Seguindo recomendação do CNJ por causa da pandemia do novo coronavírus, Bretas manda para prisão domiciliar o megadoleiro Dario Messer

Foto: Divulgação

Seguindo recomendação do CNJ por causa da pandemia do novo coronavírus, o juiz Marcelo Bretas determinou a substituição da prisão preventiva do megadoleiro Dario Messer pelo regime domiciliar.

“Segundo alega a defesa no referido Habeas Corpus impetrado perante o STF, Dario tem 61 anos e é hipertenso; além disso, esteve internado em hospital no período de 18 a 20 de março, o que o coloca no grupo de risco para a infecção pelo Covid-19, bem como possível transmissor da doença, sendo necessária a sua transferência imediata para a sua residência”, escreve Bretas, em sua decisão, obtida por O Antagonista.

Para Bretas, embora seja “plausível a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar por uma questão humanitária e de saúde pública, não há mudança de entendimento desse Juízo quanto à necessidade da segregação cautelar do investigado”.

“Trata-se, portanto, de medida de caráter extraprocessual, de natureza humanitária, que pode ser revista tão logo cessem os motivos excepcionais e emergenciais.”

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Mané disse:

    É pra deixar preso essas pragas. Geddel, Cunha e outros LADRÕES. Vão mandar o Marcola e o Beira-Mar pra casa?

  2. Tarcísio Eimar disse:

    É só o que eles querem

  3. REINALDO disse:

    PRÁ FUGIR DE NOVO !!!

  4. Observando disse:

    vai fugir logo logo.

Bretas libera mais de R$ 660 milhões apreendidos na Lava Jato

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, responsável pela Operação Lava Jato no Rio, autorizou a liberação de R$ 668,5 milhões, pagos por delatores na Lava Jato, para o governo do Rio e a União, como forma de restituir os valores saqueados dos cofres públicos em esquema de corrupção investigado pela força-tarefa do Ministério Público Federal. O pedido de liberação partiu da Procuradoria-Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ).

Pela decisão de Bretas, o governo do Rio ficará com R$ 208.983.575,27 e a União com R$ 459.593.650,27. A parcela a ser recebida desta vez pelo governo federal é maior porque o estado do Rio já havia recebido, entre outras restituições, R$ 250 milhões para pagar o décimo terceiro salário dos servidores públicos estaduais, em 2017. A Lava Jato já havia repassado também R$ 15 milhões para a recuperação de escolas no Rio. Esta será a primeira vez que a União vai receber recursos da Lava Jato como forma de restituição.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Isso é um absurdo, esses coitados foram coagidos a delatar, esse montante é um verdadeiro confisco…perseguição…essa operação foi feita para tira-los da eleição!! Gópi!!! As zelites se uniram à CIA p/perseguir nossos políticos…Vamos resistir!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Djalma disse:

    É gópi..nunca houve roubo na Petrobras na época do pt.. Isto é invenção de moro… ninguém solta mão de ninguém…ele não..

  3. Manoel disse:

    Esse juiz cruel está tirando dinheiro desses pobres políticos corruptos … Que crueldade! São todos almas honestas amigos da alma mais honesta do mundo…

  4. Bento disse:

    Outro que merece ocupar o STF

Bretas autoriza quebra de sigilo bancário de Romero Jucá, Edison Lobão e outros 27

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O juiz federal Marcelo Bretas , responsável pela Lava-Jato no Rio, determinou a quebra do sigilo bancário dos ex-senadores Romero Jucá (MDB-RR) e Edison Lobão (MDB-MA), além de 27 pessoas e empresas ligadas aos ex-parlamentares. O juiz atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) no Rio.

Veja mais aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. nasto disse:

    CADEIA para esses FDPs. Todo na GRADE.

  2. fernando disse:

    Agora a coisa vai ficar preta.

    • Francisco disse:

      Nem se anime, o protetor dos corruptos vai já entrar em ação. "Gilmala do stf"

    • paulo disse:

      BG
      Esse é o outro QUADRILHÃO sendo do PMDB agora MDB, que atuava junto com aquele outro pt, pois eram alinhadíssimos em tudo inclusive roubo.

  3. Cigano Lulu disse:

    A atividade política reúne hoje, de longe, a maior concentração de ladrões de fino trato da vida nacional. O PIB da politicalha tupiniquim ganha de longe de qualquer profissão regulamentada. Aliás, não é à toa que, uma vez ungido pelo eleitor babaca, qualquer 'incelença' renuncia de imediato à profissão para a qual estudou e se preparou para ganhar a vida. Depois de eleito, ninguém mais quer saber de ser médico, advogado, jornalista, engenheiro, professor, etc. Afinal, a quem trabalha não sobra tempo para ganhar dinheiro.

Bloqueio determinado por Bretas a Eike Batista e filhos atinge R$ 1,6 bilhão

(Reprodução/Reprodução)

Na decisão judicial que levou à nova prisão de Eike Batista nesta quinta (8), o juiz Marcelo Bretas determina o arresto de R$ 1,6 bilhão a Eike e aos filhos Thor e Olin.

Bretas especifica que R$ 800 milhões são por danos morais e R$ 800 milhões por danos materiais.

Dessa vez, Eike é investigado por manipulação no mercado de capitais.

A Força-Tarefa da Lava-Jato afirma que o esquema era mantido através do banco TAI, sediado no Paraná.

“As ordens de compra de ativos são recebidas no Rio de Janeiro. De lá, tais ordens são transmitidas por pessoas ligadas ao banco paralelo TAI, sediado no Panamá, as corretoras que operam diversas bolsas de valores, como São Paulo, Canadá, Irlanda e Estados Unidos. Posteriormente, as operações são liquidadas pela conta da TAI no Credit Suisse das Bahamas”, explica o pedido de prisão.

De acordo com as investigações, entre 2010 e 2013, foram manipulados os mercados de ações e bonds de diversas empresas, entre elas a Ventana Gold Corp.

Essa empresa era utilizada pretexto para encobrir o repasse ilícito de recursos ao ex-governador Sérgio Cabral.

“No total, foram movimentados mais de R$ 800 milhões”, afirmam os procuradores da Lava-Jato.

Robson Boin – Radar – Veja

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    O filho de Eike é a cara da travesti Rogéria quando era uma garotinha esperando o ônibus da escola sozinha.

  2. Davi disse:

    Parabéns juiz, DEUS está com o senhor, defendendo o povo dessa nação dos contraventores. Só assim o Brasil resgatará a cidadania.

  3. Flavio disse:

    É isso mesmo que tem que fazer, recuperar o roubado e aplicar multa de 100% no valor desviado. E depois cadeia. Se não querem aprender no amor, vai na dor mesmo.

Temer pede que Bretas exclua do bloqueio renda mensal de R$ 111 mil

Foto: Nelson Almeida/AFP

Michel Temer pediu ao juiz Marcelo Bretas que exclua do bloqueio de bens R$ 111 mil que recebe por mês de aposentadorias e locação de um imóvel para um banco de investimentos.

A defesa disse que a renda é necessária para manter a família do ex-presidente, que tem gastos médios de R$ 96,7 mil por mês.

“A não incidência de constrição sobre estes valores não tem como escopo o custeio/manutenção de despesas com luxos e, portanto, supérfluas, mas tão somente assegurar que o Peticionário tenha condições de arcar com as suas despesas domésticas mensais habituais”, diz o pedido.

Em março, o Banco Central bloqueou R$ 8,2 milhões de três contas de Temer, por determinação de Bretas — o valor total do confisco era de R$ 62,5 milhões.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    Ohh coitadinho com um misero salario de R$ 111.000,00. Há LADRÃO

Maia rechaça tese de que prisões de Temer e Moreira seriam ‘troco’ de Bretas ao Congresso

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rechaçou nesta quinta-feira (21) a especulação de políticos nos bastidores de que a decisão do juiz Marcelo Bretas de determinar as prisões do ex-presidente Michel Temer, e do ex-ministro Moreira Franco – que é sogro do parlamentar – seria uma espécie de “troco” ao Congresso.

O “troco” seria resposta à troca de farpas entre Rodrigo Maia e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, sobre o pacote anticorrupção enviado pelo ministro ao Congresso.

Em conversa com parlamentares, Maia destacou que a decisão de Bretas é de terça, dia 19 de março, portanto, anterior ao entrevero desta quarta-feira.

No entanto, Maia não recuou das críticas ao tratamento dispensado pelo governo aos políticos. Pelo contrário: foi informado de que um dos filhos do presidente, Carlos Bolsonaro, partiu para o ataque contra ele, agora de forma explícita, nas redes sociais.

Para Maia, se confirmou nesta quinta, de forma pública, que o filho do presidente da República estaria por trás de ataques anônimos nas redes sociais.

No instagram, Carlos Bolsonaro publicou uma fala de Moro em defesa do pacote ao combate à corrupção. Na legenda, Carlos Bolsonaro escreve: “por que o presidente da câmara anda tão nervoso?”

Um político que acompanhou as conversas com Maia e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse ao blog: “Carlos Bolsonaro está querendo repetir ataques nas redes como fez com Gustavo Bebianno. A diferença é que Bolsonaro não pode demitir Maia. E tem a reforma da Previdência para tocar, se eles ainda não perceberam”.

Andréia Sadi – G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. sergio disse:

    Ladrão é ladrão tem que ser preso sim seu verme gordo

  2. Beto Dal disse:

    Cobra engolindo sapo, sapo comendo escorpião, escorpião
    matando barata, barata se alimentando de migalhas: eis a política do Brasil!!

  3. P da Vida disse:

    Tem que botar esse canalha tambem no xadrez, cabra de peia.