MPF denuncia gestor de projeto cultural da UFRN por desvio de verbas de convênio no então Ministério da Cultura

Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o presidente do projeto musical popular Pau e Lata por desvio de recursos de convênio com o Ministério da Cultura (MinC), celebrado de 2006 a 2009, no âmbito do Programa Cultura Viva/Pontos de Cultura. Danúbio Gomes da Silva é acusado de desviar R$ 58 mil – quase 50% do valor repassado pelo poder público – e, ainda, de ocultar contas e documentos relativos ao convênio.

De acordo com a denúncia, Danúbio emitiu oito cheques contra a conta da Associação Pau e Lata em favor próprio. Apenas um dos cheques, no valor de R$ 2 mil, foi debitado dentro da vigência do convênio. O último montante, de R$ 25 mil, só foi descontado em maio de 2012, quase três anos após o término do prazo.

Além disso, dois cheques de R$ 1 mil e R$ 7 mil, foram repassados, respectivamente, a José Altemir da Silva – vice-presidente da associação – e a Maria Margareth de Lima – então professora da UFRN e assessora do projeto. Nenhum dos valores teve destinação comprovada. Maria Margareth afirmou em depoimento que recebeu o valor como pagamento por serviços de assessoria, prática vedada pelo convênio.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Ah, esses paladinos da honestidade e de reputação ilibada 'daziskêrda' papa-jerimum.

  2. Osmar Souza disse:

    Bolsonaro tem razão!

Procon Natal e OAB/RN firmam convênio para garantir e ampliar a proteção e defesa do consumidor

18539Com o objetivo de atuarem em conjunto na proteção e defesa dos consumidores, o Procon Natal e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN) firmaram um convênio que tem como finalidades principais a educação e orientação para o consumo consciente e sustentável, a formação de uma comissão de estudos legislativos para propor a criação, alteração e regulamentação de leis de proteção e defesa dos consumidores e encaminhamento de consumidores que não tenham suas demandas atendidas na esfera administrativa à OAB para que sejam ajuizadas ações em favor dos consumidores.

A intenção das duas instituições é realizar um trabalho de educação e orientação permanente voltado tanto a classe empresarial quanto para os consumidores por meio de palestras, seminários e cursos. Por intermédio da Comissão de Direito do consumidor da OAB serão realizadas diversas atividades de orientação em parceria com o Procon Natal.

Já com relação à criação da comissão de estudos legislativos, o Procon Natal e a OAB vão discutir e propor aos poderes legislativo e executivo a criação e alteração de algumas leis de defesa do consumidor que na prática não são cumpridas ou há uma dificuldade de serem implementadas pela falta de regulamentação.

Para o Diretor Geral do Procon, Kleber Fernandes, há uma necessidade urgente de termos um rol de leis mais atuais de defesa do consumidor e regulamentação das que já existem. Ele cita como exemplo a lei que trata do tempo máximo de espera nas filas dos bancos. “É preciso que a punição ocorra para todo e qualquer tipo de atendimento bancário que ultrapasse o limite de 30 minutos. Atualmente, a lei se restringe somente ao atendimento nos caixas internos do banco.”

O convênio também prevê o encaminhamento de consumidores que não conseguem realizar acordo na esfera administrativa ou que precisem de uma medida judicial urgente à comissão de defesa do consumidor da OAB que fará a defesa do consumidor em juízo. O Procon Natal acredita que essa é uma forma de garantir uma assistência mais célere aos consumidores que precisam ter acesso ao judiciário.

Sesap renova convênio para estágios nos hospitais estaduais

Nesta sexta-feira, dia 07, às 9 horas, a Coordenadoria de Operações de Hospitais e Unidades de Referência (COHUR) e a Subcoordenadoria de Capacitação (SUCA) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) estarão reunidas com diretores dos hospitais estaduais da capital e representantes da Universidade Potiguar (UnP) para renovação do Termo de Cooperação que contempla os programas de estágio para alunos da instituição privada de ensino superior.

Estarão presentes diretores dos hospitais que participam dos programas de estágio – Hospital Walfredo Gurgel, Deoclécio Marques, Ruy Pereira, Santa Catarina e Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes. Os estudantes atuam nas áreas de medicina, enfermagem, fisioterapia, psicologia, serviço social, enfermagem, nutrição e direito.

Somente no Hospital Walfredo Gurgel, segundo informações do seu Núcleo de Educação Permanente (NEP), durante o ano de 2013, mais de 2.800 estudantes de nível médio e superior de escolas de saúde, públicas e privadas, conveniadas com a Sesap, passaram pelos programas de estágio no hospital.

FOTO: Governo do RN e Petrobras assinam convênio do Programa Terra Pronta

IMG000000000019590A Governadora Rosalba Ciarlini assinou na manhã desta terça-feira (04) o convênio com a Petrobras para propiciar a convivência do homem do campo durante o período de estiagem por meio do Terra Pronta. O programa distribuirá, através da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, sementes selecionadas que serão repassadas aos bancos de sementes de 17 municípios potiguares. A solenidade de assinatura aconteceu no auditório da Governadoria, no Centro Administrativo.

Ao todo, serão beneficiadas 10 mil famílias que têm área plantada de até dois hectares, perfazendo 15 mil hectares. O Programa Terra Pronta é voltado apenas para a agricultura de subsistência, sem fins comerciais. Além das sementes de feijão, milho e sorgo ponta negra, desenvolvido pela Emparn, o Governo do RN propiciará a assistência técnica aos agricultores através da Emater, em um investimento de R$ 1,6 milhão. Já a Petrobras disponibilizará 190 mil litros de óleo utilizados nos tratores cedidos pelos municípios pelo Governo Federal.

Para a distribuição do combustível, a Petrobras disponibilizou R$ 376 mil, dos quais R$ 266 mil são referentes ao repasse dos 190 mil litros de óleo diesel e R$ 110 mil para a divulgação do projeto. Os 17 municípios irão investir R$ 525 mil na contratação de horas de trator para corte da terra. As cidades beneficiadas são Macau, Guamaré, Pendências, Ipanguaçu, Alto do Rodrigues, Mossoró, Areia Branca, Apodi, Assú, Governador Dix-Sept Rosado, Carnaubais, Porto do Mangue, Upanema, Caraúbas, Felipe Guerra, Serra do Mel e Afonso Bezerra.

A Governadora Rosalba Ciarlini enfatizou a iniciativa conjunta e disse que o programa Terra Pronta cumpre um importante papel social. “A assinatura desse convênio permitirá que o Terra Pronta apoie e leve assistência técnica para quem realmente precisa, os pequenos produtores dos municípios potiguares. Estamos com fé que nesse ano teremos uma regularidade nas chuvas no interior e por isso continuamos a adotar medidas que visam preparar o campo para o momento que todos estão esperando”, disse a Chefe do Executivo Estadual, lembrando a perfuração de poços, construção de cisternas e barragens submersas, além das adutoras que totalizarão 700 km quando plenamente inauguradas, como medidas contra os efeitos da seca.

Luiz Ferradans Mato, gerente geral da Unidade de Operações de Exploração e Produção no RN e CE, falou sobre a assinatura do convênio. “Esse é um dia muito importante para nós. Estamos assinando esse convênio antes do período chuvoso porque estamos antecipando que 2014 será um bom ano de chuvas. O Terra Pronta é um processo integrado e que tem mostrado um grande sucesso ao longo do tempo para a cultura de subsistência”, declarou.

O prefeito de Alto do Rodrigues, que na ocasião assinou o convênio em nome de todas as prefeituras beneficiadas, observou: “O Programa tem contribuído muito para o desenvolvimento do nosso município, tanto com o óleo dado pela Petrobras como pelas máquinas do Governo Federal e sementes do Governo do Estado”, encerrou.

O evento desta manhã contou também com as presenças do diretor Geral do Detran, Willy Saldanha; do secretário de Estado da Agricultura, Tarcísio Bezerra Dantas; Flávio Azevedo, diretor Geral da Emater; de Alexandre Confessor, presidente da Ancoc, e Valmir Alves da Silva, superintendente do Incra.

Governo e Assurn assinam convênio para garantir comercialização segura de hortifrutigranjeiros

O Governo do Estado, por meio das Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa), e a Associação dos Supermercados do RN (Assurn) assinam, nesta quarta-feira (9), um convênio de cooperação técnica que visa garantir a comercialização de produtos dentro dos padrões legais e de segurança alimentar para o consumidor final. O convênio será assinado às 10h, no gabinete da presidência da Ceasa.

O convênio segue as diretrizes traçadas pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, iniciado em 2001 pelo Governo Federal, por meio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com as normas, programa tem o objetivo de promover o monitoramento de produtos hortifrutigranjeiros comercializados na Ceasa e nos supermercados potiguares.

A partir da assinatura deste convênio, os produtos que forem detectados com índices de agrotóxicos acima do permitido ficam apreendidos nas Centrais. Além disso, o produtor ficará impedido de comercializar até que nova verificação seja realizada e comprove que os produtos estão no nível adequado.

SERVIÇO:

O QUÊ: Assinatura de convênio de cooperação técnica entre Governo do Estado e Associação dos Supermercados do RN

ONDE: Gabinete da presidência da Ceasa

QUANDO: Quarta-feira (9), às 10h.

TSE suspende efeitos de convênio com Serasa

A validade convênio assinado entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Serasa, que previa repasse de informações dos eleitores, foi suspensa nesta quinta-feira pelo diretor-geral da corte, Anderson Vidal. Segundo informa o G1, a suspensão vale até que haja uma decisão final sobre o convênio.

O acordo está sendo analisado pela corregedora do tribunal, ministra Laurita Vaz, que determinará se o convênio pode ser mantido e os procedimentos a serem adotados.

Ontem a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, defendeu a suspensão do convênio. A ministra disse que “levou um susto” ao abrir a internet para ler os jornais do dia e ler a notícia de que o tribunal repassaria à empresa privada dados de 141 milhões de brasileiros, segundo informou a assessoria do TSE.

A decisão de firmar o convênio foi tomada pela então corregedora-geral do tribunal, ministra Nancy Andrigui. Pelo acordo, a Corregedoria entrega para a empresa privada os nomes dos eleitores, número e situação da inscrição eleitoral, além de informações sobre eventuais óbitos. Até o nome da mãe dos cidadãos e a data de nascimento poderá ser “validado” para que a Serasa possa identificar corretamente duas ou mais pessoas que tenham o mesmo nome. A Corregedoria ainda hoje vai se pronunciar sobre o caso, segundo informou a assessoria. Em contrapartida pelo repasse de dados, servidores do TSE terão direito a uma certificação digital — espécie de assinatura eletrônica usada em documentos oficiais — da Serasa, com validade de dois anos, facilitando, assim, a tramitação de processos pela internet.

O Globo

Secretário da Educação promete renovar contratos com entidades filantrópicas

Após quase três anos e meio de espera, as renovações de cinco convênios da prefeitura com entidades filantrópicas, finalmente vai sair. A garantia foi dada pelo secretário municipal de Educação, Walter Fonseca, à vereadora Júlia Arruda e representantes das instituições, na manhã desta terça-feira (19).

Segundo o gestor, até o final da semana ele marcaria com os representantes das entidades para fazer as assinaturas dos convênios e publicaria os extratos no Diário Oficial do Município. Tais parcerias acontecem há décadas e garantem a cessão de professores da rede pública para este trabalho complementar realizado por entidades respaldadas.

No caso da Apae são cinco educadores, já para o Instituto dos Cegos são sete. Clínica Heitor Carrilho, Aparn e Suvag se beneficiam com o trabalho de 12, 8 e 2 professores, respectivamente. Os convênios são necessários para que haja segurança a estes educadores, que já vêm trabalhando nestas instituições, mas sem o devido amparo, diante da não renovação dos contratos.

Júlia enfatiza que foi necessária a cobrança efetiva, visto que a promessa de renovação vinha se estendendo desde o início desta administração.

“Fomos procurados e resolvemos intermediar, já que é um dos nossos papeis. Para se ter uma noção, tivemos reunião com o titular da Segap (Secretaria do Gabinete da Prefeita), Heráclito Noé, há um mês e mesmo havendo a recomendação de Micarla para que a renovação da Apae saísse, até agora esta entidade, como as outras não tinham notícias sobre isso. Esperamos que finalmente saia, até porque estas entidades realizam esses trabalhos complementares, que até suprem os déficits da rede pública”, disse.

Governo Federal libera R$ 26 milhões para RN enfrentar estiagem

Convênios assinados entre a governadora Rosalba Ciarlini e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, dentro do programa “Água para Todos” vão dar condições para a adoção de medidas estruturantes significativas para o enfrentamento de períodos de seca. Serão investidos recursos no valor de cerca de R$ 26 milhões para obras de infraestrutura hídrica, com recursos do Ministério da Integração e do governo do Estado.

Pelos convênios, R$ 23 milhoes serão destinados à implantação de sistemas simplificados de abastecimento d’água em comunidades e aglomerados rurais e R$  3 milhoes para a construção de barreiros. “Dessa forma serão atendidas duzentas comunidades nos municípios do semi-árido”, adiantou o secretário de Recursos Hídricos, Gilberto Jales.

Segundo o secretário, serão recuperados e perfurados poços e construídos chafarizes e pequenas redes de distribuição de água, conforme a característica de cada comunidade, viabilizando o acesso à água para as famílias rurais ao mesmo tempo, em que os barreiros vão permitir água para o rebanho dos produtores familiares. As comunidades beneficiadas serão indicadas pelas comissões municipais e referendadas pelo comitê gestor estadual.

O decreto da governadora Rosalba Ciarlini criando o comitê estadual do programa “Água para Todos foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado( DOE), edição desta sexta-feira, 27. O colegiado será formado por representantes do governo, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETARN) e Federacao dos Municipios (FEMURN).

MP pede fim da mamata na Ativa. Quer demissão de todos parentes de políticos

O Ministério Público Estadual resolveu atacar o nepotismo nas nomeações de cargos feitas pela Associação de Atividades de Valorização Social – ATIVA. Os promotores recomendaram que no prazo de 30 dias sejam cancelados todos os contratos feitos pela organização com “cônjuges, companheiros ou que detenham relação de parentesco consangüíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade, até o terceiro grau, do Prefeito, do Vice-Prefeito, dos Secretários Municipais, do Procurador Geral do Município, do Presidente da Câmara Municipal e demais Vereadores, dos Presidentes ou Dirigentes de Autarquias, Institutos, Agências, Empresas Públicas, Sociedades de Economia Mista e Fundações Públicas”. A recomendação é para a prefeita Micarla de Sousa, já que é o Executivo que mantém um contrato mensal no valor de R$ 1,25 milhão com a ATIVA.

Na prática o que o MP está coibindo é um nepotismo “cruzado”, com as nomeações sendo feitas pela ATIVA, mas as pessoas trabalhando para órgãos do município, através do convênio firmado entre a Prefeitura e a Associação.

No documento assinado pelos promotores Afonso Ligório, Emanuel Dhayan, Flávio Sérgio e Eudo Leite, o MP considera que há uma tentativa de burlar a legislação que proíbe o nepotismo, com as contratações diretas feitas pela ATIVA. Segundo o Ministério Público, através desse convênio com a Prefeitura foram contratadas 910 pessoas para trabalharem na Secretaria de Ação Social e na Fundação Capitania das Artes. Essas pessoas não se submeteram a nenhum processo seletivo, como destacaram os promotores na recomendação. “Esta forma de recrutamento utilizado pela ASSOCIAÇÃO DE ATIVIDADES DE VALORIZAÇÃO SOCIAL – ATIVA, CNPJ 24.365.686/0001-82 é uma nítida forma de burla ao concurso público, sendo objeto de investigação do Ministério Público estadual em diversos procedimentos”, escreveram os promotores na recomendação.

Os promotores chamaram atenção ainda que o Executivo da capital potiguar fez diversos acordos em demandas trabalhistas propostas contra a ATIVA, assumindo o ônus dos pagamentos das rescisões contratuais desta associação civil, “o que demonstra a promiscuidade administrativa desta entidade com o Município de Natal”.

Fonte: Ana Ruth Dantas

Diretor da ONG que receberia R$ 1 milhão da Prefeitura de Natal falta a depoimento na CEI

O diretor da organização social de interesse público “De Peito Aberto”, Ong com a qual a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer chegou a firmar convênio de consultoria no valor de 942 mil  para consultoria na elaboração do Plano Diretor da Copa, Hagmar Freitas, faltou ao depoimento na CEI dos Contratos.

A oitiva dele estava marcada para hoje a tarde, mas Hagmar enviou uma justificativa para informar o não comparecimento a convocação da CEI.

Essa é a segunda falta de Hagmar Freitas na Comissão.

Em ofício a Comissão, o consultor informou que tinha compromissos previamente agendados e não poderia comparecer a CEI. Freitas solicitou ainda que a comunicação sobre a nova data para os esclarecimentos fosse feita com dez dias de antecedência para ele poder se programar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Danfrefalian disse:

    Adorei a decoração de Natal do Blog.

  2. Eduardo disse:

    Cadê o MP para investigar nosso executivo municipal? o que mais falta de indicios para uma intervenção? problemas com repasses para a educação, problema com alugueis, problemas com o lixo, problemas com a malha viaria, problemas com salários, problemas com os fornecedores e por ai vai…..

MP pede o relatório da Controladoria sobre convênio da Prefeitura de R$ 1 milhão

O Ministério Público solicitará à Controladoria Geral do Município cópia do relatório no qual estão apontadas as ilegalidades no convênio de R$ 1 milhão firmado entre a Secretaria de Esporte e Lazer e a Organização de Sociedade Civil de Interesse Público De Peito Aberto.

A negociação feita pelo Executivo com a instituição mineira está sendo alvo de investigação na Promotoria do Patrimônio Público e agora ganha um novo desdobramento com a revelação de que a Controladoria considerou ilegal o convênio. Através da assessoria de imprensa,  o Ministério Público confirmou que há uma investigação em curso sobre o convênio e que agora será solicitada cópia do relatório da Controladoria Geral do Município.

O inquérito civil público foi instaurado pelo Ministério Público há cerca de cinco meses, logo após a publicação do extrato do convênio no Diário Oficial e a divulgação de reportagens sobre o assunto na imprensa.

O relatório da Controladoria, embora emitido ainda em agosto, só se tornou público com a comunicação feita pela controladora geral do município, Edmara Gadelha, à  Comissão Especial de Inquérito que investiga os contratos da Prefeitura Municipal de Natal.

No ofício, assinado no dia 9 de novembro, a controladora Edmara Gadelha destaca à CEI dos Contratos que as falhas encontradas no convênio são referentes a “instrução técnica”.

Um dos pontos críticos apontados no relatório é a ausência de competição para escolher a De Peito Aberto. A Controladoria identificou que não houve competitividade e justificativa plausível para a Secretaria de Esporte ter escolhido a referida entidade. Outra falha do convênio está na previsão de pagamento. Embora o contrato tenha previsão de 12 meses, os termos da negociação previa pagamento antecipado dos serviços e a quitação completa dos valores ainda no ano de 2011.

Cancelamento

A Prefeitura do Natal informou à TRIBUNA DO NORTE que o convênio com a organização De Peito Aberto não será executado. No entanto, não divulgou até agora quando será publicado o cancelamento no Diário Oficial do Município. Segundo a assessoria da Prefeitura, a determinação do Gabinete da Prefeita para cancelar o convênio ocorreu desde a emissão do relatório da Controladoria.

Mesmo assim, em depoimento à CEI dos Contratos, o secretário municipal de Esporte, Rodrigo Cintra, defendeu o convênio. Na ocasião, ele negou que já tenha feito algum pagamento antecipado para a instituição. E rebateu as informações, apontadas como indício de irregularidade pela CGM, segundo as quais a entidade receberia valores antes de realizar os serviços.

Fonte: Tribuna do Norte

Cooperação suspeita no Instituto Êpa resulta em esbanjamento de dinheiro

O Instituto Êpa, que revelou à revista Veja, um pedido de pagamento de propina por assessores do Ministério do Trabalho para liberação de verbas de convênio parece que não é exatamente uma vitrine. Estaria mais para vidraça diante da profusão de supostas irregularidades que pesam contra si, sem que os dirigentes da Ong, sediada em Natal, venha a público dar explicações.

Um fato comentado nas redes sociais, chegou hoje à edição do Novo Jornal e ganhou força de documento com a publicação no impresso: o Instituto Êpa contratou com recursos público a Cooperativa de Trabalhadores Autônomos para o fornecimento de lanches. Não haveria nenhum problema se ambas as organizações não fossem presidida pela mesma pessoa, Aurenísia Celestino Figueiredo.

A manobra, que fere o princípio da impessoalidade, despertou a atenção do Ministério do Trabalho – daí a suspensão do convênio para investigações, o que suscitou o pedido de propina.

O blog, coincidentemente, apurou uma história bizarra sobre funcionário que trabalha no Instituto Êpa e que participou desse esquema do lanche.

Intrigante é que após tal banquete, houve quem aparecesse esbanjando dinheiro.

 

Prefeitura perde convênio de R$ 2 milhões porque não fez contrapartida de R$ 225 mil

Tribuna do Norte/Isaac Lira

Os moradores do Paço da Pátria convivem há mais de dois anos com uma vala por onde passa esgoto permanentemente na frente de suas casas. A convivência insalubre já deveria ter sido extinta, mas não tem data para acabar. O Município de Natal tinha um convênio com o Ministério da Integração para sanear, drenar e reconstruir o canal destruído pela chuva na comunidade. Contudo, o convênio foi cancelado em abril desse ano porque a Prefeitura não apresentou a contrapartida de R$ 225 mil necessária para obter os R$ 2 milhões orçados para a obra.

Emanuel AmaralObras de reconstrução do Canal do Baldo no Paço da Pátria estão paralisadas desde o início do ano

A informação foi confirmada pela Assessoria de Comunicação do Ministério da Integração. O convênio teve início no dia 29 de dezembro de 2008. Dois anos e meio após o seu início, as verbas prometidas não haviam sido liberadas e a obra entrou na lista dos “restos a pagar” cancelados pelo Governo Federal em abril desse ano. Durante todo esse tempo, o Ministério da Integração esperou por documentos que comprovassem a existência dos recursos necessários à contrapartida. Em vão. “Mesmo notificada por duas vezes, a Prefeitura não providenciou a documentação solicitada”, disse o Ministério em nota enviada à TRIBUNA DO NORTE.

Entre os documentos solicitados, havia a garantia de que o dinheiro da contrapartida estava assegurado. Trata-se de um procedimento comum em convênios com o Governo Federal. Além disso, a Prefeitura deixou de enviar, segundo o Ministério da Integração, o quadro do detalhamento de despesas e enviou uma declaração preenchida de forma incorreta. “Detalhes” burocráticos que inviabilizaramm, pelo menos por enquanto, a obra mais esperada pela comunidade do Paço da Pátria atualmente.

(mais…)

Igreja sedia entidade que recebeu R$ 2,5 milhões do Ministério do Turismo

Josias de Souza

Beneficiada com repasse de R$ 2,5 milhões do Ministério do Turismo, a Conectur apresenta em seus registros o endereço de uma igreja.

Chama-se Assembleia de Deus Casa de Oração Betel. O pastor Wladimir Furtado mora no andar de cima do tempo e é dono da Conectur.

Deve-se a revelação ao repórter Leandro Cólon, que visitou o local, em Macapá. Wladimir, o pastor-empresário, foi preso pela PF na terça (9).

Junto com ele, foram em cana um sobrinho e uma cunhada –moradores da periferia da capital amapaense que Wladimir convertera em laranjas na diretoria da Conectur.

(mais…)

Show do Diante do Trono vem à baila. MP quer explicações

Tribuna do Norte:

O Ministério Público solicitará à Prefeitura explicações sobre o convênio de R$ 250 mil firmado com o instituto mineiro Fundação Oásis para divulgação do show da banda Diante do Trono, realizado em Natal. O extrato do convênio, publicado ontem no Diário Oficial do Município, define que o dinheiro foi destinado “a proporcionar a divulgação turística da Cidade do Natal, por intermédio da realização do evento”. O show da banda Diante do Trono ocorreu no dia 16 de julho e reuniu, segundo cálculos da Polícia Militar, 60 mil pessoas na Praia do Meio. Durante o show, foram gravadas imagens para a edição de um DVD da banda.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anielle Caroline disse:

    E outra coisa, os convites foram distribuídos por quem estava trabalhando como voluntário à pessoas que estavam participando do coral, que estavam ralando para ensaiar todos os dias. Alguns foram destinados à liderança das igrejas em Natal.

  2. Desculpem a minha ignorância mais o que o MP faz mesmo heim? Sinceramente tornou-se uma coisa banal essa notícia q o MP está investigando essa administração e até agora nada, continua tudo como antes no quartel de …

  3. Kedson disse:

    R$ 250 mil reais pra alugar apenas 10 banheiros químicos?

  4. mariana disse:

    E o show no Teatro Riachuelo que o Albert Dickson promoveu na segunda-feira, só para as "autoridades" importantes das igrejas???????? Só ia com convite! Será que essa grana num foi pra colocarem eles lá no Teatro pra um show privê??? Esses crentes "finos" nao se misturam muito com a ralé não!

    • Tadeu Ribeiro disse:

      Nada mais justo! Quando o dinheiro é empregado na obra do Senhor e para a promoção do turismo da região são levantadas acusações, mas para gastar milhões e milhões em "fortais" onde o adultério é pregado, ninguém diz nada!

      O teatro riachuello não estavam nos planos do Diante do Trono. Eles só foram gravar lá por que na praia não deu pra gravar tudo por causa da chuva.

      Não falem do que vocês não sabem!

      A matéria sobre tudo dos bastidores pode ser lida em :: http://portaldt.com/ufa-2-dt14-foi-gravado-em-natal/

Prefeitura de Natal assina convênio de quase R$ 1 milhão para consultoria da Copa

Está no Diário Oficial do Município de hoje:

A Prefeitura Municipal de Natal assinou convênio no valor de R$ 942.030 com a “De Peito Aberto Incentivo ao Esporte”, que identifica-se como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. A instituição receberá o dinheiro para “Cooperação técnica e financeira objetivando o Planejamento das Políticas Públicas de Esporte e Lazer, elaboração do plano Diretor da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e o consequente suporte de implementação do mapa de detalhamento dos Planos Operacionais”, como define o extrato do convênio publicado hoje no Diário Oficial.

O período de trabalho será de 17 de junho de 2011 a 16 de junho de 2012. O convênio foi assinado pelo secretário municipal de Esporte, Rodrigo Cintra.

Segundo o site da “De Peito Aberto Incentivo ao Esporte” : “idealizada por um grupo de atletas, profissionais e entusiastas dos esportes, a De Peito Aberto Incentivo ao Esporte é uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP) sem fins lucrativos, que foi criada com o intuito de suprir a necessidade de contribuir para o esporte, educação, saúde e cultura, promovendo a integração de instituições públicas e privadas, conceituando novas idéias, concretizando relações profissionais e conscientizando atletas.

A instituição tem escritórios nos Estados de Bahia, Minas Gerais e Pará. Entre os “casos de sucesso”, como definido pelo site institucional da instituição estão: “Araketu de Peito Aberto”,  Cadastramento Eletrônico de Atletas, Minas Olímpica e Corrida Rústica da Assembleia.

Segue extrato do convênio:

(mais…)