Carnatal deverá continuar em Lagoa Nova

O Blog já tinha abordado esse assunto no dia 08 de abril. Só um problema muito sério para tirar o carnatal esse ano das imediações do Machadão. Já conversamos tanto com os diretores Ricardo e Roberto Bezerra, como também conversamos com pessoas ligada ao Governo. Tudo está sendo trabalhado para a manutenção no local. Segue reportagem da Tribuna do Norte:

A escolha de Natal para sede da Copa do Mundo de 2014 envolveu uma das maiores festa da cidade numa aura de indefinição: onde será realizado o Carnatal? Apesar das obras de construção da Arena das Dunas estarem em andamento, a Destaque, produtora do evento, trabalha para manter a micareta no largo do Machadão. Segundo o secretário especial para Assuntos da Copa, Demétrio Torres, houve contatos entre a empresa e o Governo do Estado acerca do assunto. “Eles pediram para isolar o mínimo possível na área, o que foi atendido”, diz Demétrio.

Júnior SantoslEmpresa OAS, responsável pela construção do Estádio Arena das Dunas já está isolando a área no entorno do Machadão e Machadinho - onde tradicionalmente é montada principal estrutura do Carnatal

A empresa não nega e nem confirma a intenção, mas adianta que baterá o martelo acerca do assunto somente daqui a um mês. A informação é da Assessoria de Imprensa da Destaque. O setor correspondente à saída do corredor da folia, nas proximidades do Ginásio Machadinho, por exemplo, está aberta, sem tapumes de isolamento, o que já está relacionado com os esforços para manter o tradicional endereço da micareta. No restante do largo, há placas de interdição e o setor onde seria a entrada do corredor está interditada. “Cercamos a parte indispensável para a obra. Se é possível realizar o evento no atual cenário, é algo que a empresa precisa considerar”, complementa Demétrio Torres.

Uma fonte que não quis se identificar afirma ter participado de reuniões de planejamento na Destaque. Nessas reuniões, segundo essa fonte, não se trabalha com outra possibilidade além da realização do evento no lugar de sempre, o largo do Machadão.

(mais…)

Sigilo para robalheira

– O Estado de S.Paulo

Se fosse permitido brincar com coisa séria, poderia se dizer que o governo ganhou a final de um campeonato com um gol de mão, em impedimento, depois dos acréscimos. É a comparação que ocorre diante da aprovação, tarde da noite de anteontem, do texto básico da Medida Provisória (MP) 527, que institui regras especiais para a realização de obras e serviços relacionados com a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016. Ou, no jargão oficial, o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC). O texto afinal vitorioso foi apoiado por 272 deputados; outros 76 votaram contra e 3 se abstiveram.

Desde o ano passado, o Planalto vinha tentando driblar os dispositivos da Lei 8.666, que regulamenta as licitações oficiais, a pretexto de assegurar a modernização, a toque de caixa, da negligenciada infraestrutura nacional, para o País não passar vergonha nos dois maiores eventos esportivos do globo. Na quinta tentativa de legislar sobre a matéria no bojo de outras propostas, o governo terminou por alojá-la na MP que trata da criação da Secretaria de Aviação Civil. A oposição insistiu, com bons motivos, para que o assunto fosse objeto de um projeto específico. Mas, determinado a mostrar força e serviço depois da paralisia provocada pelo escândalo Palocci, o Planalto deu as costas à alternativa.

Já para a base aliada não faltaram concessões. É o caso da inclusão de aeroportos em capitais a 350 quilômetros de uma sede da Copa no novo regime de obras. Originalmente, o tratamento especial se restringia às cidades-sede. Além disso, esses municípios poderão tomar empréstimos até 2013 sem levar em conta seu limite de endividamento. Mas isso ainda é detalhe perto das facilidades que compõem o RDC. A principal delas desobriga as empresas interessadas de apresentar o projeto básico da empreitada antes da licitação. A MP chama isso de “contratação integrada”. O nome mais adequado seria “contratação no escuro”.

(mais…)

Obras da Copa serão feitas a toque de caixa e com licitações com regime diferenciado

Isso é uma vergonha, criaram uma situação de atrasos nas obras para acontecer isso. Após a Copa não vai ter tribunal no Brasil, com condições de julgar tantos desvios e desmandos que vai acontecer. Segue reportagem do Estadão:

BRASÍLIA – A Câmara aprovou na quarta-feira, 15, o primeiro passo para a realização de obras a toque de caixa para a Copa do Mundo, em 2014, e os jogos Olímpicos, em 2016. Por 272 votos a favor, 76 contra e três abstenções, os deputados aprovaram o texto básico da medida provisória que cria regras especiais de licitação para a construção de estádios para Copa e as Olimpíadas, _ conhecido como Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC). Mas a votação da MP só será concluída daqui a duas semanas com a votação das propostas de mudanças apresentadas pela oposição.

Na tentativa de evitar dissidências na base aliada, o governo concordou com emenda apresentada pelo líder do PTB, deputado Jovair Arantes (GO). A proposta do goiano estende para capitais que estão a 350 quilômetros de uma das sedes da Copa a permissão para fazer obras em aeroportos sem necessidade de cumprir a atual legislação de licitação _ a Lei 8. 666/93. Na proposta original, o RDC abrangia apenas as capitais que vão sediar a Copa. Com a mudança, serão beneficiados aeroportos como os de Goiânia e o de Florianópolis.

A votação realizada na noite de quarta-feira, 15, do texto básico com o RDC só foi possível depois que a oposição fez um acordo com os líderes aliados e desistiu de obstruir a sessão da Câmara. Além da oposição, parte da base é contra as regras especiais de licitação para obras da Copa e as Olimpíadas e ameaçava fazer “corpo mole”. Diante da desmobilização dos aliados, o governo temia não conseguir votar ontem a medida provisória. (mais…)

Copa em Natal: o dia do juízo final

Natal nunca esteve entre as cidades que receberia a Copa das Confederações, portanto, não podemos perder o que não conquistamos. Também não adianta mais o Secretário Demétrio Torres ficar afirmando que as coisas estão acontecendo, que está dentro do cronograma, que estão no prazo às obras da Arena das Dunas e estarão prontas em Dezembro de 2013, que Natal está adiantado em relação ao cronograma da FIFA.

Se até o dia 05 de julho não tiver obras no Machadão e obras de mobilidade em execução, podem apostar que Natal estará fora da Copa. E quem passou essa informação para o Blog do BG está acompanhando tudo sobre a Copa no Brasil e participando das decisões. Vou repetir se até dia 05 de julho pelo menos uma marretada não tiver sido dada no Machadão ou no seu entorno, estaremos fora da COPA.

Demétrio Torres diz que Henrique está "desinformado" sobre a copa

Pronto, agora o secretário da Copa Demétrios Torres, confirmou ao reporter Alisson Almeida do Nominuto.com que, o Deputado Henrique Alvez está desinformado. Aí eu pergunto, quem está informado? O Secretário? Quando o Machadão cai secretário e quando começa a construção do Arena das Dunas?

Segue reportagem no Potal Nominuto.com:

O titular da Secretaria Extraordinária para Assuntos da Copa (Secopa), Demétrio Torres, rebateu as críticas feitas pelo deputado federal Henrique Alves, líder do PMDB, que cobrou “providências” e “fatos concretos” do Governo do Estado e da Prefeitura de Natal para garantir a realização do evento esportivo na capital potiguar.

Para Demétrio, Henrique deve estar “desinformado” sobre as “providências que o governo tem tomado” para realização da Copa 2014. “As obras de mobilidade urbana que são responsabilidade do governo estão andando. Já publicamos o edital de licitação para continuação das obras de prolongamento da Avenida Prudente de Morais, que o governo passado licitou incompleto, faltando dois túneis. A abertura da proposta está prevista para 7 de junho”, explicou.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Breno Cardoso disse:

    ele está desinformado e está iludindo uma ruma de gente com oratória e palavras bonitas e convincentes

VEJA informa: Arena das Dunas em Natal não fica pronta nunca

Um verdadeiro absurdo, essa reportagem mostra claramente que os Brasileiros que estão no comando estão pagando para ver a corrupção é tirar proveito da situação.

Reportagem de capa da Revista VEJA desta semana:

O Brasil será sede da Copa do Mundo de 2014? É certo que sim! A possibilidade de a Fifa perder a paciência e escolher outro país é remotíssima. Seria um vexame espetacular. Logo, ninguém deve apostar nisso. Mas o Brasil será sede da Copa sob quais condições? Eis o problema. A VEJA desta semana fez uma radiografia das obras nos 12 estádios que devem sediar o mundial. O quadro é desolador. Apenas um — o Castelão, do Ceará — avança num ritmo que pode ser considerado adequado. O Maracanã, um símbolo do futebol brasileiro, escolhido para receber a partida final do torneio, tudo o mais constante, ficará pronto em… 2038!

Perguntará o leitor: “Se você diz que a Copa acontecerá, então qual é o problema? Há atraso agora, mas, depois, as coisas entram num ritmo adequado”. Não é bem assim, e o próprio Brasil sabe disso. O Rio foi sede dos jogos Pan-Americanos de 2007. As obras de infra-estrutura para receber a competição estavam orçadas em R$ 400 milhões. De atraso em atraso, de incompetência em incompetência, de sem-vergonhice em sem-vergonhice, ficou tudo para a última hora. Resultado: o Pan custou 10 vezes mais — R$ 4 bilhões —, e um monte de larápios encheu os bolsos com o dinheiro público.

Este é o principal problema: incompetência, incúria e malandragem elevam dramaticamente os custos. O Brasil já fez uma coisa estúpida: em vez de distribuir as partidas por nove estádios, a exemplo da África do Sul, decidiu, em razão do populismo lulo-petista, espalhá-las por 12, elevando brutalmente a conta. Abaixo, publico um quadro, elaborado com base nos dados exaustivamente levantados pela equipe de reportagem da VEJA, que traz o nome do estádio, o orçamento previsto, quanto se gastou até agora e quando o estádio ficaria pronto se o ritmo das obras fosse mantido. Acompanhem. Volto depois:

A SITUAÇÃO DOS 12 ESTÁDIOS DA COPA HOJE

Estádio Orçamento Gasto hoje Fica pronto em…
Corinthians (SP) R$ 1 bilhão Zero Nunca
A. das Dunas (RN) R$ 400 milhões Zero Nunca
A. da Baixada (PR) R$ 220 milhões Zero Nunca
Maracanã (RJ) R$ 957 milhões R$ 26 milhões 2038
Arena Pernambuco R$ 532 milhões R$ 60 milhões 2025
Arena Amazônia R$ 499,5 milhões R$ 30 milhões 2024
Mineirão (MG) R$ 666 milhões R$ 86,6 milhões 2020
Nacional (DF) R$ 670 milhões R$ 45 milhões 2021
Arena (MT) R$ 355 milhões R$ 48 milhões 2017
Beira Rio (RS) R$ 290 milhões R$ 30 milhões 2017
Fonte Nova (GO) R$ 591 milhões R$ 99,9 milhões 2015
Castelão (CE) R$ 519 milhões R$ 80 milhões 2013

 

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. REYNALDO EVENTOS disse:

    se depender das modelos que divulgam os pontos turísticos e admiram as belezas naturais de Natal ( GAROTA COPA PANTANAL 2014 ) a FIFA vai ter a COPA mais maravilhosa de todos os tempos ( BRASIL SEDE DA COPA E DA BELEZA MUNDIAL )

  2. Enrique disse:

    Vamos supor que fosse assim, Governo diz a uma empresa: Contrua o Arena e fique usufruindo dele por 30 anos. Vc empresário, investiria o seu dinheiro em isso? Com certeza assim nao existiria corrupção e o estádio seria construído com a menor grana possível, e depois da copa teria shows, jogos, atividades e alguém se esforçando para que o seu produto de retorno. Mais com a grana publica e o bolso dos corruptos cheinhos, quem vai se importar se o arena vai ser um elefante branco? Só aqueles que nao tem poder para fazer nada. Se o mundo fosse uma empresa funcionaria muito melhor.

  3. Romeiro disse:

    E a derrubada daquela creche? Não custou nada? com certeza, pelo menos 1milhao já foi gasto e esqueceram de informar a revista.