Irmão encontra assassino de zagueiro colombiano que fez gol contra na Copa de 94

 Untitled-1Untitled-2Um erro profissional desencadeou a perda de uma vida, o fim do sonho de um casamento, comoveu e chocou ainda mais um país que sofria com a violência e até mandou, por pouco tempo, um criminoso para a cadeia. Mas, quase 20 anos depois, não há nada capaz de apagar a dor da família pelo assassinato do ex-zagueiro colombiano Andrés Escobar, que foi morto em sua cidade, Medellin, dias após marcar um gol contra na derrota por 2 a 1 contra os Estados Unidos na Copa do Mundo de 1994.

“Meu pai faleceu há cinco anos e se foi com muita tristeza pela morte de Andrés. Ele era um ótimo ser humano, uma pessoa muito boa. Foram anos muito complicados para a gente”, afirma o irmão do ex-jogador, Santiago Escobar, ao UOL Esporte.

Turbinada por uma campanha impecável nas eliminatórias sul-americanas, com direito à goleada histórica por 5 a 0 sobre a Argentina em Buenos Aires, a Colômbia havia chegado àquela Copa como uma das favoritas ao título. Estava na seleção a melhor geração da história do país, com talentos como Rincón, Valderrama, Asprilla e Valencia. Elogiados até por Pelé, os colombianos chegaram aos EUA como sensação daquelas semanas que precediam o início da competição.

Mas o time fracassou. Acabou eliminado na primeira fase. Escobar, autor do gol contra, acabou baleado na frente de uma discoteca em Medellín. Nunca houve uma explicação oficial para a sua morte, embora na Colômbia se trate praticamente como verdade que o ex-jogador foi morto por apostadores que se deram mal com o fiasco colombiano e, por isso, quiseram descontar a frustração com uma “vingança” contra o defensor. Santiago é um dos muitos que compartilham essa versão.

“A razão foi que esses apostadores perderam quantias importantes e terminaram com a vida de Andrés. Ele perdeu a vida por isso”, disse o irmão da vítima, inconformado. Escobar foi assassinado depois que foi feita uma tocaia na frente de seu carro. Foi provocado com xingamentos e ironias sobre seu gol contra. Retrucou e então levou os tiros.

Autor dos disparos, Humberto Muñoz Castro foi preso e condenado a 43 anos de prisão pelos 12 tiros contra o jogador. Castro era guarda-costas e motorista de dois condenados por tráfico de drogas na Colômbia. Para indignação geral no país, ele saiu da prisão depois de cumprir 11 anos. Tinha bom comportamento.

Para Santiago, tão revoltante quanto perder o irmão foi encontrar o assassino gozando de sua liberdade. O irmão de Andrés conta que estava num restaurante em Medellin ao mesmo tempo que Muñoz Castro. Santiago diz que o assassino tentou o contato para falar algumas palavras e possivelmente explicar o ocorrido, mas logo foi ignorado.

Santiago afirma que foi preciso muito sangue frio para lidar com a inesperada situação. “Há alguns anos ele quis falar comigo, mas recusei. A única pessoa que pode perdoar alguém é Deus. E eu não sou capaz de falar com ele ou perdoá-lo. O que tenho é um sentimento difícil de explicar. Eu não quero ouvir nada e nem conversar com quem tirou a vida de Andrés”, falou. “Ele queria dar algumas explicações. Eu disse apenas que não tinha nada o que conversar com ele. E me retirei dali. Falei que não queria ouvir nada”, completou.

O irmão do defensor faz várias pausas quando fala sobre Andrés. Se emociona muito ao falar do irmão. Lembra que horas depois do gol contra conversaram no hotel onde estava concentrada a delegação colombiana. Diz que o zagueiro, apesar de triste, estava consciente que havia ocorrido apenas um acidente de trabalho.

