Bem baratinho: Celular 4G deve custar R$ 3 mil no Brasil

Os dirigentes das companhias que venceram o leilão das faixas nacionais da quarta geração (4G) de telefonia prometem cumprir o cronograma para implantar a internet mais rápida no País, mas já adiantam que o cliente pagará mais caro por essa nova tecnologia.

Os executivos aproveitaram para cobrar colaboração dos municípios, cada vez mais rígidos a respeito da instalação de novas antenas, e avisaram: sem novas torres, não será possível fornecer o novo serviço. Para o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, o resultado do leilão superou as expectativas.

O presidente da Claro, Carlos Zenteno, afirmou que a companhia pretende implantar a tecnologia de 4G rapidamente para atender às metas estipuladas pela Anatel para instalação nas cidades da Copa das Confederações – Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Fortaleza – até abril de 2013.

“Já estamos fazendo testes com diferentes fornecedores para escolher o melhor para cada área do País. Podemos até trazer fornecedores novos para o Brasil”, completou. “A velocidade real também vai ser muito maior. O cliente poderá se conectar com um tablet 4G que ainda será lançado no mercado nacional, e o download de um filme será muito mais rápido. Será uma mudança muito grande”, avaliou Zenteno.

O presidente da Vivo, Antônio Carlos Valente, estima que a empresa terá de dobrar o número de antenas que possui atualmente no País, que somam 13 mil. Segundo ele, a frequência de 2,5 giga-hertz exige uma grande quantidade de torres, e esse é um problema para todas as empresas da área, pois os municípios têm colocado obstáculos para a instalação de novas estruturas.

“Não é um problema exclusivo de uma cidade ou operadora. Há uma possibilidade conceitual de dividirmos estruturas, mas ainda não conversamos com os competidores. Caso exista compartilhamento, já teremos dado um passo muito grande”, afirmou Valente.

“Temos tido muita dificuldade para licitar novas torres. Precisamos claramente passar à sociedade que o serviço não existe sem novas antenas. Não dá para expandir o tráfego e explorar novas frequências sem novas estruturas”, disse o presidente da Vivo.

O Estado mostrou na edição de 22 de fevereiro que, enquanto as operadoras de telefonia celular estimam que o País precisará dobrar o número de antenas nos próximos quatro anos, mais de duas centenas de prefeituras aprovaram leis na última década limitando a instalação dos equipamentos.

Preço salgado. O presidente da Oi, Francisco Valim, prevê que smartphones com tecnologia 4G custarão cerca de R$ 3 mil no País. “É um produto caro”, admitiu, ressaltando que, no exterior, custam de 600 a 800.

Segundo ele, um smartphone com tecnologia 3G custa cerca de R$ 1 mil no País. Zenteno, da Claro, não deu previsão para o preço do serviço, mas considerou que os dispositivos – smartphones e tablets – compatíveis com a nova tecnologia serão mais caros e provavelmente acessíveis apenas às classes A e B em um primeiro momento. “Já os modems serão mais acessíveis a todas as camadas da população”, completou.

O diretor-presidente da TIM, Mario Girasole, considerou elevados os preços mínimos dos lotes ofertados pela Anatel. Segundo ele, a empresa vai manter o plano de investimentos já anunciado anteriormente. A Tim já entrou em contato com alguns fornecedores e pretende cumprir o cronograma de implantação da rede.

Fonte: Agência Estado

UFRN é 110ª melhor universidade da América Latina, aponta grupo britânico

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a 110ª melhor universidade da America Latina. Pelo menos, é isso que mostra um ranking divulgado hoje pelo QS, grupo britânico responsável por uma das principais classificações universitárias do mundo, a Top Universities.

Mas o ranking, que classificas 250 univesidades, traz uma preocupação. O desempenho da UFRN caiu de um ano para o outro. Na classificação do ano passado, a maior universidade do Estado estava em 98º lugar.

Nesta edição, o Brasil tem 65 universidades entre as melhores da região. Isso significa que uma em cada quatro universidades de qualidade nos 19 países latinos analisados pelo QS é brasileira.

A listagem latina traz a USP como a melhor universidade da região. Entre as dez primeiras há mais duas brasileiras: a Unicamp (3º lugar) e a UFRJ (9º). As demais instituições do topo são do Chile, do México e da Colômbia.

Preocupação

O ensino superior no Brasil está bem, mas só quando se compara com as outras universidades da América Latina. Para se ter uma ideia, a USP, que lidera o ranking da América Latina, quando comparado com outras 600 universidades do mundo apareceu em 169º lugar.

O desempenho do Brasil é pior do que o da China, mas está à frente de Índia e Rússia.

Professores votam contra deflagração de greve na UFRN

Com um comparecimento expressivo às urnas, 932 professores exerceram o direito de decidir sobre o modo de condução de suas reivindicações e decidiram contra a deflagração de greve na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A decisão aconteceu em plebiscito realizado nesta terça-feira (12). Foram 583 (62,44%) contra a paralisação, 344 a favor, 03 brancos e 02 nulos.

O presidente do ADURN-Sindicato, João Bosco Araújo, chama atenção para a representatividade e a legitimidade de um plebiscito, que permitiu o posicionamento de um número expressivo dos docentes sindicalizados. “Enquanto na Assembleia, 54 professores foram favoráveis à realização da greve e 49 contrários, no plebiscito tivemos 583 votos contra à paralisação e 344 a favor”.

Fonte: Adurn

Bando armado realiza falsa blitz, faz família refém e ameaça invadir Apodi

Por Márcio Morais do Portal BO

Cerca de sete bandidos encapuzados e fortemente armados realizaram uma falsa blitz na BR-405, nas proximidades do contorno de acesso ao Lajedo de Soledade, na Chapada do Apodi, onde tomaram um veículo tipo Corsa Branco, de placas AJP-0963 (Felipe Guerra-RN), e fez refém uma família do município de Felipe Guerra, que trafegava na rodovia, por volta de 1h da madrugada desta quarta-feira (13).

Além de fortemente armados, os assaltantes carregavam algumas garrafas com gasolina e um rádio amador, copiando a frequência da Policia Militar e Civil da região Oeste. As vitimas não souberam identificar os dois veículos que estavam com grupo de assaltantes e apenas disseram que eram carros escuros e sedans.

O carro tomado no assalto pertence ao vendedor Alzeir de Oliveira Leite, que estava acompanhado da sua esposa, uma filha e um casal de amigos. Eles participavam de uma comemoração em uma pizzaria de Apodi e, no momento da falsa blitz, estavam retornando para Felipe Guerra cidade em que residem.

Na Delegacia de Polícia Civil de Apodi, as vítimas disseram que os assaltantes não usaram de violência, e logo que tomaram o veiculo, foram levados da BR-405 para uma estrada carroçável na Chapada do Apodi, onde em seguida foram liberados. As vítimas ainda disseram que os assaltantes o tempo todo pediam calma e que nada de ruim iria acontecer e elas. No momento do roubo, eles disseram que queriam o veiculo apenas para fazer uma operação em Apodi e depois do tiroteio seria abandonado.

Depois de soltas, as vitimas assustadas e com muito medo fugiram do local e conseguiram abrigo em uma fazenda e ao amanhecer o dia acionaram a policia. Outro detalhe que chamou a atenção dos policiais foi que os assaltantes perguntaram as vitimas se a camioneta do Grupo Tático Operacional (GTO) estava circulando pelas ruas de Apodi.

Depois de avisados do assalto, policiais da II Companhia de Policia Militar de Apodi através do Grupo Tático Operacional (GTO) realizaram várias buscas na Serra do Apodi e conseguiu recuperar o veiculo roubado, que havia sido abandonado em uma localidade rural com todos os pertences das vitimas.

Todo policiamento da Comarca de Apodi e cidades circunvizinhas estão em alerta sobre a presença dos assaltantes na região. O grupo de criminosos estaria armado com pelo menos três fuzis e varias pistolas. As estradas em torno do município estão com blitz policiais na tentativa de capturá-los.

Os policiais do Grupo Tático Operacional (GTO) suspeitam que o grupo esteja se articulando para praticar um grande assalto na região, resgate de presos ou ate mesmo uma chacina. No final de semana um grupo matou uma professora e tentou matar o seu marido no município de Janduis. Qualquer informação a população pode ajudar a policia ligando para os telefones (84) 3333 – 2737 ou 190 não é necessário se identificar.

O Delegado de Apodi, Renato Oliveira e o comandante da 2 CPMA, capitão Inácio Brilhante Araujo Filho estão em alerta para localizar o bando. O serviço de inteligência das Policias Militar e Civil estão buscando informações sobre os falsos policiais.

Tecnologia 4G chega em Natal até dezembro de 2013

Está na Folha:

As 20 licenças licitadas nesta terça-feira, no primeiro dia do leilão de 4G realizado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), foram arrematadas por um valor total de R$ 2,72 bilhões. O ágio médio das concessões foi de 34,5%.

As quatro licenças que permitem a operação em território nacional corresponderam à maior parte do valor, R$ 2,56 bilhões. As duas maiores licenças foram adquiridas por Vivo e Claro por R$ 1,05 bilhão e R$ 844,5 milhões, respectivamente, com ‘prêmios’ em relação ao valores mínimos de 67% e 34%.

As outras duas licenças nacionais foram compradas por TIM, por R$ 340 milhões, e Oi, por R$ 330,8 milhões. O ágio, nesse caso, foi menor, de 8% e 5%, respectivamente.

O leilão foi marcado ainda pela ausência de proponentes para o lote de outorga nacional dos serviços de telefonia e internet com o uso da faixa de 450 MHz (zona rural). Como não houve interessado na compra desse serviço, as obrigações relacionadas à faixa de 450 MHz serão distribuídas entre os quatro lotes de licença nacional do serviço de 4G.

A operação continua na quarta-feira, a partir das 9 horas. Ao todo, as licenças colocas à venda pela Anatel têm um preço mínimo de R$ 3,8 bilhões.

ZONA RURAL

Como não houve lance pelo lote destinado às áreas ruraias, a aquisição de outras licenças obriga as operadoras atender essas regiões.

A Vivo terá a obrigação de também oferecer o serviço na área rural estabelecida pela Anatel do interior de São Paulo e Minas Gerais, na região Sudeste, e em todo o Nordeste, com exceção de Bahia e Maranhão.

A TIM ficará responsável pela área rural do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina.

Já a Claro terá que oferecer o serviço nos Estados da região Norte, além de Bahia, Maranhão e na Grande SP. A Oi responderá pela região Centro-Oeste e pelo Rio Grande do Sul.

TECNOLOGIA 4G

A tecnologia 4G permitirá que as empresas de telecomunicações aprimorem a qualidade dos serviços de voz e banda larga.

Estima-se, por exemplo, que a velocidade da internet com 4G possa superar em dez vezes a média da que é obtida atualmente com 3G no Brasil.

A evolução do sistema, no entanto, dependerá do esforço e do investimento das operadoras. O valor mínimo dos lotes em licitação totaliza R$ 3,85 bilhões.

O alvo de desejos das operadoras era a faixa de 2,5GHz, que permite cobertura em todo o território nacional. Esse é o modelo que se enquadra melhor nos planos das companhias que venderão o serviço para usuários da telefonia.

Segundo cronograma do edital, todos os municípios com mais de 100 mil habitantes terão cobertura 4G até 31 de dezembro de 2016. As cidades sedes da Copa das Confederações estarão cobertas por 4G até 30 de abril de 2013. As sedes e subsedes da Copa do Mundo terão o serviço até 31 de dezembro de 2013.

Editoria de Arte/Folhapress

Grevistas da UERN vão realizar protestos na Zona Norte de Natal nesta quarta

Nesta quarta-feira (13), os professores, servidores e estudantes da UERN farão nova mobilização grevista. Desta vez, o ato será em frente ao Complexo Cultural de Natal, administrado pela Universidade, na Zona Norte (Av. João Medeiros Filho S/N, Bairro Potengi).

No evento “Sinal Fechado para Educação”, os grevistas irão distribuir panfletos, esclarecendo a importância da Uern e pedindo o apoio da sociedade para o movimento grevista, que reivindica reajuste salarial para os servidores, autonomia financeira da universidade, melhoria das bibliotecas, incentivo à pesquisa, laboratórios estruturados, residências universitárias próprias e de qualidade, assistência estudantil e conclusão das obras inacabadas, entre as quais está o prédio da sede própria da UERN em Natal, que fica ao lado do Complexo Cultural, na Zona Norte, onde será realizado o protesto.

O movimento contará inclusive com o apoio da comunidade que é atendida pelo Complexo Cultural de Natal, através das associações de bairros da Zona Norte.

A movimentação acontecerá a partir das 17h.

Os grevistas esclarecem que o movimento é pacífico e não vai atrapalhar o trânsito. “Não é nosso objetivo causar transtornos à população, mas sim esclarecer a importância da UERN para a educação potiguar, pois a Universidade vem sendo tratada com descaso pelo Governo do Estado”, explica a professora Michele Galdino, uma das organizadoras do evento.

Tragédia no RIO: Ônibus desgovernado sobe a calçada, mata 5 e manda 30 para o Hospital

Cinco pessoas morreram, entre elas um adolescente, e pelo menos 30 ficaram feridas, por volta das 22h30 de terça-feira, 12, após um ônibus, prefixo B 31153, de linha 484 (Olaria – Copacabana), não fazer uma curva, subir na calçada, invadir um ponto de ônibus, arrastar várias pessoas e bater contra um muro, na pista sentido Olaria, da Avenida Brasil, próximo ao acesso à Linha Vermelha e à passarela 3, no Caju, no Centro Portuário do Rio de Janeiro.

PMs do Batalhão de Policiamento Rodoviário foram os primeiros a chegar no local e encaminharam ao menos 20 pessoas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bonsucesso. Na sequência apareceram os bombeiros, que socorreram outras 10 pessoas, das quais quatro não resistiram aos ferimentos e morreram. Várias delas foram levadas para os hospitais Souza Aguiar, Getúlio Vargas e Andaraí, pois a UPA de Bonsucesso já não comportava mais pacientes.

Morreram Márcia Adriana Loureiro de Oliveira, 33 anos, a sobrinha dela, Kátia Cândido, 14, Monique Rocha Marques, 24, e Maurício Vaxier, de 34 anos. O motorista do coletivo, André Marques Navarro, está entre os feridos e também foi levado para o Souza Aguiar. Segundo informações da Rádio CBN do Rio, a quinta vítima que não resistiu aos ferimentos e também morreu foi identificada como Thaís Fidélis da Silva.

Testemunhas disseram aos policiais rodoviários que o coletivo, que seguia para Olaria, estava em alta velocidade, não havia se envolvido em acidente algum antes de invadir a calçada e que simplesmente não fez a curva.

Fonte: Estadao

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alguem disse:

    Os ônibus dessa empresa (Breda Rio, agora City Rio) só andam em alta velocidade. Neste trecho do acidente eles entram como se a curva fosse uma reta.

    • Brito Uol disse:

      Motorista compressa malmorado e cobrador (a) dormindo no caixa.
      falando ao telefone toda hora. se pede informaçao p/ algun lugar te dar logo uyma patada.

Golpe no Facebook atinge 22 mil usuários com botão ‘não gosto’

Um golpe na rede social Facebook tenta enganar os usuários com a falsa promessa da adição do botão “Não Gosto” ou “não curtir”, algo contrário ao famoso botão do polegar para cima (Curtir) presente na rede. O golpe é distribuído por um app da rede social que instala uma extensão no navegador da vítima.

O golpe foi primeiramente noticiado por sites gregos onde era anunciado em língua inglesa como “Dislike Button“, e, ao que parece, acabou sendo “importado” para o público brasileiro: a mensagem inicial de um aplicativo presente no Facebook está em português.

Página incial do aplicativo usado para promover o golpe na rede social Facebook (Foto: Reprodução)

O scam é distribuído através de solicitações de usuários que já instalaram o falso aplicativo.

Notificação de amigos “infectados” solicitando o uso do app (Foto: Reprodução)

Caso a vítima clique na solicitação e aceite a instalação do aplicativo, acabará dando acesso à informações que estão públicas no Facebook, como id de usuário e outras quaisquer que não sejam privadas.

Solicitação para liberação do aplicativo no Facebook (Foto: Reprodução)

Para que realmente o golpe seja concretizado será necessário que o usuário clique em “Ative o Não Gostar“. Depois será solicitado a instalação de uma extensão para o navegador, que é a responsável por chamar seus amigos e liberar o botão “anti-like”. Uma vez ativado, o aplicativo exibe uma mensagem no mural do usuário sugerindo a amigos o download do suposto botão além de enviar spam.

Falsa extensão distribuída no golpe (Foto: Reprodução)

A extensão tem autorização para adquirir dados em qualquer site que o usuário navegar, visto que ela estará rodando em junto do navegador.

A farsa do “Dislike” realmente adiciona um botão do tipo “Não Curti” em seu perfil, porém caso utilize o botão apenas você poderá ver que não foi curtido alguma publicação.

Botão é adiconado em seu perfil, porém só você pode ver (Foto: Reprodução)

Muito parecido com outros golpes já notificados pela Linha Defensiva, esse afeta usuários dos navegadores Firefox e Chrome além de usuários do navegador Safari da Apple, dando um erro de instalação em outros navegadores. As extensões são baixadas de um servidor francês.

O golpe já afetou mais de 22 mil pessoas, segundo estatísticas presentes ao ativar o aplicativo no Facebook.

O Facebook já afirmou que não incluirá em sua rede o botão “Dislike” — inclusive desenvolvedores são proibidos de utilizar o “Não curti” como nome de aplicação na rede.

Osvaldo Cruz presta depoimento hoje no STJ

O procedimento de apuração das irregularidades no TJRN continua nas mais diferentes esferas. No Superior Tribunal de Justiça, além da acareação adiada, haverá hoje o depoimento do desembargador afastado Osvaldo Cruz. Osvaldo não pode depor anteriormente por problemas de saúde. A defesa deve nos próximos dias fazer um pedido de perícia judicial nos documentos coletados pelo MPE como prova contra Osvaldo e Rafael Godeiro. No Conselho Nacional de Justiça, o procedimento disciplinar deve entrar em pauta na próxima reunião do pleno, dia 19 de junho.

O processo para leiloar os bens de Carla Ubaran ainda não chegou à Central de Arrematação da Comarca de Natal. Nesse momento, a decisão do juiz José Armando Ponte está no setor de distribuição. Recebido o processo, alguns bens como carros e celulares serão leiloados para repor o dinheiro desviado pelo esquema. Segundo auditoria interna do TJRN, o valor foi de R$ 14,1 milhões.

Fonte: Tribuna do Norte

Tête-à-tête entre Carla Ubarana e Rafael Godeiro será hoje em Natal

A ex-chefe da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ/RN) Carla Ubarana e o desembargador Rafael Godeiro ficarão frente a frente em Natal. A acareação entre os dois que ocorreria hoje, em Brasília, será remarcada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), César Asfor Rocha. A data ainda não está definida. A mudança de local da acareação foi solicitada, na última segunda-feira, pela defesa de Carla Ubarana e deferida ontem pelo ministro do STJ, com parecer favorável do Ministério Público Federal. A indisposição dos bens e o bloqueio do salário de Carla Ubarana foram argumentos da solicitação para que a audiência ocorresse no Rio Grande do Norte.

A defesa de Carla Ubarana solicitou a realização da acareação em Natal argumentando que tanto a a ex-chefe da Divisão de Precatórios quanto o desembargador residem em Natal, além do fato dos bens da acusada terem sido recolhidos pela Justiça para leilão e os salários de servidora do TJRN estarem suspensos. Ubarana, segundo informações do processo, não tem como pagar as passagens e hospedagem em Brasília, porque não recebe salário e a verba que tinha em sua casa foi recolhida pela Justiça. Rafael Godeiro, ao contrário, continua a receber os seus vencimentos mensalmente. A tese foi acatada por César Asfor Rocha.

Na argumentação da defesa da Carla Ubarana, foi informado que atualmente a ex-chefe do setor de precatórios tem suas despesas e de sua família bancadas por familiares, isso por conta da alienação de todos os bens e do bloqueio do salário, segundo medida cautelar da presidência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Carla Ubarana, segundo as informações do processo, “não possui recursos para prover o seu próprio sustento”.

César Asfor Rocha ainda não determinou a nova data para a acareação. Um juiz federal será designado através de uma carta de ordem para mediar o encontro. A subprocuradora-geral da República, Lindora Maria de Araújo, requereu e também será intimada para participar da audiência em Natal. Da mesma forma, os promotores do Patrimônio Público, segundo informações apuradas pela TRIBUNA DO NORTE, poderão acompanhar a audiência.

O procedimento de acareação foi um pedido dos advogados do desembargador afastado Rafael Godeiro, como forma de confrontar as informações prestadas por Carla Ubarana durante a delação premiada com a versão do magistrado. Embora não se tenha confirmação, é provável que o mesmo procedimento seja utilizado em relação a Osvaldo Cruz. Os dois desembargadores são acusados de serem co-autores dos desvios que totalizaram R$ 14,1 milhões no setor de precatórios do TJRN.

Mesmo tendo falado, durante a delação premiada ao Ministério Público, que não queria ficar frente a frente com os desembargadores Rafael Godeiro e Osvaldo Cruz, Carla Ubarana tem se mostrado disposta a participar da acareação. Segundo as informações do processo que corre no STJ, a defesa de Carla ressaltou o desejo da própria em “continuar colaborando com a Justiça”.

Fonte: Tribuna do Norte

Postar foto do ambiente de trabalho nas redes sociais pode dar demissão por justa causa

Postar fotos do ambiente de trabalho nas redes sociais pode resultar em demissão por justa causa, segundo decidiu o Tribunal Superior do Trabalho (TST). A decisão é do final de abril, mas foi divulgada apenas nesta terça-feira pela corte trabalhista.

A Segunda Turma do TST analisou o caso de uma enfermeira que foi demitida do Hospital Prontolinda, em Olinda (PE), depois de publicar no Orkut fotos da equipe trabalhando na unidade de terapia intensiva (UTI). A profissional alegou que foi discriminada, pois não foi a única a divulgar as fotos, e pedia a descaracterização da justa causa. Também cobrava o pagamento de dano moral pelo constrangimento causado com a demissão.

Já o hospital argumentou que as fotos motivaram comentários de mau gosto na rede social, expondo a intimidade de outros funcionários e de pacientes sem autorização. Além disso, afirmou que a imagem do hospital foi associada a “brincadeiras de baixo nível, não condizentes com o local onde foram batidas”.

A profissional venceu na primeira instância, que reverteu a justa causa e reconheceu os danos morais, condenando o hospital a pagar R$ 63 mil. O juiz da 3ª Vara do Trabalho de Olinda entendeu que as fotos mostravam “o espírito de confraternização, de amizade, união e carinho entre os funcionários”.

A decisão foi revista pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE), que concordou com os argumentos do hospital e confirmou a demissão por justa causa. Na decisão, a corte falou sobre a inadequação das imagens, citando, como exemplo, uma foto que mostrava “uma das enfermeiras semiagachada e uma mão supostamente tentando apalpá-la”.

A profissional acionou o TST, mas a Segunda Turma negou o pedido por unanimidade.

Governo emite nota narrando o assalto que o carro da casa da Governadora estava envolvido

Na tarde desta terça-feira (12), um policial que trabalha na residência oficial do Governo do RN, segundo queixa e depoimento prestados na 5ª Delegacia de Polícia (em Lagoa Nova), saiu em perseguição a uma dupla de assaltantes pelos bairros de Morro Branco e Tirol.

O policial estava no veículo Voyage de cor branca que atende aos serviços administrativos da residência oficial e a dupla de assaltantes utilizava um Fiesta dourado de placas do município de João Pessoa.

O soldado estava fazendo pagamentos na casa lotérica Hipersorte, localizada na Avenida Xavier da Silveira, quando dois indivíduos entraram armados anunciando o assalto. Ambos levaram os pertences dos clientes que estavam na fila.

Diante do ocorrido, o policial no exercício de sua função, saiu em perseguição, na companhia de um cliente que também tinha sido assaltado.

A dupla de assaltantes percebeu que estava sendo seguida e trocou tiros com o policial nas imediações da Avenida Hermes da Fonseca com a Avenida Alexandrino de Alencar. Depois disso os assaltantes conseguiram evadir-se do local. O policial e mais dois clientes da casa lotérica prestaram queixa do assalto na 5ª DP.

Do Blog: O Blog mantém a versão que publicou em 1ª mão do acontecido, a própria nota do Governo é diferente do que o Coronel Araújo falou ao DN Online. E vou contar um detalhe, o policial que estava dirigindo o carro se chama Diogo, ele chegou a comentar, “levaram o carro” se referindo ao Voyage branco da residência oficial.

Vejam que são as 5 Agências que venceram a 1ª fase da licitação do Governo do RN

A amiga Thaisa Galvão postou tão bem em seu blog que o BG reproduz:

Terminada hoje a segunda etapa da seleção de agências de propaganda que disputam a conta de publicidade do governo do Estado.

Na primeira, das 4 etapas, a comissão de licitação julgou uma campanha feita pelas agências concorrentes, entregues em envelopes fechados sem identificação.

Hoje, a comissão abriu os envelopes com as mesmas campanhas, só que com identificação.

Na abertura dos envelopes 1 e 3, onde foi julgada a parte técnica das campanhas – a mais importante, vale salientar – as notas foram as seguintes:

Art & C – 94.8

Raf  – 92,01

2 A – 89,66

Faz – 86,62

Base –  85.79

As 5 agências acima estão classificadas. Eis as notas das concorrentes:

Executiva – 83,52

Staff Comunicação – 79,43  (A agência é do Rio, mas tem base em Natal)

Criola – 76,23

Fields – 76,13 (Não é do RN)

Public Propaganda – 66,93 (Não é do RN)

Marca Propaganda – 64,66

Gestion Publicidade – 41,86 (Não é do RN)

Armação Propaganda – 28,96

*

A Armação, que ainda está na cota do governo, pela pontuação já fica de fora da atual gestão, e deixa de concorrer por uma falha na entrega do primeiro envelope, onde a campanha, em vez de anônima, foi identificada.

Pela norma da licitação, a agência levou nota zero no primeiro envelope.

*

Depois da etapa de hoje, a comissão de licitação abre um prazo para recurso e marca data para abertura dos envelopes com as propostas de preço.

Como a pontuação de preços é específica, e não deverá alterar mais de que 1 ponto em cada resultado já anunciado, certamente não haverá alteração na seleção de agências.

A menos que alguma das selecionadas se descredencie na etapa pós-proposta de preços, a última do processo, que é a abertura de envelopes de Habilitação.

Ficará de fora quem, por um problema burocrático qualquer, não se apresentar apto a participar de licitação.

Nesse caso, entraria a da vez, mas com um detalhe: pela norma da licitação, só passa a atender a conta governamental quem, na etapa técnica, tiver a partir de 80 pontos.

Daí, nesse caso, a abertura dos envelopes com propostas de preços não influenciarem muito na seleção final.

Vale lembrar que só serão avaliadas, no quesito Habilitação, as propostas das 5 agências classificadas.

*

Detalhe…

Prova de que a prata da casa é da melhor qualidade, é que as agências que vieram de outros estados, não atingiram sequer a pontuação básica de 80 pontos na avaliação técnica.

[VÍDEO] Casa invade pista e provoca grave acidente de trânsito

Um grave acidente foi registrado no final do mês passado. Mais exatamente no dia 30. Agora, o vídeo começa a circular na internet e o BG trás para você.

Uma casa que estava sendo transportada por um caminhão se desprendeu do guincho e invadiu a pista. Um veículo que não conseguiu realizar a frenagem a tempo colidiu de frente com a residência.

O grave acidente deixou o motorista do veículo apenas com ferimentos leves. O passageiro teve ainda mais sorte e saiu ileso, sem qualquer escoriação.

Confira as imagens:

Polícia Civil estoura fábrica de documentos falsos em Natal

A Polícia Civil estourou agora há pouco uma fábrica de documentos falsos em Natal. O local foi durante as investigações que decorreram da prisão do professor  José Regeofran Melo Feitosa, 42 anos, que tentava fazer um saque usando documentos falsos em uma agência do Banco do Brasil no final da manhã de hoje.

Na ação coordenada pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (Defd) foram apreendidos vários materiais utilizados na falsificação dos documentos e duas pessoas foram presas. O local foi onde José Regeofran comprou o documento falso.

O delegado Júlio Costa, titular da Especializada começa uma coletiva logo mais na própria delegacia.

Relembre o caso

Polícia prende em flagrante homem tentando realizar saque ilegal

A dois anos da Copa, custo do Mundial no Brasil atinge R$ 27 bilhões

Nesta terça-feira, a contagem regressiva aponta dois anos para o jogo de abertura da Copa do Mundo. O Brasil foi confirmado como sede da Copa de 2014 em 30 de outubro de 2007.

A última estimativa de gastos, elaborada pelo Tribunal de Contas da União, para a realização da Copa é de R$ 27,140 bilhões. Para chegar a essa cifra, o TCU considera financiamentos oferecidos por bancos federais, investimentos feitos por agentes privados, pelas estatais e pelas esferas de governo estaduais e municipais.

A mobilidade urbana é responsável pela fatia maior desse total: R$ 12,004 bilhões. Os aeroportos deverão consumir R$ 7,4 bilhões. Os 12 estádios da Copa custarão R$ 6,778 bilhões.

Segundo balanço divulgado pelo Ministério das Cidades no final do mês passado, apenas sete das 22 obras de mobilidade urbana ficarão prontas a tempo de serem utilizadas na Copa das Confederações. O Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, afirmou que podem ser retiradas da Matriz de Responsabilidades obras que não tiverem projetos ou não tiverem sido contratadas até outubro.

Outro balanço, preparado pelo Governo Federal e divulgado no último dia 23, aponta que, àquela altura, 41% das obras relacionadas com o evento não haviam sido sequer iniciadas. E apenas 5% estavam concluídas. Apesar dos atrasos, o governo afirma que o ritmo de execução vai lhe permitir entregar 83% dos empreendimentos em 2013 e o restante até o mês de junho de 2014, quando começa a Copa.

O andamento paquidérmico dos trabalhos causou profundos abalos na relação entre Fifa e Governo Federal. Em março, no ápice da crise, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, chegou a dizer que o Brasil merecia “um chute no traseiro” devido aos atrasos.
O Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, chegou a declarar que o governo não mais receberia Valcke, mas o episódio foi contornado.

Mesmo com grande atraso, o Governo Federal tratou de agir. Dois meses depois do episódio do “chute no traseiro”, ele passou a fazer parte do Comitê Organizador Local. Foi a segunda vez na história das Copas que o governo entrou no COL. A primeira foi na edição anterior, da África do Sul.

A medida tornou letra morta uma promessa do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, de que o evento seria realizado sem a participação do governo. Teixeira renunciou à presidência da CBF, que ocupou por mais de 23 anos, e à presidência do COL, no meio do processo. Os dois cargos foram entregues a José Maria Marin. A mudança foi saudada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter. A falta de interlocução de Teixeira com a presidente Dilma Rousseff foi um dos principais motivos que levaram à renúncia.

Sem Teixeira, a relação entre Blatter e Governo Federal melhorou. A Lei Geral da Copa, uma das principais preocupações da Fifa, foi enfim sancionada na semana passada. Dilma vetou seis itens do projeto aprovado no Senado, e a comercialização de bebidas alcoólicas será liberada.

Fonte: Estadão