FOTO: Secretaria descarta intoxicação por óleo em turista de MG que teve manchas no corpo após banho de mar na Bahia

Foto: Arquivo Pessoal

A Secretaria Municipal de Saúde de Ilhéus, no sul da Bahia, onde o turista de Minas Gerais sofreu manchas no corpo após tomar banho de mar, descartou nesta terça-feira (5) o quadro de intoxicação pelo óleo que atinge as praias do litoral nordestino.

De acordo com o boletim, o diagnóstico inicial de Anderson Gabriel é de queimadura de primeiro grau. Os exames feitos por ele não tiveram alterações e as costas dele apresentam quadro de descamação. Ele foi internado na segunda (4), no Hospital Regional Costa do Cacau após um mal-estar, com vômitos e náuseas.

De acordo com o coordenador da Vigilância em Saúde da cidade, Gleidson Souza, a queimadura não tem relação com as manchas de óleo que atingiram a cidade. Ele disse ainda que o turista já teve melhora no quadro de mal-estar nesta terça.

“A queimadura não tem relação epidemiológica com o óleo. O paciente não tem sinais de intoxicação clássico do petróleo, não teve nenhuma alteração nos exames. No momento ele está com bom estado geral, orientado, sinais vitais normais. Sem sinal de intoxicação”, descreveu Gleidson.

O G1 questionou ao coordenador se há informação sobre o que causou a queimadura no turista. Segundo Gleidson, as causas da queimadura ainda estão sendo apuradas.

Em entrevista ao G1, no domingo (3), Anderson Gabriel contou que caminhava sozinho na praia quando decidiu tomar um banho de mar. O turista conta que ficou dentro da água por cerca de 40 minutos e saiu quando o corpo começou a arder.

“Eu estava fazendo uma caminhada na areia. Aí na hora que eu fui tomar um banho de mar, fiquei uns 40 minutos dentro da água. O meu corpo começou a coçar e queimar, e eu saí da água. Na praia eu não vi óleo, mas quando eu cheguei em casa, que eu fui tomar banho, começou a sair uma água escura [do corpo] e a bucha ficou muito oleosa”, lembrou Anderson.

O coordenador da Vigilância disse que a esponja usada por Anderson foi analisada, mas que vestígios de óleo não foram encontrados. Ele pontuou ainda que uma análise da água também está sendo feita.

G1

Turista estrangeiro é barrado na entrada e boate é condenada a pagar indenização

Um turista estrangeiro será indenizado no valor de R$ 5 mil, por ter sofrido danos morais, a ser pago pela empresa Decky Bar e Restaurante Ltda., em razão de ter sofrido discriminação em razão da sua nacionalidade, praticada no interior do estabelecimento comercial no segundo semestre de 2009. A sentença condenatória é da juíza Maria Cristina Menezes de Paiva Viana, do Grupo de Apoio às Varas Cíveis e atuando na 11ª Vara Cível de Natal.

O turista moveu Ação de Indenização por Danos Morais contra o Decky Bar, sob alegação de que foi impedido de entrar no estabelecimento pelo fato de ser estrangeiro. Ele informou que, no dia 6 de setembro de 2009, estava com amigos e resolveram ir ao Decky Bar e Restaurante, e que ele, a fim de reservar uma mesa para o grupo, se dirigiu primeiro ao bar e, lá chegando, teria sido surpreendido pelo segurança do local e pela hostess que frustraram a sua entrada ao estabelecimento.

O turista informou ainda que, depois de questionar os funcionários do bar, pediu a presença do gerente, e que este disponibilizou uma mesa para o grupo. Porém, pela suposta humilhação e discriminação que entende ter sofrido, não quis mais permanecer no ambiente, ocasião que o autor e os amigos foram para outro restaurante e que depois resolveram prestar um B.O.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato disse:

    Helio, mas como Advogado militante, tem-se que admitir: essa demora no julgamento dos processos está deixando de existir. A nomeação de uma leva de Juízes no ano passado foi muito importante para a redução do tempo de julgamentos aqui. Esse Pessoal entrou com gosto de gás para julgar e graças a Deus deu um novo ânimo à nossa Justiça e a quem depende desta. Vejo os processos andando.
    Inclusive, acredito que a magistrada que Julgou este processo, que se arrastava há anos, faz parte dessa Turma nova.

  2. Jorivan disse:

    Engraçado que muitas outras até muito mais graves do que essa é julgada como mero aborrecimento, e mesmo quando dá uma condenação não passa dos 2.000,00 (dois mil reais).
    Turista é mesmo outra personalidade.
    Princípio da ISONOMIA: "Todos são iguais perante a Lei".
    O problema é saber quem são os "todos".

  3. Helio Motta disse:

    Oito anos para julgar um processo. Isso é eficiência? Motivo de orgulho? Veja quanto se gastou para manter essa Vara funcionando nesse período.
    Numa empresa privada se não resolver em 08horas tá na rua. No Judiciário levam 08 anos e ainda podem ganhar prêmio do CNJ.

    • Sergio disse:

      Tenho um amigo que também espera desde 2009 , um caso também simples. A AutoBraz veículos usou copia de seus documentos, falsificou sua assinatura. Colocou um veículo em seu nome sem sua autorização. O coitado teve o nome incluso na divida ativa por atraso de pagametos de IPVA. e teve multas em seu nome, processo se encontra na mesa do Juiz a seculos. E pasmem um constrangimento desse e só foi concedido R $5 mil de multa para a empresa.

Turistas podem ficar sem atendimento médico nas Olimpíadas, dizem entidades

22-jun-2015-vista-aerea-do-parque-olimpico-do-rio-de-janeiro-as-construcoes-do-local-ja-podem-ser-vistas-do-alto-1435017224080_615x300A rede pública de saúde do Rio de Janeiro não está preparada para atender os milhões de turistas que virão para as Olimpíadas, afirmaram hoje (11) os dirigentes do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) e do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SindMed/RJ).

“Hoje há uma falência decretada no setor da saúde pública, e precisamos interromper um ciclo de impunidade na saúde do Rio de Janeiro”, disse o presidente do sindicato, Jorge Darze, em coletiva de imprensa nesta tarde. Ele adiantou que vai ajuizar uma ação contra o governo do estado por crime de responsabilidade pelo quadro atual da saúde no Rio.

“Os estrangeiros que vierem para as Olimpíadas precisam saber que, se ficarem doentes, terão dificuldade de serem atendidos e que encontrarão uma situação gravíssima. Tememos que haja mortes por conta desse problema e os médicos não poderão ser responsabilizados por isso”, acrescentou.

Para o vice-presidente do Cremerj, Nelson Nahon, um dos motivos do fracasso da saúde pública no Rio de Janeiro é o modelo de gestão adotado no sistema público de Organizações Sociais (OSs), que segundo ele é caro, ineficaz e antiético.

“O Tribunal de Contas [do município] avaliou 12 contratos de nove OSs e encontrou irregularidades de R$ 80 milhões”, disse. Ele afirmou que o estado enfrenta hoje déficit de cerca de 150 leitos, diariamente. “E quando se fala em oncologia, no Rio, a fila é de cerca de 600 pacientes por dia. Morre gente todo o dia no Rio de Janeiro por falta de condições nos hospitais”, declarou.

O governo do estado informou, por meio da assessoria, que não se pronunciaria sobre as críticas e declarações feitas na coletiva.

Estado de emergência

No dia 23 de dezembro, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, decretou Estado de Emergência no Sistema de Saúde. Dias depois, o Ministério da Saúde criou um gabinete de crise e anunciou envio de R$45 milhões ao governo fluminense para amenizar a crise na saúde.

Na semana passada, os hospitais estaduais Albert Schweitzer, em Realengo, e Rocha Faria, em Campo Grande, foram municipalizados. Nesta manhã, funcionários do Rocha Faria protestaram contra a municipalização do hospital, alegando que o hospital está sendo privatizado, e não, municipalizado, já que vai ser gerido por uma organização social (OS).

Fonte: Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. marcos disse:

    Olha a olimpiada ai gente! VERGONHA!!!!

INSEGURANÇA: Grupo de 42 turistas é assaltado em Maracajau

Um grupo de 42 turistas que estavam realizando um passeio a praia de Maracajaú foi vítima de um assalto praticado por três criminosos.

Segundo informações da Delegacia Especializada de Atendimento o Turista (Deatur), os três bandidos abordaram de forma violenta o grupo que estavam em fazendo o passeio entre a praia e uma das lagoas da região. Lamentavelmente, foram levados vários pertences pessoais como câmeras, celulares, alianças e dinheiros. O medo foi grande entre os turistas.

Após o assalto, os trio fugiu de motocicleta. Até o momento ninguém foi preso. Um dos bandidos foi reconhecido como “Romário”, nome que uma das vítimas escutou durante a abordagem dos criminosos. O caso foi registrado no final da tarde de hoje na Deatur. A polícia que acredita que os bandidos são os mesmos responsáveis por outros assaltos praticados na região.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MARCELO ESCÓSSIA disse:

    PERGUNTA AO NOSSO MINISTRO DO TURISMO QUE PROVIDÊNCIAS SERÃO TOMADAS PRA SALVAGUARDAR OS BANDIDOS? PQ OS TURISTAS ESTÃO ENTREGUES!

"OBRIGADOS": Em rede social, turista diz que taxistas "fecham" vans em caminho de aeroporto de São Gonçalo para que usem serviço

Print

Reprodução via Jornal de Hoje

O Jornal de Hoje destaca nesta quarta-feira (30), uma denúncia que se confirmada, seja de gravidade absurda. Uma turista desabafou em uma rede social que taxistas que não querem permitir que as vans façam o serviço de traslado dos turistas até o novo aeroporto de Natal. Veja acima desabafo.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Essa máfia de taxista existe em todas as cidades turísticas. Passei por isso em Porto Seguro.
    Estava escolhendo onde passar as férias de novembro, estava indeciso entre voltar a Natal ou Fortaleza. Mas depois desta notícia, acho que Fortaleza é mais segura, pois vou com esposa e filha pequena.
    Uma pena, pois gostei muito de Natal quando fui em 2012.

  2. Eduardo disse:

    Em Natal como em quase todas as cidades do País existem verdadeiras máfias de taxistas, que se unem em verdadeiras quadrilhas para assaltarem os turistas e nativos do lugar…muitos andam armados, muitos são perigosos mesmo…esse caso aí merece uma apuração imediata da polícia e do MP, pois assim como os bugreiros que se sentem donos das praias e dunas, os taxistas querem por força Divina se sentirem donos das ruas das cidades…

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Há quanta saudade do AEROPORTO AUGUSTO SEVERO, não tinha nada disso, bem localizado e perto de tudo, alias o Rio Grande do Norte precisa de Hospitais, Escolas, Estradas, Segurança e ate Presidios, menos de um NOVO AEROPORTO. E por falar em Aeroporto Augusto Severo pq nenhum politico de Parnamirim saiu em defesa do aeroporto?? Nem o Prefeito Mauricio Marques e muito menos os vereadores. Viva o poder do DEPUTADO COPA DO MUNDO!!!

    • edu disse:

      Concordo Luciana,esse aeroporto novo beneficiou apenas os politicos ,os alves, e lembro que durante anos diziam que seria o maior aeroporto do país, mas na verdade é do mesmo tamanho do augusto severe,ou seja, mudança sem sentido, o novo é longe de tudo pra beneficiar os taxis,e enquanto isso os politicos do estado continuam pousando e decolando no augusto severo com seus jatinhos.

  4. Fonseca disse:

    Kerginaldo Júnior tem toda razão. O mal que esses taxistas imbecis fazem não é somente à pessoas atingidas naquele momento, mas também ao turismo e à imagem do nosso Estado. Essa conduta é criminosa e não pode ficar sem punição.A prefeitura de São Gonçalo tem obrigação de pedir desculpas à turista e ao motorista da van, além de deixar que indiquem quais as viaturas de táxi que fizeram essa barbaridade para cassar suas concessões.

  5. Sergio Nogueira disse:

    Não conto dois meses que os taxistas fecharam a Roberto Freire porque existe uma empresa que leva passageiros ao Aeroporto Fim do Mundo por um preço menor. Mas nem me admiro que taxistas adotem posturas criminosas numa cidade sem lei.

  6. Kerginaldo júnior disse:

    Isso era para as autoridades responsáveis apurar esse fato e tomar as concessões de taxista desses palhaços que denigre nossa cidade…

Seturde assina ordem para aquisição de trailers para atendimento aos turistas

A Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Turismo de Natal e Desenvolvimento Econômico (Seturde) está adquirindo quatro Centros Móveis de Atendimento ao Turista (CATs – trailers), que serão colocados nas praias do Forte, Redinha, Ponta Negra e Centro Histórico. A ordem para aquisição a Motor Trailers do Brasil Ltda no valor de R$ 234 mil foi assinada nesta sexta-feira (1), pelo secretário Fernando Bezerril. Os equipamentos fazem parte das ações da secretaria na adequação da infraestrutura turística da cidade já se preparando para atender aos turistas durante a realização da Copa do Mundo 2014 que tem Natal como uma das cidades sedes. Os recursos são oriundos do Ministério do Turismo.

Segundo Fernando Bezerril os CATs irão dispor de um excelente serviço de informação especializado, atendido por guias turísticos bem capacitados e credenciados pela Seturde que atenderão os questionamentos dos visitantes acerca dos pontos turísticos de nossa cidade, bem como as melhores formas de acesso a estes. Por tratarem-se de equipamentos móveis, os CATs podem atuar em diversos locais, ampliando assim, seu raio de alcance no atendimento aos natalenses e aos turistas. Com aquisição dos CATs, se somam agora seis postos volantes que a secretaria terá para atender aos turistas em Natal.

Os CATs foram pensados para atender as regiões de Natal mais visitadas e serão implantados na Praia da Redinha, Cidade Alta, Ponta Negra, Forte e nas imediações do Estádio Arena das Dunas. Esse último, especificamente, é o ponto de maior destaque, pois atenderá o turista que prestigiará os jogos no referido estádio, durante a Copa do Mundo.

Jovem é preso acusado de assaltar turistas de SP na Zona Leste de Natal

Foi preso em flagrante e autuado na tarde desta segunda-feira (13), na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), um jovem identificado como João Maria Noberto da Silva, de 20 anos. Ele é acusado de assaltar duas turistas de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu pela manhã, no bairro de Brasília Teimosa, Zona Leste de Natal. O acusado, inclusive,  já tem passagem pela polícia por furto e pela Lei Maria da Penha.

Turista nacional gasta R$ 192,79 por dia no estado, diz pesquisa do IPDC Fecomércio

Homem, funcionário público ou aposentado, casado, na faixa dos 36 aos 50 anos, viajando com a família, a passeio, oriundo principalmente de São Paulo e que fica no estado por dez dias, período no qual gasta, apenas aqui (descontando os gastos com o deslocamento até Natal), R$ 5.514,82 em média. Este é, resumidamente, o perfil do turista que visita o Rio Grande do Norte, segundo uma pesquisa recém concluída pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), ligado à Fecomércio RN.

A pesquisa mostra que 50,9% dos nossos turistas são homens, residentes principalmente na região Sudeste do Brasil. São Paulo (30,4%) e Rio de Janeiro (11,6%) são os maiores emissores de turistas, seguidos por Minas Gerais (8,2%) e Distrito Federal, com 7,7%.

A maior parte dos entrevistados, 26,9%, tem idades entre 36 e 50 anos, predominando aqueles com escolaridade de nível superior (43,9%), e que têm como principais ocupações as de funcionário público (19,9%), aposentado/pensionista (14,2%), comerciário (10,7%) e profissional liberal (9,5%). Entre os entrevistados 57,5% são casados e costumam viajar em família (74,8%). Cerca de um terço (32,8%) dos entrevistados, declarou ter renda mensal na casa dos R$ 3 mil e R$ 6 mil.

O tempo médio de permanência na cidade foi de 10 dias, (mais…)

Fisioculturista morta em Natal deve passar por perícia em SP

Letícia MacedoDo G1 SP

Fabiana Caggiano era campeã de fisiculturismo (Foto: Reprodução/Facebook)

O corpo da fisioculturista Fabiana Caggiano Paes ,morta em Natal na quarta-feira (2), deve passar por uma nova perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Osasco, na Grande São Paulo. O pedido foi feito pelo marido de Fabiana, segundo contou ao G1 Amanda Caroline Caggiano, irmã da fisioculturista. O corpo deve chegar no início da tarde desta sexta-feira (4) em São Paulo.

Fabiana, o marido e alguns familiares passavam férias na capital potiguar. Segundo os parentes, a paulista caiu enquanto tomava banho e ficou desacordada na manhã da do dia 27. No entanto, o laudo inicial do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) indicou que o corpo de Fabiana apresentava sinais de asfixia mecânica. Segundo a versão do marido dela, o empresário Alexandre Furtado Paes, Fabiana foi levada para a UTI de um hospital particular de Natal por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) apresentando insuficiência respiratória. Ela ficou hospitalizada até esta quarta-feira, quando morreu.

Nesta quinta-feira (3), o empresário havia dito que pediria uma nova perícia. “Ela teve 20 paradas cardíacas. Os médicos do Samu tentaram reanimá-la e não conseguiram. Como isso pode ter  ligação com um sufocamento? Esse laudo está errado. Eu vou pedir outro em São Paulo. Irei acompanhar isso com o suporte de um advogado”, disse Paes.

Na certidão de óbito emitida pelo 4º Ofício de Notas de Natal consta que a causa da morte será “definida na dependência de exames complementares”. Segundo Paes, o resultado dos exames solicitados pelo médico legista deverá sair em 30 dias.

 

EUA querem atrair mais turistas brasileiros com campanha 'multicultural'

Os Estados Unidos estão investindo em uma campanha publicitária ”multiculturalista”, para atrair turistas de diferentes países. Um dos principais alvos é o Brasil.

 A campanha que envolve TV, mídia impressa e redes sociais traz imagens que visam retratar o país como uma terra inclusiva, em que todos são bem-vindos, independentemente de raça, religião e preferência sexual.

 

Polícia prende assaltantes em Nísia Floresta

Policiais civis da Delegacia de Nísia Floresta, a 30km de Natal, prenderam na tarde desta sexta-feira (10) três homens acusados de assaltar um casal de turistas de Brasília-DF, quando eles voltavam da Praia de Búzios  por volta das 12h30. Matheus Silva dos Santos, de 23 anos, Fábio Augusto Texeira Furtado Silva, de 32 anos e William Fernandes Cirilo foram pegos o na localidade de Campo de Santana.

Segundo o delegado Alexsandro Gomes, “o trio foi capturado por volta das 14h30 quando estava a caminho da BR 101 em direção à Natal e pararam para abastecer o carro”, diz.  Ele conta também que quando os assaltantes viram a polícia ainda tentaram fugir voltando para Nísia Floresta.

Ainda segundo Gomes “a polícia esta em diligências para encontrar a arma do crime. Há suspeitas de que eles tenham jogado ela num rio em aqui em Nísia Floresta”, acrescenta. Com os acusados foram apreendidos o material do roubo além de outros pertences que possivelmente são oriundos de outros assaltos.“Recuperamos os dois celulares das vítimas, além de uma quantia em dinheiro e uma bolsa com outros objetos do casal”, finaliza o delegado.

Família norte-americana é assaltada em Barra de Maxaranguape

Uma família norte-americana foi assaltada no início da tarde desta quarta-feira (28) em Barra de Maxaranguape, praia no litoral Norte do Estado. Seis homens armados com revólveres e usando capuzes pararam o buggy em que os os integrantes da família estavam e levaram dinheiro, joias, aparelhos de telefone celular e máquinas fotográficas.

A brasileira Rosana Barger, casada com um empresário norte-americano, contou como se deu o crime. “Estávamos no buggy eu, meu marido, nosso filho e minha irmã. De repente, os seis homens saíram do mato correndo e, apontando as armas em nossa direção, obrigaram o bugueiro a parar o carro. Eles nos mandaram descer e dar todos os pertences que possuíamos. Houve um momento que tive mais medo, pois achei que meu marido iria reagir e algo pior pudesse acontecer”, contou Rosana por telefone à reportagem da TRIBUNA DO NORTE. Toda a ação durou cerca de meia hora.

Rosana trabalha em uma operadora de cartão de crédito mora com o marido e o filho no Estado da Flórida. “Vim para cá após pesquisar na internet e ver que era um local seguro. Estava pensando até em, quando regressar para os Estados Unidos, fazer publicidade positiva e ver se outras pessoas também viriam para cá. Mas agora o que eu quero e voltar correndo para minha casa e dizer às outars pessoas que nunca pisem aqui”, complementou a brasileira.

A família de Rosana chegou segunda-feira (26) a Natal. Eles passam férias no Rio Grande do Norte e pretendiam ficar pelo menos uma semana por aqui. A TRIBUNA DO NORTE falou com Rosana no momento em que ela registrava um Boletim de Ocorrência na delegacia de Maxaranguape.

“Agora é o que eu quero mesmo é voltar para Natal, arrumar as nossas malas e ver se até amanhã voltamos para casa”, concluiu.

[FOTOS] Enganados por GPS, turistas param carro alugado no mar

Foto: Chris McCormack/Redland Times/Reuters

Três turistas japoneses foram enganados pela maré baixa e o GPS e acabaram atolando na quinta-feira (15) um carro alugado na baía de Moreton, próximo a Brisbane, na Austrália, na tentativa de chegar à ilha North Stradbroke.

Segundo o jornal “Redland Times”, o trio formado por Yuzu Noda, de 21 anos, Tomonari Saeki, de 22, e Keita Osada, de 21, acabou com o carro preso na lama e teve que abandonar o veículo. A maré depois subiu e deixou o carro parcialmente debaixo d’água.

Os três estudantes de Tóquio acreditavam que o GPS seria capaz de orientá-los. No entanto o dispositivo não mencionou que havia uma área de mangue entre o continente e a ilha. Segundo eles, o navegador indicou que iriam entrar em uma estrada.

No entanto eles ficaram presos depois que seguiram a orientação do GPS e entraram na baía, na região de Oyster Point. O carro acabou preso na lama após rodar 500 metros. Sem alternativa, eles tiveram que abandonar o veículo e chamar o resgate.

Foto: Chris McCormack/Redland Times/Reuters

Fonte: G1

Turista gasta uma média de R$ 220 por dia em Natal

Por interino

Tendo como foco dar suporte à tomada de decisões e delineamento de ações voltadas ao fortalecimento da atividade turística no Rio Grande do Norte, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado, através do seu Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), realizou, entre os dias 19 e 27 de janeiro passado, uma pesquisa ouvindo 350 turistas que visitavam a cidade de Natal para traçar um perfil detalhado deste visitante.

Entre as principais constatações estão o fato de que a maioria dos nossos visitantes é de homens (58%), paulistas (27,1%) e com escolaridade de nível superior (52,9%). Dois outros pontos podem ser considerados bastante positivos – sobretudo em contraponto aos riscos do chamado “turismo sexual”. De acordo com a pesquisa, 70% dos turistas que vem a Natal são casados e 81,3% viajaram com suas famílias.

Aproximadamente 30% dos entrevistados, declararam ter renda situada entre R$ 3.001,00 e R$ 6.000,00. Em meio aos visitantes estrangeiros entrevistados, que foram 12,1% do total, a maioria chegou ao Brasil diretamente por Natal (54,8%), tendo como principais pólos emissores Argentina, Itália e Portugal.

O tempo de permanência dos turistas na cidade – que historicamente era de sete dias – ficou um pouco acima desta média na pesquisa do IPDC/Fecomércio, batendo em nove dias. Quando questionados sobre o que mais lhes atraiu para Natal, 94% dos entrevistados citaram os atrativos naturais, sobretudo as praias.

Um outro questionamento interessante (já que pode balizar o período de eventuais campanhas de divulgação do destino Natal em potenciais pólos emissores) foi o de quando o visitante efetivamente tomou a decisão de viajar para Natal. Entre os entrevistados, 23,9% decidiram três meses antes da viagem, enquanto 21% tomaram esta decisão com seis meses de antecedência. A maioria chegou à cidade em vôo regular (64,9%), – sendo 56,5% pela TAM. Dos pesquisados, 65,9% tiveram suas viagens organizadas por agências de turismo.

Com relação ao gasto total no estado – incluindo hospedagem, alimentação, compras e etc. – verificou-se que, os turistas (de uma maneira geral) gastaram em média R$ 5.960,10 para um grupo médio de três pessoas que ficaram nove dias no estado. Com isso, o gasto médio diário por turista ficou em R$ 220,74. Os gastos médios diários dos turistas estrangeiros, incluindo-se aí todas as suas despesas na cidade, foram pouco superiores aos dos brasileiros.

Os turistas internacionais gastaram no total em média R$ 6.395,00 (seis mil trezentos e noventa e cinco reais), porém o tempo médio de permanência foi maior (15 dias) e  os gastos foram divididos para duas pessoas, o que redunda em uma média diária de R$ 213,17 por turista.

Já os visitantes nacionais gastaram em média R$ 5.865,00, com tempo de permanência médio de oito dias e grupos de três pessoas, o que levou a média de gasto diário por turista para R$ 244,37.

Analisando os gastos por segmento, pode-se constatar que tivemos um total médio de R$ 2.964,97 com hospedagem; R$ 1.135,02 com alimentação; R$ 418,71 com transporte no local; R$ 697,74 com diversão; e R$ 567,31  com compras.

Avaliação

Os preços na cidade foram avaliados como normais pela maioria dos entrevistados (57,5%). Entretanto um percentual significativo (37,9%) considerou o nível dos preços elevado. A grande maioria (82,2%) dos entrevistados projeta retornar a Natal. Outro dado positivo é que quase todos os nossos visitantes (98%) recomendariam a cidade a outras pessoas.

Os maiores índices de aprovação plena (excelente+bom) dos equipamentos e serviços turísticos da cidade foram: hospitalidade/povo, com 93,2%, bares e restaurantes com 92,2%, empresas/serviços de turismo receptivo, com 90,5%, serviços da rede hoteleira com 90%, meios de hospedagem com 89,9%, passeios e comércio/compras, ambos com 87,9%.

A infraestrutura e os serviços da cidade foram os que obtiveram os menores índices de aprovação plena (que resulta da soma dos conceitos excelente e bom superiores a 80%). O mais bem avaliado, que atingiu esse índice de classificação, foi: condição/qualidade ambiental de Natal (preservação do meio ambiente) com 88,9%. Já  a limpeza pública foi o item que obteve o menor índice de aprovação plena, com 51,4%.

Fecomércio divulgará perfil dos turistas que visitam Natal nesta quarta

Por interino

Uma entrevista coletiva na próxima quarta-feira, 29.02, às 10h na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, vai marcar a apresentação de uma pesquisa sobre o perfil do turista que visita Natal. Com detalhes inéditos sobre o nosso visitante, o estudo, realizado pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC) – órgão ligado à Fecomércio, foi realizado entre os dias 19 e 27 de janeiro e ouviu cerca de 350 turistas em diversos hotéis e locais de grande fluxo da cidade.

Os resultados serão apresentados pelo presidente da Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, e pelo coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio, George Gosson. A coletiva contará ainda com a presença do presidente da seccional potiguar da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (Abih), Habib Chalita Junior.

Serviço

O que: Coletiva sobre pesquisa “Perfil do turista que visita Natal”
Quando: 29.02.2012
Horário: 10h
Onde: Sede da Fecomércio (Avenida Alexandrino de Alencar, 562 – Alecrim)

Brasileiro vira ‘sacoleiro global’

Está no Blog de Josias de Souza

Em campanha, Barack Obama mandou desburocratizar a concessão de vistos a turistas brasileiros. A crise e os números ajudam a entender o gesto. O Ministério do Turismo prevê: 4 milhões de brasileiros devem viajar ao exterior nos próximos seis meses.

Tomado pelos hábitos, o turista brasileiro revela-se um insensato com cartão de crédito. No estrangeiro, acomoda as compras acima de qualquer outro objetivo.

Em 2011, a brasileirada torrou no exterior US$ 22 bilhões –33% a mais do que gastara em 2010. Só os chineses (US$ 55 bilhões, aumento de 38%) superaram os patrícios, autoconvertidos em sacoleiros globais.