Lava Jato: PF cumpre mandados contra possíveis fraudes na Petrobras entre 2008 e 2011; prejuízo pode passar de US$ 18 milhões aos cofres públicos

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Policiais federais cumprem nesta quinta-feira (10) vinte e cinco mandados de busca e apreensão na 74ª fase da Operação Lava Jato. A ação busca aprofundar investigações sobre um possível esquema de fraudes em operações de câmbio comercial contratadas pela Petrobras com um banco situado em São Paulo, cujo nome não foi divulgado pela Polícia Federal.

Segundo a PF, transações de compra e venda de moeda estrangeira teriam totalizado mais de R$ 7 bilhões, entre 2008 e 2011, e causado um prejuízo de mais de US$ 18 milhões para os cofres públicos. Além de fraude em operações de câmbio, são investigados crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Não há cumprimento de mandados de prisão nesta fase.

Ainda de acordo com a PF, o esquema consistia em sobretaxar operações acima dos valores de mercado para aumentar o lucro do banco, mediante possível pagamento de propina a funcionários da Petrobras.

A PF ainda investiga a prática de lavagem de dinheiro feita através de movimentação de valores no Brasil e no exterior, mediante o uso de empresas offshore, subfaturamento na aquisição de imóveis e negócios, interposição de pessoas em movimentações de capitais e utilização de contratos fictícios de prestação de serviços firmados entre o banco e empresas dos colaboradores envolvidos.

Os mandados estão sendo cumpridos em São Paulo, Rio de Janeiro e Teresópolis (RJ). A Justiça determinou o bloqueio de ativos financeiros dos investigados em contas no Brasil e no exterior, até o limite de R$ 97 milhões.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Parabéns, PF, ministro da justiça e presidente pelo belo trabalho que vem fazendo, prendendo bandidos do PCC, do PT, traficantes , descobrindo fraudes, aprendendo drogas e armas, como nunca se viu antes no pais . É o caminho para um país melhor que infelizmente os esquerdopatas detestam.

  2. João Juca Jr disse:

    A investigação sobre a fraude na compra da refinaria de Pasadena ainda não levou ninguem à cadeia. Vamos aguardar.

  3. Pedro disse:

    Vixe ! 😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳😳 será que os inocentes do PT foram avisados de algo errado ou participaram desse esquema? 😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒😒

  4. Porto Mirim bicha encubad......... disse:

    AÍ!COMO Agente foi roubado Pelo PT.

  5. Incubado porto mirim vilagge flat disse:

    AÍ!COMO O BRASIL FOI ROUBADO NO Governo Do PT.

  6. João V disse:

    Mas o bozo não tinha acabado com a lava jato???

    • Lucas disse:

      Petista é muito burro.
      Isso foi no governo do PT.
      Entre 2008 e 2011.
      Kkkkkkk

      Com esse ódio cego, não conseguem nem ler a matéria.

    • LULA NUNCA ROUBOU..... disse:

      pelo menos sabes lê ?

  7. Arruda disse:

    E ainda tem gente que sente saudades desses tempos negros.
    É brincadeira um negócio desses.
    PQP…
    Vá entender a cabeça desse povo.

  8. Manoel disse:

    Ainda tá aparecendo rouba da dupla Lula/Dilma, é igual a cacimba de areia, quanto mais areia você tira mais areia aparece

  9. Luciana Morais Gama disse:

    Vou aguardar a manifestação nas ruas dos petroleiros sobre toda essa roubalheira. Com certeza eles vão protestar em defesa da Petrobras, ou vão se calar??

  10. GUEDES disse:

    Já Imaginaram se a quadrilha barbuda permanece no poder???????????????, a fome sem fim

    • Curiosa disse:

      E a quadrilha com a arminha na mão? Desviavam salários de funcionários fantasmas, imagine aí agora

  11. Antenado disse:

    Poço sem fundo.

PF cumpre em Natal mandados de busca em endereços de brasileiro investigado por crime no exterior

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal no Rio Grande do Norte, representante regional da Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL), cumpriu nesta quarta- feira(06), nos bairros de Santos Reis e Planalto, em Natal/RN, dois mandados de busca e apreensão em endereços de um cidadão brasileiro investigado pela prática de crime na Europa.

A ordem judicial foi proferida nos autos de pedido de cooperação jurídica internacional do Ministério Público de Portugal para Ministério Público Federal, que requereu as buscas perante à Justiça Federal, com fundamento na Convenção de Auxílio Judiciário em Matéria Penal entre os Estados Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, promulgada pelo Decreto nº 8.833, de 04 de agosto de 2016.

Apesar das restrições impostas no período de calamidade pública, a Polícia Federal segue vigilante na sua missão de reprimir ações de criminosos no estado potiguar.

Operação Tricerátops cumpre mandados de prisão contra grupo criminoso que agia em estados do Nordeste; arrombamentos e furtos em mais de 40 estabelecimentos, inclusive, no RN

Foto: Divulgação/PF

A Força-Tarefa de Combate às Facções Criminosas no Rio Grande do Norte, coordenada pela Polícia Federal e composta de policiais federais, policiais militares e policiais civis da SESED/RN e, ainda, agentes penitenciários federais, atuando com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), na manhã desta quinta-feira, 16/4, deflagrou a Operação Tricerátops, para dar cumprimento a cinco mandados de prisão preventiva expedidos pela 11ª Vara Federal de Assu/RN.

Os mandados foram expedidos contra pessoas responsáveis pela prática de arrombamentos e furtos em mais de 40 estabelecimentos comerciais nos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Dentre os estabelecimentos arrombados e furtados, com grande demonstração de violência, estavam agências dos Correios das cidades de Paraú e Triunfo Potiguar/RN, nas datas de 27/02/2018 e 07/03/2019, respectivamente.

Todos os indivíduos presos possuem um extenso histórico criminal ligado à prática de crimes contra o patrimônio, incidências que causam grande abalo social, especialmente em pequenos municípios do interior dos estados.

Apesar das restrições impostas neste período de calamidade pública, a Força-Tarefa coordenada pela Polícia Federal prossegue com o monitoramento da criminalidade visando reprimir as ações das facções criminosas no Rio Grande do Norte, atividade essencial que não pode ser interrompida.

Operação da Polícia Civil cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em Natal

Uma Operação da Polícia Civil batizada de “Clã”, foi deflagrada na manhã desta terça-feira(17) em Natal. A Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) coordena a ação.

Segundo a Polícia Civil, o objetivo é o combate ao tráfico de drogas. Na ação, o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão e cerca de 20 mandados de prisão.

Operação do MPRN cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão em Upanema e Mossoró; na mira, pistolagem e tráfico de armas

Foto: Divulgação/MPRN

Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Polícia Militar foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (13), com o objetivo de combater crimes de pistolagem e tráfico de armas nos municípios de Upanema e Mossoró. A operação Umari cumpriu 12 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão nos referidos municípios. Investigações do MPRN concluíram que os alvos das buscas e prisões estão envolvidos em homicídios ocorridos no município de Upanema, como também no tráfico de armas na região.

O nome da operação é uma referência à barragem localizada no Município. A ação decorre de investigação da Promotoria de Justiça de Upanema, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do MPRN, e foi iniciada após o aumento da incidência dos casos de homicídios no Município e a partir de informações sobre a intensificação do comércio de armas de fogo. Além do cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão e da prisão preventiva de dois investigados, foram lavrados três autos de prisão em flagrante por posse/porte ilegal de arma de fogo, sendo apreendidas 2 espingardas calibre 12, uma espingarda calibre 36, um revólver calibre 38 e 40 munições de variados calibres.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Operação Rescaldo: Polícia Civil cumpre mais dois mandados de prisão

Policiais Civis da Delegacia de Narcóticos (Denarc) deram cumprimento aos mandados de prisão expedidos pela 9ª Vara Criminal, a mais dois integrantes da quadrilha presa durante a Operação Rescaldo, realizada no último dia 20 de fevereiro.

Com o cumprimento do mandado de prisão de Márcio Cézar Corcino e de sua companheira Ariele Maria dos Santos, já são 09 o número de presos da Operação Rescaldo.

Operação Rescaldo

A Operação “Rescaldo” teve por  objetivo cumprir cinco mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão expedidos pela 9ª Vara Criminal de Natal. Ao todo foram presas sete pessoas de uma mesma quadrilha que comercializava drogas em Natal, Grande Natal e algumas cidades do interior. Além dos presos, foi apreendida uma certa quantidade de cocaína.

A Operação  foi assim batizada por ser uma continuação da Operação Terra Quente, realizada pela equipe em outubro de 2012.

Operação Terra Quente

No final de outubro de 2012 a equipe da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), comandados pelos delegados Ulisses de Souza e Márcio Lemos, deflagraram a Operação “Terra Quente” com o objetivo de combater o tráfico de drogas na capital potiguar. A ação resultou na prisão de uma quadrilha, além da apreensão de 25kg de maconha, 2,7kg de cocaína, um veículo tipo Pálio Weekend, duas motocicletas, um revólver calibre 38, 10 munições de mesmo calibre, além de quatro celulares e duas balanças de precisão.

Pecado Capital: MP e Polícia Militar realizam buscas e apreensões

Os mandados judiciais foram expedidos a pedido do Ministério Público Estadual em decorrência de desdobramentos dos fatos relacionados à Operação Pecado Capital

Com mandados expedidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, o Ministério Público Estadual e a Polícia Militar realizaram esta manhã (7) buscas e apreensões em três endereços na capital potiguar e na cidade de Parnamirim, no intuito de identificar e coletar documentos e outros meios de prova, bem como apreender bens, relacionados com investigação de desvio de recursos públicos.

O Procurador-Geral de Justiça Rinaldo Reis Lima acompanhou a realização das diligências, uma vez que preside as investigações que deram origem às buscas.

Os mandados judiciais foram expedidos a pedido do MPRN em decorrência de desdobramentos dos fatos relacionados à Operação Pecado Capital, deflagrada em setembro de 2011, que resultou em ações penais e por improbidade administrativa em função de desvio de dinheiro público no âmbito do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte – IPEM/RN.

MPRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aroldo disse:

    As verbas do Ipem não são federais??? Porque não foi o TRF e MPF que conduziram isso? TJ e MPE não tem competência em caso de verbas federais pra investigar o deputado. É TRF