Cientista planeja criar ‘super-humanos’ ao editar genes com DNA de tardígrados

Os tardígrados são minúsculos animais de menos de 1 milímetro, capazes de sobreviver dez dias sob os efeitos da radiação cósmica do espaço e suportar temperaturas de 100 a 272°C . Interessado na impressionante resistência dessas criaturas, o pesquisador Chris Mason, da Universidade Cornell, nos Estados Unidos, anunciou em uma conferência de genética que aconteceu em Nova York no fim de outubro que pretende estudar meios de usar o DNA desses animais para criar humanos resistentes contra os riscos de viagens espaciais.

A ideia de editar genes humanos é algo muito polêmico, sendo uma prática questionada por comitês de ética e pela comunidade científica internacional. Ainda estão em andamento discussões para a regulamentar e estabelecer limites para os experimentos. Por isso, segundo Mason, o experimento da aplicação do DNA de tardígrados em humanos ainda deve demorar décadas para acontecer.

“Se tivermos mais 20 anos de mapeamento, descobertas e validação funcional do que nós achamos que sabemos, eu espero que possamos alcançar o estágio em que seremos capazes de dizer que podemos criar um humano que possa ser melhor em sobreviver em Marte”, disse o cientista.

O pesquisador pretende, junto a uma equipe de cientistas, aprimorar as descobertas de um estudo feito em 2016, por um outro time de pesquisadores. Na época, os especialistas localizaram a proteína que está por trás da habilidade dos tardígrados resistirem contra a radiação do espaço. A capacidade de aguentar essa radiação depois foi transferida para células humanas.

Segundo Mason, se a técnica for implementada no futuro, a edição genética feita com os tardígrados pode servir não só para o espaço, mas também para aprimorar a medicina na Terra. Seria possível, por exemplo, fazer células humanas resistentes para que os pacientes suportem mais facilmente a radiação emitida durante tratamentos contra o câncer.

Galileu

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silvio disse:

    Tá bom mesmo, por favor insiram uns aqui no Brasil, é que houve involução e nisso criou uma geração de idiotas que idolatram ladrões corruptos, e por eles fazem qualquer coisa, até passar o dia todo viajando por um sanduíche de mortadela. São a borra de uma subraça.

Lula planeja viajar pelo Brasil para reorganizar oposição ao governo

Foto: Edilson Dantas / O Globo

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula vai pedir nesta sexta-feira sua imediata liberdade à 12ª Vara de Execuções Penais (VEP) de Curitiba. Caberá à juíza Carolina Lebbos autorizar a soltura do petista e de outros presos na mesma situação, como o ex-ministro José Dirceu .

A decisão, no entanto, não é automática. O juiz de execução pode ainda decretar prisão preventiva do petista, se assim for pedido pelo Ministério Público e se considerar que existem os requisitos previstos em lei para isso — como, por exemplo, periculosidade do réu e risco de fuga. Não há prazo definido em lei para que ele se manifeste.

Caso Lula seja solto hoje, ele terá ficado 580 dias na cadeia. Nas conversas que manteve nas semanas que antecederam a decisão de ontem do STF, Lula deixou claro aos seus aliados que, ao ganhar a liberdade, dois pontos vão marcar a sua atuação política: não fará inflexão ao centro nem empunhará a bandeira de deslegitimar o governo do presidente Jair Bolsonaro , como em eventual campanha por impeachment.

Nova oposição

Lula planeja viajar o país e tentar fortalecer a oposição ao governo. Também está previsto um giro internacional para se encontrar com personalidades que se manifestaram contra a sua prisão. Mas o primeiro ato do petista ao ser libertado será em Curitiba , em frente à Polícia Federal . O ex-presidente quer prestar uma homenagem aos simpatizantes que ficaram em vigília no local durante um ano e sete meses. A expectativa é que também ocorra um comício em São Paulo ou São Bernardo do Campo, em seguida.

— Ao sair daqui, ele está querendo preparar um grande pronunciamento à nação — afirmou João Paulo Rodrigues, da coordenação nacional do MST, depois de visitar o petista em sua cela na Polícia Federal do Paraná, na tarde ontem.

A possibilidade de adotar um caminho político de centro chegou a ser discutida por petistas próximos a Lula. Com Bolsonaro seguindo por uma linha que os dirigentes do partido classificam como de extrema-direita, uma inflexão ideológica poderia ajudar o PT a recuperar o terreno perdido na sociedade. Mas, após debates, a conclusão foi que a legenda enfrenta rejeição muito mais pelas denúncias de corrupção e pela acusação de que as medidas econômicas do governo Dilma Rousseff quebraram o país do que propriamente por questões ideológicas.

— O Lula me falou: avisa lá para os sem-terra que eu vou sair mais à esquerda do que eu entrei — disse Rodrigues.

A recuperação da imagem do PT se dará, na visão dos dirigentes partidários, aos poucos, impulsionada pelo desgaste de Bolsonaro. Na estratégia traçada, Lula pode impulsionar esse sentimento ao frisar em seus discursos as consequências para a população das medidas que vêm sendo adotadas, principalmente na área econômica. Um antigo aliado destaca a “capacidade de Lula de explicar de maneira simples um assunto complexo”. Esse mesmo aliado aposta que Lula evitará entrar em bate-bocas com o atual presidente.

Esses embates poderiam impulsionar um antipetismo e promover um reagrupamento do campo político de Bolsonaro, que vem se dividindo desde o início do mandato.

Moro na mira

Mesmo com o desgaste do governo, Lula e seus aliados não entendem que exista clima para mobilizar a sociedade para abreviar o mandato do atual presidente por meio de um impeachment. O PT tem 54 dos 513 deputados.

A mesma lógica vale para a decisão do partido de não tentar no momento levantar bandeira por mudanças na Lei da Ficha Limpa, o que permitiria a Lula recuperar os seus direitos políticos e se candidatar a presidente em 2022. A decisão de ontem do STF não mexeu nisso.

O caminho visto pelos petistas como mais possível para que Lula recupere o direito de se candidatar está no julgamento da suspeição do então juiz Sergio Moro. Assim, mesmo em liberdade, o ex-presidente manterá o discurso de que os processos contra ele são resultado de perseguição política para pressionar o Supremo a colocar em julgamento o habeas corpus que questiona a atuação do ex-magistrado na condução do processo do tríplex do Guarujá.

Mas, apesar de animar o partido, há gente no PT mais cuidadosa. Um deputado federal influente diz que parte da direção se ilude achando que basta Lula sair da cadeia para que todos os integrantes do partido se resolvam. O partido precisa, segundo esse parlamentar, definir a sua tática política e eleitoral e ter claro que ainda enfrenta resistência na sociedade.

Antes de eventualmente soltar o ex-presidente, a VEP ainda pode solicitar a manifestação do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal sobre o caso, e até mesmo acerca da logística de uma eventual saída do petista de Curitiba para São Paulo.

— Uma vez que existe um juiz de execução penal, cabe a este tomar a decisão sobre a necessidade de liberação do condenado. Ou seja, a defesa faz o pedido e o juiz da VEP o aprecia levando em consideração a decisão do STF. Não há um prazo definido em lei , mas a urgência das questões discutidas exige resposta rápida — diz o doutor em direito penal pela USP Conrado Gontijo.

O professor de Direito penal da USP Gustavo Badaró, por sua vez, entende que o pedido da defesa deve ser feito diretamente ao Tribunal Regional Federal da 4ª(TRF4), que foi quem manteve a condenação do ex-presidente no caso do tríplex do Guarujá e deu a ordem para a execução de sua prisão. Nesse caso, após ser questionado pela defesa, o TRF-4 comunicaria a VEP sobre a necessidade de cumprir a decisão do STF e soltar o petista.

O ex-presidente vinha evitando nos últimos dias falar diretamente sobre a possibilidade de liberdade para não correr o risco de se frustrar. Mesmo assim, deixou transparecer algumas estratégias e chegou pedir que as suas falas em entrevistas na cadeia fossem analisar para saber se o tom estava adequado.

Apoio da Argentina

Lula deve ajudar o PT a tentar viabilizar candidaturas para as eleições municipais do ano que vem. O partido tem enfrentado dificuldade para lançar nomes com boas chances em cidades importantes. A expectativa é que o ex-presidente seja um cabo eleitoral ativo. Dentro da linha de ação definida, os aliados de Lula entendem que será necessário recuperar o eleitorado pobre que aderiu ao bolsonarismo.

Na noite da quinta-feira, o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, se comunicou com dirigentes do PT para expressar sua satisfação pela decisão do STF .

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flavio disse:

    Terminar de ensinar como roubar e não ser preso, porque o dele falhou. Kkkkkkk foi reprovado. Cadeia muito pra esse safado é pouco.

  2. Carlos disse:

    Ser oposição ao que está dando certo?
    Vai se aquietar, Lula.
    Vai curtir tua vida em paz.

  3. Sebastião disse:

    Escapa da justiça dos homens, agora da divina, que é a mais importante, jamais irá escapar.

Detran planeja ações de educação e fiscalização de trânsito para a Festa do Boi

Foto: Arquivo

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) iniciou o planejamento das ações educativas e de fiscalização de tráfego que serão empregadas durante a 57ª Festa do Boi, que acontece no período de 12 a 19 deste mês, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

As atividades educativas do Detran vão ser realizadas a partir de um estande planejado para sem montado no interior do Parque Aristófanes Fernandes, com ações voltadas a condutores e pedestres, e principalmente, focando na conscientização e na responsabilidade de não conduzir veículo automotor sob efeito de bebida alcoólica.

Durante a realização do evento uma equipe de técnicos da Coordenadoria de Educação e Fiscalização de Trânsito do Órgão vai ser escalada para atuar levando informações de segurança no tráfego e de respeito ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB), apontando para os perigos relacionados às infrações e as consequências do desrespeito às normas legais.

As atividades educativas vão contar com trabalhos direcionada as crianças, utilização dos óculos que simula embriaguez, roleta educativa de trânsito, apresentações da trupe de teatro do Detran, comandos educativos, além de ações itinerantes com o propósito de alcançar todas as áreas de tráfego de pessoas que visitam a festa.

Um ponto alto da programação serão as abordagens realizadas em bares e restaurantes armados no local, onde os frequentadores serão alertados sobre os males sociais causados pela união de bebida alcoólica e volante, como também os procedimentos e sanções administrativas e penais previstas para os motoristas que desrespeitam as condutas determinadas pela Lei Seca.

Além das explicações proferidas pelos técnicos do Departamento, as pessoas abordadas vão receber brindes, folders informativos e adesivos, que contribuem para a conscientização e o fortalecimento das informações de segurança, respeito e gentileza necessárias para a construção de um trânsito mais humano e seguro.

Já no campo da fiscalização viária, os policiais militares lotados na Operação Lei Seca do Detran estarão realizando blitzen preventivas durante todos os dias da festividade. A ação de monitoramento e fiscalização será ampliada com a atuação do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) que estará com guarnições patrulhando todo a área.

A 57 ª Festa do Boi é um evento agropecuário organizado pela Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc) em parceria com o Governo do Estado do RN. Serão mais de 350 expositores, três mil animais Puros de Origem (PO) oriundos do RN e de estados de todo o Nordeste. A expectativa é que o evento movimente neste ano cerca de R$ 60 milhões. O público esperado é de 350 mil pessoas.

Missão DART: Nasa planeja desviar asteroide para testar segurança da Terra e rota de colisão

Foto: Nasa

A Nasa, agência espacial norte-americana, e a ESA, agência espacial europeia, estão trabalhando juntas para proteger a Terra de uma possível colisão com o asteroide Didymos, que poderia destruir o planeta.

A Missão DART (Double Asteroid Redirection Test) usará um equipamento para provocar um impacto cinético e alterar a trajetória do asteroide. A rocha espacial tem, aproximadamente, 160 metros comprimento e 780 metros de diâmetro.

O DART será lançado em julho de 2021 a bordo de um foguete da SpaceX. A primeira fase da missão acontecerá em setembro de 2022, quando o equipamento irá interceptar a lua do Didymos, a 11 milhões de quilômetros da Terra.

A colisão entre o DART e o Didymos deverá mudar minimamente a rota do asteroide, mas será o suficiente para impedir uma ameaça real de impacto contra a Terra.

Veja mais: NASA atingirá asteroide de 800 metros para testar segurança da Terra

A missão nomeada AINDA, (Asteroid Impact & Deflection Assessment), da ESA, irá enviar a nave espacial Hera, para acompanhar o asteroide após o impacto e ajudar no monitoramento da trajetória.

Além disso, há o plano de estudar o Didymos em 2026, quando a sonda espacial Hera chegar ao asteroide para medir a cratera aberta pelo DART e analisar mais detalhes do objeto espacial.

R7 e Galileu

Real Madrid planeja ser o ‘vilão’ e fazer oferta irrecusável por Neymar

Foto: CHARLES PLATIAU / REUTERS

À medida que o PSG faz jogo duro nas negociações, Barcelona e Real Madrid seguem como principais candidatos à contratação de Neymar, segundo a imprensa europeia. Enquanto os blaugranas já tiverem propostas rejeitadas, o Real Madrid adota cautela e uma estratégia ousada: aguardar a proximidade do fim da janela e preparar uma proposta irrecusável.

A informação doi detalhada pelo jornal espanhol “Marca”, que explicou as diferenças no estilo de negociação dos rivais espanhóis pelo brasileiro. Segundo a publicação, o clube adotou uma nova postura após falhar na contratação de Neymar em três oportunidades, e o presidente dos merengues, Florentino Pérez, está “preparado para ser o vilão”.

O ato de “vilania” seria aguardar as constantes investidas do Barça pelo jogador (as primeiras envolveram propostas de empréstimo) e, no momento certo, oferecer uma proposta muito mais generosa, incluindo jogadores desejados pelo PSG na negociação — arma da qual os rivais pouco podem se aproveitar.

A ideia é oferecer 100 milhões de euros (430 milhões de reais, aproximadamente) mais jogadores que compensem o valor que o Real acredita que os franceses atrelem ao jogador: 250 milhões de euros (cerca de 1,075 bilhão de reais). Courtois, Casemiro e Vinícius Júnior seriam alguns dos jogadores que interessariam ao PSG, mas os merengues não têm interesse em deixá-los sair, segundo a publicação. O plano é oferecer outras peças de seu elenco.

Enquanto o Barça pressiona, o Real se prepara para surgir com a “última palavra”, resume o diário. Com 13 dias para o fechamento da janela de transferências, a sorte — e a rivalidade — está lançada na Espanha.

Extra – O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Italiano disse:

    Já vi que entendem pouco de futebol por aqui. Ainda bem que essas instituições futebolistas não têm brasileiros na direção, que não valorizam seus compatriotas.

  2. Charles disse:

    O que danado esses times veem nesse perna de pau?

  3. LULADRÃO disse:

    Só uns bobos ainda querem contratar Neymar.