Geral

Médico brasileiro investigado por assédio sexual no Egito deve ficar detido por mais 4 dias

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Egito informou, nesta terça-feira (1º), que prorrogou, por mais quatro dias, a detenção do médico de Porto Alegre investigado por assédio sexual no país. Victor Sorrentino foi detido a caminho do aeroporto do Cairo, no domingo (30), quando tentava deixar o país.

O incidente envolvendo uma vendedora egípcia aconteceu no dia 24 de maio, em uma loja onde são vendidos papiros, usados no Egito Antigo para a escrita. (Veja vídeo acima.)

No dia seguinte (25), Victor voltou ao local para pedir desculpas e gravou um novo vídeo.

Segundo o MP, o médico insultou uma vendedora com insinuações sexuais, “violando os princípios e valores da sociedade egípcia e a santidade da vida privada da vítima”.

A defesa do médico disse que ele estava em um prédio público do governo egípcio, equivalente a uma procuradoria de Justiça do Brasil, e podia se comunicar com quem quiser.

Na noite de segunda (31), horário de Brasília, o órgão egípcio havia mantido a detenção de Sorrentino até esta terça, quando as investigações seriam retomadas.

A advogada do médico, Amanda Bernardes, disse não ter informações sobre o caso no momento. “A gente sabe que vai ter outra audiência amanhã [quarta (2)]”, disse ao G1 Patrícia, irmã e assessora de comunicação de Sorrentino.

O setor consular da Embaixada do Brasil no Cairo disse ao G1 que “não divulga informações sobre cidadãos brasileiros”.

O Itamaraty informou que “as autoridades brasileiras no Egito estão prestando assistência consular cabível ao cidadão”.

Pergunta de duplo sentido

No primeiro vídeo gravado enquanto visitava a loja de papiros, no dia 24, o médico faz perguntas de duplo sentido, com conotação sexual a vendedora.

Sorrentino aparece perguntando, em português, a egípcia no bazar: “Vocês gostam mesmo é do bem duro, né?”.

No dia seguinte, o médico voltou ao local e conversou novamente com a vendedora. Sorrentino publicou os vídeos numa rede social e diz que havia sido “uma brincadeira brasileira”. Ela afirmou que a situação provocou “uma confusão”.

“Quando você falou do papiro, não precisa ficar vermelha, quando você falou do papiro largo, você falou, assim, ‘ah, tem que ser duro’, aí eu brinquei “ai, então é duro’, e “tem que ser grande”, grande e duro, grande e duro é uma brincadeira, você sabe”, explica o médico para a vendedora.

Sorrentino alegou ainda que está acostumado a brincar desse jeito com amigos e familiares no Brasil.

Após o médico explicar a situação, a vendedora disse em espanhol que estava “tudo bem”, acenou com a cabeça e que foi uma “piada”.

Segundo informações divulgadas pelo MP do Egito, a mulher preferiu seguir com o processo criminal contra Sorrentino, por causa dos danos que causou ao publicar as imagens nas redes sociais.

Ao analisar as imagens do vídeo, o MP informou que a vendedora parecia não entender a conotação do que era dito, mesmo falando português.

“Ficou claro no clipe que a menina foi ridicularizada e parecia sorrir distraída, sem saber do abuso verbal”, explicou na nota.

A Unidade de Monitoramento e Análise de Dados do MP egípcio iniciou a apuração após a repercussão do vídeo no país.

Sessão no MP

Na sessão realizada na segunda (31), o médico teria alegado que se dirigiu à vendedora com frases com conotações sexuais e que publicou o vídeo como uma piada. Segundo o MP egípcio, Sorrentino se desculpou com a vítima depois da repercussão do caso.

Um tradutor especializado foi ouvido na audiência, confirmando o teor das falas do brasileiro, de acordo com a acusação.

Punição improvável

Ao G1, o especialista em direito internacional Fabrício Pontin comentou que Sorrentino pode ser julgado tanto sob a lei islâmica quanto sob a legislação civil. Contudo, o professor da Universidade La Salle não acredita na possibilidade de prisão do médico.

“Acho muito difícil ele sofrer uma punição de prisão no Egito, ser preso e cumprir pena no Egito”, disse.

Pontin avalia que o brasileiro deverá pagar uma multa, podendo ser deportado ao Brasil, após negociação entre autoridades diplomáticas dos dois países.

Com G1

Opinião dos leitores

  1. Faz 1 semana que esse médico bolsonarista é notícia em todo país, mas o blog só soube hoje.
    Ainda falam em isenção.

    1. Tomaaaa, tá pensando que no Egito é igual ao Brasil sem leis.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Estrangeiro com covid é detido no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante ao tentar embarcar sem máscara

O Saiba Mais – Agência de Reportagem, destaca que um homem adulto de nacionalidade estrangeira e com resultado positivo para covid-19 tentou embarcar na manhã desta sexta-feira (26), no Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, na região Metropolitana de Natal. Ele também se recusou a usar máscara. Houve tumulto entre passageiros após a insistência do homem em embarcar.

As informações foram confirmadas, através de nota oficial, pela empresa administradora do terminal aéreo, Inframerica, que acionou a Polícia Federal. O homem foi levado por agentes para uma sala isolada no aeroporto e detido pela PF e pela Anvisa, chamada para que os protocolos sanitários fossem realizados. A equipe de limpeza do aeroporto também foi acionada para uma desinfecção total com produtos de higienização de UTI hospitalar das áreas do terminal.

Funcionários que tiveram contato com o homem serão orientados e monitorados pela Anvisa.

Veja mais detalhes AQUI em reportagem completa.

Opinião dos leitores

    1. Quem é quê preferiu construir estádios ao contrário de hospitais??? O FDP LADRDO CONDENADO LULA , quando alguém da sua família estiver passando mal ,vá naquele estádio lindo que não serve pra nada , só para o ladrao Lula TER ROUBADO

    2. Cara, qual o problema de vcs, é Bolsonaro e Lula em todas as notícias, vão se tratar!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

VÍDEO – (FISCALIZAÇÃO – COVID): Gerente de bar em Ponta Negra é detido após denúncia e é libertado sob pagamento de fiança de R$ 5 mil

Na noite da última sexta-feira(19), antes do início das novas medidas de restrição na capital e no Rio Grande do Norte, uma equipe do “Pacto pela Vida” se dirigiu a um bar em Ponta Negra após uma denúncia de aglomeração no local e consumo de bebida alcóolica. Na ocasião, em meio a muita discussão, o gerente acabou detido acusado, segundo o Boletim de Ocorrência, de ameaça e por “insuflar” os funcionários contra a equipe de fiscalização.

Após a ocorrência, o gerente foi autuado por infringir determinação do poder público, destina a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa, e ainda por opor-se à execução de ato legal, mediante violência ou ameaça a funcionário competente para executá-lo ou a quem lhe esteja prestando auxílio. Em resumo, liberdade sob pagamento de fiança de R$ 5 mil.

Veja vídeo cedido abaixo:

Opinião dos leitores

  1. O povo está vendo quem são os verdadeiros ditadores e quem são seus inimigos. E pensam que isso vai cair no esquecimento?

  2. Parabéns governadora Fátima, vc é exemplo de coragem a ser seguido.
    Parabéns aos bravos servidores que arriscam a vida para salvar nosso povo.
    Parabénsao servidores que em trabalho remoto se empenham para dar conta da extraordinária carga de trabalho.

    1. Puxa saco e babão. Tudo farinha do mesmo saco. Incompetente e corruptos é isso que a maioria é.

  3. Um monte de SERVIDORES PÚBLICOS, recebendo em casa, as custas da sociedade, aplaudindo a ação contra quem queria apenas trabalhar.
    Ohhh bando de SERVIDORES PÚBLICOS continuem achando bom até o dinheiro faltar para vocês também.
    Ao contrário do que pensa os ESQUERDOPATAS, Dinheiro não dá em árvore, e a conta vai chegar para todos.

  4. Muito bom, o RN caminhando rapidamente para ser um exemplo da Venezuela no Brasil.
    O sindicato dos bares e restaurantes já anunciaram a demissão de 3 mil empregados devido ao lockdown. O restaurante camarões anuncia enorme dificuldade financeira e sinaliza com a demissão de 500 funcionários. É só o começo!
    Onde está toda verba repassada pelo governo federal? Ela existe, mas nas desculpas daqueles que tomam conta das finanças do estado, não. É a realidade sendo distorcida pelas versões.
    Quantas famílias sentindo o peso opressor do governo estadual, fechando e isolando.
    Não teve hospital de campanha, não teve aumento de leitos, não teve aumento de equipe médica, existiu os R$ 5 milhões enviados e perdidos ao consórcio nordeste, mais R$ 1,5 milhões na compra de ventiladores quebrados. Tudo isso é de conhecimento público.
    Não foram tomadas as medida necessária no combate a pandemia e a culpa de tudo é dos outros, jogando a responsabilidade local para todos, do povo ao governo federal.
    O STF decidiu que os governadores e prefeitos eram os responsáveis direto pelo combate a pandemia desde maio de 2020.
    Mas no RN a chibata só no lombo de quem trabalha, emprega e produz.
    Onde estão os deputados do RN que são totalmente apáticos e omissos diante de tudo isso?

  5. Parabéns Governadora Fátima e todos os servidores que estão empenhados em fazer valer a proteção da vida, o bem maior.

  6. O dito "cidadão de bem", em tese, deveria respeitar as leis, se não as respeitou, está sujeito a esse tipo de situação como qualquer outro que não às cumpre.

  7. Engraçado é que nas eleições não morria ninguém né, hipocritas, a doença existe é perigosa, agora punir a classe mais sofrida é ser desonesto. E ainda tem gente concordando com algumas arbitrariedades, esquerda é um lixo de ideologia.

  8. Até uma hora dessas nenhuma convocação para o pessoal vir tomar as vacinas, quanta incompetência deses governantes. Os postos de saud cheios de vacina e nao tem um chamado pra população vir tomar a primeira dose que é a última orientação ai só assim baixaria as idades pra se vacinar e diminuiria gradativamente os casos de internação.

  9. Só 5 mil ? era para ser 20 mil só assim ele seria mais responsável, ele sabe que estamos em uma situação de risco, onde estão morrendo gente todos os dias.

  10. O governo comuno/bolivariano está instituído no RN, com instituições que deveriam defender a sociedade, cooptados por interesses pessoais de elguns de seus membros.

  11. Enquanto isso no clube dos oficiais da polícia militar ( Rodrigues Alves) , o povo jogando BEACH TÊNIS , LOTADO

    1. Rapaz, se isso for verdade, que vergonha (e descumprimento do decreto)! Agora se vc n tiver provas, pode dar ruim pra vc.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Comerciante é detido por anunciar ‘churrasco grátis pra quem matar João Doria’ em restaurante na Zona Sul de SP

Foto: Acervo pessoal

Um comerciante foi detido nesta quinta-feira (4) em São Paulo por anunciar em seu restaurante “um ano de churrasco grátis pra quem matar o João Doria Jr”. O anúncio estava em um cartaz na frente da churrascaria La Casa de Parrilla, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo.

O dono do estabelecimento, um homem de 40 anos, foi levado por policiais para o 96º Distrito Policial (DP), no Itaim Bibi, onde foi registrado um termo circunstanciado por incitação ao crime. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o comerciante vai responder em liberdade.

“Ele prestou depoimento e se comprometeu a comparecer em juízo. A autoridade policial solicitou perícia para a lousa e encaminhou o caso ao Juizado Especial Criminal (Jecrim)”, disse a SSP em nota.

A incitação à morte de alguém é um crime previsto no Código Penal com pena de detenção de 3 a 6 meses ou multa. Como é considerado um crime de pequeno potencial ofensivo, o juiz pode optar por penas alternativas, a pedido do Ministério Público, como prestação de serviços à comunidade.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), virou alvo de críticas de donos de bares e restaurantes por conta das medidas restritivas impostas pelo Plano São Paulo, que determina as regras da quarentena estadual.

O fechamento de todo o comércio aos finais de semana foi estabelecido pelo governo em 22 de janeiro, após uma sequência de aumento nos números de casos e mortes por coronavírus no estado. A regra valeria até o dia 7 de fevereiro, mas o governo de São Paulo suspendeu nesta quarta-feira (3) o decreto e voltou a permitir o funcionamento de restaurantes aos sábados e domingos.

Empresários donos de bares e restaurantes ligados à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) fizeram nesta terça-feira (2) um protesto na Avenida Paulista contra as medidas restritivas impostas ao setor.

G1

Opinião dos leitores

  1. E aquele grupo de alunos da UERN que trocaram mensagens falando em matar Bolsonaro?? Como tá o processo?

    1. Vige como ze gado ta afobado.
      Kkkkkkkkkkk
      Kkkkkkkkk
      Isso tem nome.
      Desequilíbrio emocional, derrota que só amulesta essa semana.
      Aí bate o desespero.
      Kkkkkkkkkk
      Tchau BB, chorão.
      Cadê o resto da turma??

    2. ZéGado vá morar em Cuba, lá tem o mundo que você deseja para o Brasil e leve todos seus amigos apoiadores de corruptos junto.

  2. Hummm.. Interessante… aconteceu alguma coisa com os jovens que jogaram com a "cabeça" de Bolsonaro? Só curiosidade…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Japonês de 71 anos é detido por ligar 24 mil vezes para reclamar de operadora de telefonia

Foto: Tomohiro Ohsumi

Um aposentado japonês foi detido por supostamente ter feito 24 mil ligações para reclamar do serviço prestado por uma operadora de telefonia, informaram a polícia e a imprensa local nesta terça-feira.

Segundo a polícia de Tóquio, Akitoshi Okamoto, de 71 anos, foi detido na semana passada por ter ter feito centenas de ligações durante oito dias para um número gratuito do serviço de atendimento ao cliente da operadora KDDI.

Mas esta pode ser apenas a ponta do iceberg: de acordo com a imprensa, o idoso teria feito milhares de ligações de um telefone público para expressar sua insatisfação com a empresa e ofender os funcionários de atendimento ao cliente.

— Ele exigia que os empregados da KDDI pedissem desculpas por violação de contrato. Também costumava desligar rapidamente depois de fazer a ligação — afirmou uma fonte da polícia.

O aposentado foi detido sob a acusação de “obstrução fraudulenta de negócios”, disse a mesma fonte.

O Japão registra um crescente número de problemas sociais provocados pelo rápido envelhecimento da população.

Os motoristas mais velhos provocam acidentes de trânsito com frequência e as empresas ferroviárias reclamam dos casos de violência contra funcionários protagonizados por clientes idosos.

Extra, com AFP

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem é detido após quebrar vidro de carro de desconhecido na Zona Sul de Natal, entrar no veículo e dormir no banco do motorista

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um homem invadiu um carro na madrugada desta segunda-feira (14) no bairro de Candelária, na Zona Sul de Natal e dormiu do lado de dentro. Na ocorrência, o acusado quebrou o vidro da porta do passageiro para entrar no veículo e foi encontrado pelo dono do automóvel já pela manhã.

Segundo a polícia, o acusado foi abordado por um vigilante e , na ocasião, afirmou que era o proprietário do automóvel. Só não contava com a chegada do dono, que desmentiu o homem que apresentava sinais de alteração a ser esclarecida.

O homem foi levado para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, onde o delegado o autuou pelo dano provocado ao carro. Além do vidro estilhaçado, a maçaneta também foi arrancada.

Com acréscimo de informações do G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

FOTO: Professor entra armado com besta na Secretaria de Educação do Distrito Federal e é detido

(Foto: Ana Rayssa/CB/D.A. Press)

Um professor de música de 53 anos foi detido, nesta sexta-feira (15), após chegar armado ao prédio da Secretaria de Educação do Distrito Federal e pedir para falar com o responsável pela pasta, Rafael Parente.

A segurança do órgão agiu e o deteve. A Polícia Militar foi acionada e o homem, levado algemado. Em seguida, o prédio onde funciona a secretaria, no Setor Bancário Norte, foi isolado.

Informações da secrearia são de que o homem estava armado com um facão e uma besta, arma que lança flechas e também foi utilizada no ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na última quarta-feira (12/3).

Segundo a Polícia Militar, o fato de o professor estar muito alterado e parte da besta ter sido vista fez com que os seguranças agissem e acionassem a corporação.

Professor afastado

O incidente foi confirmado por Parente por meio do Twitter. Em uma segunda mensagem, também na rede social, o secretário informou que o professor foi afastado por determinação do governador em exercício, Paco Britto.

A Secretaria de Estado de Educação do DF emitiu nota. Leia:

“A Secretaria de Estado de Educação do DF informa que um professor, armado com uma faca e uma besta com cinco setas, entrou na Sede I do órgão, no Ed. Phenínia, Setor Bancário Norte, no final da manhã desta sexta-feira (15). Ele subiu até a assessoria do gabinete, no 12ª andar. Funcionários perceberam o cabo da besta para fora da mochila que ele carregava e acionaram a Polícia Militar. Dois policiais chegaram rapidamente e o renderam. O professor não chegou a utilizar as armas. A ocorrência foi registrada na 5ª Delegacia de Polícia.”

Correio Braziliense

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Suspeito de realizar furto em farmácia é detido pela Guarda Municipal no Alecrim

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) prenderam na noite do sábado (1º), um suspeito de realizar furtos numa farmácia situada na avenida Alexandrino de Alencar, no bairro do Alecrim, zona Leste da capital. O detido foi identificado pelos guardas municipais pelo nome de Alex Faustino de Lima, 37 anos.

Na oportunidade, a guarnição realizava patrulhamento na área comercial do bairro do Alecrim quando foi acionada pelo segurança da farmácia alertando para o crime que estava sendo praticado por Alex Faustino. Os guardas municipais chegaram ao local e de imediato detiveram o suspeito que passou por revista pessoal na tentativa de encontrar algum tipo de arma, porém não foi achado nada semelhante.

Com o suspeito foi identificado os produtos retirados das prateleiras da farmácia, quando foi dada a voz de prisão a Alex Faustino pela prática de crime de furto. Os guardas municipais verificaram no sistema de mandado de prisão e de foragido da justiça se havia alguma notificação relacionada ao detido, mas nada foi encontrado.

Alex Faustino de Lima foi conduzido pelos guardas a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrada a ocorrência e concluída a ação da prisão em flagrante delito, ficando o suspeito à disposição da justiça. A prática do crime de furto é passível de reclusão de um a oito anos.

http://natal.rn.gov.br/noticia/ntc-29596.html

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

VÍDEO: Juiz aposentado é detido no Rio de Janeiro após desacatar agentes de segurança

Um juiz aposentado foi autuado após desacatar um policial militar e um guarda municipal em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, na noite de segunda-feira (26).

De acordo com informações do projeto Rio + Seguro, os agentes de segurança foram abordados e ofendidos pelo magistrado, que teria se incomodado com uma viatura da Guarda Municipal parada na calçada do condomínio onde mora.

Ao receber voz de prisão, o juiz aposentado xinga e responde ao PM: “Preso está você”.

Ele foi detido e levado para a 13ª DP (Ipanema), onde continuou a ofender os policiais. O caso foi encaminhado ao Jecrim (Juizado Especial Criminal).

Em junho deste ano, o magistrado já havia sido detido após atirar na direção de um vizinho, salvo graças a um portão.

R7

Opinião dos leitores

  1. O que for de juiz, promotor e procurador que a polícia do Rio tiver de prender, que então prenda logo.
    A partir de 1°/Jan de 2019, com um juiz no comando do governo estadual, a prisão dessa gente fica quase impossível.

  2. Quanto mais conheço o Brasil mais decepcionado fico com a maioria das alminhas sebosinhas que existem no puder. PQPaís de merda

  3. Esse é nosso lindo judiciário, os deuses na terra. Depois morre, a família vai na televisão dizer que era um grande homem.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

‘Titã’ da indústria automotiva, presidente brasileiro da Renault-Nissan, Carlos Ghosn, é detido por fraude fiscal

Getty Images

O brasileiro Carlos Ghosn, presidente da gigante automobilística Nissan, foi detido em Tóquio, no Japão, por suspeita de fraudes financeiras.

A montadora afirmou, em nota, que conduziu uma investigação interna por vários meses e descobriu que Ghosn “subnotificou seus rendimentos” às autoridades.

“Numerosos outros atos de conduta imprópria foram descobertos, como uso pessoal dos ativos da companhia”, diz o comunicado.

A empresa acrescentou que vai retirar o executivo do cargo.

“A Nissan pede desculpas por causar grande preocupação aos nossos acionistas e parceiros.”

A nota acrescenta que a companhia está fornecendo informação aos promotores públicos do Japão e cooperando com as investigações.”

Quem é Carlos Ghosn?

Além de ser presidente da Nissan, Ghosn também é presidente e diretor-executivo da Renault e da Mitsubishi Motors, empresas com quem a Nissan tem parceria.

O executivo é considerado um “titã” da indústria automobilística há quase 20 anos. Nascido no Brasil, com ascendência libanesa e cidadania francesa, ele foi responsável por uma reviravolta dramática na Nissan no início dos anos 2000, quando a empresa de automóveis estava à beira da falência.

Apelidado de “assassino de custos” nos anos 1990 por cortar empregos e fechar fábricas, sua reputação foi consolidada depois que a estratégia foi bem-sucedida.

O status de herói foi tão difundido no país que sua trajetória foi ilustrada em mangás, as famosas histórias em quadrinhos japonesas.

R7, com BBC Brasil

Opinião dos leitores

    1. É não Luiz Carlos, antes de ser rico, ele é CORRUPTO, com certeza não é eleitor de Bolsonaro, se alinha muito a esquerda e seus membros, como a turma da JBS, Odebrecht, OAS, Camargo Correia entre tantos outros ricos que davam sustentação através da corrupção do PT.

    2. Sr Luiz , e os Nordestinos que votaram no Capitão 17 são RICOS ??? de fé, de esperança, de liberdade, de amigos e de bom senso.

  1. EITA CARA BURRO, FOI FAZER MUTRETA NO PAÍS ERRADO. SE FOSSE NESSAS TERRAS, IRIA AGUARDAR O TRÂNSITO EM JULGADO DOS CRIMES OU SEJA, AGUARDARIA O RESTO DA VIDA EM LIBERDADE E NEGANDO OS CRIMES COMETIDOS.
    QUEM SABE TERIA ATÉ TORCIDA ORGANIZADA PARA CHAMÁ-LO DE INOCENTE.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Detido, ator global Fábio Assunção afirma não ter dinheiro para pagar fiança de R$ 30 mil; audiência de custódia é a esperança

Foto: Guilherme Machado/UOL

Um dos protagonistas da série “Onde Nascem os Fortes” (Globo), o ator Fábio Assunção, 46, deixou no início da tarde desta quinta-feira (3) o distrito policial para participar de uma audiência de custódia no Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo.

Assunção foi detido após bater seu carro contra outros dois nos Jardins. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhado para a 78ª DP, na rua Estados Unidos, também nos Jardins.

A Polícia Militar, afirmou que Fábio Assunção foi autuado por embriaguez ao volante e deve pagar fiança no valor de R$ 30 mil para responder pelo crime em liberdade. De acordo com o advogado do ator, Theodoro Balducci, Assunção não dispõe dessa quantia.

“Ele tinha se proposto a conseguir os R$ 30 mil, mas o delegado não quis esperar. Agora estamos indo para a audiência de custódia. Esperamos reverter essa situação de prisão”, disse Balducci.

Acompanho por seu advogado, Assunção deixou a delegacia por volta das 13h30 em direção ao fórum. As audiências de custódia permitem ao juiz a possibilidade de, frente a frente com a pessoa presa, analisar de forma mais cautelosa as circunstâncias da prisão.

Balducci afirmou que o exame toxicológico ainda não teve resultado, mas ele sustenta o argumento de que o ator não estava bêbado. Durante a parte da manhã, Assunção deixou a delegacia por volta das 8h40 e levado para o IML Central (Instituto Médico Legal), onde foi submetido a exame de corpo de delito. Ele retornou ao 78° DP por volta das 9h40.

De acordo com reportagem do UOL, empresa do Grupo Folha, que edita a Folha, ao retornar do exame o ator afirmou que havia ido a uma farmácia e a situação era lamentável. “Fui na farmácia e bati no carro da frente, foi só isso. Estou sendo levado de um lado para o outro. Não faço a menor ideia”. […] “Lamentável! Gente, preciso realizar o que está acontecendo, porque realmente é lamentável isso.”

A PM informou que o ator apresentava sinais visíveis de embriaguez, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro no local do acidente.

OUTRAS DETENÇÕES

Em junho de 2017, Fábio Assunção foi preso em flagrante na cidade de Arcoverde (sertão de Pernambuco), sob acusação de dano qualificado ao patrimônio público, desacato a autoridade, desobediência e resistência a prisão.

Em nota oficial, a polícia informou que o ator teria se envolvido em uma briga no Pátio de Eventos da cidade e ficado agressivo. No caminho, os policiais foram informados que Fábio estava ameaçando duas jovens.

Ao tentar ser conduzido para a delegacia, novamente o ator ficou agressivo e se negou a entrar na viatura, sendo necessário o uso de algemas. Quando os policiais o colocaram na viatura, ele quebrou o vidro traseiro do carro.

Em um dos vídeos que circulou na internet, ele apareceu no chão, sendo ofendido por moradores, que o acusaram de “acabar com o São João” da cidade. Em outro vídeo, Assunção aparece pedindo para “chamar o sargento” porque quer “olhar no olho dele”.

F5 – Folha de São Paulo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Acusado de dirigir sob efeito de álcool e desacatar PMs, coronel da reserva é detido na Grande Natal

Um coronel da reserva pertencente a Polícia Militar foi detido nessa terça-feira (7), acusado de desacato contra policiais militares do 4º Batalhão que realizavam abordagens em suspeito no bairro Parque dos Coqueiros até a estrada da estrada de Genipabu, no município de Extremoz, local do desfecho.

Segundo os PMs envolvidos no caso, o coronel Odilson Leandro Borges reclamou da viatura parada na rua e ainda insultou os policiais. Depois da situação constrangedora, os militares do 4º Batalhão ainda precisaram atirar nos pneus do veículo em que se encontrava o militar da reserva, logo em seguida ele sendo algemado.

Informações dão conta que o coronel da reserva apresentava sinais de embriaguez, sendo conduzido a Delegacia de Plantão Zona Norte.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns aos policiais envolvidos é a Polícia cortando na própria carne!!!

    Se errou tem que ser punido, não importa quem seja !!!!

    A lei e a Justiça são para todos, pelo menos deveriam ser!!!!

  2. Interessante…, se a PM não agisse seria corporativismo.., ai quando age ainda recebe críticas.., vá entender…

  3. Ai eu pergunto, pra que tanta truculência por parte dos pm's?
    Será que se fosse um carro cheio de marginais a ação seria essa?
    Precisava algemar o coitado só pq ele reclamou da porta da viatura aberta?
    Acho que a PM tem que rever os seus conceitos e começar a treinar melhor esse pessoal que lida direto com o público.
    #ficadica.

    1. caro totinha , qual foi a truculência ? só pq a PM algemou o Coronel PM ? se os PMs nada tivessem feito , vc ou alguém iria dizer " é Coronel nada fazem " só sabe da situação quem presência os fatos .

    2. Caro Totinha, em nenhum momento houve truculência por parte da PM's e essa confusão não foi apenas pq ele reclamou da porta da viatura aberta. Conheço os policiais que estavam na ocorrência e infelizmente nem tudo que acontece é transmitido pela imprensa até para evitar a retaliação. Acho que vc não sabe como é uma ocorrência desse porte quando envolve um oficial e praças. Antes da gente criticar é bom saber realmente o que aconteceu.

    3. Na verdade Totinha não era apenas para ter algemado. Como ele tinha sinais claros de embriaguez era para ter sido preso em flagrante já que hoje fica dispensado o exame de bafômetro para lavratura dos procedimentos penais. Como era um Coronel PM…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Soldado da PM é detido acusado de estuprar a ex-namorada

Foi preso nesta manhã de quinta-feira (20), um policial militar suspeito de estuprar sua ex-namorada, na cidade de Santa Cruz. O soldado foi detido para averiguação. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o crime teria ocorrido no dia 29 de agosto, no apartamento do PM.

Segundo o delegado Silva Júnior, o suspeito obrigou a vítima a entrar no carro dele, e depois seguiu para sua residência e manteve relações sexuais com a jovem. A ex-namorada teria sido coagida a obedecer às ordens do policial sob ameaça de uma arma. E que depois do crime, ele ainda teria ameaçado publicar fotos íntimas na internet.

Em depoimento prestado à Polícia Civil nesta manhã, o suspeito negou as acusações e alegou que a relação foi consensual. O soldado da PM disse também que mandou as mensagens por ciúme.

 

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia detém mais um suspeito de participar do sequestro de Popó Porcino

A Polícia Civil deteve, no início da tarde desta quarta-feira (25), mais um homem suspeito de participar do sequestro de Popó Porcino. A detenção, realizada pela Deicor, aconteceu por volta das 14h, em um condomínio de luxo na zona sul de Natal.

De acordo com a polícia, o homem é o que aparece nas imagens feitas pela InterTV Cabugi em um veículo vermelho que estava visitando a casa que serviu de cativeiro em Parnamirim.

Mais informações em instantes

Fonte: Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Casal é detido após ser flagrado fazendo sexo oral no meio de rua

Estadão:

Um casal foi flagrado ao praticar sexo oral no meio da rua na cidade de Rolândia, na região norte do Paraná, na noite desta segunda-feira. Populares que passavam pela Rua Topázio, na Vila Oliveira, acionaram a Polícia Militar por volta das 22h. O casal estava em uma rua em frente a uma residência do bairro.

A corporação enviou uma equipe ao local para checar a denúncia. Os agentes pediram que o casal parasse com o ato obsceno, mas eles não obedeceram e ainda xingaram os policiais, segundo informou a tenente Janine Luana Oliveira.

O homem de 43 anos e a mulher de 37 foram detidos e levados para o 15º BPM, onde foi feito um termo circunstanciado por ato obsceno e desacato a autoridade.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *