PV protocola representação contra Bolsonaro e cobra limites para deputados

GEDSC DIGITAL CAMERA

O presidente nacional do PV, José Luiz Penna, protocolou, nesta terça-feira (26), duas representações contra o deputado Jair Bolsonaro. As representações, dirigidas ao Conselho de Ética e à Corregedoria da Câmara dos Deputados, pedem apuração da fala de Bolsonaro durante seu voto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, no Plenário da Casa, e a consequente responsabilização do parlamentar.

Bolsonaro dedicou seu voto ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, reconhecido pela justiça brasileira como torturador. Durante a ditadura militar, Ustra comandou o DOI-CODI (Destacamento de Operações Internas) de São Paulo, tendo sido acusado do desaparecimento e morte de pelo menos 60 pessoas.

Para o Partido Verde, “o deputado Jair Bolsonaro tem o direito de expressar suas preferências e simpatias. No entanto, não pode fazê-lo de modo a enaltecer crimes ou criminosos”. As representações dizem que a declaração “constitui-se em uma verdadeira apologia ao crime de tortura”, e destacam, como agravante, o fato de ter sido dada por uma autoridade e pessoa pública.

Em declaração à imprensa após protocolar os documentos, Penna disse que o PV espera que o Conselho e a Corregedoria deem uma resposta à sociedade, “que está perplexa” com o que classificou como provocação. Ele disse ainda esperar que se inaugure um novo tempo, em que os deputados tenham limites, o que hoje não acontece.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. GOIS disse:

    um partido sem ideologia que gera violência igual a que ele defende

  2. Sandro Alves disse:

    BOLSONORO PARA PRESIDENTE!

  3. Falando Sério disse:

    Sabe em que vai dar isso? Nadica de nada, Aproveitem a agilidade para resolver estes problemas e usem esta energia para tirar o Brasil da crise, palhaços.

  4. Moreira disse:

    Indignação seletiva.

  5. Sergio Nogueira disse:

    Alguém vai dizer algo sobre o deputado que homenageou os terroristas Lamarca e Mariguella? Ah, esqueci que fazer apologia de bandidos é permitido desde que o bandido seja amigo.

  6. Charles disse:

    E para o despreparado do ex bbb Jean? Cambada de hipócritas sem futuro esses desocupados.

George Câmara confirma pré-candidatura a prefeito de Natal

IMG_3274O secretário estadual do Esporte e Lazer (SEL), George Câmara, confirmou hoje que é pré-candidato a prefeito de Natal. A informação foi repassada em uma reunião com representantes do PV realizada nesta segunda-feira (30) na sede do próprio PV.

George quer que o PV integre a chapa na disputa da majoritária para a Prefeitura do Natal nas eleições do próximo ano. Os verdes já estão bem articulados na proporcional com mais de 40 pré-candidatos a vereador e a participação desses pré-candidatos pode ser estratégica para a futura candidatura.

Durante a reunião, o secretário externou a vontade de criar uma frente “verde e vermelha”, uma alusão às cores dos dois partidos, na eleição de 2016.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joãozinho disse:

    Terá meu voto! Um dos poucos que escapam na câmara municipal de Natal! Uma ótima a opção a mesmice que reina não só em Natal mas em todo nosso estado.

  2. DANIEL disse:

    É o caso típico de aplicar o velho ditado: "Nada é tão ruim que não possa piorar". Desse jeito, essa cidade vai emborcar!!!

  3. Carvalho disse:

    Pelas idéias e ideologia, este candidato não é uma boa opção.

  4. Val Lima disse:

    Veja q situação….o Vereador se licenciou para assumir o cargo…no lugar dele por conta coligação assumiu o Suplente Jr Grafith…para o partido não ficar sem representação na CMN…o Prefeito convocou o cantor para assumir um cargo comissionado,com a vaga aberta foi a vez do Cb Joas do mesmo partido do George assumir a cadeira…ai vem a pergunta ele saiu da base do Carlos Eduardo….o PV q estava propenso a entrar na reeleição do Prefeito após sair do comando do carlismo mudou de idéia ?…

  5. Arthur disse:

    É um nome técnico que melhora sem dúvidas as opções para prefeito de Natal. Se for candidato mesmo, dependendo do que apresente de propostas, poderá ter meu voto.

  6. Diego disse:

    Fato curioso: Todo infectado por vermes exala feromônios que atraem mais vermes do meio.

    Isso explica em parte a política brasileira. O cidadãos de bem, tem ojeriza. Os vermes… bem, você já sabe.

  7. Pedro disse:

    É sem dúvida o mais preparado entre os candidatos

    • Paulo Sergio Martins disse:

      Aí é onde mora o perigo: o que não falta são pré-candidatos "altamente preparados". E preparados "pra tudo", diga-se de passagem. Sobretudo os que fazem da política sua atividade profissional.

  8. eder disse:

    JÁ ESTÁ DERROTADO !!!!!!!!!

  9. Jefferson disse:

    Ouxi, esse cara que foi soltar o vandalo que rasgou o Pixuleco quer ser prefeito?
    Esse que apoia quem não consegue conviver com a diferença alheia de opinião?
    Esse que apoia o desgoverno Dilma e suas "virtudes?"
    Coitada da minha cidade Linda!!

  10. Val Lima disse:

    Pronto agora vai….o Vereador deve estar pensando q a eleição é sindical….

ELEIÇÕES 2016: PV, PSL, PRP, PRTB, PTC, PTN e PTB podem formar ‘bloco’ de olho na Câmara de Natal

O grupo formado pelos partidos PV, PSL, PRP, PRTB, PTC, PTN e PTB pode voltar a se unir em 2016 objetivando garantir o mínimo de uma cadeira na Câmara Municipal de Natal. Parte desses partidos estiveram juntos em 2014.

Os sete partidos estão mantendo um diálogo para tentar formar um bloco de apoio a algum dos candidatos a prefeito. Como o cenário ainda permite muitas mudanças como, por exemplo, a janela partidária para troca de legenda sem a perda do mandato, nada foi oficializado, mas o objetivo é fazer com que o grupo eleja dois vereadores em Natal.

Hoje, dos partidos em conversa, apenas o PV possui mandato na Câmara com o vereador Luiz Almir, mas ele pode estar de saída da legenda e todos podem começar a campanha do próximo ano sem representação no legislativo. A nominata deve ser grande para que o bloco consiga atingir o objetivo.

Luiz Almir pode romper com Carlos Eduardo nesta terça-feira (10)

luizalmirO vereador Luiz Almir (PV) pode não fazer mais parte da situação e pular para a bancada da oposição ao prefeito Carlos Eduardo nesta terça-feira (10). O próprio parlamentar quem confirmou que estuda mudar a orientação motivado pelas ações do prefeito.

“Amanhã saberemos. Tenho ajudado [a Prefeitura] há três anos sem participar em nada do governo. Boa parte dos colegas, nem as emendas para suas comunidades são atendidas. Crise, crise e mais crise [é a justificativa], mas para painel de LED de R$ 300 mil tem. Começo a achar que o melhor pra ele é o PT de novo”, criticou.

Além dessa motivação, Luiz Almir pode romper para tentar viabilizar seu projeto de pré-candidato a prefeito de Natal. O nome de Luiz Almir chegou a circular nos bastidores políticos, mas ele terminou sendo desautorizado publicamente pelo PV a não falar em candidatura. O que pode fazer com que, na janela de transferências, ele mude também de partido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. bosco leitao disse:

    Pense num indivíduo sensacionalista, politiqueiro barato, enfim muito fraco, apenas fala muita besteira nesses programas de rádio.

  2. Val Lima disse:

    Anote…Luiz vai ser candidato com apoio de Robinson…detalhe ….pelo PL caso o partido consiga registro no TSE

  3. filho disse:

    sera que robinson farias conhece bem a realidade do eleitorado natalense para apoiar um candidato
    fraco como esse ou ta pensando que natal e monte alegre.

Candidato do PV à Presidência, Eduardo Jorge vira "meme" ao levantar bandeiras polêmicas em debate

O candidato do PV à Presidência, Eduardo Jorge, pode não estar entre os mais cotados para vencer a eleição em outubro, de acordo com as mais recentes pesquisas de intenção de voto, mas chegou ao topo dos assuntos mais comentados nas redes sociais durante o debate entre presidenciáveis promovido pela Rede Bandeirantes nesta terça-feira (26).

Ao levantar bandeiras polêmicas, como a legalização do aborto e a regulamentação de drogas ilícitas, como a maconha, Eduardo Jorge viu seu nome despontar no Twitter como segundo tópico mais comentado no mundo durante o debate.

Vários internautas apontaram semelhanças entre o candidato verde e o candidato do PSOL à Presidência em 2010, Plínio de Arruda Sampaio (morto em julho passado), que chamou atenção no último pleito pelas tiradas espirituosas e polêmicas na TV.

“A legislação [em relação ao aborto] é cruel. Ela coloca 800 mil mulheres à própria sorte, procurando clínicas clandestinas e morrendo ou ficando com sequelas”, disse Eduardo Jorge, após ouvir do adversário Aécio Neves (PSDB) que, se eleito, não mudaria a lei que trata do assunto.

Questionado sobre seus planos para diminuir a violência no Brasil, Eduardo Jorge também defendeu a regulamentação do uso de drogas ilícitas.

O candidato já havia se posicionado publicamente a favor da liberação do consumo controlado de drogas como a maconha, como forma de acabar com o tráfico de drogas. Contra o crack, o médico sanitarista já disse ser contra a legalização.

Por fim, ele se despediu defendendo a “cultura de paz”. “Paz e amor não quer dizer covardia. Paz e amor são as ideias de gente como John Lennon. (…) E o PV é revolucionário em vários aspectos, com uma cultura de paz transformando a cultura de guerra”, disse.

Esse foi o primeiro debate entre os presidenciáveis na TV. Além de Eduardo Jorge, participaram a presidente Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB) Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB).

Folha Press

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. fran disse:

    Eu acho que esse cidadão estava sob o efeito de alguma erva.

PMDB e PV em Mossoró batem o martelo e vão caminhar juntos na eleição suplementar em Mossoró

IMG-20140227-WA0014

PMDB e PV em Mossoró batem o martelo e vão caminhar juntos para as eleições suplementares, que acontecem no dia 4 de maio.

O acordo foi feito durante um almoço nesta quinta-feira (27), e contou com as presenças da Vereadora Izabel Montenegro Presidente do PMDB/ Mossoró, João Gentil Presidente do PV/Mossoró, ex-reitor Walter Fonseca e Vereador Alex Moacir, Presidente da Câmara Municipal local. Não sabe ainda se com candidatura própria ou apoiando um dos nomes já postos como pré-candidatos.

Até agora se lançaram como pré-candidatos o Prefeito em exercício, Francisco José Jr, a ex-prefeita Claudia Regina e a deputada Larissa Rosado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique disse:

    Confesso que não sei quem esta dando essas informações à Sra. Cláudia Regina sobre conseguir uma Liminar para disputar Eleições Suplementares, porque nê?

    Enfim, Vejamos o entendimento do Colendo TSE sobre essa possibilidade:

    RECURSO ESPECIAL. ELEIÇÃO MAJORITÁRIA MUNICIPAL. RENOVAÇÃO. CE, ART. 224. PARTICIPAÇÃO.
    1. É assente o posicionamento desta Corte de que o candidato que deu causa à anulação do pleito não poderá participar das novas eleições, em respeito ao princípio da razoabilidade.
    […]
    5. Recurso Especial Eleitoral desprovido.
    (Respe nº 35901, Acórdão de 29/09/2009, Relator(a) Min. MARCELO HENRIQUES RIBEIRO DE OLIVEIRA, Publicação: DJE – Diário da Justiça Eletrônico, Volume -, Tomo 207/2009, Data 03/11/2009, Página 42 )

    Para que não restem duvidas, cito ainda uma Recente Resolução do TRE/PE de Nº 209 de 11 de Fevereiro 2014, onde o entendimento daquela corte se afina com o da corte Superior. Vejamos o que nos diz seu Art. 10:

    Art. 10. Não poderão participar da nova eleição aqueles que tiverem dado causa à anulação da eleição de 7 de outubro de 2012 (Código Eleitoral, art. 219, parágrafo único; Resolução – TSE nº 23.256/2010; RESPEs nºs 26.140/2007-PB, 28.116/2007-RS, 28.612/2008-RN, 35.796/2009-MA, 36.043/2010-MG).

    Como se pode ver, tal pedido liminar sequer será conhecido.
    Comentário: Samir Albuquerque

  2. igor disse:

    Cláudia Regina ñ pode

    Não poderão participar da nova eleição aqueles que tiverem dado causa à anulação da eleição de 7 de outubro de 2012

Diretório nacional do PV espera que Micarla deixe o partido assim que terminar o mandato

A má fama de Micarla de Sousa está atrapalhando candidatos do Partido Verde de outros estados. É o que afirma o jornalista Cláudio Humberto em sua coluna de hoje. De acordo com ele, por causa da rejeição da Borboleta em Natal, a expectativa do diretório nacional do PV é que ela deixe o partido assim que terminar o seu mandato em dezembro deste ano.

 

 

Pelo twitter, Micarla de Sousa nega saída do PV

Através da assessoria de comunicação no twitter, a prefeita do Natal, Micarla de Sousa, nego que tenha a pretensão de sair do Partido Verde (PV). Ontem, circulou na imprensa a informação de que ela mudaria para o Partido Ecológico Nacional (PEN), assumindo o comando estadual da legenda.

Veja o que foi dito no microblog:

Micarla sai do PV e assume controle estadual do Partido Ecológico Nacional (PEN)

A borboleta deve mudar de jardim muito em breve. A informação levantada pela jornalista Ana Ruth Dantas é de que a prefeita Micarla de Sousa, atual presente do Partido Verde (PV), articula a saída para o Partido Ecológico Nacional (PEN), legenda recém-criada. Neste caso, ela também assumirá o controle estadual.

Quem deve assumir o diretório estadual do PV é o deputado federal Paulo Wagner.

Não custa lembrar que Micarla é a única Prefeita de capital da história do PV

Estrutura política de Micarla deve ir toda apoiar candidatura de Hermano

A prefeita Micarla de Sousa não é candidata à reeleição. Por outro lado o deputado estadual Hermano Morais é candidato já em campanha. Isso não é novidade para ninguém. São situações oficializadas há tempos. Mas um detalhe que começa a surgir é o apoio de toda a estrutura política de Micarla para a candidatura de Hermano.

O primeiro a oficializar o apoio foi o senador Paulo Davim. Ontem, Davim confirmou que está orientando suas bases e demais correligionários a seguirem o mesmo caminho. Esse caminho de Davim já era previsível. Nas últimas eleições, ele se candidatou a suplente de senador ao lado do hoje ministro Garibaldi Alves Filho. Natural.

Nomes conhecidos por integrarem a “tropa de elite” da prefeita na Câmara Municipal de Natal, como os vereadores Edivan Martins (presidente da Casa) e Aquino Neto, já começam a desenhar o mesmo caminho de Davim. Até agora nada oficial, mas tudo indica que esse apoio deve ser confirmado em breve.

Mas não são apenas os vereadores que devem confirmar esse apoio à candidatura do PMDB. A lista é extensa. Vai desde secretários e cargos comissionados até lideranças. Todos já estão nos bastidores trabalhando em prol da candidatura de Hermano. É a estrutura política trabalhando mesmo.

Veja bem: o BG não está dizendo que o PV está aliado com o PMDB. Está apenas fazendo a análise que, direta ou indiretamente, o partido termina trabalhando ao lado da candidatura peemedebista nessa campanha.

Se isso vai levar voto eu não sei, mas que isso é fato consumado, isso é!

PV nacional na bronca com PV potiguar

Por Anna Ruth Dantas, Panorama Político

A direção nacional do Partido Verde está na bronca com o diretório estadual da legenda no Rio Grande do Norte. A alta cúpula não gostou nada do desfecho da articulação da eleição municipal no partido. A legenda presidida pela prefeita Micarla de Sousa não terá candidato próprio e se lançou sozinho para a chapa proporcional.

Para piorar ainda mais a situação, nas grandes cidades brasileiras, onde o PV teria chance de conquistar a Prefeitura, os adversários estão usando “como exemplo de gestão” a administração de Micarla de Sousa, primeira gestora “verde” a comandar uma capital.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando disse:

    acho é poco.

PV anuncia neutralidade e elege Edivan Martins como presidente municipal

 

 

Durante convenção na manhã deste sábado (30), O Partido Verde (PV) confirmou que não participará da campanha majoritária, e pretende fortalecer o partido na proporcional, duplicando a bancada. Edvan Martins também foi nomeado como presidente municipal do partido. Atualmente o PV tem dois vereadores e espera eleger quatro. A orientação do diretório municipal é de que a legenda não apoie nenhum candidato a prefeito.

Na ocasião, o presidente do diretório municipal, vereador Edivan Martins, homologou 48 candidatos ao Legislativo de Natal. Edivan Martins afirmou que o PV não terá candidato próprio a Prefeito de Natal, e na chapa proporcional não se coligará com nenhum outro partido. “Nesta eleição vamos adotar a postura de neutralidade em relação a chapa majoritária. E na chapa proporcional iremos trabalhar para duplicar o número de vereadores do partido na Câmara Municipal de Natal”, ressaltou Martins.

 O vereador ainda destacou a importância do partido na política local. “O PV é um partido que tem um senador, um deputado federal, um deputado estadual e dois vereadores. É um partido que vem avançando e ocupando um espaço importante na política local. durante a campanha vamos mostrar a sociedade natalense os nossos projetos em benefício ao meio ambiente, educação e saúde de Natal”, finalizou Edivan Martins.

 O senador Paulo Davim disse que, com a liberação do partido, os candidatos devem buscar projetos próximos ideologiamente ao PV, e lutar pelo fortalecimento. Ele acredita que apesar de o partido não ter um candidato a prefeito em Natal, não haverá enfraquecimento.

 
Com informações de Diário de Natal/ Assessoria de Imprensa de Edivan Martins

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jonhmaciel disse:

    Kkkkkk nao e o pv q n vai apoiar ngm! E q ngm qr o apoio do PV! Kkkk so sinto

No prazo: PSDB, PMDB e PV realizam suas convenções no último dia estabelecido por Justiça Eleitoral

 

O PSDB, PMDB e PV  realizam  suas respectivas convenções partidárias hoje, último dia dado pelo  Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para realização da reunião onde deve ocorrer a deliberação sobre coligações e escolha de candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador. O prazo se iniciou no dia 10 deste mês.  Em Natal, vão ser homologadas as candidaturas do deputado estadual Hermano Morais (PMDB) e do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), hoje às 9h. O PV, que não terá candidatura própria nem se coligará para a disputa majoritária, também realizará sua convenção nesta manhã em horário não divulgado.

Na corrida pela sucessão da prefeita Micarla de Sousa (PV) estão cinco candidatos. o ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT), com a ex-governadora Wilma de Faria na vaga de vice; o deputado estadual Fernando Mineiro (PT), que tem o empresário Carlos Alberto Medeiros como vice; o professor Robério Paulino (Psol), cujo vice será indicado hoje pelo PSTU. Mas cogita-se que o nome escolhido deverá ser o do professor Dário Barbosa (PSTU).

PMDB: Hermano Morais

A convenção do PMDB, que homologará a candidatura de Hermano Morais, com o vereador Osório Jácome (PSC) na vaga de vice, ocorrerá no Palácio dos Esportes, em Petrópolis. O evento partidário vai contar com a presença do vice-presidente da República Michel Temer. Durante a reunião, serão firmadas as alianças com o PR, PMN, PSC, PMN, PSDC, PRTB e PP. O parlamentar terá o maior tempo de televisão entre os candidatos

PSDB: Rogério Marinho

A convenção do PSDB, onde será confirmada a candidatura de Rogério Marinho, ocorrerá no ginásio poliesportivo Antônio Correia , localizado a Av. Paraíba s/n, na Cidade da Esperança. DEM e PSL apoiam a candidatura. Na posição de vice-candidato está o engenheiro Haroldo Filho.

PV

Após a desistência de Micarla de Sousa de disputar a sucessão deste ano e das recusas do ex-deputado estadual Luiz Almir (PV) e do presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Edivan Martins (PV) em aceitar o posto, o partido preferiu não declarar apoio a nenhum outo. A convenção será realizada na sede do diretório estadual da legenda, que foiça no bairro de Lagoa Nova.

Com informações do DN

Reunião na casa de Micarla de Sousa (PV) pode selar afastamento do PP

Em virtude dos últimos acontecimentos, a prefeita MIcarla de Sousa reunirá em sua casa a cúpula do Partido Verde (PV) e do Partido Progressista (PP) agora pela manhã. A informação é do vice-prefeito Paulinho Freire.

Nesta reunião, pode ser selado, de uma vez por todas, o afastamento entre os partidos. O PP deve seguir outro rumo no pleito deste ano.

 

Nem como articuladora Política, Micarla acertou. Vejam porque

Se há quem reclame da má atuação de Micarla de Sousa (PV) como gestora, é porque ainda não se atentou para sua atuação como articuladora política. A atual prefeita anunciou aos 45 minutos do segundo tempo que não será candidata ao pleito e deixou todo o partido em péssimos lençóis.

E oportunidades não faltaram para que ela garantisse, ao menos, a possibilidade de ser sucedida por alguém do Partido ou da sua base. Há cerca de 90 dias, Micarla conversou com o vice-prefeito Paulinho Freire se ele toparia ser candidato, Paulinho afirmou que toparia se candidatar, desde que Micarla renunciasse. Ela cozinhou, ajeitou para lá, para cá e no final disse que renunciar jamais, tem personalidade e iria acabar sua exemplar gestão no trono. Perdeu um grande oportunidade de ter um grande candidato.

Micarla não levou em consideração o quanto Paulinho é bem quisto na classe média e o quanto a imagem dele estava limpa junto à população (ao contrário da dela que está com uma rejeição superior a 90% do eleitorado).

A esperança de uma sucessão do partido foi depositadaem Luiz Almir, ex-deputado, muito querido pela população mais carente de Natal, sobretudo na Zona Norte da cidade. Mas ele não topou. Preferiu seguir em seu projeto de se candidatar a uma das vagas da Câmara Municipal.

E agora, quem aceitará se candidatar pelo Partido Verde? O vereador presidente do legislativo municipal, Edivan Martins, corre léguas só de pensar na possibilidade. O Senador  Paulo Davin, por sua vez, não deixará o conforto de seu mandato para encabeçar uma disputa, cujo resultado não é difícil de prever.

Observe, então, a situação em que se encontram os vereadores do PV. Qual outro partido aceitará se coligar aos verdes? Nem Hermano Moraes (PMDB), nem Rogério Marinho (PSDB) aceitarão os candidatos do partido na proprocional para verem seus candidatos saírem em desvantagem. CarlosEduardo(PDT) e Mineiro(PT), muito menos.

Vejam a situação que Micarla colocou seu grupo político. Só Micarla mesmo…

Luiz Almir afirma que não será candidato a prefeito

O ex-deputado estadual Luiz Almir teve o final de semana inteiro pra pensar e decidiu que não irá ser candidato a prefeito de Natal. O nome dele surgiu após a prefeita MIcarla de Souza anunciar que não seria candidata ao pleito.

“Recebi o convite para concorrer à Prefeitura na sexta-feira e tive o fim de semana todo para pensar nisso. Conversei bastante com minha família e com meus amigos e decidi que entre a razão e a vaidade, o melhor para mim seria ficar com a razão”, falou Luiz Almir.

Luiz Almir manterá o seu projeto de ocupar uma das cadeiras da Câmara Municipal de Natal. Ele disse ainda que está tentando falar com a prefeita e que não sabe quem poderia ser o novo nome do PV para a vaga.

“O partido tem bons nomes para isso. O senador Paulo Davim, a meu ver, é um excelente candidato. Temos também o presidente da Câmara, Edivan Martins. Fora isso, o PV pode apoiar algum coligado, como é o caso do atual vice-prefeito Paulinho Freire, do PP [Partido Progressista]. Mas isso ainda será discutido internamente”.

*As informações foram extraídas de entrevista cedida a Feed Carvalho, Editor da Tribuna do Norte