“Torcedor que sentir prejudicado tem o direito de ingressar com ação”, destaca magistrado

unnamed (1)O coordenador do Juizado do Torcedor, juiz Agenor Fernandes, realizou na tarde de hoje (7), no Complexo Judiciário, uma reunião com representantes de clubes de futebol, Ministério Público, Polícia Militar, e do consórcio responsável pela Arena das Dunas para discutir o acesso dos torcedores ao local em dia de jogos. O magistrado destacou que o torcedor que se sentir prejudicado tem o direito de ingressar com ação judicial. Uma das decisões resultantes da reunião é que será informado à Arena das Dunas, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, o número de torcedores de acordo com a quantidade de ingressos que os clubes coloquem à venda.

O objetivo do juiz Agenor Fernandes é evitar transtornos nos próximos jogos. Por isso, está ouvindo todas as partes responsáveis – incluindo os clubes América, ABC, Globo e Alecrim. Ele destacou que está é a primeira reunião e outras devem acontecer. Um dos temas a serem definidos, após estudos e apresentação de propostas pelas partes, é a melhoria na saída dos estacionamentos interno e externo do estádio. A Arena deverá garantir uma melhor distribuição dos torcedores pelos portões de entrada da praça esportiva. A medida poderá evitar grandes filas.

A reunião foi marcada após torcedores relatarem problemas com ingressos, passagem nas catracas e demora para conseguirem entrar na praça esportiva. Foram relatados vários casos de torcedores que somente conseguiram entrar na Arena depois do jogo iniciado e com o primeiro tempo bem adiantado. Outros problemas foram relatados em relação a demora dos proprietários de veículos e suas famílias em sair do estacionamento do estádio.

“A segurança do torcedor é de interesse público”, enfatiza Agenor Fernandes. Durante a reunião, foi definido que os portões deverão ser abertos duas horas antes dos jogos, na Arena das Dunas. Apesar desta antecedência, foi apontado que boa parte dos torcedores chegam ao estádio por volta de 15 minutos antes das partidas.

Sugestões

O consórcio Arena das Dunas e a PM sugerem soluções para a questão, no sentido de melhorar a orientação aos torcedores e garantia da segurança do público. A Polícia Rodoviária Federal destacou a experiência colocada em prática durante a Copa do Mundo.

A preocupação das autoridades de segurança é com a saída dos torcedores do estádio após os jogos. O juiz Agenor Fernandes lembrou que qualquer problema ocorrido na área externa do estádio deve ser comunicado oficialmente ao Juizado do Torcedor.

Membros da imprensa presentes a reunião falaram sobre a preocupação com a demora na evacuação do estacionamento interno. Nessa questão, o consórcio Arena das Dunas destaca que prioridade é para a saída dos pedestres, mas sugeriu a presença de agente de trânsito para auxiliar a saída de veículos pela avenida Prudente de Morais.
O América solicitou à Arena que o Portão O seja específico para o acesso de sócios torcedores. Também foi definido que torcedores poderão ingressar na Arena com camisas de seleções.

A Arena das Dunas, a PM e os clubes poderão pedir o funcionamento do Juizado do Torcedor em jogos. Os pedidos serão analisados pelo Juizado e devem ser feitos com dez dias de antecedência. O Juizado também poderá funcionar em outros tipos de eventos, que não só o futebol.

No sentido de melhorar a prestação jurisdicional, o Juizado do Torcedor irá manter contato com congêneres de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco para troca de experiências.

Torcedor morre de ataque cardíaco durante jogo no Itaquerão entre Argentina e Suíça

Um torcedor brasileiro morreu durante o jogo entre Argentina e Suíça, na terça-feira (1º), no Itaquerão, na zona leste de São Paulo. Antônio Ferreira, de 63 anos, tinha problemas cardíacos, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Ele foi levado de ambulância ao Hospital Santa Marcelina, perto do estádio. A morte do idoso é a segunda divulgada durante a Copa do Mundo.

No último sábado (28), um torcedor carioca de 69 anos morreu após sofrer um infarto no Mineirão durante a partida entre Brasil e Chile, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Identificado como J.O, ele foi socorrido inicialmente dentro do estádio e encaminhado por uma ambulância particular da Fifa para o Lifecenter, hospital na região centro-sul da capital mineira. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, o paciente é diabético e hipertenso. Ele teria passado mal inicialmente no estádio, devido à um pico de glicemia.

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo informou que 145 atendimentos foram realizados dentro do Itaquerão, com quatro remoções para hospitais da região. No entorno do estádio, foram 11 atendimentos médicos. Uma pessoa foi levada ao hospital.

Na Fan Fest, até às 18h, o Ciocs (Centro Integrado de Operações Conjuntas de Saúde) registrou 28 atendimentos médicos. Uma pessoa foi encaminhada à Santa Casa, número considerado baixo, visto que todos os atendimentos foram feitos no próprio Vale do Anhangabaú pela empresa contratada pela Fifa. No local, estão instaladas duas ambulâncias básicas e uma Unidade Tratamento Intensivo (UTI).

Na Vila Madalena, onde a festa costuma prosseguir pela madrugada, foram instaladas quatro ambulâncias com dez socorristas, além de oito homens do Corpo de Bombeiros para prestar atendimento aos torcedores.

Agência Record

VÍDEO(raro): Árbitro se lesiona, reserva não aparece e torcedor trabalha em jogo no Campeonato Espanhol

Untitled-2Vídeo aqui

Os minutos finais da partida entre Racing Santander e Compostela, pela segunda divisão do Campeonato Espanhol, tiveram a participação de um torcedor na comissão de arbitragem. Isso porque, aos 39 minutos do segundo tempo, o árbitro Puerta Lopez teve de deixar o jogo por conta de uma lesão na coxa direita, e, pela falta de um quarto árbitro, a organização foi obrigada a pedir pelo megafone a participação de algum fã que tivesse licença para trabalhar no jogo.

Por sorte, um solícito se apresentou, e os seis minutos finais de jogo passaram com um completo desconhecido julgando possíveis infrações. Antes de deixar o campo, Lopez ainda tentou trocar de lugar com um dos assistentes, mas não suportou a dor e passou a bandeirinha para o torcedor. A partida terminou em 1 a 1 e não teve grande participação do membro de última hora da arbitragem.

Lancenet

ABC pode ser prejudicado novamente por torcedor irresponsável

O torcedor do ABC parece que não aprende. Depois do clube já ter sido prejudicado por conta de objetos arremessados no gramado em outros campeonatos, a cena voltou a acontecer no último sábado, na partida contra o Criciúma, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

O problema começou no fim do jogo, quando um rádio teria sido arremessado em direção ao auxiliar Jossemar José Diniz. A fato foi relatado pelo árbitro Cláudio Mercante Júnior (PE), aspirante à Fifa.

Para complicar ainda mais a situação, o atacante Joelson tentou retirar o objeto das mãos da arbitragem. A confusão foi generalizada e acabou sobrando para o atacante Léo Gamalho, que foi expulso.

Ou seja. O ato isolado de um torcedor resultou na expulsão de Léo Gamalho, pode levar a punição do atacante Joelson e ainda pode gerar um prejuízo enorme ao clube.

Segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o clube que deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir o arremesso de objetos em campo pode receber multa de R$ 100,00 a R$ 100 mil. Caso o lançamento de objeto “for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo”, o clube pode ser punido com a perda do mando de campo de uma a dez partidas.

A única forma de escapar de punição é a identificação e detenção do torcedor que lançou o objeto, com o registro do boletim de ocorrência.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique disse:

    O torcedor foi identificado e preso na ora. Agora o mesmo deveria ser proibido de frequentar o Frasqueirão, pois quem faz uma coisa dessa não é torcedor do mais querido!!!!

[VÍDEO] Torcedor holandês sabota ônibus da Alemanha durante a Euro 2012

Alemanha e Holanda se enfrentaram essa semana pela Euro 2012 e deu Alemanha. Mas um vídeo que está circulando na internet como mais novo sucesso é o vídeo do torcedor holandês, que horas antes do jogo, utilizou uma tranca de roda no ônibus da delegação alemã, na tentativa de impedir que os germânicos fossem para a partida.

Parece mentira, mas é melhor ver o vídeo:

Torcedor do ABC é executado quando voltada para casa após o jogo

Daivid Helder de Lima, de 26 anos, foi assassinado no loteamento Novo Horizonte, zona Norte de Natal, enquanto voltava do jogo do ABC, esta madrugada (5).

Segundo o oficial de Comunicação Social da PM, tenente Edmilson, o jovem seguia a pé para casa e foi atingido com um tiro na nuca. “Os policiais que estiveram no local pouco conseguiram saber sobre o homicídio, porque lá impera a lei do silêncio”.

A motivação do crime ainda é um mistério para a Polícia.

Thiago Macedo para o Nominuto.com

Torcedor do Palmeiras baleado antes do clássico contra o Corinthians morre no hospital

O torcedor palmeirense André Alves, o “Lezo’’, de 21 anos, morreu na noite deste domingo, horas depois de ter sido baleado na cabeça durante briga entre torcedores do seu time e do Corinthians, na avenida Inajar de Souza, um importante corredor para moradores da região da Freguesia do Ó e Brasilândia. A confusão envolveu 500 pessoas e teve pelo menos mais um baleado.

André foi socorrido logo após levar o tiro e levado por policiais militares para o Hospital Cachoeirinha. Teve parada cardíaca e os médicos conseguiram reanimá-lo. Mas por volta das 20 horas, ele acabou não resistindo.

A briga foi consequência de uma emboscada armada por torcedores corintianos para cercar e agredir um grupo de palmeirenses. O local é um reduto recorrente de brigas entre torcidas. Os confrontos costumam acontecer todas as vezes em que há jogos entre os times na cidade.

O confronto, segundo moradores da região, foi agendado nas redes sociais – expediente que também é comum entre os membros das organizadas.

Há a suspeita de que a emboscada tenha sido uma revanche de corintianos contra os palmeirenses por causa de confrontos anteriores -no ano passado, no dia do clássico entre as equipes no primeiro turno do Brasileiro (que ocorreu em Presidente Prudente, a 550 km da capital) um torcedor corintiano foi morto por membros de organizadas palmeirenses. Seu corpo foi encontrado às margens do rio Tietê. Ninguém foi preso.

CLIMA TENSO
O confronto entre os torcedores na manhã do jogo deixou o clima tenso nos arredores do Pacaembu. A Polícia apertou o cerco ao estádio para evitar que novos confrontos ocorressem. Uma divisória formada por chapas de metal, com cerca de 2,30 m de altura, foi instalada na rua Comendador Passalácqua para separar as facções. O local é onde se localiza a entrada da torcida visitante. No caso deste domingo, dos palmeirenses.

Próximo do Pacaembu, o maior trabalho foi para controlar a entrada de corintianos pelo portão principal do estádio. Minutos depois de a partida começar, milhares de pessoas ainda estavam do lado de fora, na praça Charles Miller, e tentaram forçar a entrada. A PM, com bombas de efeito moral e efetivo reforçado na frente do portão principal do estádio, conseguiu impedir a invasão dos torcedores. Durante jogo também houve confronto entre a PM e torcida. (Colaborou Luciele Velluto)

Fonte: Estadão

Torcedor muito doido invade NU jogo do Bayern e ainda dar cambalhotas

O Bayern de Munique derrotou o lanterna do Campeonato Alemão, o Augsburg, neste domingo, por 2 a 1, e manteve vantagem na liderança da competição. Mas um fato marcou a partida.

Um torcedor, de boné e sem roupa, invadiu o gramado. Aparentemente bêbado, ele fez graça para os jogadores e chegou a dar cambalhotas no campo.

Depois de sua “apresentação”, o torcedor foi retirado do gramado por seguranças.

Torcedor faz graça ao invadir o gramado durante jogo do Bayern de Munique - Reuters
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jaqueline disse:

    nosa kkkkkkkkkkkkkkkkkkk nu mesmo nem pra mostra a frente