Polícia

Perseguição a assaltantes em Natal termina com troca de tiros, PM ferido e bandido preso; disparos atingiram microônibus, que bateu em poste

Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Um policial militar foi baleado e um bandido foi preso após uma ocorrência de roubo de carro que resultou em uma perseguição policial, com troca de tiros, na manhã desta sexta-feira (16), na Zona Leste de Natal. Na ocasião, tiros atingiram um microônibus que estava com passageiros.

Segundo informações preliminares, após o roubo do carro modelo Fox, de cor branca, no bairro do Tirol, as vítimas encontraram uma viatura perto da praça Augusto Leite e informaram sobre o crime. Logo em seguida, a perseguição começou ainda na Avenida Romualdo Galvão. A troca de tiros aconteceu momentos depois na avenida Alexandrino de Alencar. Durante a perseguição, um microônibus que faz transporte alternativo foi atingido por tiros. O motorista perdeu o controle do veículo e bateu em um poste, mas nenhum dos ocupantes ficou ferido.

Os criminosos deixaram o carro roubado e fugiram a pé por uma rua que dá acesso à rua Alberto Silva, onde um deles foi detido pelos policiais. O policial baleado na ocorrência foi levado a uma unidade de saúde e o bandido encaminhado à delegacia. Na ocorrência, a Polícia Militar também apreendeu duas armas de fogo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Piloto é baleado de raspão após helicóptero que cede imagens a Record ser alvejado durante tiroteio na Mangueira; ‘inaceitável’, dizem associações de imprensa

Foto: Reprodução

Um helicóptero da TV Record foi alvejado e o piloto atingido de raspão quando sobrevoava o Morro da Mangueira, na Zona Norte do Rio, na manhã desta sexta-feira (28).

O piloto Darlan Santana foi ferido na panturrilha direita. Ele ainda conseguiu fazer um pouso de emergência no anexo do Estádio Nilton Santos, o Engenhão.

Após pousar, médicos do Samu prestaram os primeiros socorros. Darlan foi levado em seguida para o Hospital Salgado Filho, no Méier, na Zona Norte. Segundo a direção da unidade, seu estado de saúde é estável.

Uma foto tirada por um bombeiro mostra o vidro da frente do helicóptero quebrado.

O caso é investigado pela delegacia de São Cristóvão, que já solicitou uma perícia na aeronave para identificar qual foi o tipo de arma usada.

A Record informou que o helicóptero pertence a uma empresa que presta serviços à TV e que o piloto está bem.

Manhã de confrontos

Um intenso confronto ocorreu nesta manhã após policiais da UPP da Mangueira serem atacados por traficantes na Rua Visconde de Niterói, principal via que dá acesso à comunidade.

O tiroteio assustou moradores na região. Há relatos de pessoas que estavam com medo de sair de casa para trabalhar até em bairros que ficam no entorno da comunidade.

“Nunca ouvi tanto tiro assim desde que vim morar aqui”, disse uma moradora de Vila Isabel que mora no local há quatro anos.

‘Inaceitável’, dizem associações de imprensa

Em nota, associações ligadas ao jornalismo disseram, por meio de nota, ser “inaceitável” esse tipo de violência contra a imprensa. Confira abaixo a íntegra da nota:

“A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) consideram de extrema gravidade o atentado contra um helicóptero da Record TV, ocorrido nesta sexta-feira (28), no Rio de Janeiro.

A aeronave foi atingida por um tiro enquanto sobrevoava o Morro da Mangueira, onde acontecia uma operação da Polícia Militar, após agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) serem atacados por criminosos. O piloto Darlan Silva de Santana foi ferido na perna. Ele fez um pouso de emergência nas proximidades do estádio Nilson Santos, o Engenhão, e foi levado ao hospital.

É inaceitável que a imprensa seja submetida a este nível de violência.

ABERT, ANER e ANJ seguirão empenhadas em coibir toda e qualquer represália ao trabalho jornalístico e pedem providências imediatas às autoridades locais para o esclarecimento do caso e rigorosa apuração dos fatos”.

G1

Opinião dos leitores

    1. Acho que você está um pouco atrasado. Witzel sofreu impeachment a algum tempo.
      Seria interessante se atualizar antes de falar em defunto político.

    2. Foi uma ironia (até pq o impedimento foi uma notícia amplamente divulgada), na próxima deixo um marcador de ironia.

  1. Uma das estratégias usadas em países socialistas e comunistas é desacreditar a polícia e as forças armadas, para que sejam substituídas pelas milícias do ditador e nas forças armadas ocorra a expulsão de todos que não se alinham e se submetem ao regime totalitário. Faz tempo que no Brasil, toda e qualquer bala perdida é imediatamente atribuída pela mídia aos policiais.
    Nunca a mídia mostrou cenas das pessoas mortas e torturadas nos morros pelos bandidos.
    Quantos jornalistas foram mortos nos morros e a mídia esqueceu deles?

  2. A nota, infelizmente, induz ao raciocínio que teria sido a polícia a efetuar o disparo. Deviam ter mandado aos meninos do molusco, para não fazer isso, o território é deles, as drogas são benéficas, a comunidade agradece, todos ficaríamos contentes.

  3. Já passou da hora do presidente mandar o exército ocupar os morros dominados pela narcomilícia do Rio.

    1. Se ele mandar, os amigos dele não vão gostar.
      Milícia com milícia se entendem.

  4. A imprensa não lamentou que apenas um policial tivesse morrido no confronto de uns dias atrás? Deveria tá lamentando a bala que o bandido gastou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Quadrilha abandona dinheiro após assalto e tiroteio em Criciúma-SC; quatro homens são presos com R$ 810 mil

Veículo incendiado pelos criminosos em Criciúma — Foto: Janniter de Cordes

A quadrilha que invadiu o prédio de uma agência bancária para roubar cofre da tesouraria, na madrugada desta terça-feira (1º), deixou diversas notas de dinheiro jogadas pelas ruas de Criciúma, no Sul de Santa Catarina.

Quatro homens foram detidos pelo furto das cédulas abandonadas pelos criminosos. Segundo a Polícia Civil, eles foram encontrados em um apartamento com mais de R$ 810 mil dentro de duas malas. Dois suspeitos de 24 anos e outros dois de 27 e 28 anos devem ser encaminhadas ao Presídio Regional. Além disso, a polícia encontrou espalhado pelas ruas cerca de R$ 300 mil.

Segundo a polícia, foi levado o dinheiro do cofre, que era o alvo do grupo de criminosos. O valor total do roubo ainda não foi divulgado. A explosão provocada durante a ação danificou estrutura da tesouraria regional, que fica anexa a uma agência bancária, no Centro do município.

Além disso, o bando fortemente armado provocou incêndios, bloqueou ruas e acessos à cidade, atirou contra o Batalhão da Polícia Militar, usou reféns como escudos. Durante a ação, que durou pouco mais de uma hora, os criminosos efetuaram diversos disparos. Duas pessoas ficaram feridas: um policial militar e um vigilante.

Responsável pelo caso, o delegado Ulisses Gabriel afirmou o dinheiro que a quadrilha não conseguiu levar ficou abandonado pelas ruas, bolsas e mochilas. Todas as notas já foram recolhidas e a polícia vai tentar identificar se mais pessoas pegaram o dinheiro.

“Eles [assaltantes] não conseguiram carregar todo o dinheiro. Na verdade, tem quatro presos aqui que se aproveitaram da situação. O dinheiro ficou caído e quando a minha equipe chegou no local, inclusive tinha um individuo tentando carregar o dinheiro e a gente fez a abordagem”, afirmou o delegado.

A suspeita da polícia é de que pelo menos 30 pessoas participaram da ação. Após o assalto, os criminosos fugiram em comboio. Segundo o delegado Anselmo Cruz, da Divisão Estadual de Investigação Criminal (Deic), dez veículos utilizada pelos criminosos foram localizados em Nova Veneza, que fica cerca de 200 quilômetros do município.

Por volta das 5h50, a equipe do esquadrão antibombas estava no local e utilizava um robô para retirar cerca de 30 quilos de explosivos que foram deixados pelo grupo criminoso no local.

Os primeiros relatos do tiroteio foram feitos por volta meia-noite e duraram mais de uma hora e meia. Imagens nas redes sociais mostraram reféns e pessoas cercadas nas ruas pelos criminosos. O som dos disparos foi ouvido principalmente na região central.

G1-SC

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Morro de Mãe Luíza, em Natal, tem tiroteio e forte presença policial

Fotos: redes sociais

Fim da manhã desta quarta-feira(05) registrou um tiroteio nos arredores do morro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. Viaturas da Polícia Militar se encontram na região. Ocorrência resultou em motocicleta clonada apreendida. Nenhum ferido.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça absolve, por legítima defesa, sargento da PM acusado de matar filho de Benes Leocádio durante tiroteio com assaltantes em Natal

Foto: Reprodução/Facebook

A Justiça absolveu nesta terça-feira (12) o sargento da Polícia Militar acusado de ter atirado e matado o estudante Luiz Benes Leocádio de Araújo Júnior, de 16 anos, em agosto do ano passado.

O policial militar foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio simples consumado, praticado com dolo eventual. O juiz José Armando Ponte Dias Junior, no entanto, interpretou que o sargento agiu em legítima defesa durante a troca de tiros e o absolveu sumariamente.

Benes Júnior era filho do agora deputado federal Benes Leocádio e morreu durante uma troca de tiros entre a PM e assaltantes na Zona Norte de Natal.

“Estou convencido pela prova dos autos de que o réu, ao efetuar os disparos de arma de fogo, agiu de boa fé, buscando salvaguardar a sua vida e a sua integridade física”, argumentou o magistrado na sentença.

O juiz disse ainda em sua decisão que o policial acreditava que Benes Júnior estivesse na mala do carro na hora do tiroteio, porque era essa a informação que havia recebido da central.

“Confiando, como não poderia ser diferente, na informação comprovadamente repassada pelo COPOM/CIOSP de que o refém estaria no porta-malas, e não nos bancos do veículo roubado, e sendo recebido a tiros por dois adolescentes armados e perigosos, agiu o acusado para se defender de agressão atual e injusta à sua pessoa”, afirmou.

Com acréscimo de informações do G1-RN

 

Opinião dos leitores

  1. Digam e falem o q bem entender, mas dá justiça "divina" ninguém, nem mesmo as maiores patentes sem nomes escapam.

  2. A justiça foi feita, este bravo Policial ao desempenhar seu ofício e na tentativa de salvar o refém teve a infelicidade de durante a adrenalina do momento, ter um de seus disparos atingido mortalmente a jovem vítima. A justiça soube separar o joio do trigo e captou a real intenção deste trabalhador que colocou a sua vida em risco para salvar o jovem, mais que tragicamente foi atingido na troca de tiros. Infelizmente a vida do jovem não pode ser resgatada, como também a vida do Policial já mais será a mesma. Parabéns ao Juíz pela lucidez da setença.

  3. Desse dessas Laranjeiras Sr. Alan, vc erra propositadamente ou por ser imbecil mesmo? Tu acha que um policial em perseguição a um carro roubado, vítima de agressão por parte dos marginais, deveria mandar flores, lamentamos pela morte dos dois jovens, um por ter entrado no crime o outro por ter sido envolvido de forma trágica. Que Deus tenha piedade dos envolvidos.

  4. Nao Sr Alan ..Na maioria das vezes os nomes dos policiais são rasgados sim na mídia .
    Temos esse caso como uma infelicidade ,uma tragédia que infelizmente vitimou o jovem rapaz…Mas te garanto que o sgt e os soldados em questão foram para salvar quem tivesse para ser salvo ,como assim fizeram por muitas vezes .
    Não se trata de impunidade nesse caso ,pois os culpados não são os policiais que agiram em legítima defesa ..Os culpados são os ladrões que o sequestraram e o desfecho foi trágico como todos conhecem …desejo que vc nunca passe nem de longe por uma situação dessas …Mas nunca esqueça que a polícia passa todos os dias .

  5. Que coisa, justiça nesse caso agora somente a "divina"…uma outra coisa que sempre me chama atenção, todos os casos em que tem um PM envolvido, todos na mesma hora perdem o nome de batismo e passam a ser chamado de o "soldado da PM" "o sargento da PM" e por ai vai, né verdade?

    1. Precisa ler mais e compreender o caso, assim não cometerá gafe!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bandidos atiram contra carro da Unidade de Polícia Pacificadora e crianças se escondem em corredor de escola durante tiroteio na Rocinha (RJ)

Foto: Reprodução

Um tiroteio na manhã desta quarta-feira (25) fez com que crianças fossem para o corredor de uma escola municipal, na Rocinha, zona sul do Rio de Janeiro, para se esconderem dos tiros. O confronto aconteceu no início da manhã, logo após a entrada dos estudantes na escola.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 8h30 marginais atiraram contra um carro da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Rocinha que fazia patrulha pela localidade conhecida como Rua 2, o que iniciou o tiroteio.

Em nota, a Polícia Militar informou que após o término do confronto, um fuzil, duas granadas e drogas foram encontradas na região. A corporação afirmou que ainda não há relatos de feridos durante a ação.

Na última segunda-feira (23), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), pediu que as operações começassem antes da entrada das escolas, para evitar cenas com a desta quarta na Rocinha.

“Acho que chegou o momento de se ponderar essas ações na comunidade. O Rio de Janeiro não suporta mais ver as balas perdidas atingirem os inocentes”, afirmou Crivella.

A troca de tiros será investigada pela 11ª DP (Rocinha).

R7

 

Opinião dos leitores

  1. Quem manda é o crime organizado , hoje e sempre.
    Bolsonaro , Governador Juiz Fulano ou qualquer um..ninguém fez nem tem cunhão pra fazer nada.
    #nareal

  2. Kd os esquerdalhas p/subirem no morro e pedir paz aos traficantes??? Pra gritar contra o governo e polícia são uns leões…na frente dos traficantes ficam caladinhos…Hipócritas…#nojo…

  3. E agora? Vai haver manifestações contra os bandidos também ou só protestam em cima dos agentes de segurança pública?

    1. Inteligência, bandido é bandido. São foras da lei eles vivem de roubar, matar e fazer desgraça com os outros. Os agentes de segurança trabalham para prender esse bando de fdp. Sei que você sabe, mas quer aparecer.

  4. A culpa do tiroteio é da polícia que tenta combater os crimes de tráfico de drogas e porte de armas proibidas (simples fuzis de grande alcance, metralhadoras, lança granadas…)! O certo seria a polícia entrar com livros, flores e panfletos para educar os traficantes vítimas da sociedade… (IRONIA)

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Bairro de Mãe Luíza registra ação policial com grande efetivo e troca de tiros com bandidos

Uma ação policial foi registrada no fim da manhã e início de tarde desta segunda-feira(16), no bairro de Mãe Luiza, na Zona Leste de Natal. Na ocasião, presenciou-se tiroteio e um grande efetivo policial adentrando a comunidade.

A operação policial, conforme imagens, ainda teve o suporte com monitoramento aéreo através de helicóptero. Até o momento não se tem detalhe da ação policial. Todas as informações a qualquer momento.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bandidos tentam roubar em Natal carro oficial da Procuradoria Geral do RN, motorista PM reage e suspeito é morto em tiroteio

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca que criminosos tentaram roubar um veículo oficial da Procuradoria Geral do Estado na noite dessa segunda-feira (26) no conjunto Cidade Satélite, no bairro Pitimbu, na Zona Sul de Natal. O policial militar que dirigia a caminhonete reagiu, houve troca de tiros e um dos assaltantes morreu. De acordo com informações que testemunhas repassaram à polícia, pelo menos três assaltantes tentaram tomar o carro, porém o motorista reagiu e houve troca de tiros. Dois criminosos fugiram, segundo a polícia, em direção da Felipe Camarão, na Zona Oeste da cidade. No momento do crime, o PM era o único ocupante do veículo, que ficou com várias marcas de tiros. Alguns teriam partido de dentro do próprio carro e outros, de fora, dos assaltantes. Veja detalhes aqui em texto na íntegra.

 

Opinião dos leitores

  1. Taí a explicação para o óbvio: a polícia que falta nas ruas sobra para auxiliar as castas privilegiadas do poder público, como a dos procuradores do estado. Reclamar a quem: ao Ministério Público, outra casta privilegiada?

    1. Fica na tua ciganinho, manda quem pode obedece quem tem juízo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Tiroteio deixa um morto e vários feridos em Utrecht, na Holanda

Serviços de emergência foram para a Praça 24 de Outubro em Utrecht, na Holanda, nesta segunda-feira (18) — Foto: Robin van Lonkhuijsen / ANP / AFP

Um tiroteio em um bonde na cidade de Utrecht, na Holanda, deixou um morto e vários feridos na manhã desta segunda-feira (18), segundo a imprensa. A polícia afirma que o incidente pode ter motivação terrorista.

Os tiros foram disparados por volta das 10h45 (6h45 no horário de Brasília) na Praça 24 de Outubro. De acordo com Joost Lanshage, porta-voz da polícia na Holanda, citado pela CNN, ninguém foi detido e uma investigação está em andamento.

De acordo com o jornal De Telegraaf, uma vítima foi coberta por um lençol branco no local, mas a polícia ainda não confirmou a morte.

A praça está fechada e ambulâncias estão no local. Três helicópteros foram acionados para dar socorro às vítimas.

A imprensa local afirma que a polícia antiterrorismo foi mobilizada.

O governo elevou o alerta para terrorismo para o mais alto na província de Utrecht após o incidente.

O premiê holandês, Mark Rutte, disse estar preocupado e já acionou o gabinete de crise após o incidente, de acordo com a Reuters.

A cidade de Utrecht tem mais de 300 mil habitantes e fica a cerca de 40 km da capital holandesa, Amsterdã.

Mapa mostra local em que ocorreu ataque em Utrecht — Foto: Vitor Sorano/G1

G1

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Aluna se finge de morta para não ser atingida durante tiroteio em escola de Suzano, em SP

Policiais na escola Raul Brasil, em Suzano, após um ataque a tiros Foto: AMANDA PEROBELLI / REUTERS

Uma adolescente se fingiu de morta para evitar que fosse baleada durante a ação de dois atiradores na Escola Estadual Raul Brasil, no Jardim Imperador, em Suzano, nesta quarta-feira, contou uma auxiliar administrativa de 30 anos, que acolheu um grupo de estudantes no escritório onde trabalha. Segundo ela, os adolescentes estavam muito assustados, principalmente essa menina, que estava com o uniforme sujo de sangue.

— Ela disse que se fingiu de morta para não ser atingida também. Dois colegas dela foram feridos. Ela não conseguiu falar direito o que aconteceu, estava em estado de choque. Depois o pai dela veio buscá-la e a levou para o hospital — afirmou.

De acordo com a moradora de Suzano, que preferiu não se identificar, vários estabelecimentos nas proximidades da escola estão oferecendo assistência aos alunos e avisando os pais deles.

Os dois atiradores, que estavam encapuzados, atiraram a esmo várias vezes e se suicidaram. O ataque deixou ao menos dez mortos e 16 feridos. A PM foi chamada por volta das 9h30 para atender a ocorrência. Ainda não se sabe a motivação do crime.

A escola tem cerca de 1 mil alunos matriculados e 105 funcionários, segundo dados do Censo Escolar de 2017. A escola oferece turmas do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do Ensino Médio.

Testemunhas relatam pânico

A comerciante Jozielma Soares dos Santos, de 48 anos, que trabalha numa oficina a cerca de 200 metros da Escola Estadual Professor Raul Brasil, relatou o pânico vivido por alunos.

Jozielma contou que abrigou uma aluna que estava na escola na hora do massacre.

— Daqui da oficina deu para ouvir muitos tiros. De repente, começou a sair muita gente correndo da escola. As crianças saíam correndo, chorando muito, gritando. Uma menina entrou aqui na oficina desesperada, pediu meu celular emprestado para ligar para a mãe, mas a ligação não completava. Foi uma cena horrível — contou.

Segundo o relato da aluna abrigada por Jozielma, os atiradores começaram o massacre logo após o sinal tocar, anunciando o início das aulas.

— Ela disse que eles diziam que iam matar todo o mundo, que iam jogar uma bomba. Alguns alunos se trancaram no refeitório, e outros fugiram pelo portão. O clima aqui está muito tenso, tem muitos pais chegando à escola par aprocurar os filhos — contou a comerciante.

Extra – O Globo

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Refém em motocicleta invade base da PM na Grande Natal e bandido morre em tiroteio

Um motociclista refém de um bandido em sua garupa conseguiu evitar o roubo de seu veículo na noite dessa quinta-feira(13) ao invadir uma base da Polícia Militar no município de Extremoz, na Grande Natal. Na ocasião, a vítima entrou no destacamento em alta velocidade gritando por socorro, o que despertou a reação dos policias. Feliz, o motociclista conseguiu sair do meio do início de uma troca de tiros entre o marginal e os policiais.

Em decorrência, o assaltante acabou baleado, socorrido ao hospital, mas não resistiu. Com ele os policiais apreenderam um revólver. A vítima passa bem.

Opinião dos leitores

  1. Menos um "coitadinho", "vítima da sociedade", eleitor de esquerda. A turma dos "direitos dos manos" vai já reclamar e exigir punição dos policiais que "executaram" o "suspeito". Gente nojenta. Lixo.

  2. Parabéns.
    Este marginal foi para o presídio de segurança máxima mais econômico que existe pois não necessita de segurança e tem um custo de construção e manutenção baixos.

  3. Que triste. Mais um eleitor de esquerda que sucumbe…
    Luto em várias redações e aulas suspensas em Humanas.

    1. Se só existissem bandidos entre os eleitores de esquerda no Brasil estaríamos bem tranquilos. Mas infelizmente, isso não é verdade.
      Também não faltam bandidos entre os eleitores de direita, de centro, de centro-esquerda, de extrema-direita,…………………

    2. Desse jeito a esquerda vai acabar não vai ter um eleitor kkkk

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após confronto com a polícia, dois bandidos morrem em tiroteio em Mossoró

Dois homens foram mortos na madrugada desta desta quinta-feira (22) após um confronto com a Polícia Militar, em Mossoró, cidade da região Oeste do estado, informou o G1.

Segundo policiais do 2º Batalhão da PM, o Ciosp recebeu uma denúncia anônima informando que pelo menos cinco homens estariam andando armados na Favela do Fio, amedrontando os moradores. Três viaturas foram enviadas ao local, e chegando lá, os PMs foram recebidos a tiros.

De acordo com a PM, houve o confronto e os bandidos escaparam. A polícia fez buscas na região e horas depois encontrou os criminosos. Um nova troca de tiros aconteceu e dois homens do grupo armado acabaram atingidos. Eles foram socorridos pelos policiais para o hospital regional Tarcísio Maia, mas não resistiram.

Ainda segundo a polícia, o restante do grupo conseguiu fugir.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bandidos trocam tiros com segurança de drogaria durante tentativa de assalto

Uma troca de tiros foi registrada na noite desta segunda-feira (14) durante uma tentativa de assalto a uma drogaria da Avenida Prudente de Morais.

De acordo com informações repassadas ao blog, dois homens entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Um segurança contratado pela farmácia terminou notando a ação criminosa e reagiu. Um breve tiroreio foi iniciado no local.

Apesar dos tiros, ninguém ficou ferido. Apenas o susto e o medo para quem passava na hora e para os moradores da região. Os bandidos conseguiram fugir. A Polícia Militar foi acionada e realiza diligências a procura dos criminosos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Foragidos da justiça são alvejados e morrem após atirar contra policiais em Martins

Dois homens, foragidos da justiça e acusados de roubos e homicídios no RN, reagiram a uma abordagem policial realizada pelo Grupo Tático Operacional (GTO) de Alexandria, no fim da tarde desta quarta-feira (18), na RN 79, subida da Serra de Martins, e entraram em confronto com os policiais. Na ocasião, os indivíduos identificados como Antônio Carlos Pereira do Nascimento, vulgo “Carlinhos tatuagem de Umarizal”, de 22 anos, e Geilson Ferreira de Oliveira, vulgo “Branquinho de Lucrécia” atiraram contra os agentes de segurança pública que reagiram à injusta agressão, alvejando os infratores. A ação contou também com o apoio da Polícia Civil da região.

A dupla havia sido identificada em atitude suspeita na região, possivelmente planejando roubos na cidade de Martins. O veículo que conduzia os acusados, do modelo Fiat Uno, de cor preta e placas FTO 4260, foi acompanhado pela guarnição e não obedeceu a ordem de parada. Os dois homens tentaram fugir, por um matagal, atirando contra os policiais que revidaram a ação.

No veículo, a PM apreendeu vários ilícitos como drogas, munições de cal. 380 e dois revólveres calibre 38.

Os dois ainda foram socorridos para o Hospital Maternidade Dr. Antônio Martins, na cidade de Martins, porém não resistiram aos ferimentos e morreram.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

POLÍCIA: Abordagem em Ipanguaçu-RN acaba em tiroteio; suspeito e policial civil são baleados

111No fim da tarde desta quinta-feira (4), por volta das 17h, uma abordagem em suspeitos na cidade de Ipanguaçu, acabou em tiroteio, deixando dois feridos, um deles, um policial civil. As informações são do Blog Focoelho.

Segundo apurado por Focoelho, o suspeito ferido foi socorrido para o hospital regional de Assú em estado grave. De lá, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para Mossoró.

Ainda segundo Focoelho, o policial civil, felizmente, foi apenas baleado com um tiro de raspão no braço e passa bem. Outros elementos conseguiram fugir e os policiais seguiram em diligências.

Com informações do Focoelho

http://www.focoelho.com/2014/12/tiroteio-em-ipanguacupolicial-e-bandido.html

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PM é recebida a tiros por homens em bar no interior do RN; dois suspeitos são mortos, dois são baleados e mais um policial atingido

A cidade de Itajá, no Rio Grande do Norte, situada a 200 km de Natal, viveu momentos de terror na madrugada desse domingo (12).  Na ocasião, policiais militares teriam sido chamados para atender uma ocorrência em uma festa em um bar, no qual um homem estaria armado. Na chegada ao local foram surpreendidos por suspeitos, que tentaram entrar em lutar corporal, enquanto outro atirou em um dos policiais. O resultado foi a reação dos policiais que atiraram. O desfecho se deu com dois homens mortos, mais dois baleados, a prisão de dos integrantes do grupo e na fuga de um outro.Dois revólveres com munições foram apreendidos.

Segundo a Polícia, um dos soldados, de 32 anos, acabou também baleado, mas foi socorrido e não corre risco de morte. Os outros baleados também não correm risco de morte. A Polícia confirmou que os mortos e pelo menos mais 4 quatro que estavam no local faziam parte de uma quadrilha responsável por assaltos aos Correios no interior do RN.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *