Esporte

VÍDEO: Presidente do Atlético de Alagoinhas se descontrola e ataca radialista em programa

Campeão baiano após derrotar por 3 a 2 o Bahia de Feira, no mês passado, o Atlético de Alagoinhas agora é centro de uma confusão envolvendo o presidente do clube, Albino Leite, e o jornalista Reinaldo Silva, da Rádio 93 FM de Alagoinhas. Na última quinta-feira (10), durante a apresentação do programa Conexão Notícias, o radialista e o presidente do Carcará tiveram uma discussão acalorada. O jornalista acusa Leite de agressão verbal e de ter tentado agredi-lo fisicamente ao final do programa. A origem da discussão partiu de um comentário feito pelo radialista criticando um suposto não repasse de valores da premiação aos atletas do time alagoinhense.

Silva diz que recebeu uma denúncia no domingo (6) de que os jogadores do time estavam se queixando que a Federação Baiana de Futebol (FBF) já havia repassado o dinheiro da premiação para o presidente e à diretoria, mas eles ainda não tinham recebido o pagamento. “Alguns jogadores se dirigiram até mim dizendo que estavam com salários atrasados e sem receber a premiação. Fiz o comentário na rádio, na quinta-feira (10) e, no mesmo dia, o presidente falou com o diretor da rádio pedindo direito de resposta amigavelmente”, conta.

“Ele já chegou dizendo que eu deveria ter ligado para ele, levantando a voz, me ameaçando. Depois do programa ele retornou ao estúdio para tentar me agredir. Foi uma atitude desastrosa”, complementa.

Em trechos do vídeo da entrevista, é possível ver o cartola bastante irritado, dando tapas na mesa e se dirigindo ao jornalista em tom alto. “Você não tá falando com cachorro aqui não, p… Me respeite. Me obedeça, seu p… Você faz uma merda dessa com o Atlético de Alagoinhas e quer que eu faça o que?”, diz. O momento acalorado ocorre logo após o radialista interrompê-lo dizendo que o tempo de entrevista havia acabado. Em outro vídeo, de imagens internas da rádio, dá para ouvir a discussão de Albino Leite com o radialista, e um trecho em que o presidente é contido por um rapaz que se identifica como policial.

O jornalista Reinaldo Silva informou que vai registrar boletim de ocorrência contra Albino Leite e já está recebendo suporte e orientações de advogado particular e do Sindicato dos Trabalhadores em Rádio, TV e Publicidade do Estado da Bahia (Sinterp). “Sou atleticano, sempre vesti a camisa do Atlético e esse cidadão me vem com essa truculência”, lamenta.

Na tarde desta segunda-feira (14), o clube publicou uma nota de esclarecimento em seu perfil do instagram assinada por Albino Leite. Nela, o presidente alega que a diretoria do Alagoinhas Atlético Clube “foi surpreendida com uma denúncia, divulgada no programa Conexão Notícias, da emissora de rádio 93 FM de Alagoinhas, acerca do não pagamento da premiação aos jogadores pela conquista do campeonato baiano e greve do elenco” e que, durante a entrevista, ao “questionar a ausência da apuração prévia”, foi interrompido diversas vezes, de forma “deselegante”.

“Ouvi do apresentador frases do tipo: ‘Não tenho obrigação de ligar para ninguém’ e ‘a denúncia foi feita e eu jogo no ar’. O apresentador chegou a orientar o operador de áudio a cortar o microfone que eu utilizava na condição de entrevistado. Posteriormente, tentou encerrar a minha participação com um abrupto ‘Seu tempo acabou!’”, destaca em nota.

O diretor do time, Luiz Matos Junior, saiu em defesa do presidente do clube. “Pegou informações erradas e fica dizendo que os jogadores falaram. Colocou palavras na boca dos outros, foi infeliz em dizer que o clube já tinha recebido a premiação completa e não pagou os atletas”, condena Matos. Sobre o repasse da premiação pela conquista do estadual de 2021, Matos diz que o Clube prometeu o valor integral de R$135 mil reais aos jogadores, e que já foi antecipado R$30 mil. Porém, segundo ele, o clube ainda aguarda o recebimento da quantia integral para pagar os atletas.

“A maioria da cidade está ‘escrachando’ ele (o jornalista). Não teve agressão, teve um aumento de voz pelos dois lados, mas ele (o jornalista) foi infeliz em parte maior, também tratou o presidente de forma exagerada”, defende Matos. De acordo com o diretor do time, o Clube promoverá uma live, ainda sem previsão, para prestar mais esclarecimentos aos torcedores.

O Sinterp também emitiu nota, repudiando o comportamento de Albino Leite e se solidarizando ao radialista Reinaldo Silva. “Lamentamos profundamente o desequilíbrio desse gestor de uma agremiação desportiva, sendo um péssimo exemplo para qualquer administrador, onde deveria estar apresentando justificativa plausível e convincente para todos os simpatizantes e torcedores do Clube Atlético de Alagoinhas no município de Alagoinhas”.

Correio 24 horas

 

Opinião dos leitores

  1. Eu não entendi nada o que esses dois ignorantes estavam discutindo,esse negocio de entrevistas de futebol sempre acaba nisso,basicamente por falta de assunto,o entrevistador fica insistindo e persistindo na mesma temática diversas vezes sempre criando algum tipo de desequilibrio emocional no entrevistado.

  2. O bom jornalismo procura apurar a informação, ouvindo os dois lados antes de publicar…. Isso é básico!

  3. Jornalista desrespeitoso. Paciência tem limites. Não é possível receber um convidado e tratá-lo como cachorro

  4. O apresentador está errado, na minha opinião. Ele era para ter procurado ouvir a diretoria do clube para entender o que estava ocorrendo. E não soltar uma notícia apenas com uma versão. E foi indelicado e deselegante com o convidado.

  5. Primeiro acusa sem provas, depois chama a pessoa pra se defender. Jogou duro o presidente, e na minha concepção estava certo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Fisioterapeuta ex-Comitê Olímpico ataca pelas redes sociais potiguar Júnior Groovador: “Paraíba”

O Portal Grande Ponto com Terra Brasil Notícias destaca nesta segunda-feira(31| que o ex-coordenador de Fisioterapia do Comitê Olimpo do Brasil (COB), Henrique Jatobá, atacou o músico potiguar Júnior Groovador pelas redes sociais.

Em comentário, Jatobá diz que Groovador é um “Paraíba”, como forma pejorativa de se referir ao Nordeste, e diz que o músico “nunca deveria ter saído da Paraíba”, em referência ao sucesso do artista em eventos nacionais e internacionais. VEJA AQUI destaque na mídia.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça determina quebra de sigilos de dados de hackers suspeitos de atacar sistema do TSE

A Justiça Eleitoral do Distrito Federal determinou a quebra dos sigilos dos dados de e-mail dos três brasileiros que são investigados por suposto ataque hacker ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um hacker português também é suspeito de ter participado do ataque.

A TV Globo apurou que o afastamento do sigilo dos dados atende a um pedido da Polícia Federal (PF) e se estende de janeiro até dezembro. A partir desse material, os investigadores querem estabelecer a relação dos brasileiros com o português.

No sábado (28), uma operação da PF e da polícia portuguesa prendeu em Portugal um hacker, cidadão português de 19 anos, que já estava há seis meses em prisão domiciliar no país por outros crimes cibernéticos.

A conexão entre o português e os brasileiros foi estabelecida a partir de postagens na internet e troca de mensagens com agradecimentos que citavam um grupo do qual os hackers brasileiros fazem parte.

O português teria enviado um link do TSE para os brasileiros em um chat. Após uma análise nos dados, os brasileiros teriam identificado uma área a ser atacada. Os policiais identificaram sete conexões no dia 15 novembro, quando foi realizado o primeiro turno da eleição, e dez no dia 19. Para os investigadores, isso mostra que os supostos ataques não foram efetivados por apenas uma pessoa, mas sim por um grupo de hackers.

A PF e o TSE avaliam que a tentativa de ataques no primeiro turno foi responsável pela instabilidade nos serviços do e-Título, aplicativo utilizado para justificar a ausência na votação e que apresentou problemas na votação do dia 15.

A partir do material apreendido, a PF vai tentar descobrir, por exemplo, se os hackers agiram por alguma motivação política.

Operação

A Polícia Federal cumpriu em São Paulo e Minas Gerais três mandados de busca e apreensão e três medidas cautelares que proíbem contato entre os investigados.

Os crimes apurados no inquérito policial são os de invasão de dispositivo informático e de associação criminosa, ambos previstos no código penal; além de outros previstos no código eleitoral e na lei das eleições.

No dia 15, primeiro turno das eleições municipais, um ataque hacker expôs informações administrativas do Tribunal Superior Eleitoral. Uma análise do TSE e da Polícia Federal sobre o ataque hacker mostra que, além de dados antigos de servidores divulgados no dia da eleição, os invasores também acessaram informações deste ano do Portal do Servidor. O portal tem dados como endereço e telefone – e nenhuma ligação com o sistema eleitoral.

A Polícia Federal afirmou que as investigações não encontraram nenhum elemento de que a apuração, a segurança e a integridade dos resultados da votação do primeiro turno das eleições municipais tenham sido prejudicadas. E que vai prosseguir investigando, com a ajuda da polícia portuguesa, se houve a participação de outras pessoas nos ataques.

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Cobra de sete metros ataca carro com família no Mato Grosso do Sul

Uma família que estava andando de carro por uma estrada de terra foi surpreendida por uma cobra de sete metros de comprimento que atacou o veículo. Caso aconteceu dentro de sítio nas proximidades da BR-163, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul .

A cobra foi encontrada pelo fazendeiro e por um outro funcionário que estavam olhando o pasto e o gado. Ao avistarem o animal, a dupla chamou a família para observar o réptil de dentro do carro.

Ao tentar passar com o veículo do lado da cobra, o carro em que o fazendeiro estava foi atacado. Confira:

Em entrevista ao G1, o fazendeiro que encontrou o animal disse que não é a primeira vez que a cobra é vista no local, dizendo que, há alguns anos, o réptil já havia sido encontrado nas proximidades do local.

Último Segundo – IG, com G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

José de Abreu ataca Regina Duarte: “Ideal para governo nazista”

José de Abreu soltou a língua nas redes sociais, neste domingo (19/01/2020) e fez uma série de postagens sobre Regina Duarte.

No Instagram, ele criticou a atriz e a possibilidade de ela aceitar ser a nova Secretária de Cultura do governo Bolsonaro, após demissão de Roberto Alvim, nessa sexta-feira (17/01).

“A mulher ideal para participar do governo nazista-homofóbico-miliciano”, escreveu no Instagram, ao postar uma frase da atriz em que ela chama Jair Bolsonaro (sem partido) de “doce”.

Foto: Reprodução

Briga antiga

A treta entre os dois atores é desde a época das eleições, em 2018. Vira e mexe, os figurões da TV Globo aparecem nas redes sociais trocando farpas.

Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Mais um motivo pra Regina Duarte aceitar o cargo. Xingamento dessa figura é elogio. Sugiro que o Metrópoles retifique o meche por mexe.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

VÍDEO: “Não tem credibilidade. Lamentavelmente, uma péssima imprensa que faz a Folha de S.Paulo”, diz Bolsonaro, ao comentar sobre secretário

Um dia depois de reportagem da Folha de S.Paulo mostrar que o chefe da Secom (Secretaria de Comunicação), Fabio Wajngarten, é sócio majoritário de uma empresa que recebe dinheiro do governo federal –incluindo a própria secretaria–, o presidente Jair Bolsonaro atacou o jornal. Em entrevista coletiva na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, ele afirmou nesta 5ª feira (16.jan.2020) que a Folha faz uma “péssima imprensa”.

“Quando a Folha de S.Paulo vai fazer uma matéria desfazendo a covardia que vocês fizeram com a Wal de Manbucaba [cidade na região de Angra dos Reis]? Porque, quando vocês falaram que ele estava trabalhando, ela estava de férias, conforme boletim informativo da Câmara. Então, a Folha de S.Paulo não tem crédito para acusar ninguém. Não tem credibilidade. Lamentavelmente, uma péssima imprensa que faz a Folha de S.Paulo. Outra pergunta!”, falou.

Os apoiadores que aguardavam Bolsonaro na saída do Alvorada aplaudiram o presidente e gritaram “é isso aí, é isso aí!”. Eles ficam separados da imprensa por uma grade que bate na altura da cintura e costumam vibrar com os ataques aos jornais proferidos por Bolsonaro.

“Com relação ao Fabio…”, disse a repórter da Folha de S.Paulo, tentando retomar a pergunta inicial e sendo interrompida pelo presidente:

“Cai fora, Folha de S.Paulo. Vocês não têm moral para perguntar!”

“Isso aí! Boa!”, reagiram os apoiadores.

Num outro momento da coletiva de imprensa, Bolsonaro foi indagado se não falaria sobre o secretário especial da Secom. Respondeu da mesma maneira:

“Você é da Folha. Folha, fora! Não quero conversa com a Folha!”

“Muito bem!”, disseram apoiadores.

A entrevista prosseguiu, e Bolsonaro mais tarde foi novamente indagado pela profissional da Folha de S.Paulo. O assunto àquela altura era decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, sobre juiz de garantias.

“Já falei que a Folha está fora”, disse Bolsonaro, sorrindo e olhando para seus apoiadores.

“Ihiii”, respondeu o grupo, aplaudindo e dando risos.

“Você não aprende que a Folha está fora? A Folha é 1 lixo! A Folha é 1 lixo! A Folha de S.Paulo, Datafolha: eu perderia para todo mundo no 2º turno. Vocês não têm vergonha na cara? Ainda vem aqui fazer plantão? Eu sei que você não é dona da Folha, está cumprindo o seu papel lá para tentar infernizar o governo. Qual a pauta positiva a Folha fez do governo até hoje? Nada. Zero. O 13º do Bolsa Família vocês não deram, na capa não apareceu nada. Se fosse do PT, que dava bilhões para a grande mídia o ano todo, estaria elogiando o Lula. Enquanto a mim é só pancada o tempo todo. Acabou a mamata, Folha de S.Paulo!”

FABIO WAJNGARTEN

Questionado por outro repórter se achava que o secretário especial Fabio Wajngarten deveria ser afastado do cargo, Bolsonaro falou:

“Cara, eu não vou te responder isso aí. Se for ilegal, a gente vê lá na frente. Mas, pelo que eu vi até agora, está tudo legal com o Fabio. Vai continuar, é 1 excelente profissional. Se fosse uma porcaria igual alguns que tem por aí, ninguém estaria criticando ele.”

Essa foi a última resposta dada por Bolsonaro aos repórteres, numa entrevista que durou 7 minutos e 40 segundos na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.

Diário do Poder

Opinião dos leitores

  1. Calma o Mito sabe o que esta fazendo
    Tem que apurar.
    Não é só porquê a "foia" levantou uma lebre, construiu sua narrativa, que quer dizer que seja verdade..
    Tem que apurar, pra que a pressa, deixem de chililiques, a verdade sempre aparece.
    O partido dos trambiqueiros passou 16 anos metendo a mão com força, muitos foram condenados, a maioria fora da cadeia e ainda dizem inocentes.
    O direito a defesa esta na constituição
    Tenham calma.

    1. Mito pode fazer o que quiser porque o pt TB fazia. Tá ok!

  2. “A Folha de S.Paulo não tem moral para acusar ninguém”. Palavras do presidente que já mentiu ao acusar brigadistas, ONGs, Leonardo di Caprio, mamadeira de piroca, kit gay e que deu 82 declarações falsas em apenas 68 dias, segundo levantamento de jornal.

    1. Bom mesmo para essas coisa era o VAGABUNDO MOR Dr.LULADRAO !!!!
      Esse fazia doação de dinheiro público para países sugadores ( DITADORES ) a fundo perdido …etc

    2. Não tem nada melhor para fazer do que ficar mentindo?
      Onde você estava quando foi enganado por 16 anos e foram estabelecidos os maiores índices de corrupção que o Brasil tem notícia?
      Quando foi que se preocupou a presidência quando tivemos no cargo criaturas sem a menor condição moral, por sinal, um já foi condenado, a outra está em vias disso.

    3. Vergonha Nacional, Lula é ladrão sim e tu é babão de político.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Bolsonaro critica MP do Rio, juiz que quebrou sigilos e compara Flávio a Neymar

Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro comparou, na manhã desta sexta-feira, o filho Flávio ao jogador de futebol Neymar, dizendo que ele ganha dinheiro porque consegue atrair muitos clientes, assim como Neymar, que teria um salário alto porque é o jogador “mais importante”. Bolsonaro criticou ainda o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) e o juiz Flávio Itabaiana, do Tribunal de Justiça do Rio, por causa da operação de busca e apreensão em endereços ligados ao senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) e a ex-assessores seus na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), realizada na quarta-feira. Bolsonaro acusou o MP de proteger o governador do Rio, Wilson Witzel, e afirmou que “pelo que parece” uma filha de Itabaiana é funcionária fantasma no governo do estado.

— Acusaram ele de estar ganhando mais na casa de chocolate. O que acontece, quem leva mais cliente para lá, ele leva um montão de gente importante, ganha mais. É mesma coisa chegar para o, deixa eu ver, o Neymar e (perguntar) “por que está ganhando mais do que outros jogadores?”. Porque ele é o mais importante. Não é comunismo

Bolsonaro afirmou que “pelo que parece” Natalia Menescal Braga Itabaiana Nicolau, filha do juiz responsável pela quebra de sigilos dos ex-assessores de Flávio, é “fantasma”.

— Você já viu o MP do Estado do Rio de Janeiro investigar qualquer pessoa, qualquer corrupção, qualquer gente pública do Estado? E olha que o estado mais corrupto do Brasil é o Rio de Janeiro. Vocês já viram? Vocês já perguntaram pro governador Witzel porque a filha do juiz Itabaiana está empregada com ele? Já perguntaram? Pelo que parece, não vou atestar aqui, é fantasma. Já foram em cima do MP (para) ver se vai investigar o Witzel? — disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro criticou a decisão de abril em que Itabaiana quebrou o sigilo de 86 pessoas e nove empresas ligadas ao antigo gabinete de Flávio na Alerj, disse que foram cumpridos mandados de busca e apreensão em casas de pessoas que “não tinham nada a ver” e rebateu as acusações de que o seu filho teria lavado dinheiro em uma loja de chocolate.

— Vocês perguntaram para o juiz Itabaiana como é que ele quebra 93 sigilos em cinco linhas? Fizeram busca e apreensão em casas de pessoas que não tinham nada a ver com isso. Arrombaram a loja de chocolate do meu filho. Se tivesse, se tivesse, se tivesse algo errado, não teria sumido? As franquias são controladas. Não é o cara que abre uma franquia e a matriz abandona. Ninguém lava dinheiro em franquia.

Em nota, o governo do Estado do Rio informou que Natalia Nicolau trabalha atualmente na Casa Civil do Estado como Secretária II, sendo responsável pelo fichamento de processos, elaborações de ofícios, atendimento, organização da agenda e arquivos, entre outros serviços.

Sua nomeação ocorreu no dia 1ª de abril, sendo publicada com erro no dia 15 de abril. A ratificação foi divulgada no dia 12 de agosto. O governo afirma que ela não ocupou nenhum outro cargo na estrutura do governo.

Natália é pós-graduada em processo Civil e Direito Civil e trabalhou em escritórios de advocacia. Atualmente, seu salário no governo do Rio é de R$5.478.

Em nota, o governo do Rio ressalta que “a nomeação da advogada ocorreu 15 dias antes da distribuição eletrônica do processo de Flávio Bolsonaro ao Juízo de Direito da 27° Vara Criminal, onde atua o pai da servidora”.

Sobre a insinuação do senador, o governo do Rio declarou que “o governador Wilson Witzel respeita as instituições, não interfere no trabalho de investigação policial, nem sobre o Ministério Público”.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Agora o presidente explicou, o filho só vendia chocolate para pessoas importantes, ou seja, as que têm dinheiro. Se um PM comprou mais de 16.000 reais de chocolate, imagina uma “pessoa importante “?
    Vamos fazer arminha pra defender o homi.

  2. Esse nosso presidente Jair Bolsonaro é muito criativo, juntando Flávio e Neymar eu sinceramente não sei dizer qual é o mais REIERA pense em dois fuleira.

  3. Sr. Presidente, mesmo sendo eleitor seu, o senhor me decepciona quando o vejo despreparado para responder certas perguntas, não se defende mostrando sua estratégia, o senhor como militar deveria saber disso.
    Siga com seu governo mostre que o senhor é leal com a Constituição Federal jurada em sua posse e deixe que cada um responda pelas suas atitudes ilícitas, arbitrárias e esdrúxula, não comprometa seu governo, nem decepcione os que ainda estão ao seu lado.

    1. Concordo com cada palavra meu amigo vc tem toda razão, mais não vamos esquecer que não e o primeiro ataque do MPRJ que o primeiro foi o porteiro para incriminar o presidente não conseguiu agora foi para o filho, na verdade a justiça do RJ está sem confiança.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Sobre Lula, general Augusto Heleno fala que “presidente desonesto tinha que tomar prisão perpétua”, e em “canalhice típica desse sujeito”, sobre duvidar de facada em Bolsonaro

Em café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro, o general Augusto Heleno, ministro do GSI, perdeu a paciência com os recentes ataques de Lula, que chamou Sergio Moro de mentiroso e ironizou facada.

“Na minha opinião, sempre tive essa opinião, ela é minha, não é do presidente, presidente da República desonesto tinha que tomar uma prisão perpétua. Isso é um deboche com a sociedade. Presidente da República desonesto destrói o conceito do país. É o cúmulo ele ainda aventar a hipótese de a facada ser uma mentira.”

Heleno continuou, subindo ainda mais o tom:

“E será que o câncer dele foi mentira? E o câncer da dona Dilma foi mentira? Isso é uma canalhice típica desse sujeito. Presidência da República é uma instituição quase sagrada. Eu tenho vergonha de um sujeito desse ter sido presidente da República.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Esse ladrão bandido deveria está com Sérgio Cabral, em Bangu não na mordomia da PF em Curitiba, Muito bem general, o Brasil está do seu lado.

  2. O que escondem (Por que?) é que esse general era vice do COB quando das falcatruas do Nuzmanm e não disse nada, compactuou. Agora vem pagar de moralista. Bem que o Lula disse desconfie de quem bate na mesa para atacar e agredir as pessoas. Hipócrita. Esse governo não salva um.

  3. "Essas pessoas que servem a um governo que bate continência para a bandeira de um outro país não deveria ser general". Lula. Ai o velhinho de pijama pirou o cabeçote. Foi prepotente e expôs toda sua raiva contra a verdade. A prisão perpétua não é constitucional, imagina o que essa gente é capaz de fazer.

  4. Parabéns General esse presidiário deveria ter vergonha na cara, onde estávamos com a cabeça
    quando elegemos esse canalha para presidente da republica. Enganou a todos os Brasileiros.

  5. Quando Olavo de Carvalho chamou os militares de M, esse Sr ficou calado, agora contra o Lula é um leão.

    1. Perfeita observação. Foram chamados de merda e calaram-se. São expulsos pelo filho do B171 e o guru da goiabeira e calam-se. Hoje mesmo foi defenestrado mais um general por essa turma que ele defende. Calado!

  6. Muito bem General. Esse ladrão merece isso mesmo.As suas palavras vão servir como um recado a esses canalhas que querem o pior para o Brasil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Rodrigo Maia diz que sua relação com Bolsonaro é pior do que já foi e ataca o governo

Foto: Adriano Machado / Reuters

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na noite desta quarta-feira, em entrevista à GloboNews, que a política externa do governo Jair Bolsonaro é um “desastre”. Maia criticou ainda a política de Educação do governo e a “falta de agenda” para o país. Segundo ele, a ausência de propostas dificulta a relação do Executivo com o Congresso.

— Qual é a agenda do governo? Qual é a agenda do governo para a Educação? Eu não conheço. Qual é a agenda do governo nas relações internacionais? É um desastre — afirmou o presidente da Câmara.

Durante a entrevista, Maia acrescentou que o Planalto deveria ter listado as ações do governo para que os parlamentares pudessem saber se poderiam participar ou não do governo.

— A gente não sabe ainda qual é a agenda do governo para dizer se faz parte ou não.
Perguntado se sua relação com o presidente da República seria melhor do que já foi “como deputado”, Maia afirmou que, “pessoalmente, é pior”. No mês passado, Maia e Bolsonaro trocaram farpas. Embora o presidente da Câmara tenha indicado que o entendimento ainda é difícil, ressaltou que isso “não é relevante”, porque o que importa é “acordar cedo” para tocar a agenda econômica.

Nesta quinta-feira, Maia rejeitou um pedido de impeachment protocolado pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP) contra o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Críticas públicas de Carlos Bolsonaro, filho do presidente, dirigidas ao vice abriram uma crise dentro do governo. Sobre o assunto, Maia afirmou que já tem “muitas confusões” para administrar e que rejeitou o pedido porque não era cabível.

— Há um conflito dentro desse governo, que o Parlamento não quer participar — afirmou Maia.

O presidente da Câmara também disse que pode votar o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, ainda no primeiro semestre deste ano. Ele ressaltou que dialoga pessoalmente com Moro sobre a proposta e que haverá uma convergência com o projeto do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Morais.

Rodrigo Maia disse ainda ter certeza que a reforma da Previdência será aprovada na Câmara, mas evitou fazer uma projeção de qual será a economia.

Afirmou também que as mudanças no BPC (Benefício de Prestação Continuada) e na aposentadoria rural não devem ser aprovadas e será muito difícil criar o regime de capitalização, pretendido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

— Capitalização vai ter de explicar muito bem. O custo de capitalização também é muito alto, R$ 400 bilhões em dez anos — afirmou Maia, que acrescentou: — Qual modelo é esse? Capitalização pura? Chance zero de passar.

O presidente da Câmara disse que hoje tem mais gente a favor da reforma, “mas ainda não é a maioria”. E afirmou que “o governo foi omisso no começo” da tramitação, mas tem conversado constantemente com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

— As coisas estão caminhando. As coisas estão melhorando.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. É lamentável a cultura do brasileiro e o sistema corrupto que foi mantido por séculos controlando todos. Infelizmente, se o presidente não se corromper, não distribuiir cargos, não lotear as estatais para serem saqueadas e não pagar mensalão aos outros poderes, não vai conseguir governar… Triste realidade na nossa república das bananas, onde o maior culpado é o povão alienado e massa de manobra.

  2. Político da velha guarda, acostumado a trabalhar se tiver articulação (muita articulação $$$$).
    Deixaram ele se reeleger presidente da câmara, vão pagar o preço por isso.
    O que Rodrigo Maia vez com as 10 medidas contra corrupção? Quem deu apoio político a ele até final de 2018? Precisa dizer mais?

  3. Esse gordinho sinistro não vale nada, é um gangsterzinho. Depois, os sudestinos ficam dizendo que só os nordestinos não sabem votar…

  4. Quer fizer que o parlamento não quer participar??
    Me engane que eu go$to.
    $e $oltar a bunfunfa, $ão iguai$ a mo$ca de padaria, $o vão no doce.

  5. Então, Rodrigo Maia enxerga o mesmo que eu vejo e digo sempre por aqui: que o Brasil está no caminho certo, está melhorando. Prá frente é wue anda. Retrocesso jamais.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Haddad ataca as Forças Armadas

Fernando Haddad disse que as instituições temem as Forças Armadas, inclusive a “linha dura”, e sugeriu que Sergio Etchegoyen “tutela” o TSE:

“As instituições estão se sentindo ameaçadas, inclusive pela linha dura de parte das Forças Armadas.”

“O que o Etchegoyen tinha que estar dando entrevista do lado da Rosa Weber? Quem é ele? Qual autoridade que ele tem no TSE? O que ele tem com isso? Ele foi lá se colocar como uma ameaça, tutelar? Isso nunca aconteceu. Os tribunais não precisam disso.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Não vi ataque algum. Apenas pontuou algumas coisas e fez observações sobre outras que qualquer pessoa pode fazer.
    É a tal liberdade de expressão?
    Bolsonaro é seu filho pode falar em fechar STF e que oferece Cassiano exilio para seus opositores e isso não é nada demais?

  2. comentar chega a ser inútil! sinto vergonha por isso acontecer no meu país. infelizmente as nossas autoridades nao tomam uma providência. Haddad deveria estar junto do Lula na cadeia. lamentável!

  3. Além de desesperado, derrotado,mau caráter e sem rumo, mostra agora também sua ignorância
    O General Etchegoyen é o Ministro Chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), portanto, órgão do Governo Federal que tem, além de outras, as atribuições de garantir as INSTITUIÇÕES, obviamente.
    O TSE é uma Instituição Federal.

    Alguém aí, explica isso para esse poste marmita, pelo amor de Deus.

  4. Saiu do desespero e entrou na completa irresponsabilidade.
    Mas é positivo os ataques, afinal Haddad tem atacado tudo que passa em sua frente e não seja apoiador de corrupto.
    O PT não faz campanha, só faz ataques baseado em mentiras produzidas por seus admiradores e dependentes.
    Não, definitivamente o Brasil não precisa do PT

    1. Pro PT e Haddad, o correto seria Lula estar ao lado de Rosa Weber, afinal, segundo eles, eleição sem Lula é golpe!

    2. Ô caba de pêia esse Hadad. Um dia ele encontra um da pá virada, e dá no fucin desse petralha.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *