Invasão de hacker começou em celular de Eduardo Bolsonaro, e, entre outras autoridades, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, mostra MPF

A denúncia do MPF diz que as invasões de celulares de autoridades por parte do hacker Walter Delgatti Neto, o Vermelho, começaram pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Segundo o procurador Wellington Divino Marques de Oliveira, “a partir desse ponto, foi possível estabelecer uma sequência de diversos dispositivos invadidos”, inclusive o do presidente da República, conforme esquema abaixo.

O senador Flávio Bolsonaro também teve o celular invadido, de acordo com a denúncia do MPF.

O procurador afirma que os crimes começaram em março do ano passado e continuaram de maneira sistemática até a deflagração da Operação Spoofing, em julho.

Vermelho, destaca o MPF, tinha uma “vida voltada à prática de crimes, seja invadindo dispositivos móveis, monitorando comunicações de terceiros ou, mesmo, envolvido em fraudes bancárias e furtos eletrônicos mediante fraude”.

“Em resumo, foi uma vida voltada ao crime habitual.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Esse diretor do INTERCEPT vai ter a cobertura de Gilmar Beiçola Mendes, ele não liberta tudo que não presta?
    No país dele uma cadeia bem demorada seria o seu caminho, talvez aqui ela vá para uma, se for muitos bons rapazes vai ele a falar português com voz mais fina.

  2. Sebastião disse:

    Poderia ter invadido celulares dos corruptos criminosos condenados pela lava jato, assim iria cometer um crime com propósitos nobres, e realmente iriamos saber como agiam os corruptos canalhas dessa esquerdalha, assim pelo menos estaria defendendo o pais dos crápulas petralhas, os vermes desse país. Ao invés disso, optou por tentar macular e confundir a imagem do que o país em toda sua história teve de mais digno e ético, que foi a lava jato. Por isso, deveriam era serem condenados a prisão perpétua

    • Carlos Lourenço A. Penha disse:

      Você tem razão Sebastião, só tem um detalhe:
      Se ele tivesse feito isso, as mensagens teriam sido proibidas de publicar pela justiça.
      Se ele tivesse feito isso já estaria condenado pelos jornalistas, caído em desgraça no noticiário, estaria sendo atacado pela esquerda e seus seguidores, teria se tornado pessoa não desejada no Brasil.
      Lembre-se que Adélio Bispo que tentou assassinar Bolsonaro, teve seus celulares e computadores protegidos por determinação judicial e logo tornaram o criminoso numa pessoa intocável. Que por 16 anos o país foi todo aparelhado e hoje estamos testemunhando isso.

Eduardo Bolsonaro parabeniza título mundial de surf do potiguar Ítalo Ferreira

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, através de suas redes sociais, parabenizou o fantástico título mundial de surf do potiguar Ítalo Ferreira conquistado nessa quinta-feira(19).

“Parabéns ao novo campeão mundial de surf o potiguar Ítalo Ferreira @italoferreira , de 25 anos. Ele é o 3º brasileiro a ganhar o título, após Gabriel Medina @gabrielmedina e Adriano de Souza “Mineirinho” @adrianodesouza .Quando comecei a acompanhar o circuito mundial no final dos anos 90 a felicidade era quando um brasileiro, mesmo com dificuldade de patrocínios e as vezes até “garfado”, ganhava uma etapa. Hoje estamos, graças a Deus, ficando mal acostumados em ver a bandeira do Brasil no topo, demonstrando que talento o país tem de sobra”, disse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eu disse:

    Vai mandar uma cesta de chocolate para o campeão

  2. natalsofrida disse:

    Verdade, ele levou até os quadros do planalto.kkkkkkk
    Ô petralhada cínica da molesta.
    Vai de retro satanás!!!!

  3. Lúcifer disse:

    Cuidado, Ìtalo…
    Se tu cair nesse canto de sereia, esse delinquente aproveitador leva teu troféu e tu nem percebe !!!!

    • Salvador disse:

      Já você não resistiu ao canto e aplaudiu que deu causa ao
      Mensalão;
      Petrolão;
      Lava Jato;
      Delação de Palocci;
      Delação de Sérgio Cabral;
      Investimento em Lulinha;
      Aparelhamento estatal;
      Corrupção, mais corrupção e muita corrupção…

    • Minion alienado disse:

      Três de décadas de vida política estão vindo ao público. Rachadinhas, Queiroz, Laranjas, Chocolates, Belina…

    • Xô Corruptos disse:

      Aiiimmm não existe provas, mas tem as versões vendidas pela esquerda que demoniza os opositores e suas mentiras são ditas como fatos;
      Aiiiimmm doe muito ter que ver a verdade e não as mentiras que convivemos de 2003 a 2016;
      Aiiimmm como é difícil ter as mentiras publicadas perder para os fatos comprovados;
      Aiimmm a esquerda não se conforma com o que são e ver que o governo faz tudo contra as práticas exercidas nos governos anteriores viciados em corrupção.
      Aiiimmm Lulinha está envolvido em favorecimento de R$ 167 milhões, mas tem que pegar o Queiroz e ligar ele ao governo custe o que custar… Aiiimmmmm

“Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é. PT reagrupa a sua própria milícia”, diz Eduardo Bolsonaro, sobre acusações de ataques virtuais

Foto: Reprodução/Twitter

No Twitter, Eduardo Bolsonaro compartilhou a notícia publicada pela Crusoé de que José Dirceu defende a criação de uma “rede de inteligência” de esquerda (leia aqui).

Ele escreveu o seguinte comentário:

“Mais uma vez, a esquerda segue o diabólico ensinamento de Lênin: ‘Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é’. Enquanto forja falsas acusações de milícias virtuais contra Bolsonaro, o PT reagrupa a sua própria milícia.”

Veja mais: Na CUT, Dirceu propõe ‘rede de inteligência’ de esquerda e fala que militantes devem aprender ‘espionagem’

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Só os criminosos chamam de milícia digital os seguidores do nosso Presidente Jair Messias bolsonaro .
    A cambada ruim, perderam as eleições, a boquinha acabou, a corrupção no freio puxado defendida pelo herói brasileiro ministro Sérgio Moro.
    Aconselho vocês a procurar um trabalho. Vão arrumar uma lavagem de roupa

    • Mauro disse:

      Bento, a sua baba está inundando esse blog. Ninguém consegue ser mais babão e idolatra do que vc.
      Seu fanatismo e cegueira só não são maiores do que sua ignorância e estupidez, dando opinião sobre tudo, com manifestações totalmente descontextualizadas e sem fundamentos. Seus argumentos são primários e superficiais, típicos de seguidores alienados que se informam por Fakes, e falam por clichês criafosbpir outros.

  2. Menezes disse:

    Não é isso que a milícia digital coordenada por CARLUXO, sob o comando de Olavo de Cavalo e ordens de Trump por meio de Steve Bannon, fazem o tempo todo?
    QUEM disso usa, disso cuida.
    Inclusive esta acusação é parte desse esquema disseminado como new Marcatismo associado com operação Condor, na guerra híbrida travada pelos donos do Império para recolonizar a América Latina e se apropriar de suas riquezas naturais.
    Obs: Quem não souber do que se trata é bom ler e estudar um pouco, antes de berrar defendendo algo que vc nem sabe o que é.

    • Soares disse:

      Teu c*, alienado de meia tigela.

    • Safira disse:

      Sua resposta mostra bem quem é vc.
      Seu nível está bem registrado como alguém do bem que segue os ensinamentos de Jesus Cristo.

Eduardo Bolsonaro é destituído da presidência do PSL de São Paulo

Foto: Maandel Ngan – 30.ago.19/AFP

Depois de ter sido suspenso por um ano, Eduardo Bolsonaro foi destituído da presidência do diretório estadual do PSL de São Paulo, diz O Globo.

O registro do afastamento apareceu nesta quinta-feira no sistema do TSE.

De acordo com o partido, Eduardo não comanda o diretório paulista do PSL desde a última terça-feira. A decisão foi tomada pelo diretório nacional da legenda.

Além de Eduardo, toda a diretoria do PSL-SP foi destituída.

O Antagonista

Joice Hasselmann pede cassação do mandato de Eduardo Bolsonaro na Câmara, e ainda entra com representações contra na PGR e no PSL

Foto: Reprodução/Twitter Joice Hasselmann

Joice Hasselmann pediu à Câmara a cassação do mandato de Eduardo Bolsonaro, por quebra de decoro parlamentar; e, à PGR, a abertura de um processo penal, para torná-lo réu por crime contra a segurança nacional, pela defesa de um novo AI-5.

Uma terceira representação foi apresentada ao presidente do PSL, Luciano Bivar, para abertura de um processo disciplinar por violação do Código de Ética do partido.

A deputada narra que, após defender a permanência de Delegado Waldir na liderança do PSL, passou a sofrer intensos ataques nas redes, o que a fez perder mais de 500 mil seguidores, “provocando danos de difícil e incerta reparação por se tratar de verdadeiro capital político”.

“Insatisfeito com a campanha difamatória e injuriosa, ainda em 19 de outubro de 2019, o deputado Eduardo Bolsonaro lança uma campanha do Twitter com a hashtag #DeixeDeSeguirAPepa, comparando a parlamentar a uma personagem de desenhos animados ‘pepa pig’ vivenciada por uma família de porcos cuja personagem principal é uma porquinha desobediente”, diz a representação.

Nas representações à PGR e ao PSL, Joice acusa Eduardo de cometer vários crimes previstos na Lei de Segurança Nacional, de 1983. Entre eles:

  • Tentar mudar, com emprego de violência ou grave ameaça, a ordem, o regime vigente ou o Estado de Direito, com pena de reclusão de 3 a 15 anos;
  • Tentar impedir, com emprego de violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União ou dos Estados, com pena de reclusão de 2 a 6 anos; e
  • Fazer, em público, propaganda de processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social, com pena de detenção de 1 a 4 anos.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Arrocha o colorau! Joice é bem mais desenrolada e pragmática que o bocó do Messias.

  2. Wellington disse:

    É cobra engolindo cobra

  3. pedra 90 disse:

    S2

Rodrigo Maia diz que fala de Eduardo Bolsonaro sobre AI-5 é “repugnante” e passível de punição

Foto:  Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, divulgou a seguinte nota sobre a declaração de Eduardo Bolsonaro sugerindo um novo AI-5:

“Uma Nação só é forte quando suas instituições são fortes.

O Brasil é um Estado Democrático de Direito e retornou à normalidade institucional desde 15 de março de 1985, quando a ditadura militar foi encerrada com a posse de um governo civil.

Eduardo Bolsonaro, que exerce o mandato de deputado federal para o qual foi eleito pelo povo de São Paulo, ao tomar posse jurou respeitar a Constituição de 1988.

Foi essa Constituição, a mais longeva Carta Magna brasileira, que fez o país reencontrar sua normalidade institucional e democrática. A Carta de 88 abomina, criminaliza e tem instrumentos para punir quaisquer grupos ou cidadãos que atentem contra seus princípios – e atos institucionais atentam contra os princípios e os fundamentos de nossa Constituição.

O Brasil é uma democracia.

Manifestações como a do senhor Eduardo Bolsonaro são repugnantes, do ponto de vista democrático, e têm de ser repelidas como toda a indignação possível pelas instituições brasileiras.

A apologia reiterada a instrumentos da ditadura é passível de punição pelas ferramentas que detêm as instituições democráticas brasileiras. Ninguém está imune a isso. O Brasil jamais regressará aos anos de chumbo.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Frank disse:

    Esse desonesto na tal democracia é um BEZERRÃO dependorado nas tetas, mama que é uma beleza, tem dinheiro público em banda de latas pra gastar a seu favor. Toma conta de um orçamento enorme gigantesco, sem falar no da sacanagen chamado e batizado por eles de fundo partidário, deveria ser chamado de VERGONHA NACIONAL, dinheiro público do povo pra esses fdp rasgarem, a torto e a direito.
    Por isso essa preocupação, o peitão é bom, ninguém briga por que é ruim.
    Chega!!!

  2. VTNC disse:

    Lindo no papel esta carta de 88 , ótimo para as castas de colarinho branco que se resfastelam nas mordomias pagas por nós cidadãos eleitores e CONTRIBUINTES.
    Aonde anda o direito à saúde , educação e segurança também garantida constitucionalmente ? Pra intimidar sempre relembram o regime militar que não permitia esta farra com dinheiro público e onde tudo funcionava ! a liberdade tem um preço !!!

  3. MSena disse:

    Nonho tá com receio do que mesmo???

  4. Anti-Político de Estimação disse:

    Infelizmente sou obrigado a concordar com o "gordinho sinistro" quanto a esse assunto.

  5. H.M disse:

    Na cabeça dos Bolzominions o mundo todo esta errado, só quem esta certo é a família Bozo.
    Tanto o Bozo quanto os filhos são uns desequilibrados , se pegar o "juizo" deles colocar em uma galinha é da dois pulos e morre.

  6. Democracia disse:

    Democracia só existe que tem privilégio no poder. Como plano de saúde ilimitado pra o membros do legislativo e seus familiares. Auxilio paletó, cota de viagem ilimitado, carro blindado, segurança na porta. E outros privilégios. A democracia esta estável pra os parlamentares. Pra o povão a democracia está distante. O cidadão comum não tem acesso a saúde, não tem acesso a segurança, educação sucateada. Temos democraticamente direito a pagar bastante imposto. E fica a mercê da bandidagem. Democracia pra alguns. E pra maioria da população não.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Aí você acha que com uma ditadura tudo isso que você falou vai chegar num passe de mágica para o povo brasileiro !?!?!?!?!?!??!?!.
      A Venezuela está bem aí para mostrar o que é uma ditadura nos dias de hoje. E não se engane, são iguais, as de esquerda e de direita.

    • humbabomber disse:

      Exatamente, Anti Político, as ditaduras são todas iguais.. Só mudam o dono da chibata!
      Úi!!

  7. Ivan disse:

    Se esses caras (Maia, Alcolumbre, Esquerda…) acham "repugnante", melhor avaliarmos melhor esse tal de AI-5…pode até ser…

  8. Flávio A disse:

    Repugnante é? rsrs já entendi tudo. Repugnante

  9. Reginaldo disse:

    Não foi esse senhor que ENGAVETOU as 10 MEDIDAS CONTRA CORRUPÇÃO e APROVOU em TEMPO RECORDE as medidas de "abuso" de autoridade?
    Não é esse senhor que tem dificultado a tramitação das reformas do governo? Graças a ele a reforma da Previdência que deveria durar 06 meses, demorou 10.
    Não foi esse deputado e seu pai que foram delatados por corrupção na lava jato?
    Quando o país pode pensar em progresso tendo deputados desse naipe?

    • H.M disse:

      Rapaz a reforma do governo demorou a tramitar devido as lambazas do próprio desgoverno, o que acho massa dos bolsominions é que eles estão fadados a defender o governo dele mesmo.. putz…

  10. SHATONSOM disse:

    se liga nhonho, tu e teu pai bandidos estão com medinho né??

  11. Carlos disse:

    Engraçado ninguém olhou a entrevista toda kkkkk que come apressado come cru

  12. Cristian disse:

    Presuntinho é do partido mais fisiologista, mas está certo em seu texto. Ser convervador e liberal, é ser contrário a ato ditatoriais!

  13. Pato disse:

    Pra aplaudir de pé!

Eduardo Bolsonaro defende edição de um novo AI-5 para conter excessos da oposição

Foto: Reprodução

Depois de propor fechar o Supremo com “um cabo e um soldado”, o deputado federal Eduardo Bolsonaro agora defende a edição de um novo AI-5 para conter excessos da oposição.

Ele disse isso em entrevista a Leda Nagle, divulgada há pouco em seu canal no Youtube.

“Tudo é culpa do Bolsonaro, percebeu? Fogo na Amazônia, que sempre ocorre nessa estação, culpa do Bolsonaro. Óleo no Nordeste, culpa do Bolsonaro. Daqui a pouco vai passar esse óleo, tudo vai ficar limpo e aí vai vir uma outra coisa, qualquer coisa e será culpa do Bolsonaro.”

