Investigação sobre Felipe Santa Cruz racha OAB

Foto: Reprodução/Facebook

A investigação sobre possíveis irregularidades na decisão de Felipe Santa Cruz de conceder pensão a um ex-funcionário da OAB causou um racha no Conselho Federal da entidade, que reúne representantes da advocacia das 27 unidades da federação.

Ontem, os presidentes das seccionais da Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina não ratificaram uma nota de apoio lançada pelos dirigentes dos demais estados a Santa Cruz.

A nota diz que o presidente da OAB é “possuidor de confiança e exerce com firmeza a liderança da advocacia e da sociedade brasileira, propugnando pela defesa dos valores democráticos e republicanos”.

A opinião está longe da unanimidade dentro da classe.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Esse gordinho presidente da OAB nacional tem que ser investigado pelo MPF, pois o caboclo é mais enrolado do que papel higiênico.

  2. Gildo disse:

    Se esse gordinho pegar Covid…bem acho que ele ficaria em maus lençois.

  3. Armário porto mirim flat. disse:

    Comunista caviar.

  4. Pistoleiro Moral disse:

    Esse aí merece estar no colo do capeta já

  5. Mgil disse:

    Assinar a nota significa ratificar os atos de gestão tidos por ilegais. Depois vai dizer que não sabia?

  6. Luciana Morais Gama disse:

    Onde a esquerda entra, só entra pra dividir, nunca unir.

“Ganho uma carta de alforria, graças a Deus”, diz Joice Hasselmann em meio ao PSL rachado

Joice Hasselmann se manifestou após ser destituída da liderança do governo no Congresso.

“Eu ganho uma carta de alforria. Graças a Deus!”, afirmou a deputada do PSL à Folha. “Estou feliz da vida.

Joice reclamou da forma como a troca na liderança foi feita e disse que sequer foi comunicada. “Ninguém teve a dignidade de vir falar comigo e me avisar.”

Hasselmann disse também:

“Passei esse tempo todo servindo ao governo de forma leal. Inclusive, deixando de cuidar do meu mandato para gerir crises e apagar incêndios. Abri mão da minha família. (…) Em alguns momentos, tive que engolir sapo para defender coisas com que eu não concordo.”

“Ele [Eduardo Bolsonaro] é desagregador. Mas quando o governo quer dar tiro no pé, fazer o quê? Eu, para proteger o presidente, não entrei nisso. Não poderia colocar a minha assinatura numa loucura dessa. Mas porque eu assinei a lista de apoio ao [Delegado] Waldir, vem essa retaliação.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo Costa disse:

    Carta de alforria? Imagine o trabalhador brasileiro

  2. PITANGA disse:

    Pega fogo, CABARÉ! Onde andam os eleitores do Bozo?! Provavelmente em busca de um buraco pra enfiar a cara… EU AVISEI!

    • Jv disse:

      Tá aqui um eleitor do Bolsonaro, sem arrependimento nenhum. E já previa que tudo isso poderia acontecer. Porém prefiro todas essas presepadas, do que ter uma seita governando o nosso país.

  3. EU QUERO A DIPLOMAMATA QUE PAPAI PROMETEU disse:

    👇🏿💣🔥

    Está difícil acompanhar a briga do PSL sem ficar desatualizado. Só hoje (e o dia ainda está longe de acabar) já foi mantido o líder do partido, trocada a líder de governo, trocados cinco vice-líderes, suspensos três deputados…

  4. Alaca disse:

    Dos que estavam na foto da oração com Bolsonaro pós -eleição, já rodou uma galera!

  5. hein? cuma? disse:

    Vivia babando pelas mídias… "meu capitão isso, meu capitão aquilo… o 01 é o máximo, o 02 é excepcional"… Daí começa a bandear pra outro lado, querendo morder mais do que cabe na boca e vem com conversa fiada, mais uma, entre vários, que escalaram nas costas do Presidente para se eleger e agora colhem os frutos da traição!

  6. André Fortes disse:

    "A gente foi tratado que nem cachorro desde que ele ganhou a eleição. Nunca atendeu a gente em porra nenhuma. (…) Ele só liga na hora que ele precisa de favor pra foder com alguém." — Deputados do PSL grampeados falando do mito.

Justin Bieber é preso em Miami por disputar racha e dirigir bêbado

justinbieberAMUGJUstinO dia não começou bem para Justin Bieber. Após aproveitar a noite com amigos em um strip club de Miami, ele acabou preso por dirigir em alta velocidade, bêbado e sob a influência de substâncias não identificadas.

De acordo com o TMZ, Bieber pilotava uma Lamborghini amarela na madrugada desta quinta-feira (23). A turma que o acompanhava bloqueou os cruzamentos de uma avenida residencial para que o adolescente fizesse um “racha” com outros carros. Mas a polícia local interrompeu a diversão.

O jornal Miami Herald diz que Bieber dirigia sob a influência de alguma substância não identificada. Já o TMZ relata que o cantor foi submetido a um teste de bafômetro e acabou reprovado.

Após a identificação do estado de embriaguez, ele foi levado para a delegacia, onde está passando por exames para identificar precisamente o nível de álcool em seu sangue. Fontes do site americano dizem que o próximo passo é a detenção e a possível discussão sobre fiança.

Estadão

Decisão do PT de apoiar pré-candidatura de Larissa Rosado racha partido em Mossoró

A decisão da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores de definir o apoio da legenda à pré-candidatura da deputada Larissa Rosado (PSB), em Mossoró, foi recebida com frustração por uns e com naturalidade por outros da cúpula potiguar. O pré-candidato petista à Prefeitura de Natal, deputado Fernando Mineiro, um defensor da candidatura do reitor da Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa), Josivan Barbosa (PT), considerou a resolução “equivocada”. “Não há alternativa. É uma decisão que considero equivocada porque acho importante criar uma alternativa para os eleitores da cidade. Mas como não foi possível, paciência”, lamentou o parlamentar. A recepção com “naturalidade” ficou por conta da deputada federal Fátima Bezerra, considerada uma articuladora de peso em favor de Larissa. “A hora agora é de muita serenidade, de procurar construir uma unidade dentro do partido e cumprir a orientação do PT nacional”, limitou-se a dizer a petista.

Na última quinta-feira (24), a Comissão Executiva do PT oficializou, durante reunião em São Paulo, a determinação para que o partido apoie Larissa Rosado à Prefeitura. Como o diretório municipal tem confrontado as recomendações para ceder espaço ao PSB na cidade no intuito de ganhar o aliado em São Paulo – com a candidatura de Fernando Haddad – o diretório nacional já avisou que fará uma intervenção, em caso de insistência com a candidatura própria à sucessão da prefeita Fafá Rosado (DEM).

O diretório do PT de Mossoró havia decidido pela candidatura própria no dia 18 de março, durante prévia da legenda, quando a maior parte dos filiados decidiu pelo lançamento da candidatura de Josivan Barbosa. A decisão foi um claro aceno ao diretório nacional de que pretendia resistir a intervenções no município. O impasse gerado no PT de Mossoró foi provocado porque o PSB exigia o apoio do PT em Mossoró (RN), Duque de  Caxias (RJ) e Recife (PE), para garantir a reciprocidade em São Paulo, onde os petistas disputam a Prefeitura com a candidatura do ex-ministro da Educação Fernando Haddad.

Com isso, caciques do PT, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estariam trabalhando para que a legenda apoie nomes do PSB nestas três cidades. A  Executiva do partido deu a palavra final na quinta-feira, quando os dirigentes aprovaram uma resolução na qual afirmaram que vão “propor o apoio do PT à candidatura do PSB na cidade de Mossoró/RN”. Além disso, destacaram que a legenda vai apresentar um candidato a vice-prefeito para compor a chapa majoritária. Josivan rechaça essa possibilidade e anunciou que se retira da campanha eleitoral em Mossoró. De qualquer maneira, haverá também uma articulação para que petistas e pessebistas estejam coligados na disputa por vagas na Câmara Municipal.

Josivan não admite Larissa Rosado

O reitor da Ufersa, Josivan Barbosa de Menezes, que tinha sido escolhido para disputar a prefeitura pelo PT, descartou qualquer possibilidade de estar junto ao PSB na campanha eleitoral deste ano. Para ele, não existe como ele apoiar a pré-candidatura da deputada Larissa Rosado. Josivan afirmou ainda que não tem interesse em participar da elaboração do plano de governo da pessebista e descartou projeto de sair candidato à Câmara Municipal. “Politicamente, não me interessa participar da campanha.”

“Descarto a possibilidade da candidatura a vereador. Vou trabalhar muito na implantação do curso de Medicina na Ufersa e fortalecer o PT no Médio e Alto Oeste”, disse Josivan Barbosa, acrescentando que terá uma reunião com os diretórios do PT local e estadual, na qual se discutirá o redirecionamento da legenda no Oeste, Médio Oeste e Alto Oeste. “Esse é o projeto. Não guardo mágoas nem rancores”, afirmou. Diante do novo cenário político imposto ao PT de Mossoró, o ex-pré-candidato Josivan Barbosa de Menezes afirmou que o seu objetivo se volta ao fortalecimento do partido na região, bem como contribuir com a chapa de vereadores em Mossoró.

Barbosa, que iria renunciar ao cargo de reitor da Ufersa, disse que não faz sentido abrir mão dos últimos dois meses de mandato na Reitoria. “Não tem sentido renunciar ao mandato. Vou concluir.”

Com relação a projetos políticos, disse: “o sonho não acabou. Caminhamos nos primeiros passos para uma gestão municipal diferente e pela qual podemos apenas adiar esse projeto”, concluiu.

Diretório quer apoio dos filiados

Pela manhã, às 11h, o presidente local do PT, Rômulo Arnaud, concedeu entrevista à imprensa e disse que o diretório municipal do partido decidirá hoje o dia em que anunciará oficialmente apoio à pré-candidatura de Larissa Rosado. Sobre a participação do PT na chapa majoritária, Arnaud comentou que a legenda não tem um nome definido pelo fato de ter caminhado, até a noite da quinta-feira passada, com o projeto da candidatura própria. Contudo, frisou que, a partir do momento em que a executiva nacional deliberou pela aliança com o PSB e que o PT indicaria o candidato a vice-prefeito, esse nome será escolhido em reuniões futuras.

Rômulo disse também que o apoio do PT ao PSB não está condicionado à indicação do candidato a vice-prefeito. “Não se condiciona, mas é claro que, pela importância do PT, acho que seria interessante. Obviamente que vamos dialogar, mas é óbvio que teremos a participação mais sólida na chapa com o PT indicando o vice”, comentou, acrescentando que o tempo de rádio e TV que os petistas acrescentam ao PSB “será considerado pelos que estão à frente da pré-candidata Larissa.”

O presidente local do PT disse ainda que espera que os petistas que defendiam candidatura própria passem a apoiar a deliberação anunciada pela executiva nacional. Ele comentou frase feita pelo jornalista Crispiniano Neto, que afirmou que os petistas que apoiarem aliança com o PSB seriam considerados traidores.

“Não sei quem está traindo quem, mas espero que respeitem as deliberações”, disse. Para ele, a executiva nacional tem metas traçadas para fortalecer a base. E disse que não há nenhuma garantia de que o partido apoiará futuras candidaturas em Mossoró. “Cada eleição é particular.” Rômulo Arnaud disse ainda que, como Josivan Barbosa tem afirmado que não será candidato a vice-prefeito, ele não vê impedimento para que o reitor da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) pleiteie vaga na Câmara Municipal.

PSB não assegura vaga de vice para petistas

O apoio do PT à pré-candidatura da deputada estadual Larissa Rosado ao Palácio da Resistência não garante aos petistas a indicação do candidato a vice-prefeito. A deputada federal Sandra Rosado, que coordena a pré-campanha pessebista, afirmou que Larissa tem dito que a questão do companheiro de chapa será discutida por todos os partidos que formam a aliança oposicionista em Mossoró. Segundo a deputada federal, é natural que o PT mossoroense reivindique participação na chapa majoritária e o fortalecimento da chapa proporcional.

Para Sandra Rosado, a questão envolvendo o tempo de rádio e TV que o PT proporcionará ao PSB – apesar de ter sido apontado como ponto forte para os petistas indicarem o vice de Larissa Rosado – não pode ser vista sob a ótica de pressão. Disse que a aliança PSB/PT não se baseou em tempo de propaganda eleitoral. “A nossa aliança se baseia nos nossos ideais”, afirmou, acrescentando que a discussão relacionada ao companheiro de chapa do PSB não será travada sob esse aspecto. Com relação à posição anunciada pela executiva nacional do PT, Sandra Rosado analisa que a decisão corresponde à aliança que existe entre os dois partidos no âmbito nacional. “Foi uma atitude pela parceria, pelo apoio à campanha na construção e consolidação do desenvolvimento do Brasil”, disse.

Com o apoio do PT ao PSB, Sandra Rosado conseguiu concluir o projeto inicial da pré-campanha de Larissa Rosado à Prefeitura de Mossoró: unir os partidos de oposição em um só lado. Ela disse que chegou a ser mal interpretada, embora tenha manifestado claramente esse desejo. “Não fui ao embate, pois queria o debate para fortalecer a luta”, afirmou.

Ainda segundo a deputada federal, outros partidos que fazem oposição ao governo local ainda podem entrar na aliança. Ela não citou quais as legendas. Disse que, embora não possuam representação no Congresso Nacional, esses partidos são importantes. “Respeitamos os grandes e os pequenos partidos, pois representam uma fatia da sociedade.”

Sobre os petistas que apoiaram a pré-candidatura de Josivan Barbosa à Prefeitura de Mossoró afirmarem que vão trabalhar pelo “voto camarão” – no qual se deixa de votar no candidato a prefeito – Sandra Rosado disse: “Mossoró vive outro momento. Por que vamos negar apoio à uma candidata que tem aprovação da presidente do Brasil?”.

Fonte: Tribuna do Norte

Racha entre um Audi e um Camaro causa atropelamento e mata o vice-campeão brasileiro de jiu-jítsu

Foram indiciados sob suspeita de homicídio doloso os dois motoristas do Audi A3 e do Chevrolet Camaro que disputaram um “racha” que causou a morte do lutador de jiu-jítsu Kaio César Alves Muniz Ribeiro, 23, em Campinas (93 km de SP), na madrugada desta sexta-feira. As informações são do “Jornal Hoje”, da Rede Globo.

Segundo a polícia, o lutador morreu após ser atropelado pelo Audi, que invadiu a calçada em alta velocidade e acertou Ribeiro, que estava em um telefone público. O atropelamento aconteceu na avenida Júlio Prestes, no bairro do Taquaral.

Ribeiro era vice-campeão brasileiro e campeão paulista de jiu-jítsu. Ele foi levado em estado grave ao hospital Municipal Dr. Mário Gatti, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 2h.

Reprodução/Facebook
O vice-campeão brasileiro de jiu-jítsu Kaio Ribeiro, em foto do seu perfil no Facebook, ao lado da namorada
O vice-campeão brasileiro de jiu-jítsu Kaio Ribeiro, em foto do seu perfil no Facebook, ao lado da namorada

Segundo o “Jornal Hoje”, a empresária de 42 anos que dirigia o Audi A3 foi para a cadeia feminina de Paulínia. Já o empresário de 32 anos que dirigia um Camaro e tentou fugir do local do acidente foi encaminhado para a cadeia do 2º DP de Campinas. Havia ainda um passageiro em cada carro, que não foram presos.

Os dois motoristas foram indiciados sob suspeita de homicídio doloso, embriaguez ao volante e racha –o motorista do Camaro também foi indiciado por fuga de local de acidente. Eles não têm direito à fiança, segundo a polícia.

De acordo com a polícia, ambos apresentavam sinais de embriaguez e forte odor etílico. Apenas a motorista do Audi aceitou fazer o teste do bafômetro, quatro horas após o acidente. O resultado foi de 0,42 mg/L de sangue, acima do permitido por lei.

Folha.com

As pesquisas capitaneadas por Sidarta Ribeiro e demais estavam "fora de foco", afirmou Nicolelis

O trabalho e a capacidade de Miguel Nicoleli ninguém e louco de discutir, a importância do instituto, ainda mais no estado do Rio Grande do Norte é motivo de orgulho e de aplausos seja lá de quem for,  gostando ou não do Cientista. Agora acredito que fique uma lição disso tudo para Nicolelis, que maior do que qualquer um aqui, só tem ele. DEUS.

Na minha opinião a entrevista do Cientista aumentou o buraco entre ele e a equipe que está deixando o IINN, se o interesse era colocar panos quentes, o resultado vai ser o inverso. Só aguardarmos. Segue reportagem da Tribuna do Norte:

O neurocientista Miguel Nicolelis deu a sua versão sobre a saída de oito pesquisadores da UFRN do Instituto Internacional de Neurociências de Natal, em entrevista coletiva realizada ontem à tarde. Nicolelis confirmou que a parceria foi interrompida porque as pesquisas realizadas pelo grupo da UFRN não estavam de acordo com as áreas pesquisadas pelo Instituto e por discordâncias sobre as regras de uso dos equipamentos de pesquisa. Segundo o cientista, o fim da parceria não traz nenhum prejuízo para o Instituto de Neurociências.

(mais…)

O jornalismo de Porta de cadeia anseia pelas explicações de Nicolelis

O hiato entre os cientistas Miguel Nicolelis e Sidarta Ribeiro ainda vai repercutir muito.

Para amanhã (não há hora confirmada e local ainda), o Nicolelis promete coletiva de imprensa na qual vai explicar sua versão do acontecido nas entranhas do Instituto Internacional de Neurociências de Natal. A Folha de São Paulo já deu o aperitivo.

Noticiou o racha na equipe. Nove, de dez cientistas, saíram em debandada. Pegaram os equipamentos da UFRN e foram para o campus, para a Cidade do Cérebro.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Independente de qualquer coisa, é uma pena que cientistas de qualidade e que estão trabalhando em nosso estado estajam brigando e divergindo. Só quem perde é o RN.

  2. Meu caro e inteligente blogueiro: "Nico" NUNCA me enganou. Falastrão, prepotente, midiático e egocêntrico. Como é que um cara que se auto-intitula candidato a um nobel, tem tempo de manejar uma ferramenta tão fútil e macunaímica quanto o twitter ??? Ele é, com sua promessa furada do homem cibernético na copa de 2014 (algo que já foi "pensado" muito antes dele, diga-se de passagem), a "cara" que permeia Natal !!!

  3. Freitas disse:

    Por favor, alguém pergunta aí a este nobre e popular cientista por que é que ele não deixa o seu laboratório nos EUA e vai trabalhar no Nordeste Brasileiro?! Por que ele não divide com os pesquisadores da UFRN as pesquisas feitam por aqui?

  4. Rafael Ferraz disse:

    nicodelis,nicodelis….tsc tsc

Racha feio no Instituto de Neurociências

Folha de São Paulo:

Em contato com uma pessoa próxima ao trabalho do instituto e Nicolelis, o blog apurou que a convivência com cientista é praticamente impossível. “Excêntrico e complicado”, disse o interlocutor.

O cientista queria dizer como tudo devia ser feito. E agora, como fica a situação do IINN, bancado também por verbas públicas?

Sidarta não quer comentar as declarações, mas o casamento de quase 10 anos não vai terminar tão silenciosamente assim. Podem apostar. Segue Reportagem da Folha de São Paulo:

A dupla de neurocientistas Sidarta Ribeiro e Miguel Nicolelis, cofundadores do Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra (IINN), que na década passada prometeram revolucionar a ciência brasileira, se separaram nesta segunda-feira (25). Os dois cientistas decidiram seguir caminhos diferentes, com um dos integrantes, literalmente, pegando suas coisas e se mudando.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carolina disse:

    Até onde eu saiba, todo esse racha não está em nada definido. Não criemos o satanás da hora. Ponderemos. Cada cientista tem um ponto de vista que deve ser respeitado. Críticas vindas de membros externos, que não conhecem o cotidiano do laboratório, tampouco os envolvidos na questão, só servem para destruir uma bela ideia que vem se concretizando ao longo desses anos todos em Natal. Não estou ao lado de nenhum dos dois. O meu lado é o da ciência! E fazer ciência em um estado que não valoriza o pesquisador, é entristecedor.

  2. benicio disse:

    É a elite doentia do Brasil que não se conforma com o Instituto estar instalado em Natal. Aliás, a Folha de FHC, ARTHUR VIGILIO, Serra, J. Agripino, Flinto Rodrigues e BG, é o maior exemplo dessa classe elitista que sonha em retornar ao poder e destruir aquilo que Lula fez. É uma vergonha!!