio Ciências Aplicadas e o outro concluiu o ensino médio no Complexo Educacional Contemporâneo.

Alunos do RN são desclassificados da Olimpíada de Biologia por "incompetência" dos coordenadores estaduais

Os três alunos do Rio Grande do Norte que se empenharam nos últimos meses para conseguirem boas notas na Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB) para representar o país na Olimpíada Internacional de Biologia, que esse ano será realizada em Cingapura, estão oficialmente desclassificados. Não porque não conseguiram boas notas ou porque não se esforçaram o suficiente. O motivo real foi a “incompetência” dos coordenadores estaduais, que representam o concurso aqui no Estado, ao enviar os cartões de respostas dos alunos potiguares da etapa nacional.

Esses cartões deveriam ter sido enviados até o dia 29 do mês passado, por causa do calendário oficial previsto no edital para ser divulgado no dia 31 de maio. Como assim foi. O problema é que os cartões do RN só foram enviados no dia 9 desse mês, ou seja, mais de uma semana fora do prazo e ainda depois da divulgação dos gabaritos. Assim, a organização da OBB decidiu, pelo bem do concurso, eliminar todos os potiguares.

Alguns dos cartões de resposta, inclusive, ainda estão chegando segundo a nota oficial emitida pelo professor Rubens Oda, coordenador nacional da OBB. Os coordenadores daqui do Estado foram descredenciados por causa da irresponsabilidade.

“Sabemos do transtorno causado pela incompetência das coordenações estaduais responsáveis pelo transtorno – principalmente as dos estados do Espírito Santo e Rio Grande do Norte, que neste momento estão sendo descredenciadas pela ANBio. Pedimos desculpas aos alunos cujas provas não foram corrigidas por este motivo, mas sua inclusão na lista de classificados questionaria a transparência do processo de correção uma vez que os cartões resposta foram enviados após a data limite informada em nosso edital (dia 30 de maio de 2012), e conseqüentemente, após a divulgação do gabarito final em nossa home-page. Ressaltamos também que em todas as provas enviadas as coordenações estaduais determinávamos que o limite seria ainda mais curto (dia 29 de maio). Os pacotes referentes a cidade de Vitória foram postados no dia 4 de junho e o pacote do estado do Rio Grande do Norte postado somente no dia 9 de junho”, disse o coordenador”, escreveu. A ANBio em questão é a Associação Nacional de Biossegurança, responsável pela organização da Olimpíada.

Algo realmente lamentável. Essa situação de desclassificação que vai provocar (na verdade já está provocando) danos irreparáveis aos candidatos potiguares. Pais de alunos e professores já estão revoltados com a situação.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. francitonio disse:

    Aqui no RN e uma vergonha, não por culpa dos alunos mais das autoridades, não e atoa que o estado se da mal das competições.

  2. Letícia A. disse:

    O RN merece respeito! Enquanto queremos que a educação de nosso estado cresça e seja reconhecida, fica impossível para nossos alunos e professores se sentirem motivados a continuar essa luta quando há irresponsáveis que acabam com sonhos e objetivos! E os alunos potiguares que foram eliminados desta fase da Olimpíada não tiveram uma preparação de meses e sim de ANOS! Eles, mais do que ninguém, merecem uma explicação pra essa palhaçada!

  3. […] Alunos do RN são desclassificados da Olimpíada de Biologia por “incompetência” dos coordenado… Postado em: 14/06/2012 às 17:26 Deixe seu comentário Tweet stLight.options({ publisher:'wp.e5614253-674e-4af0-8262-7c08ebb4f316' }); /* […]

  4. Anônimo disse:

    Infelizmente a pessoa que postou esse comentário usou um nome que não o pertence, usou o nome de Pedro Fraiman em vão. O IP 200.217.214.66 foi passado para o Original Pedro Fraiman. Caro Fake, inclusive já sei de onde foi postado o comentário

  5. Marcus Vinicius disse:

    Quem são os coordenadores estaduais? Secretaria de Educação? Alguma entidade privada, alguma fundação? É importante sabermos quem cobrar!

    • Jonas Filho disse:

      O Coordenador estadual da OBB aqui no RN é o professor Evandro Brandão.

      A prova da 2ª fase da VIII Olimpíada Brasileira de Biologia ocorreu no dia 27 de maio no Overdose Colégio e Curso.

  6. Jonas Filho disse:

    O Blog do BG está de parabéns pela iniciativa de denunciar essa imensa irresponsabilidade. O Rio Grande do Norte perdeu a chance de ter, mais uma vez, representantes em olimpíadas internacionais de Biologia.

    É inadmissível que por aqui ainda exista tanto amadorismo na rede particular de ensino.