Ex-deputado e comunicador Paulo Wagner morre de infarto aos 57 anos, em Pirangi

Foto: Reprodução/Programa Cara a Cara com BG/Band

O ex-deputado federal e comunicador Paulo Wagner, que também foi vereador em Natal, morreu por volta das 23 horas desse domingo, de um infarto fulminante, dentro de seu apartamento, na praia de Pirangi, em Parnamirim.

O velório está acontecendo no cemitério Morada da Paz e a cerimônia de cremação, às 18 horas desta terça-feira. O ex-apresentador deixa mulher. Não tinha filhos.

Segundo fontes do Blog do BG, Paulinho, como era mais conhecido, havia feito recentes exames de saúde, mas nada de anormal havia sido observado no coração. Contudo, sofria de problemas renais crônicos. No início de 2018, ele foi diagnosticado com diabetes e precisou fazer uma cirurgia de redução de estômago, ficando ‘irreconhecível’ para muitos. Paulo Wagner era irmão do também radialista George Wagner, que faleceu em julho passado, em decorrência de problemas renais.

Paulo Wagner Leite Dantas nasceu no município de Areia Branca no dia 19 de julho de 1962. Radialista e apresentador de televisão, começou sua carreira em Mossoró, nas rádios Difusora e Libertadora. Também foi editor de polícia nos jornais Gazeta do Oeste e O Mossoroense.

Foto: Divulgação/Redes sociais

Em 1993, passou a trabalhar na TV Ponta Negra, afiliada do SBT no Rio Grande do Norte, e tornou-se apresentador cinco anos depois. Seu programa “Patrulha da Cidade” ganhou grande popularidade. Paulo era debochado. Com gestos desconsertantes, fazia piadas irônicas com os entrevistados suspeitos de praticar crimes. Sua performance conquistou uma legião de fãs.

Em 2005, iniciou o curso de Direito na Universidade Potiguar de Natal – formando-se em 2010 – e, em 2008, resolveu ingressar na política.

Foto: Reprodução/TV Ponta Negra

Filiado ao Partido Verde (PV), candidatou-se à Câmara Municipal de Natal, sendo eleito com, aproximadamente, 14 mil votos, como o vereador mais votado. Dois anos depois, pelo mesmo partido, candidatou-se a deputado federal, sendo novamente eleito com cerca de 50 mil votos.

Na Câmara dos Deputados, foi membro titular das comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, de Defesa do Consumidor e suplente nas comissões de Minas e Energia e de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia. Nas comissões especiais da Casa, foi titular nas de Agentes Comunitários da Terra, de Segurança Pública, de Competência da Investigação Criminal e da Zona Franca do Semiárido Nordestino. Além disso, foi suplente na Comissão de Normas da Administração Tributária.

Foto: Divulgação/Redes sociais

Foi também membro da Comissão Externa de Transposição do Rio São Francisco e primeiro vice-presidente do PV de Natal. Em 2011, depois de eleito, retornou as suas atividades como apresentador no programa “Alô, Meu Povo”, desta vez, na SIM TV, afiliada da Rede TV! no Rio Grande do Norte.

Na Legislatura 2011-2015, em 22 de dezembro de 2014, foi concedida pelo ex-presidente do Congresso, o ex-ministro e ex-deputado federal Henrique Alves, a polêmica aposentadoria por invalidez ao deputado federal.

Um levantamento feito em março de 2019 pelo portal Congresso em Foco, apontou que Henrique Alves (MDB) e Paulo Wagner estavam na lista dos ex-deputados federais – do país, e não apenas do RN – que mais ganham com aposentadoria da Câmara: cada um recebe R$ 33.763,00.

POLÊMICA

Em 2014, o Ministério Público Federal no RN (MPF/RN) representou ao Tribunal de Contas da União (TCU), ao Procurador-Geral da República e ao Ministério Público Federal no Distrito Federal contra a aposentadoria por invalidez concedida ao então deputado federal Paulo Wagner Leite Dantas, com proventos correspondentes à totalidade da remuneração dos membros do Congresso Nacional.

Foto: Reprodução/Facebook

A representação tinha por base matérias jornalísticas que davam conta da existência de possíveis irregularidades na concessão da aposentadoria. De acordo com a imprensa, antes de assumir o cargo, com base no qual se aposentou, Paulo Wagner já detinha a patologia que fundamenta a aposentadoria por invalidez. Além disso, mesmo com o pedido de aposentadoria por invalidez, de forma contraditória, participou no pleito eleitoral de 2014 como candidato à reeleição, tendo inclusive o seu registro sido deferido. Por outro lado, para o MPF/RN pesava contra Paulo Wagner o fato de que a doença que lhe rendeu a aposentadoria não o impedia de exercer outras funções de tal forma que apresentava, na época, um programa de televisão da afiliada à RedeTV em Natal, a SimTV.

Foto: Divulgação/Redes sociais

Dotado de um humor incomparável, Paulo Wagner revelou os bastidores da política no Rio Grande do Norte e em Brasília ao comunicador Bruno Giovanni, no programa Cara a Cara com BG. CONFIRA!

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucelia disse:

    Meus sentimentos a todos familiares que Deus conforte toda todos amigos ,

  2. Cláudio disse:

    Parece que a notícia não deu muito ibope…

  3. Martinho disse:

    Sentirei muito. Amigo leal.

  4. Igor Melo disse:

    Deixará muitas saudades

Presidente do TJRN esteve presente no encerramento de mais um ciclo do Programa Justiça e Escola em Areia Branca

Fotos: cedidas

O presidente do TJRN, João Batista Rebouças, esteve presente no encerramento de mais um ciclo do Programa Justiça e Escola, desta vez em sua cidade natal, Areia Branca.

O programa faz parte das ações sociais da Justiça Estadual e leva aos estudantes valores como ética, cidadania e responsabilidade coletiva. O corregedor geral de justiça, desembargador Amaury Moura Sobrinho e a desembargadora Zeneide Bezerra, que coordena o programa, também estiveram no evento de encerramento.

Antes do evento em Areia Branca, o presidente do TJRN esteve em Serra do Mel para receber o título de cidadão serrado, conferido pela Câmara Municipal.

Areia Branca: MPRN ajuíza ação civil pública para obrigar Prefeitura a reduzir despesas com pessoal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ajuizou uma ação civil pública em desfavor do Município de Areia Branca para que o índice de gasto com pessoal se enquadre dentro dos limites legais estipulados pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Em pedido liminar, a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Areia Branca requer, no prazo máximo de 30 dias, a redução em pelo menos 20%, das despesas com cargos em comissão, contratos temporários e funções de confiança.

No documento, o MPRN ressalta que as reduções devem priorizar áreas que não contemplem os serviços essenciais de saúde, educação e assistência social, até que sejam obedecidos os limites de gastos com despesas de pessoal fixados na LRF.

O MPRN investiga esses gastos desde que recebeu informações de que a prefeita Iraneide Xavier Cortez Rodrigues Rebouças determinara a realização de processo seletivo visando à contratação de servidores temporários para o exercício de cargos de caráter geral e permanente, contrariando à regra do concurso público.

A 1ª Promotoria de Justiça de Areia Branca chegou a realizar uma audiência ministerial em setembro do ano passado, quando a chefe do Executivo informou que o Município havia atingido cerca de 58% da receita corrente líquida somente com gastos de pessoal – ultrapassando o limite legal de 54% previsto na LRF.

Na mesma ocasião, Iraneide Xavier cientificou o MPRN de que o Areia Branca possuía 1.200 servidores ocupantes de cargo efetivo e 203 servidores de cargos em comissão. Além disso, o Relatório de Gestão (RGF), relativo ao primeiro semestre de 2017, indicou que o Município havia chegado ao patamar de 59,95% da receita corrente líquida com gastos de pessoal.

Diante dessa flagrante violação à Lei de Responsabilidade Fiscal, o MPRN expediu recomendação em outubro de 2017 para que a gestão municipal adotasse providências previstas na lei para ajustar essa despesa com pessoal. No entanto, o Município não cumpriu satisfatoriamente ao que foi recomendado. Isso porque as medidas implementadas adotadas pela Chefe do Poder Executivo local não foram suficientes para promover as reduções exigidas pela LRF nos casos de violação do limite de gastos com pessoal.

Assim, o MPRN instaurou um procedimento administrativo para realizar novas diligências destinadas à Prefeitura de Areia Branca e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ocorre que o Município continuou excedendo o limite de 54% com ordenação de despesas com pessoal – segundo relatório referente ao período de maio de 2017 a abril de 2018 indica o índice de 59,42%, sendo que apenas entre novembro e dezembro de 2017, atingiu-se o patamar de 61,84%.

Ainda no documento, o MPRN frisa que não restou outro caminho a não ser o ajuizamento da ACP com vistas à redução da despesa com pessoal pelo Município de Areia Branca.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Augusto disse:

    A Justiça e o MP não cumprem a regra, mas as prefeituras…

IBAMA realiza nova vistoria na Gerência e Terminal Salineiro de Areia Branca

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) informa que uma nova vistoria foi realizada pelo IBAMA, na manhã desta terça-feira (17), na Gerência e Terminal Salineiro de Areia Branca.

O diretor-presidente Fernando Dinoá, juntamente com representantes da Capitania dos Portos, além de Ogarito Linhares, diretor do Departamento de Outorgas Portuárias da Secretaria Nacional de Portos (SNP) e Uirá Cavalcante de Oliveira, Coordenador-Geral de Gestão Ambiental da SNP, acompanharam os trabalhos que foram realizados para atender às exigências do IBAMA.

Em relação ao prazo para resposta da nova vistoria é um assunto interno do IBAMA que a CODERN não tem como prever.

Interdição

O terminal foi embargado pelo Ibama por causa de pendências no processo de regularização ambiental do empreendimento e irregularidades constatadas durante inspeção. O Instituto afirma que a equipe de fiscalização identificou inconformidades e irregularidades relacionadas ao armazenamento e abastecimento de combustíveis, contaminação do solo, lançamento de resíduos no mar, instalações inadequadas e acúmulo de resíduos sólidos.

Ministério do Trabalho interdita Porto-Ilha de Areia Branca

O Ministério do Trabalho interditou o terminal salineiro de Areia Branca.

A informação, que circulou no fim de semana em grupos de Whatsapp em tom de preocupação, foi confirmada na manhã desta segunda-feira pelo blog.

As razões da interdição, no entanto, ainda não vieram a público.

Três navios internacionais estavam, na semana passada, na área do porto para operações do setor. Ainda não foi confirmado se eles conseguiram operar.

A Codern informou que se manifestará sobre o assunto ainda nesta segunda.

*Mais informações em instantes

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pirrixil disse:

    Ô povo trabáiadô esses do ministéru púbrico, nesses dias eles vão interditar até as comunicação dos ispritos, vão disimpregá um bucado de méidum e esse povo qui lê cartas de baráio cum aquelas figuras cheia de siniguidificado indissifrave

  2. Azevedo disse:

    Se brincar o MP do RN vai fechar toda a cadeia produtiva do RN, só vai restar emprego público.

  3. Emilson Medeiros disse:

    Este povo do ministério do trabalho sabe que 90 % do sal que sai do Porto ilha vai para a indústria química brasileira para fabricacao de cloro. E que este sal representa 100% do sal que chega nestas indústrias.

  4. Jorge disse:

    Se interditou, alguma coisa tinha…tenho certeza que não tomariam uma medida tão drástica sem fundamentos.

  5. Eduardo disse:

    E viva o MPT!!! Sempre contribuindo com o desenvolvimento do RN!

    • Carlos disse:

      Sabe a diferença entre MINISTÉRIO DO TRABALHO e MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO? Pois é. Nem isso você sabe!
      Se houve interdição pelo órgão do PODER EXECUTIVO FEDERAL, responsável pela FISCALIZAÇÃO, é porque o porto não está cumprindo a lei.

Salineiros temem perda de recursos para obras no Porto-Ilha, mas Codern garante normalidade

As obras do Terminal Salineiro de Areia Branca, cujos recursos, na ordem de R$ 7 milhões, tiveram liberação anunciada pelo governo federal em maio preocupam o setor produtivo em razão da burocracia.

Empresários do setor ouvidos pelo blog confirmaram o receio da perda de recursos, mas a Codern assegurou que todos os trâmites estão sendo cumpridos.

De acordo com um desses empresários ouvidos reservadamente pela reportagem, Brasília ameaçava suspender os processos referentes às obras em face da demora no envio de projetos pela Codern.

As novas intervenções são de manutenção e vêm se somar à ampliação do terminal concluída recentemente.

Procurado pelo blog, o diretor presidente da Codern, Emerson Fernandes, explicou que todo o rito processual foi seguido e ainda acrescentou:

“Precisamos contratar uma empresa e ainda checar as condições exatas das áreas a serem reparadas. O processo dessa obra passou por toda a equipe técnica e foi enviado para Brasília,  que nos assegurou a disponibilidade de orçamento. A obra deve ser iniciada no próximo ano,  com prazo de conclusão de seis meses”, explicou o diretor presidente da Codern

Areia Branca: MPRN recomenda que não seja realizado Carnaval pelo Município

Por interino

Recomendação é para evitar despesas com a contratação de eventos artísticos e culturais relacionados à festa enquanto durar a situação de emergência administrativa e financeira

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou à prefeita de Areia Branca que se abstenha de realizar festa de Carnaval em 2017 com ajuda do poder público municipal.

Para expedir a Recomendação a 1ª Promotoria de Justiça levou em consideração a situação emergencial administrativa e financeira decretada pela própria chefe do Executivo (em 02 de janeiro deste ano), apontando o Município com passivo superior ao ativo de R$ 44,9 milhões, além da inclusão de Areia Branca na lista de cidades em situação de seca reconhecida pelo Estado (decreto nº 26.365/2017).

Além disso, a Prefeitura não pagou o funcionalismo público, ativo e inativo, referente ao mês de novembro de 2016 e ao 13º salário do mesmo ano. Dificuldades que tornam toda situação incompatível com gastos destinados a festividades por parte do poder público de Areia Branca.

Assim, foi recomendado que o Município não efetue despesas com a contratação de eventos artísticos e culturais para o Carnaval e demais eventos de mesma natureza, incluindo a contratação de artistas, serviços de “buffets”, banheiros, montagens de estruturas e outros gastos relacionados, enquanto durar a situação de emergência.

MPRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. joacy disse:

    ômi, MP só solicita, recomenda e da parecer, a palavra final é DO POVO, vai ter carnaval simmmmmmm, QUE OS PROMOTORES VÃO TUDO pros camarotes de salvador e rio, nós vamos mesmo é pra rua.

  2. MR disse:

    E EM NATAL, A PREFEITURA/SUS SEM DISTRIBUIR INSULINAS E INSUMOS PARA OS DIABÉTICOS, MAS GASTANDO DINHEIRO PÚBLICO COM CARNAVAL.
    SR. PREFEITO, CARLOS EDUARDO ALVES, PORQUE ESSE DESCASO COM OS DIABÉTICOS?
    SERÁ QUE NINGUÉM, O MP/RN, NÃO VÊ ESSA PRIORIDADE DO PREFEITO CARLOS EDUARDO DADA AO CARNAVAL E OS DIABÉTICOS SEM AS INSULINAS QUE É DIREITO?

  3. Adolfo disse:

    Com prefeito do interior o MP fala grosso, agora em Natal onde o prefeito vai gastar mais de 600 mil reais em atrações que se repetem nos eventos de Natal.Os servidores não tem expectativa nem pra receber o salário. E o bloco dos lisos só aumentando.

Vereador Duarte Júnior e comissão de pastores realizam grande evento evangélico em Areia Branca nesta quarta

aHR0cDovL3d3dy5wb3J0YWxkb3Ryb25vLmNvbS93cC1jb250ZW50L3VwbG9hZHMvMjAxMy8wNC9KLm5ldG9fLmpwZw==Acontece nesta quarta-feira(3) um grande evento evangélico na cidade de Areia Branca, na região da Costa Branca. Programa para ser iniciado a partir das 19h, no largo da Caixa Econômica, na entrada do município, a pregação da palavra de Deus será ministrada pelo pregador e pastor Manasses, de Natal. No louvor, o canto conhecido nacionalmente no mundo golpes de J. Neto, do Rio de Janeiro.

{2b4eff1b-92d1-4792-9160-4de20422278b}_dsc05225_400x300x0O evento é um esforço do vereador Duarte Júnior do projeto Dia do Evangélico, junto com a comissão de pastores da cidade de Areia Branca, e ainda do apoio do presidente da Câmara local Netinho Cunha, e do vereador João do Beguinho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tomaz disse:

    BG, esse Duarte é parente de Galindo? Parece o clone.

Areia Branca: Município firma TAC e se abstém de realizar Carnaval

O município de Areia Branca celebrou junto ao Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca, dois Termos de Ajustamento de Conduta (TAC). Um trata da não realização do Carnaval e o outro sobre a poluição sonora.

Com a assinatura do TAC nº. 01/2015, o Município se comprometeu em se abster de efetuar despesas com a contratação de eventos artísticos e culturais para as festas do Carnaval deste ano. O compromisso também diz respeito aos demais eventos da mesma natureza incluindo a contratação de artistas, serviços de “buffets”, banheiros e montagens de estruturas para apresentações artísticas, enquanto perdurar a situação de emergência em relação à seca.

Assim, contando do dia em que foi firmado o TAC, ficou determinado que o Município anularia, no prazo de cinco dias, os contratos e procedimentos licitatórios efetivados para a realização das festas de carnaval – dentre os quais o Pregão Presencial nº 82/2014, publicado no Diário Oficial dos Municípios do Rio Grande do Norte em 28 de janeiro de 2015 – ANO VI, nº 1336.

Foi acordado que em caso de descumprimento do TAC, a prefeita de Areia Branca, Luana Pedrosa Bruno, ou eventual sucessor, incorrerá em uma multa pessoal de R$ 20.000,00 por dia de evento realizado.

Para elaborar o TAC a promotora de Justiça, Micaele Fortes Caddah, levou em consideração o estado de estiagem prolongada a que Areia Branca está submetida – inclusive, a cidade está na lista de municípios citados no Decreto nº 24.700, de 29 de setembro de 2014, editado pelo Governo do Estado, das áreas afetadas pelo desastre natural climatológico e postas em situação de emergência. O decreto tem vigência até março deste ano. Assim, a situação de realização de um carnaval incorreria em gastos públicos incompatíveis com a realidade de seca na localidade.

Além disso, o Procurador-Geral de Justiça do MPRN, o Procurador-Geral do Ministério Público de Contas, o Procurador Regional Eleitoral e a Procuradoria da República no Rio Grande do Norte emitiram a Recomendação Conjunta nº 01/2012, de 1º de junho de 2012, indicando que que gastos com festejos, por parte dos Prefeitos dos Municípios afetados pela estiagem, poderia gerar eventual postulação de atuação preventiva e cautelar ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), com pedido de sustação de atos, contratos e procedimentos administrativos e suspensão do recebimento de novos recursos, sem prejuízo da aplicação de multa ao gestor, além de outras sanções cabíveis.

(mais…)

Grupo francês inaugura três parques eólicos em Areia Branca nesta sexta

A governadora Rosalba Ciarlini participa nesta sexta (21), em Areia Branca, da inauguração de três parques eólicos do grupo francês Voltalia. Localizados em  em umas das regiões brasileiras de maior potencial eólico, os parques eólicos UEE Carcará I, UEE Carcará II e UEE Terral serão os primeiros parques da empresa Voltalia gerando energia no Brasil.

Os três parques representam um investimento total de aproximadamente 400 milhões de reais e são provenientes de leilão realizado pela ANEEL em 2011. Com uma capacidade instalada de 90 MW, a geração de energia dos três empreendimentos é suficiente para atender aproximadamente 183 mil famílias.

Informações da empresa apontam para geração de aproximadamente 700 empregos diretos durante as obra dos parques eólicos de Areia Branca e a mesma quantidade de empregos indiretos.
Com investimento no RN na ordem de R$ 1, 8 bilhão, a Voltalia tem oito parques para serem inaugurados no estado – na região de Areia Branca e Serra do Mel – e outros quatro em São Miguel do Gostoso.

Nos últimos quatro anos, o setor de energia renovável já assegurou para o RN investimentos privados de R$ 16 bilhões – em sua maioria no segmento eólico.

Indicadores de Energia Eólica no RN

1.146,5 MW de capacidade instalada
46 Parques Eólicos em operação
52 Parques Eólicos em construção.
Outros 62 parques para iniciar construção

Golfinhos que encalharam em Areia Branca estavam contaminados por metais pesados

cetaceos_2209_002O maior encalhe de golfinhos da espécie falsa orca do Brasil ocorrido no ano passado, em Areia Branca, foi provocado pela absorção de metais pesados pelos animais. O resultado dos exames feitos em laboratórios do RN e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) foi anunciado em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, 22, no Hotel Costa Branca, praia de Upanema, local do encalhe.

Depois de apresentar um vídeo gravado durante a operação que conseguiu devolver ao mar 24 dos 30 golfinhos encalhados (83%), o coordenador do projeto, professor Flávio Lima, anunciou a conclusão das análises feitas em amostras dos animais mortos. O professor explicou que os exames apontaram que os golfinhos haviam sido contaminados com mercúrio e o metal teria baixado a imunidade dos animais, provocando a proliferação de parasitas no intestino e na cabeça.

“Com a imunidade baixa, os parasitas que geralmente ficam no intestino do animal, migraram para uma reunião da cabeça conhecida por ‘bulas timpânicas”, que serve para o animal ter uma orientação espacial. “Com isso, eles ficaram desorientados e perderam o rumo, vindo a encalhar em Upanema”, esclareceu o professor, ressaltando que os golfinhos estavam com 20 vezes mais mercúrio no sangue do que os padrões internacionais estabelecidos.

Com a conclusão das análises, os biólogos do projeto cetáceos da Costa Branca irão preparar artigos científicos que serão apresentados em eventos mundiais, até porque o índice de salvamento em caso de encalhe coletivo chamou a atenção da comunidade científica uma vez que a média internacional é de 20%.

O reitor Pedro Fernandes, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, elogiou a determinação da equipe que trabalhou no salvamento dos golfinhos e que monitora toda a costa branca, dizendo que a cada apresentação que faz do projeto, a UERN tem o trabalho reconhecido. “Levamos o projeto para a nossa bancada federal e os parlamentares ficaram impressionados com esse trabalho que deu projeção internacional à UERN e ao Estado”, destacou o reitor.

A prefeita de Areia Branca, Luana Bruno, também fez questão de elogiar o projeto, ressaltando o envolvimento da comunidade e do poder público nesse trabalho de pesquisa e extensão. Para provar o reconhecimento do município, a prefeita anunciou a doação de um terreno para a construção da base de atendimento aos animais, na praia de Upanema.

O vice-reitor Aldo Gondim, a vice- coordenadora do projeto, Dra. Simone Almeida e a médica veterinária, Ana Paula, que coordenou a operação durante o encalhe, partiparam do anúncio do resultado dos exames. Presentes, ainda, jornalistas de todos os órgãos de comunicação de Mossoró e do Estado, Pró-reitores, professores, estudantes e funcionários da Universidade e da Prefeitura Municipal de Areia Branca.

Depois da coletiva, a comitiva visitou a base de resgate e reabilitação de animais marinhos do projeto cetáceos da Costa Branca também em Upanema.

Com informações da UERN

VÍDEO: Mulheres detidas no momento que faziam "pagamento" para livrar o filho de uma delas da cadeia no RN

o cameraASSISTA VÍDEO AQUI

Agentes da Policia Civil da cidade de Areia Branca prenderam em flagrante na tarde de ontem, 17 de Setembro, duas mulheres tentando pagar “Seis mil reais” para o filho de uma delas não ser preso em um crime ambiental.

Uma senhora de 48 anos e uma outra de 35, receberam a voz de prisão no momento que uma repassava o dinheiro aos Agentes Sidney e Rafael dentro da delegacia. Além dos Agentes, Renato Batista, Delegado responsável pela regional, comunicou às mulheres que elas estavam sendo presas por corrupção ativa.

Como aconteceu: Os Agentes foram na residência de um individuo conhecido como “Lucimario” que já cumpriu pena por tráfico de drogas, mas ele não estava em casa ou escapou da ação. Na ocasião, os agentes encontraram várias gaiolas com pássaros, que pertenciam ao suspeito. Como não houve flagrante, pela ausência do “Tal Lucimario” o processo será conduzido por portaria.

Como mostra o O Blog O Câmera, temendo a prisão do filho mais uma vez, a mãe do rapaz ofereceu o dinheiro aos agentes, que combinaram o local e horário do pagamento. As duas mulheres foram detidas na tarde de ontem. A senhora que fazia companhia a dona do dinheiro poderá ser colocada em liberdade.

Com informações  e vídeo de O Câmera

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilson disse:

    Deveria haver premiação remuneratória para esse tipo de atitude.
    Um exemplo de dignidade.
    Parabéns.

  2. paulo disse:

    Parabéns vcs estão mostrando para o brasil que ainda existe pessoas e profissionais
    honestas continuem assim que dessa forma poderemos mudar um pouco esse pais.

Gerente do Bradesco em Areia Branca é feito de refém por duas horas

Um gerente de um posto de atendimento do Banco Bradesco na cidade de Areia Branca passou pelo menos duas horas de terror na manhã desta quinta-feira (10), ao ser rendido por quatro homens armados. A vítima foi feita de refém por volta das 8h, quando os bandidos perceberam que não seria possível ter acesso ao dinheiro do caixa eletrônico, justamente, pelo local não se tratar de uma agência. Com isso, o funcionário foi levado pela quadrilha em um Siena de cor prata, e foram esses momentos os de grande apreensão.

Segundo a Polícia Militar local, o refém só foi liberado duas horas depois, já na cidade de Serra do Mel, sem nenhum ferimento. Mesmo a vítima saindo ilesa, a experiência, em contrapartida, foi traumática, pois ninguém sabe o que se passa na cabeça de um grupo que teve frustrada a sua ação criminosa.

FOTO: Cobertura de quadra poliesportiva cai em escola de Areia Branca; Mártires "salvam" vítimas iminentes

 

Quadra-Poliesportiva-desembargador-Silvério1Foto: Carlos Júnior

Padecendo de falta de manutenção, parte da estrutura metálica de cobertura da quadra poliesportiva da Escola Estadual Desembargador Silvério Soares desabou nessa quinta-feira(4). No momento não havia ninguém na área, graças ao feriado de Mártires.

Temendo novos desabamentos e eminente risco às pessoas, a diretora da Instituição de Ensino, Sadja Barbosa conseguiu fechar parceria com uma empresa local para a remoção da estrutura que ainda está armada.

O colégio de responsabilidade do Governo do Estado foi inaugurado em maio de 2005 e é a maior escola da rede estadual no município de Areia Branca.

Com informações do Blog Voz de Areia Branca

Acusado de assaltos é baleado durante perseguição da PM em Areia Branca; comparsa também é preso

Dois jovens acusados de uma série de assaltos na região de Areia Branca foram presos nessa quarta-feira (18), após perseguição da Polícia Militar iniciada na cidade de Carnaubais, situada a 203 km de Natal. Durante a caça da dupla, que estava em uma motocicleta, um dos acusados, identificado como Carlos Antônio Júnior, de 22 anos, foi baleado e socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.

O alcance a dupla aconteceu após cerco na praia da Baixa Grande, já no município e Areia Branca. No local o segundo preso foi identificado como José Francisco dos Santos Júnior, de 21 anos.