Economia

Petrobras anuncia primeira redução, em 5%, no preço da gasolina do ano

Foto: Divulgação/Petrobras

A Petrobras reduzirá o preço do litro da gasolina, na média, em 5% nas refinarias, a partir de sábado (20/03). O preço do diesel, por sua vez, segue inalterado.

Com o ajuste, o litro gasolina ficará R$ 0,142 mais barato nas refinarias, ao custo de R$ 2,69 o litro.

Esta é a primeira queda nos preços praticados pela estatal para a gasolina no ano. Até então, a petroleira havia anunciado seis aumentos em 2021 para o derivado.

A queda da gasolina acompanha a desvalorização dos preços internacionais do petróleo nos últimos dias. Entre 9 de março, data do último reajuste, até ontem, o barril do tipo Brent acumulou uma desvalorização da ordem de 7%.

Valor

Opinião dos leitores

  1. Em 30 dias essa diminuição chegará nas bombas. Se fosse reajuste para cima, amanhã ou até mesmo hoje estaria na bomba.

  2. Quero vê baixar na bomba à exemplo quando aumenta. Os Srs. dizem que só diminui quando chegar a gasolina com novo preço. Quando é para aumentar os menino bestas marcam na calada da noite. Não deixam nem amanhecer o dia. BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL.

  3. Já vou correndo agora para o posto de combustível para pegar essa redução no preço.
    Quero ver se os donos de postos serão tão ligeiros como fazem nos dias de aumento de preços.
    Espera aí uns quinze dias!!!! Se é que vão atualizar….
    Só tem caba sabido nesse Brasil …

    1. Deco, primeiro vai vê se a sua desgovernadora baixa a pauta do ICMS que ela subiu essa semana.
      Aquele tal PMPF que vc sequer sabe o que é.
      Blz!!
      Otário.

    2. Não enrola, amigo..
      Faz tua parte e pressiona GD pra baixar ICMS

  4. E aí donos de postos do RN, ficaram sabendo ou vão fingir que não sabem?
    Onde a gasolina tá mais barata hj custa R$ 5,89, bora aguardar que preço vai ficar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende 5 suspeitos de envolvimento em sequestro, ‘julgamento’ e execução de adolescente ‘por engano’ na Grande Natal

O portal G1-RN noticia que a Polícia Civil prendeu cinco homens suspeitos de envolvimento na morte do adolescente de 15 anos, identificado apenas como Alysson Rafael, que teria sido executado por engano por causa de uma foto em que fez um símbolo parecido com o usado por uma facção criminosa em Macaíba, na região metropolitana de Natal. De acordo com o delegado do município, Cidórgeton Pinheiro, a vítima teria sequestrada, “julgada” e executada por uma facção que comandaria o tráfico de drogas e outros crimes na região em que morava. Porém, o adolescente não teria qualquer envolvimento com nenhum dos grupos.

O rapaz estava desaparecido desde a quarta-feira (6) e foi encontrado morto em um matagal às margens da BR-304 em Macaíba, na sexta-feira (8). No sábado (9), a Polícia Civil do município deflagrou a operação “Déspotas”, que prendeu os cinco suspeitos.

Matéria completa AQUI.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

STF nega recurso e Estado e vai ter que pagar salários atrasados com juros e ainda multa de 5% com valor atualizado

Foto: Reprodução

O Plenário do Supremo Tribunal Federal negou recurso do Governo do Estado contra a decisão de pagar os salários atrasados dos servidores do Estado com juros e correções.

Além de manter a íntegra da decisão do ministro Dias Toffoli, a unanimidade do Plenário aplicou uma multa de 5% no valor atualizado da causa.

A decisão se refere a causa movida por alguns servidores e atinge apenas os autores.

Mais detalhes AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. peço a Deus que continue abrindo as portas finançeiras do estado,para a gestora ,professora Fatima bezerra,cumprir e honrar seus compromisso com os servidores.vamos rezar muito.

  2. Essa é boa. Quando o estado é credor ele cobra juros e correção por vezes extorsivos. Quando é o devedor que dar o migué.

  3. Considerando que a Governadora sempre zela pela questão salarial, obedecerá a decisão do STF estendendo o resultado a todos o que têm os dois salários a receber. É isto o que todos esperam .

  4. A Desgovernadora tem que cumprir com suas promessas de campanha ou vai cumprir na marra a decisão da justiça.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras aprova reajuste de 4% na gasolina, e de 5% no diesel

Foto: © Fernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras aprovou nesta sexta-feira (09) um reajuste médio de 4% no preço da gasolina em suas refinarias, o que equivale a R$ 0,07 por litro. O aumento vale a partir de amanhã (10).

Também será reajustado o diesel vendido pela Petrobras. O combustível ficará 5% mais caro, o que equivale a 0,08 centavos.

Com o reajuste, o litro da gasolina passará a custar R$ 1,82 nas refinarias, enquanto o diesel, R$ 1,76. Após ser vendido pela Petrobras aos distribuidores, o combustível aumenta de preço até chegar ao consumidor final devido a imposto estaduais e federais, custos de distribuição e revenda e adição de biocombustível.

O preço praticado pela Petrobras em suas refinarias correspondeu, entre julho e agosto, a 30% do preço final da gasolina e a 49% do preço final do diesel vendidos nos postos de combustíveis.

Ao divulgar os reajustes, a Petrobras informou que, ao longo do ano, os preços dos dois combustíveis acumulam queda. No caso da gasolina, o preço está 5,3% mais baixo que o de janeiro. Já o diesel vendido nas refinarias está 24,3% mais barato que no início do ano.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Ôôô véi duro e bom!!
    Um litro de gasolina é barato demais, em uma moto da pra atravessar Natal de norte a sul de leste a oeste.
    Caro e uma cerveja de 600ml que o caba toma e mija.
    O interessante é que ninguém reclama.
    Portanto, pode continuar subindo, quem não pode andar de carro ou de moto, ande a pé.
    Simples assim.

    1. Esse é gado chifrudo, burro e babão
      Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuiuuuuuuuuuuuuu, é BOI

  2. Se vcs fossem só um pouquinho mais inteligentes, saberiam que quem determina o preço dos combustíveis é a Petrobrás baseada pelo valor do barril de petróleo no mercado internacional.

    1. E o dólar só vem aumentando devido a esse total desgoverno incompetente.

  3. Olhaí!!! Estamos voltando pra década de 80 e início de 90, onde a hiperinflação consumia o mísero salário dia a dia. Aumentos de preços dos itens básicos da nossa alimentação são absurdos, combustíveis na mesma tocada… País desgovernado!!!

  4. Pode aumentar 20% que eu ñ estou nem ai. Com o dinheiro do auxilio emergencial que meu MITO me deu, aproveitei e comprei um JUMENTO que faz 60 km com um Kilo de milho. Ôoooo Véi maravilhoso……………

    1. Kkkkkk KD os cabeças que ficam só olhando! Podem nem reclamar né.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Covid-19 fez reduzir em quase 0,5% a população de idosos do país

Brasil já perdeu 100 mil idosos por conta da doença | Foro: Pedro Teixeira

O Dia Internacional do Idoso é comemorado hoje no Brasil com menos 100.818 pessoas com mais de 60 anos, todas vítimas da Covid-19 em pouco mais de seis meses de pandemia. A conta é da economista Ana Amélia Camarano, pesquisadora do Ipea e nossa grande especialista em envelhecimento. Este número significa cerca de 11% do total de óbitos de idosos verificados em todo o ano de 2019. Representa, ainda, uma redução de quase 0,5% na população de idosos em 2020.

Por falar em Covid…

Ruy Castro, como todos os flamenguistas, estava ontem triste com a morte por Covid-19 do ídolo Silva “Batuta”, aos 80 anos. Ainda assim, o cronista reparou que no noticiário muita gente estava chamando o atleta de “Silva Batuta”, como se fosse nome e sobrenome:

— Errado. Era Silva, o Batuta. Muito mais nobre. Tipo D. Manuel, o Venturoso.

Ancelmo Gois – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Estou errado oo não, idoso não é a partir dos 60 anos, mudaram esta classificação? Ou ninguém quer assumir que é sexagenário?

  2. Infelizmente o dado apresentado no título da reportagem induz à desinformação, fazendo com que o leitor pense que o Brasil agora tem menos idosos que antes devido aos efeitos da pandemia. O que os pesquisadores esqueceram de levar em conta é o quantitativo de pessoas que passaram a ser idosas nesse ano, ou seja, completaram 65 anos em 2020. Se o Brasil possui cerca de 200 milhões de habitantes e se considerarmos, só a título de ilustração aqui, que 1% nasceram em 1955, teríamos 2 milhões de pessoas que farão ou fizeram 65 anos em 2020, tornando-se idosos. Então o mais provável é que o número de idosos no país tenha aumentado, como em todos os anos anteriores, ainda que em um ritmo menor nesse ano devido à COVID-19. Mas isso teria que ser comprovado ainda.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras reduz preços da gasolina e do diesel em 5% nas refinarias

FOTO: GETTY IMAGES

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (8) que reduzirá os preços médios do diesel e da gasolina em 5% nas suas refinarias a partir de quarta-feira (9). A decisão surge na esteira de uma queda acentuada nas cotações do petróleo no mercado internacional.

Na semana passada, a Petrobras já havia reduzido o valor do diesel, o combustível mais consumido do país, em 6%. Na mesma oportunidade, a empresa havia cortado o valor da gasolina em 3%.

A redução desta semana foi anunciada após o preço do petróleo Brent cair mais de 5%, para menos de US$ 40 por barril nesta terça-feira, pressionado por preocupações sobre a demanda à medida que infecções por coronavírus crescem pelo mundo.]

Com a redução, o novo preço do diesel na refinaria será de cerca de R4 1,6255 o litro, o menor desde o início de julho. No caso da gasolina, a cotação reajustada será de R$ 1,6813, o menor patamar desde o final de julho.

No ano, a queda acumulada aumentou para cerca de 30% no caso do diesel, e para aproximadamente 12%, para a gasolina, conforme dados da Petrobras.

O repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores finais nos postos, no entanto, não é garantido, e depende de uma série de questões, como margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de biocombustíveis.

Reuters

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

ONU eleva para 5 número de mortos em recentes protestos na Venezuela

FOTO: REUTERS/Ueslei Marcelino/03.05.2019

Pelo menos cinco manifestantes morreram, três deles menores de idade, e 239 ficaram feridos no curso dos protestos na Venezuela após a revolta liderada pelo líder opositor Juan Guaidó, segundo números divulgados nesta sexta-feira (3) em Genebra por uma porta-voz do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH).

Os manifestantes foram mortos a tiros por grupos pró-Governo durante os protestos organizados nos dias 30 de abril e 1 de maio, elevando assim para 49 o número de mortes neste ano, segundo os dados apresentados pela porta-voz do Escritório do ACNUDH Ravina Shamdasani.

Entre as vítimas estão um adolescente de 15 anos morto no estado de Mérida, dois jovens de 16 e 24 anos em Aragua e outros dois de 15 e 27 que faleceram após os protestos organizados no dia 1 de maio na praça de Altamira, em Caracas.

“Seguimos com grande preocupação a situação na Venezuela”, afirmou Shamdasani, lembrando que as autoridades venezuelanas devem garantir “que não se faça uso excessivo da força e que as operações sejam conduzidas por forças de segurança”, em vez de grupos armados sem controle conhecidos como “coletivos”.

A fonte oficial também informou que pelo menos dez jornalistas ficaram feridos quando cobriam os protestos de 1 de maio, cinco deles por arma de fogo.

No entanto, Shamdasani não quis comentar a atual situação do líder opositor Leopoldo López, atualmente abrigado na embaixada da Espanha e para quem foi emitida uma ordem de detenção, depois de no dia 30 de abril ter sido libertado por militares ao comando de Guaidó.

O porta-voz da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Babar Baloch, declarou hoje na mesma entrevista coletiva que López se encontra na embaixada espanhola na condição de “convidado” e não como solicitante de asilo.

Shamdasani mencionou o caso do parlamentar venezuelano Gilber Caro, em paradeiro desconhecido desde 26 de abril, destacando que sua detenção violou sua imunidade parlamentar e as leis internacionais contra os desaparecimentos forçados.

“Preocupa-nos especialmente sua situação, já que ele corre alto risco de ser torturado ou sofrer maus-tratos”, explicou Shamdasani, lembrando que Caro se reuniu em março com representantes do ACNUDH durante uma visita destes ao país para preparar uma possível viagem da alta comissária Michelle Bachelet.

R7, com EFE

Opinião dos leitores

  1. A ONU não passa de uma grande ONG que não tem poder de resolução alguma. Na Síria não faz nada, imagine na Venezuela… Lamentável!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Ilan Goldfajn: meta à frente do Banco Central é deixar a inflação em 4,5%

1024026-capa_31122016-img_8709Ilan Goldfajn é sabatinado na CAE – Agência Brasil

Com um discurso na medida para agradar o mercado financeiro, Ilan Goldfajn afirmou que seu objeto à frente do Banco Central é fazer com que a inflação fique estritamente na meta de 4,5%, ou seja, não deixará a alta de preços ficar estacionada na chamada margem de tolerância. Durante a sabatina do economista na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), ele frisou que a convergência da inflação para o objetivo tem de ser rápida. Ele ainda defendeu a autonomia técnica-operacional do BC, o restabelecimento da confiança para gerar crescimento e emprego e o “bom e velho” tripé econômico em vez da “nova matriz econômica” estabelecida pelo antigo governo.

— Nosso objetivo será cumprir plenamente a meta de inflação estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, mirando o seu ponto central. Os limites de tolerância estabelecidos servem para acomodar choques inesperados na inflação, que não permitam a volta ao centro da meta em tempo hábil _ disse Ilan, que completou:

— Enquanto a inflação retorna ao centro da meta após eventuais choques, é fundamental o gerenciamento das expectativas no sistema de metas. É importante que as expectativas indiquem no presente uma trajetória que preveja a convergência para a meta em futuro não muito distante.

Nos últimos anos, o BC tem sido alvo de críticas por não trazer a inflação para a meta. Por anos, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou acima dos 4,5%. No ano passado, rompeu o limite de tolerância de 2 pontos percentuais e ficou em 10,67%.

Ilan Goldfajn disse estar certo que esse objetivo poderá ser alcançado por meio do “funcionamento harmônico e complementar das instituições brasileiras”. Falou que há na literatura econômica relatos que ressaltam a importância do fortalecimento das instituições para o crescimento econômico sustentável. Em seguida, defendeu a necessidade de aprimorar a autonomia da instituição.

— Para o desempenho dessas funções, considero imprescindível manter e aprimorar a autonomia do Banco Central. Não se trata de ambição ou desejo pessoal, mas de medida que beneficia a sociedade mediante a redução das expectativas de inflação, da queda do risco país e da melhora da confiança.

Questionado sobre independência do BC, ele lembrou que há diferenças técnicas. Disse que um Banco Central define seus próprios objetivos. No caso, de BC autônomo, ele tem de cumprir um objetivo traçado pela equipe econômica.

— Eu sou a favor da autonomia. Por isso, que eu respondi a autonomia _ afirmou antes de ser questionado sobre sua posição em relação ao estabelecimento de mandatos fixos para os integrantes do Comitê de Política Monetária (Copom):

— Avanço deveria ser no futuro (pesar em mandatos para diretores do BC), quando tiver maturidade para isso, pensar em mandato.

— O economista apontou que o cenário atual é “desafiador” e “com níveis de instabilidade econômica e política superiores à média histórica”. Disse que a situação econômica exige grande atenção. Há problemas conjunturais e dificuldades estruturais. A incerteza econômica paralisou o investimento e sequestrou a esperança de muitos. Ao mesmo tempo, nos encontramos em ambiente internacional desafiador

— Atravessamos a pior recessão da história brasileira, com desemprego em alta e relevante desafio fiscal.

Ele disse que tem absoluta confiança na reversão do atual quadro interno. Argumentou que é preciso buscar uma economia mais produtiva, competitiva e justa para que o país volte a crescer e criar empregos. Para ele, a economia tem de ser gerida de forma competente, responsável e previsível.

— Só assim poderemos estimular o investimento e o crescimento. A credibilidade das políticas e dos gestores é essencial, em especial neste momento — risou.

Ilan Goldfajn disse que o governo está claramente imbuído do esforço de levar à frente reformas estruturais que terão a capacidade de alterar definitivamente o ambiente no país. Em relação à política fiscal, ele afirmou que a administração do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, está consciente e mobilizada para devolver ao país a credibilidade fiscal perdida nos últimos anos e completou:

— A eficiência da política monetária do Banco Central será tanto maior quanto mais bem-sucedidos forem os esforços na implantação de reformas e na recuperação da responsabilidade fiscal_ disse o economista, que completou: — Não vejo dominância fiscal.

INDEPENDÊNCIA DO BC

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

[FOTO] Site divulga imagens do que pode ser o iPhone 5

O site 9to5mac divulgou hoje imagens que podem ser do novo iPhone. Nas imagens, é possível reparar que o suposto iPhone 5 tem o mesmo formato que a linhagem 4, com um acabamento de metal na placa traseira.

De acordo com as fotos, alguns conectores também foram mudados de local. Confira as imagens.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *