VIOLÊNCIA: Na região metropolitana, duplo homicídio, um morto e dois esfaqueados em bar; na capital, execução próxima de posto policial

A Polícia Militar registrou três assassinatos na Grande Natal, um deles um duplo homicídio, e ainda uma outra morta violenta na capital, na noite dessa terça-feira(27). Na ocasião, os crimes ainda deixaram três feridos, reforçando a onda de violência que alastra e coloca o Estado na liderança no crescimento de crimes desse tipo.

Quanto aos crimes, de acordo com a PM, o duplo homicídio foi registrado na comunidade do Bonfim, na cidade de Nísia Floresta, e teve como vítimas Márcio de Almeida Lopes, de 20 anos, e o adolescente Diego Olímpio da Silva, de 15 anos. Informações dão conta que os rapazes estavam na casa da namorada do primeiro quando homens armadores invadiram o local e abriram fogo, baleando, inclusive, a namorada de Márcio, uma adolescente de 17 anos,  que estava com a filha de um ano e seis meses –esta, felizmente não foi atingida. Após a fuga dos assassinos, a jovem foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Não se tem informação do seu quadro. A Polícia acredita que a motivação do crime tenha sido acerto de contas. Márcio havia cumprido pena na PB  por envolvimento com roubos.

Ainda na Grande Natal, uma briga em um bar no município de Extremoz deixou um morto e dois esfaqueados, na comunidade conhecida como Carão. Segundo a PM, as vítimas foram atacadas por um homem que bebia com eles. Após o crime, o acusado fugiu com destino ignorado. Informações dão conta que um dos feridos por faca se encontra em estado grave.

Já na capital potiguar, no bairro do Planalto, Leonardo Bezerra da Silva, de 22 anos, foi assassinado com cinco tiros em uma localidade próxima ao posto policial do bairro. Segundo a Polícia, o jovem passava pelo local quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta, que se aproximaram e atiraram no rapaz, que morreu na hora. Acredita-se que o crime tenha sido motivado por acerto de contas. Informações extraoficiais dão conta que o jovem tinha envolvimento com tráfico de drogas.

Confira opções de lazer para Natal e região metropolitana nesta sexta e sábado

Sexta-feira(24)

1016235_640155066048188_894410106_nZé Lezin e Cinderela

A dupla apresenta a comédia “Em briga de marido e mulé ninguém mete”.

Local: Teatro Riachuelo
Hora: 19h
Preço: R$90 (inteira) e R$ 45 (meia)
Informações: (84) 4008 3700 | www.teatroriachuelo.com.br

Terraço do Relógio

Bruno Alexandre e Leonardo Palhano interpretam canções de Roberto e Erasmo Carlos.

Local: Sesc Centro
Hora: 19h
Preço: Gratuito
Informações: (84) 3211 5577 | www.sescrn.com.br

Insônia Bar

A cantora Samya Rafaela interpreta sucessos da MPB, blues e pop/rock nacional e internacional.

Local: Insônia Bar
Hora: 20h
Informações: www.facebook.com/insonia.natal

Banda Café

O grupo interpreta Beatles, Bee Gees, Simon & Garfunkel e outros clássicos internacionais.

Local: Aquária Natal Hotel
Hora: 20h
Informações: Aquária Natal Hotel (Rua Erivan França, 152, Ponta Negra).

Folia na Catita

O grupo Ribeira de Pau & Corda anima a noite com marchinhas, frevo, chorinho e samba.

Local: Buraco da Catita
Hora: 22h
Informações: (84) 2010 9185 | www.facebook.com/BuracoDaCatitaOficial

Taverna Pub

A banda potiguar Os Grogs toca clássicos do rock das décadas de 50, 60 e 70.

Local: Taverna Pub
Hora: 22h
Informações: (84) 3236 3696 | www.facebook.com/tavernapubnatal

Rastapé

Naldinho Ribeiro, Forró Rodado, Dussete e Moacir do Repente animam a noite.

Local: Rastapé
Hora: 22h
Preço: R$20 (universitários entram de graça até meia-noite)
Informações: (84) 3219 0181 | www.rastapenatal.com.br

Whiskritorio

Shows das bandas Bon Jovi cover (23h) e Metallica cover (1h30).

Local: Whiskritorio Natal
Hora: 23h
Preço: R$15 (homem) e R$12 (mulher)
Informações: (84) 3081 1590 | www.facebook.com/whiskritorio

Sábado(25)

Jota Quest

A banda mineira faz show em Pirangi, com músicas do novo disco e antigos sucessos.

Local: Arena Ecomax (Praia de Pirangi)
Hora: 19h (abertura dos portões)
Informações: www.facebook.com/johab.madruga

Rock no 54

A banda Beto Rockefeller anima a noite com grandes sucessos do rock nacional e internacional.

Local: Bar 54
Hora: 20h
Preço: R$5
Informações: (84) 2010 5458 | www.54bar.com.br

Rastapé

A noite terá shows de Airton Souza, Forró do Sheik (foto), Silva Jr. e Moacir do Repente.

Local: Rastapé
Hora: 22h
Preço: R$20 (universitários entram de graça até meia-noite)
Informações: (84) 3219 0181 | www.rastapecasadeforro.com.br

Operação Avante reforça segurança em Natal e Região Metropolitana

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), lança nesta sexta-feira (13) a “Operação Avante”, com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade, inicialmente, em Natal e Região Metropolitana.

Seis viaturas e 15 motocicletas serão empregadas na ação, que contará com participações de policiais militares, policiais civis e apoio de guardas municipais da capital.

Os policiais atuarão nos pontos onde ocorrem os maiores índices de criminalidade, apontados pela Subcoordenadoria de Estatística e Análise Criminal (SEAC) da Sesed. Informações passadas por populares, através do Disque-Denúncia 181 (ligação gratuita e sigilo absoluto), também serão averiguadas.

Uma Delegacia Móvel também estará integrada à “Operação Avante”. Os detalhes acerca da Operação serão informados logo mais, às 16 horas, no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que funciona na Escola de Governo, no Centro Administrativo.

PM substitui equipamentos de rádios comunicadores em Unidades da Região Metropolitana

O Comando da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte inicia nesta semana a substituição de antenas e baterias de rádios comunicadores nas Unidades Operacionais da Região Metropolitana e do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual.

Ao todo foram adquiridas 400 antenas e 400 baterias, dispensando um total de mais de R$ 180 mil em equipamentos para melhorar as condições de trabalhos dos Policiais Militares da Região Metropolitana e do CPRE.

As novas antenas foram adquiridas por um valor unitário de R$ 76,20 (setenta e seis reais e vinte centavos), somando um custo de R$ 30.480,00 (trinta mil e quatrocentos e oitenta reais). Já as baterias, custou por unidade o valor de R$ 375 (trezentos e setenta e cinco reais), somando um investimento de R$ 150 mil.

“Com mais essas aquisições estamos melhorando as condições de trabalho de nossos Policiais Militares na Região Metropolitana”, disse o Comandante Geral da PMRN, Coronel PM Francisco Canindé de Araújo Silva.

Os novos equipamentos dos rádios comunicadores substituírão os equipamentos das bases comunitárias, do efetivo da ROCAM e do Esquadrão Águia, além dos órgãos subordinados ao CPM, beneficiando centenas de Policiais Militares de toda a Região Metropolitana.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luiz da costa disse:

    Esse comandante é uma piada. BG acho que você nutre uma atenção especial por ele. Vocês dois anunciarem compra de antenas e baterias para os velhos radios da Policia Militar é DEMAIS. Só rindo, pois é ridículo. É muito investimento que essa ROSA. Faz na segurança pública do Estado

Pelo menos seis assassinatos são registrados em Natal e região metropolitana

Por interino

A Polícia Militar e Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) registraram pelo menos seis homicídios em Natal e região metropolitana no último fim de semana. As motivações e responsabilidades dos crimes serão investigadas pela Polícia Civil.

Na capital potiguar, um dos crimes foi cometido no sábado (30 de novembro), e teve como vítima de arma de fogo, Erivan Félix de Lima, de 40 anos, morto no cruzamento das ruas Severino Bezerra com Torre do Mar, no bairro Potengi, na zona Norte. No bairro das Rocas, na zona Oeste, Wagner Vicente, de 34 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo na rua Almino Afonso, chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. Já no domingo (1), no bairro Igapó, o corpo de um homem foi encontrado na rua São Tiago, com marcas de pancadas com objeto desconhecido, na cabeça, próximo à linha férrea, no fim da noite.

Na Grande Natal, dois crimes foram registrados em Macaíba e tiveram como vítimas Ramon Yuri Braz de Moura, de 23 anos, assassinado na rua Traíras, e Thertuliano Ferreira Soares , de 16 anos, encontrado morto no leito do rio Jundiaí,. Por fim, em Parnamirim, João Carlos de Bastos foi morto no bairro Liberdade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. marcia disse:

    Respeito o blog mas esse tipo de notícia parece ão adiantar muito. A população continua calada., o povo se encontra solto e inseguro e tudo "parece normal".
    Quem no RN está preocupado com essa situação?
    Isso se repete a cada novo final de semana e ninguém faz nada, nem existe político preocupado com isso. Já houve alguma providência, falo providência, não discurso fácil, tomada nesse sentido?
    O povo que se vire!!!!
    LEMBREM-SE DISSO NA HORA DE VOTAR!!!!

Três pontos estão impróprios para banho em Natal e região metropolitana

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), em parceria com Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), divulgou na última sexta-feira (15) o resultado da balneabilidade das praias do litoral de Natal e Região Metropolitana. O resultado revelou que três pontos estão impróprios para banho.

Praia de Areia Preta (Praça da Jangada), Praia do Forte e Parnamirim/Rio Pium (Ponte Nova) são os locais que devem ser evitados devido aos altos índices de coliformes fecais. É o que revela o resumo do boletim de Balneabilidade Nº46/2013 do Programa Água Azul.

Os trechos analisados estão distribuídos entre as praias de Tabatinga, em Nísia Floresta, até a praia de Pitangui, em Extremoz.

Além do Idema e IFRN, outras entidades fazem parte do programa Água Azul: Secretaria de Recursos Hídricos do Governo do Estado, Instituto de Gestão das Águas do Estado (Igarn), Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

A análise é válida por sete dias.

Oportunidade: Programa Senac de Gratuidade oferta mais de 500 vagas no RN

ÍndiceMassagista, Técnico em Secretariado, Vendedor e Web Designer. Esses são alguns dos 16 cursos disponibilizados pelo Senac/RN, por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG). Ao todo, são oferecidas 513 vagas para cursos com início em outubro, distribuídos nos municípios de Assú, Caicó, Macaíba, Mossoró, Natal e Parnamirim. As inscrições começam hoje (17) e seguem até o dia 23 de setembro, exclusivamente através do site http://psg.rn.senac.br/

Para participar, é necessário que o candidato possua renda familiar mensal per capita de até dois salários mínimos federais e atenda aos requisitos exigidos pelo curso escolhido, que variam de acordo com a modalidade selecionada.

A seleção dos candidatos ocorre de acordo com a ordem da inscrição efetuada no site do Senac. Os processos seletivos para cursos inseridos no Programa são lançados mensalmente. Dessa forma, os candidatos que não forem contemplados na atual seleção, poderão se inscrever novamente nas próximas etapas.

O PSG é uma iniciativa do Sistema Fecomércio/RN, através do Senac, e tem o objetivo de promover a inclusão social por meio da oferta de vagas gratuitas para a população de baixa renda em cursos de Formação Inicial e Nível Técnico. Até dezembro, a expectativa do Senac é atingir o total de 7.100 matrículas por meio do Programa.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (84) 4005-1000.

Cursos Disponíveis:

Assú: Manicure/Pedicure.

Caicó: Auxiliar de Recursos Humanos, Operador de Computador e Especialização Técnica de Nível Médio em Enfermagem do Trabalho.

Macaíba: Auxiliar Administrativo, Massagista, Gestão do Salão de Beleza e Promotor de vendas.

Mossoró: Auxiliar de Pessoal, Garçom e Especialização Técnica de Nível Médio em Enfermagem do Trabalho.

Natal: Almoxarife, Balconista de Farmácia, Garçom, Operador de Computador, Programador de Sistemas, Técnico em Secretariado e Web Designer.

Parnamirim: Auxiliar Administrativo, Promotor de Vendas e Vendedor.

SENAC-RN

Resultado de balneabilidade aponta três pontos impróprios para banho nas praias do litoral de Natal e Região Metropolitana

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), em parceria com Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), divulgou nesta tarde (06) o resultado da balneabilidade das praias do litoral de Natal e Região Metropolitana. O resultado revelou que três pontos estão impróprios para banho.

Areia Preta (Praça da Jangada), Redinha (Rio Potengi) e Nísia Floresta (Foz do Rio Pirangi) são os locais que devem ser evitados devido aos altos índices de coliformes fecais. É o que revela o resumo do boletim de Balneabilidade Nº36/2013 do Programa Água Azul.

Os trechos analisados estão distribuídos entre as praias de Tabatinga, em Nísia Floresta, até a praia de Pitangui, em Extremoz.

Além do Idema e IFRN, outras entidades fazem parte do programa Água Azul: Secretaria de Recursos Hídricos do Governo do Estado, Instituto de Gestão das Águas do Estado (Igarn), Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

 

Prefeitos da Região Metropolitana de Natal discutem soluções para problemas comuns

16903

O prefeito Carlos Eduardo participou na manhã desta terça-feira, 13, do Seminário promovido pelo Parlamento Comum da Região Metropolitana de Natal, com o tema “Agenda Metropolitana”. O evento, que começou nesta segunda-feira (12) e termina nesta quarta-feira (14), está sendo realizado no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com a presença de todos os representantes dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Natal: Parnamirim, Extremoz, Monte Alegre, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Maxaranguape, Ceará-Mirim, Nísia Floresta, São José de Mipibu e Vera Cruz, além da própria capital. Também participam parlamentares, autoridades, especialistas e estudantes.

“É de grande importância que o Parlamento Comum promova sempre esses eventos porque não podemos mais adiar o Projeto da Região Metropolitana de Natal, que está pronto há seis anos, precisando apenas ser atualizado, ressaltou o prefeito Carlos Eduardo. “Eu acredito que o representante do Governo do Estado deve levar o que foi discutido aqui à governadora Rosalba Ciarlini, porque a participação dos prefeitos neste seminário mostra a força e a disponibilidade, senão não estaríamos aqui”.

Ainda segundo o prefeito de Natal, os discursos e problemas abordados pelos representantes dos demais municípios referem-se à Saúde, Educação, Trânsito, Transporte e Segurança. “São os mesmos problemas, o que falta é discutir em conjunto as soluções”, destacou. Na área de habitação popular, outra política pública citada no seminário, Carlos Eduardo informou que a Prefeitura do Natal já está construindo 1.072 apartamentos nos bairros Planalto e Pajuçara e que mais 18 projetos devem ser contratados até o fim do ano com a Caixa Econômica Federal. “Acredito que até lá estaremos construindo um total de 4.664 unidades habitacionais”, revelou.

“O desenvolvimento da Região Metropolitana é o início do sonho que todos nós sonhamos”, definiu o prefeito da cidade de Parnamirim, Maurício Marques. Por sua vez, o prefeito de Extremoz, Klaus Rego, lembrou que os municípios têm problemas de cidades grandes e receitas de cidades pequenas. “Se a gente não se unir, esses problemas vão aumentar”. Da mesma forma se expressou o prefeito de São José de Mipibu, Arlindo Dantas: “A unificação dos prefeitos é o mais importante para que tenhamos uma boa relação de trabalho e dedicação, a fim de que possamos fazer o grande trabalho de que a Região Metropolitana necessita”.

O prefeito de Vera Cruz, João Paulo, levantou a bandeira da Saúde, salientando um pleito coletivo para levar ao Governo do Estado, até para desafogar o atendimento do Hospital Walfredo Gurgel. O prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues, apontou em seu pronunciamento que, no momento, não existe integração nenhuma no sentido de resolução dos principais problemas. “É preciso que se trabalhe para que o Projeto da Região Metropolitana não fique só na teoria”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maurício Giovani disse:

    Será que eles estão discutindo problemas para acabar com a roubalheira? Vamos acabar com ela e colocar esse magote de cabras safados na cadeia.

Sem avisar, Setrans aumenta tarifa de ônibus intermunicipais

Não foi só em Natal que a tarifa de ônibus amanheceu neste sábado com aumento. Nos municípios da Região Metropolitana de Natal, várias linhas apresentaram acréscimo no valor da passagem. O problema é que, ao contrário da capital, que teve o aumento anunciado com antecedência, na RMN, o reajuste aconteceu sem aviso prévio.

E sem autorização dos órgãos competentes. Indagado, o Governo do Estado afirmou que não permitiu que o Sindicato das Empresas de Transporte Intermunicipal de Passageiros do Rio Grande do Norte (Setrans-RN) fizesse o reajuste.

Os usuários dos ônibus foram pegos de surpresa com um aumento de 14% ou maior. Na linha M (Macaíba – Natal), a passagem, que era R$ 2,80, foi para R$ 3,20. O mesmo aconteceu com a linha B (Parnamirim – Natal). Já na linha D, que também faz o trajeto Parnamirim – Natal, o reajuste foi de R$ 0,30: passou de R$ 2,20 para R$ 2,50.

O Departamento de Estradas e Rodagens do Estado (DER-RN) informou que vai se manifestar sobre o assunto na próxima segunda-feira (20).

Região Metropolitana de Natal vai ter mais dois municípios

O debate em torno do desenvolvimento da Região Metropolitana de Natal-RMN, reaberto pela Assembleia em um seminário sobre a gestão administrativa, é um tema que vai merecer a atenção dos deputados no segundo semestre legislativo.

Atualmente com 10 municípios integrantes – Natal, Ceará Mirim, Extremoz, Macaíba, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Vera Cruz – a região vai passar a contar com mais dois – Maxaranguape e Ielmo Marinho.
Os Projetos de Lei que incluem os dois novos municípios, de autoria dos deputados George Soares e Poti Júnior, apresentados no ano passado, foram aprovados na penúltima sessão plenária do primeiro semestre e encaminhados para a sanção da governadora do Estado.
Para incluir Maxaranguape, o deputado George Soares justificou que o município tem a mesma posição geográfica de outros integrantes da Grande Natal, tais como São José de Mipibu, Vera Cruz e Ceará Mirim.

“É importante destacar que Maxaranguape, de acordo com estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE no Censo de 2010, nos últimos 10 anos foi o terceiro município que mais cresceu no Rio Grande do Norte, com 34,49 por cento, ficando atrás apenas de Parnamirim e Guamaré”, justificou.

Já Poti Júnior defendeu, para incluir Ielmo Marinho, que devido à localização geográfica de proximidade ao aeroporto, em construção, de São Gonçalo do Amarante o município enfrentará situações própria da Região Metropolitana como mobilidade urbana, especulação imobiliária, instalação de empresas e limpeza pública.

“A sua inclusão como município membro da Região Metropolitana permitirá o mesmo buscar soluções em conjunto com os demais integrantes, promovendo uma maior eficácia na busca de soluções, um desenvolvimento sustentável, melhorando a qualidade de vida de seus moradores’, afirmou.

Agenda Metropolitana

No seminário realizado na Assembleia Legislativa sobre a Gestão Metropolitana foram levantados alguns temas para a agenda da Região como organização, ocupação e crescimento da Cidade Metropolitana, reduzindo a vulnerabilidade dos mais pobres e elevando o padrão socioambiental dos assentamentos humanos, novo padrão de mobilidade e acessibilidade, baseado no transporte público.
Nessa agenda também vão ser discutidos a estruturação do espaço rural na perspectiva do desenvolvimento social, com diminuição dos impactos sobre o ambiente natural; e a redefinição do modelo de gestão e institucionalidade da Região, ampliando a participação da sociedade.

Os professores do observatório das Metrópoles tem o entendimento que todos os projetos grandes e médios trazem problemas e virtuosidades e que “os problemas não precisam da nossa ajuda para acontecerem. As soluções sim precisam da gestão governamental”.
Nas discussões entre deputados, conferencistas, professores, empresários e prefeitos dos municípios integrantes foi levantado que o grande problema para o desenvolvimento da Região Metropolitana de Natal é a falta de governança – o conjunto de políticas, funções e responsabilidades.

Depois de 15 anos, Região Metropolitana de Natal ainda não tem táxis integrados

A lei estadual que cria a Região Metropolitana de Natal foi aprovada em 1997.

Após 15 anos, a Lei Complementar nº 152 não foi colocada em prática, apesar de abranger 10 municípios que circundam a capital potiguar.

Somente quem mora nessas áreas de divisa sabe como é difícil não ter a quem se reportar na hora de pedir solução para os problemas que surgem no cotidiano dos bairros. Um dos serviços que mais causam “dor de cabeça” nessa parte da população é o transporte público.

Edmilson Fernandes mantém há 10 anos um táxi com a placa de São Gonçalo do Amarante. O taxista cooperado, em razãode um decreto do município de Natal, tem autorização para circular também na Zona Norte da capital. Atendendo a solicitação de uma cliente, ele saiu de casa, no conjunto Potengi, e foi até uma loja no Centro da Cidade pegá-la. Na volta foi abordado por um fiscal da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), que questionou se ele estava pegando passageiros em Natal. “Fui pegar a minha cliente. Ela me ligou e estava numa loja lá na Cidade”, relatou Edmilson, quando se justificou para o fiscal de trânsito.

Não teve explicação que fizesse o guarda liberar Edmilson. O representante da Semob aplicou uma multa de R$ 358 e mandou o carro do taxista para um depósito, até a multa ser paga. O motorista prestou queixa na Delegacia do bairro das Quintas e seguiu para o depósito, na Avenida da Integração, junto com a cliente Francisca da Silva, que ligou para Edmilson porque não estava com dinheiro para pagar um táxi e “acertaria” a corrida depois. Francisca afirma que mora no Igapó e já faz costumeiramente corridas com Edmilson, que são pagas apenas no final do mês. “Me perguntaram se eu tinha ligado. Eu disse que sim. Mas eles mandaram levar o carro”, declarou a cliente.

O taxista ficou das 14h30 até às 17h esperando o filho conseguir dinheiro para liberar o carro ou pelo menos uma carona. O episódio aconteceu em uma sexta-feira, e o carro ficou preso no pátio até a quinta-feira da semana seguinte. O taxista conseguiu pagar a multa e marcar uma conversa com o secretário da Semob, Márcio Sá, que reafirmou a viabilidade da multa. “O secretário disse que era mesmo infração. Mas ele tirou as diárias que a gente pagaria no pátio”, esclareceu Edmilson.

O decreto, que permite aos taxistas de São Gonçalo circularem por Natal, parece um benefício, mas na verdade gerou um problema que ronda a vida desses profissionais. Um dos principais pontos negativos dessa divisão da circulação dos táxis é o geográfico. Ao cruzar a ponte de Igapó, no sentido Zona Sul – Zona Norte, ao lado direito fica o bairro de Igapó, que pertence a Natale no esquerdo está o Jardim Lola, de São Gonçalo do Amarante. Os municípios são divididos apenas pela avenida Tomaz Landim. A situação deixa indefinido qual deve ser o táxi para atender o público que transita da Zona Norte para as outras regiões da cidade.

Fonte: Dn Online