Finanças

Bolsonaro pede que seja avaliada faixa de isenção até R$ 2,5 mil do Imposto de Renda

Foto: Mateus Bononi/Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu à equipe econômica que avalie a possibilidade de elevar para até R$ 2.500 a faixa de isenção do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) no âmbito da reforma tributária.

Em reunião nesta segunda-feira (21), no Palácio do Planalto, ficou combinado o envio ao Congresso Nacional, na próxima quarta-feira (23), de projeto de lei que eleva a faixa de isenção, hoje até R$ 1.903,99.

Segundo apurou a CNN, a equipe econômica acordou com o Palácio do Planalto um valor até R$ 2.400, mas o presidente pediu que o ministro da Economia, Paulo Guedes, avalie até a quarta-feira (23) a possibilidade de aumentar a faixa de isenção até R$ 2.500.

O presidente também pediu que a reforma tributária não inclua a criação de novos tributos ou a elevação da carga tributária. Por isso, ela não incluirá a criação de um imposto digital, que chegou a ser comparado a uma recriação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

A primeira fase da reforma tributária também não deve incluir a criação do chamado IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) Seletivo, que incidiria sobre produtos que geram impacto negativo na saúde ou no meio ambiente, como bebidas alcoólicas, cigarros ou combustíveis.

A expectativa do Palácio do Planalto é de que a reforma tributária, em formato fatiado, seja aprovada até dezembro já que dificilmente as propostas serão votadas em 2022 por ser um ano eleitoral.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Como a ideologia expõe que a esquerda não tem qualquer projeto para o povo, só querem o poder. Os zumbis esquerdopatas ficando contra diminuição de imposto para achar discurso contra o governo federal, é insano, ridículo, imoral e prova que eles estão preocupados com eles, por eles e para eles, nunca, jamais com o povo. Alguma dúvida?

  2. Enquanto isso o Banco do Brasil começou a cobrar uma taxa de R$ 1,20 sobre cada transferência entre contas do próprio banco.

    1. Sim…kkkkkkk
      Depois do ataque de pelanca de ontem…tinham que colocar focinheira no bicho….kkkkkk

  3. A estratégia do governo para recriar a CPMF é o planalto fingir que abandonou a ideia e colocar os parlamentares alinhados para apresentarem a proposta. Assim o governo não leva a culpa pela criação de mais um imposto.

  4. Mais um teatrinho para o gado mugir! Desde a campanha eleitoral ele promete corrigir a tabela do IR, 2 anos depois tudo continua na mesma faixa. O que está acontecendo de fato é um projeto do Paulo Jegues para ressuscitar a CPMF e aumentar mais o chicote no lombo do pobre. Mais uma fraude.

  5. As empregadas domesticas,antes abatia,agora não mais.Este governo fez a reforma da previdencia nas costas dos autonomos,mais tarde quando forem se aposentar vão ver o prejuízo.Enquanto isto 16% de aumento para os militares,aí diz que na média o funcionalismo publico teve aumento….

  6. Um governo que visa a redução de impostos mesmo na pandemia, é reforma administrativa em andamento e agora o ajuste na faixa do imposto de renda.
    Diferente de muitos governadores que aumentaram o ICMS, onde nenhum esquerdóide falou algo.
    Alguns esquerdopatas falam do aumento do combustível, mas o vermelho que estava na presidência da Petrobrás foi trocado e os aumentos pararam.

    1. Acabou essa história de ano eleitoral, todo ano agora é ano eleitoral, parece que todas as atitudes tanto do Governo Federal como do Estadual e Municipal são pensando nas próximas eleições.

  7. A esquerda já foi ao STF solicitando proibir mais uma diminuição de imposto?
    Randolfe fez isso contra a mudança de quase isenção do IPVA.
    Tem a redução do ICMS para o gás que a esquerda vem trabalhando para não passar.
    Teve a redução do ICMS nos combustíveis que os governadores não aceitaram diminuir.
    A diferença entre a direita capitalista e a esquerda corrupta do povo fica fácil de ser entendida a cada nova proposta do governo boicotada pela oposição.
    Vocês sabem o que está acontecendo em Araraquara? Não? Atualize-se, veja que modelo de administração e qual é o partido do Prefeito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Idoso morre após ser atropelado por motociclista em faixa de pedestres na Zona Sul de Natal

O portal G1-RN destaca em reportagem nesta quarta-feira(13) que um idoso de 69 anos morreu após ser atropelado em uma faixa de pedestres, na rua principal da Vila de Ponta Negra, perto da praça do Cruzeiro, na Zona Sul de Natal, na tarde dessa terça-feira(12). Segundo testemunhas, o motociclista que atropelou o homem fugiu sem prestar socorro.

Segundo a reportagem, o idoso saiu de um supermercado e foi até a faixa para atravessar. Segundo testemunhas, um carro parou e o idoso começou a travessia quando foi atingido por uma moto. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Mais detalhes AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Com raríssimas exceções, motoqueiros são pessoas totalmente desprovidas de respeito pelo próximo. Desrespeitam não só as passagens para pedestres, mas qualquer tipo de sinal. Pense numa PRAGA "coronavírica". As autoridades competentes têm que promover permanentemente cursos de educação no trânsito para esse pessoal.

    1. Isso explica o apoio massivo de motoclubes ao pai das rachadinhas.

  2. A poucos dias eu estava estacionado em uma pastelaria da Av. Abel Cabral, nessa ocasiao, fiquei espantado com a enorme quantidade de moto entregadores circulando, em alta velocidade, fazendo manobras arriscadas e tirando fino nos veículos estacionados como o meu. Resolvi contar, em um espaço de 10 minutos passaram exatamente 59 motos desse tipo, 59 x 60 minutos = 254, como estava antes do sinal, observei que 95% passaram no sinal vermelho, ou seja, isso é uma desmantelo total.

    1. Precisamos urgentemente iniciar uma campanha para não comprarmos mais comida de aplicativos cujos motoqueiros desrespeitam as leis de trânsito. Se você flagrar um motoqueiro desrespeitando, fotografe e envie para o administrador do aplicativo. NÃO COMPRE COMIDA DE APLICATIVO DO MOTOQUEIROS QUE DESRESPEITAM AS LEIS DE TRÂNSITO. MULTIPLIQUE ESSA IDEIA.

  3. É impressionante o total descontrole sobre o trânsito de motos em Natal. Basta um minuto em qualquer cruzamento para vermos diversas infrações cometidas por motoqueiros. Não respeitam faixa de pedestres, sinal vermelho, calçada, normas de preferência e por vai. As leis de trânsito não valem nada!!

  4. A praga do trânsito de Natal são os motociclistas, a maioria são irresponsáveis, tem que haver mais vigilância sobre esses monstros do trânsito.

  5. BG
    Com a adoção destes aplicativos de alimentos que pagem por produção o CAOS se instalou definitivamente no transito com esses indivíduos arrogantes, intimidadores no transito. E as autoridades fazendo de conta que não sabem de nada, dormindo em berço esplendido, vidas sendo ceifadas, hospitais cheios de acidentados, prejuízos com tratamento destes IRRESPONSAVEIS. Multas pesadas, apreensão das motos, cassação de CNH, pode ser um dos caminhos.

  6. BG
    Estamos presenciando diariamente a OMISSÃO das autoridades do transito STTU/PRE/PRF com esses SUICIDAS e HOMICIDAS motoqueiros, são contramãos, avanço de sinal,ultrapassagem pela direita, andando nas calçadas e tudo o mais. Será que um dia teremos LEIS neste País para por ordem nesta bagunça??????.

    1. Meu amigo prefeito seu comentário, na AV: Ayrton Senna 99% dos motoqueiros não respeitam as leis de trânsito e esses entregadores são o piores, no condomínio que eu moro está proibido a entrada deles

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Solidão é mais forte aos 20 anos e menor depois dos 60, aponta estudo

(Foto: Kristina Tripkovic/Unsplash)

A solidão pode ser considerada uma questão de saúde pública prevalente, com impactos no bem-estar e na longevidade. Um estudo da universidade norte-americana Florida State University College of Medicine, publicado em 2017, mostrou que a solidão pode aumentar em 40% o risco de demência, além de tornar a pessoa isolada mais vulnerável a doenças neurodegenerativas, como depressão, hipertensão e diabetes. Já pesquisadores da Universidade de Chicago alertaram, em 2018, que a falta de experiências sociais pode ser tão nociva quanto o cigarro. O tema tem gerado tamanha preocupação nos últimos anos, ao ponto de o governo britânico criar um gabinete especialmente voltado a estratégias para enfrentar o problema.

Agora, cientistas da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos, afirmam que a solidão seria mais intensa entre os jovens. Segundo o estudo, lançado neste mês pelo The Journal of Clinical Psychiatry, entre os 20 e 29 anos, a solidão atinge o seu pico durante a vida. Por outro lado, após os 60 anos é que as pessoas se sentem menos atingidas por ela.

As conclusões vieram de uma análise com mais de 2.800 participantes, todos norte-americanos, com idade entre 20 e 69 anos. Nela, os pesquisadores identificaram os fatores psicológicos e sociais que levam a padrões de solidão em diferentes faixas etárias. Em seguida, encontraram uma série de preditores de solidão ao longo da vida.

Por exemplo, foi observado que, em todas as idades, pessoas com níveis mais baixos de empatia, compaixão, relações sociais, sem parceiros conjugais e maiores distúrbios de sono também são mais predispostas a se sentirem solitárias. Já fatores como baixa autoconfiança social e maior ansiedade foram associados à piora na solidão em todas as décadas de idade, exceto após os 60 anos. Outro motivo para os sexagenários serem menos tocados pelo isolamento seria explicado pela associação inversa entre solidão e sabedoria, que tende a ser maior entre as pessoas mais velhas. Para esse grupo, a educação e as queixas de memória são fatores de maior influência para esse sentimento.

De acordo com a autora principal do estudo, Tanya Nguyen, a sensação exacerbada de solidão aos 20 anos pode ser atribuída ao fato de, nesta idade, os jovens precisarem conciliar momentos de grande estresse e pressões para estabelecer uma carreira profissional e encontrar um parceiro para a vida. “Muitas pessoas nessa década também estão constantemente se comparando nas redes sociais, e estão preocupadas com quantas curtidas ou seguidores eles têm”, afirma Tanya, que é professora clínica assistente no Departamento de Psiquiatria da UC Escola de Medicina de San Diego. Além disso, ela diz que o nível de autoconfiança é mais baixo entre esses jovens, o que aumentaria o nível de solidão.

Nova crise aos 40 anos

O estudo também detectou que, aos 40 anos, as pessoas vivem um novo pico de solidão. Isso porque, nessa fase, é preciso enfrentar novos desafios físicos e problemas de saúde, como hipertensão e diabetes. “As pessoas podem começar a perder entes queridos próximos a elas, ao mesmo tempo em que seus filhos estão crescendo e se tornando mais independentes. Isso tem um grande impacto sobre o seu propósito e pode causar uma mudança na autoidentificação, resultando em maior solidão”, acrescenta Tanya.

Os pesquisadores mostraram ainda que a empatia e a compaixão atuam como componentes de comportamentos pró-sociais, portanto, seriam bons aliados no combate à solidão: “A compaixão parece reduzir o nível de solidão em todas as idades, provavelmente permitindo que os indivíduos percebam e interpretem com precisão as emoções dos outros juntamente com o comportamento útil para com os outros, aumentando assim sua própria autoeficácia social e redes sociais”, afirma o autor correspondente do estudo, Dilip V. Jeste, que é reitor associado sênior de da Escola de Medicina da UC San Diego.

Jeste diz que os preditores variados ao longo das décadas sugerem a necessidade de uma priorização personalizada de metas de prevenção e intervenção. “Queremos entender quais estratégias podem ser eficazes na redução da solidão durante este momento desafiador”.

Para o neuropsiquiatra, essas descobertas são especialmente relevantes durante a pandemia global da Covid-19. “A solidão é agravada pelo distanciamento físico necessário para impedir a propagação da pandemia.”

Galileu, via Agência Einstein

 

Opinião dos leitores

  1. De fato, só sinto falta de um político como Lula, que governava para o povo. O melhor presidente de todos os tempos. Grande estadista. Naquele tempo, eu comprava iogurte toda semana.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Avenida Engenheiro Roberto Freire ganhará faixa compartilhada para bikes e ônibus

Foto: Divulgação

Uma parceria entre a Prefeitura do Natal e o Governo do Estado do Rio Grande do Norte está viabilizando a criação de uma faixa compartilhada para bikes e ônibus na Av. Roberto Freire – região Sul da capital.

A faixa compartilhada segue o mesmo modelo das propostas criadas nas avenidas Prudente de Morais e Hermes da Fonseca pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e será implantada nos dois lados da via que liga a cidade à enseada de Ponta Negra.

O projeto conta com a parceria do Detran/RN, da Secretaria de Infraestrutura, do Departamento de Estradas e Rodagem, da Secretaria Municipal de Mobilidade e da Associação de Ciclistas do Rio Grande do Norte (ACIRN).

Antes da entrega oficial, os órgãos parceiros envolvidos realizarão vivências entre operadores de ônibus e ciclistas para simular como será a relação entre os dois tipos de veículos dentro da faixa compartilhada. Essas vivências serão realizadas nas garagens das operadoras que administram as linhas de ônibus que transitam na via.

Opinião dos leitores

  1. O gado que anda de carro acha lindo quando vai para o exterior e vê as ruas tdas com ciclovias e organizadas mas quando é para fazer na sua cidade ele se revolta pois para ele é mais importante olhar pro umbigo.

  2. Alguém tem que nivelar as tampas de bueiros. O CORNO que asfalta as vias deve andar de helicóptero. Não tem suspensão e nem pneu que aguente.

  3. Não basta pintar e sinalizar a via… É preciso recapear, principalmente no sentido ponta negra, cheio de ondulações e buracos.

    Quem vai a João Pessoa percebe a diferença abissal entre as duas capitais, em JP você corta a cidade de norte – sul em ciclovias totalmente seguras e nos finais de semana a orla de Cabo Branco é interditada num certo horário para o tráfego de carros, proporcionando lazer para a população. Várias capitais já realizam essa interdição.

  4. Parece piada, cadê as faixas de pedestre e a sinalização vertical dessa avenida, pois as mesmas não existem faz tempo.

  5. Pobre Natal. A poucos anos atrás essa avenida e ser totalmente reformada com viadutos, elevados, rotatórias, etc. O projeto acabava com os semáforos. O dinheiro para a reforma já estava no cofre e o valor era 220 mi. Veja em que resultou. Uma simples faixa para ônibus e bicicletas. Muito caro para a Verba anunciada.

  6. era só o que faltava, que saco essa cidade meu amigo, os caras só querem andar no meio da rua, não tem jeito. uma avenida que já estava ruim de andar agora essa palhaçada!

  7. Não consigo entender como vão colocar uma via exclusiva pra trafegar ônibus e bicicleta. Será que não entendem que um é maior que o outro. São pesos e cargas desproporcionais.

    Certo.mesmo seria uma via no canteiro Central pras bikes…longe de pedestres e veículos.motorizados.

  8. De novo vemos o privilégio de uma minoria contra a maioria.
    Resultado de uma Administração pública fraca e sem pulso.
    Bicicleta é na ciclovia mas qdo elas são feitas os ciclistas ignoram.

  9. ABSURDO. O Poder Público não pode se submeter aos gostos de quem gosta de passear de bicicleta.

    1. Aos desavisados e ignorantes (no sentido lato e stricto sensu), sugiro que antes de emitir opiniões, leiam as LEIS: nº 9.503/1997 (para saber respeitar as leis de trânsito) e a nº 13.724/2018. Vejam que é OBRIGATÓRIA a implantação de ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas, devidamente sinalizadas (inc. II do Art. 5º), dentre outras formas previstas de estimular o uso de bicicletas! Não se trata, portanto, de mero capricho dos ciclistas que andam de bicicleta por lazer, por esporte ou por necessidade!

    2. Lá vem os playboys ciclistas cheios de "legalidade". São os mesmos que não hesitam em andar na contramão, subir sobre calçadas pondo em perigo os pedestres, passar no sinal vermelho, etc, etc, etc. "Leis" pros demais, nunca para eles.

  10. Eu quero uma CICLOBURRO ou uma CICLOVALO, preciso me locomover "num burro e no meu carralo donzelo" os bixim precisam de baias exclusivas"

  11. Porque não criar faixa de ciclistas nas ruas paralelas a Roberto freire, iria ter impacto zero no trânsito e menos risco de vida aos ciclistas. A não ser que a administração estadual se diverte com o caos, não duvido muito.

  12. Das possíveis soluções, a pior. Com três pistas de rolamento o trânsito já é difícil. Vejam a Bernardo Vieira no que se transformou. Passo diariamente na Roberto Freire e já foi possível constatar que muitos motoristas não respeitam essa "exclusividade" da faixa direita. Ciclovias inteligentes e com investimento mínimo utilizam o canteiro central, com ordenamento e sinalização. Mas aqui estão sempre a reinventar a roda.

  13. Eu acho errado. Os carros transportam mais pessoas que os ônibus, então não justifica uma faixa exclusiva para ônibus !!! Esse espaço servirá somente para multar, ou seja, arrecadar dinheiro. Não resolve nada no trânsito, mas vai piorar.
    Já as bicicletas, a prefeitura deveria conseguir junto ao Exército, o recuo do terreno na margem da Av. Eng. Roberto Freire e criar um faixa para bikes.

    1. Verdade! Se o lance das bicicletas é saúde e menos poluição, não custa nada o Parque ceder uma faixa estreita, 5 metros que seja, pra fazer a ciclovia. Daí não tem conflito ônibus x ciclista, nem INVIABILIZA a Roberto Freire (e bairros dela dependentes) com congestionamentos monstruosos!!!

  14. Essa modinha de ciclismo tem data certa pra acabar: quando começar a vacinação.

    O uso recreativo e noturno vai desaparecer.
    Ninguém é louco de usar bicicleta pra ir trabalhar, nesse sol escaldante.

    1. Mesmo em cidades com administração retrógrada em que não há condições apropriadas, a pratica do ciclismo vem crescendo exponencialmente, seja como lazer ou atividade esportiva ou como meio de transporte mesmo. Se derem condições de segurança e praticidade então, aí vai ser de cabo a rabo.

  15. So em Natal um ABSURDO desses e anuciado como solucao. Onde alguem pode acreditar que juntar onibus e bicicletas numa mesma faixa e viavel? Isso e insano e irresponsavel, vao esperar pessoas morrerem pra acabar com isso? A capital potiguar vai na contra mao de tudo, nao tem orla e nao tem ciclovias como qualquer cidade do mundo. Isso e revoltante, o MP atrapalha licenciamentos gerando inseguranca e afugentando investitores mas isso eles deixam passar? Que cidade e essa? Que Estado e esse? Ate quando o RN vai ser essa provincial?

  16. Uma coisa "superinteligente" dos administradores da cidade. Colocar ônibus e bicicletas em uma mesma faixa. Usem a faixa central, igual à Fortaleza, bandijumento.

  17. Parabéns Prefeito, Natal era para incentivar a pratica esportiva,, precisamos ampliar mais essas vias em toda Natal.

  18. Essas "vivências", para serem realistas, tem que incluir fechadas, buzinada e xingamentos! Motoristas ignorantes X ciclistas que se acham donos da pista = o confronto do século!

  19. Não existe lobby tão pesado nesta cidade quanto o dos ciclistas.

    Quem passou pela Roberto Freire neste final de semana viu o desatino. Basicamente nenhum ônibus (sao poucas as linhas que passam no local), quase nenhuma bicicleta, mas congestionamentos gigantescos nas duas faixas da esquerda que foram estreitadas. Um crime contra o fluxo normal da avenida, e, como sempre, sem um claro estudo prévio da adequação, incluindo linhas de ônibus, numero total de pessoas transportadas por todos os modais, etc.

    Um desastre.

  20. Pense numa Mega de final de ano para os moradores da ZS! Engarrafamento sentido zona sul vai começar na ponte nova!

    1. Com certeza! Vai virar o trânsito Indiano. Nada contra os ciclistas até pq sou praticante de esportes. Mas a cidade não tem estrutura pra pedal em horários de pico. E o que vejo, é que tem ciclistas que praticam suas atividades em horários inadequados, fazendo que os motoristas tenham mais um ponto de atenção e, sem contar que prejudicam a circulação dos automóveis. Não custa nada, pedalar após às 20:00hs

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

No Brasil, coronavírus afeta mais os jovens: faixa de 20 a 49 anos concentra casos, diz estudo

Foto: Fábio Rossi / Agência O Globo

Dados do portal Covid-19 Brasil, que tem se destacado pelo acerto de suas projeções da pandemia de coronavírus, mostram que a doença no país está concentrada na faixa etária que vai de 20 a 49 anos, com números próximos de 500 mil casos. No município do Rio, 43% dos registros são de pessoas entre 30 e 49 anos.

E apesar de os óbitos seguirem uma tendência mundial – 85% dos mortos têm acima de 60 anos – o percentual de mortes observado entre brasileiros com menos de 50 anos tem sido maior do que o verificado em outros países da Europa e Estados Unidos.

A pneumologista Margareth Dalcolmo, da Fiocruz, foi a primeira a advertir, com veemência, ainda em março, que o país “rejuvenesceria” a doença, como resultado da combinação da pirâmide etária brasileira com o baixo grau de distanciamento social.

— Não estamos falando de casos leves ou assintomáticos. Nos referimos a pessoas que adoeceram com gravidade e engrossaram a triste estatística de casos confirmados. E casos confirmados em nosso país, sem testes e com altíssima subnotificação, são os mortos e os internados em hospitais com um quadro grave da Covid-19 —salienta Dalcolmo, que integra o comitê científico que assessora o governo do estado do Rio de Janeiro no combate ao novo coronavírus.

Foto: Editoria de Arte

A pneumologista se uniu ao especialista em análises numéricas Domingos Alves, do portal Covid-19 Brasil, para investigar e analisar o impacto da doença no Brasil. O portal reúne cientistas e estudantes de várias universidades brasileiras.

As análises levaram em conta dados oficiais do Ministério da Saúde, do Portal da Transparência do Registro Civil e do próprio portal Covid-19 Brasil, que faz estimativas dos casos subnotificados e projeções da evolução da pandemia. O especialista em informática biomédica Filipe Bernardi detalhou os dados por bairro da cidade do Rio.

— É fácil observar no boletim oficial do município o impacto da Covid-19 nas pessoas entre 30 e 49 anos, que representam 43% do total. A despeito do número de óbitos ser maior nas idades mais avançadas, existe um significativo percentual de jovens sendo internados — diz Alves, especialista em modelagem computacional e líder do Laboratório de Inteligência em Saúde (LIS) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo.

Ele observa que, de maneira geral, os óbitos no Brasil seguem a tendência mundial, de serem mais prevalentes em idades acima de 60 anos (85%).

Entretanto, o percentual de mortes observado no país para pessoas com menos de 50 anos tem sido maior do que o verificado em outros países, como Itália, Espanha e Estados Unidos. No Brasil, 7% dos mortos tinham entre 40 e 50 anos; e 3,9% entre 20 e 39 anos.

— O jovem tem mais defesas imunológicas. Por isso, morre menos, mas não quer dizer que não adoeça com gravidade. A situação está grave demais. Muita gente ainda não entendeu que o distanciamento social é a única maneira opção que temos para conter o coronavírus — diz Dalcolmo.

Ser jovem não é ser imune

Ser novo, não ter fatores de risco e praticar atividade física não garantem imunidade a ninguém. Por exemplo, um dos pacientes de Dalcolmo é uma moça de 21 anos, moradora da Zona Sul do Rio e de perfil atlético. Na semana passada, ela começou a sentir sintomas da Covid-19 e, dentre eles, a sensação de estar com a panturrilha “queimando”.

Um exame revelou trombos, uma das marcas da doença. Seu único possível fator de risco, diz a médica, era tomar pílula anticoncepcional.

A comparação entre a distribuição etária do boletim oficial e a do portal Covid-19 Brasil mostra uma diferença importante. O boletim registra as pessoas que foram testadas e, portanto, internadas (casos graves e críticos). Já o portal considera todos os infectados, incluindo assintomáticos e sintomáticos leves.

— Essa população, provavelmente em grande maioria de sintomáticos leves ou assintomáticos, é a lenha que alimenta o espalhamento da epidemia — diz Alves.

Margareth Dalcolmo salienta que a pirâmide etária não é tudo. O fator socioeconômico também pesa:

— Os jovens em maior risco não são os de classe média e alta, que podem se dar ao luxo do home office. São os de classes mais baixas, que precisam sair para trabalhar. Pessoas que não têm informação suficiente sobre a doença e que moram em comunidades com elevada circulação do coronavírus. A doença espelha nossa demografia e nossa disparidade social.

Cálculo cobre lacuna

O portal Covid-19 Brasil tem estimado o número de casos de pessoas infectadas no país por meio de modelagem reversa. Desta forma, contornam a ausência de dados, pois o Brasil segue sem testagem em massa.

O grupo emprega como base de cálculo o número de mortes notificadas. Embora as mortes também sejam subnotificadas, são um indicador mais consolidado do panorama nacional.

Os cientistas aplicam a taxa de letalidade da Coreia do Sul e ajustam os números à pirâmide etária do Brasil. O país asiático é usado como base porque tem dados consolidados sobre testagem desde os primeiros casos.

Domingos Alves diz que a metodologia usada está disponível no site do projeto Covid-19 Brasil.

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

VÍDEO: Interpretação de “obstrução do trânsito” com risco de multa na Avenida Romualdo Galvão gera debate nas redes sociais

A confusão está feita. Circula em grupos de Whatsapp na capital potiguar nesta quarta-feira(04) um vídeo de um pai questionando multas aplicadas por agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana, em Natal. Os pais reclamam que estão sendo multados a partir da entrada do colégio CEI, na Avenida Romualdo Galvão, na Zona Sul de Natal, apesar dos agentes de trânsito argumentarem que estão cumprindo a lei. “Aquele que obstruir a via será multado”, disse um agente registro em vídeo.

Eis a questão: os carros que diariamente transitam nesta faixa terão que passar por cima do outro? Quem está atrás, o que poderá fazer? Como identificar precisamente quem está obstruindo o trânsito?

 

Ver essa foto no Instagram

 

A confusão está feita. Circula em grupos de Whatsapp na capital potiguar nesta quarta-feira(04) um vídeo de um pai questionando multas aplicadas por agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana, em Natal. Os pais reclamam que estão sendo multados a partir da entrada do colégio CEI, na Avenida Romualdo Galvão, na Zona Sul de Natal, apesar dos agentes de trânsito argumentarem que estão cumprindo a lei. “Aquele que obstruir a via será multado”, disse um agente registro em vídeo. Eis a questão: os carros que diariamente transitam nesta faixa terão que passar por cima do outro? Quem está atrás, o que poderá fazer? Como identificar precisamente quem está obstruindo o trânsito?

Uma publicação compartilhada por Blog do BG (@blogdobg) em

Vídeo: Redes sociais

Opinião dos leitores

  1. Tive a infelicidade de transitar nessa avenida de 12 e 17:50, onde os pais vão buscar seus filhos nesse colégio, o trânsito estava muito engarrafado, inviabilizaram essa avenida nesses horários. O colégio e os pais que arrumem alguma saída inteligente para não congestionar o direito de ir e vir do restante da cidade.

  2. Antes de criticar os guardas se ponha no lugar deles, eles estão trabalhando através de orientação dos seus chefes. Quem quiser reclamar ou fazer alguma reclamação vão ate a STTU e falem com a secretaria.

  3. Infelizmente os guardas de trânsito da STTU, foram treinados e capacitados para multar os motoristas. São incapazes de fazer uma orientação para o trânsito fluir nos horários de pico. É uma verdadeira lástima essa secretaria. Prefeito Álvaro ver se muda esses gestores da STTU.

  4. certíssimo STTU escola riquíssima , por que ela não faz uma passarela sobre a Romualdo com recursos próprios?

  5. Antes do início do mi mi mi contra os agentes que faz a desobstrução da Romualdo Galvão, entre a Antônio Basilio e Nascimento de Castro, garantindo o trânsito mais livre para parte grande da sociedade que usa aquela

  6. Indústria da multa é assim mesmo .O importante é arrecadar .Só tem um jeito em outubro têm eleição tá na hora do eleitor criar vergonha.

  7. O problema é que a escolas são construídas e não contemplam estacionamentos nos seus projetos, e mesmo assim são aprovados pela prefeitura.

  8. Ja esta ficando RIDÍCULO certos comentarios de eleitores de Bolsonaro, a sttu o que tem a ver com o Pt??? Chama o povo de petralha…vao catar latinhas imbecis….muda o disco….reconhece que o teu presidente BOSTA É LADRÃO E ASSASSINO.
    .LULA FOI E SERA SEMPRE UM GRANDE HOMEM, NAO IMBECIL E RETARDADO CPMO CRRTOS BOLSOTRALHAS

  9. Tudo começou com .o cabeção….NATAL VIROU UMA FABRICA DE MULTAS….GARILBADI GOVERNADOR IDEM, TODOS OS DIAS EXISTIAM BARREITAS NAS VIAS ESTADUAIS MULTANDO….AGORA ALVARO QUER TIRAR O PREJUIZO DO CARNAVAL…STTU HOOOO…..AH LADRÃO

  10. Bg , nao sei o pq mas vi q postei um comentario , pois conheco o problema. Daquela regiao e que é antigo, talvez tenha seus motivos pra nao querer q venhamos a dar razao a sttu, acho q se esse blog q e. Tao acessado perder a imparcialidade junto com ela vai perdendo os seus leitores

    1. meu comentário, na mesma linha de isentar STTU, também não foi publicado

    1. Quem tem que encontrar a solução é a escola, não a STTU, essa tem que fazer cumprir a lei.

  11. Isso é um absurdo.
    Se a prefeitura quer ganhar dinheiro, deveria colocar dois amarelinhos em cada uma das entradas do Midway Mall. Na Hermes, na Bernardo Vieira e na Romualdo.
    Sabe porque não fazem? Porque ai o bixo pega.
    Aliás, o mesmo entendimento deveria ser aplicado nos ônibus e bestas do transporte público, que fazem obstruções claras do trânsito da cidade. Mas aí os empresários tem bom trânsito com o Prefeito e a secretaria.
    Vergonhoso!

  12. Esses "amarelinhos" são umas maquinas de multar! Existe uma industria da multa que arrecada milhões em NATAL.
    Por qual motivo a prefeitura NÃO investe em estacionamento nos canteiros centrais etc . ??
    Entra muito dinheiro. Um fiscal de trânsito de nível fundamental, ganha mais que um professor da rede básica de ensino.

  13. SE ESTA NA LEI AMIGO, NÃO TEM O QUE FAZER, ELES SÃO AGENTES PÚBLICOS ENÃO AGENTES DOS PAIS DE ALUNOS DO CEI.EU NÃO SEI O QUE O POVO TANTO RECLAMA DOS AMARELINHOS, ELES CUMPREM ORDENS, SE NÃO ESTÃO SATISFEITOS COM AS LEIS MUDEM OO LEGISLATIVO, SÃO ELES QUE FAZEM AS LEIS!! HAJA PACIENCIA!

    1. PTralhas vá aprender a trabalhar, vou dar uma dica, a carteira de trabalho é azul

  14. INFELIZMENTE A PREFEITURA E A STTU ESTÃO SENDO OMISSAS COM O CAOS DO TRÂNSITO DE NATAL. BASTA TRAFEGAR NAS PRINCIPAIS AVENIDAS QUE IRÃO PEGAR GRANDES CONGESTIONAMENTOS, ISSO É DEVIDO AO NÃO SINCRONISMOS DOS SEMÁFOROS. ALGUNS DELES ESTÃO COM A TEMPORIZAÇÃO ERRADA. JUNDIAI COM HERMES DA FONSECA, APENAS 10 SEGUNDOS NO VERDE. RODRIGUES ALVES COM CEARÁ MIRIM, APENAS 10 SEGUNDOS NO VERDE.

    A STTU SÓ TEM MESMO COMPETÊNCIA PARA MULTAR, PARA RESOLVER O CAOS NO TRÂNSITO FECHA OS OLHOS. PASSE 18:30 NAS PRINCIPAIS AVENIDAS QUE NÃO TEM MAIS AGENTES, ENQUANTO ISSO, MAIS DE 120 AGENTES ESTÃO TRABALHANDO NO ESCRITÓRIO E O CAOS TOMANDO CONTA DAS RUAS DE NATAL.

    INFELIZMENTE NÃO TEMOS A QUEM APELAR, POIS JÁ DISSE ISSO PESSOALMENTE AO PREFEITO ALVARO DIAS, QUE NESTE CASO ESTÁ SENDO TAMBÉM OMISSO.

  15. O próprio vídeo mostra que não existia obstrução das vias públicas. Os carros trafegavam normalmente entrando no recuo da escola. Agora, logicamente, se a pessoa faz uma curva p entrar reduz a velocidade. Isso é obstruir a via ?

    1. Concordo. Certa vez fui multado porque parei para um pai e filho cruzarem a entrada de carros do CEI. Para o amarelinho o pedestre não tev3 prioridade. Era para atropelar?
      Fui na delegacia e registrei um B.O. por abuso de autoridade.

  16. São uns despreparado , só sabem multar em vez de orientar o transito…Tambem quem cuida da STTU trabalhou com santos dumomt KKKKK NATAL cidade da politica.. pessoas nos cargos só para atender a politica !!

  17. No Salesiano na Cidade Verde é do mesmo jeito, fila dupla para esperar os alunos e tumulto no trânsito da Ayrton Senna e fiscalização que é bom não aparece.

    1. Estou vendo que vc é um dispeitado da vida !! certeza um comedor de mortadela !!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Juiz nega pedido de liminar de Lula contra faixa de ‘Lula ladrão’

Foto: Divulgação

O juiz Fernando Machado Carboni negou o pedido de liminar feito pelos advogados de Lula para proibir o empresário Luciano Hang de patrocinar o sobrevoo de aviões com mensagens críticas ao petista no litoral de Santa Catarina. A informação é do NSC.

Na decisão, o juiz afirma que, na condição de pessoa pública, Lula “está sujeito a críticas por parte da população”.

As faixas contém dizeres como “Lula cachaceiro, devolve o meu dinheiro” e “Lula ladrão, seu lugar é na prisão”.

Luciano Hang não admitiu publicamente o financiamento das faixas, que desde a semana passada sobrevoam o litoral catarinense. Em 1º de dezembro, no entanto, informou nas redes sociais que pagaria pela ação de propaganda e divulgou sugestões de frases a serem usadas nas faixas.

O Antagonista, com NSC

Opinião dos leitores

  1. "Melhor ser cachaceiro do que miliciano. Milhões de vezes melhor. Especialmente se vc é um “cachaceiro” que deu oportunidade e esperança a um povo que nunca recebeu nenhum benefício do sistema"

  2. FELIZ ANOVO PRA VCS E muito chocolate com laranja no oio da goiabeira. Que a milicia continue mandando no país, dando sua contribuição na rachadinha de ano novo e que vcs continuem militando feito uns robôs alienados, dando opinião sobre tudo sem saber de praticamente nada.
    VIVA O MICO
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Arre ! Foi só cachaceiro e ladrão? Manda ele expulsar como fez com um jornalista. A verdade dói, e a sua amante, em cima de um palanque, cheirou ele e disse é cachaça…kkkkk
    Ele não gosta dos dois adjetivos por qual razão? Primeiro ele bebe igual a um ex da Rússia Yeltsin, depois roubou que nem presta, quer que chamem ele de madame?
    E esse envelopadinho chinfrim que o defende não cansa de passar vergonha, difícil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Obra da Caern interdita faixa da via em trechos da Avenida Ayrton Senna

FOTO: Caern/Assecom

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está iniciando nesta quarta-feira (27) uma nova etapa na implantação de rede coletora de esgotamento sanitário na Avenida Ayrton Senna. No sentido Parnamirim-Natal, foi concluída a instalação de tubulação em dois trechos da avenida: um entre a Rua Praia de Pititinga e a Avenida dos Eucaliptos; e outro entre a Rua Poços de Caldas e Avenida Abel Cabral.

Nesta quarta-feira, equipes iniciam a implantação da tubulação nesses mesmos trechos, mas no sentido inverso, Natal-Parnamirim.

Com isso, será necessário fazer a interdição de uma faixa da via nesses locais. Está sendo iniciada também a pavimentação dos trechos concluídos, que deve ser executada no prazo de 30 dias.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

VÍDEO: PM libera uma das faixas na Salgado Filho x Bernardo Vieira em protesto contra corte de verbas na UFRN e IFRN

No fim da tarde desta quarta-feira(08) a Polícia Militar liberou uma das faixas na Salgado Filho com a Bernardo Vieira durante o protesto contra corte de verbas na UFRN e IFRN.

Estudantes e servidores agora seguem com passeata até Mirassol. Sintoma de mais trânsito para os motoristas que trafegam o local.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

PM libera uma das faixas na Salgado Filho x Bernardo Vieira. Protesto contra corte de verbas na UFRN e IFRN segue como passeata até Mirassol. Evitem região

Uma publicação compartilhada por Via Certa Natal (@viacertanatal) em

Opinião dos leitores

  1. ESSAS UNIVERSIDADES ESTÃO TODAS APARELHADAS POR PETISTAS, PSOLISTAS, COMUNISTAS, MARXISTAS. SÃO TODOS SUSTENTADOS POR NÓS PAGADORES DE IMPOSTOS, CONTRIBUINTES.

  2. Olha os tipos que se dizem CIENTISTAS ?está para qualquer coisa menos estudantes, há falta de água e sabão ?, se fizer um arrastão , 70% não é nem matriculado na UFRN, estão só pela farra e confusão, a mando do ladrao condenado Lula

  3. Tudo fumador de maconha, solta um lacrimogêneo aí pra acabar com a farra desses baderneiros!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Cuidado! Área com alto índice de assaltos por omissão desse "desgoverno", diz faixa fixada por moradores em Ponta Negra

O Via Certa Natal destaca nesta quarta-feira(3), que os moradores da rua Jorge Fernandes, bairro de Ponta Negra na zona sul da capital potiguar, fixaram uma faixa alertando a população para risco de assalto  no local.

De acordo com os moradores a onda de assaltos em qualquer horário do dia é gritante e ninguém vê nenhuma ação de rondas ostensivas por parte da Polícia Militar.

ponta negra assaltos 2 ponta negra assaltosFotos: Marcos Aurélio para o Via Certa Natal

Opinião dos leitores

  1. Posto policial sempre fechado!!
    Else simplemente deixa carro estacionado enfrente posto policial !!
    Sempre esta fechado!!
    Já fiz teste liguei ninquem atende 3232.4415

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

FOTO: "Ceará-Mirim unida contra o fim da violência à mulher", diz faixa "desastrada" da prefeitura local

 

BkUUafWIEAEADiNFoto: Via Rômulo Saboia

Nota-se que a intenção foi a melhor possível. Só faltou um “pouquinho” de atenção para realmente apoiar o movimento nacional.

Opinião dos leitores

  1. Tenham certeza, caros leitores, que a população não comunga com os interesses da administração municipal.

  2. Gostaria de parabenizar o prefeito ANTONIO PEIXOTO!!! Será que ele também escreve assim?? kkkkkkkkkkkkkkk

  3. Já dizia minha avó: "Quem não pode com o pote, não pega na rodilha". E assim a língua vai sendo assassinada todos os dias. Neste caso aí, vejo como típico do analfabeto funcional (85% da população), que é aquele que sabe ler mas não entende ou entende
    de forma distorcida e elabora mal. O pensamento sai torto ou inverso, como é o caso mostrado na faixa. No caso dessa "celebridade", a Geisy, considero mais grave: a Uniban implicou com um vestido da moça, enquanto ela cometia, como dá para se ver, atrocidades com o português. Então, galera, nunca é demais lembrar: a língua não aceita desaforos. É cruel.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *