Diversos

PARNAMIRIM: Renovação de alvará de bares, restaurantes e hotéis é prorrogado para 30 de julho

FOTO: ASCOM

A Prefeitura de Parnamirim, por meio da Secretaria Municipal de Tributação (SEMUT), prorrogou o vencimento do Alvará de Localização e Funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e similares, hotéis e pousadas documento.

Agora o contribuinte tem até o dia 30 de julho para fazer efetuar o pagamento da taxa de renovação da licença e garantir que o estabelecimento continue funcionando. Antes, o prazo era 30 de março.

A prorrogação tem o objetivo de apoiar os comerciantes do ramo diante da situação de emergência neste período da pandemia do Coronavírus.

Este alvará de funcionamento é um documento essencial porque confirma que o estabelecimento está regulamentado, oferecendo segurança para seus clientes e colaboradores.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN emite nota de repúdio por ação policial em hotel em Natal

Nota de repúdio

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) vem, por meio desta, repudiar as situações ocorridas ontem em um restaurante e em um hotel da Capital, onde empregadores, empregados, consumidores e hóspedes foram constrangidos com uma ação policial – tendo como base o decreto estadual que determina o chamado “toque de recolher”.

Entendemos a necessidade de preservação da vida diante do momento vivido, mas é necessário que o trabalho das forças de segurança seja pautado na “lógica do razoável”, tendo como premissas a correção e o diálogo.

LEIA MAIS EM: PM invade Hotel Esmeralda para encerrar música ao vivo durante jantar e pede que hóspedes voltem aos seus quartos

Longe do espírito buscado com a norma estadual, impedir o serviço de entrega (ou de retirada) em um restaurante, por um lado, e a presença de hóspedes no restaurante do próprio hotel em que hospedados, de outro, não passa de um ato de intimidação e de truculência.

Este Sindicato não pode compactuar com esse tipo de conduta!

É necessário que aqueles que pregam o (louvável) trabalho de prevenção também trabalhem com respeito para com os empresários e com os empregados do setor de hospedagem e de alimentação – que, com fiel respeito às normas sanitárias, estão apenas buscando formas de garantir sua sobrevivência, especialmente diante da falta de qualquer medida governamental concreta para dar suporte ao segmento do turismo de nosso estado.

Habib Chalita
Presidente SHRBS-RN

Opinião dos leitores

  1. Para matar a sede ditatorial de dona Fátima Bezerra, nenhum oceano da terra seria suficiente para saciá-la. Claro, se as águas destes fossem potáveis.

  2. Fátima bezerra a pior governadora do estado do RN , enquanto isso o prefeito Álvaro Dias está dando um show de competência e gestão . Fora Fátima Bezerra ..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Presidente do Sindicato dos Hotéis do RN defende moratória de tributos para restaurantes, bares, casas de eventos e buffets

Diante dos impactos provocados no setor de bares e restaurantes pela pandemia do novo coronavírus além das restrições dos decretos publicados por Estados e municípios, há estudo para um Projeto de Lei no Congresso Nacional que pode conceder uma moratória aos restaurantes e demais setores afetados pela pandemia.

Para o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN), Habib Chalita, essa iniciativa tem muito a contribuir com o setor de bares, restaurantes, casas de eventos e buffets que tem sofrido fortemente com prejuízos e endividamentos desde o ano passado.

O documento foi elaborado pela seccional do Paraná da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PR) e pede que os estabelecimentos tenham a cobrança de tributos suspensa enquanto o país estiver em estado de calamidade pública nacional.

Ainda segundo o esboço do Projeto, seriam abrangidos pela moratória todos os tributos devidos pelas empresas apurados desde o início do decreto até a revogação, incluindo impostos estaduais e municipais como Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Além disso, sugere que os tributos começarão a ser pagos três meses depois do fim do período de calamidade pública, em até 60 parcelas mensais iguais e sucessivas sem a incidência de multas, juros e outros encargos por atraso no pagamento.

Habib Chalita alerta para a quantidade de empreendimentos que sofrem com falências e dificuldades de honrar as contas por causa dos sucessivos decretos sanitários que fecham ou limitam o atendimento nos estabelecimentos.

Outro ponto do documento diz respeito a limitar o alcance da lei às empresas que trabalham sob o regime de tributação do Simples, sem correr o risco de grandes operadores requisitarem a mesma vantagem.

Opinião dos leitores

  1. O ICMS é um tributo sobre consumo. Sobre Vendas. Se não esta vendendo, Estado nao esta cobrando ICMS. Diferente dos impostos sobre patrinomio, IPTU, IPVA, por exemplo. Seu negocio estando fechado ou nao, tem que se pagar esses impostos e alvaras.

  2. Esse sindicato nunca fez nada por niguem aqui no estado , essa lei está tramitando sem que o sindicato da qui tenha feito nenhum esforço, querem apenas pegar a onda e surfa, quanto tempo esse cara é o presidente ? O que foi feito por bares e restaurantes de natal ? Nada nunca . Querendo ganhar mérito e fama .

  3. Está corretíssimo!!
    O governo estadual deve também abonar as dívidas dos empresários do trade turístico, bem como de todos os restaurantes do estado!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do RN emite nota de repúdio contra atos ocorridos em evento para o novo Plano Diretor de Natal

NOTA DE REPÚDIO SHRBS-RN

Com cenas lamentáveis e um comportamento antidemocrático por parte de alguns grupos, o Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) repudia com veemência os atos ocorridos durante uma das etapas de revisão do Plano Diretor de Natal, que foi impedida de realização por parte daqueles que, por certo, não querem ver o desenvolvimento de nossa cidade.

Os atos cometidos na manhã da segunda-feira (25) vão na contramão da democracia e liberdade de expressão tão defendidas em nossa sociedade. Infelizmente, a pré-conferência para escolha de parte dos delegados que irão votar a minuta do novo Plano Diretor de Natal se transformou em local de baderna e desordem.

Pessoas sérias e comprometidas se viram acuadas e amedrontadas em verdadeiro desrespeito ao trabalho sério que vem sendo realizado há quase dois anos em torno deste Plano Diretor.

A quem interessa esse tipo de comportamento de intimidação? A quem interessa o não desenvolvimento de Natal?

Os debates em torno do novo Plano Diretor envolvem vários segmentos da sociedade e isso não pode ser prejudicado pela baderna provocada por aqueles que não se interessam pelo progresso e desenvolvimento da nossa capital.

Que as discussões sejam retomadas e possam trazer, sim, melhoria à nossa cidade e ao povo de Natal. Tudo dentro da ordem e que prevaleça a democracia e transparência das decisões.

SINDICATO DE HOTÉIS, RESTAURANTES, BARES E SIMILARES DO RIO GRANDE DO NORTE (SHRBS-RN)

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Grupo de “influenciadores digitais” aplica golpes em hotéis de Ponta Negra

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) recebeu denúncias de alguns de seus associados, que estão recebendo um golpe de fraude e estelionato por parte de clientes que deixaram o local com uma dívida de mais de R$ 4 mil reais em consumo.

A ação ocorreu no Hotel Esmeralda e em um outro hotel de Ponta Negra, onde dez jovens se hospedaram por três dias em quatro apartamentos e deixaram o local sorrateiramente, sem malas e deixando a conta do estabelecimento a ser paga. Os administradores do hotel também acreditam que o cartão usado no pagamento das diárias através do motor de reservas é um cartão clonado.

Qualquer informação que tenham sobre os suspeitos, entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone: (84) 3232-4074.

As informações são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN).

Opinião dos leitores

  1. So é o que tem agora esses malfluenciador digital kkkkk pagando tudo no @. Vão trabalhar bando de vagabundos.

  2. um bando de desocupados e gente fraca que seguem essas banalidades que vivem as custas de nossos impostos, com recebidos e parecerias que fazem as pessoas acharem que vivem num mundo de alice.
    Só futilidades, chegam em lojas, restaurantes, hotéis e tudo mais, mostram o número de seguidores e aí se acham.
    Banalidades e Futilidades das redes sociais.

  3. Integrantes de ONGs, MST, Influencer, Sindicalistas, cargos comissionados, torcidas organizadas e demais atividades afins de lucros sem trabalhar são de esquerda, ainda tem os grupos dos barbudos, os que não gostam de banho, sem esquecer dos mensageiros e lavajateiros.

    1. Meu bebê anda mal da cabeça, misturando MST com influenciador digital.. tadinho, se continuar nessa toada não dura muito. Oremos.

  4. Influenciador de gital é coisa de esquerdista, esses na pior das hipóteses são petistas eleitores da safadeza e corrupção! E viva Fatão!

    1. Verdade…os patriotas gostam de rachadinha e (Mi)cheque…
      Muuuummmmmmmm

    2. O diretor do Multishow, pelo video, claramente é contra Bolsonaro e contra os valores cristãos.
      De direita é que não era.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vereador eleito do PSOL, professor Robério Paulino esclarece declaração sobre hotéis em Ponta Negra

Entrevistado no programa Meio Dia RN, na 96FM, nessa terça-feira (24), o professor Robério Paulino, eleito vereador pelo PSOL, entrou em contato com o Blog do BG para explicar a declaração sobre a situação de hotéis em Ponta Negra. Confira abaixo íntegra de resposta:

“Meu caro Bruno.

Fique muito descontente mesmo com o que fizeram com uma única palavra minha mal encaixada, em função da várias interrupções que vocês me fizeram, que mal me permitem terminar a resposta. Falei errado retirar os hotéis dali de Ponta Negra quando eu deveria ter falado recuar, no médio e logo prazo, em 15 ou 20 anos, para permitir um alargamento da faixa de areia e da calçada, como complemento ao enrocamento. Vocês pincaram unicamente esse trecho e abriram espaço para todo tipo de ataques baixos a mim lá no seu Instagram e no seu Blog, para desqualificação e ridicularização, sem que eu tenha tempo para me defender. Uma pena. Gustavo Negreiros disse no programa dele que eu propus destruir os hotéis, quando em nenhum momento eu usei essa palavra, mas sim você. O que eu disse, mas sem poder explicar, não é nenhum absurdo. O mundo inteiro está recuando de forma planejada equipamentos das orlas. Nos EUA, existe mesmo um programa governamental exclusivo só para isso, que nós temos estudado na universidade. Alguns no seu Instagram que não sabem do que estamos falando, mas me insultaram ao extremo, até com palavrões. Coisa baixa. Você pode dizer: mas professor, o senhor disse isso. É verdade, mas disse também outras coisas importantes como fazer uma revolução na qualidade da educação, lutar pela renovação completa da frota de ônibus de Natal, plantar 50.000 árvores, que vcs sequer falaram. O Blog pegou apenas uma palavra mal encaixada, pelo nervosismo natural de uma entrevista e abriu espaço para todo tipo de ataques a mim. Triste isso. Lamento muito. Fui de peito aberto para sua entrevista, não esperava isso. Lhe respeito muito, sempre atenderei seu convite pelo respeito que lhe, mesmo sabendo de nossas diferenças. Mas também sei dar nó em pingo dágua e darei das próximas vezes. Se puder, leia meu esclarecimento no seu programa. Não dura 2 minutos Abraço meu caro”.

Opinião dos leitores

  1. 'Nos EUA, existe mesmo um programa governamental exclusivo só para isso, que nós temos estudado na universidade.' – declarou o socialista.

    1. Considero que este blog não merece credibilidade se faz alvoroço com uma colocação mal sucedida de um entrevistado antes esclarece-la.
      Isso desestimula a leitura do blog e desacredita quemp escreve.
      Sugiro que ele pesquise mais sobre os avanços no mundo sobre cidades inovadoras.

  2. Parabéns aos eleitores desse futuro vereador. Veja a qualidade do político que vocês vão nos fazer engolir por pelo menos quatro anos. Mudar o que estava por esses assim é mesmo que nada. Sai Lucena, entra Robério.

    1. Eu não votei no Roberio. Mas ele luta por coisas importantes como fazer uma revolução na qualidade da educação, lutar pela renovação completa da frota de ônibus de Natal, plantar 50.000 árvores, etc
      Quem não quer isso? É se tem alguem que não quer diga.
      Considero também quem escreve esse blog deveria ler sobre inovações sobre a urbanização de orla ao redor do mundo.
      Acredito que Robério vai fazer melhor do que os vereadores que saíram.

  3. Professor Robério, qual sua opiniao na remoção e melhoria das residências das favelas do Vietnã e Areial na Praia do Meio. Como o futuro Vereador se posiciona? Vamos ver sua coerência….

  4. Devaneios do professor.
    Psol é esquerda braba…
    Ideias absurdas surgem aos borbotões da mente dos psolistas.
    Agora pegou a moda dizem uma coisa e depois negam.
    É público e notório que não pensam no povo , nem nos empregos gerados pelos empresários, só neles.

    1. Me desculpe comadre mas isso de dizer uma coisa e desdizer logo em seguida, apagar posts ou publicar outro negando o dito anteriormente é marca registrada do governo Boi Sonaro e seus bezerros Bananinha 01, 02 e 03.

  5. Conversa pra boi dormir, assuma a sua incompetência e vá continuar no seu mundinho da Ufrn.

  6. Ouvi a entrevista, realmente foi difícil compreender as ideias do professor, muitas interrupções e provocações. Ele não é contra o plano diretor, só acredita que essa discussão deveria sair dos gabinetes dos políticos e ouvir os especialistas, que por sinal, temos muitos nas universidades potiguares. Continue lutando professor, a revisão tem que beneficiar a todos, não só os empresários.

  7. Discordo 100% de tudo o que o PSOL representa — mas temos de admitir que a ideia é, em tese, correta. Quem errou foram as autoridades governamentais que durante décadas permitiram a construção (ou elas mesmas construíram, como mostra a avenida Erivan França e o calçadão) em cima da faixa de areia, sem um recuo muito maior, adequado à preservação tanto da praia quanto da integridade do ambiente e o bem-estar urbano. Infelizmente, não sei se a ideia seria factível agora, mas em si ela não é tão absurda quanto alguns podem fazer parecer.

    Em todos os casos, uma ideia deve ser julgada por si mesmo, não pelo nosso desgosto com a pessoa ou partido que a propõem.

  8. Eu vejo algo de bom em projetos que aumentem as orlas de Natal. Infelizmente não temos orlas e faixas de areia nas praias urbanas de Natal e grande Natal.
    Como não sou da área de urbanismo não vou entrar em detalhes.
    Seria bom ver onde é possível fazer um espaço de lazer, A praia do forte ainda tem espaço, a da Redinha e Santa Rita, enfim algo precisa ser feito. Não devemos pensar só em Ponta Negra.

    1. Concordo que não se deve pensar só em Ponta Negra.
      E se algo for feito para aproveitar melhor os espaços citados nas outras praias, a tendência é migrar parte do fluxo que hoje movimenta Ponta Negra que, ela própria vai pedir para ser modificada, seja com "engorda" ou adequação de hotéis, sem que isso signifique a sua demolição.
      Em outras palavras: quando o empresariado de Ponta Negra perceber que precisa de espaço na praia para atrair mais movimento, ele vai querer as adequações.

  9. Meu presidente é Bolsonaro, e tenho diferenças com o PSOL, mas esse cara aí é bom, e a ideia dele é pra ser considerada sim. Ele merece respeito. Parabéns Robério.

  10. Lendo as desculpas esfarrapadas do PSOLISTA, admiro ainda mais o nosso PRESIDENTE pq a grande mídia nacional bate forte no nosso PRESIDENTE e ele é forte e segue seu caminho, agora com meia dúzia de comentários fortes o PSOLISTA está achando ruim

    1. Esse "EXPECTADOR" X realmente é gado dono residente dele a começar pelo apelido. Kkk com certeza é daqueles gados de cabresto nos olhos. Kkkkk ainda passa vergonha em comentários. Kkkk

  11. Parabens professor o mundo precisa de pessoas assim como vc .mas infezlimente a humanidade so esta PENSSANDO em lucro exarcebado presente e nao pensa em um futuro justo e humano para todos.
    Quando daqui a 10 ou 20 anos quando o mar derrubar esses hoteis ai vao falar q o senhor estava correto.

    1. Acredito que não tem nenhum estudo concluindo que o mar está subindo em Natal.
      Sem querer ofender mas achei chute do vereador.
      Melhor ter proposto hoteis com rodas. A medida que o mar avançar empurra os hotéis mais pra trás.

    2. Acho que mais prático que colocar os hotéis sobre rodas (KKKK) seria "engordar" a faixa de areia, como foi feito recentemente, por exemplo, em Fortaleza. Os hotéis geram emprego e RENDA para os trabalhadores diretos, fora os indiretos… Criticar quem gera emprego é sempre uma retórica reiterada dos partidos de esquerda que acham que o dinheiro do pagador de impostos é infinito!

      Mas a orla de Ponta Negra está vivendo terra de ninguém! A maior parte do calçadão, quase a totalidade, estão ocupadas por comércio irregular e impede o trânsito de pessoas no calçadão. Comparem com orlas como a de Recife, Maceió e João Pessoa. A nossa é de longe a pior! Tenho cada dia mais pena do turista que vem para se hospedar ou andar em Ponta Negra! Eu mesmo me arrisco somente de passar de carro, pois a pé não tem como andar !

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares cobra providências para aglomeração em Ponta Negra

As imagens de pessoas descumprindo as regras de isolamento social e colocando em risco todo um trabalho desenvolvido para reabertura gradual do segmento de alimentação causou preocupação ao Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN).

Para o presidente do Sindicato, Habib Chalita, as cenas difundidas em toda a imprensa e nas redes sociais só elevam o medo e prejudicam ainda mais os bares e restaurantes, que após meses fechados por causa da pandemia estavam retomando seus trabalhos sempre dentro de rígidas regras sanitárias e de saúde pública.

Além disso, principalmente em Ponta Negra, empresários que tinham reaberto seus estabelecimentos denunciam que a prática ocorrida no domingo (19) é algo corriqueiro naquela região mesmo antes da pandemia e isso vinha afetando o fluxo de clientes a cada mês.

Há alguns meses, o presidente do Sindicato já havia relatado esse problema e pedido que as autoridades tivessem providências para que o principal cartão postal da cidade não ficasse manchado com esse tipo de situação que prejudica não só os empresários como também aos que frequentam a praia.

Habib Chalita se soma às demais entidades que manifestaram seu repúdio e insatisfação com o comportamento visto na praia de Ponta Negra colocando em grande risco a saúde pública da capital e lembra que os empresários têm sido cobrados para garantir a questão sanitária em seus comércios.

Diante disso, ele reforça que o Poder Público tenha as devidas providências para não só fiscalizar, mas também combater esse tipo de situação que provoca prejuízos na saúde e na economia.

Opinião dos leitores

  1. Antes, a reclamação era por preconceito. Agora, o motivo é saúde pública. Foi isso que ficou nas entrelinhas.

    1. A turma do Maduro sempre gosta de muvuca.
      Gente demais, na bagunça.
      Quem organiza essas paradas?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato dos Hotéis destaca investimento do Governo Federal para recuperação de Ponta Negra

Habib Chalita, presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN). Foto: Alex Régis

A notícia da liberação de R$ 39 milhões para obras de recuperação costeira e engorda da praia de Ponta Negra é vista como um reforço importante para o turismo de Natal e do Rio Grande do Norte, sem falar na preocupação com o resgate dos empregos que foram afetados com a Pandemia.

Para Habib Chalita, presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN), o investimento no principal cartão-postal do Estado, no momento em que o país vivencia a pandemia causada pelo novo coronavírus, mostra ser um reforço e compromisso com a recuperação do setor de turismo e da própria economia local e dos milhares de empregados envolvidos.

A obra com os recursos federais prevê uma faixa de areia entre 23 a 30 metros de largura na maré alta. Habib destacou a atenção do Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para a liberação do recurso que será executado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov), da Prefeitura de Natal. “Rogério disse que a praia de Ponta Negra e os potiguares merecem todos os esforços para a garantia da sua recuperação”, comentou.

Na avaliação do presidente do SHRBS-RN, além da otimização e melhoria do nosso principal cartão-postal, que é Ponta Negra, muitos hotéis, bares e restaurantes irão ganhar com essa importante obra para a nosso Estado. Será beneficiada, principalmente, a comunidade com a geração e recuperação dos empregos severamente afetados pela Pandemia, finaliza Habib.

Opinião dos leitores

  1. Espero que dê certo, mas uma simples escada para acesso não existe, quem garante que isso será feito?

  2. Eu quero saber se vão continuar com aquele modelo de enrocamento que só serve de criador de ratos ao invés de utilizar os blocos pré moldados como foi feito na parte revitalizada de areia preta? Era hora de substituir o atual enrocamento passando a utilizar o sistema de blocos pré moldados que não deixa brechas pra servir de lar para os ratos de praia.

  3. Mais recursos para o RN.
    Quero ver muitos esquerdistas pegando um bronze na praia que Bolsonaro liberou recursos pra melhorar!!
    Até Fátima vai lá pegar um solzinho….kkkk
    E aquele vereador que parece um cachorro loco? Quero vê Ela lá nas barracas tomando caipirinha e bufando.

  4. Habib sempre dando show de competência e representatividade do trade turístico. Não se compara àquele vaidoso da ABIH.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Covid-19: Justiça garante a Sindicato proibição do corte de energia e outras medidas em hotéis, bares e restaurantes no RN

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) conseguiu vitória na Justiça estadual, em favor de seus filiados, para a proibição do corte do fornecimento de energia elétrica por parte da Companhia Energética do RN (Cosern), enquanto perdurar a pandemia. A decisão é do juiz Fábio Antônio Correia Filgueira.

Além disso, também foi suspensa por 90 dias a cobrança por demanda contratada (potência à disposição, ainda que não utilizada), com mudança para energia efetivamente consumida, e foi deferido um parcelamento dos débitos para os pequenos empreendimentos em 12 vezes sem juros, sem entrada, a partir de 90 dias da decisão, bem como o parcelamento dos débitos para os grandes empreendimentos em 12 parcelas, com entrada de 20%, a partir de 30 dias da decisão.

De acordo com informações do escritório Jales Costa, Gomes & Gaspar, que faz a defesa do Sindicato, a decisão da Justiça beneficia cerca de 18 mil estabelecimentos em todo o Estado.

Para o presidente do Sindicato, Habib Chalita, a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus atingiu fortemente o segmento de hotéis, restaurantes, bares e similares, face às proibições governamentais, com empreendimentos suspendendo parcial ou totalmente as atividades, gerando demissões dos empregados dessas empresas, impondo o ajuizamento da ação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do RN defende reabertura gradual e cobra ação do poder público

O Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN) vê com preocupação o cenário de pandemia provocado pelo novo coronavírus e o prejuízo que isso tem provocado em toda a economia do estado, em especial no segmento turístico, um dos principais potenciais do RN.

Veja nota do presidente, Habib Chalita:

É sabido a necessidade de responsabilidade, bom senso e equilíbrio que um momento como este exige, mas é preciso também olhar com bastante atenção para os impactos que esta pandemia tem provocado no setor econômico do Rio Grande do Norte.

É necessário por parte do Poder Público um plano para retomada gradual das atividades socioeconômicas uma vez que o setor de hospedagem e alimentação, além do ICMS, tem o tributo do ISS municipal em seus orçamentos e vem sofrido com o fechamento dos segmentos considerados não essenciais e a queda de vendas tendo em vista a permanência das pessoas em suas casas.

Em reuniões com representantes dos Poderes, temos apresentado o atual cenário vivenciado nos segmentos abrangidos pelo nosso Sindicato. É importante que se pense em soluções e não se prorrogue o atual decreto que impõe o isolamento social e determina o fechamento de estabelecimentos, principalmente os hotéis, bares, restaurantes e similares em nosso estado.

Nossa defesa é pela reabertura gradual dos empreendimentos sempre de acordo com as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS). E diante disso, sugerimos que, com a proximidade de uma das principais datas do calendário, o Dia das Mães, que é celebrado no segundo domingo de maio, o segmento esteja funcionando de forma que possa atender dentro das normas estabelecidas pela OMS.

Habib Chalita
Presidente

Opinião dos leitores

  1. A entidade patronal precisa entender que quem ordena o comércio na cidade é a PREFEITURA, e não o Estado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Cidades de Minas flexibilizam comércio e hotéis poderão abrir

Foto: Divulgação / Parque do Avestruz Hotel Fazenda

As cidades de Itaúna, a 87 km de Belo Horizonte e Esmeraldas, na região metropolitana da capital, anunciaram a abertura de comércios locais que haviam sido fechados como forma de prevenção à propagação do novo coronavírus.

O novo decreto desses municípios permite que os serviços de hotéis, pousadas e equivalentes possam retornar as atividades.

Na cidade de Esmeraldas, o Parque do Avestruz Hotel Fazenda realizou adaptações para receber os hóspedes com maior segurança.

De acordo com Fabiana Silveira, diretora comercial do hotel as mudanças foram pensadas antes da flexibilização da prefeitura. O estabelecimento voltará a funcionar a partir do dia 1º de maio e, segundo ela, medidas de segurança serão adotadas.

— Nesses últimos dias estamos realizando os ajustes. Nossos colaboradores já estão em isolamento e estamos preparando o restaurante para receber os hóspedes respeitando as orientações dos órgãos de saúde.

Áreas comuns foram fechadas e os hóspedes poderão realizar atividades individuais como caminhadas, passeio à cavalo, pesca, dentre outros.

R7

Opinião dos leitores

  1. Pelo teor da reportagem, com as medidas tomadas mais parece uma prisão de luxo. Difícil vai ser encontrar quem vai querer se hospedar com a falta de dinheiro e a crescente epidemia do CV.

  2. Eu só queria saber o q passa na cabeça de um dono de hotel que resolve abrir o comércio em uma situação dessas, vai abrir? Vai, mas quem danado vai passear e se hospedar fora de sua casa na hora em q o mundo passa por uma Pandemia? Eu sinceramente não tenho coragem jamais de fazer algo parecido.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Parnamirim tem 84% de ocupação de hotéis durante o Carnaval

Foto: ASCOM

Parnamirim alcançou 84% de ocupação da rede hoteleira durante o Carnaval de Pirangi em 2020. Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e evidenciam os bons resultados do investimento da Prefeitura em uma das principais programações do calendário de eventos nacional.

Para o prefeito Rosano Taveira, o Carnaval tem se mostrado não apenas como uma forte tradição cultural, mas também como um grande potencial econômico. “Estamos investindo e a cada ano nosso Carnaval tem crescido e se consolidado como um dos melhores do estado”, destacou.

De acordo com Paulo Lopes, Assessor Especial do Turismo da Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seplaf), diversos fatores influenciaram para o número positivo de ocupação de leitos.

Segundo ele, além do fortalecimento do Carnaval, o investimento na segurança, com destaque para a criação da Guarda Municipal e a instalação de câmeras de monitoramento nos principais corredores da folia, também foram determinantes para que se alcançasse bons resultados.

“Enxergo também a programação do verão ao longo do mês de janeiro, com programação diversas todos os finais de semana como uma excelente preparação para que chegássemos ao Carnaval com o terreno bem preparado. Muitas pessoas que vieram para o verão, aproveitaram para ficar por aqui mesmo e curtir o Carnaval”, analisou.

Cesária Santana, administradora do Hotel Vilage em Pirangi destacou o incremento das atividades turísticas durante o verão em Pirangi. Segundo ela, a prefeitura vem fazendo um bom trabalho, principalmente na área da segurança.

“Minha taxa de ocupação cresceu em relação ao ano passado durante o verão e enxergo como positivo o crescimento progressivo que o setor turístico e econômico vem alcançando nos últimos anos”, disse.

Dados divulgados por pesquisa realizada pelo Sistema Fecomércio sobre o Carnaval de 2019, evidenciaram essa realidade. Segundo a pesquisa, a folia de Momo em Parnamirim registrou crescimento no número de turistas, atingindo o percentual de 57,1%, sendo a Paraíba (PB), Pernambuco (PE), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Minas Gerais (MG) e Ceará (CE), os estado que mais visitam o município, nesse período.

Este aumento do percentual de turistas se refletiu na economia de maneira significativa. Em 2019, somente nos segmentos de comércio e serviços, o Carnaval de Parnamirim movimentou mais de R$ 6 milhões nos quatro dias de folia.  Entre os turistas, o gasto médio diário individual ficou na casa dos R$ 129,40 e entre os nativos, o gasto diário com o Carnaval foi de R$ 52,65 em média. O público estimado para os quatro dias foi de 120 mil pessoas.

Diante dos bons resultados, a Prefeitura de Parnamirim encomendou novamente a pesquisa da Fecomércio que será divulgada em breve e segundo a administração pública, as estimativas são ainda melhores. Com investimento na casa de R$ 1,3 milhão, a expectativa é de que o valor movimentado na economia tenha sido em torno dos R$ 8 milhões.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

ABIH-RN registra ocupação de 89% dos leitos de hotéis em Natal durante o Carnaval 2020; Pipa/Tibau do Sul 90%

Foto: Reprodução/site ABIH-RN

A ABIH-RN (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte), realizou levantamento, com seus associados, da ocupação hoteleira no período do Carnaval 2020 em Natal e constatou uma média de 89,4% de leitos ocupados, percentual ligeiramente acima do que foi registrado em 2019, quando a ocupação foi de 88%.

Já em Pipa/Tibau do Sul, o índice de ocupação foi de 90% em 2020, superando a ocupação de 2019 que foi de 80,3%, ou seja, um aumento de mais de 12%. Já Mossoró registrou ocupação de 56,7% em 2020, aumento de 4,6% em relação a 2019, onde o percentual foi de 54,2%. Os demais destinos registraram, igualmente, uma boa ocupação nesse carnaval.

“O Carnaval é um dos principais feriados do ano, e por isso registramos sempre uma boa ocupação, embora consideramos que podemos aumentar o fluxo de turistas nesse período, assim como em outros períodos do ano. O desafio é exatamente manter uma ocupação média com um nível elevado durante todo o ano, e para isso precisamos trabalhar fortemente as ações de promoção e divulgação, além de lutarmos para Natal ter mais produtos turísticos e se renovar enquanto destino, pois ao longo dos últimos anos estamos passando por um declínio do valor da diária média dos hotéis e isso é resultado, dentre outros fatores, da falta de cuidado e renovação da nossa cidade. Os números da ocupação são bons, mas o valor da diárias média vêm caindo ano a ano, e precisamos mudar esse cenário, e trazer para Natal um turista de maior poder aquisitivo.” Comentou o presidente da ABIH-RN, José Odécio.

Opinião dos leitores

  1. Alguém já ouviu falar em sonegação de impostos? Os hoteleiros potiguares nunca vão admitir que a ocupação chegou a 100%. Há anos é assim, já virou tradução no setor.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato de Hotéis destaca derrubada do Reis Magos e necessidade de melhorias na orla

O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes Bares e Similares do Rio Grande do Norte, Habib Chalita, comentou a respeito da demolição do Hotel Reis Magos, que ocorreu na quarta-feira, 8. “Este fato mostra apenas um dos problemas que nossa orla e o turismo vem enfrentando nos últimos anos”, disse.

A expectativa dele é que, com a demolição do hotel e a discussão do Plano Diretor de Natal, a orla urbana da capital possa ser recuperada e melhorada ao longo dos próximos anos.

Habib Chalita declarou que “nossa orla precisa melhorar muito”. “Mas todo esforço para se deixa-la turística é válido”. Ele lembra que “não podemos esquecer também de Ponta Negra, nosso principal cartão postal”.

Na visão do presidente do Sindicato, é preciso um trabalho unificado e orientado do poder público e da iniciativa privada com foco em recuperar e fortalecer o turismo da capital do RN. “Com melhoramento desses fatores, a geração de empregos, impostos e segurança, vem a cargo da revitalização do corredor turístico de Natal, que é de Ponta Negra à Redinha, inclusive com a reforma do Mercado que será mais um atrativo para o turista”, argumentou.

Opinião dos leitores

  1. Para melhorar para o turismo é necessário melhorar p dia a dia do cidadão natalense, que vive aqui e aqui paga seus impostos. É preciso disponibilizar as praias da via costeira aos natalenses, criando acessos com infraestrutura entre os hotéis. É preciso também um acesso para as praias do litoral sul que não passe por Ponta Negra, o bairro não aguenta o fluxo de carros no verão.

  2. Agora que perceberam isto, quando o caos tá instalado e Natal sendo conhecida e criticada pelos turistas como a pior orla urbana do Nordeste e quem sabe do país.

  3. Exatamente, concordo com o comentário. O problema turístico de Natal está acentuado, a derrubada daquele escombro é o inicio. Que os corneteiros daqui de plantão vejam como está Ponta Negra, Redinha e Praia do Meio. Horrível. Acorda Prefeito!!!

  4. realmente a Orla de Natal merece melhor atenção pelo os orgãos Publicos da Cidade do Natal, más quando se trata do Turismo so quem lucra são os donos de hoteis e pousasdas, porque o trabalhador do setor de turismo é mal remunerado e muito exigido, tem hoteis que não tem um lugar adequado para os seus trabalhadores descansarem em horarios de almoço, muitos desses trabalhadores ficam vagando pela a orla de Ponta Negra até chegar o horario de retornar ao trabalho

  5. Só quem defendia essa bosta era os sujos ( eles não tomam banho )PTralhas, aqueles que amam o ditador MADURO e tudo oque não presta no mundo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Black Friday: passagens aéreas, agências de viagens e hotéis têm descontos

Foto: Pixabay

A Black Friday deste ano promete ter ofertas para todos os gostos e bolsos. Quem está planejando uma viagem pode aproveitar o período para comprar passagens aéreas ou reservar hospedagens com desconto.

O KAYAK , maior ferramenta de planejamento de viagens do mundo, reuniu em uma landing page as promoções mais atraentes de passagens aéreas nacionais e internacionais. Durante esta semana, a página será atualizada três vezes ao dia (às 8h, às 16h e às 21h, no horário de Brasília). na sexta-feira, dia 29, as ofertas serão atualizadas a cada hora . Ainda é possível ativar o alerta de preços para o destino escolhido e receber notificações caso os preços mudem significativamente.

Nesta quinta-feira, todo o site da Max Milhas estará com promoções exclusivas para os clientes cadastrados na landing page , além da ação Boa Sorte e Boa Viagem, em que há possibilidade de concorrer a cinco créditos de R$ 10 mil em passagens.

Já na sexta-feira, a Max Friday estará disponível para todos os internautas, com passagens exclusivas e ofertas em voos nacionais e internacionais, além da possibilidade de concorrer ao grande prêmio.

A CVC vai oferecer embarques em voos de novembro até junho de 2020, incluindo período de Natal , réveillon, carnaval e Páscoa, com valores que somam descontos de até 50%. Um pacote de cinco dias para passar o Natal em Florianópolis (SC) sai por R$ 1.500, já incluindo bilhete aéreo de São Paulo (ida e volta) e quatro dias de hospedagem. Já para quem quer viajar no réveillon, um roteiro de quatro noites em Foz do Iguaçu (PR) sai a partir de R$ 2.100 por pessoa.

A operadora também dará benefícios em cruzeiros pelo Brasil: desconto de 50% no preço da cabine d o Soberano, o único navio da temporada a operar em sistema tudo incluído, para saídas específicas como a de Natal e a de réveillon, com embarque nos portos de Santos (SP) e Rio de Janeiro. Há também promoções da CVC com a MSC Cruzeiros, de 50% de desconto no segundo passageiro. Além disso, o terceiro passageiro viaja de graça em cruzeiros com embarques nos portos de Santos e Rio de Janeiro.

Na CVC do Topshopping , localizado na Avenida Governador Roberto Silveira 540, no Centro de Nova Iguaçu, comprando uma viagem, o cliente ganha um bônus de até R$ 2 mil na segunda, considerando transporte aéreo e hotel, para embarcar até fevereiro de 2020.

O Hotel Urbano , agência virtual de viagens, vai realizar na madrugada do dia 28 para o dia 29 de novembro a virada da Black Friday, uma de suas ações de marketing mais famosas: a oferta de R$ 1 para destinos como Paris, na França, Orlando, nos Estados Unidos, Natal, no Rio Grande do Norte, e Fortaleza e Jericoacoara, no Ceará. Para participar o viajante deve ficar ligado nas dicas dos stories das redes sociais da empresa (Instagram: @hurb e Facebook: facebook.com/hurb). Por meio de emojis, o usuário deverá decifrar em que parte do site está escondida a oferta. As pistas também serão passadas pelo Telegram e pelo WhatsApp.

A Costa Cruzeiros tem cruzeiros especiais de Natal, carnaval e Páscoa com descontos de 15% em cabines internas; 20%, em externas; e 25%, em externas, para reservas feitas na categoria Basic durante toda a Semana da Black Friday. Os embarques serão nos dias 20 de dezembro de 2019, 22 fevereiro e 6 de abril de 2020, no navio Costa Fascinosa. Consulte as saídas promocionais no site www.costacruzeiros.com.br.

Para quem deseja ter descontos em hospedagem, a Rede MHB Hotelaria vai oferecer até 50%, na sexta-feira (dia 29), para qualquer período do ano em todas as suas unidades instaladas na capital mineira. Saiba mais: www.mhbhotelaria.com.br; o Hotel Courchevel, nos Alpes Franceses, oferta o café da manhã como cortesia aos hóspedes que fizerem reservas até o dia 29. Para mais informações sobre o hotel e tarifas: sales@latsclub.com.

O Iberostar Hotel & Resorts concede desconto de até 30% para quem se inscrever gratuitamente no site My Iberostar, até o dia 28, que dará acesso prioritário à pré-venda da Black Friday. Após a conclusão da pré-venda, o desconto será de até 20%.

Até o dia 30, os consumidores encontrarão preços especiais nos pacotes da CI Intercâmbio e Viagem . Para quem quer fazer cursos, destinos como Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e outros estarão com descontos de até R$ 1.700. Neste modelo, a CI também presenteia o viajante com R$ 2 mil para levar no intercâmbio.

O programa de intercâmbio que permite ao viajante trabalhar enquanto realiza um curso de idioma tem descontos de até R$ 1.200 para Barcelona, Dublin, Auckland, Austrália e Dubai. Neste modelo, a CI também presenteia o consumidor com um passeio turístico. Para quem se interessa em cursar uma universidade no exterior, a CI oferecerá 50% de desconto na assessoria para ingresso em instituições de Portugal e Alemanha. Há ainda outras promoções em www.ci.com.br .

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Um simples gesto pode te dar status de cliente VIP em hotéis

Mulher tomando champanhe: ao pedir uma garrafa, pode ser uma boa estratégia deixar parte dela para os funcionários (dolgachov/Thinkstock)

David Duncan é presidente e CEO não de um, mas de três vinhedos em Napa. Ele dirige a Silver Oak, que seu pai, Ray, ajudou a fundar em 1972. Famosa por seu cabernet sauvignon, a marca tem fãs como Oprah Winfrey, LeBron James e Matthew McConaughey.

Duncan não calcula sua milhagem anual — nem seu nível como passageiro. “Não tenho ideia de quantas milhas viajo por ano, porque viajo com várias empresas aéreas diferentes”, diz. “E por isso me tornei agnóstico em relação a meu status.” A favorita dele, no entanto, é a Southwest Airlines, na qual sempre compra a mesma passagem (Business Select) para poder embarcar cedo o bastante para se sentar sempre no mesmo lugar: a fileira 11F, a da saída de emergência. “Gosto que a experiência seja sempre a mesma. É eficiente e faz as pessoas sorrirem.”

Ele mora no Vale de Napa com a esposa, Kary, que é dermatologista, e com os três filhos. Abaixo, ele dá dicas de viagens:

Um único gesto para ganhar um status VIP não oficial em hotéis

Peça sempre uma garrafa de vinho que você não pretenda terminar. Quando me hospedo em algum lugar por alguns dias, às vezes peço uma garrafa de vinho no restaurante do hotel com o jantar. E então, bebo apenas algumas taças e dou o restante aos funcionários, já que eu sei que, mesmo tendo consumido apenas três taças, vou pagar o preço de uma garrafa inteira. Os garçons e sommeliers apreciam o gesto e tendem a tratar você como VIP no restante da estadia.

Um souvenir que rende

Fui criado no Colorado, por isso aprendi que, se você está de carro ou se está ao ar livre, deve usar óculos escuros. E óculos escuros são um souvenir que rende: são uma das coisas mais legais para se comprar em outros países. Eles serão únicos quando você voltar para casa e são muito úteis em comparação com a maioria dos souvenires, que costumam virar tranqueiras. Relativamente falando, eles também não são tão caros. Há alguns anos, fui a Roma — de férias, não a trabalho — por uma semana, e todos os dias foram ensolarados. Então comprei um par lá, e eles sempre me fazem lembrar daquela viagem.

Uma regra para ficar em forma e dormir bem ao viajar.

Peça sempre um quarto de hotel em um andar alto. Você dormirá duas vezes melhor e, em andares elevados, terá mais chances de conseguir um quarto bom, porque é maior a concentração de quartos desejáveis nos andares superiores. Eu sou uma pessoa que gosta de estar ao ar livre, gosto de luz natural. E se eu estiver no 10º andar, ou mais baixo que isso, geralmente subo e desço as escadas, porque essa é uma ótima forma de se exercitar. E você não chega a cansar muito.

Não despreze os resorts de esqui no verão.

Meu pai fundou o Purgatory Ski Resort em Durango, no Colorado, então eu cresci indo lá. Minha principal dica de esqui é: vá no verão. As pessoas que moram em zonas de esqui têm um ditado: você vem pelo inverno, mas fica pelo verão. É lindo para caminhar e estar ao ar livre. E é muito divertido. Caminhei pela área de esqui de Jackson Hole durante o verão, e dá para ir andando até o topo e depois descer o bonde, que é o oposto do que se faz no inverno.

Exame

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *