Política

‘Política é do governo Bolsonaro, ministro executa’, diz Queiroga em Brasília

Foto: CNN Brasil

O cardiologista Marcelo Queiroga, escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir o Ministério da Saúde, realiza na manhã desta terça-feira (16) uma reunião com o atual chefe da pasta, o general Eduardo Pazuello, para organizar a transição do cargo.

Na chegada à Esplanada dos Ministérios, Queiroga falou com jornalistas e declarou que “a política (de saúde) é do governo Bolsonaro e não do ministro da Saúde. O Ministro executa”. Após a declaração, o médico disse ser necessário uma “união nacional para vencer o vírus”.

“O presidente está muito preocupado com a situação (do país na pandemia), pensa nisso dioturnamente”, afirmou. “O governo está trabalhando, politicas publicas estão sendo colocadas em prática, já anunciou cronograma de vacinação”.

Questionado por jornalistas sobre os projetos que pretende adotar na pasta, o futuro ministro não se manifestou sobre a possibilidade da sua gestão implementar políticas públicas de distribuição do medicamento hidroxicloroquina, ou aderir ao lockdown.

“As minhas opiniões são públicas, basta pesquisar”, respondeu.

Queiroga já havia se manifestado em entrevista à CNN que o lockdown não pode ser política de governo. Segundo o médico, a medida só deve ser utilizada em situações extremas.

O futuro ministro se recusou a avaliar a gestão do atual chefe do Ministério Saúde, mas defendeu o trabalho desenvolvido por Eduardo Pazuello e disse que dará continuidade ao que foi feito pelo general nos 10 meses em que ficou no cargo, como ministro interino e oficial.

“Não tem avaliação da gestão Pazuello, não vim aqui avaliar. Vim aqui trabalhar pelo Brasil”, disse. “O ministro Pazuello tem trabalhado arduamente para melhorar as condições sanitárias no Brasil e eu fui convidado pelo Presidente Bolsonaro para dar continuidade a esse trabalho”.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Trocou 6 por meia dúzia,mas é bom êle lembrar que as ações de um militar tem o agasalho das forças armadas,como médico êle fez um juramento bem diferente,o perigo em obedecer ordens "superiores" têm que ser avalisadas oelis conselhos de classe.

  2. Nada mudou. A solução é retirar o chefe e não errar mais nas próximas eleições. Quase 2 décadas de erro. O Brasil não aguenta mais políticos corruptos e inéptos.

  3. De que adianta pesquisar as opiniões na Internet se ele já mudou algumas, antes era a favor ao isolamento social agora é contra

  4. Tinha dúvida se dr Queiroga aceitou o convite sem a mancha da vaidade, infelizmente, agora tenho certeza.
    Outro pau mandado por um genocida. Pobre de nós brasileiros, só Jesus na causa/causo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro volta a criticar política da Petrobras: “O petróleo é nosso ou é de um pequeno grupo no Brasil?”

Foto: Eraldo Peres/AP/Arquivo

Pouco antes da abertura da bolsa de valores nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro voltou à carga contra a sistemática de definição de preços da Petrobras. Afirmou que a atual política atende aos interesses de “alguns grupos do Brasil”, criticou o trabalho do presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e disse que a Lei de Reponsabilidade Fiscal prevê que, em estado de calamidade, a companhia deve “olhar para outros objetivos”.

Em conversa com apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente provocou: “O petróleo é nosso? Ou é de um pequeno grupo no Brasil?”

Na última sexta, Bolsonaro anunciou que Castello Branco será substituído pelo general Joaquim Silva e Luna, atual presidente da Itaipu Binacional. Pressionado por caminhoneiros pelos recentes reajustes no preço do diesel, Bolsonaro defende que a composição dos preços e reajuste precisa de transparência e previsibilidade. Na primeira hora de pregão, os papéis da empresa perdiam 20%.

“É sinal que alguns do mercado financeiro estão muito felizes com a política que só tem um viés na Petrobras, atender os interesses de alguns grupos do Brasil”, disse o presidente. “A Petrobras, em um estado de calamidade, de acordo com o artigo 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal, tem que olhar para outros objetivos também”.

Depois de elogiar o general Silva e Luna por sua atuação em Itaipu, o presidente disse que é “inadmissível” o fato de o atual presidente da Petrobras trabalhar de forma remota durante a pandemia.

“Isso é inadmissível. Imagine eu trabalhando de casa, com medo do covid?”, reclamou. “Pode até estar fazendo bom trabalho de casa, mas para mim não se justifica ausência da empresa”.

Aos apoiadores, o presidente revelou que o presidente da estatal recebe mais de R$ 50 mil por semana, defendeu que “não pode ter este tipo de política salarial lá dentro” e sugeriu que falta eficiência entre parte dos servidores. “O ritmo de trabalho de muitos servidores lá [na Petrobras] está diferenciado”, acrescentou.

Sem entrar em detalhes sobre que mudanças exigirá na Petrobras, Bolsonaro voltou a dizer que não irá interferir na política de preços. “Mas não consigo entender num prazo de duas semanas ter reajuste em 15% [no diesel]”, afirmou. “Não foi esta a variação do dólar aqui dentro e do barril lá fora, tem coisa que tem que ser explicada. Eu não peço, eu exijo transparência de quem é subordinado meu, a Petrobras não é diferente”.

Na tentativa de reduzir o preço final dos combustíveis, na última semana Bolsonaro anunciou que irá zerar a cobrança de PIS/Cofins do diesel a partir de março, com validade de dois meses. Para ele, a cobrança de ICMS também precisa ser alterada. Um projeto propondo mudanças foi enviado pelo Planalto ao Congresso.

O presidente reclamou que ninguém no governo estava tomando providências para reduzir o preço ao consumidor. “No fundo, ninguém fazia nada, eu tenho que descobrir sozinho isso. A gente vai mudar, mudanças teremos no governo sempre que se fizer necessário”, assegurou. “Não tenho preocupação nenhuma a não ser atender ao interesse público”.

Valor

Opinião dos leitores

  1. BG!!!
    ESSA PETROBRÁS TEM QUE SE AFUNDAR SOZINHA SE FOR PRECISO.
    O PRESIDENTE TÁ CERTO.
    É FODA !!
    UMA EMPRESA QUER QUEBRAR A ECONOMIA DE UM PAÍS INTEIRO EM DETRIMENTO DE POUCOS, PORQUE TEM QUE DAR LUCROS, LUCROS LUCROS.
    E O PAÍS INFLACIONADO JUNTO COM OS BRASILEIROS FICAM COM O PREJUÍZO?
    QUE CONVERSA É ESSA???
    QUEM QUISER BOTA DINHEIRO NA PETROBRAS PRA GANHAR COÇANDO O SACO, QUE SE ARREBENTE PRA LÁ.
    BOTA QUEM QUER.
    UM BANDO DE
    ESPECULADORES QUERENDO GANHAR FÁCIL, E A NAÇÃO QUE SE EXPLODA.
    MEU CARO BG, ENTRE O BRASIL E A PETROBRAS, PREFIRO MIL VEZES O BRASIL, A PETROBRAS QUE VÁ PRAS CUCUIAS, SEJA VENDIDA.
    A AMOROSIDADE COM A PETROBRAS TEM QUE ACABAR.
    BOLSONARO TEM QUE CONVOCAR PRA UMA REUNIÃO URGENTE, OS USINEIROS, ACERTAREM A FABRICAÇÃO DO ETANOL EM QUANTIDADES PARA ABASTECER O MERCADO BRASILEIRO E ACABAR DE VEZ COM ESSES PREÇOS ABSURDOS DA GASOLINA.
    PETROBRAS E OS ESPECULADORES, QUE VÃO GANHAR DINHEIRO AS CUSTAS DOS SACRIFÍCIOS DOS OUTROS, NA BAIXA DA EGUA.
    OUTRA COISA.
    NÃO TEM NADA DE POPULISMO COMO VC FALOU NA RÁDIO BG, A QUESTÃO AÍ, É LÓGICA, POUQUÍSSIMAS PESSOAS MAMANDO, PRA GRANDE MAIORIA SE LASCAR.
    NÃO É JUSTO.
    BLZ???
    TAMOS JUNTOS.
    AQUI E NA 96 FM.

    1. Manoel do F.
      Leia de novo a opinião do Geraldo, que vc descobre.
      Uma coisa, já posso adiantar.
      Sindicalista não é, passa longe de ser.
      Leia de novo!!

  2. Ei, Bozo, durante as eleições, você não tinha prometido ser liberal na economia?! Aos poucos, você está ARGENTINIZANDO o Brasil…

  3. Só quer ser do PT e esquedeopata. Vai ser o vice ou o companheiro Lula será o vice? Bolsonaro comunista. Kkkkkkkkkkkkkkk. Chama na bota.

  4. Hô Véio arroxado do cunhão rôxo é Bolsonaro, o homem é bom, o homem é espetacular.
    MITO 2022

  5. Tenho 55 anos , na juventude ouvia dizer que a gasolina era CARA , porque comprávamos de outros países , hoje somos auto-suficiente, e temos que aderir ao preço do mercado internacional, se Bolsonaro faz é porque faz , se não faz é porque FAZ …bom era a RATAZANA DILMA QUE vendeu ( doou) PASSADENA ao preço de BOLO

  6. Não votei no Bozo,mas assim como a Dilma êle está certo.A Petrobras é do Brasil,é fstor de segurança nacional.
    O preço do óleo impacta a inflação e bagunça o mercardo interno.
    Tem que acabar com edta politica e do capital aberto na petrobras ou então compre-se caminhao eletrico e mude o setor rodoviario para ferroviário Perderam tempo.

  7. O homem virou uma mutação de Dilma e Temmer! Agora contar os dias para o início da crise energética por causa do subsídio da ação intervencionista do estado!

  8. A intervenção de Jair Bolsonaro na Petrobras é truculenta, inquestionável e irresponsável. Agora, diante da óbvia repercussão negativa da troca de presidente da empresa, com as ações da Petrobras despencando, o dólar em alta e o risco país disparando, tenta-se remendar o estrago com um discurso que só não faz rir porque é de chorar: o de que o presidente da República não quer intervir no preço dos combustíveis…
    Essa crise vai ser duradoura e danosa. Os brasileiros naus uma vez vai assumir sacrifícios e pagar esse prejuízo.

  9. Conforme o ordenamento jurídico brasilriro, quem quiser nomear o presidente da Petrobrás deve candidatar-se à presidência da República e GANHAR a eleição, requisitos que foram cumpridos pelo presidente Bolsonato. Infelizmente, a esquerdalha nunca se conformou com a perda democrática do poder e insiste nessas narrativas infantis e irresponsáveis. Em 2022, irão perder novamente.

  10. MEU PRESIDENTE! Votei nele pra tirar o PT! Nada a ver dizer q ele está fazendo a mesma coisa que o PT e DilmAnta fizeram talkei! Ele eh diferente, não se aliou com corrupto do centrão nem interferiu na Petrobras e setor elétrico como DilmAnta fez! Ops, ele tá interferindo, mas eh bem diferente talkei! O que ele faz eh perfeito! Amém talkei!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Não há interferência política na Anvisa, diz diretor-presidente

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, afirmou nesta sexta-feira que o processo de certificação das vacinas pelo órgão é pautado por critérios exclusivamente técnicos. Segundo ele, a recente suspensão dos testes da vacina CoronaVac foi decidida pela comissão interna formada por 18 especialistas da agência, sem passar pela diretoria.

“Sobre intervenção [política] na agência, são duas palavras: não há”, afirmou o presidente da Anvisa, durante audiência da Comissão Mista da Covid-19 do Congresso Nacional que discute a condução dos estudos clínicos relacionados à vacina.

Barra disse que não houve interferência da parte dele nem da então diretora Alessandra Bastos Soares, lembrando que, na agência, “não há subordinados, mas organograma”. Ele chegou a citar que relação de subordinação existe na Marinha, por exemplo, onde construiu carreira.

Sobre as atividades de inspeção que serão realizadas por técnicos da Anvisa na China, o presidente da agência informou que os trabalhos não começarão na próxima semana, pois os especialistas precisam cumprir 14 dias de quarentena no território chinês.

Barra afirmou que, após a liberação de vacinas, a Anvisa inicia o monitoramento de eventuais “anomalias” e “sequelas”. “O trabalho da Anvisa não vai parar quando conceder o registro. Esse é um trabalho de médio e longo prazo, haverá o acompanhamento”, disse.

Segundo ele, a verificação dos “efeitos improváveis e extremamente raros” faz parte da rotina de trabalho de qualquer agência. “Em nenhum lugar do mundo uma agência reguladora liquida a fatura com a concessão do registro”, disse.

Barra também disse que lamenta que a confidencialidade do paciente que participou dos testes da vacina CoronaVac, que em seguida veio a falecer, tenha sido “desconsiderada” e “desrespeitada”.

“Lamento que a confidencialidade nos últimos dias tenha sido desconsiderada e desvalorizada expondo, portanto, essa família e esse voluntário testador. É uma prática que por ofício nós da agência não podemos compactuar dela”, afirmou.

Valor

Opinião dos leitores

  1. Parece xará PEDRO OFICIAL que vc não sabe ler, pena, eu pelo menos não disse que ninguém está livre para roubar, inclusive o atual presidente e sua família ou aliados, eu disse, para dar nomes aos bois, se tiver, cadeia neles. Para completar, comentei que os meninos bestas do PT, deram com a língua nos dentes e ainda há quem defenda.

  2. É Pixuleco e Romero, vcs tem razão, agora estão vendo essas verdades que podem ser contestadas e obviamente podem ser verdadeiras, só falta dar nomes aos bois. Nos governos de nove dedos e da Anta, com eles dois dando as cartas, o Brasil e principalmente a Petrobras, foram literalmente assaltadas, triste se não fosse verdade, os amigos dos dois bateram com as línguas nos dentes, o pior foi o GURU PALOCCI, e nada disso foi visto, pelo contrario, bem como, contestado, sua laia é uma escória mesmo.

    1. É isso aí, se Lula e Dilma fizeram merda, roubaram e fizeram o país crescer, a família Bolsonaro também pode. Falta só fazer o país crescer.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Políticos compram votos com droga, afirma delegado sobre campanha municipal mossoroense

O delegado regional da Polícia Civil do RN, Luis Fernando Sávio de Eliezer Pinto, disse textualmente ao programa Cidade Aflita da Rádio Difusora de Mossoró, que a campanha municipal mossoroense está em boa parte movida à droga. A troca de voto por crack e maconha é uma realidade.

Chapas casadas vereador-majoritária ou nomes, individualmente, estariam movimentando somas financeiras expressivas, tendo ‘boqueiros’ como cabos eleitorais à negociação final com os viciados-eleitores.

Um ‘boqueiro’ (dono da boca de fumo), pelo que se fala no submundo da política e do narcotráfico, recebe entre R$ 2 e R$ 5 mil para o trabalho de recrutamento dos eleitores.

“Fato notório”

– Isso é um fato notório. Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Militar e Ministério Público têm ciência disso e estamos com um trabalho para coibir – comentou o delegado.

Ele também antecipou, que há acompanhamento de muitos empresários e agiotas, envolvidos em outras modalidades de compra de votos. “É fato também público e notório. Sabemos que muitos estão com dinheiro guardado para repasse aos políticos”, disse.

– Temos denúncias, já temos denúncias – garantiu. “É incrível, mas é a realidade de Mossoró”, lamentou.

A entrevista foi concedida ao repórter Pádua Júnior.

Coluna do Herzog, por Carlos Santos

Matéria na íntegra AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Esse nosso país precisa ser estudado. Com álcool e fumo já se compra há décadas. Agora estão avançando para pó e pedra. A substância é de acordo com a cla$$e. Quem tem dinheiro pra bancar deve ser muito rico e estar perdendo nas pesquisas.

  2. Nesse Estado desgovernado pelo PT e dominado pelas facções estamos vendo de tudo o que não presta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Júlia Arruda defende uma política para atuação direta nos direitos das crianças e adolescentes, das mulheres e das pessoas com deficiência

Foto: Divulgação

Tendo sido a primeira mulher reeleita vereadora na história de Natal, Júlia Arruda (PCdoB) foi também primeira a assumir a presidência da Casa Legislativa natalense. Publicitária, iniciou sua carreira política em 2008 e já foi eleita por duas vezes Parlamentar do Ano. Está no desempenho do seu terceiro mandato na Câmara Municipal e tem uma atuação consolidada na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, das mulheres e das pessoas com deficiência, sempre com foco nas questões sociais e no desenvolvimento sustentável de Natal.

Na defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Júlia tem apresentado projetos, destinado orçamento e articulado toda a rede de proteção num trabalho que é referência no RN. Na atual legislatura, tem destaque, a Lei do Teste do Coraçãozinho (diagnóstico de cardiopatias congênitas); a Semana do Bebê, valorizando a primeiríssima infância; e o Setembro Dourado (diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil). Na defesa dos direitos das mulheres, uma de suas principais bandeiras de mandato, é a Patrulha Maria da Penha na capital potiguar, de qual também foi autora. Na atuação em defesa das pessoas com deficiência, ela assina o projeto que criou os Jogos Paradesportivos do Natal e anualmente destina recursos no Orçamento para sua realização, entre outros.

Se vitoriosa, em seu quarto mandato, seguira com o compromisso de continua sendo a voz desses segmentos na Câmara Municipal, sobretudo em um futuro incerto do contexto pós-pandemia.

Opinião dos leitores

  1. Conheço Júlia e o seu trabalho de perto. Em 2015 tive a honra de assistir umas das palestras de um dos seus projetos, o Escola na Frente. Uma vereadora atuante e que todos os dias, todos os meses DIVULGAM o seu trabalho. Não espera chegar as eleições pra falar que fez isso, fez aquilo. Júlia é VERDADE, Júlia é a DIFERENÇA!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEOS: Veja imagens do fim de semana em vários municípios do RN com aglomerações de eventos políticos

Imagens em destaque mostram movimentação política grandiosa, em tempos de pandemia, em vários municípios do Rio Grande do Norte neste fim de semana. Um descaso. Irresponsabilidade total. E o pior: com apoio dos candidatos a prefeito das estruturas de grande campanha. Cidades como Encanto, Nova Cruz, Rafael Fernandes, Marcelino Vieira e Alexandria proporcionaram concentrações em nível de micaretas. (Vídeos: cedidos).

Opinião dos leitores

  1. Não podia ser diferente. Em um país de analfabetos funcionais e políticos esse tipo de situação é normal. Muda situação dessa, em plena pandemia, as eleições poderia ser adiadas para 2022, ou pelo menos a população tivesse a consciência de participar de forma propositiva nas redes sociais. Mas como podemos observar, isso seria exigir muito de uma sociedade falida como a nossa. Viva a ignorância…

  2. O tempo sempre mostra a verdade, aí está, prefeitos oportunistas, defensores de lockdown, exceto no período eleitoral. Se liga povo!

  3. Enquanto isso escolas estão fechadas !!! Apareceu algum Antifascista ameaçando o povo por descumprir a legislação ???

  4. Qual o problema? Chegou a vacina, o período eleitoral.
    Só não pode os alunos voltarem as escolar.
    Só não podem os médicos do INSS voltarem ao trabalho.
    Só não pode voltar o público as casas de esporte.
    As igrejas tem que manter o distanciamento máximo.

  5. Eu exijo que o carnatal aconteça esse ano. Pelo menos o povo se aglomera e se diverte com Bell marques e Ivete Sangalo e não com um bando de político sem futuro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Campanha nem começou e o show de fake news já tá solto em Parnamirim

O TSE adiou a campanha deste ano em 45 dias, mas em Parnamirim decidiram antecipar as eleições. E está fazendo da pior forma possível, se utilizando de fake news apócrifas nos grupos de whatsapp, para atacar a atual gestão do prefeito Rosano Taveira, que segundo as pesquisas está bem avaliada.

Na fake news que circula, uma montagem sobre bens bloqueados do prefeito.

O blog sempre foi contra qualquer tipo de notícia falsa, e além disso não custa lembrar que publicar ou compartilhar fake news é crime, previsto em lei. O blog apurou que já foi identificado um ex-cargo comissionado da Prefeitura, que espalhou nos grupos e será acionado na Justiça.

Opinião dos leitores

  1. Resido em Nova Parnamirim, a 21 anos. Concordo com vcs, Maria Clara e Eduardo. Taveira é um bom gestor. Terá mais uma vez, o meu voto. João Macena.

  2. Até quando as pessoas vão continuar insistindo em propagar fake News?! Fico revoltada com isso, é muito sujo e desleal. E é crime! Para mim quem dissemina fake News muitas vezes está mto é desesperado.

  3. Campanha suja é a pior coisa do mundo, só quem perde é a população, campanha tem q ser na base das propostas e mostrando ações

  4. O trabalho sério e competente do prefeito Taveira está incomodando muita gente. Fake news e mentiras devem ser combatidas pela justiça eleitoral e principalmente pelo cidadão e eleitor.

  5. Moro em Parnamirim faz 2 anos, realmente gosto muito da cidade! Acho que o prefeito está fazendo um bom trabalho, mesmo com todas as dificuldades da época que vivemos.

  6. As inúmeras ações realizadas pela gestão do Prefeito Taveira , inclusive em tempos de pandemia, mostra o trabalho sério, correto e a competência de um bom gestor. Eu como cidadão parnamirinense, o parabenizo pela gestão que vem apresentando ao povo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juiz federal do RN nega liminar do MP para intervir em política de saúde e alerta: “Judiciário não pode se arvorar em gestor administrativo”

Foto: Reprodução

O juiz federal Magnus Delgado, da 1ª Vara da Justiça Federal negou o pedido de liminar impetrado pelo Ministério Público do RN e MPF-RN para que fossem abertos 16 leitos de UTI e 20 leitos clínicos nas cidades de São Paulo do Potengi e Santa Cruz para que atendessem 24 municípios da região no combate a Covid-19.

O pedido alegava que o custeio de 30% deveria ser feito pelas prefeituras com recursos federais recebidos para a saúde. O magistrado federal apontou na decisão os motivos de negar a liminar de forma incisiva.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns dr Magno Delgado o que se ver é o devendo ao lá municípios farmácia básica
    As UTIs sao de alta complexidade responsabilidade total do estado

  2. Parabéns ao Juiz. Os juízes de primeiro grau têm muito mais respeito à Constituição Federal que o próprio STF.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Novos nomes da política se destacam em Natal nas redes sociais durante a pré-campanha para vereador

A campanha eleitoral de 2020, de fato, ainda não começou. Ainda restam algumas etapas até que os candidatos sejam oficialmente anunciados e liberados para conquistar votos. Até lá, a pré-campanha serve como um termômetro para os que desejam se eleger.

E, em Natal, alguns pré-candidatos a vereador têm se destacado nas redes sociais. O BG destaca alguns que tem acompanhado a repercussão em grupos,  comentários nas redes e movimentação em coligações e destaca alguns:

Mário Sérgio – Coordenador do Salesiano

Júnior Groovodor – Músico

Alayde Passaia – Publicitária

Flauber Soares – Advogado

Toinho Silveira – Jornalista

Carlos Castim – Advogado

Léo Souza – Apresentador

Anderson Lopes – Líder Comunitário

Opinião dos leitores

  1. Ainda não compreendo uma pessoa com um histórico e preparo como Arthur Dutra, em véspera de Plano Diretor ainda, jamais ter sido citado por esse veicúlo de comunicação, muita bola fora, sinceramente!!!

  2. A eleição deste ano será totalmente atípica. O cenário político vai mostrar bons nomes. O PSB fechou nomita com todos os pré candidatos sem mandato atual. Nome como de Lazaro Germano pré candidato, tem tido uma aceitação importante. Atualmente Chefe de Gabinete do Vereador Franklin Capistrano. São nomes novos, dentro de uma visão nova de de fazer política. Parabéns a Direção do PSB .

  3. Porque vcs só mostra esses candidato que está na rodas dos ricos . Bg vc e um cara inteligente proucure saber os nomes realmente dos candidatos que saiu nas outras pesquisas e coloque também ai na sua lista amigo. não cologue só os parentes de deputados e os quer tem o coladinho branco fale a realidade das coisas

  4. Melhor pré candidata hoje em Natal, Dra Shirlei Barros,que mais cresce nas mídias sociais, nos Bairros também ….

  5. Júnior Groovador, é inovação. Já sofreu muito, mas nunca deixou de elevar a bandeira do RN para o Brasil. Quem é o vereador da cultura de Natal? Quem representa cultura nessa cidade? A Funcarte? Onde perseguiu o próprio Groovador, deixando ele na geladeira?

  6. #juniorbassgroovador já mostrou-se diferenciado desde quando ergueu a bandeira do RN para o mundo ver, ele com certeza vai fazer diferente em assuntos relacionados a Natal.

  7. Júnior Groovador sim!! Sempre levantou a bandeira do RN, conhece todos os bairros da zona norte, qdo era leiturista de uma prestadora de serviços da cozern, penso que devemos sim fazer uma mudança na Câmara Municipal. #sou mais o Groovador# # Autêntico #

  8. Júnior Groovador já mostrou internacionalmente o carinho que tem pelo nosso estado. O único músico que vi erguer a bandeira do RN em todas as vezes que teve oportunidade. Seu pai é um homem honrado e fez muito como presidente do conselho comunitário do bairro. Acredito que Júnior, com toda sua humilde, dedicação e responsabilidade, representará nossa cidade muito bem.
    #juniorGroovador

  9. Natal tem que ter renovação,nessa política velha em todos os sentidos sangue novo com propostas verdadeira e tá aulado do povo,tô conta vc Léo Souza

  10. Léo Souza tem o diferencial pq além de ter um coração gigantesco ele não espera por ninguém ,vê o problema vai lá e faz acontecer fazendo seu papel como cidadão de bem,seja cobrando dos responsáveis, dando sugestões e em algumas vezes promovendo ações sociais com parcerias e amigos que abraçam a causa para dar dignidade as pessoas menos favorecidas pela grande maioria dos políticos que estão no poder até hoje… creio que será um grande representante da população de Natal é disso que precisamos pessoas de compromisso e caráter.

  11. E porquê não o Junior groovador para nos representar na Câmara Municipal??Porquê ele é um músico?Um músico que sempre levantou a bandeira do nosso estado mesmo não sendo valorizado,que nunca se permitiu desistir mesmo com tantos obstáculos.
    Esse cara me representa!!

  12. Junior Bass… Inovação no Legislativo Municipal!!! Pré-candidato conhecedor das necessidades dos municipes natalense!!

  13. Outro nome interessante e que com certeza terá meu voto é Leo Souza, um cara super inteligente e comprometido com políticas sociais e o desenvolvimento do turismo potiguar.

  14. Junior Groovador com certeza!
    Mudar as figurinhas e não ter só quem lute pela população, mas tbm a nós músicos que sofremos com todas as gestões que passaram.
    Vamos vencer na vida ???

  15. Diante, destes nomes, até pouco conhecido, cada bairro deve eleger uma pessoa digna para honrar a sua comunidade, entendo que a renovação da assembleia mirim de Natal, deve passa dos 50%, teremos muito nomes novos, pessoas integradas com a sua comunidade entendo que é renovação será fato, por exemplo, a comunidade de Capim Macio tem um nome muito forte que é Ranny Dumaresq, ela já tem mais de 10 anos de trabalho em prol desta região de Natal, é isso que Natal precisa, pessoas novas com trabalho prestado para sua comunidade!!!!!

    1. Concordo, devemos ter sangue novo na política do RN. É ele é o cara

  16. Na minha opinião, entre esses nomes, gosto muito do Léo Souza pelo lado social que ele tem e a consciência política. Merece um mandato.

  17. O melhor nome da atualidade é o de Anderson Lopes, o cara nem é vereador e está trabalhando mais que muitos com mandato. #FechadoComAndersonLopes

  18. Vamos pra luta Dr Flauber Soares sei da sua capacidade em ser um grande representante dos nossos natalenses ✌️

  19. Haja encantadores de burros! A depender de mim, prefiro continuar encantando minha égua Adelaide.

  20. Haroldo Alves, Cícero Martins, Dinarte …Luis Almir , Dago…meu Deus, que pobreza a nossa cidade eleger …nota ZERO..ainda tem o Chagas CATARINO, Francisco de Assis…nahhhhh…é cada um…POBREZA DE ESCOLHA

  21. Ainda na lista, o nome forte do comunicador Aldo Clemente, uma grande promessa na política de Natal. Aldo Clemente, homem do bem, responsável nas suas atitudes. E conhecedor da causa. Aldo Clemente, vereador e Natal

  22. Carlos Castim, tem um vasto conhecimento de como funciona a máquina público e também de todas as normais municipais, é um nome diferenciado.
    Mario Sérgio, tem por sua vez uma grande bagagem na área de educação, até vão dizer que sua atuação na educação privada não é referência para a lida com a pública, ledo engano!
    É um bom nome que merece ser lembrando principalmente por seus ex-alunos.

  23. Daqui pra eu morrer, só saio de casa para votar no meu presidente Bolsonaro, popularmente conhecido como MITO,o resto é conversa pra boi dormir!

  24. Vejo em Carlos Castim uma capacidade plena para atuar na política. Natal ganhará muito em qualidade política ao elegê-lo.

  25. Veja que interessante, sem desvalorizar ninguém, acredito em Carlos Castim, e caso candidato, não só votarei como pedirei voto para ele.

  26. Carlos Castin é um excelente nome. O legislativo de Natal ganhará muito se ele for eleito. Para esse eu tiro o chapéu. ?

  27. Junior Groovador? Sério?
    Rapaz… nada contra o cidadão, até acho ele um excelente músico. Mas daí a entrar para a política…

    1. Mas se colocaram Luiz Almir e aquele sujeito que ama Bolsonaro lá, porque não o Junior?
      Pelo menos representaria a classe artística.

    1. João não concordo com vc, não tire medidas pela sua régua seja ela que tamanho for, Toinho Silveira tem capacidade sim para exercer um bom trabalho na Câmara Municipal de vereadores afinal ele nos representa muitíssimo bem, há bebê a inveja mata viu!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

BOMBA: Governos e OMS mudaram suas políticas e tratamentos da Covid-19 com base em dados suspeitos de pequena empresa e estudo da Lancet é questionado, destaca reportagem do The Guardian

Foto: Anthony Brown / Alamy Stock Photo

A Organização Mundial da Saúde e vários governos nacionais mudaram suas políticas e tratamentos Covid-19 com base em dados defeituosos de uma empresa de análise de saúde pouco conhecida nos Estados Unidos, também questionando a integridade dos principais estudos publicados em alguns países do mundo. revistas médicas de maior prestígio.

Uma investigação do Guardian pode revelar que a empresa norte-americana Surgisphere, cujos funcionários parecem incluir um escritor de ficção científica e um modelo de conteúdo adulto, forneceu dados para vários estudos sobre o Covid-19, em co-autoria de seu diretor executivo, mas até o momento, não conseguiu explicar adequadamente seus dados ou metodologia.

Os dados que afirma ter obtido legitimamente de mais de mil hospitais em todo o mundo formaram a base de artigos científicos que levaram a mudanças nas políticas de tratamento do Covid-19 nos países da América Latina. Também estava por trás de uma decisão da OMS e institutos de pesquisa em todo o mundo de suspender os ensaios do controverso medicamento hidroxicloroquina .

Duas das principais revistas médicas do mundo – o Lancet e o New England Journal of Medicine – publicaram estudos com base nos dados do Surgisphere. Os estudos foram co-criados pelo diretor executivo da empresa, Sapan Desai.

Na noite de terça-feira, depois de ser abordado pelo Guardian, o Lancet divulgou uma “expressão de preocupação” sobre o estudo publicado. O New England Journal of Medicine também emitiu um aviso semelhante.

Uma auditoria independente da procedência e validade dos dados foi encomendada pelos autores não afiliados ao Surgisphere devido a “preocupações levantadas sobre a confiabilidade do banco de dados”.

A investigação do Guardian descobriu:

Uma pesquisa de material disponível ao público sugere que vários funcionários do Surgisphere têm poucos ou nenhum dado ou formação científica. Um funcionário listado como editor de ciências parece ser um autor de ficção científica e um artista de fantasia. Outro funcionário listado como executivo de marketing é um modelo adulto e anfitriã de eventos.

A página do LinkedIn da empresa tem menos de 100 seguidores e na semana passada listou apenas seis funcionários. Isso foi alterado para três funcionários na quarta-feira.

Embora o Surgisphere pretenda executar um dos maiores e mais rápidos bancos de dados hospitalares do mundo, ele quase não tem presença on-line. Seu identificador no Twitter tem menos de 170 seguidores, sem postagens entre outubro de 2017 e março de 2020.

Até segunda-feira, o link ” entrar em contato” na página inicial do Surgisphere redirecionado para um modelo WordPress para um site de criptomoeda, levantando questões sobre como os hospitais poderiam facilmente entrar em contato com a empresa para ingressar em seu banco de dados.

Desai foi nomeado em três processos por negligência médica, não relacionados ao banco de dados do Surgisphere. Em entrevista ao cientista, Desai descreveu anteriormente as alegações como “infundadas “.

Em 2008, a Desai lançou uma campanha de crowdfunding no site indiegogo, promovendo um “dispositivo de aumento humano de próxima geração que pode ser usado que pode ajudá-lo a alcançar o que você nunca imaginou ser possível”. O dispositivo nunca teve sucesso.

A página da Wikipedia de Desai foi excluída após perguntas sobre o Surgisphere e sua história.

Sapan Desai, diretor executivo da Surgisphere. Fotografia: Gore Medical

Dúvidas sobre o estudo da Lancet

As questões em torno do Surgisphere vêm crescendo na comunidade médica nas últimas semanas.

Em 22 de maio, o Lancet publicou um estudo de grande sucesso, que descobriu que a droga antimalárica hidroxicloroquina, promovida por Donald Trump , estava associada a uma maior taxa de mortalidade em pacientes Covid-19 e a problemas cardíacos aumentados.

Trump, para grande consternação da comunidade científica, divulgou publicamente a hidroxicloroquina como uma “droga maravilhosa”, apesar de não haver evidências de sua eficácia no tratamento do Covid-19.

O estudo da Lancet, que listou Desai como um dos co-autores, afirmou ter analisado os dados do Surgisphere coletados de quase 15.000 pacientes com Covid-19, admitidos em 1.200 hospitais em todo o mundo, que receberam hidroxicloroquina isoladamente ou em combinação com antibióticos.

As descobertas negativas foram notícia global e levaram a OMS a interromper o braço da hidroxicloroquina em seus testes globais.

Mas apenas alguns dias depois, o Guardian Australia revelou erros flagrantes nos dados australianos incluídos no estudo. O estudo disse que os pesquisadores obtiveram acesso aos dados através do Surgisphere de cinco hospitais, registrando 600 pacientes australianos Covid-19 e 73 mortes australianas a partir de 21 de abril.

Porém, dados da Universidade Johns Hopkins mostram que apenas 67 mortes por Covid-19 foram registradas na Austrália até 21 de abril. O número não subiu para 73 até 23 de abril. Desai disse que um hospital asiático foi acidentalmente incluído nos dados australianos, levando a uma superestimação de casos no país. O Lancet publicou uma pequena retração relacionada às descobertas australianas após a história do Guardian, sua única alteração no estudo até agora.

VEJA MAIS –  MUITO GRAVE: The Lancet “põe em dúvida” estudo que levou OMS a suspender cloroquina; investigação do britânico The Guardian pode revelar escândalo

Desde então, o Guardian entrou em contato com cinco hospitais em Melbourne e dois em Sydney, cuja cooperação seria essencial para o número de pacientes australianos no banco de dados. Todos negaram qualquer participação nesse banco de dados e disseram que nunca ouviram falar do Surgisphere. Desai não respondeu aos pedidos para comentar suas declarações.

Outro estudo usando o banco de dados Surgisphere, novamente co-escrito por Desai, descobriu que a droga ivermectina antiparasitária reduzia as taxas de mortalidade em pacientes Covid-19 gravemente doentes. Foi publicado on-line na biblioteca eletrônica da Social Science Research Network, antes da revisão por pares ou publicação em uma revista médica, e levou o governo peruano a adicionar ivermectina às diretrizes terapêuticas nacionais do Covid-19 .

Richard Horton, editor do Lancet. Foto: Richard Saker / O Observador

O New England Journal of Medicine também publicou um estudo Desai revisado por pares com base em dados do Surgisphere , que incluiu dados de pacientes Covid-19 de 169 hospitais em 11 países da Ásia, Europa e América do Norte. Ele descobriu que medicamentos cardíacos comuns, conhecidos como inibidores da enzima conversora da angiotensina e bloqueadores dos receptores da angiotensina, não estavam associados a um risco maior de dano em pacientes do Covid-19.

Na quarta-feira, o NEJM e o Lancet publicaram uma expressão de preocupação com o estudo da hidroxicloroquina, que listou o respeitado cirurgião vascular Mandeep Mehra como principal autor e Desai como co-autor.

O editor da Lancet, Richard Horton, disse ao Guardian: “Dadas as questões levantadas sobre a confiabilidade dos dados coletados pelo Surgisphere, emitimos hoje uma Expressão de Preocupação, aguardando investigação adicional.

“Uma auditoria independente de dados está em andamento e acreditamos que essa revisão, que deve ser concluída na próxima semana, nos dirá mais sobre o status das descobertas relatadas no artigo por Mandeep Mehra e colegas”.

Surgisphere “surgiu do nada”

Uma das perguntas que mais desconcertou a comunidade científica é como o Surgisphere, estabelecido pela Desai em 2008 como uma empresa de educação médica que publicou livros didáticos, se tornou o proprietário de um poderoso banco de dados internacional. Esse banco de dados, apesar de ter sido anunciado recentemente pelo Surgisphere, possui acesso a dados de 96.000 pacientes em 1.200 hospitais em todo o mundo.

Quando contactado pelo Guardian, Desai disse que sua empresa empregava apenas 11 pessoas. Os funcionários listados no LinkedIn foram registrados no site como ingressando no Surgisphere apenas dois meses atrás. Vários não pareciam ter formação científica ou estatística, mas mencionam conhecimentos em estratégia, redação, liderança e aquisição.

James Todaro, que dirige o MedicineUncensored, um site que publica os resultados dos estudos com hidroxicloroquina, disse: “A Surgisphere surgiu do nada para conduzir talvez o estudo global mais influente nessa pandemia em questão de poucas semanas.

“Não faz sentido”, disse ele. “Isso exigiria muito mais pesquisadores do que afirma ter para que esse expediente e [tamanho] de estudo multinacional sejam possíveis”.

Desai disse ao Guardian: “A Surgisphere está no mercado desde 2008. Nossos serviços de análise de dados de assistência médica começaram na mesma época e continuaram a crescer desde então. Usamos muita inteligência artificial e aprendizado de máquina para automatizar esse processo o máximo possível, que é a única maneira de uma tarefa como essa ser possível. ”

Não está claro, a partir da metodologia dos estudos que utilizaram os dados do Surgisphere, ou do próprio site do Surgisphere, como a empresa conseguiu estabelecer acordos de compartilhamento de dados de tantos hospitais em todo o mundo, incluindo aqueles com tecnologia limitada, e reconciliar idiomas e sistemas de codificação diferentes, mantendo-se dentro das regras regulatórias, de proteção de dados e de ética de cada país.

Desai disse que o Surgisphere e seu sistema de gerenciamento de conteúdo QuartzClinical faz parte de uma colaboração de pesquisa iniciada “há vários anos”, embora ele não tenha especificado quando.

“O Surgisphere serve como um agregador de dados e realiza análise de dados nesses dados”, disse ele. “Não somos responsáveis ​​pelos dados de origem, portanto, a tarefa trabalhosa necessária para exportar os dados de um Registro Eletrônico de Saúde , convertê-lo no formato exigido pelo nosso dicionário de dados e desidentificar completamente os dados são realizados pelo parceiro de saúde”.

Isso parece contradizer a afirmação no site da QuartzClinical de que ele faz todo o trabalho e “integra com êxito seu registro eletrônico de saúde, sistema financeiro, cadeia de suprimentos e programas de qualidade em uma única plataforma”. Desai não explicou essa aparente contradição quando o Guardian colocou a questão.

Desai disse que a maneira como o Surgisphere obteve os dados “sempre foi feita em conformidade com as leis e regulamentos locais. Nós nunca recebemos nenhuma informação de saúde protegida ou informação identificável individualmente. ”

Peter Ellis, cientista chefe de dados do Nous Group, uma consultoria internacional de gestão que projetos de integração de dados para departamentos governamentais, manifestaram preocupação com o fato de o banco de dados do Surgisphere ser “quase certamente uma farsa”.

“Não é algo que qualquer hospital possa realisticamente fazer”, disse ele. “A desidentificação não é apenas uma questão de tirar o nome dos pacientes, é um processo grande e difícil. Duvido que os hospitais tenham capacidade para fazê-lo adequadamente. É o tipo de coisa em que as agências nacionais de estatística têm equipes inteiras trabalhando há anos. ”

“Não há evidências online de que o [Surgisphere] possua qualquer software analítico há mais de um ano. Leva meses para que as pessoas procurem ingressar nesses bancos de dados, envolve placas de revisão de rede, pessoal de segurança e gerenciamento. Isso simplesmente não acontece com um formulário de inscrição e uma conversa. ”

Nenhuma das informações do banco de dados de Desai foi divulgada publicamente, incluindo os nomes de qualquer hospital, apesar de o Lancet estar entre os muitos signatários de uma declaração sobre compartilhamento de dados para os estudos Covid-19 . O estudo Lancet agora é disputado por 120 médicos .

Quando o Guardian apresentou a Desai uma lista detalhada de preocupações sobre o banco de dados, os resultados do estudo e seus antecedentes, ele respondeu: “Continua a haver um mal-entendido fundamental sobre o que é nosso sistema e como ele funciona”.

“Há também uma série de imprecisões e conexões não relacionadas que você está tentando fazer com um claro viés para tentar desacreditar quem somos e o que fazemos”, disse ele. “Não concordamos com sua premissa ou com a natureza do que você montou, e lamento ver que o que deveria ter sido uma discussão científica foi denegrido para esse tipo de discussão.”

‘O pico da evolução humana’

Um exame do histórico de Desai constatou que o cirurgião vascular foi nomeado em três processos por negligência médica nos EUA, dois deles arquivados em novembro de 2019. Em um caso, uma ação movida por um paciente, Joseph Vitagliano, acusou Desai e Northwest Community Hospital em Illinois, onde trabalhou até recentemente, sendo “descuidado e negligente”, causando danos permanentes após a cirurgia.

O Northwest Community Hospital confirmou que Desai trabalhava lá desde junho de 2016, mas renunciou voluntariamente em 10 de fevereiro de 2020 “por motivos pessoais”.

“Os privilégios clínicos do Dr. Desai com o NCH não foram suspensos, revogados ou limitados pelo NCH”, disse uma porta-voz. O hospital se recusou a comentar os processos por negligência. Desai disse na entrevista ao cientista que considerou qualquer ação contra ele “infundada”.

O Brigham and Women’s Hospital, instituição afiliada ao estudo da hidroxicloroquina e seu principal autor, Mandeep Mehra, afirmou em um comunicado: “Independente do Surgisphere, os co-autores restantes dos estudos recentes publicados no The Lancet e no New England Journal of Medicine iniciaram análises independentes dos dados usados ​​em ambos os artigos após conhecer as preocupações levantadas sobre a confiabilidade do banco de dados ”.

Mehra disse que rotineiramente destacou a importância e o valor de ensaios clínicos randomizados e que tais ensaios são necessários antes que se chegue a conclusões. “Aguardo ansiosamente notícias das auditorias independentes, cujos resultados informarão qualquer ação adicional”, disse ele.

A página agora excluída de Wikipedia de Desai disse que ele possuía doutorado em Direito e doutorado em anatomia e biologia celular, além de suas qualificações médicas. Uma biografia de Desai em um folheto para uma conferência médica internacional diz que ocupou vários cargos de liderança médica na prática clínica e que é “um faixa-preta magra certificada de seis sigma”.

Não é a primeira vez que a Desai lança projetos com reivindicações ambiciosas. Em 2008, ele lançou uma campanha de crowdfunding no site indiegogo, promovendo um “dispositivo de aumento humano de próxima geração” chamado Neurodynamics Flow, que ele disse “pode ​​ajudá-lo a alcançar o que você nunca imaginou ser possível”.

“Com sua programação sofisticada, pontos ideais de indução neural e resultados comprovados, o Neurodynamics Flow permite que você suba ao pico da evolução humana”, diz a descrição. O dispositivo arrecadou algumas centenas de dólares e nunca se tornou realidade.

Ellis, o principal cientista de dados do Nous Group, disse que não está claro por que Desai fez afirmações tão ousadas sobre seus produtos, dada a probabilidade de que a comunidade global de pesquisa os examinasse.

“Minha primeira reação foi chamar a atenção da firma dele, disse Ellis. “Mas parece realmente óbvio que isso seria um tiro pela culatra.”

Hoje, o professor Peter Horby, professor de doenças infecciosas emergentes e saúde global do Departamento de Medicina de Nuffield, Universidade de Oxford, disse: “Congratulo-me com a declaração do Lancet, que segue uma declaração semelhante do NEJM sobre um estudo do mesmo grupo. sobre drogas cardiovasculares e COVID-19.

“As preocupações muito sérias levantadas sobre a validade dos trabalhos de Mehra et al precisam ser reconhecidas e acionadas com urgência e devem trazer sérias reflexões sobre se a qualidade da editorial e da revisão por pares durante a pandemia foi adequada. A publicação científica deve acima de tudo ser rigorosa e honesta. Em caso de emergência, esses valores são necessários mais do que nunca. ”

The Guardian

https://www.theguardian.com/world/2020/jun/03/covid-19-surgisphere-who-world-health-organization-hydroxychloroquine

 

Opinião dos leitores

  1. Uma coletânea para vocês pensarem por que não vêem isso aqui nos jornais.
    1) May 20, 2020 – Times of India – Hydroxychloroquine research shows some promise in interim study conducted by Telangana Govt – An interim report prepared by the Telangana Government has yielded promising results on the efficacy of prophylactic use of Hydroxychloroquineor HCQ, as it s popularly known on preventing COVID-19…

    2) Este é o melhor relatório de todos, pois estabelece protocolos caso seja ministrada, embora não recomende o uso devido aos testes não serem ainda completos.
    Last Updated: May 12, 2020 – USA/NIH COVID-19 Treatment Guidelines – Potential Antiviral Drugs Under Evaluation for the Treatment of COVID-19 – Chloroquine/Hydroxychloroquine: The Panel recommends against using high-dose chloroquine (600 mg twice daily for 10 days) for the treatment of COVID-19 (AI), because the high dose carries a higher risk of toxicities than the lower dose.

    3) Este foi noticiado aqui com alarde, porque não recomenda o uso, e como sempre, aceito como verdade por quem não lê ou acredita na imprensa. Mas é só um artigo do professor de Epidemiologia e Bioestatistica, Rosemberg. Na conclusão ele mesmo diz que o estudo teve inúmeras limitações, principalmente na coleta de dados. A Dra. Elizabeth, co-autora, é esposa de um cientista que trabalha numa pesquisa financiada sobre o Rendesivir. Dá o que pensar.
    JAMA May 11, 2020 – Association of Treatment With Hydroxychloroquine or Azithromycin With In-Hospital Mortality in Patients With COVID-19 in New York State

    4) 07ABRIL2020 PFARMA – Hidroxicloroquina apresenta bons resultados contra o coronavírus – A hidroxicloroquina (HCD), um derivado menos tóxico da cloroquina, demonstrou boa eficácia na inibição do novocoronavírus SARS-CoV-2. – Um artigo publicado na Nature revisou sete estudos de ensaios clínicos, publicados no Chinese Clinical Trial Registry, para o uso do hidroxicloroquina no tratamento do COVID-19.

    5) Thursday, April 9, 2020
    NIH clinical trial of hydroxychloroquine, a potential therapy for COVID-19, begins. Search identifier NCT04332991

    6) 18 March 2020 – Nature – Hydroxychloroquine, a less toxic derivative of chloroquine, is effective in inhibiting SARS-CoV-2 infection in vitro

    7) E olha só. O Lancet hoje faz pouco caso da hidroxicloroqiuna/cloroquina, mas recomendava a aplicação sem mencionar os efeitos colaterais.
    February, 2006 – The Lancet – New insights into the antiviral effects of chloroquine. Effects of chloroquine on viral infections: an old drug against today's diseases?.
    2005 – Chloroquine is a potent inhibitor of SARS coronavirus infection and spread.
    2004 – In vitro inhibition of severe acute respiratory syndrome coronavirus by chloroquine.

    1. Que é isso, ômi. Achou a matéria pequena e pouco enfadonha, foi?

  2. Foi o fim da picada, uma verdadeira fraude, um estudo publicado numa das mais respeitadas publicações científicas do mundo feita por um co autor envolvido em muitas histórias mal contadas pra não dizer outra coisa com dados coletados na internet por um cosplayer e um ator pornô, é o fim da ciência!

  3. O "erro" foi muito grande, pra não dizer q foi fraude, o the lancet uma revista tão prestigiada no mundo publicar um estudo com base em dados médicos coletados na internet por um autor de ficção científica e um artista de fantasia, o outro funcionário listado como executivo de marketing é um modelo adulto e anfitriã de eventos, ?‍♂️

  4. A fraude no estudo do The Lancet contra a hidroxicloroquina foi grande, os interesses da indústria farmacêutica são maiores ainda.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Mandetta usa apoio popular para fazer provocação gratuita e começa a usar o cargo para promoção político-eleitoral mirando governo do MS, analisa Coluna Esplanada

Foto: Reprodução/Twitter

Ao conceder entrevista para a TV Globo direto do Palácio das Esmeraldas, residência oficial do governador Caiado (GO), seu padrinho no cargo no Ministério, Mandetta usa apoio popular para fazer provocação gratuita e começa a usar o cargo para promoção político-eleitoral. Ele cobiça Governo do Mato Grosso do Sul. A análise é do Coluna Esplanada.

Coluna Esplanada

Opinião dos leitores

  1. Não é só o Mandetta, todos os ratos então de prontidão para 2022, e a Globo aguardando quem dar mais, e vocês falando besteiras.

  2. Nosso presidente quer soluções, cientificamente ninguém tem a solução, o que custava esse ministro apostar na cloroquina, o mundo tá começando a usar, os países que estão fazendo o isolamento vertical estão tendo excelentes resultados. O poder subiu a cabeça do ministro, Bolsonaro tá falando pela população que não pode se isolar e pra economia que não pode parar, eles eram para tá alinhados e não escutando que quer destruir o Brasil.

  3. Embora tardiamente, parece que só agora a 'ficha caiu' para Mandetta: ele acaba de descobrir que Bozo é mesmo um palhaço sem graça.

    1. Diz quem ti defende, que direito quem tu és. A cópia dos que envergonha qualquer nação.

  4. É, político realmente não age politicamente. Só quem pode e deve faz isso é o mito! Chama o gado!!!

  5. Não sei o porque de tanto mi mi mi! Ele externou uma posição que já conhecida de todos, pública e notória! O problema maior para parte das pessoas não é o que ele falou, mas onde ele falou! Se tivesse dito as mesmas coisas na Band, Record ou SBT não haveria essa indignação toda. Com relação em estar pensando na eleição, o Presidente também está! Nessa história não há inocentes.

  6. Esse imbecil passou quase trinta anos na camara e não fez p. Nenhuma pelo país, e tem idiotas que chama ele de mito. Ô povo otário

  7. A torcida organizada do coronavírus, aqueles do quanto pior, melhor, sabe de tudo isso. Mas não aceitam o resultado das urnas e já estão em campanha para 2022. Andam com ar de "insentão" e se dizem técnicos, mas quando veem uma oportunidade adoram gritar Lula livre !!!

    1. Chegamos ao ponto de não querer morrer passou a ser coisa de esquerdista. rsrsrs

  8. Se eu fosse o Mito já tinha dado as contas dele, quer ser estrela sozinho, fdp da laia dos caiado.

    1. Por qual motivo? Por esta sendo competente e sensato em meio ao caos? Esse governo é uma vergonha mundial

    2. Tiago , nem vez de vc ficar criticando o ministro da saúde pq vc não vai trabalhar em um hospital, ou doar algo para quem ta realmente precisando. Vc deve ser mais uma pessoa que não serve pra nada esse mundo.Vai lá trabalhar no hospital ou der uma solução para que a gente sai dessa situação, onde o povo estão morrendo. Na sua familia já morreu qtos?

    3. O BOZO, que tenha equilíbrio o MINISTRO está correto e só quem ganha com isto ñ é MANDETTA é o PRESIDENTE por que está seguindo as orientações médica da OMS.
      Vejam, os exemplos dos como ITÁLIA, ESPANHA, INGLATERRA e os ESTADOS UNIDOS, há pouco tempo vieram aplicar o isolamento SOCIAL, depois de muitas perdas vidas. E são países RICOS e tudo do primeiro mundo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Aprovado projeto que cria Semana Municipal de Educação no Trânsito

Para garantir mais segurança aos motoristas, ciclistas e pedestres, a Câmara Municipal de Natal aprovou na sessão ordinária desta quinta-feira (12) o Projeto de Lei n° 213/2019, encaminhado pelo vereador Bispo Francisco de Assis (PRB), que institui a Semana Municipal de Educação no Trânsito com o objetivo de incentivar mudanças de comportamentos e conscientização da população em geral.

O texto estabelece que serão realizadas, anualmente, ações entre os dias 18 e 25 de setembro, mesmo período da Semana Nacional de Trânsito. A iniciativa prevê uma programação com eventos que envolvam toda comunidade, inclusive no âmbito escolar, a fim de sensibilizar a juventude sobre o respeito nos espaços públicos.

“É de imensa importância o diálogo com a sociedade sobre problemas do trânsito e a responsabilidade de cada um, para que a convivência nas ruas e avenidas seja melhor e mais segura, diminuindo o número de acidentes e beneficiando diretamente o município, que gastará menos, com serviços de saúde. Para tanto, torna-se clara a necessidade de promover campanhas, que esclareçam condutas a serem seguidas, para que as pessoas se tornem multiplicadoras da educação e segurança”, defendeu Bispo Francisco.

Na sequência, o plenário derrubou um veto integral do Executivo ao Projeto de Lei n° 161/2017, de autoria da vereadora Eleika Bezerra (PSL), que estabelece determinações para denominação e renomeação das vias e logradouros públicos da capital potiguar.

“Considerando que o Instituto Histórico e Geográfico do RN é, atualmente, o grande guardião da memória potiguar, e visando resguardar o patrimônio histórico e cultural do nosso Estado e Município, se faz razoável a sua participação nos projetos de denominação e alteração dos nomes das vias da cidade, por meio da emissão de parecer prévio sobre a proposta apresentada”, concluiu a vereadora Eleika Bezerra.

Opinião dos leitores

  1. O bom é o respeito. Enquanto um vereador fala, os outros ou estão no Instagram ou em uma conversa paralela.

    1. Concordo com você.
      Mas, se eles não fizeram isso vão fazer o que?!
      Essa galera num sabe fazer outra senão essas inutilidades.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PSDB filia mais de 40 novos vereadores, prefeitos e vice-prefeitos no primeiro dia do prazo partidário

Foto: Divulgação

Após a abertura da janela partidária, o PSDB do Rio Grande do Norte recebeu a adesão de 42 novos vereadores, prefeitos e vice-prefeitos de várias regiões do Estado. A adesão em massa ocorreu na sede do partido, no bairro de Tirol em Natal, e contou com a presença do deputado Ezequiel Ferreira, presidente estadual do PSDB. Os novos filiados são de Canguaretama, Nísia Floresta, Serra Caiada, Bom Jesus, Extremoz, Olho D’água, Tibau, Grossos, Bento Fernandes, Ouro Branco, Lagoa Nova e Boa Saúde.

“O PSDB entrará nas eleições deste ano como o maior partido do Estado e nossa expectativa é que após o pleito o partido esteja ainda maior. Nosso trabalho tem sido sempre no sentido de fortalecer o partido, aproximar a legenda da população e atrair novas lideranças. É com muito prazer que recebemos os novos filiados, sejam todos bem-vindos. Que possamos juntos trabalhar pelo crescimento dos nossos municípios e do Estado”, disse Ezequiel Ferreira, deputado e presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Em Canguaretama, o PSDB que não possuía nenhum vereador, passa a contar com 9 representantes dos 13 membros da Câmara Municipal da cidade, inclusive com a presidente do Legislativo, Irmã Lila, pré-candidata a prefeita. “É com muita honra que estamos chegando ao PSDB, com a consciência da nossa responsabilidade em representar este partido e buscar continuar lutando por melhorias para Canguaretama”, disse Irmã Lila.

Já de Nísia Floresta, onde o partido já contava com quatro representantes na Câmara, o PSDB recebeu a adesão de mais 5 vereadores. A partir de agora, dos 11 representantes do Legislativo, 9 são tucanos – inclusive a presidente da Câmara Municipal, Polyana Dias. O ato de filiação contou com a presença do prefeito Daniel Marinho (PSDB) e do presidente do partido na cidade, Ricardo Marinho. “Estamos fortalecendo o partido, já tínhamos a maior bancada da Câmara e agora, vamos com certeza avançar ainda mais com o crescimento de Nísia”, disse Daniel.

De Serra Caiada, onde o PSDB também não possuía representação, se filiaram a legenda seis parlamentares além de vários pré-candidatos. O grupo chega ao partido sob a liderança do ex-prefeito Fausto Andrade. Quem também se filiou a legenda foi o pré-candidato a prefeito do município, Joãozinho Furtado. O ato de filiação do grupo contou com a presença do deputado estadual Raimundo Fernandes (PSDB).

Em Bom Jesus, o PSDB conta com a liderança do prefeito Clécio Azevedo, se filiaram ao partido oito vereadores. O gestor agradeceu a Ezequiel pelo apoio recebido concedido a sua administração, que tem recebido alta aprovação popular. O vereador Eduardo Motta, de Extremoz, também oficializou sua entrada no PSDB potiguar. O parlamentar é pré-candidato a prefeito da cidade.

De Olho D’água dos Borges, o PSDB recebeu a adesão da prefeita Maria Helena e de mais seis vereadores, também se tornando a maior bancada do Legislativo municipal. Outro prefeito que se filiou a legenda foi Naldinho, de Tibau, que chega ao partido junto com a vice-prefeita Lidiane, pré-candidata a prefeita e mais três vereadores, compondo agora uma bancada com quatro nomes.

De Grossos assinou ficha de filiação do partido a pré-candidata a prefeita Cinthia Sonali. Já de Bento Fernandes, o vice-prefeito e pré-candidato a Prefeitura, Robenílson Júnior, se filiou ao PSDB. Do município também se integra ao partido um vereador e um ex-vereador.

Já do município de Ouro Branco o PSDB recebeu a filiação de dois novos vereadores que se junto aos 2 já membros do partido que integravam a Câmara da cidade. Também chegam a legenda ex-vereadores e vários pré-candidatos. O empresário Denis Rildon e o vice-prefeito Dr. Araújo são os nomes mais fortes para a majoritária. O ato de filiação contou com a participação do deputado estadual Vivaldo Costa. O PSDB ainda filiou também nesta sexta-feira o vice-prefeito de Lagoa Nova, Iranildo Aciole. O prazo para troca de legenda encerra-se no dia 3 de abril, seis meses antes da realização do primeiro turno do pleito, marcado para 4 de outubro.

Opinião dos leitores

  1. Não voto nessa legenda…Amo minha nação….Partidos de centrão não merece o voto do povão… Nós estamos de olho em vocês na Net….A mídia só mostra o que os políticos querem…. Então, na Net temos a verdade…..

  2. Não voto nessa legenda…Sou Brasileiro e amo minha nação….Partidos que usam centrão não merece o voto povão….Estamos de olho na Net….

  3. A taba de Poti no fundo do poço e os vampiros, dissimulados, sugando sua anêmica hemorragia.

  4. As oligarquias dos oportunistas já começam a dar as cartas, onde os corruptos se alojam.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Sem Aliança, Bolsonaro diz que não pretende participar do 1º turno das eleições de 2020, com exceção para “um amigo ou outro” candidato a vereador


Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que pretende não participar do primeiro turno da campanha para nenhuma candidatura nas eleições municipais deste ano, com exceção para “um amigo ou outro” que vier a ser candidato a vereador.

Na chegada ao Palácio da Alvorada, no fim da tarde, ele foi instado a comentar a previsão de que o Aliança pelo Brasil, partido em criação, não será registrado a tempo do pleito de 2020, como admitiu o senador Flávio Bolsonaro (RJ), vice-presidente da sigla. Na sequência, comentou o o fato de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter identificado a assinatura de sete pessoas que já morreram nas fichas de apoiamento para o Aliança.

— Pelo que tudo indica, não dá tempo de sair. A questão de mortos, a manchete, acho que foi do Estado de São Paulo, “Aliança tem…”. São sete mortes. Um, o cara lá assinou a ficha e, na semana seguinte, teve uma acidente de motocicleta. Morreu. Os outros meia dúzia… Só sete, né? De não seis quantos mil, 50 mil. Sete apenas. Era CPF errado, a numeração errada, só isso aí — declarou.

Em seguida, o presidente foi questionado como vai se portar com relação às eleições municipais, diante da ausência do seu partido.

— Pretendo não participar no primeiro turno de qualquer candidatura entre os quase 6 mil municípios do Brasil. No tocante a vereador, eu tenho um amigo ou outro por aí, vou dar uma força para eles nisso aí —declarou.

Mato Grosso

Bolsonaro então comentou que pretende, no entanto, participar da eleição suplementar para o Senado em Mato Grosso — a senadora Juíza Selma (Podemos-MT) foi cassada pelo TSE. O pleito foi marcado para o dia 26 de abril, mas é alvo de disputa judicial. Indagado sobre quem seria apoiado por ele, o presidente disse que não poderia revelar o nome por questões legais.

— Eu não posso falar o nome agora, porque seria propaganda antecipada. Mas como hoje é dia da mulher: será uma mulher.

EXTRA/Agência O GLOBO

Opinião dos leitores

  1. O ANEL FOI UM FRACASSO!
    NÃO ADIANTOU NEM USAR OS EVANGÉLICOS E DEMAIS MILICIANOS…
    O FAKE COMEU NO CENTRO BOTANDO ATÉ GENTE MORTA NA LISTA.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    MMMMUuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

    1. Quem foi que disse isso a vc????
      Ķkkkkkkk
      Ôôô cabecinha ôca.
      Pastel de vento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Hoje não está sendo um dia fácil para o bolsonarismo”, afirma deputada federal Natália Bonavides em CPMI das Fake News

Foto: Alessandro Dantas/PT no Senado

A deputada petista foi uma das parlamentares que interrogou na tarde desta quarta-feira (4) um dos sócios da AM4 Brasil Inteligência Digital, agência que prestou serviços à campanha de Jair Bolsonaro, então do PSL.

Marcos Aurélio Carvalho, um dos donos da empresa, declarou ter disparado mensagens durante as eleições, mas alegou que não se tratavam de fake news. Segundo a prestação de contas da campanha de Bolsonaro, a AM4 foi a empresa que mais recebeu recursos da campanha e a única contratada para o marketing.

Para a deputada do PT “hoje não está sendo um dia fácil para o bolsonarismo. A quebra de sigilo mostrou que Eduardo Bolsonaro, filho do atual presidente, está diretamente ligado às milícias virtuais que atacam instituições e buscam destruir a reputação de opositores espalhando mentiras e atacando a democracia”.

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito discutirá ainda a quebra do sigilo bancário de outras empresas que supostamente estariam envolvidas no caso, como a Yacows, a Maut Desenvolvimento de Software, a Kiplix Comunicação Digital e a Deep Marketing.

Opinião dos leitores

  1. Como disse um colega: "muita gente boa foi enganada e votou na familícia, mas todo malandro e mau caráter votou por convicção nessa quadrilha.

  2. vários deputados ganhando salários altos para trabalhar para o o eleitor ou ficar fazendo fofocas de a ou b , que no final não dá em nada.

  3. Essa deputada é a mesma que votou para a proteção do deputado Wilson Santiago da PB envolvido com corrupção. Qual a moral dessa deputada que protege políticos envolvidos com corrupção. VERGONHA DO RN. ELA QUE DEVIA SE EXPLICAR. MORAL NENHUMA.

  4. Este Gado Minion deve amar Lulinha de paixão, só pode se preoculpen com seu Governo, afinal a Economia vai muito bem obrigado…
    ?????????

  5. Sempre assim, quando descobrem uma mentira da família dos vagabundos que estão no governo, o gado tenta desqualificar a pessoa, pois não consegue explicar a situação.
    Bote pra lascar, deputada..essa quadrilha familiar tem que sair.
    Muuuuuuu

  6. Esperto e batalhador foi o Lulinha, que de catador de bosta passou a milionário com o pai LULADRÃO.

  7. Lamentavelmente, a última eleição houve uma enxurrada de notícias falsas, desconexas que somadas a insatisfação popular com os escândalos de corrupção, uma violência desmedida e por falta até mesmo de opção fizeram uma parte significativa da população escolher o que está posto aí. É o que a democracia, felizmente, permite que aconteça.

  8. Natalia tem estudo não é analfabeta como os patetas NARO não….se toque. Bando de BABÃO SABÃO, ESCORREGAM MAIS DO QUE LODO…..SE PROCURAR NEM CAFE TEM EM CASA,

  9. PARABÉNS NATALIA, A INVEJA E O DESESPERO SÃO GRANDES DA TURMINHA SABAO DO BOSTANARO ….ESTAO ESCORREGANDO COM TANTA SABOTAGEM E LADROICE DA FAMÍLIA PATETA…ELE O MALDITO , VIVE ALIMENTANDO DEFENSORES EM BLOGS E REDES SOCIAIS….COITADOS….MAIS QUE SAO MARGINAIS ACEITEM…..BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO….BOTA ESSE COJA DE BOLSOCHIFRUDO NO XILINDRO

  10. Os Bolsonaros não formam uma família, mas sim uma familícia.
    Vamos fazer arminha no dia quinze… não esqueçam de distruir bananas.

  11. O problema não é o cara ser direita, de centro ou de esquerda. O problema é o cara ser Burro. Existem pessoas dignas em todos os espectros políticos, mas o Brasil escolheu um completo desqualificado! Você não é obrigado a defendê-lo. Reconheça que errou e ponto final…

  12. Essa mulher é totalmente desprovida de mérito. Devemos essa escrescencia à Governadora Fátima Bezerra que, a essas alturas, deve estar arrependida.

  13. Deputada Não agrega nada para o RN para o Brasil , uma pena para o RN , até imagino quem votou nela já deve ter esquecido

  14. Fácil, é só falar com Fafá Bokus, ela sabe como é fácil fazer uma ruindade, crueldade, sacanagem, perversidade, é só ver a reforma da previdência estadual uma maldade só, esse pt é uma enganação. Em tempo os professores do estado iniciaram a greve hoje!

  15. Natália, tá difícil de ver você dizer alguma coisa sobre a REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE FÁTIMA….. Fala aí alguma coisa mulher! Você é CONTRA ou a FAVOR??

  16. REALMENTE, " A quebra de sigilo mostrou que Eduardo Bolsonaro, filho do atual presidente, está diretamente ligado às milícias virtuais que atacam instituições e buscam destruir a reputação de opositores espalhando mentiras e atacando a democracia”.
    Espero que isso seja rebatido com argumentos, pois de muídos e mugidos já estamos calejados.

    1. Joaquim só falta voce querer dizer que os analfabetos BOLSOTRALHAS sao capacitados???? Ohhhh meu caro, va tomar um banho de mar e encher seu cérebro de JUIZO…porque de doisp basta esse imbecil presibosta

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PSDB confirma candidatura do ex-ministro Gustavo Bebianno a prefeito do Rio de Janeiro

Imagem: reprodução/internet

Protagonista de uma queda de braço nos bastidores do PSDB do Rio, o ex-ministro Gustavo Bebianno será o candidato do partido à sucessão do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) no lugar de Mariana Ribas, lançada como pré-candidata tucana em setembro do ano passado. A substituição foi adiantada nesta quarta-feira pelo blog do jornalista Lauro Jardim e ocorre após negativa recente do governador de São Paulo, João Doria, com quem Bebianno havia se reunido em janeiro. Na sigla, o ex-aliado do presidente Jair Bolsonaro angariou aliados, rachando a sigla fluminense, e uma eventual troca de partido após três meses de filiação chegou a ser cogitada.

Após a participação de Bebianno no programa “Roda Viva” da TV Cultura, na segunda-feira, Doria se convenceu a apoiar a candidatura do ex-ministro à prefeitura do Rio. O anúncio oficial será feito em coletiva na manhã de quinta-feira.

Ribas, por sua vez, será convidada por Doria para atuar na área de cultura em São Paulo. Ela foi secretária de Cultura na gestão Crivella, além de diretora da Ancine, e teve sua pré-candidatura defendida por Doria e pelo empresário Paulo Marinho, suplente do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), mas que também rompeu com o clã presidencial antes de assumir a presidência estadual do PSDB.

Doria e Marinho foram responsáveis pela filiação de Bebianno, com a atribuição de articular a sigla para a disputa municipal. Durante a participação no “Roda Viva”, Bebianno elogiou Ribas, mas admitiu que ainda alimentava sua própria candidatura no Rio.

— Quando cheguei ao PSDB, o partido já tinha uma pré-candidata. A política é muito dinâmica. Isso não apaga meu desejo de, quem sabe, vir a disputar a prefeitura — disse Bebianno.

A insistência de Doria e Marinho pela candidatura de Mariana Ribas desagradou Bebianno. Segundo um integrante do PSDB, Bebianno manifestou pela primeira vez, em reunião da Executiva estadual do PSDB neste ano, a possibilidade de trocar de partido. Procurado pelo GLOBO, Bebianno negou e disse que não participa das reuniões da Executiva estadual.

O PSL, partido que Bebianno deixou após romper com Bolsonaro e ser exonerado da Secretaria-Geral da Presidência, no início de 2019, era visto como um possível destino por conta da amizade com o presidente nacional da legenda, Luciano Bivar. Procurado, Bivar não deu retorno. Bebianno também manteve conversas recentes com o governador do Rio Wilson Witzel (PSC), outro que está no radar do PSL.

Membros do PSDB tratam como plano B uma composição do partido com candidatos de outras siglas, como o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM). Em meio à queda de braço, Mariana Ribas vinha marcando posição como aliada de Doria e assistiu à final do torneio de tênis Rio Open ao lado do governador de São Paulo, no último dia 23, no Jockey Club.

Na terça-feira, integrantes do PSDB do Rio ainda consideravam de pé a candidatura de Mariana Ribas. A vereadora Teresa Bergher, que disputará o quarto mandato consecutivo na Câmara Municipal do Rio, criticou a manutenção da pré-candidatura de Ribas e afirmou que Bebianno “teria maior potencial”. Bergher disse que estuda convites para trocar o PSDB pelo PDT ou pelo Cidadania, dos pré-candidatos Martha Rocha e Marcelo Calero, respectivamente.

— Não tenho nenhum compromisso com a candidatura da Mariana. Ainda estou no PSDB porque não sou uma pessoa de trocar de partido. Mas percebo que esse “novo PSDB”, como vem sendo chamado, não construiu nada. Houve uma intervenção absurda no Rio — disse Bergher.

Bebianno também ganhou apoio entre prefeitos do PSDB no estado. Dr. Aluízio, de Macaé, se manifestou publicamente a favor da candidatura do ex-ministro de Bolsonaro no Rio e participou da reunião em que Doria disse “não”.

Em meio à disputa envolvendo a pré-candidatura de Mariana Ribas, Doria também encarou descontentamento entre membros do partido com mandato. O prefeito de Mesquita Jorge Miranda, substituído por Marinho no comando estadual, não deve seguir no PSDB. A fila de desfiliações do inclui também o deputado estadual Luiz Paulo, que ganhou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) o direito de trocar de sigla sem perder o mandato. Luiz Paulo classificou Doria como “golpista” após as intervenções do governador paulista no Rio.

O GLOBO

Opinião dos leitores

  1. Pronto, era só o que faltava, como diz o Tico de perpétua, agora o Rio de Janeiro se lasca de uma vez.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *