Geral

Polícia Civil prende na Grande Natal suspeito por estupro de jovem com deficiência

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prenderam, nesse domingo (02), um homem de 26 anos. Ele foi detido no município de Macaíba, pela suspeita dos crimes de roubo majorado e estupro de vulnerável.

A equipe foi acionada após o recebimento de informações acerca de um possível crime de roubo majorado e um estupro de vulnerável, ocorrido na localidade. Chegando à residência, foi confirmada a veracidade da informação. Além disso, foi apurado que a vítima seria uma jovem portadora de necessidades especiais.

Após as investigações, o suspeito foi identificado e foram realizadas diligência para localizá-lo. A Polícia Civil informa que, inclusive, o suspeito já havia sido preso anteriormente e, segundo relatos, já havia importunado sexualmente outra vítima. Ele foi encontrado em uma casa abandonada, utilizada por criminosos para práticas ilícitas.

O suspeito foi conduzido ao Serviço de Atendimento à Mulher 24 horas, para autuação em flagrante e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo número da Delegacia Municipal de Macaíba: 98114-4042.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Filho de vereadora em Acari-RN é vacinado contra Covid-19, revolta população e vira caso de sindicância local

Fotos: Reprodução/InterTV Cabugi

Um jovem identificado como Dayvson Mallone, filho de uma vereadora na cidade de Acari, no interior do Rio Grande do Norte, ganhou repercussão nas redes sociais após ter sido vacinado contra a covid-19.

Após a foto de sua vacinação, o caso não foi bem visto no município, o que fez que o jovem que se identifica como “educador físico” publicar um vídeo. Disse então que teria recebido uma ligação para tomar uma dose remanescente. (ASSISTA AQUI).

“Eu não ia tomar. Me ligaram. Não tenho culpa”, disse em um trecho no vídeo.

Em outra parte, diz:

“Faça o seguinte. Pega esses vídeos, encaminha para o Ministério Público, encaminha para o Cref, para a Secretaria de Saúde, para o prefeito, para quem for. Não tem nada, não, não sou criminoso”.

A InterTV Cabugi, em contato o município de Acari, destacou que o prefeito disse que só tomou conhecimento do caso recentemente, e que entrou em contato com a coordenação de imunização, que informou a abertura de uma sindicância sobre o caso.

Já a Secretaria de Saúde local, informou que uma apuração preliminar justifica a vacinação em cima de uma interpretação de norma técnica.

Cenas para os próximos capítulos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sem comorbidades, jovem de 27 anos morre de Covid-19 em SP meses antes de se casar

Foto: Arquivo pessoal

Uma jovem de 27 anos não resistiu após se infectar pelo novo coronavírus e morreu no domingo (4), em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Ketherin Bracciali fez aniversário durante a internação para tratamento da Covid-19 e estava com o casamento marcado para o dia 9 de setembro de 2021.

Ainda tentando lidar com a perda precoce da filha, e se apoiando à religião para encontrar forças, Rosangela Bracciali afirma que Ketherin era totalmente saudável e respeitava rigorosamente as regras de prevenção à Covid-19.

“Foi dilacerante. Minha filha nunca bebeu e fumou. Não tinha comorbidade nenhuma. Ela se cuidava. Não ia para balada, mas pegou”, diz Rosangela em entrevista ao G1.

“Esses jovens que não têm responsabilidade com a própria vida tinham que parar um pouquinho para pensar no quanto isso é real. Esse vírus vai demorar para ser extinto. Muitos ainda podem perder a vida”, complementa a mãe.

Sintomas

Ketherin começou a apresentar os sintomas associados à Covid-19 há cerca de três semanas. Rosangela relata que a filha se queixou de dores nos joelhos e, em seguida, na garganta.

“No dia 12 de março, nós a levamos a uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Ela ficou praticamente a manhã toda aguardando atendimento, passou mal, precisou ser colocada em uma cadeira de rodas e entrou para fazer o teste”, explica Rosangela.

Depois de ser medicada, a jovem retornou para a casa onde morava. Porém, apresentou falta de ar e precisou procurar atendimento novamente.

Até então, Ketherin não tinha descoberto que o resultado do exame feito dias atrás tinha apresentado resultado positivo para Covid-19.

“No dia 19 de março, ela foi internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tangará e precisou ficar no oxigênio. Deram autorização para levar roupas e coisas de higiene. Levei, mas não consegui vê-la. Minha filha melhorava em um dia, mas no outro piorava”, relembra a mãe.

Aniversário

No dia 24 de março, enquanto batalhava para se recuperar das complicações provocadas pela doença, a jovem completou 27 anos.

O irmão Víncenth Bracciali relembra que mandou mensagem para desejar parabéns e aproveitou para dizer que estava torcendo pela recuperação dela.

“Falei que queria que ela melhorasse logo. Minha irmã ainda estava acordada e me respondeu que estava preocupado comigo. Essa foi a última conversa que tivemos. Mesmo estando mal, minha irmã ainda estava preocupada comigo”, comenta.

Ketherin estava preocupada porque toda a família também tinha testado positivo para o novo coronavírus, mesmo tendo adotado todas as medidas de prevenção e respeitado o distanciamento social.

“Ficamos aguardando um bom tempo pelo resultado do exame. Senti falta de ar, muita fraqueza e moleza. As comidas ficaram com um gosto muito forte. Mas nenhum de nós precisou de internação”, explica Víncenth.

Transferências

A mãe da jovem conta que a filha foi transferida para outras duas Unidades de Pronto Atendimento e precisou ser intubada.

“Foi tudo muito rápido. Descobrimos que minha filha sofreu uma parada cardíaca por conta da doença. Me chamaram para buscar o anel de noivado dela e recebi a notícia de que os pulmões dela estavam comprometidos”, relata.

No dia 31 de março, Ketherin foi transferida novamente, mas, dessa vez, para a Santa Casa, um dos hospitais responsáveis por atender moradores de Rio Preto com suspeita ou diagnóstico positivo da doença.

“Ela ficou internada e intubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), teve 75% dos pulmões comprometidos pela doença e faleceu no dia 4 de abril”, relembra Rosangela.

“Minha filha era uma menina alegre, positiva, gostava de ver todos felizes e se preocupava muito. Ela tinha álcool em gel em todos os lugares, respeitava o distanciamento, usava máscara. Realmente não sabemos de onde a doença surgiu”, complementa a mãe.

Casamento

Em janeiro de 2021, Francisco Queiroz pediu a mão de Ketherin durante uma viagem a Gramado (RS). Morando em cidades diferentes, os dois se conheceram pela internet, começaram a conversar e se encontraram presencialmente pela primeira vez no dia 11 de junho de 2020.

“O casamento estava marcado para 9 de setembro. Nossa relação era perfeita. Nunca brigamos. Sei que quando as pessoas falecem normalmente costumam dizer isso, mas Ketherin era a melhor noiva, namorada e amiga”, desabafa Francisco.

Cristieli dos Santos Bracciali comenta que, pela situação dela, de não ter comorbidade, a família não acreditaria que o vírus seria fatal.

“Nós acreditamos que as famílias são eternas. A morte não é o fim de tudo. Acreditamos que ainda vamos vê-la. Está sendo difícil, mesmo acreditando nisso. Agora imagina para quem não tem uma religião e acha que a morte é o fim de tudo. Os jovens não estão pensando na família e em quem vai ficar”, diz Cristieli.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍTIMAS DA COVID: Marido sargento do Corpo de Bombeiros do RN morre 12 dias após esposa servidora do TJ

Foto: Reprodução/Caminhandoparasantidade

Um jovem casal conhecido na comunidade católica em Natal é mais uma vítima de covid-19 no Rio Grande do Norte. O sargento da ativa do Corpo de Bombeiros, Francisco Fábio de Souza Silva(50 anos), faleceu nesta segunda-feira(22). No dia 10 de março, a sua esposa, Cristiane Regina da Silva(43 anos), servidora da Escola de Magistratura do Rio Grande do Norte(Esmarn), também não resistiu as complicações do vírus.

Abaixo a nota de pesar do Corpo de Bombeiros do RN:

Abaixo, homenagem da Esmarn em 11 de março:

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Destaque na Ponte Preta na Série B e na mira do mercado da bola, jovem atacante potiguar Bruno Rodrigues dá carro 0Km a empresário que o descobriu há 10 anos

Foto: Divulgação

Após concluir a temporada 2020 como um dos destaques da Ponte Preta, o atacante Bruno Rodrigues voltou ao Rio Grande do Norte para visitar a família e amigos. Neste sábado, o jogador de 23 anos presenteou com um carro 0Km o empresário João Batista “Quebra Osso”, que o descobriu para o futebol, ainda garoto.

A Brazil Sports, empresa especializada na representação de jogadores, na qual João Batista é sócio de Lupercio Segundo, publicou o registro da surpresa feita pelo atacante em uma rede social (veja abaixo).

– Reconhecimento e gratidão a quem o tirou da rua, acolheu como um filho e transformou além de um grande profissional, em um homem. Parabéns Bruno pelo lindo gesto, a gratidão é um sentimento nobre, e pode ter a certeza que Deus retribuirá com muito mais. Parabéns Quebra Osso pelo presente. Você é merecedor. Dono de um coração gigante, sempre fez por todos sem buscar nada em troca – diz a publicação.


Bruno também compartilhou a postagem e comentou:

– Merece mais do que um carro. Sou grato por tudo que o senhor fez e faz, pai Quebra Osso – escreveu.

O atacante é natural de Ceará-Mirim, cidade da Grande Natal, e saiu muito cedo do Rio Grande do Norte. Aos 13 anos, foi descoberto e acolhido por Quebra Osso, chegando a morar no alojamento que ficava na churrascaria do empresário e passando a treinar no Santa Cruz de Natal – mesmo clube que revelou Gabriel Veron, do Palmeiras. Seguiu para as categorias de base do Athlético-PR em 2014, quando tinha 17 anos. No Furacão, chegou a atuar no time sub-23 e no principal, em 2019. Neste período de cinco anos, também chegou a ser emprestado ao Joinville.

Ainda em 2019, defendeu o Paraná e, ao se destacar, acabou contratado pela Ponte Preta. Na última temporada, fez 47 jogos e marcou 11 gols pela Macaca.

Recentemente, Bruno deixou a Ponte Preta, apesar das propostas para permanecer. Valorizado no mercado, o jogador potiguar estaria no radar de Cruzeiro, Ceará e Fluminense para a temporada 2021. Os empresários ainda não definiram o futuro do atleta.

Globo Esporte- RN

Opinião dos leitores

  1. Quebra osso ? é um lutador. Vai ficar rico com a veda de Gabriel Veron também revelado por ele .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com festas de fim de ano, pesquisa aponta perfil mais jovem de infectados com covid-19, e pesquisadores da UFRN alertam para perigo

Com a chegada das festas do fim de um ano marcado pela pandemia de covid-19, reunir familiares para as tradicionais ceias natalinas e de réveillon, segundo um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), pode ser uma atividade perigosa. A avaliação se dá, sobretudo, pelo novo perfil de infectados identificado, que hoje é quatro anos mais jovem do que o apresentado em julho de 2020.

Segundo os dados da PNAD Contínua do terceiro trimestre de 2020, em cerca de 147 mil domicílios potiguares (12,2% do total), há idosos residindo com jovens de 18 a 35 anos. Isso aumenta o risco de contaminação, especialmente pelo fato de que, segundo relatórios da Secretaria Estadual de Saúde do RN (Sesap/RN), a população jovem corresponde a quase a metade de casos de covid-19 atualmente (46,5%).

“Festas familiares são um evento catalisador de novas infecções, especialmente quando se reúnem familiares que não tem um convívio diário ou habitual”, enfatizam os pesquisadores em relatório.

Segundo o pesquisador e professor César Rennó Costa, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), o mesmo padrão de evolução da doença no Brasil foi observado em outros lugares do mundo, ocasionado, especialmente, por festas e eventos públicos.

“Na Flórida, nos Estados Unidos, houve um crescimento acentuado de casos depois das festas de Spring Break – algo como um Carnaval em abril –, mas sem que houvesse um paralelo imediato na curva de óbitos. Porém, no mês seguinte, houve uma mudança no perfil dos infectados, tendendo para os mais velhos e logo se observou um aumento nas taxas de hospitalização e de óbitos”, comenta o professor.

Percepção popular

Segundo a pesquisadora Luciana Lima, do Programa de Pós-Graduação de Demografia da UFRN, “o cenário atual é preocupante. Há um contingente alto de pessoas jovens infectadas e uma percepção popular de que a epidemia não está tão avançada, o que pode reduzir os cuidados na realização dos eventos de fim de ano”.

Para os estudiosos, a reabertura econômica possivelmente possibilitou mais exposição de adultos à contaminação, assim como uma maior circulação de jovens em locais com aglomerações, como casas noturnas, bares e eventos. Em conjunto, todos esses fatores podem, segundo a pesquisa, ter contribuído para esse rejuvenescimento da curva de contaminados.

Ainda segundo os pesquisadores, a percepção da população sobre a pandemia não parece refletir a gravidade da situação: os índices de isolamento social de hoje (39%) são menores que no período anterior ao primeiro pico (44%).

Em casos em que as famílias optarem pelas festividades de fim de ano, os acadêmicos aconselham a todos seguirem as recomendações da Fundação Oswaldo Cruz para a redução dos riscos de contaminação.

UFRN

Opinião dos leitores

  1. Chega de FAZ de CONTA. Chega de Mentiras. Fechem TUDO que NÃO é ESSENCIAL. Sejam DETERMINADOS. Tenham CORAGEM, VONTADE politica e INTERESSE em combater a disseminação do covid-19. CHEGA de trocarem VIDAS por impostos.

    1. Isso, vamos deixar de pagar o funcionalismo público. Sem impostos não há como pagar.

    2. E os 5 milhões dos respiradores quando serão devolvidos aos cofres públicos?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Alvo de racismo, primeira prefeita eleita em Bauru é jovem, negra, evangélica e conservadora

Foto: Reprodução/Instagram

Primeira mulher eleita prefeita de Bauru, jovem, negra, evangélica e conservadora. Assim pode ser descrita a jornalista Suéllen Rosim (Patriota), 32, que no último domingo venceu a eleição para a prefeitura da cidade localizada a 329 km de São Paulo.

Numa disputa em que seu partido entrou com chapa pura e em que teve apenas 14 segundos de tempo de TV no horário eleitoral no primeiro turno, Suéllen derrotou o médico e ex-vereador Raul Gonçalves Paula (DEM), 59, que estava em sua segunda tentativa de chegar à prefeitura.

A jornalista obteve 89.725 votos, 55,98% dos votos válidos, ante os 44,02% do adversário, que recebeu 70.558 votos e tinha uma coligação formada por mais três partidos —PSL, PP e MDB.

No primeiro turno, Suéllen já tinha liderado, mas com placar de 36,12% a 33,28%. O atual prefeito, Clodoaldo Gazzetta (PSDB), que tentava a reeleição, obteve 8,91% e ficou fora do turno final.

Evangélica, com um vice católico, o médico Orlando Dias (Patriota), 66, ela disse não ter enfrentado problemas em relação à religião, mas o mesmo não pode ser dito sobre a sua cor.

Nessa segunda-feira (30 de novembro), por exemplo, Suéllen recebeu mensagens racistas publicadas em um grupo de WhatsApp e em redes sociais e afirmou que não se silenciará.

Uma das mensagens dizia: “Bauru não merecia ter essa prefeita de cor com cara de favelada comandando nossa cidade. A senzala estará no poder nos próximos quatro anos”.

“São coisas que sabemos que existem e nos chateiam porque isso não é algo que nos valida ou não. Combater o racismo é desgastante, mas necessário. Tomei as medidas, registrei um B.O. pedindo providências para responsabilizar os envolvidos”, disse a prefeita eleita.

Foi a primeira disputa à prefeitura de Suéllen, mas não sua primeira eleição, já que em 2018 tentou ser deputada estadual. Foi a terceira mais votada na cidade, com 15.572 votos.

A disputa de dois anos atrás foi decisiva para que a jornalista deixasse o emprego que tinha havia oito anos na TV Tem, afiliada da Rede Globo na cidade, onde era repórter e apresentadora e no qual estava desde que se formou na Unitoledo, em Araçatuba.

“São duas coisas que não daria para conciliar. Para manter a imparcialidade necessária, seria impossível [seguir como jornalista]. A minha vinda para a política tem a ver com a conexão da rua, já que o jornalismo aproxima muito da população. A diferença é que, para ir além da profissão, a política é uma das ferramentas para resolver os problemas. Ela deve ser vista como solução, não problema.”

Problemas, aliás, é o que ela encontrará a partir de 1º de janeiro.

Além dos reflexos da pandemia do novo coronavírus, que em Bauru já resultou em 17.849 casos confirmados e 268 mortes, para uma população de 379.297 habitantes, o abastecimento de água, o tratamento de esgoto e a geração de empregos são questões que devem ser prioridades, segundo Suéllen.

A transição com Gazzetta deverá começar de imediato, de acordo com o atual prefeito.

“Parabenizo inicialmente pela campanha limpa e desejo à prefeita eleita, jornalista Suéllen Rosim, e ao vice-prefeito, dr. Orlando Costa Dias, uma gestão de sucesso e que possam contribuir com o desenvolvimento sustentável da nossa cidade. A partir de amanhã [segunda] estou colocando toda a prefeitura à disposição para um processo de transição”, escreveu Gazzetta logo após a divulgação do resultado, na noite de domingo (29).

Outro problema será como conseguir aprovar projetos na Câmara já que, sem coligação com nenhuma outra sigla, o Patriota elegeu apenas um vereador, Marcelo Afonso.

“Fizemos um só, mas foi uma característica geral, com muitos partidos elegendo poucos nomes. Houve disputa até ontem [domingo], agora a apuração já terminou. Temos de dialogar para trabalhar o bem comum, que é Bauru.”

O Legislativo local tem 17 cadeiras e terá, a partir de 1º de janeiro, políticos de 13 legendas. Só PSL, DEM, MDB e Republicanos conseguiram duas vagas cada um.

Dos eleitos à Câmara, apenas três são mulheres. Suéllen disse esperar que sua eleição contribua para que a “porta permaneça aberta para que outras mulheres continuem passando por ela”.

Mulher, primeira prefeita, jovem, negra, evangélica e conservadora. Falta algo? “Eu acrescentaria que vou governar para todos. Ao longo da minha carreira construí uma zona de conforto entre as duas frentes [profissão e política]. Hoje tenho diálogo extremamente aberto com todos, até porque não tem como ser diferente.”

RAIO-X
Suéllen Rosim, 32

Prefeita eleita de Bauru (SP) pelo Patriota, é natural de Dourados (MS). Era jornalista até disputar sua primeira eleição, em 2018, quando tentou se eleger deputada estadual em São Paulo. Declarou na eleição deste ano ter patrimônio de R$ 1.659,92 (poupança, previdência privada e título de capitalização)

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. O interessante q a questão de vota ou não na câmara é por partido e não pelo bem comum. Principalmente vereadores deveriam votar pelo bem comum, creio eu. Sobre essa discursão sobre racismo é fazer o que ela fez, procurou os meios legais e pronto. É governar pelo povo e para o povo mas sem ficar com esse vitimismo de racismo. Bola pra frente e que faça uma boa administração.

  2. Paulo e sua máquina de ódio, sossega cara. Se esquerdista gostasse de macumba, no governo Lula não tinha explodido o número de evanjegues.

    1. O esquerdista não gosta do cristianismo.
      Gosta de macumba, de liberação de drogas, de marcha de vadias com peitos de fora, gosta de ir a parada gay, e passa dia e noite falando mal do cristianismo e de Bolsonaro.
      E também dos negros que não forem seguidores de Maduro e de Lula, caso da prefeita.

    2. Paulo, você tem sérios problemas e precisa procurar um psicólogo para se tratar.

  3. Será q a terraplanista conservadora vai dizer q não existe racismo no Brasil apos ter sofrido?
    Eu nao duvido nada dessa turma. Eles vivem uma distopia total.

    1. Esquerdismo é doença.
      O esquerdismo tenta provocar guerras raciais para se dar bem.
      A esquerda se alimenta do caos e desgraça .
      Lula comemorou a chegada do corona vírus.
      A escravidão acabou há 140 anos e o esquerdista passa dia e noite falando em racismo.
      Daqui a 200 anos, se ainda houver esquerda, o fanático esquerdista continuará com mimimi, dizendo que existe um racismo estrutural.
      So nos Estados Unidos e Brasil a imprensa passa dia e noite incentivando o "ódio" e o quebra quebra.

  4. Dizer que é a prefeita eleita é muito gata, é politicamente incorreto? Pois eu achei Suellen muito bonita e desejo-lhe uma profícua gestão. Espero não ser patrulhado pela esquerda, já que todo e qualquer comentário é condenado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Corpo encontrado em área de mata em Tibau do Sul pode ser de adolescente de 16 anos desaparecida

Fotos: Cedidas

O portal G1-RN noticia nesta segunda-feira(30) que um corpo encontrado na manhã desse domingo (29) no distrito de Sibaúma, em Tibau do Sul, pode ser da jovem Andreza Alves do Nascimento, de 16 anos, desaparecida desde o dia 21 deste mês. De acordo com a família de Andreza, o corpo é da jovem. Mas, de acordo com o Itep, será necessário realizar um exame de DNA para confirmação oficial.

Segundo a Polícia Civil, o corpo foi encontrado em uma área de mata, em avançado estado de decomposição. No local, havia pertences da vítima. Mais detalhes AQUI.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Defensoria pede no STF absolvição de jovem que furtou xampu e condicionador de R$ 16 no Rio

Foto: Agência O Globo

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro entrou com pedido de habeas corpus junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir o fim de um processo e suspender a pena imposta a um jovem que furtou um frasco de xampu e outro de condicionador numa loja de departamentos. O crime ocorreu em fevereiro de 2017. Na época, os produtos eram vendidos por R$ 16,99.

Segundo a Defensoria, o kit foi devolvido pelo jovem imediatamente após a ocorrência, mas o caso rendeu uma ação penal que já passou por todas as instâncias jurídicas. Para o defensor público Pedro Carriello, que acompanha o caso no STF, os custos econômicos e sociais do processo são muito maiores do que o bem furtado. Ele argumenta que caberia a aplicação do princípio da insignificância, quando o caso pode ser considerado como minimamente ofensivo ou inexpressivo, por exemplo.

— Deveria ter sido aplicado ao caso o princípio da insignificância, mas o que acabou por prevalecer foi o fato de o réu já ter sido processado e julgado anteriormente por outros delitos — explica Carriello.

A primeira sentença para o furto dos produtos resultou na absolvição do réu pela 3ª Vara Criminal do Rio. O Ministério Público (MPRJ), porém, recorreu ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ), onde a 2ª Câmara Criminal reverteu a decisão do juiz de primeira instância, condenando o rapaz a dois anos de pena em regime semiaberto, além de onze dias de multa recolhida ao Fundo Penitenciário Nacional.

Após a condenação, a Defensoria Pública entrou com o primeiro pedido de habeas corpus, junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que foi negado pelo ministro-relator sorteado para o caso, Nefi Cordeiro. A Defensoria recorreu novamente, mas o STJ manteve a condenação, reduzindo a pena. O resultado, então, levou a Defensoria a ingressar com novo habeas corpus, dessa vez junto ao STF. A liminar pede o trancamento da ação e da execução da pena, restabelecendo o resultado da primeira decisão.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Não importa o valor, se o cara roubou, tem que ser punido, se não muitos vão no mesmo caminho.

  2. Vergonha! Pena de prisão para os pobres. Liberdade para os grandes ladrões e corruptos do Brasil. Um processo desse ir ao STF é o cúmulo do ridículo l

    1. 2 anos no semiaberto, que depois foi reduzido no STJ…
      Quanto tempo esse cara passou preso?
      A matéria diz que ele já cometeu outros crimes.
      Você diz que ricos não vão presos, deve estar falando de Lula que foi solto pelo STF, igual a André do Rap… Ambos condenados por dois crimes em segunda instância…

    1. Vai ser negado sim, enquanto isso o nove dedos, o maior ladrão do mundo, e o André do rap, o maior traficante do país estão soltos. Eita justiça boa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende três policiais militares lotados na Grande Natal suspeitos de envolvimento no homicídio do jovem Gabriel

 Foto: Cedida pela família

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, nessa quinta-feira (17), em desdobramentos da Operação “Romanos 12:19”, a mandados de prisão temporária em desfavor de três investigados pelo crime de homicídio que vitimou o jovem Giovani Gabriel de Souza Gomes. As diligências resultaram na prisão de três policiais militares e na renovação da prisão temporária de outro policial militar, que havia sido preso no dia 19 de agosto deste ano. Os quatro suspeitos são lotados no município de Goianinha.

A investigação revelou que após um roubo de um veículo pertencente ao irmão do policial militar suspeito (sargento), ocorrido em Parnamirim, foram acionados colegas para dar apoio ao seu irmão na recuperação do veículo, que possuía rastreador. Diversos policiais foram contactados para atender a ocorrência, deslocando-se até a região onde apontava o GPS. Ao longo das buscas, uma guarnição da Polícia Militar (PM) chegou ao local onde o veículo estava, presenciando o momento no qual os criminosos estavam retirando os pertences do veículo.

Os suspeitos do roubo, ao visualizarem a viatura, fugiram pela região de mata. Os policiais deram continuidade às buscas, ingressando na mata. No local, alguns policiais militares abordaram o jovem “Gabriel” e se certificaram de sua história. Após alguns momentos de detenção, eles liberaram o jovem. Ao sair da região de mata, Giovani Gabriel foi visto por populares que passavam com seu veículo pelo local e avisaram a uma outra viatura que também realizava as buscas no local.

Nessa viatura, estavam os três cabos presos nesta quinta-feira (17), que haviam sido acionados pelo sargento. Os militares então abordaram o jovem Gabriel, que chegou a informar aos policiais que já havia sido liberado pela outra viatura; mas, mesmo assim, o jovem foi colocado na mala do veículo, sendo este o último momento em que foi visto com vida.

As investigações apontam que os três policiais executaram a vítima e se deslocaram até o município de São José do Mipibu, onde deixaram o corpo, que foi encontrado no dia 14 de junho, em uma região de mata na comunidade Pau Brasil, a 30 km de Natal e a 20 km de Parnamirim.

De acordo com as investigações, os três cabos que estavam na viatura, desde o momento que abordaram o jovem Gabriel, mantiveram um estreito processo de comunicação com o sargento, irmão da vítima do crime de roubo em Parnamirim. Tal comunicação indica o conhecimento dos fatos e participação ativa na prática do crime de homicídio, pois, ainda de acordo com as investigações, o sargento chegou a agradecer aos três cabos presos, em grupo de WhatsApp, todo o apoio prestado.
Dois dos policiais estavam de serviço e foram presos após se apresentarem ao Comando Geral e o terceiro suspeito foi preso em sua residência. Dessa forma, foram identificados e presos todos os envolvidos no homicídio de Giovani Gabriel. Com a prorrogação da cautelar, o Inquérito deve ser concluído no prazo de 30 (trinta) dias, restando pendente apenas os laudos periciais e a análise de dados para a finalização da investigação.

Sobre o caso

Giovani Gabriel foi visto pela última vez na manhã do dia 5 de junho deste ano, quando saiu de casa no bairro Guarapes, em Natal, para ir de bicicleta à casa da namorada em Parnamirim. Na semana seguinte ao desaparecimento, os policiais civis chegaram a encontrar suas sandálias e a bicicleta em uma área de vegetação em Parnamirim, próxima à casa da namorada. O corpo do jovem Gabriel foi encontrado no dia 14 de junho, em uma região de mata na comunidade Pau Brasil, em São José de Mipibu – a 30 km de Natal e a 20 km de Parnamirim. De acordo com as investigações, o crime de homicídio provavelmente ocorreu logo após o jovem Gabriel ser confundido com um suspeito da prática de um crime de roubo de um veículo, no bairro de Emaús, no município de Parnamirim.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Lamentável o assassinato desse rapaz, que seja feita justiça e os culpados paguem pelo crime dentro dos limites da lei, chega de impunidade. Vidas de moradores de bairros populares importam.

  2. Aguardando a Associação dos praças emitir uma nota e os comentários dos patriotas…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Após pedir emprego com cartaz em semáforo de Natal, jovem de 20 anos é contratado por loja

Foto: Cedida

Um dia após aparecer segurando um cartaz pedindo emprego em um semáforo de Natal, Geovane Guimarães Ferreira, de 20 anos, foi contratado para trabalhar em uma loja de eletrodomésticos. O contrato foi assinado na manhã desta quarta-feira (22). O G1 contou a história do jovem, que estava desempregado desde fevereiro e decidiu ir para as ruas pedir um trabalho. Ele foi incentivado pela companheira e pela mãe, que o acompanhou durante os pedidos no sinal do cruzamento das avenidas Antônio Basílio e Salgado Filho. O irmão dele também havia sido contratado três meses antes, após campanha semelhante.

Veja desfecho feliz aqui em reportagem na íntegra.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns a esse rapaz. Meteu a cara em busca de algo digno. E mostrou q pedir não o diminuiu, ao contrário, o engrandeceu.

  2. Governo não gera riquezas: Auxilios, empréstimos e outras ações que os vagabundos de Esquerda dizem que o governo está "dando", na verdade está apenas administrando e devolvendo ao povo o que arrecadou. O pior é saber que em grande parte das vezes, o câncer esquerdista administra mau ou simplicidade rouba!

  3. É interessante que sempre é a iniciativa privada que dá oportunidade. Nunca surge um comunista, esquerdista caviar e esses demais falsos policitamente corretos para dar uma oportunidade de trabalho ou sustentar camarada por um período. Capitalismo selvagem sempre acolhendo o cidadão.

    1. Lógico que tem que ser na iniciativa privada. Órgão público só através de concurso público. E cadê que vc foi lá dá uma chance ao rapaz. Fica ai só reclamando. Tipo de pessoa que leva a vida em confundir esquerda, que é oposição, com comunista e tb que quem é de oposição é inimigo. Acabe com isso, vá estudar e refletir!

    2. To percebendo as empresas privadas do capitalismo fantástico bancando o auxílio emergencial kkkkk kkk muuuuuuuuuuu

    3. Emprego em empresa pública, só através de concurso. Quer queira quer não, quem sustenta o país é o governo, nas crises o capitalismo selvagem recorre a quem? Empréstimos, bolsa família, auxílio emergencial, saque emergencial do FGTS…

    4. .40, o que mais existe hoje no serviço público estadual, em especial no gabinete da "gunvernadora", é gente trabalhando sem ser concursado. São os famosos cargos comissionados, mais conhecido como "cabide de empregos". A PTZADA (os "cumpanheiros") fazem a festa. Tudo gente altamente capacitada (SQN).

  4. Rapaz corajoso , parabéns . Se ninguém desse esmola em sinal essas pessoas encontrariam alguma solução . Devemos ajudar o próximo sim . A esmola vicia igual as drogas em geral.

    1. Se fosse fácil assim, não veríamos em outros países pessoas pedindo esmolas nos sinais de trânsito.

    2. A Val Marchiori e a esposa do Dória também pensam igual a você, Lair. Jesus Cristo já pregava o contrário. Leia a Bíblia que lá você pode aprender um monte de coisas boas que tornarão sua alma mais bonita. E reze para nunca se encontrar em situação de rua.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Desempregado desde fevereiro, jovem de 20 anos pede oportunidade com cartaz em semáforo de Natal

Jovem segura cartaz no cruzamento da Salgado Filho com a Antônio Basílio — Foto: Lucas Cortez/Inter TV Cabugi

Reportagem do portal G1-RN destaca que desde segunda-feira (20), quando acende a luz vermelha do semáforo entre as avenidas Salgado Filho e Antônio Basílio em Natal, Geovane Guimarães Ferreira, de 20 anos, aparece com um cartaz pedindo um emprego aos que passam pelo cruzamento. A decisão de ir para as ruas pedir ajuda para arrumar um emprego foi tomada após conversas com a mãe e a companheira, que está grávida de seis meses. No entanto, o jovem conta que o grande incentivador da ideia foi o irmão, que atualmente trabalha em um petshop porque teve a mesma iniciativa: pedir trabalho no semáforo.

Desempregado desde fevereiro, o jovem que vivia de aluguel precisou entregar a residência para a proprietária porque não iria conseguir manter a mensalidade em dia. Ele se mudou para a casa da sogra, onde mora com ela e a companheira no bairro Guarapes, Zona Oeste de Natal. A família enfrenta dificuldades financeiras. Geovane só teve acesso a uma das parcelas do auxílio emergencial de R$ 600. Leia matéria completa aqui.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Jovem morre eletrocutada em Mossoró após sofrer choque em máquina de lavar roupas

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta quarta-feira(11) que uma jovem de 22 anos morreu eletrocutada, na noite dessa terça-feira (10) em Mossoró. A reportagem conta que Fabrícia Rocha Vieira estava lavando roupas e teria tentado desligar a máquina quando sofreu a descarga elétrica, segundo informaram os familiares dela.

Os peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foram até o local e encontraram uma marca de queimadura na mão esquerda de Fabrícia, possivelmente causada pelo choque elétrico.

Com acréscimo de informações do G1-RN. Íntegra de matéria aqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Jovem é morto a tiros após reagir a assalto na Grande Natal

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(11) a morte de um jovem de 21 anos reagir a um assalto em Macaíba, na Região Metropolitana de Natal, na noite dessa segunda-feira (10). A vítima, que trabalhava em uma fábrica de temperos foi abordada por um trio de criminosos na Avenida Mônica Dantas, próximo ao prédio da prefeitura municipal. O rapaz estava de moto e havia deixado a mãe no trabalho dela, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Macaíba. “Os criminosos queriam a moto dele. Na ida, ele já desconfiou que poderia ser assaltado por uns motoqueiros. A vítima seguiu, deixou sua mãe na UPA e na volta foi assaltado, reagiu e foi baleado”, afirma Marcus Vinicius, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Leoa mais detalhes aqui.

Opinião dos leitores

  1. O governo federal através de Dr.Moro ministro fez um pacote anti-crime pra botar pra fever na vagabundagem mais os nossos deputados derrubaram os principais pontos.
    A culpa não é de Bolsanaro e sim desses vermes da câmara dos deputados.

  2. Em TODO o país os índices de criminalidade melhoraram. E no RN do PT? Que Deus olhe para esse estado. E que o povo potiguar aprenda a votar. Por enquanto, é peia! Elegeram? Pois aguentem!

  3. Não existe segurança sem lei rígida com bandido, quer encher os olhos de lágrimas de quem defende bandido, é só mostrar a escória fazendo sinal com a mão que a cela está cheia.

  4. Mais uma vítima da violência desenfreada que assola nosso estado. A população se acostumou com essas noticias trágicas. A (des)Governadora não se sensibiliza e só se preocupa em fazer política partidária. Trata a nossa segurança com total DESCASO!

    SALVEM O RN! FORA FÁTIMA!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Jovem de Recife-PE cria “picalé” para o carnaval e faz sucesso nas redes sociais

Foto: Reprodução/Twitter

A foto de um picolé em formato de pênis está fazendo sucesso nas redes sociais. O “picalé” é criação da cozinheira Tayná Maísa, de 24 anos.

Em entrevista ao Delas, Tayná conta que a ideia do “ picalé ” surgiu em curso de confeitaria que faz em Recife (PE). “A proposta era criar um doce, um bolo ou qualquer outra coisa ligada à confeitaria”, diz. A princípio, ela queria reinventar o tradicional bolo de rolo e fazer um “bolo de rola”. “Mas achei que o bolo não chamaria atenção no carnaval”, fala.

Ela continuou pensando em um doce criativo até que sonhou com o “picalé”. Depois de várias tentativas, Tayná conseguiu colocar a receita em prática e divulgou o resultado em seu Instagram.

Foi aí que o “picalé” conquistou a internet. “Um picolé em formato de bilola, é isso mesmo! Eu também tô passada, mas tu vai perder de chupar, é?”, brinca na legenda da foto.

A cozinheira conta que o picolé é coberto de chocolate meio amargo e conta com recheios variados, incluindo cachaça. “Chupem bastante nesse carnaval !”, diz.

O sucesso foi tanto que mais de 1,2 mil pessoas curtiram a foto do “picale” no Twitter. “Estou muito feliz e chocada. Faz dois dias que eu não durmo direito. Tem gente do Brasil inteiro me mandando mensagem”, revela.

A cozinheira, que pretende vender o produto no carnaval de Olinda e Recife, avisa que a ideia não é não hipersexualizar o corpo masculino, mas, sim, brincar e ganhar dinheiro de forma criativa.

IG

Opinião dos leitores

  1. BG, deixa de hipocrisia, homi! Aqui no seu blog os comentaristas falam coisas horríveis contra mulheres, esculhambam os homossexuais, destilam em palavras todo tipo de absurdos e xingamento cheios de ódio contra esquerda ou qualquer coisa que não seja a favor do mito de vocês, e agora você esconde um picolé porque tem a forma de uma rola??? Incoerente….

    1. Pode contabilizar, o maior número de postagem com poder ofensivo vem atacando o presidente Bolsonaro e contra os que desacreditaram da esquerdalha e optaram pelo novo. Somos acusados de facistas, racistas, hofobicos, misóginas… De tudo. Mas se formos comparar os governos, veremos que na prática mesmo, quem mais se aliava a essas práticas eram os petralhas, não existe uma decisão política do Bolsonaro que tenha essas conotações repulsivas. Mas os ataques continuam da esquerdalha não cessam.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Jovem é aprovada em Medicina na UERN durante tratamento de câncer e quer ser oncologista

Liliany Mirelly Bezerra Alves, 21 anos, passou em Medicina durante tratamento de câncer — Foto: Cedida

Mais uma bela reportagem no portal G1-RN nesta quinta-feira(30), destaca uma história envolvendo a aprovação no Sisu de uma nova universitária no estado, coincidentemente,  no curso de Medicina.

Trata-se de uma potiguar de 21 anos, apta a cursar Medicina da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), em meio a aprovação no curso durante um tratamento contra o câncer. Agora, o sonho dela é poder se especializar em oncologia para poder ajudar pacientes que enfrentarem a mesma doença que ela enfrentou nos últimos três anos.

Veja mais: Reportagem conta superação de filha de diarista aprovada em medicina na UFRN

O sonho da jovem, que vive em Mossoró, vem de muito tempo, da infância. Em 2014, no último ano do Ensino Médio, Liliany começou a fazer provas para tentar entrar no curso e, continuou estudando mesmo sem conseguir na primeira tentativa. No entanto, em 2016, aos 18 anos, descobriu uma Leucemia Linfoide Aguda (câncer no sangue), que suspendeu temporariamente a realização do sonho. Era preciso se dedicar primeiro à saúde. De acordo com ela, foram três anos de quimioterapias, cirurgia e várias transfusões de sangue. O tratamento ocorreu no Hospital do Câncer em Mossoró. Agora ela está em remissão e precisa passar por avaliação médica a cada três meses. Perto do final do tratamento, no meio de 2019, o médico permitiu o retorno dela ao cursinho preparatório para o Enem.

Leia reportagem aqui.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns Liliany, tenho certeza que você será uma ótima médica, quando tudo parece terminar Deus faz o recomeço em nossa vidas. Saúde e parabéns novamente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *