Rodrigo Maia condena discurso de Lula e diz que petista saiu do cárcere mais radical do que entrou

FOTO: AGÊNCIA CÂMARA

Rodrigo Maia condenou o discurso do ex-presidente Lula. Segundo O Globo, ele disse que “o petista saiu do cárcere mais radical do que entrou, o que só fortalece Jair Bolsonaro”.

O Antagonista, com O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. aof disse:

    Você tem meios de enjaulá-lo de novo, Maia. Tem vontade politica?

Rodrigo Maia elogia Bolsonaro: “na relação de diálogo, posso reclamar zero do presidente”

Foto: Antonio Cruz/ Agencia Brasil 

Em entrevista à Folha, Rodrigo Maia disse que a relação com Jair Bolsonaro está em uma boa fase e que hoje não tem nada a reclamar do presidente quanto ao diálogo com o Parlamento.

“[A relação] Está positiva. Pelo menos a minha está positiva. Às vezes, eu critico algumas posições que ele tem, ele critica algumas posições que o Parlamento tem. Isso é da democracia, mas na relação de diálogo posso reclamar zero do presidente”, afirmou o presidente da Câmara.

Maia disse também:

“Essa forma de diálogo do Bolsonaro tem fortalecido o Parlamento. Não tenho dúvida. Ele fortalece o Parlamento quando ele garante uma maior independência com diálogo. O que não pode no sistema democrático é uma independência sem diálogo. Quando se dá independência, também se transfere responsabilidade.”

Perguntado se essa nova relação fortalece Bolsonaro, Maia respondeu:

“Não tem por que não se fortalecer. Até porque estamos dando os instrumentos para fazer uma boa gestão. As reformas, muitos projetos importantes, nós estamos aprovando para o governo. Não tem outra alternativa. Nossa alternativa é: com a independência, fortalece o papel do Parlamento, mas, com as votações das matérias, fortalece, é claro, o papel do presidente.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silvino disse:

    São uns cabeças de picas, pra frente e pra trás.

Rodrigo Maia diz que fala de Eduardo Bolsonaro sobre AI-5 é “repugnante” e passível de punição

Foto:  Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, divulgou a seguinte nota sobre a declaração de Eduardo Bolsonaro sugerindo um novo AI-5:

“Uma Nação só é forte quando suas instituições são fortes.

O Brasil é um Estado Democrático de Direito e retornou à normalidade institucional desde 15 de março de 1985, quando a ditadura militar foi encerrada com a posse de um governo civil.

Eduardo Bolsonaro, que exerce o mandato de deputado federal para o qual foi eleito pelo povo de São Paulo, ao tomar posse jurou respeitar a Constituição de 1988.

Foi essa Constituição, a mais longeva Carta Magna brasileira, que fez o país reencontrar sua normalidade institucional e democrática. A Carta de 88 abomina, criminaliza e tem instrumentos para punir quaisquer grupos ou cidadãos que atentem contra seus princípios – e atos institucionais atentam contra os princípios e os fundamentos de nossa Constituição.

O Brasil é uma democracia.

Manifestações como a do senhor Eduardo Bolsonaro são repugnantes, do ponto de vista democrático, e têm de ser repelidas como toda a indignação possível pelas instituições brasileiras.

A apologia reiterada a instrumentos da ditadura é passível de punição pelas ferramentas que detêm as instituições democráticas brasileiras. Ninguém está imune a isso. O Brasil jamais regressará aos anos de chumbo.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Frank disse:

    Esse desonesto na tal democracia é um BEZERRÃO dependorado nas tetas, mama que é uma beleza, tem dinheiro público em banda de latas pra gastar a seu favor. Toma conta de um orçamento enorme gigantesco, sem falar no da sacanagen chamado e batizado por eles de fundo partidário, deveria ser chamado de VERGONHA NACIONAL, dinheiro público do povo pra esses fdp rasgarem, a torto e a direito.
    Por isso essa preocupação, o peitão é bom, ninguém briga por que é ruim.
    Chega!!!

  2. VTNC disse:

    Lindo no papel esta carta de 88 , ótimo para as castas de colarinho branco que se resfastelam nas mordomias pagas por nós cidadãos eleitores e CONTRIBUINTES.
    Aonde anda o direito à saúde , educação e segurança também garantida constitucionalmente ? Pra intimidar sempre relembram o regime militar que não permitia esta farra com dinheiro público e onde tudo funcionava ! a liberdade tem um preço !!!

  3. MSena disse:

    Nonho tá com receio do que mesmo???

  4. Anti-Político de Estimação disse:

    Infelizmente sou obrigado a concordar com o "gordinho sinistro" quanto a esse assunto.

  5. H.M disse:

    Na cabeça dos Bolzominions o mundo todo esta errado, só quem esta certo é a família Bozo.
    Tanto o Bozo quanto os filhos são uns desequilibrados , se pegar o "juizo" deles colocar em uma galinha é da dois pulos e morre.

  6. Democracia disse:

    Democracia só existe que tem privilégio no poder. Como plano de saúde ilimitado pra o membros do legislativo e seus familiares. Auxilio paletó, cota de viagem ilimitado, carro blindado, segurança na porta. E outros privilégios. A democracia esta estável pra os parlamentares. Pra o povão a democracia está distante. O cidadão comum não tem acesso a saúde, não tem acesso a segurança, educação sucateada. Temos democraticamente direito a pagar bastante imposto. E fica a mercê da bandidagem. Democracia pra alguns. E pra maioria da população não.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Aí você acha que com uma ditadura tudo isso que você falou vai chegar num passe de mágica para o povo brasileiro !?!?!?!?!?!??!?!.
      A Venezuela está bem aí para mostrar o que é uma ditadura nos dias de hoje. E não se engane, são iguais, as de esquerda e de direita.

    • humbabomber disse:

      Exatamente, Anti Político, as ditaduras são todas iguais.. Só mudam o dono da chibata!
      Úi!!

  7. Ivan disse:

    Se esses caras (Maia, Alcolumbre, Esquerda…) acham "repugnante", melhor avaliarmos melhor esse tal de AI-5…pode até ser…

  8. Flávio A disse:

    Repugnante é? rsrs já entendi tudo. Repugnante

  9. Reginaldo disse:

    Não foi esse senhor que ENGAVETOU as 10 MEDIDAS CONTRA CORRUPÇÃO e APROVOU em TEMPO RECORDE as medidas de "abuso" de autoridade?
    Não é esse senhor que tem dificultado a tramitação das reformas do governo? Graças a ele a reforma da Previdência que deveria durar 06 meses, demorou 10.
    Não foi esse deputado e seu pai que foram delatados por corrupção na lava jato?
    Quando o país pode pensar em progresso tendo deputados desse naipe?

    • H.M disse:

      Rapaz a reforma do governo demorou a tramitar devido as lambazas do próprio desgoverno, o que acho massa dos bolsominions é que eles estão fadados a defender o governo dele mesmo.. putz…

  10. SHATONSOM disse:

    se liga nhonho, tu e teu pai bandidos estão com medinho né??

  11. Carlos disse:

    Engraçado ninguém olhou a entrevista toda kkkkk que come apressado come cru

  12. Cristian disse:

    Presuntinho é do partido mais fisiologista, mas está certo em seu texto. Ser convervador e liberal, é ser contrário a ato ditatoriais!

  13. Pato disse:

    Pra aplaudir de pé!

‘Quero ser presidente, um dia, pelo voto’, afirma Rodrigo Maia em entrevista a Pedro Bial

Foto: TV Globo

O Conversa Com Bial recebeu Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira, 19/9. Entre discussões sobre família, trajetória política e o governo de Jair Bolsonaro, o político entregou a vontade de ser presidente da República um dia. A declaração veio depois de Pedro Bial lembrar que Maia rejeitou pedidos de impeachment de Michel Temer após denúncias contra o ex-presidente. Caso Temer fosse deposto, o presidente da Câmara ia assumir a Presidência.

“No momento que o Brasil vivia, saindo de um impeachment, recessão profunda, pobreza aumentando, desemprego, era uma decisão de se manter as instituições funcionando ou correr o risco de desorganizar tudo.”

“Não é questão de ser presidente. Quero ser presidente, um dia, pelo voto.”

Sobre a possibilidade de concorrer em 2022, Rodrigo afirmou que só pretende disputar uma eleição quando organizar as contas do país.

“Só vou disputar uma eleição majoritária no Brasil se entender que terei condições de mudar a minha cidade, o meu estado e o meu país.”

Da infância ao começo na política

Maia não escondeu a emoção ao rever momentos da infância com a família no Chile. O presidente da Câmara lembrou da época em que o pai, César Maia, precisou se exilar no país por causa da ditadura militar.

“Se você não chegasse rápido para onde o estudante estava sendo levado, o estudante sumia. Minha avó corria para conseguir a lista dos estudantes presos, para dar a divulgação e não correr o risco de sumir com ele. Era sempre um processo muito doloroso.”

Ele contou que o pai, de primeira, não apoiou a sua entrada na política.

“A política é intensa, dá resultados positivos, mas também é muito instável. Ele entendeu que continuar no sistema financeiro era melhor que entrar na política.”

O jeito tímido

Com ares tímidos, Maia assistiu a entrevistas antigas e contou que sofreu bastante por causa da timidez no começo da trajetória política.

“Na primeira eleição foi difícil. Eu tinha sempre um deputado estadual comigo, dava a palavra a ele e depois dava ‘Boa noite’. Resolvi meu problema.”

Outro ponto marcante da personalidade de Maia é o jeito emotivo. Após exibir momentos emocionados do político, o apresentador questionou por que ele ficou tão mexido depois de uma declaração de Alexandre Frota.

“A gente cria preconceitos contra as pessoas. O Alexandre, ao longo desse processo, tinha tudo para ser um grande opositor do meu estilo de fazer política. Ele foi se aproximando, ajudando, compreendendo o que era política, vendo que tem muitos excessos nas redes sociais e construímos uma amizade.”

O apoio de Eduardo Cunha

O presidente da Câmara lembrou que Eduardo Cunha foi importante para a sua trajetória. Foi por causa do político que ele não abandonou a carreira.

“Eu tento ser racional. Eu tinha tido 235 mil votos, presidente do DEM fiz 86 mil votos, me elegi com 53 mil votos… o que sobrava para mim na próxima eleição? Era melhor nem disputar.”

“Para você estar na política, tem que estar estimulado a estar fazendo alguma coisa, realizando alguma coisa, e em 2014 eu estava com pouco espaço. Depois de alguma forma, com o próprio Eduardo Cunha na presidência, foi recuperado alguma coisa. Foi importante nesse processo.”

O governo de Jair Bolsonaro

Maia avaliou o governo de Jair Bolsonaro e apontou que foi o PT (Partido dos Trabalhos) que levou o atual presidente ao poder.

“Todo o ciclo do PT que gerou o Bolsonaro. Quem abriu a janela para a antipolítica, para o desgaste da política, foi o governo do PT. Quer se transformar em algo atual um problema construído por quem governou. Quem governa é quem gera espaço para quem entrar.”

“O presidente tem o perfil dele, ninguém desconhecia, as teses que ele sempre defendeu, os temas que ele sempre defendeu. Ele nunca escondeu. Não foi surpresa para ninguém.”

O presidente da Câmara ainda analisou quais são os pontos negativos e positivos do governo.

“O que tem de melhor é a narrativa da agenda de reformas que o Paulo Guedes faz. O que tem ainda de negativo é que essa narrativa precisa estar transformada em fatos reais.”

Os filhos de Jair Bolsonaro

O político também comentou as polêmicas em torno dos filhos de Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O presidente da Câmara comentou o comportamento dos herdeiros do presidente nas redes sociais.

“Na relação pessoal, não posso reclamar, sempre são educados e respeitosos. Na internet, o negócio fica um pouco mais agressivo.”

“Com o tempo, você acaba compreendendo aqui aquilo ali é um método. Um método de um ambiente radical que você precisa dar carne aos leões todos os dias para que ele possa continuar movimentando.”

Sobre a possível indicação de Eduardo para a embaixada dos Estados Unidos, Maia afirmou que o presidente precisa compreender que a escolha pode trazer consequências para o Brasil.

“No Brasil em 2019, onda sociedade cobra mais, participa e critica mais a política, é uma decisão que vai ter reflexos para o governo.”

GShow

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José aldomar disse:

    Esse tá comprometido dom Bolsonaro até a tampa

  2. Silva disse:

    Eu tô notando que a rede Globo Ta dando muita vitrine pra esse corrupto.
    É bem capaz de estarem fabricando uma candidatura presidencial, fiquem atentos!
    No final da legislatura anterior, ele era presidente da Câmara dos deputados, agora de novo, vamos vê se ele vai querer ser npvamente alterando o regulamento da casa, não pode, ele tem os deputados quase todos sentados no seu cólo, mais o povo não, se isso vier acontecer, o povo tem que ir pras ruas impedir esse abuso.
    Esse cara é corrupto, tá enrrolado até o pescoço com a justiça, ele e o Pai.

  3. THIAGO disse:

    NUNCA SERÁ PRESIDENTE ELEITO PELO VOTO.

  4. Tonho disse:

    Kkkkkkk, vai ser! Esse tá com um pé na papuda. Cunha na frente desse Botafogo, é um bebê de braço.

  5. antonio disse:

    Botafogo quase nao se reelege dep. federal pelo Rj,imagina presidente……………..Sonha Botafogo……rsssssssssssssssssssssssssssss

  6. Anti-Político de estimação disse:

    Esse gordinho sinistro se cuide é para não ira para a cadeia.

  7. Carlos Araújo disse:

    Só com muita mentira para enganar trouxa que esse ser conseguiria ser eleito, pq só faz merda no congresso e quem paga as merda que ele faz somos nós.

  8. Riva disse:

    Já dizia minha avó "Espera deitado porque em pé cansa", ou seja, nunca serás presidente.

  9. Carlos Araújo disse:

    Foi o PT quem levou Bolsonaro ao governo? Quer dizer então que se bolsonaro fizer um bom governo vai ser mérito do PT. Esses políticos defendem cada tese. Se tiver bom é oposição a tudo que o PT fez, se tiver ruim foi culpa do PT.

  10. natalsofrida disse:

    Fim dos tempos. Esses canalhas sempre pensando em lascar o povo, imagine um nojo desses na presidência.

  11. Daniel disse:

    Vai ser presidente do vasco!!!

  12. Manoel disse:

    Vixe! Estamos lascados se o sonho de Kiko se realizar…

Rodrigo Maia vê governo mais próximo do Congresso

Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

Após a aprovação do texto principal da reforma da Previdência em segundo turno, na madrugada desta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o governo está mais próximo do Congresso Nacional. A proposta foi aprovada por 370 votos a favor e 124 contra.

— O governo está mais próximo, o ministro Onyx (Lorenzoni da Casa Civil) está mais próximo, os ministros estão discutindo os temas. Essa proximidade, quando a gente consegue dialogar e os deputados trazerem suas demandas, isso ajuda — disse.

Maia citou atrasos nos r epasses do Minha Casa, Minha Vida . O governo teve que prometer resolver os problemas no programa para votar a reforma no segundo turno.

— Estamos aí com problema na área de habitação no Minha Casa Minha Vida, com alguns atrasos. O ministro hoje (terça-feira) atendeu os deputados explicando onde que estava o problema: uma parte era orçamento, uma parte é burocracia. O próprio presidente da Caixa (Pedro Guimarães) esteve com a gente também explicando essa questão — disse.

Maia afirmou ainda que decidiu deixar a votação dos destaques (propostas para alterar pontos do texto) para esta quarta-feira, pois não queria “sobrecarregar o dia”. Ele afirmou ainda que a votação deve começar por volta das 11h e terminar perto das 22h.

Maia cancelou as comissões que se reuniriam na quarta para que os deputados foquem na Previdência. O presidente da Câmara disse não acreditar que os deputados votaram a favor da reforma devido à liberação de recursos pelo governo.

A gestão Bolsonaro enviou um projeto de lei para abrir um crédito suplementar de R$ 3,041 bilhões no Orçamento em favor de diversos órgãos do Poder Executivo e bancar emendas parlamentares.

— Acho que governo atender municípios na área de saúde, educação é fundamental na crise que vivemos — afirmou.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José aldomar disse:

    Quanto terá recebido pra chegar junto…

  2. pereira disse:

    Isso é uma verdade $$$$$$$$, enquanto isso o governo se distancia $$$$$$$$$$$$$ cada vez mais do povo.

    • MARCELO TRINDADE disse:

      O DESESPERO É TÃO GRANDE QUE AS PESSOAS NÃO CONSEGUEM VER OS FATOS E SE AGARRAM EM SUAS ILUSÕES COMO A ÚNICA FORMA DE ACREDITAR O QUE NÃO EXISTE.
      DISTORCEM, INVERTEM TUDO PARA CRIAR SUAS ILUSÕES.

Rodrigo Maia diz que Glenn Greenwald manipulou sua fala: “não tem o direito de interpretar o que eu disse de acordo com seus interesses”

Reprodução

Rodrigo Maia foi ao Twitter dizer que Glenn Greenwald “postou sua própria interpretação” do vídeo que o presidente da Câmara gravou.

“No vídeo, defendo EXCLUSIVAMENTE a liberdade de Imprensa e o direito ao sigilo da fonte garantidos na Constituição”, escreveu o presidente da Câmara –as maiúsculas são do original.

“Portanto, não aceito manipulação da verdade. O Sr. Glenn não tem o direito de interpretar o que eu disse de acordo com seus interesses”, acrescentou Maia.

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria disse:

    KKKKKKKKKKKKKKK. Provando do veneno do Glenn? KKKKKKKKK Pode distorcer mensagens a vontade, só que as minhas não! KKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Ivan disse:

    A esquerda brasileira está, todinha, se pendurando no rabo do Glenn.., e ele tá quase torando!!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Esse bosta quer dividir o país , só divulga coisas do interesse PTralha, FDP

  4. ricardo disse:

    Ah, agora já não defende a liberdade de imprensa, esse gleengay se esconde por trás desse escudo, pra divulgar tudo manipulado, onde defender seus objetivos espúrios. O Brasil aceita tudo que favorece a esquerdalhada

    • Vitor Silva disse:

      Cara, a PF tem os arquivos agora. Tu ainda tá nessa de manipulado?

  5. max dantas disse:

    -a esquerda petralha falava mal dos internautas direitista de usar a internet para fazer a campanha de bolsonaro,mas eles usam hackers para manipular conversas de membros do governo,tomem vergonha na cara petralhas…

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia diz que apresentará projeto de lei que obrigará clube a virar empresa

Foto: Lucas Figueiredo

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou nesta terça-feira que pretende apresentar um projeto de lei para abrir o futebol brasileiro aos investidores estrangeiros. O parlamentar fluminense disse que quer enviar ao Congresso nos próximos meses o pacote para profissionalizar a estrutura dos clubes.

Ele é favorável ao modelo adotado pelos grandes clubes europeus. O Paris Saint-Germain, o Liverpool e o Manchester City são controlados por grupos estrangeiros. O deputado contou que a intenção é tornar os clubes mais fortes financeiramente para conseguir manter os jogadores no país. Nesta terça, ele discutiu o tema com o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

– Entendemos que o futebol brasileiro precisa de mais capital, de capital estrangeiro também. Na minha opinião, não vai ter capital privado sem uma estrutura profissional do futebol – afirmou Maia, que defendeu duas vezes a entrada de investidores estrangeiros no futebol brasileiro.

O presidente da Câmara disse que já discutiu com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, o assunto. Maia contou que está preocupado com a situação financeira dos times brasileiros. Ele classificou a forma de administração da maioria de “primária, primitiva e atrasada”.

– Um clube associativo não vai atrair capital estrangeiro. Fora o Flamengo, o Corinthians e o Palmeiras, os demais clubes caminham para uma situação de inviabilidade. O atual modelo não gera bons clubes de futebol – disse o presidente da Câmara dos Deputados, que é torcedor do Botafogo.

De acordo com Maia, o novo projeto terá que obrigar os clubes a se tornarem empresa. Ele disse que a intenção é oferecer incentivos tributários para os times aderirem ao novo formato. Um dos incentivos seria transição de três até cinco anos sem pagar imposto.

– Temos que construir incentivos para que o novo modelo tenha mais vantagens que o modelo associativo. O benefício tem que ser para quem quer modernizar e não para quem vai manter no atraso – disse o presidente da Câmara.

O governo já tentou obrigar os clubes a se tornarem empresas, mas não conseguiu. Nos anos 90, a Lei Zico foi aprovada com a obrigatoriedade. No ano seguinte, com os cartolas se recusando a aderirem ao novo modelo, uma emenda tornou facultativo a transformação do clube em empresa. Em 2015, o governo editou o Profut, lei que auxilia na renegociação das dívidas dos clubes de futebol e federações. Quatro anos depois, clubes das Série A e B já acumulavam quase R$ 100 milhões de dívidas referentes aos débitos tributários e previdenciários.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bob disse:

    Esse Rodrigo Centrão coalizão Maia, mas o vosso pai, são dois ban…
    Didos.

Plenário aprova destaque que reduz tempo mínimo de contribuição de homens para 15 anos

Foto: Assessoria de Comunicação da Câmara dos Deputados

O plenário da Câmara aprovou na madrugada desta sexta-feira, 12, por 445 votos a 15, o destaque do PSB que reduz de 20 para 15 anos o tempo mínimo de contribuição exigido para homens do regime geral (setor privado) poderem se aposentar.

O texto-base da reforma, aprovado em primeiro turno pela Câmara nesta quarta-feira, 10, previa tempo mínimo de contribuição de 20 anos para homens. Segundo o texto-base, o tempo mínimo para homens aumentaria gradualmente – partindo de 15 anos – e chegaria a 20 anos em 2029.

O plenário não conseguiu analisar ainda todas as sugestões de alterações ao texto-base. Faltam oito destaques, que devem ser apreciados em sessão desta sexta. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova sessão para as nove horas. O destaque dos professores, apresentado pelo PDT, ficou para ser analisado na sessão desta sexta. Ele propõe reduzir a idade mínima para 55 anos no caso dos homens e 52 anos no caso das mulheres.

Estadão

 

Previdência: Maia quer concluir votação em dois turnos até sexta-feira

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (11) que espera concluir a votação em dois turnos da proposta de emenda à Constituição (PEC 6/19) da reforma da Previdência até amanhã (12). O plenário retomará os trabalhos nesta quinta-feira para votar os destaques ao texto-base.

Ao chegar à Casa, Maia afirmou que vai trabalhar para concluir a etapa de votação do primeiro turno na noite desta quinta-feira. “E vamos votar o segundo turno amanhã. Essa é a minha expectativa”.

Ontem (10) à noite, o plenário aprovou o texto original da reforma da Previdência por 379 votos a favor e 131 contra. Na sequência, os deputados rejeitaram um destaque que pretendia retirar os professores da reforma da Previdência. Por 265 a 184, com duas abstenções, os parlamentares decidiram manter as regras para os professores que constam no texto-base.

Maia continua a negociação com líderes partidários sobre destaques e emendas. Os destaques mais aguardados são o que aumenta a aposentadoria para as trabalhadoras da iniciativa privada e o que suaviza as regras de aposentadorias para policiais e agentes de segurança que servem à União.

O presidente da Câmara também disse não ter garantia de que um destaque do PDT, que diminui a idade mínima de aposentadoria dos professores da ativa para 52 para as mulheres e 55 anos para os homens será rejeitado pelo plenário. Segundo Maia, as propostas relacionadas a essa categoria são difíceis, mas destacou que, se for aprovado, o impacto fiscal ao longo dos dez anos não é tão elevado.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mito-rei disse:

    É verdade amigo, se continuar assim com os empregos em declínio eles vão sentir na carne os cortes de verbas pra manter a luxúria de todos eles.

  2. Mito disse:

    É verdade amigo, se continuar assim com os empregos em declínio eles vão sentir na carne os cortes de verbas pra manter a luxúria de todos eles.

  3. Vitor Silva disse:

    Ainda tem os gados que são a favor dessa reforma. Os espertos todos conseguiram ficar de fora para os otários que não conseguiram pagar pra eles. Essa galera devia pensar: Se é tão boa por que essa turma está querendo ficar de fora? Mas não ficam só nessa de ou é Mito ou é Lula e o fumo entrando.

  4. Papudim disse:

    Vamos parabenizar todos os políticos do nosso país… estes que fazem as leis… conseguiram aprovar a reforma trabalhista e agora a reforma da previdência… ambas vieram para destruir os trabalhadores brasileiros…. os empresários estão rindo À toa pq se beneficiam da desgraça alheia…

    • José disse:

      Verdade! Agora queria ver a reforma política com todos os cortes de gastos.

Sobre poder da “caneta do presidente”, Rodrigo Maia destaca deturpação para criação de atritos, e diz: “Não vamos criar maldade onde não existe”

Foto: Nelson Almeida / AFP

Questionado por jornalistas mais cedo, Rodrigo Maia comentou a declaração de Jair Bolsonaro de que a caneta do presidente tem mais poder do que a do presidente da Câmara.

“Ele fala da importância que um bom decreto tem. Não tem maldade nenhuma. Não vamos criar maldade onde não existe.”

E mais:

“Eu sei em qual contexto ele falou.”

Maia acrescentou que é momento de olhar pelo Brasil e não para picuinhas políticas.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Os irresponsáveis esquerdopatas gostam mesmo é de fofocas, futricas, intrigas, BBB (eles adoram), disse me disse, blá blá blá… Povinho sem caráter, sem ética, sem moral. Sinceramente, até esse Rodrigo Maia, que nem é lá uma "Brastemp" (centrão, delatado pela Odebrecht), já está desmascarando as más intenções dessa corja. Deixem de torcer pelo pior, cambada de agourentos. Torçam pelo Brasil ao menos uma vez. Se o país arruinar, vcs irão junto. E o governo de Fatão irá prás cucuias. Criem responsabilidade.

  2. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Não acho Rodrigo Maia boa coisa, mas tenho que reconhecer que nesta oportunidade ele mandou bem. Desarmou a futrica que a imprensa tenta fazer.

  3. Nélio Wanderley disse:

    Imprensa podre. Estão contra o povo e a favor de poucos que se locumpletam de afagos da máquina administrativa , através do mecanismo…

  4. David disse:

    Nunca antes na história desse país, um presidente da Câmara criou tantos obstáculos para o país andar. Pior que o povo já foi pra rua, exercendo pressão pra ele mudar de postura, e nada. Pior q Rodrigo maia só teve uma diferença de 57 milhões e 600 mil votos a menos que Bolsonaro. Esse país é uma m**** mesmo.

Rodrigo Maia discorda da apresentação de texto alternativo à reforma da Previdência cogitado por parlamentares

 Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), discorda da apresentação de um texto alternativo à reforma da Previdência enviada pelo governo, como foi cogitado por parlamentares na semana passada.

Embora considere que seja “muito cedo” para essa discussão, uma vez que o prazo para emendas no projeto ainda está em curso, Maia defende que o objetivo do texto da reforma da Previdência seja trabalhar pela “maior economia” possível.

“Vamos discutir em cima de um valor e fechar o texto. Não tem essa coisa de texto alternativo, até porque o texto do governo já vai ser modificado na comissão especial, por exemplo, o BPC e a aposentadoria rural que não passam”, declarou Maia.

O BPC é o benefício de prestação continuada pago a idosos e deficientes de baixa renda. Congressistas já declaram que são contra manter mudanças para esses beneficiados na previdência, assim como a aposentadoria rural.

Para Maia, está “muito cedo” para definir o relatório da previdência. “O deputado Samuel Moreira está trabalhando no relatório, ainda tem o prazo de emendas, pode ter voto separado? Pode. Vai ter? Não sei”, disse Maia.

A PEC da reforma da Previdência foi entregue pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso em 20 de fevereiro. Em abril, ela foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que retirou do texto quatro pontos que constavam do projeto original.

Após a análise da comissão especial da Câmara, o texto precisa ser votado em 2 turnos no plenário antes de seguir para o Senado.

O governo deseja obter uma economia de R$ 1 trilhão em 10 anos, como prevê a proposta enviada pelo Executivo ao Congresso em fevereiro.

Perguntado se o valor de economia com a reforma da Previdência vai ser de R$1 trilhão, como quer o governo, ele diz: “Estamos fazendo conta. Pode ser de um, estamos trabalhando em cima de um valor”.

Maia voltou a cobrar articulação política do governo para aprovar a reforma. “Depende da capacidade do governo de conseguir a maioria. A nossa parte estamos fazendo”.

Reforma administrativa

O presidente da Câmara afirmou, também, que até quinta-feira (23) espera conseguir um acordo para votar a Medida Provisória que reestrutura de forma administrativa o governo federal.

Entre as medidas, está a recriação do ministério das Cidades, e a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Economia. O governo havia defendido a permanência do Coaf no Ministério da Justiça e Segurança Pública, mas foi derrotado em comissão na Câmara. Agora, aguarda votação em plenário.

O Coaf é uma unidade de inteligência financeira do governo federal que atua principalmente na prevenção e no combate à lavagem de dinheiro – crime que consiste na prática de disfarçar dinheiro de origem ilícita.

Andréia Saddi – G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Severino disse:

    Discorda nada, é que ele tá vendo a barca furada e resolveu parar com essa papangusada.

Rodrigo Maia, sobre delação de dono da Gol: “Mais um inquérito a ser arquivado”

Rodrigo Maia, citado na delação de Henrique Constantino, negou ter recebido propina:

“Nunca me pagou nada, isso é mentira dele. Não tem como provar e vai ser mais um inquérito arquivado na justiça brasileira.”

E reforçou:

“Nunca tive relação com ele, nunca tive nenhum benefício deles.Como outras delações que já foram arquivadas, como da Odebrecht, essa vai ser arquivada também.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flávio A disse:

    Esses MAIAS sempre aprontando. O daqui no Arena das Dunas já o outro em delação ao MPF. Sinceramente canoniza esses caras,são verdadeiros Santos. Nunca deixam rastros são profissionais,Fernandinho Beira Mar não joga nem na escolinha deles!!

  2. Manoel disse:

    Esse Rodrigo Maia é um inocente, pelo amor de Deus deixa ele em paz,.

  3. Anti-Comunista disse:

    CORRUPÇÃO GENERALIZADA. NINGUÉM QUER LARGAR O OSSO.

Rodrigo Maia diz que sua relação com Bolsonaro é pior do que já foi e ataca o governo

Foto: Adriano Machado / Reuters

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na noite desta quarta-feira, em entrevista à GloboNews, que a política externa do governo Jair Bolsonaro é um “desastre”. Maia criticou ainda a política de Educação do governo e a “falta de agenda” para o país. Segundo ele, a ausência de propostas dificulta a relação do Executivo com o Congresso.

— Qual é a agenda do governo? Qual é a agenda do governo para a Educação? Eu não conheço. Qual é a agenda do governo nas relações internacionais? É um desastre — afirmou o presidente da Câmara.

Durante a entrevista, Maia acrescentou que o Planalto deveria ter listado as ações do governo para que os parlamentares pudessem saber se poderiam participar ou não do governo.

— A gente não sabe ainda qual é a agenda do governo para dizer se faz parte ou não.
Perguntado se sua relação com o presidente da República seria melhor do que já foi “como deputado”, Maia afirmou que, “pessoalmente, é pior”. No mês passado, Maia e Bolsonaro trocaram farpas. Embora o presidente da Câmara tenha indicado que o entendimento ainda é difícil, ressaltou que isso “não é relevante”, porque o que importa é “acordar cedo” para tocar a agenda econômica.

Nesta quinta-feira, Maia rejeitou um pedido de impeachment protocolado pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP) contra o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Críticas públicas de Carlos Bolsonaro, filho do presidente, dirigidas ao vice abriram uma crise dentro do governo. Sobre o assunto, Maia afirmou que já tem “muitas confusões” para administrar e que rejeitou o pedido porque não era cabível.

— Há um conflito dentro desse governo, que o Parlamento não quer participar — afirmou Maia.

O presidente da Câmara também disse que pode votar o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, ainda no primeiro semestre deste ano. Ele ressaltou que dialoga pessoalmente com Moro sobre a proposta e que haverá uma convergência com o projeto do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Morais.

Rodrigo Maia disse ainda ter certeza que a reforma da Previdência será aprovada na Câmara, mas evitou fazer uma projeção de qual será a economia.

Afirmou também que as mudanças no BPC (Benefício de Prestação Continuada) e na aposentadoria rural não devem ser aprovadas e será muito difícil criar o regime de capitalização, pretendido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

— Capitalização vai ter de explicar muito bem. O custo de capitalização também é muito alto, R$ 400 bilhões em dez anos — afirmou Maia, que acrescentou: — Qual modelo é esse? Capitalização pura? Chance zero de passar.

O presidente da Câmara disse que hoje tem mais gente a favor da reforma, “mas ainda não é a maioria”. E afirmou que “o governo foi omisso no começo” da tramitação, mas tem conversado constantemente com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

— As coisas estão caminhando. As coisas estão melhorando.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge Lobo disse:

    Neste particular, estou com o presidente miliciano.

  2. J..Dantas disse:

    É lamentável a cultura do brasileiro e o sistema corrupto que foi mantido por séculos controlando todos. Infelizmente, se o presidente não se corromper, não distribuiir cargos, não lotear as estatais para serem saqueadas e não pagar mensalão aos outros poderes, não vai conseguir governar… Triste realidade na nossa república das bananas, onde o maior culpado é o povão alienado e massa de manobra.

  3. Paulo Trindade disse:

    Político da velha guarda, acostumado a trabalhar se tiver articulação (muita articulação $$$$).
    Deixaram ele se reeleger presidente da câmara, vão pagar o preço por isso.
    O que Rodrigo Maia vez com as 10 medidas contra corrupção? Quem deu apoio político a ele até final de 2018? Precisa dizer mais?

  4. Antonio Turci disse:

    E$$A ALMA QUER REZA…….

  5. Anti-Político de estimação disse:

    Esse gordinho sinistro não vale nada, é um gangsterzinho. Depois, os sudestinos ficam dizendo que só os nordestinos não sabem votar…

  6. Piquet Carneiro CE. disse:

    Quer fizer que o parlamento não quer participar??
    Me engane que eu go$to.
    $e $oltar a bunfunfa, $ão iguai$ a mo$ca de padaria, $o vão no doce.

  7. Ceará-Mundão disse:

    Então, Rodrigo Maia enxerga o mesmo que eu vejo e digo sempre por aqui: que o Brasil está no caminho certo, está melhorando. Prá frente é wue anda. Retrocesso jamais.

Bolsonaro diz que crise com Rodrigo Maia é ‘página virada’

Reprodução: TV Globo

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (28) que a crise com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é “página virada”.

Bolsonaro deu a declaração durante entrevista após receber a comenda da Ordem do Mérito Judiciário Militar, em Brasília. Maia era um dos homenageados, porém não compareceu ao encontro.

Nos últimos dias, a relação de Bolsonaro e Maia se desgastou, com troca de declarações ásperas dos dois lados.

Bolsonaro disse que esse tipo de situação “acontece”. Ele classificou o caso como “uma chuva de verão”.

“Página virada, um abraço, Rodrigo Maia. O Brasil está acima de todos. Acontece, é uma chuva de verão”, disse o presidente.

“Outros problemas acontecerão, com toda a certeza. Mas, pode ter certeza, na minha cabeça e na dele, o Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”, acrescentou.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fagner disse:

    Conta outra. Governo desastrado.

  2. jefferson disse:

    esse presidente e louco,o brasileiro estar ferrado com esse governante.

Rodrigo Maia sobre Bebianno: líderes de partidos podem passar por isso

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (14) ao blog que o presidente Jair Bolsonaro precisa “comandar a solução” para a crise política que envolve o ministro da Secretaria Geral, Gustavo Bebianno.

O ministro é suspeito de ter autorizado durante a campanha eleitoral a liberação de R$ 400 mil em recursos públicos do fundo partidário para uma candidata “laranja” do PSL, partido de Jair Bolsonaro. Nesta semana, Bebianno disse que conversou três vezes com Bolsonaro enquanto ele ainda estava internado em um hospital em São Paulo. Em uma rede social, o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, classificou a afirmação de Bebianno como “mentira absoluta”. Depois, Jair Bolsonaro compartilhou as mensagens do filho na mesma rede social.

Nesta quarta, em entrevista ao blog, Bebianno afirmou que não pretende pedir demissão.

“A impressão que dá é que o presidente está usando o filho para pedir para o Bebianno sair. E ele é presidente da República, não é? Não é mais um deputado, ele não é presidente da associação dos militares”, declarou Maia.

“Então, se ele está com algum problema, ele tem que comandar a solução, e não pode, do meu ponto de vista, misturar família com isso porque acaba gerando insegurança, uma sinalização política de insegurança para todos”, afirmou o presidente da Câmara.

Para Maia, é um “risco muito grande” para um governo transformar o episódio de Bebianno em uma crise porque, segundo ele, há desafios importantes para o governo enfrentar, entre os quais a aprovação da reforma da Previdência.

“Olha, eu não gosto de ficar me movendo nas relações familiares, mas eu acho que o episódio do Bebianno não tem relação com o Bebianno. O Bebianno transferiu dinheiro para o diretório [do PSL], não é? Ou para uma candidata de um estado. Qualquer presidente de partido poderia passar por isso. Você transformar isso numa crise dentro do Palácio do Planalto, eu acho que é risco muito grande pra um governo que precisa analisar a liderança, unidade, porque vai ter desafios importantes começando pela Previdência”, declarou.

Andréia Sadi – G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joaquim disse:

    Filho de presidente “apita” agora é?

    • Tereza disse:

      Na política velha eram os bandidos, espero que com o Bolsonaro pelo menos os filhos dêem uma freada nesses bandidos.

PSL fecha apoio a Rodrigo Maia à reeleição à presidência da Câmara

Rodrigo Maia conseguiu selar um importante apoio à sua candidatura à reeleição à presidência da Câmara: o apoio do PSL de Jair Bolsonaro, dono de uma bancada de 52 deputados.

Maia e Luciano Bivar, o presidente do partido, tiveram uma longa reunião na manhã desta quarta-feira(02), em que foi acertado o apoio.

Bivar conseguiu de Maia a promessa de que as pautas prioritárias de Bolsonaro relativas às reformas serão pautadas com urgência.

Conseguiu mais: o PSL ficará com uma das vagas na mesa da Câmara e com as presidências de duas das mais importantes comissões da Câmara, a CCJ e a Comissão de Finanças e Tributação

Lauro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Waldemir disse:

    Chora petistas o Lula tá preso babaca

  2. Francisco disse:

    Só falta nomear Treme, Treme…

  3. Cesar Rodrigues disse:

    Começou o toma lá dá cá

  4. kalina disse:

    Mesmo governo Temer