Estrutura de mina da Vale em MG já tem movimentação de 16 cm por dia

Talude fica a 1,5 km da barragem Sul Superior, da Vale. Foto: Márcio Neves / R7

A ANM (Agência Nacional de Mineração) informou que a movimentação no talude da mina Gongo Soco, da Vale, em Barão de Cocais, a 93 km de Belo Horizonte, já chega a 16 centímetros por dia em alguns pontos mais críticos. Desde a última semana, a cidade está em alerta com a possibilidade do deslizamento da estrutura afetar a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km de distância.

Segundo Wagner Nascimento, chefe da divisão de segurança de barragens de mineração da ANM em Minas Gerais, os números foram apresentados no último relatório da mineradora Vale, dona da mina. O documento indica que a média geral de deslocamento diário é de 12,5 centímetros.

O que é um talude?

Talude (vermelho) está a 1,5 km da barragem Sul Superior (amarelo). Foto: Divulgação / Vale

Os taludes são superfícies inclinadas, como grandes paredes, que servem para para conter um terreno ou delimitar a massa de materiais como rocha, minério e lixo. No caso da Mina Gongo Soco, a estrutura está no entorno de um lago de água represada.

Quais os riscos na estrutura?

No dia 13 de maio, a Vale informou aos órgãos públicos que registrou aumento da movimentação no talude norte. Em condições normais, a estrutura tem deslocamento médio de 10 centrímetros por ano. Contudo, no início do mês, a movimentação era de 4 centímetros por dia.

Um relatório da empresa previu que o talude deveria desmoronar entre os dias 19 e 25 de maio. Após ter a constatação dos dados, a mineradora alertou o Ministério Público de Minas Gerais não é possível afirmar se a vibração gerada pelo deslizamento do talude vai provocar o rompimento da barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km de distância.

“Caso venha acontecer a ruptura no talude norte, não é possível afirmar se a vibração decorrente desta ruptura poderá causar um gatilho para liquefação da Barragem Sul Superior”, informou o documento.

Contenção

A barragem Sul Superior é classifica no nível três – risco iminente de rompimento – desde o mês de março. Cerca de 450 moradores que viviam próximos à estrutura foram levados para imóveis alugados pela Vale. Os demais, que vivem em locais que seriam atingidos pela lama depois de uma hora do possível estouro, passaram por dois treinamentos de fuga.

Para tentar reduzir os impactos de um possível rompimento, a mineradora iniciou a construção de uma contenção de concreto para atuar como uma barreira física para lama. A empresa diz que também prepara terraplenagem, contenções com telas metálicas e posicionamento de blocos de granito no entorno para reduzir a velocidade da lama em um possível rompimento. A Vale informou, ainda, que monitora a área remotamente, 24 horas por dia.

Arte / R7 – 23.03.2019

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Mais um parto da vergonhosa montanha de lixo da Vale, que se sucederá no país da impunidade. E a população, indefesa, continuará pagando essa conta com vida. Mas no Brasil a vida não vale nada mesmo.

Funcionários são atropelados por ex-patrão após audiência trabalhista em MG

Foto: Reprodução EPTV

Um motoboy de 35 anos e um chefe de cozinha, de 30, foram atropelados pelo ex-patrão após uma audiência trabalhista na tarde desta terça-feira (19) em Pouso Alegre (MG).

Segundo a Polícia Militar, o antigo patrão jogou o carro em que estava contra a motocicleta onde as vítimas estavam, no bairro Jardim Noronha. Com a batida, as vítimas e a moto foram arrastados pela rua.

Os dois ex-funcionários ficaram feridos. Já o ex-patrão fugiu do local. A polícia foi até o endereço do ex-patrão, onde funciona um comércio de bebidas 24 horas, mas ele não foi encontrado.

A placa do carro do ex-patrão, que ficou no local do atentado, foi apreendida.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    Patrão inteligentão, hein?

Jovem é detido em MG após postagens na internet de apoio ao massacre de Suzano

A Polícia Militar e Polícia Civil de Manhuaçu-MG (100 Km de Muriaé) conduziram para a DP nesta quinta-feira, um jovem de 18 anos, de São Pedro do Avaí, que fez postagem nas redes sociais elogiando a ação dos assassinos de uma tragédia na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano-SP. Segundo as autoridades, nas mensagens ele inclusive expressava ter a intenção de produzir fato semelhante na Escola Estadual Ana Mendes, daquela comunidade.

“A reação da população de bem foi imediata, e vários telefonemas foram feitos para a Polícia Militar comunicando o fato. No intuito de maiores esclarecimentos, a PM se deslocou até a residência do autor e se deparou com ele na condução de uma motocicleta, sendo abordado e submetido à busca pessoal. Ele não portava a CNH.

Foi realizada diligência até a casa do autor e em revista autorizada por seus pais, nada ilícito foi encontrado no que tange a possíveis consequências danosas futuras relativas à postagem do autor na rede social. No local, se fez presente ainda uma equipe da Polícia Civil que diligenciava também quanto aos fatos.

Pelo que foi detectado no aparelho celular do autor havia várias conversas com pessoas de diversas partes do país, que continham ideias favoráveis à prática deste tipo de crime, motivo pelo qual o aparelho celular foi apreendido. Autor foi detido pelo suposto cometimento do Crime de Apologia a fato criminoso e conduzido a Delegacia de Polícia Civil” relata a reportagem do Site, Portal Caparaó.

Coluna Esplanada, via Silvan Alves

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fagner disse:

    Oxente! E o presidente defende liberar armas e continua solto.

    • Junior disse:

      Fagner VC é retardado só pode. Kkkkkkkkkkkkk. Liberar arma é crime agora é ? kkkkkkkkkkkkk são pessoas como essas que devemos ficar de olho e temer.

    • Andinho disse:

      Deixa de falar asneira energumeno, teu ídolo está na cadeia, ficou podre de rico as nossas custas e você aí comendo pão com mortadela e defendendo ele.

  2. LAMPIÃO disse:

    OS TEMPOS ESTÃO MUDANDO. DESAJUSTADOS ESTÃO SENDO TRATADOS COMO DESAJUSTADOS E PRONTO. ACABOU-SE A NEGAÇÃO DA REALIDADE.

Oportunidade de trabalho: Grupo Eleva abre processo seletivo para Diretores liderarem escolas no RN, RJ, MG, MS, PR, SC, MT e DF

O Grupo Eleva Educação está à procura de candidatos para se tornarem diretores escolares em colégios espalhados pelos estados de Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Brasília. Os profissionais selecionados precisam ter concluído o Ensino Superior (bacharelado ou licenciatura) e apresentar disponibilidade para assumir o cargo a partir de agosto de 2019. É necessário potencial para liderar pessoas, entusiasmo por aprender e ensinar e identificação com a missão do grupo: transformar vidas e o Brasil por meio da educação. As inscrições para a Escola de Diretores Eleva devem ser realizadas, exclusivamente, no site (no qual também se encontra o edital completo do concurso): www.escoladediretoreseleva.com – experiência prévia na área não é um pré-requisito.

O que é a Escola de Diretores?

A Escola de Diretores é um programa para formar diretores de excelência para as escolas do grupo Eleva. Os candidatos selecionados no processo vão passar por formação intensiva nos seguintes assuntos: liderança e cultura; tomada de decisão; conhecimentos pedagógicos, administrativos e vendas. Os cursos serão ministrados pelos maiores especialistas do grupo.

As inscrições estão abertas no site www.escoladediretoreseleva.com no período entre 11 de março e 12 de abril, e, após etapas de entrevistas com os candidatos, o resultado do processo sairá nos dias 24 e 25 de junho, com início das atividades no grupo Eleva em agosto.

Confira o manifesto publicado pelo Eleva Educação:

O Grupo Eleva nasceu com o propósito de ser o vetor da mudança para a educação no Brasil. Trabalhamos diariamente para transformar positivamente as vidas dos alunos que passam pelos nossos colégios e proporcionar o que há de melhor em termos de conhecimento: dentro e fora de sala de aula. Ao longo desses quase seis anos de história, além de ensinar milhares de crianças e jovens, aprendemos que melhorar o rumo da educação no país só se faz possível com o engajamento de pessoas entusiasmadas, capacitadas, com foco irrestrito à comunidade escolar e que saibam trabalhar em equipe.

O diretor escolar é uma figura distinta, pois precisa reunir todas as características acima e muitas mais. É ele o responsável pelo funcionamento orgânico da escola: o cérebro que rege as ações e mantém intacta a saúde do colégio.

Em busca de ampliar nossa atuação pelo país, abrimos o segundo processo seletivo para a Escola de Diretores do Eleva. Procuramos profissionais com brilho nos olhos e potencial para liderar pessoas, que acreditem na mudança e queiram participar ativamente dela.  Temos por intenção formar diretores escolares alinhados à cultura de excelência que compõe o DNA Eleva. As vagas se destinam às nossas escolas concentradas, atualmente, nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Brasília e Rio Grande do Norte.

Você está pronto para o desafio? Então confira os detalhes no edital do concurso. E se inscreva para participar do processo. Venha liderar escolas e transformar vidas. Seja um diretor Eleva!

Escola de Diretores Eleva
Inscrições: 
www.escoladediretoreseleva.com entre 11/03 e 12/04
Estados contemplados: RJ, MG, MS, PR, SC, MT, DF e RN

 

Família Real envia mensagem a Bolsonaro lamentando tragédia em MG

Foto: Ben Stansall/EPA/Agência Lusa

A rainha do Reino Unido, Elizabeth II, enviou uma mensagem para o presidente da República, Jair Bolsonaro, solidarizando-se com os brasileiros que perderam entes queridos no desastre de Brumadinho (MG). A mensagem foi divulgada nesta quinta-feira (31), no Twitter da família real.

“Nossos pensamentos e orações estão com todos aqueles que perderam entes queridos e aqueles cujos lares e meios de subsistência foram afetados”, diz Elizabeth II em nota. “O príncipe Philip e eu ficamos profundamente tristes ao saber da devastação e da perda de vidas causadas pela barragem rompida em Brumadinho”.

De acordo com o último balanço divulgado à imprensa, a tragédia deixou 99 pessoas mortas, das quais 57 foram identificadas. Também estão confirmadas 395 pessoas localizadas e 257 desaparecidas.

Nesta sexta-feira, a Justiça do Trabalho autorizou um novo bloqueio de R$ 800 milhões da mineradora Vale, responsável pela barragem que se rompeu em Brumadinho.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chagas disse:

    Envie também alguns dólares ou qualquer ajudar àquela gente. Porra de mensagem???!!!!

  2. Fagner disse:

    Crime!

FOTOS – antes e depois: veja imagens do rompimento de barragem da Vale em Brumadinho, MG

Uma barragem da mineradora Vale, na região do Córrego do Feijão, se rompeu nesta sexta-feira (25), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Imagens aéreas mostram os estragos causados pela invasão do mar de lama na região.

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação; Reprodução/Google Earth

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Walsul disse:

    Isso não é acidente, é crime.

BRUMADINHO: Bolsonaro quer ir a Minas neste sábado

O porta-voz do governo, general Otávio Rêgo Barros, disse que Jair Bolsonaro tem a “intenção” de chegar neste sábado(26), às 8h, na região afetada pelo rompimento de uma barragem da Vale na região de Brumadinho (MG).

“O presidente da República lamenta eventuais perdas de vida”, disse o porta-voz. Informou que o presidente determinou o imediato estabelecimento de gabinetes de crise acompanhar a evolução da situação, tanto no Planalto, quando no Ministério do Meio Ambiente.

Também foram acionados as pastas de Minas e Energia, Desenvolvimento Regional e Defesa para auxiliar o estado.

O Antagonista

Corpo de criança é encontrado dentro de sofá em MG

Um garoto de dois anos foi encontrado morto dentro do sofá da casa dos tios neste domingo, 27, em Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte. Keven Gomes Sobral estava desaparecido desde quinta-feira, 24, e seu corpo foi encontrado quando os tios, que moram numa residência no mesmo terreno que os pais, retornaram de viagem.

O desaparecimento foi relatado à Polícia Militar pela mãe de Keven, Marília Cristiano Gomes, de 19 anos, ainda na quinta-feira. Ela contou que lavava roupas no quintal e, quando percebeu, o garoto não estava mais no quarto onde brincava e a porta da casa, de acesso ao lote onde há mais duas residências, estava aberta. Policiais e homens do Corpo de Bombeiros fizeram buscas pela região, mas não tiveram sucesso.

Um dos locais em que foram realizadas buscas foi justamente a casa dos tios, Ailton Silva Sobral, de 23 anos, e Lucimeire de Souza Antunes, de 21. Os militares tiveram que arrombar a porta, já que o casal havia viajado para o norte de Minas Gerais. O corpo, porém, só foi encontrado no domingo, quando Ailton e Lucimeire retornaram e sentiram um cheiro estranho na residência. Ele teve que arrombar a porta, já que a fechadura havia sido trocada por causa do arrombamento anterior.

Segundo a PM, Lucimeire arrastou o sofá, viu uma poça de sangue e encontrou o corpo do garoto dentro do móvel, que tinha o estofamento rasgado. A Polícia Civil foi acionada no local, mas, por causa do avançado estado de decomposição, não foi possível constatar se o garoto apresentava algum sinal de violência. O garoto foi identificado pelas roupas que usava.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Betim, também na região metropolitana da capital, para que seja identificada a causa da morte.

Encontro de cadáver

Os pais e os tios da criança – que viajaram no mesmo dia em que o garoto sumiu -, assim como o dono do terreno onde moram, José Sebastião dos Santos, de 56 anos, foram ouvidos e liberados. De acordo com a polícia, ninguém foi preso porque ainda não há confirmação de que houve um crime e o caso, por enquanto, é tratado como encontro de cadáver.

fonte: Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:

Mulher faz sexo com vizinho por engano em MG e caso vai parar na Polícia

10_55_51_813_fileA Polícia Militar de Araxá foi chamada na última segunda-feira (11) para atender uma ocorrência inusitada. Uma mulher de 53 anos contou aos militares que, por problemas particulares, dorme em quarto separado do marido. No entanto, durante a madrugada, ela acordou com o um homem fazendo carinhos em seu corpo e, acreditando se tratar do companheiro, manteve relações sexuais com ele.

No entanto, ao ouvir a voz do  homem ao seu lado, ela percebeu que se tratava na verdade de seu vizinho, identificado como I.V, de 27 anos. Ao notar o engano, a mulher ficou desesperada e gritou. Seu vizinho então saiu correndo, fugiu pela janela e deixou as roupas para trás. A PM compareceu à casa do suspeito, que estava dormindo nu no nomento da abordagem.

O pai do rapaz alegou à corporação que o filho sofre de problemas mentais. Mesmo assim, o homem foi conduzido à delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fina Ironia disse:

    Ela deve ter tido para o marido: "Calma, meu bem. Não é o que você está pensando…"

  2. Sergio Nogueira disse:

    Sei… Enganou-se né? Acredito.

BANAL: Aluna dá tesourada em colega dentro de escola brasileira por ciúme de ex-namorado

21_12_48_883_file Uma adolescente de 15 anos e a irmã foram agredidas dentro uma escola estadual de Três Corações, no sul de Minas Gerais. As duas foram cercadas por sete estudantes, uma delas usando uma tesoura como arma.

Uma jovem de 17 anos, ex-namorada do atual companheiro da menor, é apontada como a principal autora. A vítima teve ferimentos no rosto, nas mãos e na cabeça. Segundo ela, tudo por ciúmes.

— Ela falava que se eu não largasse do pai do filho dela ela ia me bater.

De acordo com as irmãs, o crime foi anunciado. A menor estava recebendo constantes ameaças da outra adolescente há pelo menos um mês, pela internet e pessoalmente. Tudo começou por meio de uma rede social, onde a jovem mandou diversas mensagens. Dois dias depois, mais recados.

— Ela foi na porta da minha casa com os pais e começou a armar o maior barraco. Disse que nem se perdesse a criança que está esperando ela ia me matar.

Com medo, a adolescente registrou um boletim de ocorrência, mas não foi suficiente para impedir o ato de covardia. O delegado Ronaldo Nogueira Marques afirma que todos os procedimentos foram tomados e que não viu necessidade de apreensão da menor agressora.

— O procedimento vai ser concluído na maior brevidade possível e vai ser encaminhado ao Ministério Público e ao Juizado da Infância e Juventude.

Por nota a Secretaria de Estado de Educação informou que a direção da escola prestou socorro às vítimas e está acompanhando o caso.

R7

Dilma diz que tem respeito pelo ‘ET de Varginha’

TUK2569-Editar

A presidente Dilma Rousseff não se esquivou nesta quarta-feira de uma pergunta um tanto exótica em sua visita à cidade de Varginha, no sul de Minas Gerais. Em uma entrevista a uma radio local, ela brincou com o símbolo da cidade: um “extraterrestre” que teria aparecido no município.

— Eu tenho respeito pelo ET de Varginha. Quem não viu conhece alguém que viu ou tem alguém na família que viu. De qualquer jeito, eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido — disse Dilma, que ainda tratou de questões como a aprovação do projeto que destina recursos dos royalties do petróleo para a saúde e educação.

A presidente disse que as manifestações populares dos últimos meses contribuíram para acelerar a tramitação de projetos de lei importantes para o país. Ela destacou a proposta dos royalties, que está na Câmara dos Deputados à espera de votação. Segundo ela, as mobilizações “vieram para o bem” e chegou a hora do Brasil “avançar a passos rápidos”.

— A gente avança se tiver recursos suficientes para apostar na educação. Isso vai passar por esses recursos (dos royalties). Por isso, estamos em um momento especial. Algumas coisas, às vezes, vêm para o bem. E vieram para o bem essas manifestações no sentido de acelerar esse processo — afirmou Dilma.

A presidente participou pela manhã da inauguração de um campus da Universidade Federal de Alfenas, em Varginha. Em discurso, ela disse que as manifestações no Brasil são diferentes das ocorridas na Europa, onde, segundo ela, luta-se para reverter a perda de direitos. A presidente afirmou que as reivindicações no país têm como objetivo ampliar e fazer avançar as conquistas dos últimos dez anos. Na avaliação dela, para o brasileiro “toda conquista é apenas um começo”.

— No Brasil luta-se por mais direitos. Na Europa, luta-se contra o desemprego e por direitos perdidos, tanto trabalhistas como previdenciários. Em outros países, a luta é por maior democracia e, em outros, contra a crise do sistema financeiro. Nós aqui lutamos pela ampliação das conquistas.

Em discurso de cerca de uma hora, Dilma fez uma defesa enfática do projeto que destina mais recursos ao projeto que destina mais recursos à educação e saúde. Segundo ela, ele é essencial para que o país avance nessas áreas. Dilma ainda destacou a necessidade do sistema da cotas no ensino e reconheceu que ainda há muito o que fazer nessa área.

— É necessário colocar a riqueza do pré-sal para garantir a mudança da educação no Brasil, a qual é vital — afirmou a presidente.

Para Dilma, a política de educação pública no Brasil foi “restritiva” até a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência. Segundo ela, nos últimos dez anos houve uma mudança radical na área, com a criação de mais vagas universitárias e a expansão de campi universitários para o interior do país.

O Globo

Estudante de Natal é acusado de fraudar vestibular de medicina no sudeste

O natalense Artur Queiroz de Oliveira, de 28 anos, está entre os estudantes suspeitos de terem fraudado o vestibular do Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam). Segundo matéria publicada no DEFATO.COM, a Polícia Civil de Minas Gerais, diz que eles usaram “dublês” no dia da prova de Medicina no fim do ano passado. A investigação foi baseada no exame grafotécnico e no depoimento dos suspeitos. Ouvidos em delegacia eles disseram desconhecer palavras que usaram na redação.

Além de Artur Queiroz, mais três pessoas estariam envolvidas no esquema. São elas: Marcos Lázaro Donato Barbosa, 23, de Guanambi (BA); Danilo Barbosa Resende, 18, de Porangatu (GO) e Eduardo Bodanesi Fontana, 33, Lajes (SC). Apenas um deles se antecipou e abandonou o curso durante as investigações. Os outros três estudantes atualmente moram em Patos de Minas e ainda estudam na Unipam.

Policiais iniciaram a apuração após denúncia da própria faculdade, que soube que um aluno foi visto em sua terra de origem no dia do vestibular. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Luiz Mauro Sampaio, eles desembolsaram entre R$ 20 mil e R$ 50 mil cada para uma quadrilha especializada nesse tipo de golpe.

O exame grafotécnico apontou que as assinaturas de quem fez a prova com as dos envolvidos não batiam. Eles também não souberam explicar respostas do vestibular ou termos usados na redação. Em uma delas, por exemplo, foi citado o ex-ministro Delfim Netto, mas o aluno afirmou desconhecer quem seria ele.

Eles foram ouvidos e liberados para responderem em liberdade porque não dificultaram as investigações, mas serão indiciados por falsidade ideológica, estelionato e falsificação de documento público. Somados, esses crimes podem render pena de até 16 anos de cadeia.

Os envolvidos seguem estudando, mas já respondem também internamente e podem ser expulsos no final do primeiro semestre.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Esses médicos quando formados vão matar muitos por aí, ainda bem que descobriram a tempo, é Natal fazendo história para o mundo, já não bastam às reportagens do matadouro do Walfredo? Mas na Copa tudo vai melhorar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Caso de traição e danos morais resulta em indenização de R$ 60 mil

 

O programa Fantástico, da rede Globo, acaba de repercutir um caso curioso – que o Blog do BG já havia divulgado no último dia 19 – no qual um caso de traição associada a danos morais resulta em indenização no valor de R$60 mil, pagos pelo marido adúltero e sua amante à esposa enganada.

As personagens envolvidas nessa trama são a técnica em enfermagem Sara Dias e o ex-marido, identificado somente como Rodrigo e a concumbina cuja identidade não foi revelada.

Confira na íntegra a matéria sobre a decisão judicial.

“É direito de qualquer um relacionar-se com quem quer que seja, mas não se pode perder de vista o dever de ser leal e honesto para com aquele a quem se promete fidelidade”. Essa foi a justificativa do juiz Roberto Apolinário de Castro, da 2ª Vara Cível de Governador Valadares, ao decidir que uma técnica de enfermagem, traída, deve ser indenizada pelo rompimento de seu casamento dez dias após a cerimônia.

O ex-marido e a amante, réus no processo, terão de pagar R$ 50 mil por danos morais, já que a situação teria causado “imenso constrangimento, aborrecimento e humilhação” à mulher. Despenderão também R$ 11 mil pelos danos materiais, pois foi esse o valor gasto com os preparativos para a união e com a festa.

Segundo consta no processo, o casamento ocorreu em 19 de dezembro de 2009. Na mesma data, após a cerimônia, a mulher tomou conhecimento de que o marido mantinha um relacionamento amoroso com outra. A técnica em enfermagem se separou dez dias depois da descoberta, e o cônjuge saiu de casa e foi morar com a amante, levando consigo televisão, rack, sofá e cama.

Em sua defesa, a amante alegou ilegitimidade passiva, pois não poderia ser responsabilizada pelo fim da relação. Já o ex-marido afirmou que foi ele quem pagou a cerimônia, juntando aos autos notas fiscais de compra de material de construção.

Castro rejeitou a argumentação do casal, visto haver nos autos provas de que, tanto no dia da celebração religiosa quanto nos primeiros dias de matrimônio, a amante fez contato com a noiva dizendo ter uma relação com o homem com quem ela acabara de se casar. O vínculo entre os dois réus, destacou, ficou evidente no fato de que, antes mesmo do divórcio, eles passaram a viver juntos.

“Os requeridos agiram de forma traiçoeira, posto que esconderam de todos o relacionamento”, disse o juiz. “Mesmo sendo casada anteriormente, A. [nome fictício] foi a primeira a dar conta à requerente de que se envolvera com o seu esposo, no dia em que eles contraíram núpcias”.

Para o juiz, embora o término de um relacionamento amoroso seja um fato natural que, a princípio, não configura ato ilícito, no presente caso vislumbravam-se os transtornos sofridos pela noiva, que foi objeto de comentários e chacotas. Além disso, a amante não é parte ilegítima como alegou, pois foi a principal culpada pelo fim do relacionamento e na própria audiência demonstrou vanglória e cinismo, enquanto a ex-mulher chorava.

“Os requeridos se merecem e devem arcar solidariamente com as consequências do macabro ato praticado, já que a requerida não respeitou o cônjuge anterior e era amante do requerido, que por sua vez não respeitou a noiva e preferiu traí-la. Configurado está o dano moral e material”, concluiu.Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Processo 0273.11.000.519-9

Surto de doença desconhecida causa duas mortes em presídio de MG

A Secretaria da Saúde de Minas Gerais informou na noite desta sexta-feira a ocorrência de duas mortes em um presídio em Ipatinga por “surto de doença aguda de causa indeterminada”.

“Até o momento temos a informação de 12 casos da referida doença, com registro de dois óbitos”, diz nota da secretaria, que relata como sintomas da doença febre, vômito, pressão baixa e prostração.

As vítimas do Ceresp (Centro de Remanejamento do Sistema Prisional) de Ipatinga, no Vale do Aço, são oito mulheres, todas presas, e dois agentes penitenciários (um homem e uma mulher).

“Os dois óbitos foram de detentas que conviviam na mesma cela”, diz a nota, acrescentando que as outras dez pessoas com sintomas da doença estão hospitalizadas.

Segundo a secretaria, a primeira morte ocorreu na terça-feira (8). Após apresentar os sintomas, a pessoa morreu em 24 horas. A segunda foi nesta sexta-feira. A vítima começou a apresentar os sintomas na quarta-feira (9).

A nota não informa o número de presos no Ceresp de Ipatinga. Diz apenas que o surto se restringe a uma cela.

As visitas aos presos estão suspensas até que seja identificada a doença. Amostras estão sendo enviadas para exames e os presos estão recebendo medicação com antibiótico para meningite e medicamentos para síndrome gripal aguda.

A secretaria também determinou “isolamento respiratório da área do presídio para todos os casos sintomáticos nos hospitais da região”. No presídio haverá quarentena.

“Inicialmente, o surto está restrito a apenas uma cela, mas as medidas são necessárias para evitar aumento do número de casos e expansão para os outros setores da instituição”, diz a nota.

A secretaria orientou parentes e outras pessoas que tiveram contatos com os doentes a procurarem atendimento médico imediatamente, se apresentarem os sintomas da doença.

Fonte: Folha

Menina diz ter sido estuprada por 45 homens em Poços de Caldas

A Polícia Civil investiga as informações dadas por uma menina, de 12 anos, que diz ter sido violentada por cerca de 45 homens, na cidade mineira de Poços de Caldas. De acordo com a Polícia Militar, a adolescente foi internada com lesões na região da genitália, na Santa Casa do município, que acionou a PM.

A garota, durante conversa informal, disse ter sido violentada em um domingo, sem especificar qual, por cerca de 45 homens, perto de um campo de futebol, próximo à Fazenda Serra D’Água, na zona rural da cidade.

Segundo o delegado responsável pela Delegacia de Menores, Ademir Luiz Correa, os pais da garota registraram um boletim de ocorrência na última terça-feira, 21. A polícia vai investigar se as informações da garota são reais.

“Ela (a garota) mencionou também que teria tido relações sexuais no dia 30 de janeiro e no dia 5 de fevereiro, com moradores da região, em troca de presentes e roupas”, explica Correa.

Segundo o delegado, a polícia vai instaurar inquérito policial para apurar o que realmente aconteceu e se o depoimento da menina é verdadeiro. Além da menina, serão ouvidos os pais da adolescente, vizinhos e testemunhas. “Não é possível uma menina ser violentada por 45 homens em um campo e futebol e ninguém ter visto”, conclui.

A garota permanece internada na Santa Casa e a família proibiu que fossem divulgadas informações sobre o estado de saúde da menor.

Fonte: Estadão

Oito pessoas morrem após ingerir medicamento feito em farmácia de manipulação em MG

O consumo de um medicamento manipulado pode ter causado a morte de pelo menos oito pessoas na região de Teófilo Otoni (446 km de Belo Horizonte). A última vítima é uma jovem de 22 anos, que morreu na madrugada de domingo (11), segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

A secretaria suspeita que todas ingeriram cápsulas de Secnidazol 500 mg produzidas pela farmácia de manipulação Fórmula Pharma. O medicamento é usado para combater parasitas, vendido sob prescrição médica.

Outras 11 pessoas podem ter utilizado o medicamento, conforme a secretaria, com base em documentos encontrados durante inspeção na farmácia.

Amostras do produto ainda estão sendo analisadas. A secretaria investiga se a fórmula usou anti-hipertensivo ou se ocorreu contaminação cruzada –por outro medicamento manipulado na mesma data.

No início do mês, as secretarias estadual e municipal de Saúde determinaram que a farmácia deixasse de manipular e vender os medicamentos. Técnicos das secretarias constataram no sábado (10), porém, que o estabelecimento não cumpria a medida. O local foi interditado.

O primeiro caso foi registrado em 30 de novembro, quando um casal foi internado após ingerir cápsulas de Secnidazol. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

Entre os sintomas de intoxicação medicamentosa, estão hipotensão (queda da pressão arterial), braquicardia (batimento cardíaco reduzido), dor no peito e marcas roxas na pele.

A reportagem não conseguiu localizar o representante do estabelecimento.

Folha.com