Para Eduardo, “o que faz um país forte não é um Estado forte. São indivíduos fortes”.

“Se a esquerda radicalizar esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta. E uma resposta pode ser via um novo AI-5, pode ser via uma legislação aprovada através de um plebiscito como ocorreu na Itália. Alguma resposta vai ter que ser dada.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Infelizmente, essa declaração só prova que o mínimo que um parlamentar deveria entender ele não tem o mínimo de conhecimento que é a Constituição Federal de 1988.

  2. Ricardo disse:

    Bom era se fosse verdade mesmo!
    STF e congresso podre, acho que nem o ai 5 resolvia, tinha que ser uma bomba!
    O PT virou organização criminosa e a maioria dos políticos sao bandidos.”, deviam receber apebas seus salarios e nao existir essa história de verbas indenizatórias, um abuso de gasto de dinheiro público

  3. Ivan disse:

    Novo AI-5?? C´s não se lembram, naquela época não podíamos escuhambar o presidente, não tinha liberdade de expressão, cheio de polícia na rua, a bandidagem era executada, não tinha desemprego, não tinha greves recorrentes, as coisas funcionavam, não tinha desordem…C´s querem todo esse retrocesso de novo??? C´s tão doidos????

  4. Ricardo disse:

    O AI-5 praticamente instituiu a ditadura no Brasil viabilizando:
    – Censura ilimitada
    – Prisões sem julgamento
    – TORTURAS NÍVEL RATO NA VAGINA
    – ASSASSINATOS
    Eduardo Bolsonaro ameaçou hoje voltar com isso. Esse não é um tweet de piada. Isso não é uma piada.
    Isso é muito sério.

  5. Cristian disse:

    Forçou a barra, querer reprimir protestos é discutível, agora um AI-5 é declaração de anti-democracia.
    Regular mídia, governar por decreto, tá parecendo um certo partido que ficou 13 anos no poder…

  6. Pato disse:

    Abre a boca pra falar de Venezuela e Cuba, mas lá também são ditaduras! O que nos diferenciais deles?

  7. natalsofrida disse:

    INTERVENÇÃO já! Tenho dito.
    País onde o povo apoia bandidos, tem que ser jogo duro, pau nesses vagabundos Bolsonaro.

    • Gaius Baltar disse:

      E quem vai dar suporte a esse AI-5?
      O Congresso dominado por Maia (com quem o presidente disse querer casar) e Alcolumbre (colocado na presidência do Senado por Onyx Lorenzoni)?
      O STF com quem Bolsonaro fez um acordo: libertar Lula em troca de não mexerem com Flávio?
      Os militares que foram humilhados por Olavo de Carvalho, Filipe Martins e cia Ltda?
      Não se iluda, Bolsonaro conseguiu destruir o pouco apoio que tinha ao ser eleito. Ninguém vai apoiar essa bobagem.

  8. Melquizedequi disse:

    Será que o povo brasileiro merece passar por isso mesmo deputado?

    O Ato Institucional Número Cinco (AI-5) foi o quinto de dezessete grandes decretos emitidos pela ditadura militar nos anos que se seguiram ao golpe de estado de 1964 no Brasil. Os atos institucionais foram a maior forma de legislação durante o regime militar, dado que, em nome do "Comando Supremo da Revolução" (liderança do regime), derrubaram até a Constituição da Nação, e foram aplicadas sem a possibilidade de revisão judicial.
    O AI-5, o mais duro de todos os Atos Institucionais, foi emitido pelo presidente Artur da Costa e Silva em 13 de dezembro de 1968. Isso resultou na perda de mandatos de parlamentares contrários aos militares, intervenções ordenadas pelo presidente nos municípios e estados e também na suspensão de quaisquer garantias constitucionais que eventualmente resultaram na institucionalização da tortura, comumente usada como instrumento pelo Estado.

  9. BichA louca disse:

    Quem dirá PT 13 anos e não tivemos uma fagulha para ditadura, Bolsonaro em menos de 1 anos já tem ideia da ditadura , sedentos de poder, n querem mais largar

  10. Silvio. disse:

    E isso aí!!!
    Voto ligeiro no plebiscito, pra acabar de vez com esse cabaré que virou o país.
    Esses esquerdopatas ladrões, não pode de maneira alguma parar o País.

    • Gaius Baltar disse:

      A convocação de um plebiscito e um referendo é prerrogativa exclusiva do Congresso Nacional (art. 49, XV/CF) . É preciso que pelo menos um terço dos parlamentares de uma das Casas (no Senado, isso significa 27 senadores; na Câmara, 171 deputados) proponham um decreto legislativo convocando a consulta popular. Depois disso, o projeto de decreto deve ser aprovado pelas maioria simples do plenário do Congresso Nacional (metade mais um dos senadores e deputados presentes à sessão).
      Acha mesmo que vai acontecer?

  11. André Fortes disse:

    Se fosse qqr um ameaçando o país com um novo AI5, já seria grave. Mas trata-se do deputado federal mais votado da história do país. Filho do presidente da república. O mesmo q já falou sobre fechar o STF com um cabo e um soldado.

  12. Vitor Silva disse:

    O clã está engatilhando o golpe… colocaram um psicopata no poder, agora aguentem. Bolsonaro cismou em fundar um reino pra si. Depois dessa viagem pelo Oriente e a irmandade sentida e confessa pelo príncipe esquartejador, parece que o projeto ganhou a rubrica de urgente.

  13. Carlos Henrique Chal disse:

    Filho de louco, é louco ao quadrado.
    Este cara como os demais, Bolsoloucos, tem que ser interditado.
    Chegou ao limite de besteirol, o que tem que haver são melhores escolhas de políticos, para um desse desaparecer.

  14. Cidadão Indignado disse:

    Esse cara não tem noção do que fala. O próprio semblante dele é de uma pessoa totalmente desequilibrada.

  15. Olimpio disse:

    Já passou da hora das forças armadas colocar ordem nessa bagunça que vivemos.

    • Gaius Baltar disse:

      Sonho:
      “ Já passou da hora das forças armadas colocar ordem nessa bagunça que vivemos.”
      Realidade:
      Olavo de Carvalho, Filipe Martins e o próprio Eduardo Bolsonaro humilhando os generais Heleno, Santos Cruz, Mourão e Villas-Boas.
      ¯\_(ツ)_/¯

PSL abrirá processo contra Eduardo Bolsonaro e mais 18; penalidades vão de advertência à expulsão

O deputado Eduardo Bolsonaro discursa na Câmara no dia em que foi alçado líder do PSL Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

A briga pela liderança do PSL na Câmara dos Deputados parece estar longe do fim. Nesta terça-feira, o Diretório Nacional vai eleger os membros do Conselho de Ética do partido para começar a tramitar o processo interno por infração disciplinar contra 19 parlamentares bolsonaristas. Entre os alvos estão o novo líder do partido da Câmara, Eduardo Bolsonaro (SP), e o líder do governo, Vitor Hugo (GO). Todos foram convocados para reunião hoje na sede do partido, para se posicionar sobre as acusações. Ele ainda têm um prazo de cinco dias para contestação. As penalidades vão de advertência à expulsão.

A abertura do processo disciplinar contra os parlamentares de oposição do presidente do partido, Luciano Bivar , foi contra-ataque do grupo bivarista após uma nova batalha de listas para o cargo de líder. Num intervalo de seis horas, três documentos foram protocolados na segunda-feira na Mesa Diretora, alçando à liderança o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), que tratou de destituir os 12 vice-líderes da sigla, a maioria ligada ao presidente do partido, Luciano Bivar.

A primeira lista foi apresentada por Vitor Hugo, do grupo pró-Eduardo, com 29 assinaturas, das quais 28 receberam a autenticação, o que levou o deputado ao posto de líder do partido. Sem saber que Vitor Hugo protocolava a relação a favor de Eduardo, o até então líder da bancada, Delegado Waldir , gravou vídeo abrindo mão da liderança para um terceiro nome, conforme o acordo que vinha sendo articulado nos bastidores.

Diante da primeira lista pró-Eduardo, o grupo pró-Waldir apresentou nova relação, endossada por 28 deputados. Em seguida, os apoiadores de Eduardo protocolaram o terceiro documento do dia para mantê-lo na liderança. As duas últimas listas não foram ainda referendadas pela Mesa, e a conferência das assinaturas deve ocorrer hoje. Para o jurídico da Câmara, a liderança é definida pela relação de apoios mais recente. Para ser líder do partido, é necessário ter maioria, o que, no PSL, com bancada de 53 deputados, significa 27 assinaturas.

O grupo ligado a Bivar atribui a continuidade da disputa à quebra do acordo por um terceiro nome para líder. Segundo Júnior Bozzella (PSL-SP), o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, ligou para Bivar propondo uma pacificação que não passasse por Eduardo nem Waldir, o que foi frustrado com a primeira lista em favor do filho do presidente. O ministro confirma que tratou da liderança com Bivar, mas nega o acordo.

Além de Eduardo — cujo assessor se recusou a receber a notificação do partido — e Vitor Hugo, serão alvos de processos no conselho de ética do partido: Alê Silva (MG), Bia Kicis (DF), Bibo Nunes (RS), Carla Zambelli (SP), Carlos Jordy (RJ), Chris Tonietto (RJ), Coronel Armando (SC), Daniel Silveira (RJ), Luiz Ovando (MS), Filipe Barros (PR), General Girão (RN), Guiga Peixoto (SP), Helio Lopes (RJ), Junio Amaral (MG), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP), Marcio Labre (RJ) e Sanderson (RS).

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior disse:

    Vou imitar os PTistas de araque: é gópi !! é gópi !! é gópi !!

Câmara oficializa Eduardo Bolsonaro como líder do PSL

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Secretaria-Geral da Mesa (SGM) confirmou há pouco o deputado Eduardo Bolsonaro (SP) como novo líder do PSL. Ele recebeu o apoio de 28 deputados. A lista original, apresentada nesta manhã pelo líder do Governo, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), tinha 29 assinaturas, mas uma não foi confirmada pela SGM.

Na lista há três deputados que haviam assinado um documento que apoiava o líder anterior, deputado Delegado Waldir (GO)Coronel Chrisóstomo (RO)Daniel Silveira (RJ) e Léo Motta (MG).

Delegado Waldir já divulgou um vídeo em que reconhece o novo líder. “Aceitamos democraticamente a nova lista”, afirmou.

Waldir agradeceu o apoio que recebeu dos parlamentares do seu partido e disse que não é subordinado de governadores nem de presidentes. “Vou continuar defendendo todas as prerrogativas do Parlamento. Nós não rasgamos a Constituição. E a Constituição prevê que o Executivo não deve interferir no Parlamento”, encerrou Delegado Waldir.

As informações são da Câmara dos Deputados

 

VÍDEO: Delegado Waldir reconhece Eduardo Bolsonaro como novo líder do PSL e anuncia, “democraticamente”, retirada de suspensão de parlamentares

Foto: Reprodução

O deputado Delegado Waldir acaba de anunciar, em vídeo, que vai abrir mão da liderança do PSL na Câmara.

“O meu partido decidiu retirar a ação de suspensão de cinco parlamentares e aceitamos, democraticamente, uma nova lista que foi feita por parlamentares.”

Ele continua:

“Já estarei à disposição do novo líder.”

Assista vídeo clicando no link AQUI em matéria na íntegra.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Trouxa, enquanto Bolsonaro tava no hospital, esse delegado rodou o Brasil pedindo voto pra Bozo e agora levou essa rasteira, bem feito.

  2. Rafael disse:

    Kkkkk. Tudo combinado, lava a roupa suja na rua depois ganha o dinda e volta atras. Sempre assim. So falta Halseman declarar amor aos Bolsonaro hoje no Roda Viva

  3. Socorro disse:

    Não confio nesse papangú.

  4. Carlos disse:

    Jair Bolsonaro elegeu muitos "caronas", respeitem o Presisente , ele é que tem esse exército de quase 58 milhões de votos nas mãos .

Eduardo Bolsonaro ilustra post com “nota de R$ 3” com rosto de Joice Hasselmann

Foto: Reprodução

Eduardo Bolsonaro ilustrou o post em que ataca Joice Hasselmann nas redes sociais com uma imagem de uma cédula fictícia de R$ 3 estampada com o rosto da deputada.

No Twitter, Joice respondeu:

“Olha só mais um ‘presentinho’ da milícia digital para mim. Anota aí: NÃO TENHO MEDO DA MILÍCIA, NEM DE ROBÔS! Meus seguidores são DE VERDADE, orgânicos. E não se esqueçam que eu sei quem vocês são e o que fizeram no verão passado.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Abel disse:

    É isso aí Capitão MITO.
    Essa caroneira, quer ascender uma vela pra Deus outra pro diabo.
    Merece pé na bumda, pra deixar de ser oportunista.

  2. Arthur disse:

    Esse presidente não consegue controlar os filhos, organizar o partido, imagina o país. Pega fogo cabaré, ainda falta mais de 3 anos.

  3. Mica disse:

    #JB 2022

  4. S vericio disse:

    Vcs acha que Bolsonaro vai alimentar essa deputada pra morder ele lá na frente, ele fez certo tirar ela do bloco dele, veja pesquisa mostra Bolsonaro ganhando novamente, o homem fala a língua do povão, e não é ladrão, é o que importa.

  5. Greg disse:

    Bolsonaro em campanha disse que iria acabar com PT, pelo visto tá acabando com PSL…quem alimenta crocodilo no final é morto pelo bicho.

  6. Alexandre disse:

    Quanto mais mexe mais fede…….mito mito

  7. André Fortes disse:

    Se a Peppa contar o que sabe….Tic tac

LIMITES EXTRAPOLADOS: Grupo Globo diz ter errado em “investigação” da Época e pede desculpas à mulher de Eduardo Bolsonaro: “jornalismo não é imune a erros”

Foto: Reprodução / Instagram

O Conselho Editorial do Grupo Globo, responsável pela publicação da revista Época, divulgou nesta 2ª feira (16.set.2019) nota reconhecendo “erro” e “decisão editorial equivocada” na publicação de uma reportagem sobre a mulher do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Heloísa Bolsonaro.

A reportagem “O coaching on-line de Heloísa Bolsonaro: as lições que podem ajudar Eduardo a ser embaixador”, escrita pelo jornalista João Paulo Saconi, foi publicada pela revista na última 6ª feira (13.set.2019). Saconi narra a experiência de vivenciar 5 sessões de coach com Heloísa via webcam.

Segundo a nota divulgada nesta 2ª, o Conselho Editorial do Grupo Globo avalia que o erro da Época foi “tomar Heloísa Bolsonaro como pessoa pública ao participar de seu coaching on-line“.

A revista ponderou que a mulher de Eduardo Bolsonaro leva uma vida discreta, não participa de atividades públicas, e que por isso, não pode ser considerada uma figura pública. “Foi um erro de interpretação que só com a repercussão negativa da reportagem se tornou evidente para a revista“, desculpou-se o Grupo Globo.

A nota do Conselho Editorial do Grupo Globo contradita totalmente o que a revista Época havia publicado anteriormente, em 13 de setembro de 2019.

Na nota da última 6ª feira, Época sustentou que a reportagem havia sido produzida com “respeito à ética e a retidão dos procedimentos jornalísticos”. Eis a íntegra da nota divulgada anteriormente:

“ÉPOCA reafirma o respeito à ética e a retidão dos procedimentos jornalísticos que sempre pautaram as publicações da revista. A reportagem em questão não recorreu a subterfúgios ou mentiras para relatar de maneira objetiva — a bem do interesse do leitor — um serviço oferecido publicamente, com cobrança de taxas divulgadas nas redes sociais.”

EIS A ÍNTEGRA DA NOVA NOTA DO GRUPO GLOBO:

“Como toda atividade humana, o jornalismo não é imune a erros. Os controles existem, são eficientes na maior parte das vezes, mas há casos em que uma sucessão de eventos na cadeia que vai da pauta à publicação de uma reportagem produz um equívoco.

Foi o que aconteceu com a reportagem “O coaching on-line de Heloisa Bolsonaro: as lições que podem ajudar Eduardo a ser embaixador”, publicada na última sexta-feira. ÉPOCA se norteia pelos Princípios Editoriais do Grupo Globo, de conhecimento dos leitores e de suas fontes desde 2011. Mas, ao decidir publicar a reportagem, a revista errou, sem dolo, na interpretação de uma série deles.

É certo que em sua seção II, item 2, letra “h”, está dito: “A privacidade das pessoas será respeitada, especialmente em seu lar e em seu lugar de trabalho. A menos que esteja agindo contra a lei, ninguém será obrigado a participar de reportagens”. A letra “i” da mesma seção abre a seguinte exceção: “Pessoas públicas – celebridades, artistas, políticos, autoridades religiosas, servidores públicos em cargos de direção, atletas e líderes empresariais, entre outros – por definição abdicam em larga medida de seu direito à privacidade. Além disso, aspectos de suas vidas privadas podem ser relevantes para o julgamento de suas vidas públicas e para a definição de suas personalidades e estilos de vida e, por isso, merecem atenção. Cada caso é um caso, e a decisão a respeito, como sempre, deve ser tomada após reflexão, de preferência que envolva o maior número possível de pessoas”.

“O erro da revista foi tomar Heloisa Bolsonaro como pessoa pública ao participar de seu coaching on-line. Heloisa leva, porém, uma vida discreta, não participa de atividades públicas e desempenha sua profissão de acordo com a lei. Não pode, portanto, ser considerada uma figura pública. Foi um erro de interpretação que só com a repercussão negativa da reportagem se tornou evidente para a revista.

Em sua seção 1, item 1, letra “r”, os Princípios Editoriais do Grupo Globo determinam: “Quando uma decisão editorial provocar questionamentos relevantes, abrangentes e legítimos, os motivos que levaram a tal decisão devem ser esclarecidos”. E o preâmbulo da mesma seção estabelece com clareza: “Não há fórmula, e nem jamais haverá, que torne o jornalismo imune a erros. Quando eles acontecem, é obrigação do veículo corrigi-los de maneira transparente”.

É ao que visa esta Carta aos Leitores. Explicar o que levou à decisão editorial equivocada, reconhecer publicamente o erro e pedir desculpas a Heloisa Bolsonaro e aos leitores de ÉPOCA.”

Com informações do Diário do Poder com Época

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Canhoto disse:

    Depois do acontecido, sacaneado a profissional, uma simples desculpa não conserta qualquer maldade. O jornalista fez toda a safadeza em comum acordo com a revista. O propósito era desmoralizar e atingir familiares do Presidente.

  2. Ivan disse:

    Matéria apelativa e sensacionalista…A grande imprensa, na ânsia de contra-atacar a diminuição de verbas públicas, segue perdendo credibilidade…e a ferida da péssima qualidade de nosso jornalismo segue aberta…

  3. Herculano disse:

    Esse grupo manipula as pessoas.
    Muitos fazem e acha normal a programação da emissora, precisa ser fechada, e não abrir nunca mais, em nome dos bons costumes.

  4. Carlúcio disse:

    BG
    Isso é fichinha em relação o que os meninos de Bolsonaro faz nos bastidores.

  5. joaozinho da escola disse:

    Tradicionais jornais estao perdendo leitores pra o novo jornalismo de pequenos jornais. Foice de SP, Estadao, O GLobo, Veja, Epoca etc ja nao convence mais o leitores porque manipulam com textos direcionados aos interesses de grupos politicos. E nao da pra viver apenas de paitrocinio eleitoreiro e dinheiro de estatais. A politica nao é visto pela populacao como algo serio, pq o voto obrigatorio faz com que se eleja de lulas a tiriricas.

  6. paulo disse:

    BG
    Isso é uma vergonha, essa rede esgoto precisa ser levada a justiça.

EMBAIXADA BRASIL-EUA: Parecer de Advocacia do Senado não vê nepotismo no caso de Eduardo Bolsonaro

Foto: Reprodução/Instagram

A Advocacia do Senado Federal deu parecer favorável, na terça-feira (3), à indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro, para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

A consulta ao órgão foi feita pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), para verificar a aplicabilidade da Súmula Vinculante nº 13 do STF (Supremo Tribunal Federal) à nomeação de chefe de missão diplomática permanente.

A decisão do tribunal trata sobre “a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal’.

O parecer, publicado pelo órgão, considerou que a indicação de Eduardo não configura nepotismo e que não desrespeita a súmula.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rogério Rocha disse:

    Nem os maiores ditadores tiveram tamanha coragem…

  2. Bozó disse:

    Pra se dar bem na vida tem que saber fritar hamburger …. e tome peia…

  3. Delano disse:

    Só não é nepotismo, mandar Flávio bolsonaro pra papuda. Ele merece, sem sombra de dúvidas.

Eduardo Bolsonaro e ministro Ernesto Araújo terão encontro com Trump nos EUA nesta sexta

Foto: Reprodução/TV Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (29) que um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) viajarão para os Estados Unidos, onde terão um encontro com o presidente Donald Trump.

Ele fez a afirmação em discurso no Palácio do Planalto, durante cerimônia de lançamento de um programa para enfrentamento de crimes violentos.

De acordo com o deputado Eduardo Bolsonaro, ele e o ministro viajam nesta quinta-feira para se encontrar com Trump na sexta-feira (30).

O parlamentar disse que deverá tratar na reunião da recente reunião de cúpula do G7, da preservação da Amazônia e de relações comerciais.

Bolsonaro já anunciou que pretende indicar o filho para comandar a embaixada do Brasil em Washington, mas ainda não oficializou a indicação ao Senado, responsável por aprovar nomes de embaixadores.

Trump já elogiou Eduardo Bolsonaro, e o governo norte-americano deu o aval formal para a indicação dele como embaixador, o chamado “agrément”.

Na cerimônia desta quinta, além de informar sobre a viagem, Bolsonaro agradeceu Trump pela “defesa do Brasil” durante a cúpula do G7 (grupo dos sete países mais ricos), marcada por críticas do presidente da França, Emmanuel Macron, ao aumento das queimadas na floresta amazônica. Bolsonaro e Macron trocaram farpas nos últimos dias em razão do assunto.

“Eduardo Bolsonaro daqui a pouco viaja para os Estados Unidos. Vai se encontrar com o Donald Trump. Eu quero agradecer publicamente aqui o senhor Donald Trump, a sua defesa do Brasil por ocasião do encontro do G7”, disse Bolsonaro.

“Espero que o Ernesto seja bem sucedido na viagem, bem como o Eduardo, nesse encontro nos Estados Unidos. Nosso governo, como mudou a direção, nós vamos cada vez mais nos aproximar de países que servem de exemplo para nós, que têm os índices melhores, levando-se em conta grande parte do mundo. São esses exemplos que devemos procurar”, acrescentou.

O presidente também agradeceu o trabalho de Trump para que o Brasil seja aliado extra-Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte], com benefícios na área de defesa, e para que o país ingresse na a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Claudio disse:

    Os dois vão sair assados, kkkk

  2. Alexandre disse:

    HOMI TIRA ESSE DOIDO DAI PELO AMOR DE DEUS….

    • #Lula Na Cadeia sempre disse:

      E coloca um ladrao condenado Lula

    • Bozo Encantador de Asno disse:

      Quem falou de Lula? Ele tá preso. Tem que colocar um profissional de carreira, preparado.

    • Ricardo disse:

      Verdade, bota os que eram de lula, que fizeram negociata com cuba, Venezuela, bolivia, nicaragua, ditaduras africanas, e provocaram um rombo no BNDES de 500 bilhões de reais. Esse aí, é amador.

Juiz federal não acolhe pedido para barrar nomeação de Eduardo Bolsonaro e diz que cabe aos senadores aprovarem ou não

Foto: Agência Câmara

A ação popular alegava que o deputado federal Eduardo Bolsonaro não tem mérito suficiente para ocupar o posto, tendo até dito que seu principal atributo seria saber falar inglês. A nomeação seria, portanto, uma atitude não republicana do presidente Jair Bolsonaro.

O magistrado da 1ª Vara Federal de Belém afirma que a lei determina que cabe ao presidente nomear o embaixador e aos senadores aprovarem ou não. Interferência do Judiciário iria ferir a separação dos Poderes.

Veja decisão aqui no portal Justiça Potiguar.

‘Serei embaixador mais cobrado do mundo’, diz Eduardo sobre possível aprovação

Foto: TV Globo/Reprodução

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou nesta sexta-feira, 9, que, se for aceita sua indicação à Embaixada do Brasil em Washington, será o embaixador “mais cobrado do mundo”. O parlamentar esteve em reuniões hoje no Itamaraty e no Senado para tratar de sua nomeação. Depois de se reunir com o chanceler Ernesto Araújo nesta manhã, o filho do presidente conversou à tarde com o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), provável relator de sua indicação no Senado.

“Independente da resposta que vier, sendo positiva ou negativa, eu vou aceitar. Caso positiva, irei para os Estados Unidos sabendo da responsabilidade. Sabendo que eu serei, provavelmente, o embaixador mais cobrado do mundo”, afirmou o filho do presidente Jair Bolsonaro.

O parlamentar afirmou que a visita a senadores é uma “praxe” e um “rito” de indicados a postos diplomáticos do País no exterior e que espera “quebrar o gelo” com os parlamentares que ainda não o conhecem.

“Vamos abrir um canal de comunicação, dialogar com alguns senadores como estou fazendo aqui agora com o senador Chico Rodrigues e tentar quebrar o gelo para com aqueles que ainda me conhecem pouco”, afirmou o deputado.

Na manhã desta sexta-feira, o presidente Bolsonaro afirmou que deve enviar o nome de Eduardo ao Congresso no início da semana que vem. “Pode ser segunda, terça”, disse à imprensa.

Eduardo Bolsonaro esteve pela manhã com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, em uma reunião privada no Itamaraty. Nenhum dos dois falou com a imprensa. O filho do presidente afirmou que o agrément confirma o gesto de “apoio e a confiança já expressos” pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Em nota, o parlamentar falou que o “sinal verde” do governo americano para que ele assuma o cargo de embaixador é “motivo de o orgulho”. Na quinta-feira, o governo americano concedeu o agrément para que Eduardo assuma a embaixada brasileira em Washington.

A indicação de Eduardo Bolsonaro ainda precisa passar pelo Senado. O parlamentar tem que ser sabatinado na Comissão de Relações Exteriores e depois ter seu nome submetido ao Plenário da Casa. Independentemente da aprovação ou rejeição na comissão, o plenário pode aprovar ou rejeitar a indicação.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antônio disse:

    Palhaço 02