A morte de Escobar gerou um sensação de que algo pior poderia ocorrer com outros jogadores. Outros atletas da seleção colombiana lembram que foram acordados de madrugada por seguranças da equipe para avisar o que ocorreu. Asprilla lembra que chorou copiosamente como uma criança. “Me acordaram entre 4h e 5h da manhã. Eu chorei, chorei e comecei a chorar muito, demais quando soube. Jamais imaginávamos que poderia ocorrer uma brutalidade dessas”, lembrou. Rincón ficou em choque. “Eu estava dormindo e bateram lá em casa, ai um policial falou pra mim que tinham assassinado ele. Um dia antes eu tinha estado com ele, viajamos juntos. E no dia seguinte ele foi morto.”

“Ele disse que iria jogar a partida seguinte com muito profissionalismo. Andrés era um jogador de personalidade. Ele pensou que vinha um jogador atrás dele no cruzamento e entendeu que não houve comunicação com o [goleiro ] Córdoba naquele lance”, disse Santiago.

A família ficou sabendo da morte de Escobar por telefone, pois os pais e irmãos do ex-jogador tiraram férias nos Estados Unidos após a eliminação colombiana. Mas Andrés voltou para a cidade natal. Segundo o irmão, o ex-zagueiro estava praticamente negociado com o Milan dias antes de sua morte. Ele iria se casar em dezembro de 94 – o assassinato aconteceu em 2 de julho.

Apesar de o futebol e uma Copa do Mundo terem, de certa forma, participado da morte de Andrés, seu irmão diz que não faz associação negativas às duas. Não pegou desgosto por Mundiais. Também foi jogador de futebol e trabalhou na área até o fim de 2013 como diretor técnico do Once Caldas.

“Minha irmã e meu irmão vão para o Brasil assistir ao Mundial. Mas eu vou ficar aqui na Colômbia. Assistirei daqui. Só que não por isso (pela morte do irmão), não perdi o gosto pelo futebol não, trabalho com isso”, explicou.

Zinho, um dos jogadores do elenco da seleção brasileira que foi tetracampeã em 94, recorda que a notícia da morte de Escobar assustou o elenco no meio da competição, quando foram informados sobre o que ocorrera em Medellín.

“Lembro que todo mundo ficou chocado. Um cara que foi eliminado de uma Copa do Mundo, retorna para seu país e é assassinado. E quando veio a notícia de que foi realmente porque foi responsável e falhou no lance, todo mundo ficou chocado nesse sentido. Ficamos tristes com o acontecido e isso foi motivo de muitas conversas. Em certo momento a Copa ficou até em segundo plano [nas repercussões] por conta disso. Lembro que os governantes [da Colômbia] não tinham o mando do país, que estava nas mãos dos traficantes”, comentou Zinho.

Indisposição com o narcotráfico e recusa em se esconder

Escobar tinha apelido de “El Cabellero” (“O Cavalheiro” em português) por sua fama de jogador correto, disciplinado e que não tolerava situações erradas. O filme “The Two Escobars”, produzido pela ESPN, fala a sobre a história da morte do jogador e de como Andrés reprovava a relação de jogadores de futebol com narcotraficantes.

O filme mostra a paixão do mais famoso traficante colombiano, Pablo Escobar, pelo futebol e com o time do Nacional, de Medellin, cidade do cartel que controlava. O criminoso era torcedor fanático do time, que tinha Andrés como capitão e que foi campeão da Copa Libertadores da América de 1989.

Pablo, que foi assassinado em 1993, financiava o time e tinha ligação com os atletas, inclusive com convites para festas em sua casa. Pessoas próximas a Andrés, como sua ex-noiva, revelam que a obrigação de ter contato com o patrão era motivo de indignação para Andrés.

O documentário lembra o momento no qual os jogadores foram forçados a fazer uma visita ao traficante quando ele estava na cadeia. “Era ir ou ir”, lembrou a irmã de Andrés, María Ester Escobar.

Ex-companheiro do zagueiro na seleção colombiana, Freddy Rincón lembra que Andrés Escobar tinha esse perfil sério e comentava de sua amargura por ter que se sujeitar a algumas situações em função de o futebol naquela época estar atrelado ao narcotráfico.

“Gostar, ele não gostava. Mas o que ele iria fazer se o cara chamasse? Se ele falasse ´eu não vou´, quem é que iria protegê-lo? Quem iria responder por ele? O Andrés não gostava daquilo e pensava dessa forma. Ele nunca aceitou aquilo. Mas se era convidado, ele tinha que ir”, lembrou o ex-jogador de Corinthians e Palmeiras.

Ex-companheiro de Andrés no Nacional e na seleção colombiana, Faustino Asprilla trata com ressalvas a ligação dos jogadores do time com Pablo. “Não tínhamos nada a ver com o que ele fazia. Ele era um torcedor fanático do Nacional e tinha seus problemas com o governo e a polícia colombiana. Já Andrés não aceitava certas condutas. Foi lamentável, um momento muito triste.”

UOL

Prefeitos têm novo encontro com a bancada federal do RN

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) promove na próxima segunda-feira, 25, encontro dos prefeitos do Estado com os senadores e deputados federais do Estado. O encontro faz parte do Movimento SOS Municípios, lançado no dia 21 de outubro, em Natal e que já foi tema da Comissão Geral da Câmara dos Deputados, realizada no dia 12 de novembro.

No encontro com a bancada federal, os prefeitos reforçarão a necessidade de apoio dos parlamentares aos municípios nesse momento de graves dificuldades financeiras. Serão abordados temas como a repercussão do reajuste do salário e do piso salarial nacional dos professores nas contas municipais. Também farão parte da pauta do encontro a situação dos municípios que atingiram o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal para os gastos com pessoal e a necessidade de complementação dos recursos do Fundeb por parte dos municípios.

O encontro com a bancada federal tem início previsto para 9 horas no auditório Senador Albano Franco, da Casa da Indústria, prédio-sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN).

COPIRN

Aproveitando o encontro dos prefeitos com a bancada federal do Estado, o Consórcio Público Intermunicipal do Rio Grande do Norte (COPIRN), formado por 137 municípios, realizará assembleia geral extraordinária. O encontro tem por objetivo a eleição do novo presidente. O Consórcio é presidido atualmente pelo prefeito Francisco Assis de Medeiros.

Da Femurn

Corpo é encontrado enterrado dentro de fazenda na Grande Natal

Um fazendeiro morador da comunidade de Traíras, na zona rural de Macaíba, região metropolitana de Natal, encontrou no início da tarde desta terça-feira (19) um corpo de sexo ainda desconhecido enterrado dentro de sua propriedade.

De acordo com a Polícia, a perícia do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) será importante para identificação e detalhes que resultaram na morte.

Estudante desaparecida é encontrada em Natal

1382301_238463029644921_2104090958_nReprodução: Facebook

Felizmente não aconteceu o pior. Na noite dessa quarta-feira (13), a estudante Dinah Belizário, de 14 anos, desaparecida desde segunda-feira (11), foi encontrada perdida no Parque das Dunas, zona norte de Natal.

Segundo informações de familiares, a menor alegou ter saído para encontrar amigas maiores de idade, que teria conhecido pela internet, e na volta para casa, teria se perdido. Contudo, a versão não convenceu muito a família, principalmente, por não conhecer as supostas companhias da adolescente e por ela ter sido “largada” sem rumo.

Dinah Belizário contou com ajuda de policiais da base comunitária local. Após ser orientada, conseguiu contato com sua família. A menor mora com a mãe no bairro de Ponta Negra. Familiares disseram que aguardam que a estudante se acalme para que possa explicar detalhes do desaparecimento. Também não está descartada a possibilidade da família buscar ajuda da Delegacia Especializada em Capturas (Decap), para investigação do caso.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sol disse:

    Esta estória está muito estranha!!!!

Fraternidade realiza encontro para jovens no feriadão na Grande Natal‏

avanca2

No fim de semana de feriadão entre os dias 15 a 17 deste mês, a Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus promove o encontro para jovens “Avança Para Águas Mais Profundas” na Casa de Retiro em Parnamirim. Durante os três dias os jovens vivenciarão momentos de espiritualidade com lazer, orações, interatividade e intimidade com Deus.

As inscrições para o Encontro são limitadas e os interessados devem ter entre 14 e 28 anos e realizar a inscrição no valor de R$ 40 (incluindo hospedagem e alimentação) na sede da Fraternidade, na rua Júlio Gomes Moreira, 1312, Barro Vermelho ou pelo email [email protected]

avanca1A programação contará com momentos especiais com provas radicais, luau, encenação teatral, louvor, adoração e missa, com a presença de padres e jovens missionários da Fraternidade.

Acampamento-2-044O Encontro é aberto para jovens que já caminham em grupos ou movimentos das diversas paróquias e comunidades da Arquidiocese de Natal, ou aqueles que ainda não tiveram experiências com a fé católica e desejam vivenciar momentos de interação através de dinâmicas e reflexões sobre a fé e o papel jovem na igreja e no mundo.

Sinpol volta à se reunir com Governo nesta quarta para discutir pontos pendentes

O SINPOL convocou os servidores do ITEP e policiais civis para Assembleia Geral nesta quarta-feira (30), às 18 na sua sede, para discutir o resultado de reunião que acontecerá pela manhã com representantes do Governo. A audiência, marcada para às 10h na Secretaria de Administração e Recursos Humanos, deverá trazer respostas com relação a pontos ainda pendentes.

O Governo, por exemplo, ficou de fazer levantamento do impacto financeiro quanto à atualização da tabela salarial dos agentes e escrivães e apresentar uma resposta de quando seria possível fazer a implantação. O SINPOL cobrará ainda resposta sobre a retirada total de presos das delegacias, implantação do serviço de limpeza terceirizada nas unidades, assim como melhoria das condições de trabalho, com estruturação dos prédios e aquisição de armamentos e equipamentos.

No caso do Itep, buscará saber quando o projeto para criação da Lei Orgânica e Estatuto seguirá para a votação na Assembleia Legislativa, já que o Grupo de Trabalho que vem fazendo levantamentos no órgão deverá concluir isso até esta quinta-feira, 31, segundo cronograma informado pelo Estado.

O SINPOL enviou Ofício à governadora Rosalba Ciarlini na semana passada destacando que a suspensão da greve aconteceu devido ao compromisso assumido pela gestora e portanto ao voto de confiança dado pelas categorias. O documento reforça ainda o pedido de arquivamento da Ação judicial proposta pelo Governo em desfavor do SINPOL, bem como a urgente devolução dos salários cortados (com reposição integral das horas devidas em razão da paralisação pelos trabalhadores), além de solicitar uma audiência com a chefe do Executivo.

Sinpol-RN

Henrique Alves anuncia R$ 10 milhões para Natal em audiência com o prefeito Carlos Eduardo

STU_4559O presidente da Câmara dos deputados, Henrique Eduardo Alves, anunciou nesta quarta-feira (23) que o Ministério do Turismo vai destinar R$ 10 milhões para ações de drenagem, pavimentação e recapeamento asfáltico em vários bairros de Natal. O anúncio foi feito durante audiência com o prefeito Carlos Eduardo Alves. O secretário-chefe do Gabinete Civil, Sávio Hackradt, também participou do encontro.

Os recursos foram assegurados pela Ministra do Planejamento, Miriam Belchior em conversa por telefone com o presidente Henrique Alves e com o prefeito Carlos Eduardo. O valor do convênio deverá ser repassado ao Ministério do Turismo ainda este mês. “O projeto já está pronto. Só não tínhamos os recursos”, disse o prefeito. “É um apoio expressivo do deputado Henrique Alves e que vai ajudar muito a melhorar a qualidade de vida de milhares de natalenses”, reconheceu o prefeito. Carlos Eduardo disse ainda que vai buscar apoio de outros parlamentares da bancada federal do Rio Grande do Norte para Natal.

Henrique Eduardo Alves também conversou com o Secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, sobre a aprovação das contrapartidas da prefeitura de Natal para os projetos de mobilidade urbana da Copa 2014, já aprovados pela Caixa Econômica Federal. O prefeito também pleiteou o apoio de Henrique Alves para ampliação do teto do Programa Minha Casa Minha Vida na capital potiguar. Para este ano estão previsto R$ 9 milhões e 4 mil habitações. Em 2014 Carlos Eduardo quer construir 12 mil unidades habitacionais em Natal.

Henrique Alves e Carlos Eduardo Alves também acertaram um encontro, em Natal, na próxima segunda-feira (28), com o arquiteto Jorge Arraes, autor do projeto de revitalização do porto do Rio de Janeiro, “Porto Maravilha”, para discutirem uma parceria para a revitalização dos bairros da Ribeira Rocas e Santos Reis. A revitalização, em parceria com a iniciativa privada, viria com a retirada dos tanques da Petrobras Distribuidora e a construção de novos equipamentos na área voltada para o rio Potengi como: Museu da Rampa, Mercado das Rocas,  Comando do 3º Distrito Naval, nova sede do DNOCS na antiga estação de trens da Ribeira, já restaurada, além do terminal de passageiros de cruzeiros marítimos no porto de Natal. A destinação da área ocupada pela Petrobras Distribuidora, de propriedade das forças armadas, também vai ser discutida com os comandantes militares.

Prefeitura busca no BNDES financiamento para construção de Centro Administrativo

17817O prefeito Carlos Eduardo voltou à sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro, na tarde desta quinta-feira (17), a fim de reforçar a solicitação para que Natal seja incluído no Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais (PMAT). Essa adesão vai permitir à Prefeitura avançar no projeto de construir seu Centro Administrativo. No BNDES, Carlos Eduardo se reuniu com o chefe do Departamento de Infraestrutura da área social do Banco, Marcelo Fernandes, acompanhado dos secretários municipais de Planejamento, Virgínia Ferreira, e de Meio Ambiente e Urbanismo, Marcelo Toscano.

A Prefeitura do Natal gasta anualmente R$ 4 milhões de reais com aluguéis de imóveis particulares para abrigar os órgãos e secretarias do poder Executivo municipal. Para minimizar essa despesa, o prefeito Carlos Eduardo pretende iniciar o projeto de construção do Centro Administrativo do Município. Desde o inicio de sua gestão, ele vem buscando os recursos para viabilizar a iniciativa. “O BNDES é um parceiro de Natal e está colaborando bastante nesse processo de recuperação da cidade. Por isso, confiamos na aprovação dos nossos projetos”, afirma o prefeito.

O PMAT, além de incrementar as receitas municipais, vai permitir que a Prefeitura obtenha recursos para o inicio das obras do Centro Administrativo. De acordo com a secretária de Planejamento de Natal, a comitiva do Poder Executivo municipal foi apresentar ao representante do BNDES a proposta de inclusão do projeto do Centro Administrativo ao financiamento. Virgínia Ferreira informou que o terreno que vai abrigar os prédios fica ao lado da Ponte Newton Navarro, na margem próxima à Redinha, e já está liberado pelos órgãos ambientais. O projeto do empreendimento também já foi elaborado pela equipe do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e apresentado aos técnicos do Banco pelo secretário Marcelo Toscano.

Virgínia Ferreira destaca que a concretização do Centro Administrativo vai representar uma economia significativa aos cofres municipais não só com aluguéis de imóveis, mas com combustível e outras despesas correntes da administração. A secretária disse que a equipe do BNDES gostou dos apontamentos feitos pela equipe da Prefeitura e garantiu que vai agilizar todos os processos para a aprovação do financiamento. Agora, os técnicos do Poder Executivo municipal vão elaborar em 15 dias um novo projeto, já com a adequação e inclusão do plano do Centro Administrativo, para apresentar novamente aos membros do Banco Nacional de Desenvolvimento Social. “Saímos do encontro satisfeitos e vamos, agora, acelerar nosso trabalho”, enfatiza a titular da Sempla.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ronaldo disse:

    Porque não aproveita o prédio do Hotel Reis Magos para, quem sabe, ser a Prefeitura ou um local para eventos municipais,ou ligados ao turismo municipal. Natal não deveria perder este prédio que faz parte da memória histórica recente do município. E está localizado próximo ao futuro Centro Administrativo municipal, e em um local privilegiadíssimo.

  2. primo das primas disse:

    Inteligente projeto, boa proposta e otima localização. Aluguel é ralo de dinheiro publico, melhor pagar juros ao BNDS.

Rosalba faz apelo para que Sinpol encerre greve e inicie nova fase de diálogo pacífico nesta quinta

A Governadora Rosalba Ciarlini recebeu o presidente e a vice presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Djair Oliveira e Renata Pimenta, na sede da Governadoria na noite desta quarta-feira, 9 de outubro, para a sexta reunião entre a categoria e o Executivo, visando o encerramento da greve que já dura dois meses.

A reunião começou com um pedido formal de desculpas feito pelos dois dirigentes do Sinpol à Governadora, em função das agressões dirigidas contra a pessoa dela nas últimas manifestações ocorridas no entorno da Governadoria.

Ao longo de todo o encontro, as duas partes demonstraram sensibilidade com os transtornos causados à população com a paralisação e acenaram para o interesse de que o movimento fosse encerrado imediatamente.

Ao lembrar do fato de que todos os servidores públicos são pagos pelo povo e a ele deve prestar serviço, a Governadora fez um apelo ao Sinpol para que a categoria retorne imediatamente ao trabalho e assim seja aberta uma nova fase de diálogo pacífico, referente às reivindicações da categoria que ainda não foram atendidas pelo Executivo, já a partir desta quinta-feira.

A Chefe do Executivo potiguar aproveitou o momento para repassar, ao lado da comissão de negociação do Governo, todos os pontos que já foram atendidos na pauta apresentada pelo Sinpol, especialmente a remoção de presos das delegacias (de 400 para 13, atualmente), além das melhorias de condições de trabalho, nomeadamente a reforma de delegacias e a entrega de coletes e armamentos.

Ao lado do secretário de Administração, Alber Nóbrega, do Consultor Geral José Marcelo, do Secretário de Segurança Aldair da Rocha, do Controlador José Anselmo e do Delegado Geral Ricardo Sérgio, a Chefe do Executivo potiguar pediu diversas vezes a compreensão do Sinpol para o momento de dificuldades financeiras que o estado do Rio Grande do Norte atravessa, lembrando da impossibilidade (inclusive frente a outras categorias trabalhistas) do reajuste salarial pedido pelo Sindicato.

A Governadora anunciou ao longo da reunião – e pediu a parceria do Sindicato para a formulação de propostas – as melhorias que serão implementadas no setor de segurança pública com a chegada do Programa Brasil Mais Seguro, do Governo Federal, e do financiamento conseguido pelo Estado junto ao Banco Mundial, no qual o setor será contemplado, além das áreas de saúde e educação.

Com o fim do movimento, Rosalba Ciarlini se comprometeu com o Sinpol a formar uma comissão que trabalhará, a partir desta quinta-feira, para avaliar caso a caso e abonar o corte de ponto administrativo feito antes da decisão da Justiça.

Outra garantida dada pela Governadora é a de que não haverá qualquer retaliação aos funcionários que estiveram em greve durante todo esse período – uma manifestação legítima e garantida por lei.

Por fim, a Governadora se mostrou preocupada com os servidores que estão passando por dificuldades financeiras, por não receber salários, e fez um último apelo ao Sinpol que encerre o movimento imediatamente.

Os dirigentes do Sinpol informaram à Governdora que fariam uma assembleia com a categoria na noite desta quarta-feira e informariam a decisão tomada ao Executivo o mais breve possível.

Funcionários que trabalham no Porto encontram corpo com marcas de tiros no Rio Potengi

A Polícia Militar, através do 1º Batalhão, confirmou o encontro do corpo de um homem, com marcas de tiros, no início da noite dessa terça-feira (1), as margens do porto de Natal, no Rio Potengi.

Segundo a PM, funcionários visualizaram o corpo no local e acionaram a Polícia. A vítima era de cor morena e tinha aproximadamente 1,70m. Informações dão conta que a vítima pode ser um homem desaparecido no fim de semana, no Paço da Pátria, na mesma região.

Caçador encontra corpo em decomposição em matagal de Natal

Um caçador, “personagem” incomum para uma capital como Natal, acabou encontrando um corpo em decomposição na noite desta segunda-feira (30), em uma área de matagal na região do bairro Guarapes, na Zona Oeste.

Segundo a Polícia Militar, o corpo, praticamente com os ossos expostos, do sexo masculino, foi encaminhado pelo Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) para realização da perícia.

Greve da Polícia Civil e Itep: Sinpol-RN se reúne com Sesed nesta quinta

DSCN5806 (Custom).JPG_miniOs representantes dos servidores do Itep e policiais civis terão audiência com o secretário de Segurança e Defesa Social, Aldair da Rocha, às 11h30 desta quinta-feira (11). O agendamento foi feito pelo próprio gestor que disse não poder dar resposta sobre a pauta flexibilizada aprovada pelas categorias e encaminhada ao Governo na segunda-feira (09), porque ainda se encontra em Brasília e só retornará à noite.

Segundo o titular da Sesed, ele só pode se pronunciar após receber retorno do chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado, que já teve acesso ao documento deste o final da tarde da segunda-feira (09). O sindicato ressalta que já que atendeu a solicitação do Governo, encaminhado a pauta flexibilizada e os gestores já tiveram tempo hábil para as análises, o ideal seria retomar o diálogo com toda a cúpula governamental que vinha participando da mesa de negociação.

Sinpol-RN

Governadora Rosalba recebe ministro da Agricultura na Base Aérea

A governadora Rosalba Ciarlini recebeu o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, no início da tarde desta sexta-feira (6), na Base Aérea de Natal.

No estado, o ministro assinará a instrução normativa reconhecendo o RN como zona livre da febre aftosa com vacinação. O evento ocorrerá no Parque Aristófanes Fernandes, às 15h.

Natal sedia 1º encontro nacional de Direito Médico

Natal sediará dias 12 e 13 de setembro, o 1º Encontro Nacional de Direito Médico, reunindo alguns dos maiores especialistas da área, como o ex-presidente do TJPR, des. Miguel Kfoury, autor de diversas obras sobre responsabilidade civil médico-hospitalar, e o médico Genival Veloso, maior nome da medicina legal da América Latina, autor de dezenas de livros.

O presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto d’Avila, falará sobre os polêmicos Mais Médicos e Lei do Ato Médico. Do estado palestrarão o secretário de saúde Luis Roberto, Procurador-Geral Miguel Josino, Consultor-geral José Marcelo, Procurador-Geral do MPTCE, Luciano Ramos, pres. do CRM Jeancarlos Fernandes, corregedor do CRM Armando Otávio, des. Virgílio Macedo, juiz Bento Herculano e promotora Iara Pinheiro. As inscrições podem ser feitas pelo site www.direitoeprocesso.com.br

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Nogueira disse:

    Parece-me uma redundância esse termo "Direito médico". Só quem tem Direito, sabemos todos, são os médicos. Os pacientes não tem, já que não podem reclamar do atendimento, até porque a falta de atendimento é sua maior grita. O Estado não tem, já que nem mesmo controlar a frequência dos ditos profissionais ele pode fazer sob pena de greve. Vai ser um convescote para matar saudade e passar o tempo.
    Agora quando quiserem debater Direito a saúde, aí sim deve bombar.

    • Tiago Cortez disse:

      Sou Advogado e percebo diariamente a falta de profissionais qualificados no mercado potiguar, decisões controversas e reivindicação dos médicos e pacientes. pacientes referentes a erro médico e médicos referente a estrutura.

Prefeitos da Região Metropolitana de Natal discutem soluções para problemas comuns

16903

O prefeito Carlos Eduardo participou na manhã desta terça-feira, 13, do Seminário promovido pelo Parlamento Comum da Região Metropolitana de Natal, com o tema “Agenda Metropolitana”. O evento, que começou nesta segunda-feira (12) e termina nesta quarta-feira (14), está sendo realizado no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com a presença de todos os representantes dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Natal: Parnamirim, Extremoz, Monte Alegre, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Maxaranguape, Ceará-Mirim, Nísia Floresta, São José de Mipibu e Vera Cruz, além da própria capital. Também participam parlamentares, autoridades, especialistas e estudantes.

“É de grande importância que o Parlamento Comum promova sempre esses eventos porque não podemos mais adiar o Projeto da Região Metropolitana de Natal, que está pronto há seis anos, precisando apenas ser atualizado, ressaltou o prefeito Carlos Eduardo. “Eu acredito que o representante do Governo do Estado deve levar o que foi discutido aqui à governadora Rosalba Ciarlini, porque a participação dos prefeitos neste seminário mostra a força e a disponibilidade, senão não estaríamos aqui”.

Ainda segundo o prefeito de Natal, os discursos e problemas abordados pelos representantes dos demais municípios referem-se à Saúde, Educação, Trânsito, Transporte e Segurança. “São os mesmos problemas, o que falta é discutir em conjunto as soluções”, destacou. Na área de habitação popular, outra política pública citada no seminário, Carlos Eduardo informou que a Prefeitura do Natal já está construindo 1.072 apartamentos nos bairros Planalto e Pajuçara e que mais 18 projetos devem ser contratados até o fim do ano com a Caixa Econômica Federal. “Acredito que até lá estaremos construindo um total de 4.664 unidades habitacionais”, revelou.

“O desenvolvimento da Região Metropolitana é o início do sonho que todos nós sonhamos”, definiu o prefeito da cidade de Parnamirim, Maurício Marques. Por sua vez, o prefeito de Extremoz, Klaus Rego, lembrou que os municípios têm problemas de cidades grandes e receitas de cidades pequenas. “Se a gente não se unir, esses problemas vão aumentar”. Da mesma forma se expressou o prefeito de São José de Mipibu, Arlindo Dantas: “A unificação dos prefeitos é o mais importante para que tenhamos uma boa relação de trabalho e dedicação, a fim de que possamos fazer o grande trabalho de que a Região Metropolitana necessita”.

O prefeito de Vera Cruz, João Paulo, levantou a bandeira da Saúde, salientando um pleito coletivo para levar ao Governo do Estado, até para desafogar o atendimento do Hospital Walfredo Gurgel. O prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues, apontou em seu pronunciamento que, no momento, não existe integração nenhuma no sentido de resolução dos principais problemas. “É preciso que se trabalhe para que o Projeto da Região Metropolitana não fique só na teoria”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maurício Giovani disse:

    Será que eles estão discutindo problemas para acabar com a roubalheira? Vamos acabar com ela e colocar esse magote de cabras safados na cadeia.