Televisão

Após cirurgia de aumento peniano, Tiago e Tania Mara dão tempo em relação

Foto: Reprodução

Segundo o jornal Extra, o cantor sertanejo Tiago, dupla de Hugo, deu um tempo na relação com Tania Mara após se submeter a uma cirurgia de aumento peniano. A relação não tinha rótulos, mas os dois estavam juntos há cinco meses e já tinham trocado declarações apaixonadas nas redes sociais.

“Não oficializamos namoro e nem término. Apenas cada um está respirando o seu tempo… o amanhã a Deus pertence, sempre”, disse Tiago à publicação.

Apesar te ter se submetido à cirurgia, o sertanejo garante que o que o motivou não foi insatisfação sexual.

“Sempre fui satisfeito. Faz 37 anos que eu vivo, e vivo bem. Mas se você tem 1 milhão na sua conta, e tem a oportunidade de dentro de uma honestidade, conseguir ter três… Há algum problema nisso?! Um golinho a mais não vai fazer mal pra ninguém! Eu também tenho bom senso. Poder fazer algo não significa que você deva fazer. É só um detalhe para que eu me sinta melhor, para eu ter novas sensações e descobrir como é isso”, justifica o artista, bem-humorado, ao site Hugo Gloss. “As pessoas têm o direito de fazer aquilo que as deixem felizes, seja esteticamente, ou emocionalmente. Por isso optei pelo procedimento, para a minha satisfação pessoal, puramente estética”.

Coluna Léo Dias – Metrópoles

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Representante da Davati diz que áudio de Miranda não tem relação com vacina

Luiz Paulo Dominguetti, que acusou governo de propina em compra de vacinas, depõe à CPI da Covid Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O representante da Davati no Brasil, Cristiano Hossri Carvalho, afirmou à CNN que o áudio do deputado Luís Miranda (DEM-DF) exibido na CPI da Pandemia (ouça) é antigo e não tem relação com compra de vacinas.

“Não se refere a vacinas, áudio de 2020. Fora de contexto, não enviado a mim, a terceiros”, disse Cristiano Carvalho.

Ele confirma, porém, que foi ele quem enviou o áudio com a fala de Miranda a Luiz Paulo Dominguetti. O material foi exibido por Dominguetti durante seu depoimento na CPI de Pandemia nesta quinta-feira, 1º.

“Mas não tem relação alguma com a Davati ou vacinas”, afirmou Cristiano Carvalho.

Perguntado sobre quem enviou a ele o áudio com a fala de Miranda, ele disse que precisaria verificar.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Danado é como um áudio de um diretor de empresa chegou nas mãos desse metido a esperto. Claro que essa Davati tá guardando coisa. Bota o cara para fazer uns trabalhos sujos, mas tira o dela da reta quando o bicho pega..

  2. 😂😂😂😂😂😂😂😂

    Os “jenios” do Planalto tentaram uma armação…
    Flávio Rachadinho reclamou da apreensão do celular do PM…aí tem coisa…

  3. Eu queria entender , estão investigando um suposto ato de corrupção em uma compra de VACINAS QUE NÃO SE CONCRETIZOU, AI VÁRIOS ATOS DE CORRUPÇÃO AONDE PARTE DO DINHEIRO ROUBADO FOI DEVOLVIDO, ABSOLVERAM OS RÉUS E NADA SE FALA MAIS.

    1. Pra tipificar o crime de corrupção não precisa haver a compra ou recebimento da vacina , isso seria mero exaurimento do crime. Sai dessa narrativa do grupin do zap do MINTOmaníaco das rachadinhas …

    2. Quer dizer Manoel F que o crime se configura sem provas, basta que alguém saia de dentro da cadeia que diga que fulano fez algo errado, isso já tipifica? Quer dizer que se eu pensar em matar alguém, sem sequer chegar perto da pessoa e a pessoa não sofreu nada, o crime ficou tipificado? Entendi sua inteligente lógica, então é por isso que todos os crimes cometidos pelos seus corruptos de estimação, não aconteceram, eles não foram intencionais, eles foram reais, com todas as provas existentes, já que eles ocorreram na prática, então não tem validade. Para ser crime não precisa a ocorrência do fato, sensacional, você justificou e fundamentou todas as asneiras que coloca nesse blog. Com tanta inteligência assim, fica entendida sua desastrosa opinião

    3. Esse zé mané fulera passa o dia falando bobagem, omi vai trabalhar, pega uma enxada e vai limpar os canteiros de tua rua inutil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Brasil e China construíram relação de confiança, diz ministra Tereza Cristina, que destaca parceria no agronegócio

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse que Brasil e China compartilham, além de uma longa parceria no agronegócio, o desafio de dar qualidade de vida àqueles que vivem no campo, corroborando com os pilares de uma agricultura sustentável. A afirmação foi feita hoje (20) por videoconferência, durante o Seminário Brasil-China.

Tereza Cristina lembrou que o Brasil é responsável pela alimentação de mais de 1 bilhão de pessoas em 180 mercados, o que, segundo ela, significa que “a cada quatro pratos de comida servidos no mundo, um conta com ingredientes originários do Brasil”, e que a China é protagonista nessa inserção brasileira nas cadeias agroalimentares globais.

A ministra acrescentou que os dois países construíram “uma relação de confiança na entrega perene, com qualidade, inocuidade e sustentabilidade”, e que há condições de se ampliar e diversificar a oferta de produtos brasileiros para consumo da população chinesa.

“Nesse contexto, temos plena consciência de que os consumidores na China, assim como no Brasil, estão cada vez mais preocupados com questões sobre sustentabilidade”, acrescentou a ministra, ao lembrar que desde a década de 1970 a produção brasileira de grãos aumentou cerca de 400% enquanto a área cultivada cresceu apenas 40%.

Ela acrescentou que as mudanças climáticas afetam diretamente o agricultor, com “impactos nocivos à segurança alimentar e à preservação da biodiversidade”, e que, nesse contexto, é fundamental priorizar a redução das emissões globais de gases de efeito estufa, sobretudo de combustíveis fósseis.

“A sustentabilidade tem três pilares indissociáveis: o ambiental, o econômico e o social. Com nossos ganhos de produtividade conseguimos levar alimentos baratos ao mundo”, disse Tereza Cristina, ao destacar que o custo médio da produção brasileira “caiu pela metade em relação à década de 1970”.

“O Brasil, como a China, tem o desafio de melhorar a vida daqueles que vivem no campo, dando a eles condições semelhantes àquelas da população urbana. A China trabalhou arduamente para combater a pobreza extrema no campo ao longo dos últimos anos, alcançando grande sucesso”, completou a ministra.

Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Relação saudável entre paises tem que ser assim, vantajosa para ambos. Diferente de certos opositores, que agem como lacaios da China e querem lhe entregar o país, o governo Bolsonaro preserva a soberania nacional e os interesses do Brasil.

  2. Aí vem o “mito”, tratando com desdém e arrogância a China. Pelo amor de Deus!!! Haja paciência com esse mitorando.

  3. Sim, tem dólar sobrando e tá comprando as Cooperativa agrícola, a preço de Banana 🍌 e quando não compra ponhe laranja 🍊

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil é o país das Américas com mais mortes por Covid em relação à população

O Brasil passou Estados Unidos, México e Peru nas últimas duas semanas e se tornou o país com mais mortes por Covid-19 do continente americano em relação à sua população, apontam dados do “Our World in Data”.

O Brasil tem atualmente 1.756 óbitos por milhão de habitantes e ultrapassou o México no dia 7 de abril, o Peru no dia 13 e os EUA no dia 14. Os 10 países com mais óbitos proporcionais das Américas são:

Brasil: 1.756 mortes a cada 1 milhão de habitantes

Peru: 1.722

EUA: 1.713

México: 1.646

Panamá: 1.434

Colômbia: 1.342

Chile: 1.317

Argentina: 1.310

Bolívia: 1.083

Equador: 1.003

Em termos absolutos, os EUA são o país com mais vítimas da Covid-19 do mundo (567 mil), seguido de Brasil (373 mil) e México (212 mil).

Na semana passada, com a piora da pandemia na América do Sul, o mundo atingiu a triste marca de 3 milhões de mortes por Covid-19.

A situação tem piorado na região principalmente devido ao Brasil, e a América do Sul é atualmente a região que mais registra mortes causadas pelo novo coronavírus no mundo, à frente da Europa.

Até começo de fevereiro, quando registrava cerca de 1 mil mortes por dia (um terço do que registra atualmente), o Brasil era o 7º do continente em óbitos proporcionais. Além de EUA, México e Peru, o país também estava atrás de Panamá, Colômbia e Argentina.

O país tinha também uma média de novas vítimas da Covid-19 em relação à sua população inferior à de EUA, México, Peru, Panamá e Colômbia.

Com a escalada de mortes no país, que chegou a passar de 4,2 mil em um único dia, o Brasil viu a média de mortes passar de cerca de 5 vítimas do novo coronavírus a cada 1 milhão por dia em meados de fevereiro para cerca de 13 atualmente.

Agora, além de liderar a triste marca nas Américas, o Brasil é também o 13º país com mais mortes proporcionais do mundo. Os 20 países com mais óbitos proporcionais do mundo são:

República Tcheca: 2.654 mortes a cada 1 milhão de habitantes

Hungria: 2.606

San Marino: 2.563

Bósnia e Herzegovina: 2.373

Montenegro: 2.275

Bulgária: 2.186

Macedônia do Norte: 2.132

Bélgica: 2.048

Eslováquia: 2.034

Eslovênia: 2.000

Itália: 1.933

Reino Unido: 1.878

Brasil: 1.756

Peru: 1.722

Estados Unidos: 1.713

Portugal: 1.661

México: 1.646

Espanha: 1.646

Polônia: 1.639

Croácia: 1.598

Desde o começo de fevereiro, o Brasil passou no ranking proporcional diversos países que sofreram com ondas muito fortes de Covid-19, como Portugal, Espanha, França e Suécia.

Recorde semanal de casos

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou nesta segunda-feira (19) que o mundo registrou um recorde de mais de 5,2 milhões novos casos de Covid-19 nos últimos sete dias e as mortes subiram pela quinta semana seguida.

“Números grandes podem nos deixar insensíveis”, disse Ghebreyesus. “Mas cada uma dessas mortes é uma tragédia para famílias, comunidades e nações.”

Tedros relembrou que o primeiro 1 milhão de mortes por Covid-19 aconteceu após nove meses de pandemia, em setembro do ano passado. Foram mais quatro meses para o mundo chegar aos 2 milhões de óbitos, e apenas três meses para atingir a triste contagem de 3 milhões de vítimas.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Se nossos políticos se unissem em torno da saúde pública, não teríamos chegado a esse ponto, no entanto, ficam utilizando-te da desgraça do povo para atacarem e se promoverem, nossa classe política com raras exceções, é uma porcaria.

    1. Ainda bem que a natureza criou esse monstro do Coronavírus.
      Luiz Inácio Lula da Silva

  2. É o efeito Bolsonaro que minimiza a proporção da pandemia aliada ao negacionismo constante. País sem política pública de combate a pandemia… Esse é o reflexo.

    1. Verdade. Faltou aos governadores fazer essa política que segundo o STF a eles competiam.

    2. Os números são bem próximos. Entre os países. Não sei se vc viu. Então nada mais determinante. A culpa é exclusivamente do vírus. E veja que tem paises muito mais ricos que o Brasil e com mais mortes.. e não vejo ninguém chamando o primeiro ministro do Reino Unido de genocida

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

O que a ciência já sabe sobre a relação entre Covid-19 e grupos sanguíneos

Foto: Ana Maria Serrano/Getty Images

Compreender os fatores que podem ser determinantes para o desenvolvimento de uma infecção é uma estratégia essencial para o enfrentamento de qualquer doença. Desde o início da pandemia de Covid-19, cientistas em todo mundo investigam as diferentes maneiras que o SARS-CoV-2 afeta o organismo humano. Parte dessas pesquisas considera se os diferentes grupos sanguíneos (A, B, AB e O) podem ter papel relevante diante da Covid-19.

Segundo especialistas consultados pela CNN Brasil, não há um consenso entre a comunidade científica, até o momento, sobre a relação entre os diferentes tipos de sangue e questões-chave como a capacidade de infecção pelo vírus, o agravamento da doença e o risco de morte. Mas a ciência já tem algumas pistas que ajudam a responder às dúvidas mais comuns:

1 – Pessoas do grupo sanguíneo tipo A têm maior chance de infecção pela Covid-19 do que os demais?

Parcialmente verdade. Em março de 2020, no início da pandemia, um dos primeiros estudos sobre o tema, conduzido por pesquisadores da China, indicou que haveria uma chance maior de infecção pelo novo coronavírus entre os indivíduos com sangue tipo A, enquanto pessoas com sangue tipo O foram consideradas, inicialmente, mais protegidas. A pesquisa avaliou 2.173 pacientes, de três hospitais em Wuhan e Shenzhen.

A pesquisadora Marília Rabelo Buzalaf, do Departamento de Ciências Biológicas da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP), chama atenção para um estudo mais recente publicado no periódico científico Annals of Hematology, em março, que apresentou uma revisão da literatura com base em 23 pesquisas que avaliaram a associação entre os tipos sanguíneos e a Covid-19.

“A revisão concluiu que a maioria dos estudos relata que o maior risco de suscetibilidade à infecção está nos indivíduos do tipo A. Alguns estudos apontam que as pessoas do grupo sanguíneo B também são mais vulneráveis. Por outro lado, o grupo sanguíneo O está mais protegido contra a infecção por Covid-19”, explica Marília.

Já outro estudo realizado por cientistas norte-americanos publicado no periódico Journal of the American Medical Association (JAMA), no dia 5 de abril, apontou que não foram encontradas quaisquer associações específicas entre o grupo sanguíneo e a doença.

Para a pesquisadora Cynthia Cardoso, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a variação da frequência dos grupos sanguíneos entre as diferentes populações e a forma como os estudos são estruturados dificultam a formação de um consenso sobre a questão.

“Para se ter certeza de que existe um risco aumentado de qualquer grupo sanguíneo contrair a infecção, seria preciso ter uma população controlada, igualmente exposta e com todos os grupos sanguíneos bem representados. Um estudo com uma população naturalmente exposta, como profissionais de saúde, por exemplo, poderia esclarecer se há realmente uma frequência maior de infectados entre aqueles que são do grupo A”, ressalta.

2 – O tipo sanguíneo é um fator relevante para o agravamento da doença?

Parcialmente verdade. A correlação entre o tipo sanguíneo e a gravidade ou mortalidade por Covid-19 é ponto de divergência entre diferentes grupos de pesquisa. No artigo de revisão publicado na revista Annals of Hematology, a maior parte dos estudos aponta que os tipos A e AB têm um risco maior de agravamento, enquanto o tipo sanguíneo O tem menor risco de doença grave ou morte.

Um amplo estudo de associação genômica publicado na revista The New England Journal of Medicine, em outubro de 2020, identificou uma relação entre quadros de insuficiência respiratória e polimorfismos (variações fenotípicas) em uma região específica do genoma e um potencial envolvimento dos grupos sanguíneos. O trabalho reuniu quase 2 mil pacientes de sete hospitais localizados na Itália e na Espanha.

Os pesquisadores observaram uma associação das falhas respiratórias com a presença de polimorfismos em uma região específica do genoma. Pessoas com o tipo sanguíneo A, que tinham esse polimorfismo, tinham também mais chance de apresentar falha respiratória, enquanto as do grupo O, se mostraram mais protegidas em relação à insuficiência.

“Esse é mais um dado a favor da existência de uma associação entre o grupo sanguíneo e as chances de agravamento da Covid-19, que corrobora os dados epidemiológicos que os outros estudos têm mostrado”, afirma Marília.

A pesquisadora da USP, Cynthia Cardoso, reitera que os resultados encontrados ainda são conflitantes. “Não existe um consenso. Não conseguimos afirmar que um determinado grupo sanguíneo é fator de risco para o desenvolvimento de formas mais severas da Covid-19, para uma chance maior de internação ou de intubação”, afirma.

3 – O tipo sanguíneo está relacionado a mais casos de reinfecção?

Mito. Segundo os especialistas, não há nenhum estudo científico que apresente dados sobre a relação entre o grupo sanguíneo e os casos de reinfecção.

4- Devo me preocupar com meu tipo sanguíneo em relação à Covid-19

Mito. Para a pesquisadora da USP, o cuidado com a Covid-19 deve ser reforçado por indivíduos com comorbidades comprovadas cientificamente como fator de desenvolvimento da forma grave da doença.

“Existem muitos outros fatores com impacto significativo para o risco de doença grave que já são conhecidos, como idade avançada, cardiopatias, diabetes e obesidade mórbida. Todos esses fatores têm uma contribuição muito mais evidente no desenvolvimento de formas graves da Covid-19″, afirma.

A pesquisadores reforça que com o conhecimento apenas do grupo sanguíneo não é possível dizer se uma pessoa está mais protegida ou mais vulnerável. O cuidado e a prevenção devem ser os mesmos.

Para o médico Leonardo Weissmann, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), independentemenrte do grupo sanguíneo, o momento exige o reforço por toda a população dos cuidados de prevenção, que incluem a lavagem regular das mãos, o uso correto de máscaras, a higienização das mãos com álcool gel e a manutenção do distanciamento social.

“Alguns estudos mostram que o SARS-CoV-2 poderia se prender mais facilmente nas células das vias aéreas de pessoas do tipo sanguíneo A, em comparação a outras com tipo sanguíneo B ou O. No entanto, ainda não se pode afirmar com certeza pois são resultados preliminares. Outros estudos estão sendo feitos para elucidar essa questão”, conclui.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Messias! (Não o nosso Presidente!) Hospital Militar pela sua categoria, Não pode preencher todos os leitos vagos com civis. Outra teu PT investiu em Arenas Olimpicas, depenaram as Estatais e agora o povo é quem sofre!
    Reclama do stf, governador ou prefeito!

  2. Quero lá saber de grupo sanguíneo. Entre os 193 países do mundo, algum deles legalizou vacinação privada para covid-19 além do Brasil? o playboy que nunca respeitou o isolamento, que vive em festinha clandestina vai ser vacinado primeiro que nossos pais que são grupo de risco e precisam sair pra trabalhar todo dia com medo de se infectar.

    1. Interessante essa questão. Grupos privados conseguem comprar as vacinas que o Brasil, sob o comando do BOZO, não consegue. Por que? Leitos de UTI sobrando em hospitais militares. Por que?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pesquisa XP/Câmara revela bom relacionamento da maioria do parlamentares com o Governo Bolsonaro; veja números

(Foto: Reprodução)

Pesquisa realizada pela XP Investimentos com deputados federais mostra que 42% dos integrantes de bancadas que não fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro defendem que o auxílio emergencial seja mantido em 2021 caso o governo não consiga aprovar um novo programa de transferência de renda até lá. Na oposição, esse índice sobre a 53%, o que leva a média ponderada a 45%.

A pesquisa ouviu 174 dos 513 deputados, entre 14 e 30 de setembro. Deputados que participaram não receberam qualquer incentivo e terão suas identidades preservadas. Todos os resultados são apresentados de maneira agregada.

Ainda sobre o programa de transferência de renda, apenas 15% dos deputados consultados que não fazem oposição ao presidente avaliam que a melhor alternativa é excluir essas despesas do teto de gastos — essa, no entanto, é a solução preferida pela oposição (mencionada por 50%), o que eleva a média ponderada a 24%.

Entre as propostas que tramitam na Câmara, a reforma tributária é a que os deputados que não são oposição veem mais chance de aprovação — 37% deles atribuem probabilidade alta de que a matéria esteja aprovada nas duas casas até o fim do ano. Com a média ponderada incluindo também a oposição, o novo programa de transferência de renda é o que se atribui chance mais alta de aprovação, com 32%.

Para 47%, o ritmo de votações da Câmara já foi afetado por conta das eleições municipais.

No bloco de perguntas fixas, a pesquisa mostra que melhorou a percepção entre os deputados que não são de oposição da relação com o governo. Agora são 65% os que dizem ter uma relação boa ou ótima com o governo, contra 61% no levantamento de julho.

Melhorou também a percepção de que as demandas dos deputados, excluídos os de oposição, têm sido bem ou muito bem atendidas pelo governo. Os parlamentares satisfeitos passaram de 52% para 58%.

 

(Foto: Reprodução)

Opinião dos leitores

  1. De um lado um monte de políticos sem futuro. Do outro lado um monte de políticos desonestos e no meio um monte de IDIOTAS brigando por essa corja.

    1. Você votou em branco ou nulo nas últimas eleições? No segundo turno tinham apenas dois adversários políticos. Talvez você tenha ajudado um deles.
      Na minha opinião até o momento, quem vota em branco ou nulo se exime da responsabilidade e ajuda a colocar alguém que não quisesse.

    2. A realidade é que entre Hadadd e Bolsonaro tanto faz, basta ver o modus operandi do Bolsonaro. Para quem pretendiauma solução, caiu como um pato no papo deste estelionatários eleitoral que parece ser mais petista que o Hadadd.

    1. E nos governos PeTralhas somente
      "inocentes", iguais ao Luladrão…

    2. Para os binários se vc criticar Bolsonaro automaticamente vc é Petralha, comunista e esquerdista. Pensamento limitado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

TE CONHEÇO? Game promete apimentar relação de casais

Página inicial para escolha de uma atividade no game Te Conheço — Foto: Reprodução/Marvin Costa

O game Te Conheço? foi desenvolvido para proporcionar jogos de perguntas picantes para casais. Com download gratuito para iPhone (iOS) e Android, ele conta com dinâmica de perguntas e respostas que são computadas para definir um vencedor ao final das 10 rodadas do quiz. O casal deve compartilhar o aparelho para definir as respostas e, posteriormente, conferir erros e acertos.

Após a última pergunta, a plataforma informa o vencedor e sugere uma recompensa que o perdedor deve oferecer como prenda. Algumas recompensas são uma semana de mimos, cama arrumada por uma semana, uma hora de cafuné e outras ações que podem ajudar a melhorar a interação do casal. O TechTudo preparou um tutorial para mostrar como baixar e jogar o game. Veja passo a passo de como baixar e jogar AQUI.

Globo, via Techtudo

 

Opinião dos leitores

  1. Mais uma bela maneira de capturar/coletar informações sobre a pessoa/casal e direcionar publicidade.
    Assistam o dilema da rede no netflix e entendam melhor o que estou comentando.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

CULTURA: Prefeitura do Natal publica relação para receber recursos da Lei Aldir Blanc

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult-Funcarte), publica na edição desta quinta-feira (17) do Diário Oficial do Município (DOM), a relação de Espaços Culturais cadastrados para o recebimento de recursos financeiros da Lei Aldir Blanc (Lei 14.017), cujos recursos são destinados ao segmento cultural atingido pela pandemia da Covid-19.

Os Espaços selecionados receberão respectivamente subsídios no valor de R$ 9.000,00 em 3 parcelas mensais de R$ 3.000,00; R$ 15.000,00 em 3 parcelas de R$ 5.000,00 e R$ 30.000,00, em 3 parcelas mensais de R$ 10.000,00. O subsídio é destinado à manutenção de Espaços Culturais formais (com CNPJ) e informais (representados por Pessoa Física).

A Comissão de Análise e Seleção Artística analisou 235 Espaços Culturais inscritos, selecionando 221. A relação completa pode ser acessada em https://portal.natal.rn.gov.br/_anexos/publicacao/dom/dom_20200917_51f7db364876234389f97b0cd7591ba9.pdf. Os interessados em impetrar recursos têm prazo de 48 horas a partir de hoje. Depois será publicada a listagem final.

Os representantes dos Espaços Culturais selecionados ou não na etapa de implementação do Inciso II, poderão participar da implementação da próxima etapa, destinada ao apoio de projetos culturais de artistas, grupos e entidades que tiveram suas atividades interrompidas em decorrência da Pandemia de Corona vírus, (Inciso III) cujos editais serão lançados no próximo dia 23.

“Natal foi a primeira grande cidade do Rio Grande do Norte habilitada a fazer o repasse dos recursos para artistas, trabalhadores e neste primeiro momento para Espaços Culturais através de Seleção Pública e Prêmios. Isso mostra o compromisso da Prefeitura do Natal com a cultura. Estamos sempre incentivando e investindo nessa área tão importante para nossa cidade”, enfatiza o prefeito Álvaro Dias.

“O Plano aprovado pelo Governo Federal e que agora se concretiza neste primeiro momento com o apoio aos Espaços Culturais foi elaborado a partir dos 6 eixos temáticos do Plano Municipal de Cultura. A política pública de editais que foi executada nestes anos no Município nos permitiu um trabalho coletivo de todos os diretores e coordenadores da Secult-Funcarte e o diálogo com os segmentos”, comenta o secretário de Cultura, Dácio Galvão.

A elaboração do Plano de Trabalho ficou a cargo da equipe técnica da Secult e passou pelas etapas de mapeamento, credenciamento e habilitação. Os eixos do Plano de Trabalho elaborado pela Secretaria de Cultura atendem Patrimônio e Memória, da Democratização do Acesso, Acessibilidade e Sustentabilidade, Formação, Gestão, Fomento e Financiamento, Livro e Leitura, Fomento à Economia Criativa.

Opinião dos leitores

  1. Ajuda financeira em plena campanha política, onde o prefeito é candidato a reeleição. Isso pode??

    1. Amiga, tu acha que a máquina pública vai parar por causa de campanha política? Imagina se tem que se cortar os novos cadastros dos programas sociais, só pelo fato de o Pr. se candidatar a reeleição…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Witzel diz que relação de Bretas com Bolsonaro deve ser investigada

Foto: CNN

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) afirmou que a relação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com o juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no estado, deve ser investigada para entender se as recentes decisões do magistrados tem relação com uma possível indicação a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

O governador se referia às recentes decisões de Bretas que resultaram na Operação Favorito da Polícia Federal que prendeu, entre outros, o empresário Mario Peixoto e o ex-deputado estadual Paulo Melo.

As empresas de Peixoto têm mais de R$ 900 milhões em contratos com o governo do Rio de Janeiro. Ele foi preso sob suspeita de fazer parte de uma organização criminosa acusada de desviar R$ 3,9 milhões da área de saúde.

“Essa empresa [de Peixoto] vem desde o governo [Sérgio] Cabral, desde [Luiz Fernando] Pezão e o inquérito que investiga esses fatos estava adormecido na Justiça Federal. Se a Justiça tivesse sido um pouco mais célere, avaliado a gravidade dos fatos ali mencionados, esse empresário já teria sido preso”, afirmou o governador em entrevista exclusiva à CNN.

Witzel alegou que, nos autos do processo contra Peixoto, Bretas fez ilações de uma possível relação entre o empresário e o governador com argumentos que seriam “extremamente frágeis”.

“Isso [a conduta do juiz] cabe ao TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) investigar. Ele [Bretas] está respondendo um processo administrativo-disciplinar”, disse.

O governador negou qualquer ligação com atos de corrupção nos órgãos de saúde do estado e diz que vai se apresentar de forma espontânea ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) para prestar esclarecimentos.

“Não tenho compromisso com absolutamente ninguém. Ainda não fui convocado, mas vou me apresentar espontaneamente. Não tenho medo de nada. Se usaram meu nome para dizer que tiveram algum tipo de influência, esses é que tem que ser punidos porque não vão encontrar nenhum tipo de favorecimento a ninguém”, afirmou.

“Fui juiz por 17 anos e nunca fui acusado de vender decisão, sentença. Não vou agora transformar minha vida num inferno por venda de decisão porque não admito corrupção. Fui eleito contra isso.”

Ele ressaltou que tinha uma boa relação com o juiz Bretas e disse esperar que o colega de magistratura não tenha “caído em uma armadilha”. “É bom lembrar que o juiz está sendo investigado pelo TRF-2 por atividade político-partidária, pelo que está na imprensa, ligado ao presidente Bolsonaro com intenção de ser ministro do Supremo.”

Exoneração de secretário

O governador do Rio negou que a exoneração de Edmar Santos do cargo de secretário estadual de Saúde tenha relação com a operação da PF e do Ministério Público contra a pasta e afirmou que, nos autos do inquérito sobre o suposto esquema de corrupção não há menções ao ex-secretário.

“O secretário não é diretamente mencionado [na investigação]. E ele prestou grande serviço no começo do combate à pandemia. Ele, como técnico, deus as orientações junto com o comitê técnico, motivo pelo qual vai continuar trabalhando com eles”, explicou.

“Mas nós tivemos problemas na entrega dos hospitais de campanha. Então eu entendi que, nesse ponto, além de termos um atraso nas obras, ele não estava dando a resposta que nós esperávamos.”

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Não há nenhum problema com a China. Zero problema. Se tiver que ligar pro presidente chinês, eu ligo sem problema nenhum”, diz Bolsonaro

Foto: Adriano Machado/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (20) que não há nenhum problema entre o governo do Brasil e o da China. Ele deu a declaração ao ser questionado por jornalistas, na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada, sobre postagem de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), responsabilizando o governo chinês pela pandemia de coronavírus.

A fala de Eduardo gerou reação do embaixador da China no Brasil, que criticou o deputado. Para o presidente, no entanto, o episódio já é “página virada”.

“Não há nenhum problema com a China. Zero problema com a China. Se tiver que ligar pro presidente chinês, eu ligo sem problema nenhum”, afirmou Bolsonaro.

Questionado na entrevista se considera a China culpada pela pandemia, Bolsonaro disse que a imprensa publica há meses que o surto de coronavírus se originou na cidade de Wuhan, na China.

“Não manifesto minha opinião sobre esse assunto. Vocês têm dito e escrito constantemente que esse vírus nasceu em Wuhan, na China. Esse assunto é página virada, não existe problema com a China”, ressaltou.

Bolsonaro afirmou ainda que é seu dever, como chefe de Estado, ligar para Xi Jinping, caso seja necessário, para buscar soluções e estratégias de combate ao coronavírus.

“Se houver necessidade, tem uma necessidade muito maior, a questão do vírus lá [na China] que a curva está em descendência, os hospitais estão sendo desativados. O que foi utilizado para chegar a esse ponto? Se houver necessidade, eu ligarei sim para o presidente Xi, sem problema nenhum. Faz parte do meu ofício tomar uma atitude como essa”, afirmou.

Fronteiras

Bolsonaro afirmou que negocia um ato conjunto com o presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, para fechar a fronteira terrestre entre os dois países, a exemplo da decisão do Brasil em relação aos outros países da América do Sul.

“O presidente que recém assumiu lá, nós queremos fazer algo em comum acordo. Agora, na verdade, é quase como se fosse um país só, é uma linha imaginária”, disse Bolsonaro.

Para o presidente, o fechamento de fronteiras atenua a crise do coronavírus, porém não resolve a situação.

“Pessoal fala que, se fechar, resolveu. Lógico, vai atenuar o problema, mas não vai resolver”, declarou.

Aeroportos

Bolsonaro foi perguntado o motivo da ausência de dos EUA, onde os casos da Covid-19 estão em alta, da lista de países cujos cidadãos não poderão entrar no Brasil em voos internacionais nos próximos 30 dias.

Segundo Bolsonaro, a situação nos EUA não é tão grave e o Brasil precisa manter certo nível de contato com outros países.

“Está numa situação semelhante à nossa, não é privilegiar esse ou aquele país. Não há, no meu entender, esse aumento que está sendo falado por aí, tá certo?”, disse.

Com informações do G1

 

Opinião dos leitores

  1. Manuel Filho, não é assim que a banda toca, não. Se toca, filho. Tá ruim, tem que melhorar e muito. Comparação com países comunistas é argumento de quem não tem o que dizer. Essa polarização só interessa ao PT e ao Bolsonaro. As besteiras que edtãp sendo feitas não compensam nem são compensadas pelo roubo do PT.

  2. O idiota pai ligou e Xi Jimping não atendeu…tá pensando que é assim?
    O idiota 03 vai ter que pedir desculpas publicamente…família de imbecís…

  3. Ao declarar que só consegue ser MILITAR, Bolsonaro foi muito sincero em expor a própria limitação.

  4. Vcs petralha s viram como nove dedos edificou a casa dele? Vou dar uma pista……..MADEIRA, de quem? ……….outra pista…….ditadores da América do Sul…..quais? Não vou esperar resposta daqui a dez dias…..kkkkkk, Madeira mole de Fidel Castro, Fedorenta de Chavez, suma de Maduro e roubada de Morales…….ai vcs gostam. Por isso a casa caiu.

  5. É impressionante a capacidade do gado de limpar as merdas que este imbecil ta fazendo, é muito retardo mental. Vai arrumar uma lavagem de roupa magote de desocupados.

  6. Então presidente, faça um twiter se retratando com a China, legue faça o que for possível e coloque seu filho no cantinho de disciplina.

  7. Ele não consegue ter noção do papel de um chefe de estado numa hora dessa. É muito limitado.

    Mas, ele já tinha avisado no inicio do mandato que ele só conseguia ser militar.

    1. Tá ruim vá para Cuba.
      Mil vezes ser só militar que dar carta branca para corrupto falir o país.
      Mil vezes ser só militar que mentiroso vendedor de sonhos formador de quadrilha.
      Essa é a opção de 85% dos brasileiros, para que fique registrado

  8. Presidente sem postura, não tem perfil para o cargo, nem sabe escolher os aliados.
    Deveria seguir o recente exemplo e manter comércio e as portas abertas a alinhados fortes, prósperos, firmes e que poderia ajudar e desenvolver o Brasil como os países falidos da África, Cuba, Venezuela, Uruguai, Bolívia e outras potências econômicas da américa latina.
    Onde já se viu fazer comércio com a China, EUA, países europeus, onde quer chegar Bolsonaro?

    1. VÃO EMBORA PRA VENEZUELA, LA E LUGAR DOS SONHOS DA PETRALHADA, SE NÃO QUER AJUDAR O SEU PAIS QUE NÃO ATRAPALHE QUEM ESTA TENTANDO AJUDAR.

  9. Esse aí nao fica de joelhos para os EUA, fica de quatro. Impressionante como esse senhor é subserviente ao EUA colocando em risco o povo do Brasil.

    1. Quem ficou de 4 para a Venezuela, Cuba, Argentina, Bolívia e outros falidos do mundo?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

PIB fecha 2019 com crescimento de 1,1% em relação a 2018; na comparação com o mesmo trimestre, houve elevação de 1,7%

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O produto interno bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, fechou o ano passado com crescimento de 1,1% frente a 2018. O resultado foi alcançado após a variação do quarto trimestre de 2019, que teve alta de 0,5% na comparação com o período anterior.

Na comparação com o mesmo trimestre de 2018 houve elevação de 1,7%, o décimo segundo resultado positivo consecutivo após 11 trimestres de queda.

Os números foram divulgados hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em valores correntes, o PIB atingiu R$ 7,3 trilhões no ano. Do total, R$ 6,2 trilhões se referem ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 1,0 bilhão aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.

Segundo o órgão, a agropecuária cresceu 1,3%, a indústria 0,5% e serviços 1,3%.

O PIB per capta variou 0,3% em termos reais e atingiu R$ 34.533 em 2019.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Sopa de morcego pode ter relação com surto de coronavírus na China, alerta estudo

Foto: Reprodução/Twitter

Um estudo conduzido por cientistas chineses e publicado no Jornal de Virologia Médica levanta suspeita de que o surto de coronavírus no país asiático possa ter relação com uma iguaria local: a sopa de morcego.

“Os resultados obtidos em nossas análises sugerem que o 2019‐nCoV [nome oficial do novo vírus] parece ser um vírus recombinante entre o coronavírus de morcego e um coronavírus de origem desconhecida”, afirmam os autores.

O novo coronavírus já infectou cerca de 600 pessoas desde o fim de dezembro, sendo que 17 delas morreram. Os principais sintomas são febre e problemas respiratórios, incluindo pneumonia.

Imediatamente, pessoas se manifestaram nas redes sociais afirmando que em Wuhan, cidade onde o surto iniciou, a sopa de morcegos silvestres é um prato comum.

Sabe-se que os coronavírus são transmitidos de animais para humanos e, posteriormente, a transmissão pode ocorrer de pessoa para pessoa.

O local onde os primeiros casos foram relatados foi um mercado de frutos do mar e de animais vivos em Wuhan.

Imediatamente, o espaço foi interditado e desinfetado por autoridades sanitárias, o que não impediu que o número de pessoas infectadas continuasse a aumentar.

Um estudo anterior, de 2017, publicado no China Science Bulletin, ressaltava que “os morcegos estão conectados ao crescente número de vírus emergentes e re-emergentes que podem quebrar a barreira das espécies e se espalhar para a população humana”.

“Os coronavírus são um dos vírus mais comuns descobertos em morcegos, que foram considerados a fonte natural de coronavírus recentes suscetíveis a humanos, como SARS-CoV e MERS-CoV.”

A SARS (síndrome respiratória aguda grave), surgida na China em 2002, e a MERS (síndrome respiratória do Oriente Médio), com origem na Arábia Saudita, em 2012, tiveram surtos parecidos com o atual.

A primeira registrou cerca de 8.000 infectados, com algo em torno de 800 mortes. A segunda teve 2.200 casos e 790 óbitos.

R7

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Fábio Faria entra na relação de cotados para disputar a presidência da Câmara

FOTO: PSD/CLÁUDIO ARAÚJO

A eleição para a presidência da Câmara, que deve ser um dos temas prioritários da agenda da Casa em 2020, ganhou mais um nome: o do deputado Fábio Faria (PSD-RN). Aliados do parlamentar dizem que seu livre trânsito no Palácio do Planalto e a boa relação com Jair Bolsonaro o cacifam para a disputa.

Calmante Hoje à frente da 3ª Secretaria da Mesa Diretora da Câmara, Faria foi responsável, por exemplo, pela aproximação de Bolsonaro com o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo relatos, o deputado teria atuado para distensionar a relação entre os dois.

Painel – Folha de SP

Opinião dos leitores

  1. Kkkkkkkkkkkkkkk, só uma piada boa dessa para terminar o ano ! A bancada do RN é tão "atuante" que não consegue emplacar uma presidência de comissão . Pelo amor de Deus.

  2. Fábio é um bom nome. Parlamentar atuante mas de pouca habilidade na comunicação. Às vezes mostra-se desdenhoso até mesmo com quem quer ajudar. Precisa ser menos vaidoso. Mas é um quadro de valor.

  3. A questão não é disputar ou não a presidência da câmara.
    O que realmente interessa para os potiguares é se os políticos do RN, eleitos com o voto deste povo, estão de fato fazendo algo para tirar o RN do buraco.
    O povo quer:
    Segurança, saúde, educação, turismo em grande escala, grandes industrias no Estado gerando emprego e renda, incentivo ao empreendedorismo, gasolina com preço similar ao da Paraíba (por exemplo), uma orla linda e atrativa em Natal e etc.
    Ser ou não Presidente da Câmara ou do Senado pode não significar nada para o RN se neste cargo o postulante do mesmo não agir juntamente com os demais parlamentares do Estado a favor de tudo isto e muito mais que O RN precisa com urgência e é papel deles correr atrás.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Em menos de quatro meses, azeda relação entre Frota e Doria

Foto: Internet | reprodução

Alexandre Frota chegou ao PSDB em meados de agosto. Os menos de quatro meses de convivência já foram suficientes para desandar sua relação com João Doria, patrocinador de sua entrada no tucanato.

Recentemente, Frota enviou um áudio de 8 minutos para aliados em que descarrega sua irritação com Doria. Nele, desabafa sobre falta de prestígio.

Na gravação, Frota queixa-se de seu quinhão na partilha de emendas, reclama que não recebeu nenhum diretório para chamar de seu e cita o pedido não atendido para indicar nomes a cargos. Não só isso.

Acusa Doria de escantêa-lo desde a chegada de Gustavo Bebianno ao PSDB e, por fim, avisa que votará no candidato de Aécio Neves (Celso Sabino), e não no de Doria (Beto Pereira), na disputa pela liderança da legenda na Câmara.

— Eu não tenho por que lutar pelo Doria, não tenho por que agradar ao Doria. Vou agradar ao meu amigo de 30 anos, que é o Aécio.

Lauro Jardim – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Realmente o nível desse PSL Frota todos conhecem têm uma que morou na Espanha que o Bozo perguntou se ela era prostituta lá é por aí vai

  2. O Ator de filmes de sexo explícito, que se elegeu pelos votos dos bolsonaristas, sempre teve esse caráter aproveitador, oportunista e de outros tantos outros adjetivos não mencionáveis.
    Estava no PSL esperando receber cargos, dinheiro de emendas, facilidades, não recebeu. Saiu chutando Bolsonaro e foi para os braços de Dória.
    Chegou lá e fez as mesmas exigências, foi ignorado. Já colocou seu ácido discurso na praça.
    Melhor assim, o povo recebe as provas de quem é Alexandre Frota.
    O maior problema dele é que está do lado errado da política, tem que dobrar a esquina e se filiar a turma do toma lá, dá cá.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Crise diplomática: Espanha nega perseguição a brasileiros

A Embaixada da Espanha no Brasil informou que os quatro brasileiros impedidos entrar no país, no último dia 26, não apresentaram a documentação exigida para ingresso. De acordo a representação diplomática, foi apenas pela falta de documentos que os quatro brasileiros não puderam entrar em território espanhol. A assessoria negou abusos e atos de perseguição aos brasileiros.

A embaixada disse ainda que os quatro foram escolhidos aleatoriamente, em um procedimento padrão na Espanha. Dois brasileiros disseram querer entrar no país para trabalhar, mas não tinham os documentos necessários.

O terceiro brasileiro também disse que pretendia trabalhar no país, mas mostrou um visto do governo de Portugal, já vencido. O quarto brasileiro estava impedido de entrar na Espanha até 2015 – a embaixada não informou o motivo.

De acordo com a embaixada, o governo da Espanha não é mais rígido com brasileiros do que com cidadãos de países europeus e garante que cumpre o acordo firmado com o Brasil no ano passado. No acordo, quando um brasileiro não é admitido na Espanha, as autoridades espanholas entram em contato com o consulado para que o Itamaraty possa verificar se o brasileiro está recebendo tratamento adequado e se há alguma possibilidade de recurso.

Pelas informações divulgadas por autoridades brasileiras, os quatro detidos na Espanha embarcaram na manhã de hoje (30) de volta ao Brasil e devem chegar à noite a Salvador. Os nomes não foram divulgados, nem pela embaixada espanhola, nem pelo Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, para preservar a privacidade dos envolvidos.

O Itamaraty diz que mais de mil brasileiros foram impedidos de entrar na Espanha em 2011. O número caiu para 510 em 2012 e, até junho deste ano, 150 brasileiros não puderam entrar na Espanha por não cumprir os requisitos de entrada.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vejam a relação de todos os candidatos a Vereador citados na Pesquisa BlogdoBG/Consult

Ontem o BlogdoBG publicou a relação dos 66 vereadores mais citados na Pesquisa BlogdoBG/Consult. Hoje estamos publicando a relação de todos os 187 vereadores citados na pesquisa. Segue a relação abaixo:

A Pesquisa BlogdoBG/98/JH foi realizada entre os dia 01 e 04/09 com 1800 entrevista, a margem de erro foi de apenas 2.1%.

Estamos publicando todos os nomes citados, sem percentual de indecisos e que não votaria em nenhum dos candidatos.

Como são muitos candidatos citados, click que a relação completa vai abrir.

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *