Trânsito

Câmara Municipal de Natal aprova Lei que exige acessibilidade para cadeirantes nos pontos de ônibus

Com o objetivo de garantir acessibilidade aos cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida no transporte coletivo de Natal, a Câmara Municipal, através dos seus vereadores, aprovou em primeira discussão na tarde desta quarta-feira (07), em Sessão Ordinária Remota, matéria de autoria do vereador Preto Aquino (PSD). A lei determina que todos os pontos de paradas espalhados pela cidade, deverão disponibilizar, de forma padronizada e sinalizada, rampas de acessibilidade.

Segundo a Lei n° 145/2019, o Poder Executivo, por meio da Secretaria de Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), será responsável pela implantação do que dispõe a lei. “Vamos entrar em contato com a secretaria responsável para saber como está o andamento dos serviços, qual a real situação e o que precisa ser feito para a conclusão dos serviços para a população”, disse Preto Aquino.

Também em primeira discussão, foi aprovada, de autoria do vereador Chagas Catarino (PSDB), a Lei n° 132/2019 que, insere nos planos de estudos do ensino fundamental das escolas públicas e privadas do município de Natal, conteúdos sobre a Lei Maria da Penha como mais um instrumento de informação na prevenção à violência contra a mulher. A matéria ainda ganhou uma emenda da vereadora Julia Arruda (PCdoB) que insere no projeto, a possibilidade de parcerias com órgãos e instituições, que possibilitem a realização de palestras, exposições e outros momentos de discussão da temática. “A gente tem que divulgar, colocar em sala de aula, em discussão, palestras o tema, para que a gente possa fomentar cada vez mais a Lei Maria da Penha”, explicou Chagas.

Do vereador Robson Carvalho (PDT), a Casa também aprovou em primeira discussão, a Lei 249/2018, que institui a campanha “Doadores do Futuro” no município, com o objetivo de conscientizar os alunos das escolas públicas da cidade quanto a importância da doação voluntária de sangue.

Dia Mundial da Saúde

Ainda durante a Sessão Ordinária foi aprovada uma moção de apoio e homenagem aos profissionais da saúde, em alusão ao Dia Mundial da Saúde. A moção foi de autoria do vereador Robério Paulino (PSOL) e foi subscrita por todos os parlamentares da Câmara Municipal de Natal.

Opinião dos leitores

  1. Oh maravilha! É sinal de que eles irão mandar fazer os pontos de ônibus. Ou eles se referem ter acesso ao poste com a placa?

    1. Boa iniciativa do vereador Preto Aquino, pena que existam poucas paradas e a maioria depredadas, quando algumas só tem o poste e a placa, mais um Lei que não dará em nada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FOTOS: Drivers e pontos de vacinação contra a covid-19 em Natal chamam a atenção por baixa procura

Fotos: Reprodução/Instagram

Ao Blog chegam, nos últimos dias, cada vez mais registros de drivers e pontos de vacinação contra a covid-19 em Natal, com movimento discreto ou quase nulo. As vacinas estão disponibilizadas, resta o grupo prioritário na capital buscar sua imunização.

O que está acontecendo? Atualmente, vacinam 65+. Por que não baixar essa faixa e atingir um público maior? A população espera uma resposta.

Opinião dos leitores

  1. Fatima, seu partido que tanto chama bolsonaro de assassino, na realidade governo assassino é o seu que recebeu as vacinas aplicou metade e estou ou contra a orientação do Ministério da saúde mais de 250 mil doses de vacina. Governo petista feito de ladrões e assassinos.

  2. Está muito claro que os governos estão retendo doses de vacinação, enquanto isso a população é que sofre com a quantidade de perdas.

  3. Também não entendo essa suposta retenção de doses, enquanto nos idosos abaixo de 65 anos não somos chamados.

  4. Enquanto isso há mais de 250 mil doses RECEBIDAS E NÃO APLICADAS!!

    BAIXA FAIXA PARA 40+!!
    PORRA!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em movimento tímido, grupo de caminhoneiros realiza parada em pontos isolados do país

Foto: Paulo Lopes / BW Press / Estadão Conteúdo

Na madrugada desta segunda-feira, caminhoneiros paralisaram estradas nas cidades de Cana Verde, Minas Gerais; Itatim e Vitória da Conquista, na Bahia, Colinas, no Tocantins e Votorantim, em São Paulo. Também há registros de bloqueio no Rio Grande do Sul. O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), um dos sindicatos que organizam a greve, divulgou vídeos em que mostra os pontos de paralisação da categoria em locais isolados do país.

Em Salvador, um grupo de caminhoneiros aderiu ao movimento, que teve início nesta madrugada e ainda é pequeno. Por volta das 8h30min, a categoria protestava na rodovia estadual BA 526, localizada na região metropolitana da capital baiana. Na região sul do Estado, ainda não há sinais de paralisação.

Mesmo com o movimento ainda tímido, líderes da categoria disseram que muitos colegas participam de casa. De acordo com a Associação Nacional de Transportes do Brasil (ANTB), não se sabe ao certo quantos dos 280 mil caminhoneiros baianos integram a ação.

