Fim de semana: Semurb em Natal interdita 12 estabelecimentos, autua 13 e apreende paredão de som

Foto: Divulgação/Semurb

Durante esse final de semana, 16 e 17 de janeiro, as equipes de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), atuaram incessantemente nas inspeções aos estabelecimentos da capital fazendo valer o decreto para combater a disseminação do coronavírus. As ações que contaram com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar resultaram em 12 interdições, sendo oito totais e quatro parciais. Além disso, foram lavrados 13 autos de infração e um paredão de som foi apreendido. Todas as ocorrências vieram de denúncias da população.

De acordo com informações da fiscalização ambiental as ações aconteceram nas zonas Leste, Oeste e Sul da cidade. Na zona Leste, cinco bares localizados no Beco da Lama receberam os autos de infração e foram interditados totalmente por aglomeração. “No Beco da Lama estava havendo festas organizadas pelos bares da rua, quatro deles estavam associados à contratação das bandas com música ao vivo. Já um bar de forma independente locou uma tenda e instalou na via pública, além de ter colocado uma caixa de som e contratado um DJ para movimentar o ambiente”, relata o supervisor de fiscalização da Semurb, Felipe Oliveira.

As pessoas que estavam no local foram dispersadas pelas Guarda Municipal e os proprietários intimados a comparecer à sede da Semurb. Já no bairro das Rocas, também na Zona Leste, uma conveniência recebeu intimação para comparecer à secretaria para esclarecer a série de denúncias que a população vem fazendo sobre cenas de aglomerações no local.

Enquanto que na zona Oeste também ocorreram mais interdições e autuações. No bairro de Cidade da Esperança, quatro estabelecimentos foram interditados parcialmente por estarem fazendo o uso da via pública com mesas e cadeiras. “A interdição parcial consistiu na retirada do material da via pública, podendo o estabelecimento funcionar normalmente cumprindo a determinação para desobstrução do passeio”, explica Oliveira.

Já no bairro de Felipe Camarão, a equipe de fiscalização recebeu uma denúncia de uma casa de shows que estava promovendo uma festa com bandas de grande porte. “No local foi notado uma série de irregularidades como aglomeração, pessoas sem máscaras, pista de dança liberada e lotada e funcionamento além do horário permitido. O evento de imediato foi encerrado e interditado totalmente”, acrescenta o supervisor da Semurb.

Por fim, na zona Sul, uma casa de shows em Ponta Negra que já havia sido alvo de interdição, mais uma vez estava promovendo festa com aglomeração e funcionamento além do horário permitido. “O local foi interditado totalmente e o proprietário recebeu auto de infração. Pelo histórico de desobediência as penalidades para o estabelecimento serão analisadas cabendo inclusive multa grave”, disse o fiscal.

Também na zona Sul de Natal, uma conveniência que estava funcionando além do horário permitido, promovendo aglomeração e utilizando um paredão de som foi interditada totalmente e o equipamento de som apreendido. Dois autos de infração ambiental foram lavrados, um pela desobediência da conveniência e o outro pelo uso do paredão de som.

DENÚNCIAS

Para realizar denúncia, que pode ser anônima, a população pode entrar em contato pelo telefone da Ouvidoria da Semurb no (84) 3616-9829, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou ainda pelo e-mail ouvidoria.semurb@natal.rn.gov.br . Além do canal 24h do Ciosp pelo 190 e o 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil) nos fins de semana e feriados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dan disse:

    Deixa a galera se divertir … Vão atrás de vagabundos …

  2. Calígula disse:

    A SEMURB fazendo fiscalização com ajuda da PM , enquanto isso assassinatos, assaltos, roubos, furtos e arronbamentos acontecendo na cidade.

    • Cidadão normal disse:

      Não seja uma besta, Sr. Calígula! Esse trabalho é de suma importância, não precisa diminuí-lo pelo fato de que, realmente, a segurança pública no RN está desandada. Parabéns à SEMURB e PM, e que ambos órgãos tenham a estrutura necessária para exercerem TODAS suas atribuições!

FOTOS: PF apreende maconha em aparelho de som enviado pelos Correios e prende três suspeitos no RN

Fotos: Divulgação/PF

A Polícia Federal apreendeu na última segunda-feira, 28/09, na saída de uma agência postal em Natal, 4,84 kg de maconha prensada e prendeu em flagrante, uma artesã paraibana, 44 anos, uma autônoma, 30 anos e um vigilante, 29 anos, os dois últimos de Brasília/DF. O fato só hoje foi divulgado em virtude de desdobramentos da investigação.

A ação teve início quando a PF foi alertada pelos Correios de que uma encomenda suspeita, postada em Foz do Iguaçu/PR e com destinatário em Ponta Negra, havia sido retida para inspeção no centro de distribuição, durante o fluxo operacional.

Os policiais então se deslocaram até aquela unidade e ficaram aguardando que a encomenda fosse retirada. Na tarde daquele dia, uma mulher procurou e recebeu o objeto, mas na saída foi abordada juntamente com mais duas pessoas que a aguardavam em um automóvel.

Quando a encomenda foi aberta tratava-se de uma caixa de som, porém ao ser retirado o alto- falante, no seu interior, foram encontrados os tabletes da droga.

Os envolvidos receberam voz de prisão e seguiram para autuação na sede da PF, de onde, posteriormente, foram transferidos para o Sistema Prisional do RN, à disposição da Justiça.

O total de drogas apreendidas pela Polícia Federal no Rio Grande do Norte somente este ano já ultrapassa os 850 kg.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    Já me sinto mais seguro.

  2. Bóssonaro 4ever disse:

    Desmontou uma quadrilha mto bem articulada, aliás, um verdadeiro cartel de drogas, super logística e sistema quase infalível de distribuição da erva danada, super articulados, devem ter conexões na europa e eua já q utilizavam os correios, ora ora, altíssima periculosidade. Como cidadão de bem, membro da igreja (aos domingos), de famiglia (tutti buona gente), defensor da moral e dos bons costumes, parabenizo esse trabalho incrível de inteligência puliçiau.

  3. Lula é o maior ladrão do mundo disse:

    Isso é o que eu chamo de um som muito doido.

Deputados no RN aprovam projeto que proíbe “pancadão” de som em veículos estacionados

Foto: Eduardo Maia

Foi aprovado por unanimidade durante a sessão ordinária por videoconferência desta quarta-feira (2), Projeto de Lei que proíbe a emissão de ruídos sonoros vindos de som portáteis ou instalados em veículos que estejam estacionados. O projeto é de autoria do deputado Gustavo Carvalho (PSDB).

Na discussão da matéria, outros parlamentares elogiaram a iniciativa. O deputado Gustavo Carvalho justificou que a onda dos pancadões tem feito com que os potiguares, sobretudo jovens, se reúnam em locais públicos para ouvir música em alto som, na maioria das vezes com letras que incitam violência, atos libidinosos e uso de drogas.

“Não somente as letras das músicas denotam o referido conteúdo, mas os atos praticados por alguns frequentadores desses eventos evidenciam a prática de comportamentos inadequados. Os eventos com som em volume muito superior ao definido em normas técnicas, sem a devida comunicação ao órgão público competente, bem como a ocorrência em locais impróprios geram desordem, insegurança na população e insatisfação com o poder público”, afirmou o autor.

O parlamentar também justificou que a emissão de som em alto volume incomoda o sossego de outras pessoas e que a Organização Mundial de Saúde considera o limite de 50 decibéis para não causar prejuízos ao ser humano, provocando efeitos negativos sobre o sistema auditivo, alterações comportamentais como insônia e depressão, entre outras.

Os deputados Eudiane Macedo (Republicanos), Sandro Pimentel (PSOL) e Coronel Azevedo (PSC) elogiaram a iniciativa. “Esse projeto tem uma importância social e um alcance às vezes inimaginável por nós deputados. Se tem uma coisa que precisa existir é o respeito e não sou obrigada a ouvir o mesmo que o outro está ouvindo quando se está na rua e é o que acontece frequentemente”, afirmou Eudiane.

ALRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucas Meelo disse:

    #SOMAUTOMOTIVONAOECRIME🇧🇷📢📣

  2. Lucas Meelo disse:

    #SOMAUTOMOTIVONAOECRIME🇧🇷📢📣

  3. Naldo disse:

    Nem todo mundo que usa som automotivo é bandido e tudo que se generaliza não é bom. Realmente existe pessoas irresponsáveis, como existe em todas as áreas, mas por outro lado, existe pessoas que vivem do som automotivo. é muito fácil proibir e ponto final. Fumar faz mal, bebida alcoólica faz mal e tem um custo para o Estado e tantas outras coisas, mas e ai vai sair proibindo tudo?

  4. Francinaldo Moreira disse:

    Eles só aprovaram sons alto motivos parados, e não aprovaram em geral. É porque daqui à dois anos os carros deles com as músicas de campanha deles estão de ruas em ruas incomodandos, mais aí pode.

  5. João Maria disse:

    Parabéns deputados.meu apoio total.

  6. Jonatas Calaca dos Santos disse:

    Está lei deveria também proibir os sons de motos e veículos sem silencioso, que ultrapassa 50 decibeis e não tem hora para perturbar. É pela manhã, tarde, noite e de madrugada.

  7. Políticos corruptos disse:

    Isso é pra vcs que tem som automotivo lembrarem deles na época de política . Esses deputados inúteis não sevem pra nada a não ser roubar a povo bande ladrões

  8. Diego bruno disse:

    O falar mau e façio se vc nunca teve o prazer de montar um som com muito sacreficio e trabalho e conomizando de toda forma e pricipalmente pagando todos os empostos ainda mais no rn que tem um dos maiores do pais. Ai ser tachado de bandido oooo tenha fe né. So queremos locais adequados afastado da população para que n pertube o descanso de alheios. Que som tambem gera renda pra muitas familias como a aminha que trabalho com so tambem… #som altomotivo n é crime

  9. Antonio disse:

    #SomAutomotivoNãoéCrime.
    Locais adequados 👍

  10. Jarbas disse:

    Então nas campanhas políticas nós não somos obrigados a ouvir jingles políticos nos carros de som, assim que a lei possa abrange isso também. Enfim a hipocrisia.

  11. Zico disse:

    Show de bola, parabéns deputados, tem de arrochar com esses vândalos…

  12. Paulo disse:

    #SomAutomotivoNãoÉCrime

  13. José N. Filho disse:

    Um importantíssimo projeto aprovado, mesmo tarde! Esses paredões são verdadeiros ABSURDOS. desrespeitam a todos que estão na área, seja em residências, comércios ou na rua. Ser obrigado a escutar o que não quer, não poder sequer conversar, além do incômodo pois a altura é enorme e normalmente um lixo de som.
    Parabéns pela unanimidade dos deputados.

  14. Idiota potiguar disse:

    SERVE PARA OS TRIOS DO CARNATAL GUGU DA PONTE?

  15. ALEXSSANDRO disse:

    Esses Bixigas de ir atrás de uma melhoria na segurança do povo

  16. Manoel C. disse:

    Mais um passo dado, agora só falta limitar e fiscalizar os sons dos vizinhos e suas caixas potentes, além da igrejas evangélicas eletrificadas. Convido a turminha que tá discordando, passar um fim de semana em alguns bairros longe da zona sul, para ver o misto de pandemônio com inferno.

    • Sérgio disse:

      Os carros de som convidando para missas e quermesses e o batuque dos terreiros de candoblé vc esqueceu, né…

    • Manoel C. disse:

      Carro de som é um mal, mas passa. Todavia, deveria ser fiscalizado. Batuque de terreiro não é eletrificado nem amplificado, então não entra nos decibéis.
      Meu problema não é com religião alguma, é com quem em área urbana, vizinhos colados, colocam sons amplificado em alto volume até as 22h.

  17. JorgeF disse:

    Concordo, pois tem alguns que abusam e tiram o sossego de quem trabalha no outro dia cedo, porém seria bom algum local adequado longe da população para quem realmente gosta pudesse usufruir do seu som.
    Ou é só ligar o som e ficar indo pra frente e pra trás, daí não está “estacionado”. rsrsrs #SomAutomotivoNãoÉCrime

  18. Kom disse:

    Amém, uma EXCELENTE notícia, o descanso, o sossêgo são sagrados. Esse pessoal que faz uso de som alto além de não ter respeito ainda ameaçam e agridem quem pede pra baixar o som. Finalmente, boa notícia.

  19. Alan disse:

    Engraçado que na política o som é a melhor coisa do mundo, eu sei que tem muitos que não respeitam e ligam em horários e lugares que não é permitido mais na política nem um se preocupa com isso, só quer saber de comer dinheiro fazendo até festa quando é eleito pra pega boa parte do dinheiro

    • Firmino disse:

      👏👏👏só lembra da gente do som automotivo quando é pra puxar os saco dos eleitor pra comemora e meu patrão aí em baixo João Maria eu acho q o bandido aqui deve ser vc q o meu eu ralei pra conseguir blz

  20. AYMAR disse:

    Isso quer dizer que as baratinhas "carro de som" dos políticos podem rodar com som de candidato.

  21. Fernando Araújo disse:

    Graças a Deus!!!
    Até que enfim um filho de Deus tomou uma providência, através de um projeto de lei, sofri muito com minha família, motivado por esses idiotas que simplesmente ligavam o som próximo as casas das pessoas até a madrugada na praia de Barreta em Nísia Floresta.
    Agora cabe as autoridades por a lei em prática.
    Obrigado Deputados!!

  22. Marcell disse:

    Meu voto não tem, porque não definem locais? Nem todo usuário de som automotivo é moleque e escuta porcarias, nem todo usuário toca em meio de rua tirando sossego das pessoas,o som hoje fera renda e receita a muitas famílias e ao estado poos paga-se muitos imposto, generalizar é um absurdo, 50 decibéis é piada na camara mesmo o som interno dos microfones de vocês passa facilmente fos 80 decibéis e ai? Vai tirar as caixas da casa? São mal infomados e invejosos.Estudem um pouco sobre esse mundo que irão ver que quem faz molecagem é una minoria de idiotas baderneiros.#SomAutomotivoNãoéCrime

  23. Toroba disse:

    Senhores Deputados muito obrigado.

  24. Irany Gomes disse:

    Ganhou meu voto, só faltou colocar no projeto, a destinação dessas porcarias apreendidas, fazer uma fogueira delas!

    • Políticos corruptos disse:

      No mínimo esse joao Maria levou chifre pra um dono de som kkk isso é tico de corno

  25. Lucia Vasconcelos disse:

    Quem vai fiscalizar? Essa é a parte mais difícil.

    • Almir disse:

      Mais uma lei? De que adianta se não tem a quem recorrer na hora de denunciar? Já existem leis nesse sentido, a lei do paredão aqui em natal e a lei do Contran nacional que diz que qualquer som ouvido fora do automóvel seria punido com multa e apreensão. Normalmente quando ligamos para a polícia 190 eles não repassam para semurb ou ambiental e na maioria das vezes a resposta é que não tem viaturas disponíveis. Gostaria muito que essa lei realmente funcionasse e desse fim a essa bandidagem inútil que só servem para tirar nosso sossego. Sim, eles sempre vem com esse argumento de que precisam de um lugar para usar esse lixo de som. Então, o melhor lugar é no inferno , vão pra lá e se divirtam rebolando suas bundas flacidas para seus parceiros.

  26. JOAO MARIA disse:

    fizeram uma coisa correta e justa, por não é possível que esta bandidagem que tira o sossego da população continue com essas porcarias em via publica, obrigando vc a ouvir o que não quer.
    PARABÉNS DEPUTADOS

Guarda Municipal apreende em Natal equipamentos e faz notificações por uso ilegal de paredão de som durante ocorrências no fim de semana

Foto: Divulgação

A utilização ilegal de paredão de som vem sendo combatida diariamente pelo Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN), que registrou durante o final de semana cinco autos de constatação e a apreensão de um veículo utilizado como paredão de som e um equipamento de som automotivo. As intervenções ocorreram nos bairros das Quintas, Felipe Camarão e Nova Descoberta.

Os veículos notificados pelos guardas municipais foram uma caminhonete modelo Amarok (Rua dos Paiatis, Quintas), uma Pagero (Ruas Padre Raimundo Brasil, Nova Descoberta), um Fiat Uno (Rua Santa Maria Goreth, Felipe Camarão) e dois Fiat Pálio (Travessa Todos os Santos, Felipe Camarão e Rua Cel. Auris Coelho, Nova Descoberta).

Um Fiat Uno foi apreendido pela guarnição e levado ao pátio de veículos apreendidos do Detran/RN. Nesse caso, os guardas chegaram ao local e ao verem a viatura da GMN a tampa do paredão de som foi baixada e os responsáveis abandonaram o veículo no local. Os guardas verificaram a ficha do automóvel e identificaram que o mesmo estava com mais de R$ 3 mil em multas de trânsito atrasadas, além de cinco anos de licenciamento e IPVA em débito. Policiais do Comando de Policiamento de Trânsito (CPRE) foram acionados e o veículo apreendido.

Já um equipamento de som automotivo foi apreendido dentro de um Fiat Pálio nas primeiras horas da manhã desse domingo. O Paredão estava ligado na feira livre de Nova Descoberta e o responsável foi notificado pelos guardas municipais. “As viaturas do Gaam estão 24h nas ruas fazendo esse trabalho de combate a pertubação do sossego e utilização ilegal de paredões de som”, ressaltou o coordenador do Gaam/GMN, Isaac Cruz.

A titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), Mônica Santos, lembrou que no caso dos paredões de som, além de Lei Federal que prevê crime ambiental, o artigo 3º da Lei municipal nº 6.246, sancionada em 20 de maio de 2011 em Natal, versa sobre a proibição do funcionamento dos paredões de som nas vias, praças, praias e demais logradouros públicos do município de Natal e define “paredão de som” como “todo e qualquer equipamento de som automotivo rebocado, instalado ou acoplado nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos”. “

O cidadão pode denunciar o uso irregular de paredões de som ligando para o telefone 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas do Grupamento de Ação Ambiental da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia. A denúncia pode ser feita também pelo 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Humberto disse:

    Só por uma questão de lógica e relação com determinados comportamentos e atitudes, perguntem a essa turma, que só tem direitos e vive criticando deus e o mundo, em quem votaram nas últimas eleições pra Presidente.

  2. Sérgio disse:

    O cara não tem dinheiro pra pagar IPVA e multas, mas tem para paredão de som.
    O ideal seria fechar as lojas que colocam esses equipamentos nos carros.
    Aliás, mania de gente cafona e sem instrução, colocar som alto no meio da rua…

  3. Gibira disse:

    Será que fosse de um desembargador a GM teria apreendido?

  4. Irany Gomes disse:

    Isso dava para fazer uma bela fogueira…

“INFRAÇÃO ROTINEIRA EM NATAL”: Guarda Municipal apreende paredão de som na capital e faz notificações

Foto: Divulgação

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) e fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) apreenderam, na noite desse domingo (15/12), um paredão de som automotivo que estava ligado em área pública na Rua Baraúna, bairro do Alecrim. O equipamento estava instalado em um veículo que se encontrava estacionado na rua. A ação ainda resultou na notificação de outras duas pessoas que também estavam utilizando paredões de som nos bairros de Felipe Camarão e Quintas.

De acordo com informações repassadas pela coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria, a guarnição foi acionada via rádio pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que recebeu a denúncia da vizinhança que estava incomodada com o som alto ligado no meio da rua. Os guardas municipais chegaram ao local e identificaram o paredão de som e o proprietário do automóvel. De imediato, o paredão foi desligado.

Um alerta dado pela coordenadora do Gaam é que se for constatado que o responsável é reincidente nesse tipo de delito, ele terá o valor da multa ampliado e pode perder o equipamento de som que foi apreendido. “Essa é uma infração rotineira em Natal, mas a Guarda Municipal, Semurb e a Cipam vêm combatendo diariamente esse tipo de transgressão às legislações municipal e federal”, comentou o subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz.

No caso dos paredões de som, além de Lei Federal que prevê crime ambiental, o artigo 3º da Lei municipal nº 6.246, sancionada em 20 de maio de 2011 em Natal, versa sobre a proibição do funcionamento dos paredões de som nas vias, praças, praias e demais logradouros públicos do município de Natal e define “paredão de som” como “todo e qualquer equipamento de som automotivo rebocado, instalado ou acoplado nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos”.

O descumprimento da lei municipal 6.246/2011 é passível de multa que pode variar de 300 a 3.000 unidades fiscal de referência (Ufir). Outro agravante é que o proprietário de veículo flagrado perturbando o sossego público pode ser multado sem a necessidade de medição dos decibéis, com base em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O cidadão pode denunciar o uso irregular de paredões de som ligando para o telefone 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas do Grupamento de Ação Ambiental da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia. A denúncia pode ser feita também pelo 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gustavo disse:

    Passem domingo na vila de Ponta Negra

  2. Alaca disse:

    Rotineiro na zona oeste, todo dia é o barulho ensurdecedor.

Aprovado projeto de lei que cria espaço para eventos de som automotivo

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Natal aprovou durante a sessão ordinária desta terça-feira (22) o Projeto de Lei nº 102/2016, de autoria do vereador Sandro Pimentel (Psol), que estabelece a criação de espaço destinado a desenvolver encontros e exposições de veículos com som automotivo alto. A matéria retorna ao plenário hoje para ser votada em segunda discussão.

De acordo com o vereador Sandro Pimentel, atualmente os amantes de som automotivo se reúnem semanalmente para encontros sociais e competitivos, sendo que na ausência de um local adequado para essas atividades acabam indo para outros municípios.

“A existência de um local apropriado e regulamentado pelo Executivo vai permitir o desenvolvimento das exibições em eventos abertos ao público, que atrairá diversos investimentos privados incentivando lazer e renda, sem qualquer transtorno para a população e sem transgressão à legislação existente. Isso já acontece em diversas cidades brasileiras, que dinamizam suas economias a partir da geração de emprego nas equipadoras, marcenarias e fábricas de equipamentos”, defendeu Sandro.

Em seu discurso, a vereadora Eudiane Macedo (SD), que subscreveu o texto, falou que a iniciativa vai garantir mais um espaço de entretenimento para a juventude natalense. “Tudo dentro da legalidade, com estrutura e conforto. É um setor que cresce no mundo todo, inclusive existem muitas equipes de som automotivo formadas no Brasil, compostas por jovens que montam os sons de seus carros, um ajudando o outro. Isso tudo movimenta o mercado”.

O vereador Preto Aquino (PEN) também apoiou a proposta. “Que o brasileiro é apaixonado por carro todo mundo sabe, Porém, além da paixão pelo carro existe o fascínio pelo som do automóvel. Essa atração justifica os inúmeros encontros, campeonatos e competições que acontecem no país”, pontuou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão disse:

    CMN=Cada Merda… Nam

    Essa cidade vai longe com essa qualidade de vereador

  2. Rafael disse:

    Na caça aos votos, vale tudo!

  3. Rafael disse:

    Só faltava essa!
    Já não basta os pagodeiros a solta por aí. Mas o mau que vem pro bem, pelo menos quando o vizinho ligar a potência máxima, com aquele pagode nojento, digo a ele: vá lá pro Pimentelzão. Rsrsrs

  4. Eduardo Pete disse:

    E onde irão colocar um espaço desses em Natal que não perturbe os moradores?? Precisaria de pelo menos 1Km ao redor sem habitantes. Isso não existe em Natal. Aí vão fazer no estacionamento do Arena pertutbando com mais um evento os vizinhos que já sofrem muito durante o ano com barulho.

  5. OSWALDO disse:

    Impressionante a qualidade dos vereadores de Natal!

  6. Carlos disse:

    Rapaz, seria interessante se a prefeitura comprasse inúmeros fones de ouvidos e distribuísse entre os amantes do som alto, assim o alto investimento pra fazer zuada ficaria apenas nos tímpanos dos competidores.

  7. Val Lima disse:

    Rapaz eu fico imaginando a "valorização" dos imóveis próximos a esse futuro espaço…

  8. gilberto disse:

    Acredito ser um Projeto de Lei que vá na contra-mão da Legislação Federal quanto ao abuso dos decibéis. Realmente é um projeto que não irá beneficiar a saúde e nem a educação. será reunião de pessoas que sem noção vão perder a audição e que a mesma jamais será recuperada. fora os casos de bebidas e outras coisas que prejudicarão a segurança.

  9. Juvenal disse:

    Nossa Câmara Municipal está de parabéns! Ontem vimos que a vereadora Ana Paula conseguiu aprovar seu projeto para obrigar as farmácias a medirem a pressão da população gratuitamente. Hoje vem a notícia de que o vereador Sandro Pimentel vai conseguindo a aprovação desse projeto para que o Município crie o "Espaço Paredão". Esse povo só pode não ter o que fazer mesmo!

  10. Só olhando disse:

    É cada projeto sem futuro que sinceramente não sei de onde esses vereadores tiram tanta inspiração.

  11. Carlos Teixeira disse:

    Não creio que cabe à Câmara Municipal "estabelecer a criação de espaço destinado a desenvolver encontros e exposições de veículos com som automotivo alto".
    Se existem entusiastas ou empreendedores interessados em promover encontros de som alto, eles deveriam comprar ou alugar um espaço, elaborar um estudo de impacto ambiental e abrir um processo de licenciamento ambiental na SEMURB, de preferência com o acompanhamento da Promotoria de Meio Ambiente.
    Se o licenciamento for aprovado, obedecendo a todas as condições estabelecidas na legislação, os encontros poderão ser realizados sem problema, para desfrute dos "apaixonados por carro" e sem incomodar quem não tem nenhum interesse pelos eventos.
    Difícil vai ser encontrar, dentro dos limites do município de Natal um local que atenda a estas condições.

  12. Emmanuel Klenylson disse:

    Bela iniciativa! Estão todos de parabéns! Almejamos esse espaço há tempos… Só assim poderemos curtir nossos sim sem a preocupação de a qualquer momento vim uma operação da polícia e prender nosso alto investimento.

    • Pato disse:

      Se organizem e construam um espaço, diminuam o investimento no som e economizem para ter um espaço. O dinheiro público não precisa ser investido para favorecer grupos abastados que gastam dinheiro a toa.

Campeonato Potiguar de som, tuning e rebaixados ocorre neste fim de semana

Expectativa é reunir mais de 3 mil pessoas

No próximo dia 31 de Maio (domingo) ocorre uma das etapas do Campeonato Potiguar de Som, Tuning e Rebaixados, no estacionamento do Terreiro da Vila, Macaíba, a partir das 13h. A expectativa é reunir cerca de 3 mil admiradores e proprietários de carros tunados, som automotivo e os famosos paredões.

O evento é realizado pela SARN (Som Automotivo do RN), sendo válido para colocar os participantes no ranking nacional, com medição feita pela Master Competições (uma das principais entidades do país que homologa os resultados) e ocorre em local apropriado, afastado de residências e sem incomodar a população. Contará com toda a infra estrutura de segurança, além de praça de alimentação, pontos de energia, banheiros químicos e demais detalhes necessários para o conforto do público presente.

A entrada do campeonato, realizado em parceria com o Terreiro da Vila, custa R$ 20,00 no dia do evento. Entretanto, já estão disponíveis as senhas antecipadas na Savox Equipadora, Óticas Diniz do Norte Shopping e Infoserv Macaíba, com valores a partir de R$10,00.

“Os eventos relacionados à personalização de automóveis, tendo como foco principal o som automotivo, têm atraído a atenção do público norte-riograndense. Queremos promover um campeonato cada vez melhor, porque são muitos os apaixonados por esse estilo”, comentou Léo Tonheca, presidente da SARN e um dos organizadores do evento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. fábio disse:

    pode inscrever o mequinha na categoria rebaixado!!!

  2. Leonardo disse:

    Soube que o ABC vai participar na categoria REBAIXADO.

  3. Eduardo disse:

    Esse é o local correto para quem possui esses equipamentos… As pessoas tem q entender q não devem utilizá-las em áreas q haja pessoas residindo… A boa educação agradece

Fiscalização da Semurb apreende paredões de som em Natal

17671Dando continuidade com a Operação Arrasta Paredão, os fiscais ambientais da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo do Município (Semurb) percorreram todas as praias urbanas da capital, a rodovia João Medeiros Filho, além dos Bairros Neópolis e Alecrim no último final de semana. A ação que contou com o apoio dos agentes do Grupamento de Ações Ambientais (GAAM) e da Ronda Ostensiva da Guarda Municipal do Natal (GMN) aplicou diversos autos de infração, e apreendeu equipamentos de som veicular, conhecidos como paredões de som.

Na Avenida João Medeiros Filho,na Zona Norte, os agentes fiscalizaram cinco estabelecimentos que tinham música ao vivo sem as adequações acústicas exigidas pelo Código de Meio Ambiente ou que estavam permitindo o uso de paredões de som em suas dependências, enquanto os proprietários dos veículos consumiam nos respectivos estabelecimentos. Por ocasião dessas abordagens, os agentes identificaram um policial militar fazendo uso de um potente equipamento de som, o militar foi autuado por descumprir a Lei Municipal 6246/2011, que proíbe o uso paredões de som em logradouros públicos ou locais privados de acesso público no Município do Natal.

Por meio de uma denúncia, os agentes chegaram a uma casa de show no limite de Natal com o Município de Extremoz, onde já havia uma guarnição da Companhia Independente de Polícia Ambiental (CIPAM/PMRN) em procedimento fiscalizatório. Nesse local, apreenderam mais um paredão e autuaram o estabelecimento por funcionar sem a necessária Licença Ambiental de Operação.

Da Zona Norte, os Fiscais seguiram para as praia do Forte, Meio, Artistas, Areia Preta, Miami, Via Costeira e Ponta Negra, onde segundo os fiscais a situação estava tranquila. Ainda atendendo à denúncias, os fiscais apreenderam mais dois paredões em Monte Belo, Bairro Neópolis, Zona Sul da cidade, em uma área residencial. Verificou também o funcionamento de um festa no Bairro Alecrim, Zona Leste, onde moradores denunciam o funcionamento do Bar do Negão, produzindo poluição sonora em uma rua também residencial.

Em Natal, paredões de som e o funcionamento de estabelecimentos sem Licença de Operação ou produzindo ruídos incômodos são proibidos por lei. Denuncie! O número da Ouvidoria da Semurb é o 3232 9183.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thiago Felipe disse:

    Prender bandido que é bom, nada né? (NADA CONTRA A QUEM NÃO GOSTA)

  2. primo das primas disse:

    Noticia boa… Perturba, incomoda, provoca doenças auditivas, cardíacas e mentais. Som alto é coisa de pobre e rico imbecil.

  3. Eduardo disse:

    Parabéns aos órgãos competentes! Gostaria de saber qual o numero que devo ligar para esses abusos de paredões na praia de Muriu. BG, se houver tal numero, aguardo sua informação. Abs.

  4. berg de paula disse:

    Também deveria fiscalizar os carrinhos de venda de cd no centro da cidade, são vários
    ao mesmo tempo. Sem falar no barulho insuportável das motos 50 cilindradas durante a noite.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Paredao de som eh coisa de BREGA!!!

  6. Bismarck Pereira disse:

    Gente que coisa! olha, onde tem som, com certeza não, na~o e não, não tem marginais, não tem drogas, roubos, etc. Ai os fiscais chegam rapidinhos, mas qd se tarat de assalto, roubos, que envolve marginais, os fiscais só chegam depois de uma hora do camado que é prá dá tempo os mesmos fugirem. A cidade tá entregue soa marginais, fiscalizem eles, prendam eles?

    • geor disse:

      bismark quem prende é a policia ,fiscais são pra fiscalizar mesmo… entendeu

Paredões de som são apreendidos em Cidade Nova pela fiscalização da Semurb

16892Os fiscais da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) com apoio dos agentes do Grupamento de Ações Ambientais da Guarda Municipal (GAAM/GMN) realizaram novas apreensões de paredões de som acionados em via pública, contrariando a Lei Municipal 6246/11. A ação aconteceu durante fiscalização de rotina neste fim de semana no bairro de Cidade Nova, Zona Oeste. Na localidade os veículos estavam em frente a residências e bares.

Segundo informações do supervisor de poluição atmosférica da Semurb, Evânio Mafra, a legislação proíbe o uso desse tipo de equipamento em locais de acesso ao público, como postos de combustíveis, estacionamentos, praças, praias entre outros.

“Os veículos estavam estacionados em frentes de residências, bares e quiosques, alguns, inclusive, fornecendo energia elétrica para alimentar os aparelhos de som, concorrendo para a prática da infração ambiental”, conta Mafra.

Ainda de acordo com o supervisor, “todos foram orientados sobre as consequências em permitir ou fornecer energia para os paredões de som nos estabelecimentos, uma vez que podem sofrer as sanções de multa ou interdição para fazer cessar a infração ambiental”, acrescentou.

Foram apreendidos diversos equipamentos entre eles caixas de som, baterias, cornetas e alto faltantes, além de baterias utilizadas em torres de celular para averiguação. O material exclusivo de telefonia pode ter sido subtraído irregularmente de alguma operadora para ser usado nos paredões.

Após reduzir em quase 70% de ocorrências com paredões de som nos principais corredores e postos de combustíveis na Zona Sul, Guardas e Fiscais Ambientais voltam suas atenções às Zonas Oeste e Norte, que devem receber atenção redobrada no combate a poluição sonora provocada por paredões de som, bares e outros estabelecimentos de diversão noturna.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Iago disse:

    Não quero defender os donos de paredão, mas tenho certeza que motos com cano modificado é bem mais perturbador do que qualquer paredão de som e cade a polícia para interferir? Não se pode usar duas medidas para um mesmo peso.

    • Rafael Vale disse:

      Também acho que motos barulhentas ou qualquer outro tipo de poluição sonora deve ser coibida.
      Agora existe uma grande diferença entre uma moto que passa transitando e causa alguns segundos de poluição sonora para esses paredões que ficam horas parados em determinados locais, sem falar que é bem mais fácil fiscalizar uma denuncia de um paredão do que de uma moto que está transitando.

MP atua Bar da Cueca. Som proibido e mudança de local

Alô, frequentadores do Bar da Cueca, em Pirangi. A festa no bar de Fernando Laerte Moreira pode estar com os dias contados.

Doravante hoje, está proibido som ao vivo ou amplificado, ou seja, vão beber em silêncio sepulcral, no máximo.

E mais, até o dia 28 de fevereiro do próximo ano, o bar deve ser fechado. Rá.

O bar fica na Rua das Alagoas e ocupa espaço público… deve ser devolvido ao Município.

Tudo isso foi combinado em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público.

O não cumprimento vai acarretar multa de R$ 50 mil.

Não tem cueca que dê vencimento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aristótelles disse:

    Exemplo de urbanização e paisagismo? Onde pelo amor de Deus? Uma cigarreira ocupando um espaço público com som na altura que bem entender seus frequentadores e cheio de bebuns e coisas pior, tem mesmo é que fechar.
    É muito bom fazer sucesso sem pagar impostos e a revelia das obrigações sociais.
    Assim até eu.

  2. Paulo disse:

    Realmente um público bem fiél e diferenciado…

  3. Fábio Leonardo disse:

    Bom dia, infelizmente algumas pessoas não podem ver o sucesso dos outros, mais isso faz parte do nosso dia a dia. Fica uma pergunta será que essa punição vai ser só para o Bar da Cueca? ou todos os bares em Natal que se encontram na mesma situação vão ter a mesma punição? acho que não! lembrando que esse mesmo espaço era ocupados por vandalos e "entre outras mais" e vivia escuro ao relento pela própria prefeitura, ao contrario de hoje que serve de exemplo com urbanização e paisagismo! hoje o Bar da Cueca tem um publico fiel e diferenciado e creio que a mudança de local não vai interferir em um dos melhores Bar de Natal.
    Sds. Fábio Leonardo!

    • bruno disse:

      Caro Fábio. Só para lembrar o Arena Bar também fez um TAC e fechou.