Portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública renova permanência da Força Nacional por mais dois meses no RN

O Diário Oficial da União publicou nesta terça-feira(22) decreto em portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que autoriza a permanência da Força Nacional por mais dois meses no estado do Rio Grande do Norte.

A Força Nacional está no Rio Grande do Norte desde janeiro de 2017, na período da histórica rebelião da Penitenciária de Alcaçuz, que ganhou proporções de violência também fora do presídio.

Desde então, as portarias têm se renovado. Dessa vez, no Governo Fátima Bezerra.

Após ataques, Moro autoriza envio da Força Nacional para o Ceará

Geraldo Bubniak/ AGB/ Estadão Conteúdo – 05.11.2018

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou, no final da manhã desta sexta-feira (4), o envio de tropas federais para o Ceará, que vive sob ataques pelo segundo dia consecutivo.

Diversas cidades do Estado registraram desde quinta-feira (3) noites e madrugadas de ataques. Em Fortaleza, uma delegacia da Polícia Civil sofreu atentado de incêndio. A Prefeitura de Maracanaú também foi atacada. Ônibus e vans foram queimados pelos suspeitos, que também incendiaram colunas que sustentam um viaduto da rodovia BR-020, que liga a capital cearense a Brasília.

Cerca de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional seguem ainda hoje para o Estado e atuarão por 30 dias em ações de segurança e apoio à PF (Polícia Federal), à PRF (Polícia Rodoviária Federal), ao Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e às forças policiais estaduais. Caso necessário, o prazo de atuação da FN poderá ser prorrogado.

A decisão foi tomada após os episódios de violência registrados e à dificuldade das forças locais combaterem sozinhas o crime organizado. Também foram consideradas a gravidade dos fatos, a necessidade de manutenção da segurança pública e o dever das forças policiais federais e estaduais de, por ação integrada, proteger a população civil e o patrimônio público e privado de novos incidentes.

Ataques

Os ataques foram feitos após a declaração do novo secretário de Administração Penitenciária do Estado, Luís Mauro Albuquerque, de que não reconhece facção criminosa no Ceará. Ele confirmou que a divisão de presos por unidades não irá mais obedecer a distribuição por vínculos com organizações criminosas.

O governador Camilo Santana, que assumiu na terça-feira (1°) o segundo mandato, para o qual foi reeleito em outubro de 2018, havia dito em janeiro do ano passado que das 441 mortes registradas nos primeiros 29 dias de 2018, 84% eram vinculadas às facções criminosas. O principal grupo criminoso do Ceará é o GDE (Guardiões do Estado).

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto disse:

    Parece Natal qdo foi atacada, passaram 10 dias pra enviar essas tropas

Força Nacional realiza mais de 190 prisões no Rio Grande do Norte

Atuando ostensivamente, a Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) já contribuiu para mais de 190 prisões em Natal e Mossoró e promoveu diversas apreensões entre janeiro e novembro de 2018.

Ao todo, foram 197 prisões em 11 meses. Somado a isso, a FNSP tirou de circulação 62 armas de fogo e 556 munições, apreendeu 28 menores infratores e recuperou 73 veículos com registro de roubo, além de ter realizado abordagens a 57.377 pessoas, 14.611 motocicletas, 10.544 carros e 39 residências.

No Rio Grande do Norte, a Força Nacional atua em parceria com as demais Forças de Segurança Estaduais, visando promover uma maior sensação de segurança para a população. Em ações e operações integradas durante o ano, foram 1.213.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ridículo, muito pouco! Não fazem jus ao dinheiro que recebem, dívida por mês e lembre que é natal e mossoro, a guarda municipal prende mais.

  2. carlos diniz disse:

    uma pena que em poucos dias estarão todos soltos graças a nossa maravilhosa 'justiça'.
    Não vejo a hora de voltar aos tempos antigos onde amanhecia o dia cheio de corpos de bandidos nos terrenos baldios pela cidade.

FOTO: Força Nacional descobre laboratório de falsificação de uísque na Grande Natal e prende homem; vasta quantidade de garrafas, rótulos e produtos químicos apreendidos

Foto: Força Nacional

Um laboratório de falsificação de uísque foi estourado nessa quarta-feira(22) em São Gonçalo do Amarante por Policiais da Força Nacional, em atividade na região Metropolitana de Natal, após uma denúncia anônima. De acordo com os policiais, o laboratório clandestino funcionava na Travessa das Rosas, no bairro Golandim. Na ocasião, um homem de 25 anos, que estava no local, foi preso e levado para a Central de Flagrantes.

Conforme imagem acima, dentro do laboratório foram encontrados e apreendidos várias garrafas de uísque, rótulos, etiquetas, selos, lacres, embalagens, seringas, além de vasta quantidade de produtos químicos utilizados na falsificação da bebida.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. André Carvalho disse:

    Tem que apertar no depoimento para que ele indique quais estabelecimentos comerciais adquirem e vendem para cleinest as bebidas falsificadas. Provavelmente essa operação terá desdobramentos.

    • Tonho de toin disse:

      Pra que? Onde eles vendem, você não pisa nem na calçada, é só nos restaurantes da Petrópolis, lagoa nova e de ponta Negra. Rsrsrs

  2. Nat disse:

    Direto das Highlands de Igapó.

Força Nacional vai reforçar segurança em Mossoró a partir de sexta-feira

O governador Robinson Faria (PSD) pediu socorro ao Ministério da Defesa para enfrentar a escalada da violência em Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. O grande número de assassinatos, que vem batendo recordes históricos, mostra que o Estado fracassou e que só o reforço “extra” é capaz de restabelecer a paz.

O pedido de Robinson foi atendido. A Força Nacional, que está em Natal desde a rebelião em Alcaçuz, há mais de um ano, será transferida para Mossoró na próxima sexta-feira (23).

O governo não deu detalhes de como será feito o trabalho, o número de homens e estrutura que será usada. As informações serão apresentadas aos jornalistas somente na sexta-feira, com a chegada da Força Nacional.

A segurança pública em Mossoró enfrenta o pior momento da história, com alto índice de homicídios, assaltos, arrastões, roubos e outras ações marginais. Em 45 dias de 2018, a cidade registrou 42 assassinatos, média de quase uma morte violenta por dia.

Veja outros detalhes aqui no Blog do César Santos, no De Fato

Ministro da Justiça prorroga trabalho da Força Nacional no RN por mais seis meses

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, determinou em portaria publicada nesta sexta-feira que a Força Nacional continue no Rio Grande do Norte por, pelo menos, mais seis meses. A portaria beneficia também Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Sergipe.

No últimos dias, a Força Nacional, que já tinha recebido o reforço de 70 homens, teve outro incremente, de mais 30. A Força ganhou projeção no RN ao auxiliar a administrar a crise no sistema prisional do Estado.

Confira a portaria:

O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto na Lei nº 11.473, de 10 de maio de 2007; no Decreto nº 5.289, de 29 de novembro de 2004; na Portaria nº 3.383, de 24 de outubro de 2013; e nos Convênios de Cooperação Federativa celebrados entre a União e os Estados; resolve

Art. 1º Autorizar a prorrogação do emprego da Força Nacional de Segurança Pública, em caráter episódico e planejado, por 180 (cento e oitenta) dias, a partir de 1º de janeiro de 2018, nos Estados do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, do Rio Grande do Norte e de Sergipe, nos termos dos documentos de solicitação e consoante o previsto no Plano Nacional de Segurança (PNSP), para atuar nas ações de policiamento ostensivo, polícia judiciária, e perícia forense, nas atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

Art. 2º A operação terá o apoio logístico dos Estados solicitantes, que deverão dispor de infraestrutura necessária à instalação da base administrativa da operação, bem como permitir o acesso aos sistemas de informações e ocorrências no âmbito da Segurança Pú- blica, durante a vigência desta Portaria.

Art. 3º Os profissionais a serem disponibilizados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública obedecerão ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação. Art. 4º O prazo do apoio prestado pela Força Nacional de Segurança Pública poderá ser prorrogado, se necessário, conforme o art. 4º, § 3º, inciso I, do Decreto nº 5.289, de 2004.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

TORQUATO JARDIM

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Airy disse:

    Com a situação do RN como está devia era deixar vitalício essa porra

ALCAÇUZ -(FOTO): Força Nacional encontra terceiro túnel nesta segunda

Foto: Fred Carvalho G1-RN

A Força Nacional encontrou o terceiro túnel na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal, em menos de dois dias. A escavação encontrada nesta segunda-feira(23) fica na área externa próxima ao pavilhão 5.

Veja mais: Força Nacional encontra dois túneis fora de Alcaçuz e apreende drogas

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Andinho disse:

    Acredito que um dos objetivos desta baderna que se instalou em Alcaçuz era a fuga de presos, certamente uma boa quantidade deles conseguiu escapar por estes túneis.

  2. Ricardo Trevo disse:

    APENAS 03? Acho que não estão procurando direito, o solo da penitenciária é um queijo suíço, tem buraco para todos os lados e cantos, e se procurar direito, talvez não encontrem apenas buracos, quem sabe…

Polícia Civil se reúne com policiais da Força Nacional que reforçarão o efetivo pra Copa do Mundo

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte se reuniu na manhã dessa quinta-feira (12/06) com os policiais da Força Nacional que vieram de vários estados do país para reforçar o efetivo policial durante a Copa do Mundo. Ao todo são 48 agentes da Força Nacional que trabalhão até o dia 25 de Junho em Natal.

São quatro delegados, doze escrivães e 32 agentes que deverão dar apoio à Polícia Civil do Estado, fazendo registro de ocorrências e outros procedimentos da polícia judiciária. Eles deverão trabalhar a partir de hoje (12) até o dia 25 reforçando as delegacias e os locais onde acontece o evento.

A reunião teve como objetivo apresentar e explicar aos agentes da Força Nacional o funcionamento do plano de segurança da Polícia Civil para a Copa do Mundo em Natal. Estiveram presentes o subsecretário de Segurança Pública, Ricardo Sérgio Costa de Oliveira, o Delegado Geral da Polícia Civil, Adson Kepler, o Diretor de Policiamento da Grande Natal, Matias Laurentino, o diretor da Academia de Polícia Civil, João Bosco Vasconcelos, o diretor do Núcleo de Inteligência, delegado Lenivaldo Pimentel, além dos delegados Roberto Andrade, Luiz Lucena e Ronaldo Gomes, que coordenarão o evento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Olívia disse:

    População sem conjunto ponta negra sem SEGURANÇA!!
    Aqui Av.Buzia tem padaria já foi assaltada 8 vezes !
    Agora mesmo caba seu assaltada acade a polícia !!
    Claro esta arena dunas !
    Fan festa !
    Nos entrege as. Barata!!

FOTOS: Ônibus e mais viaturas da Força Nacional chegam em Natal para a Copa

10440773_601911006583772_6591728454838673425_n 10245556_601910966583776_1656739569132912132_n 10380886_601910946583778_1314001529519704319_nConforme registrado pelo Via Certa Natal na semana passada, a chegada ”Força Nacional” em Natal segue recebendo sua equipe. Nesta quarta-feira(4),  mais viaturas e um ônibus da chegaram na capital potiguar, como pode ser visto nas imagens feitas na rodovia BR-101. Fotos: Tácio Cavalcanti/Via Certa Natal

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nilda disse:

    ESTADO RIO GRANDE DO NORTE!!
    Não tem segurança !!!

  2. henrique disse:

    Engraçado é essa força nacional retira PM e Bombeiros de onde não tem para colocar em eventos, deverias era realizar concurso para a bendita força.

  3. Olívia disse:

    Com fazer preparação aqui no conjunto ponta negra!!
    Os bandido anda solto aqui!!

Força Nacional treina jornalistas para atuar com segurança em distúrbios

Nos dias 28 e 29 de março, o Ministério da Justiça realizará o curso Cobertura Jornalística em Ações de Segurança Pública. A capacitação é destinada aos profissionais de imprensa de todo Brasil e irá tratar de procedimentos seguros em coberturas jornalísticas que envolvam riscos físicos, a exemplo de grandes manifestações populares. O curso será em esquema de imersão, na Base da Força Nacional de Segurança Pública (FSNP), localizada na cidade do Gama, no Distrito Federal. Para se inscrever é preciso preencher o formulário até o dia 24 de março.

O objetivo é promover a troca de informações entre profissionais de comunicação e de segurança pública sobre aspectos inerentes às atividades operacionais de ambos, de modo a assegurar o direito à informação e o livre exercício do jornalismo dentro de condições de segurança. O entendimento dos profissionais da imprensa acerca do trabalho policial poderá contribuir para uma avaliação crítica mais precisa, em benefício do cidadão, da mesma forma que a experiência poderá colaborar para a construção de novos procedimentos policiais, em prol do direito à informação e de manifestação da população.

No curso, os profissionais da imprensa terão a oportunidade de conhecer como a Força Nacional se prepara e atua no contexto dos movimentos sociais, como são constituídos os Pelotões de Choque, suas competências nos conflitos urbanos e rurais, bem como o gerenciamento de crise e a negociação em ocorrências de alto risco.

Os jornalistas também vão conhecer a legislação, as normas de direitos humanos, modo de utilização do uso diferenciado da força e os equipamentos de proteção individual e as condutas de auto proteção.

Após os ensinamentos em sala de aula, os alunos terão aulas práticas, com simulações de manifestações e ações de socorro de urgência. Todo o curso será ministrado por policias graduados da Força Nacional, com apoio da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Justiça. As vagas são limitadas.

Os interessados deverão apresentar atestado médico, autorização do órgão de imprensa ao qual está vinculado e demais documentos solicitados. As despesas de deslocamento para Brasília, alimentação e hospedagem correrão por conta do solicitante, exceto nos dias do curso, quando deverão permanecer e pernoitar na Base da Força Nacional.

Mais informações poderão ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones (61) 2025-3135/3315.

Confira a programação:

Curso ‘Cobertura jornalística para ações em Segurança Pública’

28 e 29 de março

Locais:

Auditório Tancredo Neves, Ministério da Justiça, Brasília (DF) – abertura

Base da Força Nacional, Gama (DF) – aulas

Sexta-feira 28/3

8h – Credenciamento

9h – Abertura do Curso

9h30 – Aula inaugural – A atuação da Força Nacional

10h15 – Deslocamento para a Base da Força Nacional no Gama

11h – Legislação da Atividade Policial

12h – Almoço

14h – Gerenciamento de Crise

15h – Controle de Distúrbios Civis

17h – Equipamentos e armamentos utilizados

19h – Pernoite em unidade de treinamento da Força Nacional

Sábado 29/3

8h – Café da Manhã
8h30 – Comportamento Seguro e uso de equipamentos de proteção

9h – Atividades Práticas

13h – Almoço

15h – Atividades Práticas

20h – Encerramento e retorno ao Ministério da Justiça

Governo Federal

Polícia Militar do RN seleciona 20 Militares para compor a Força Nacional

A partir dessa terça-feira (25), a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte estará selecionando vinte Policiais Militares para comporem o efetivo da PMRN na Força Nacional de Segurança Pública.

As vagas são destinadas a PM’s que ainda não fazem parte do contingente da PMRN na Força Nacional. Os selecionados irão participar da Instrução de Nivelamento de Conhecimento (INC) e ficarão à disposição daquele órgão pelo período de um ano, podendo ser prorrogado por mais 30 dias.

O Processo Seletivo destina 1 (uma) vaga para o posto de Capitão, 2 (duas) para Tenente, 4 (quatro) para Subtenentes e Sargentos e 13 (treze) para Cabos e Soldados, os quais deverão passar por avaliação de saúde e física, além de investigação social.

Para se inscreverem os candidatos deverão preencher alguns requisitos, como: possuir bom comportamento, não ter sido responsabilizado ou condenado por infração administrativa grave ou condenação penal nos últimos 5 anos, além de outros requisitos.

As inscrições deverão ser realizadas na Diretoria de Pessoal, localizada no Quartel do Comando Geral, nos dias 25 e 26 de fevereiro, das 8h às 12h.

FOTO: Manifestante mostra bumbum para Força Nacional e leva jato de spray de pimenta

16_14_41_204_fileUm manifestante se aproximou da grade que isolava o hotel onde acontecia o leilão do campo de Libra, na zona oeste do Rio de Janeiro, abaixou parte da bermuda e mostrou o bumbum para homens da Força Nacional. Um dos agentes se incomodou com o gesto e lançou spray de pimenta contra o rosto do jovem. O episódio foi registrado pela reportagem do Balanço Geral RJ.

Perto dali, no mesmo bairro, um banheiro químico foi incendiado em uma praça. A suspeita é de que o fogo tenha sido provocado por manifestantes. Bombeiros chegaram para conter as chamas por volta das 15h.

Durante toda a manhã, o clima foi tensão em torno do hotel sede da licitação. Manifestantes e agentes de segurança entraram em confronto. Bombas e efeito moral e spray de pimenta foram usados para conter os ativistas. Houve feridos.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Guilherme M. disse:

    Na verdade, analisando a foto, percebe-se que o jato de spray de pimenta foi jogado quando o vagabundo (quem quebra e vandaliza o que não é seu, independente de público ou privado, não é ativista, e sim, marginal) tentou passar por cima da cerca, e não quando mostrou a bunda. Quando uma de suas pernas está do outro lado da grade, é que ele foi atingido….parabéns ao policial, e com todo respeito ao Blog, objeto de minha leitura diária, e que no caso só está repassando a notícia de outro portal, esse tipo de notícia sempre maculando a ação da PM é um desserviço à nossa sociedade, fomentando somente a ação desses vândalos!

  2. paulo kasinsk disse:

    Literalmente: …………. no ……. dos outros é refresco.

  3. Neto disse:

    Na verdade era pra da um tiro na bunda dele e depois prender. Sou contra o leilão, mas já chega de vandalismo e desordem nas ruas, lugar de vagabundo e na cadeia!

Força Nacional permanece mais 180 dias no Rio Grande do Norte

Prorrogada, por mais 180 dias, a atuação da Força Nacional de Segurança Pública no estado do Rio Grande do Norte, para prestar apoio técnico-operacional em aviação policial. As ações da força no estado fazem parte do Programa Brasil Mais Seguro, que tem o objetivo de reduzir a criminalidade em cidades onde há  mais registros de violência e de capacitar policiais.

Brasil Mais Seguro – O Programa Brasil Mais Seguro, implementado dia 7 de julho de 2013 no Rio Grande do Norte, é um pacto pela redução de crimes violentos cujo piloto prevê o enfrentamento ao crime organizado, ações estruturantes na área de Perícia e Justiça Criminal, implantação da polícia de proximidade com repressão qualificada, incluindo o monitoramento e a ocupação de áreas onde são registrados os maiores índices de crimes violentos, além da campanha de desarmamento e de cultura de paz.

As ações qualificadas de combate à violência do Programa Brasil Mais Seguro garantem a redução do índice de crimes violentos letais no estado. Em 2013 o Programa foi expandido para os estados da Paraíba e Rio Grande do Norte. Além disso, começou o processo de adesão para o estado de Sergipe.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Xavier da Silva disse:

    Meu caro Bruno, onde estar essa força nacional de segurança publica, só se for em outro Rio Grande do Norte, por que não estam atuando em Natal?

Força Nacional ficará no Rio Grande do Norte por mais 90 dias

O Ministério da Justiça prorrogou hoje (23) a permanência de policiais civis da Força Nacional no Rio Grande do Norte por mais 90 dias. De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União, a atuação dos agentes se dá em conjunto com as autoridades locais para cumprir metas e manter a ordem.

A Força Nacional executa ações de Polícia Judiciária como parte da Operação Potiguar, que conta com o apoio do Sistema de Segurança Pública do Governo do Rio Grande do Norte.

 

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Caninde Gomes disse:

    Então quer dizer que esse efetivo estava no RN? Ahhhh bom. Senti melhoras sensíveis na segurança pública e não sabia o que tinha acontecido. Foi essa Força Nacional tão cheia de resultados a apresentar.

Força Nacional pode reforçar segurança durante julgamento do mensalão

A pedido do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, a Força Nacional de Segurança deverá ajudar a Polícia Militar do Distrito Federal a garantir a segurança da Corte durante o julgamento do processo do chamado mensalão, agendado para começar no próximo dia 2 de agosto.

Segundo a assessoria do STF, Britto manifestou preocupação com a segurança dos presentes à sessão de julgamento e das instalações durante reunião na última quarta-feira (18) com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Ayres Britto chegou a pedir, informalmente, a presença do efetivo federal na área externa do prédio.

De acordo com a assessoria do Ministério da Justiça, Cardozo colocou a Força Nacional à disposição, mas sugeriu que o STF também peça reforços à Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.

A efetivação da autorização para a atuação da tropa federal depende agora apenas do pedido oficial do STF, informou à Agência Brasil a assessoria do Ministério da Justiça.

Mensalão foi o nome dado para as investigações conduzidas pela comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI), no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de um suposto esquema de compra de votos de parlamentares pelo Executivo. O STF julgará 38 réus que constam dos autos do processo, entre eles José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no governo Lula.

Na última terça-feira (17), Ayres Britto anunciou que os preparativos para o julgamento da ação penal estavam praticamente concluídos. Ontem (20), o STF deu início a uma série de simulados que servirão para testar a organização logística das sessões.

Fonte: Agência Brasil