Porto de Santos

Nesta segunda-feira (1º), representantes dos caminhoneiros se reuniram, em Santos, e decidiram que não haverá greve no porto. Eles entendem que este não é o momento para um movimento do tipo, visto que, por conta da pandemia, a necessidade de transporte é maior do que as reinvindicações do setor.

A Guarda Portuária monitora a entrada do local, mas a movimentação está tranquila. Para evitar possíveis aglomerações de grevistas, viaturas da guarda portuária estão paradas na avenida que leva aos principais terminais do cais santista, área onde os caminhoneiros costumam se reunir. O local foi isolado com faixas e cones.

Em 2018, caminhoneiros travaram o porto por vários dias, o que prejudicou o escoamento de produtos brasileiros para o exterior, causando filas quilométricas na entrada da cidade.

“Fora, Doria”

Também nesta manhã, um grupo de caminhoneiros interrompeu o trânsito em duas faixas da rodovia Castello Branco, na altura de Barueri, região metropolitana da capital paulista. O protesto foi contra o governador João Doria (PSDB), pelos altos preços nos pedágios e pela redução do ICMS.

O grupo não é ligado a nenhuma entidade e a pauta se diferencia da nacional, que pede, entre outras coisas, redução do preço do diesel e aumento do frete para a categoria.

Rodovias federais

Apesar das paralisações em pontos isolados do país, o Ministério da Infraestrutura e Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgaram comunicado no qual informam que, às 6h desta segunda-feira, todas as rodovias federais, concedidas ou sob gestão do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), encontravam-se com fluxo livre de veículos, não havendo nenhum ponto de retenção total ou parcial.

As medidas tomadas pelo governo federal na tentativa de impedir uma nova greve dos caminhoneiros não agradaram toda a categoria.

Entre outras reivindicações, os caminhoneiros querem redução de cobrança de PIS/Cofins sobre o óleo diesel, o aumento e cumprimento da tabela do piso mínimo do frete, estabelecido em 2018 após a paralisação de 11 dias, modificação da redação do projeto 4199/2020, o BR do Mar, sobre cabotagem, aposentadoria especial para o setor, um marco regulatório do transporte, entre outros pedidos.

Apelo do presidente

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro fez um apelo na tentativa de impedir a paralisação. “Não façam isso. Todos nós vamos perder. Você vai causar um transtorno na questão da economia, porque estamos vivendo uma época de pandemia”, pediu ele.

Após o início dos rumores, governo aumentou, de 2,34% para 2,51%, os preços mínimos de frete rodoviário, zerou a tarifa de importação de pneus para transporte de cargas e, inclusive, incluiu os caminhoneiros no grupo de prioridades para o recebimento das vacinas contra Covid-19.

Neste domingo, um áudio de uma conversa entre o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e uma liderança local de caminhoneiros, circulou em grupos de Whatsapp, no qual o ministro afirma não ter possibilidade de atender alguns dos principais pedidos do segmento.

Tarcísio de Freitas confirmou a autenticidade do áudio e disse que a conversa ocorreu no sábado, mas disse que se tratava, apenas, de esclarecer o papel do governo em cada demanda, o que é possível fazer e o que não é.

O Ministério da Infraestrutura informa, ainda, que boletins sobre o fluxo de veículos serão atualizados periodicamente e “estão baseados em informações do centro de controle da Polícia Rodoviária Federal”.

Correio do Povo, com R7

Opinião dos leitores

  1. Todos os comentários são importantes (opiniões ) Mais o parabéns hoje vai para o comentário desse Neco. "Hospitais, tudo por causa de política " . Esquerda está sem noção faz tempo. Se o governo xingar o Mosquito da dengue, eles defendem o Mosquito.

  2. Esse movimento já começou fracassado.
    A enorme maioria dos caminhoneiros estão rodando, circulando normalmente.
    Como sempre, existem de 5% a 10% da categoria que não tem representatividade e fazem bagunça, obedecendo as ordens da turma do "quanto pior para o povo, melhor para eles".
    É mais uma tentativa de desestabilizar o governo para tentar reverter a provável derrota na eleição de presidente da câmara por parte da esquerda.
    Se o Baleia Rose perder e não puder dar continuidade aos desmandos contra o país criado por Rodrigo Maia, muita coisa poder mudar em favor e positivamente para o povo, começando o desenvolvimento e o crescimento do país, mesmo com a pandemia que a turma do caos não quer acabar.

  3. Eu torço que esse movimento grevistas dos caminhoneiros seja um total fracasso,porque se essa greve perdurar por vários dias,nós o povão da classe B,C,D,E é quem seremos atingidos diretamente nos nossos orçamentos familiares ainda mais com novos reajustes dos preços dos alimentos,gasolina e etc…,sabemos que depois da pandemia da covid-19 ou coronavirus os produtos básicos vêem se reajustando quase que diariamente.

    1. Exatamente! É uma classe lutando por seus "direitos" em detrimento do prejuízo de toda uma população.

  4. Tem que decolar…
    Estou me juntado com uns companheiros para ajudar na alimentação e água para os caminhoneiros.

    1. No meio de uma pandemia, economia tentando se erguer, familias tentando sobreviver, um verme desses vem fomentar algo que pode gerar mais desemprego, desespero, desabastecimento, inclusive com consequências para hospitais. Tudo por causa de política. A língua não tem palavras para classificar seres ignominosos como esse ZéDroGado (personagem?).

    2. Leitores, eis o linguajar de um autêntico seguir do presidente da república.

    3. Vc só vê baixaria saindo lado bolsonarista, né? Só tem imortal da ABL do lado de vcs.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPRN fiscaliza eventuais “fura fila” nos pontos de vacinação contra a Covid-19

Foto: Reprodução

Promotores de Justiça e servidores da instituição fizeram visitas surpresa em locais de vacinação para averiguar se as pessoas que estão sendo vacinadas se enquadram no previsto no plano de vacinação

Equipes do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) fizeram nesta quinta-feira (21) visitas surpresa em locais de vacinação contra a Covid-19. O objetivo é averiguar se as pessoas que estão sendo vacinadas se enquadram no previsto no plano de vacinação.

Desde esta quarta-feira (20), o MPRN está recebendo denúncias de casos de pessoas que receberam a primeira dose da vacina mesmo sem se enquadrarem no que está preconizado no plano. Esses serão analisados individualmente para se investigar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. MP aproveita e averigua as nomeações de Natal…..desse jeito vamos trocar a capital pelo interior….nao anda….no colinho do papai tudo pode.

  2. É só observar as redes sociais que se comprova o fura fila. Muitos profissionais de saúde que nem atuam na linha de frente estão conseguindo tomar vacinas – hje vi fisioterapeutas, psicólogos e educadores físicos que não atuam em hospitais, mais em academias e consultórios particulares que tomaram a vacina e postaram.
    Tem o erro deles de furar a fila, pois devem aguardar o momento da fase de trabalhadores em saúde e tiram a oportunidade de um profissional da linha de frente de se imunizar.
    Falta grave da SMS Natal que vem aplicando a vacina sem exigir a comprovação da documentação necessária para esse momento inicial em função da redução de doses enviadas.
    Vergonha – isso é Brasil – nada é levado a sério.

  3. Não vai Dar em nada, isso já era esperado em outra MP está sem força eles tb queria fura a fila ..kkk

  4. Pode ir atrás que tem vacina indo direto para a casa das autoridades para toda a família ser vacinada. Ainda vai um técnico junto para aplicar. Procure MP que acharás.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Ciclone pode causar tempestade e alagamento em vários pontos do Brasil

Foto: © Divulgação/Defesa Civil RS

Um ciclone com características subtropicais deve alterar as condições meteorológicas em vários pontos do país, provocando fortes chuvas e rajadas de vento. Em virtude do fenômeno, a Marinha do Brasil emitiu nesta segunda-feira (26) alertas de perigo de tempestade para os três estados do Sul e para Mato Grosso do Sul. Já para Bahia e Minas Gerais, o aviso é de perigo de chuvas intensas.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nas últimas horas deste domingo (25), o ciclone ganhou força, sendo classificado como Tempestade Subtropical Mani. No município de Marilândia, foi registrado um volume pluviométrico 169,8 milímetros (mm), entre a manhã do último sábado (24) e a manhã de ontem, valor muito acima da média mensal, que é de 96,7 mm. Em Vitória, o total foi de 80,2 mm.

“De acordo com a Defesa Civil do Espírito Santo, houve ocorrência de alguns deslizamentos. Pedras rolaram nas encostas e segundo o órgão mais de 400 pessoas ficaram desabrigadas”, informou o Inmet, em nota, destacando que o alerta de chuva ocasionalmente forte é válido até a manhã de hoje, principalmente para o centro-norte do estado.

Apesar de os efeitos serem sentidos de modo mais imediato no Espírito Santo, em Minas Gerais e algumas áreas do Rio de Janeiro, até o início da manhã desta segunda-feira há probabilidade de chegarem mais tarde em outros locais. No Mato Grosso do Sul, o comportamento deve se repetir durante a tarde, segundo a Marinha. Para a Bahia, a notificação de perigo vigora até as 10h de terça-feira.

Para todos os estados, podem ocorrer precipitações de 30 a 60 mm por hora, combinadas com ventos intensos, de 60 a 100 quilômetros por hora, motivo pelo qual a população deve ficar atenta para riscos de apagões de energia elétrica, queda de árvores e de alagamentos. Há, ainda, previsão de chuva de granizo.

Em nota divulgada no domingo, a Marinha ressaltou que os ventos provocados pelo ciclone poderão ocasionar agitação marítima com ondas, em alto-mar, com alturas de até 4,5 metros, até a manhã desta terça-feira (27). “Também há condições favoráveis à ocorrência de ressaca, com ondas de direção Sul a Sudeste, com até 2,5 metros de altura, na faixa litorânea entre os estados do Rio de Janeiro, ao norte de Arraial do Cabo, e do Espírito Santo, ao sul de Regência, até a madrugada do dia 27”, emendou.

O Inmet menciona, ainda, que o ciclone irá se afastar do continente, nos próximos dias. A avaliação é de que rume para o leste.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Torcedor poderá trocar pontos da Nota Potiguar por camisas oficiais

Foto: Elisa Elsie/ASSECOM/RN

Em mais uma ação em apoio ao futebol no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado firmou parceria com os clubes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro para trocar pontos acumulados no programa Nota Fiscal Potiguar por camisas oficiais. A iniciativa foi anunciada na manhã desta sexta-feira, 18, pela governadora Fátima Bezerra em reunião com a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) e dirigentes do ABC, América, Globo e Potiguar de Mossoró, na sede da governadoria.

“Estamos anunciando mais uma parceria em prol do futebol potiguar. Além de beneficiar o torcedor estamos estimulando a atividade econômica e fortalecendo os clubes”, afirmou a governadora Fátima Bezerra. Ela também se referiu à significativa redução da ocupação de leitos Covid-19 no Estado a 38% e considerou: “Colhemos frutos dos acertos do governo que tem equipe valorosa e competente. Fizemos grandes esforços e investimentos na saúde que vão deixar para a população muitos novos leitos públicos. A nossa economia vem se recuperando, o mês de agosto já provou isso com o crescimento de 2% no ICMS e a perspectiva para setembro é melhor. Quero registrar que nosso Governo atua de forma integrada em todas as áreas, como agora quando adotamos ações para fortalecer o futebol ainda dentro do contexto da pandemia”.

Ao obter a confirmação da nova medida do Governo do Estado, o presidente da FNF, José Vanildo, disse que a parceria que permitiu o reinício da atividades do setor foi muito produtiva e assegurou aos clubes um caixa de R$ 100 mil derivados da troca de pontos da Nota Potiguar por acessos à transmissão dos jogos do Campeonato Potiguar. “É preciso dizer que o Governo não está dando dinheiro para os clubes. Está fazendo parcerias que permitem ao torcedor assistir os jogos e agora adquirir uma camisa oficial, simplesmente pedindo a nota fiscal em suas compras, acumular pontos e fazer a troca sem gastar mais nada”, afirmou José Vanildo.

O presidente da FNF avaliou que este modelo de apoio é também ação de cidadania com benefícios para todos. “Evoluímos, temos um modelo melhor, com ganho financeiro de forma geral. A FNF acredita nesse projeto que antes nunca existiu. Volto a dizer, o Governo não está dando dinheiro aos clubes. Está orientando os clubes a se somar em ação de cidadania. Também é respeito ao erário público. O Governo mostra que é possível trabalharmos e caminharmos juntos para sairmos desse momento de dificuldade. Todos os clubes acabam sendo alcançados e saindo fortalecidos com o fortalecimento do futebol potiguar”.

Para Bira Marques, presidente do ABC, “a Nota Potiguar vem ajudar numa relação ganha-ganha. Ganha o Governo, ganham os clubes e ganha o torcedor, principalmente o menos favorecido financeiramente que não poderia comprar uma camisa oficial”. Já o presidente do América, Leonardo Bezerra ressaltou que “as duas ações do Executivo estadual em apoio ao futebol têm importante significado para os clubes e para o torcedor, e, inclusive, combatem à pirataria, já que vamos fornecer as camisas oficiais”.

Dirigente do Globo, clube sediado em Ceará Mirim, Marcone Barreto afirmou que “pela primeira vez a administração estadual enxerga a importância do futebol. O RN é um dos Estados que mais formam jogadores de base, em sua grande maioria jovens de origem humilde, que irão integrar os grandes times. Agradeço a sensibilidade e o apoio do Governo do Estado ao futebol do RN, apoio extremamente importante por que beneficia os mais carentes”.

Treinador do ABC, Francisco Diá afirmou que o apoio do Governo ao futebol “ganhou repercussão em nível nacional, e até os jogadores estão muito felizes. Só temos a agradecer”, encerrou.

O QUE É O PROGRAMA

A Nota Potiguar integra o Programa de Educação Fiscal do RN executado pela Secretaria de Estado da Tributação (SET).  Atualmente, a campanha de educação fiscal conta com mais de 253 mil participantes. O programa prevê também a troca de pontos acumulados por descontos no IPVA, acesso a diárias em hotéis e pousadas instalados no Rio Grande do Norte e passeios de buggy.

Além da possibilidade de troca direta de pontos por benefícios, a Nota Potiguar retomou os sorteios com novidades. Agora, são sorteados 45 prêmios em dinheiro nos valores de R$ 1 mil, R$ 10 mil, R$ 20 mil e R$ 50 mil para os cadastrados em todas as regiões do Estado. Até agora, foram repassados cerca de R$ 3 milhões para usuários e instituições cadastradas. O próximo sorteio ocorre na terça-feira (22), a partir das 16h, com transmissão pela BANDTV.

Opinião dos leitores

  1. Pense numa coisa de futuro, essa desgovernadora não dá uma dentro, como é que fomos cair numa esparrela dessas, Deus tenha misericórdia.

    1. Sem futuro porque? Se você não gosta de futebol tudo bem, mas exigir emissão de nota fiscal ajuda na arrecadação de imposto. Só uma pessoa alienada politicamente é que acha ruim isso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Bolsa fecha aos 100 mil pontos pela primeira vez desde março; dólar fica a R$ 5,32

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, ganhou fôlego no final do pregão desta sexta-feira, 10, e encerrou aos 100.031,83 pontos , uma alta de 0,88%. É a primeira vez desde 5 de março que o índice volta a fechar aos 100 mil pontos – ajudou na melhora, a alta do mercado acionário de Nova York, após um pregão com ganhos contidos e investidores de olho em importantes dados econômicos divulgados pelo IBGE. Já o dólar fechou em leve queda de 0,31%, a R$ 5,3218.

Nesta sexta, após duas deflações seguidas, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) voltou a subir e fechou junho com inflação de 0,26%, puxado pelos combustíveis. No entanto, a quarta contração consecutiva no setor de serviços, de 0,9% em maio, decepcionou quem apostava em um segundo trimestre mais positivo. Também pesa a divulgação da Pnad Covid, que apontou um contingente de 11,8 milhões de trabalhadores desocupados entre 14 e 20 de junho.

Porém, já no final do pregão, o Ibovespa, principal índice do mercado de ações brasileiro, aproveitou a melhora do mercado acionário de Nova York, que até então operava sem sentido únido, para ampliar os ganhos. Por lá, soou positivamente a declaração da farmacêutica Gilead Sciences, de que o remdesivir reduziu em 62% a mortalidade de pacientes com a covid-19.

Já apesar do movimento de desvalorização do dólar, a percepção de que ainda há algum espaço para possível queda da Selic, após os resultados da inflação e do volume de serviços no País em maio, também causam certa insegurança ao câmbio. Agora, o mercado já se divide entre manutenção da taxa e corte de 0,25 ponto percentual em agosto.

Estadão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Moro diz que Bolsonaro não vetou pontos do projeto anticrime para proteger o filho Flávio

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro afirmou, em entrevista à revista “Crusoé” veiculada nesta sexta-feira, que o presidente Jair Bolsonaro não vetou dois pontos do projeto anticrime para proteger o filho, o senador Flávio Bolsonaro. Segundo o ex-juiz da Lava-Jato em Curitiba, as restrições à decretação de prisão preventiva e a acordos de colaboração premiada batem de frente com o discurso contra a corrupção e a impunidade adotados por Bolsonaro na campanha eleitoral.

“Me chamou a atenção um fato quando o projeto anticrime foi aprovado pelo Congresso. Infelizmente houve algumas alterações no texto que acho que não favorecem a atuação da Justiça criminal. Tirando a questão do juiz de garantias, houve restrições à decretação de prisão preventiva e também restrições a acordos de colaboração premiada. Propusemos vetos, e me chamou a atenção o presidente não ter acolhido essas propostas de veto, especialmente se levarmos em conta o discurso dele tão incisivo contra a corrupção e a impunidade. Limitar acordos e prisão preventiva bate de frente com esse discurso. Isso aconteceu em dezembro de 2019, mesmo mês em que foram feitas buscas relacionadas ao filho do presidente”, afirmou Moro à Crusoé.

Questionado sobre a suposta existência de uma “Abin paralela”, em referência à Agência Brasileira de Informação, ele disse que foram solicitados, no início do governo, “talvez” cinco policiais federais para atuar diretamente no Palácio do Planalto, sem ser externado o motivo. O pedido foi feito, segundo ele, informalmente, mas depois foi abortado.

“Isso nunca me foi colocado nesses detalhes. O que houve no começo do governo, no início de 2019, foram solicitações informais para que nós cedêssemos um número até significativo de policiais federais para atuar diretamente no Palácio do Planalto. Mas essa ideia, como foi revelado pelo falecido Gustavo Bebianno, foi abortada. Isso foi cortado. Isso não evoluiu.”

O ex-ministro diz ainda que o presidente é incoerente com o discurso de campanha ao fazer alianças com parlamentares do centrão, “que não se destacam extamente pela imagem de probidade”. Segundo Moro, a aliança tem como barrar um pedido de impeachmente no Congresso.

“No que se refere à agenda anticorrupção, de fortalecimento das instituições e aprimoramento da lei para tanto, sim, e já faz algum tempo. No que se refere às alianças políticas, o discurso do presidente era muito claro no sentido de que ele não faria alianças políticas com o Centrão e agora ele está fazendo. E a culpa por isso não pode ser posta em mim, dizendo: “Olha, foi preciso fazer aliança com o Centrão cpor causa da saída do Moro”. Não, isso precedeu a minha saída. Começou antes, pelo receio do presidente de sofrer um impeachment. A motivação principal da aliança é essa”, diz o ex-juiz.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Moro você fez certo não ser Papagaio de Político! Tem meu respeito e meu voto se for candidato a Presidente! Não confio mais em Bolsonaro.

  2. O gado faz questão de não enxergar que Bolsonaro tá conduzindo o Brasil para um precipício. Essa aliança com k centrão não é pelo Brasil. Mas para evitar impeachiman. Ñ foi pra isso que acreditei na nova política questão se revela tão velha como a desvobertanpela lava jato. Da- lhe Moro!

  3. E quem tem filhos e não os defende, seja lá como for?
    Eu defenderia meu filho em qualquer circunstância.

  4. Mito, que tirou o Moro da lava jato, que tirou moro do ministério e que já avisou "ACABOU PORRA". No ministério e na PGR foram colocados dois gaveteiros.

  5. Bolsonaro se elegeu com ajuda da República de Curitiba mas esperto do que mundo gente pensa cortou as asas dela quando decolou o Sérgio Moro

  6. ta me decepcionando o ex-ministro, pensava nele pra presidente, mas o que ele está fazendo não difere em nada dos outros , ou seja , chamando os holofotes pra ele, não precisaria disso , ele ganharia de bolsonaro e da esquerda fácil se ele continuasse fazendo o trabalho dele , se saiu do governo então ficasse na dele até as eleições, mas está claro que ele já subiu no palanque, ou seja , está igual aos outros , tudo farinha do mesmo saco , coitado do nosso país, coitados de gente.

  7. O maior judas traidor da história da humanidade, esse senhorzinho vende a alma o diabo pelo poder.

  8. Nenhuma palavra sobre Maia entregando a relatoria de pacotes anti-crime para psolentos ou sobre o STF legislando ou mudanndo a interpretação de lei pra favorecer bandido.

  9. Moro tem mania de querer macular a imagem dos corruptos. Fez com Lula e agora está fazendo com a família do presidente. Gosta de participar da produção das provas, do oferecimento das denúncias e dos julgamentos. Isso é muito injusto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

STTU alerta para pontos de alagamentos durante manhã de chuva em Natal nesta quinta

Foto: Ilustrativa

A chuva na manhã desta quinta-feira (12) em Natal criou pontos de alagamento e causou lentidão no trânsito. Neste primeiro momento, a Secretaria de Mobilidade Urbana da capital (STTU), informa quatro pontos de alagamento registrados em vias movimentadas da cidade. Confira os pontos:

Avenida Coronel Estevam, na altura do cruzamento com a Avenida Alexandrino de Alencar

Avenida Bernardo Vieira, na altura da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas)

Avenida Prudente de Morais, na altura do Corpo de Bombeiros

Avenida Amintas Barros entre a Rua dos Caicós e Avenida Interventor Mário Câmara

Mais locais

Na Zona Norte, as poças travam a passagem dos veículos que têm dificuldade de trafegar em vias como a Avenida João Medeiros Filho. Na Zona Sul, o túnel da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na marginal da BR-101, já tem retenção de veículos.

Opinião dos leitores

  1. A culpa é do povo que joga lixo nas ruas, segundo as autoridades Discurso mantido a muitos anos.. Embora as vias de esgotamento fluvial sejam as mesmas instaladas a mais de 20 anos onde não existiam tantas moradas verticais em Natal, as ruas não eram calçadas ou asfaltadas.
    Os problemas são repetidos, a situação é recorrente, os locais em sua maioria os mesmos, mas providência que deveria ser tomada NADA! Só vem o discurso culpando o povo, como sempre!

    1. tanto a população tem culpa como o poder público tem culpa porque vai colocando asfalto por cima de asfalto e vai ficando sem queda d'água, os bueiros cheio de lixos ,tampas quebradas, então Natal, não era para ficar assim tem ruas que nunca largar hoje em dia larga na zona norte meu Jesus Natal Está entregue às baratas cada ano que se passa e cada governo que entra é pior um é pior do que , aqui deveria ser ,igual as outras cidade, pagar taxa de lixo, quem colocar lixo na rua ser multados, lixo só é colocado no dia que o carro coletor for fazer a coleta ,e se deixar após a coleta ser multado e também ter fiscalização em todas as suas que seja bairro nobre que seja bairro simples porque nos bairros simples ou povo é muito seboso ,compra coco verde joga aos nas portas dos outros quando toma a água, colocar lixo nas portas dos outros quando ,a chuva vem corre para as beiras dos rios Então comece a pensar em cobrar e taxa de lixo que eu garanto que ninguém vai colocar se ajeita o que Natal era uma cidade muito organizada mas nos governos atuais tá deixando muito a desejar,você vem da cidade da esperança pela linha férrea Bom Pastor Quintas na avenida onze faz vergonha cheia de lixo cheia de mato cadê os homens que limpam as ruas no centro da cidade na rua Mossoró faz vergonha aquelas casas que era bonita de Aristóteles Fernandes cheia de mato toda quebrada cadê o poder público agora só mostra a zona sul por turista mostra os bairros simples mostra os alagamentos casa hoje cheia d'água passando no jornal aí sim vou ver como o natal é uma cidade linda e organizada para receber os turistas que vem usufruir da nossa beleza mas tem muita sujeira também.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Presidente da Caern esclarece pontos abordados pelo Senador Styvenson Valentim

Diretor-Presidente da Caern, Roberto Linhares esclarece assuntos divulgados pelo Senador Styvenson Valentim (Podemos/RN) sobre a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

Opinião dos leitores

  1. Seria bem pertinente ele explicar como esses rendimentos alcançaram estes valores, as manobras que foram realizadas para que legitimassem os pagamentos

  2. tá bom de privatizar. A COSERN melhorou muito depois que privatizou. Infelizmente nada na mão do estado do RN tem dado certo.

  3. Parabéns, Professor Roberto! Quem o conhece sabe bem o peso de suas palavras, e o perfil de idoneidade e responsabilidade à frente desta casa! Gestão de transparência nas mãos de quem conhece bem gerir pessoas e recursos com ética e produtividade! Salve, salve, Triunfo Potiguar!

    1. O que o senador falou foi que o salário do senhor Roberto é de 70.000,00 reais. A respeito disso o senhor Roberto não falou nada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Policiais federais do RN conquistam apoio de 5 deputados federais por pontos na reforma da previdência

Policiais federais do Rio Grande do Norte ganharam mais um voto de apoio quanto aos pontos mais polêmicos da reforma da previdência. O mais recente é o apoio de Natália Bonavides (PT), que na sexta-feira fechou compromisso com as categorias que representam a segurança pública potiguar.

Desde fevereiro que o agente federal José Antônio Aquino, presidente do Sinpef-RN, e representantes da União dos Policiais do Brasil (UPB) vêm debatendo a questão da reforma previdenciária juntamente com os deputados federais do RN. Encontros já foram realizados com Rafael Motta (PSB), Walter Alves (MDB), Benes Leocádio (PRB) e Beto Rosado (PP), que também prometeram apoiar os policias.

Os agentes da segurança pública estão preocupados com a capitalização individual por contribuinte, a desconstitucionalização da legislação previdenciária, além de outros pontos específicos, como casos de policiais que não estão sendo contemplados com horas extras, adicional noturno ou insalubridade, mas que estão expostos permanentemente a riscos cotidianos.

Opinião dos leitores

  1. Os agentes policiais foram alguns dos que mais apoiaram a campanha do Bolsonaro. Por favor, agora sejam solidários ao resto da população e também percam a tal da "mamata" que vocês tanto lutaram contra. Ora, pq devemos ter capitalização pra uns e outros não?

    1. Certamente, a pergunta correta não é essa. Por que não perguntar até quando o atual sistema se sustenta? E o que fazer depois da inevitável quebradeira geral, que já foi prevista até mesmo pelo governador petista do Piaui? O que fazer com o RN, cujo deficit previdenciário mensal está em torno de 130 milhões? Lembre-se que o PT ainda governa alguns estados. O governo federal tem mais opções para enfrentar uma crise. E os estados?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

De enlouquecer: CBF consegue derrubar liminar que devolvia pontos ao Flamengo no TJ-SP

thumbA CBF conseguiu derrubar a liminar no Tribunal de Justiça de São Paulo que invalidava a decisão do STJD em relação à retirada de quatro pontos do Flamengo.

Desta forma, pelo menos em relação ao caso do Rubro-Negro, não existe mais, por enquanto, o conflito de competência com o Tribunal de Justiça do Rio, que em outra liminar obriga a CBF a cumprir as decisões da corte desportiva no caso.

Para derrubar as liminares na Justiça paulista, a CBF contratou o escritório do advogado e candidato à presidência do São Paulo, Carlos Miguel Aidar. A entidade entrou com um agravo de instrumento na semana passada e a decisão redigida pelo relator Dacio Tadeu Viviani Nicolau, da 3ª Câmara de Direito Privado, foi divulgado nesta segunda-feira no site do TJ-SP. O processo que originou a liminar a favor do Fla foi aberto pelo advogado Luiz Paulo Pieruccetti Marques.

O documento que invalida os efeitos da liminar a favor do Flamengo pende para o lado da ilegitimidade ativa dos torcedores ao entrar com ações em prol dos clubes, e não sendo os clubes os autores das próprias ações. A CBF usou como argumento as extinções de vários processos no mesmo TJ-SP que tiveram essa alegação.

Além disso, a Justiça se preocupou com uma possível inviabilidade do Brasileirão-2014 por causa do tempo que a confusão nos Tribunais pode levar.

– Não se nega, ainda, a existência de risco de lesão irreparável ou de difícil reparação. Basta imaginar a possibilidade de ajuizamento de milhares de ações, por milhares de torcedores que se sintam prejudicados pela decisão do STJD, em Cidades e Estados diferentes, com a obtenção de antecipações de tutela, por vezes conflitantes. Eventuais conflitos de competência entre Tribunais seriam apreciados pelo Colendo Superior Tribunal de Justiça. Difícil imaginar que, respeitados os prazos processuais, fosse possível obter uma decisão definitiva, na Justiça Comum, num curto espaço de tempo. Enquanto isso, indefinida a situação dos clubes e a própria viabilidade do próximo campeonato de futebol. Nesse contexto, impõe-se a suspensão da decisão recorrida, de antecipação de tutela, restabelecendo-se, assim, a decisão do STJD – escreveu o relator Viviani Nicolau, em seu despacho.

O placar das liminares então fica uma a favor da Portuguesa, em São Paulo, contra duas a favor da decisão do STJD, no Rio. Curiosamente, o Flamengo só não está, momentaneamente, entre os rebaixados no Brasileirão porque as ações na Justiça carioca, abertas por torcedores do Fluminense, obrigam a CBF a punir a Lusa também.

O Flamengo foi punido com a perda de quatro pontos por escalar o lateral-esquerdo André Santos na última rodada do Brasileirão, contra o Cruzeiro.

Lancenet

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

São Caetano é denunciado no STJD , pode perder seis pontos e tirar ABC da lanterna

O São Caetano pode se complicar na luta contra o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. O Paysandu, time que também luta contra a degola, denunciou o Azulão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela escalação irregular do lateral-esquerdo Renan Luis.

O Papão apresentou uma denuncia junto ao STJD e aguardará a posição do Tribunal para saber se o caso será levado adiante. Na visão do time paraense, o jogador não podia vestir a camisa do Azulão, pois havia atuado por outras duas equipes.

A FIFA não permite que um atleta entre em campo em competições nacionais por ter três times diferentes. No primeiro semestre, ele havia disputado a Copa do Brasil, pela Ponte Preta, clube dono de seu passe, e jogou a Série B pelo Ceará antes de ir para o São Caetano.

O departamento jurídico do Paysandu acredita que caso o São Caetano seja punido, o clube perderá seis pontos na classificação e ficará ainda mais perto da Série C do Brasileiro. O Papão, porém, adota cautela e aguardará a posição do STJD para trabalhar em cima do caso.

O azulão, com 23 pontos, em caso de perda dos pontos, assumirá a lanterna e favorecerá, principalmente, o ABC, que tem 20 e ficará com três pontos na frente do concorrente paulista.

Agência Futebol Interior

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Corte de ponto: Desembargador encaminha processo do Sinpol para apuração do MP

O desembargador Claudio Santos, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, determinou hoje (6) o envio de cópia do processo que trata da greve dos policiais civis encampada pelo sindicato da categoria (Sinpol-RN) ao procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis, para, ao seu critério, abertura de inquérito prévio ou oferta de denúncia pelos crimes de desobediência à ordem judicial e abandono de função, “em tese, entre outros, especialmente com relação ao sr. Djair José de Oliveira Junior e a srª. Renata Cristina Alves Pimenta, Presidente e 1º Vice-Presidente do Sindicato-Réu”.

A decisão é baseada no teor de notícias veiculadas pela mídia nos últimos dias, bem como de ofícios enviados pelo diretor do Itep e do delegado geral de Polícia Civil, que dão conta do “ do injustificado, acintoso e desafiador desatendimento à decisão judicial exarada por este Relator às fls. 41/58, datado de 28 de agosto último, e com conhecimento formal do Presidente do Sindicato-Réu no dia 02 do corrente mês”.

O desembargador determinou ao secretário estadual da Segurança Pública, ao delegado geral da Polícia Civil e ao diretor do Itep que enviem, até a data de fechamento da folha de vencimentos dos funcionários de cada desses órgãos, deste mês corrente, ao secretário estadual da Administração e dos Recursos Humanos, a relação dos que estejam em greve, para desconto dos dias parados, com data inicial no dia 3 de setembro, dia seguinte à formalização de notificação da ordem judicial.

Essas autoridades deverão ainda informar ao relator a data em que a greve for suspensa ou terminada, para os efeitos de reiniciar os pagamentos dos vencimentos.

Claudio Santos também determinou a aplicação de multa ao Sinpol no percentual de 20% sobre o valor da causa, além de aumentar a multa por dia de descumprimento de R$ 10 mil para R$ 15 mil, ficando o Procurador Geral do Estado incumbido de promover a consequente execução, remetendo ao magistrado a devida documentação comprobatória.

“Esclareço, por último, que, na defesa da efetividade e autoridade das decisões emanadas deste Tribunal de Justiça, outras medidas coativas poderão ser tomadas – o que, de ofício, não se pretende, a priori -, bem como para a preservação do Estado Democrático de Direito e do interesse público, onde repousa a essencial necessidade da segurança pública”, destaca o desembargador Claudio Santos.

TJRN

Opinião dos leitores

  1. Não vejo essa decisão do Desembargador Cláudio Santos como acertada. De nada adianta mandar os policiais civis e servidores do ITEP voltarem ao trabalho se as condições continuarão as mesmas, se as delegacias não tem computadores e impressoras que funcionem, se não existe limpeza que tornem as instalações adequadas para os policias e a população, com um efetivo pífio que chega a atender até 10 cidades. Sem falar do ITEP, que acumula corpos e mais corpos em locais totalmente irregulares e esta semana teve o contrato dos funcionários da limpeza suspenso. Imagine só, uma área como o necrotério sem limpeza? Acho que somos nós que estamos mesmo no necrotério!!!

  2. Nunca soube que qualquer Sindicato tenha pago multa por descumprimento de decisão judicial. Eles simplesmente ignoram e fica por isso mesmo. Finda a greve o Governo, qualquer que seja ele, deixa pra lá com medo de ressuscitar o problema.
    Isso só vai acabar quando vermos a responsabilização do PGE ou PGM por não promover a execução da multa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *