Economia

Bolsonaro diz que país deve crescer mais de 4% em 2021

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (27), durante almoço com integrantes das Forças Armadas em São Gabriel da Cachoeira (AM), que o Brasil é um dos mais ricos do mundo e que o Produto Interno Buto (PIB), que é a soma das riquezas produzidas no país, deve crescer de mais de 4% nesse ano. “Acredito no país. Acredito sim que podemos fazer diferença, como já estamos fazendo. A previsão neste ano é crescermos mais de 4%. Ninguém poderia esperar isso da gente”, destacou.

A fala de Bolsonaro foi transmitida por meio das redes sociais do presidente. Ainda nesta quinta-feira ele deverá participar da inauguração da ponte Rodrigo e Cibele na região.

Bolsonaro reiterou que as riquezas que existem na Amazônia despertam a cobiça de muitos. “Interesses, há muitos, todos sabem, sobre essa região. O inimigo tem paciência, tem estratégia e tem objetivo. E ele só será vitorioso se nós esmorecermos”, comentou.

Segundo Bolsonaro, em dois anos e quatro meses, não há “nenhuma comprovação ou ato de corrupção” contra seu governo graças à escolha que fez para seus 22 ministérios. “Devo isso em grande parte às pessoas que me cercam em Brasília. Proporcionalmente temos mais ministros militares do que até mesmo naquele período de 1964 a 1985, quando tivemos cinco presidentes militares.”

O presidente lembrou que, para a formação de sua equipe ministerial, convidou apenas pessoas que se identificavam com ele. “Na política, estamos polarizados, mas cada um pode fazer a seu juízo quem é o melhor e quem é o menos ruim. Mas eu duvido que, no fundo, quem porventura fizer uma análise do que aconteceu no Brasil nos últimos 20 anos, eu duvido que essa pessoa erre no ano que vem”, acrescentou.

“Queremos progresso e acima de tudo liberdade, e a gente sabe que esse último desejo passa por vocês”, disse Bolsonaro referindo-se aos militares que participaram do almoço. “Vocês é que decidem, em qualquer país do mundo, como aquele povo vai viver. Ninguém está aqui para fazer discurso político, mas somos seres políticos. Se Deus deu essa missão para nós, vamos aproveitá-la no bom sentido”, completou.

“Tenho conversado muito com Braga Netto, nosso ministro da Defesa. Mais do que obrigação e dever, tenho certeza de que vocês agirão dentro das quatro linhas da Constituição, se necessário for. Ninguém pode acusar o atual presidente da República de ser uma pessoa que não seja democrática; que não respeita as leis; e que não age a contento da Constituição. Se bem que outros jogam pedras [estando] de fora dela [da Constituição]”, disse o presidente ao afirmar que, em breve, o país voltará a sua normalidade.

“Vocês, militares, são respeitados e têm uma importância enorme no destino do Brasil. Essa área aqui mesmo [São Gabriel da Cachoeira]. Nós só podemos dizer que ainda é nossa, dada a presença de vocês. É um enorme sacrifício viver longe do conforto dos grandes centros. Mas todo mundo tem como dar um pouco de si para o seu país”, completou o presidente.

Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Só se for por causa do consumo de interno de combustíveis, produtos funerários, mortuários, jazigos, velas e etc… a morte está sendo o mercado mais aquecido e promissor do governo bolsonaro.

    1. E o discurso dito e repetido várias vz de que o Brasil tá quebrado ?? Só vale qdo se fala em auxilio Emergencial ??caba véio mentiroso

    2. Ele está trabalhando honestamente pelo Brasil. Os verdadeiros brasileiros comemoram as inaugurações.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Anvisa aprova pedido de uso de 4,8 milhões de doses em novo lote da CoronaVac

FOTO: ISAAC FONTANA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou nesta sexta-feira (22) o novo pedido de uso emergencial feito pelo Instituto Butantan de 4,8 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac que será produzida no país pelo Butantan, em São Paulo.

Este segundo pedido trata do envase, pelo próprio Instituto Butantan, da vacina em frasco-ampola multidose. Ou seja, as duas principais diferenças são o local de envase da vacina e o tipo de embalagem que será utilizada.

A solicitação também se estende aos 46 milhões de doses ja acordados com o Ministério da Saúde, sem necessidade de nova solicitação. Seis milhões de doses já foram fornecidos pelo Butantan para o início do plano nacional de vacinação, realizado na segunda-feira (18).

Após a gerência técnica da Anvisa recomendar a liberação do uso emergencial dessas doses, a relatora Meiruze Freitas, primeira diretora a votar, se manifestou a favor da aprovação.

Em seguida, os diretores Romison Rodrigues Mota e Alex Campos seguiram o voto de Mariuze, formando a maioria simples necessária para a liberação.

O novo pedido foi feito na segunda-feira (18), um dia após a aprovação, por unanimidade, do pedido de uso emergencial de 6 milhões de doses da CoronaVac que já estavam em território nacional, e de 2 milhões da vacina de Oxford, que chegaram nesta sexta-feira (22) da Índia – primeiros imunizantes contra a covid-19 aprovados para uso no país.

Os documentos apresentados pelo Butantan – desta vez, 933 páginas – foram analisados por duas áreas técnicas da Anvisa: área de eficácia, segurança e qualidade da vacina e área de inspeção e fiscalização. Não foi preciso fazer a avaliação de gerenciamento de riscos, pois ela já havia ocorrido no domingo (17).

A decisão será publicada no portal da Anvisa e passa a valer a partir do momento em que o laboratório for comunicado oficialmente. Isso deve ocorrer no prazo de duas horas após a reunião, de acordo com a agência.

Segundo o Butantan, as vacinas serão disponibilizadas ao Ministério da Saúde na próxima semana.

A aprovação desse segundo pedido ocorre quatro dias depois da solicitação – a primeira levou nove dias. Entre os fatores que facilitaram essa segunda aprovação é um volume maior de documentos já ter sido revisado para a primeira autorização. “Muitos documentos, estudos e dados são comuns aos dois pedidos”, ressaltou a Anvisa.

R7

Opinião dos leitores

  1. Que bobagem, sabe nada inocentes, deixem de politicagem, e Pés da a Deus que nos guarde, isso não é jogo, e nem campanha não, para ver quem venceu, saibam bestas , que é o poder pelo poder, o povo é só a massa, entendeu. Para chegar lá. Da nojo

    1. O Foro de São Paulo foi criado por Lula e Fidel Castro em 1990 para implantar o comunismo na América Latina.
      Vários países já caíram nas mãos dessa seita.
      Isso por si só já é suficiente.
      Bolsonaro é o que impede o foro de São Paulo de tomar o poder.
      Bolsonaro presidente até 2026.
      Pelo bem do Brasil.

    1. Doria é um político sem escrúpulos.
      É capaz de qualquer coisa pelo poder.
      Entrou na prefeitura começou a viajar pelo país esquecendo de ser prefeito.
      Não tem respeito pela democracia e pelas autoridades.
      Pensando em ser presidente, faz conchavos com Rodrigo Maia.

    2. Se o Dória que nunca ameaçou a democracia não respeita a democracia, imagina um lunático que todo santo dia faz ameaças? Presidente faz o povo passar vergonha. Governo sem projetos. Brasil sem governo.

    1. E Eduardo Cunha heim??
      Viu o que ele escreveu??
      Pode enaltecer o tucanato.
      Kkkkk
      Vcs merecem!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras aprova reajuste de 4% na gasolina, e de 5% no diesel

Foto: © Fernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras aprovou nesta sexta-feira (09) um reajuste médio de 4% no preço da gasolina em suas refinarias, o que equivale a R$ 0,07 por litro. O aumento vale a partir de amanhã (10).

Também será reajustado o diesel vendido pela Petrobras. O combustível ficará 5% mais caro, o que equivale a 0,08 centavos.

Com o reajuste, o litro da gasolina passará a custar R$ 1,82 nas refinarias, enquanto o diesel, R$ 1,76. Após ser vendido pela Petrobras aos distribuidores, o combustível aumenta de preço até chegar ao consumidor final devido a imposto estaduais e federais, custos de distribuição e revenda e adição de biocombustível.

O preço praticado pela Petrobras em suas refinarias correspondeu, entre julho e agosto, a 30% do preço final da gasolina e a 49% do preço final do diesel vendidos nos postos de combustíveis.

Ao divulgar os reajustes, a Petrobras informou que, ao longo do ano, os preços dos dois combustíveis acumulam queda. No caso da gasolina, o preço está 5,3% mais baixo que o de janeiro. Já o diesel vendido nas refinarias está 24,3% mais barato que no início do ano.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Ôôô véi duro e bom!!
    Um litro de gasolina é barato demais, em uma moto da pra atravessar Natal de norte a sul de leste a oeste.
    Caro e uma cerveja de 600ml que o caba toma e mija.
    O interessante é que ninguém reclama.
    Portanto, pode continuar subindo, quem não pode andar de carro ou de moto, ande a pé.
    Simples assim.

    1. Esse é gado chifrudo, burro e babão
      Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuiuuuuuuuuuuuuu, é BOI

  2. Se vcs fossem só um pouquinho mais inteligentes, saberiam que quem determina o preço dos combustíveis é a Petrobrás baseada pelo valor do barril de petróleo no mercado internacional.

    1. E o dólar só vem aumentando devido a esse total desgoverno incompetente.

  3. Olhaí!!! Estamos voltando pra década de 80 e início de 90, onde a hiperinflação consumia o mísero salário dia a dia. Aumentos de preços dos itens básicos da nossa alimentação são absurdos, combustíveis na mesma tocada… País desgovernado!!!

  4. Pode aumentar 20% que eu ñ estou nem ai. Com o dinheiro do auxilio emergencial que meu MITO me deu, aproveitei e comprei um JUMENTO que faz 60 km com um Kilo de milho. Ôoooo Véi maravilhoso……………

    1. Kkkkkk KD os cabeças que ficam só olhando! Podem nem reclamar né.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

SÓ PRECISAM DE UM VOTO PARA VENCER O PLEITO: Quatro cidades do RN têm apenas um candidato a prefeito nas eleições de 2020

Quatro dos 167 municípios do Rio Grande do Norte possuem apenas um candidato disputando o cargo de prefeito, nas eleições deste ano, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Frutuoso Gomes, Serrinha dos Pintos, Tenente Ananias e Viçosa, todos no Oeste, os postulantes não têm opositores e só precisam de um voto para vencer o pleito.

De acordo com levantamento do G1, a situação se repete em 107 municípios brasileiros. Este ano, o número de cidades com candidatos únicos no país é um pouco maior do que o registrado em 2016, quando a Justiça Eleitoral notificou 95 casos desse tipo. Em 2012, foram 108 ocorrências.

Com informações do G1

Opinião dos leitores

  1. Sinal de uma boa administração, quando até os adversários recomecem que não têm chance.

  2. Imaginem o cenário de somente um candidato com opção q só terá somente só o seu próprio voto e seja um cabra de peia, q ninguém aceite e todos votem nulo, mesmo assim ele se elegerá. É muita bagunça nesse país

  3. Se não estou enganado, pela lei, precisa que 50% da população mais 1 vote, pois se isso não ocorrer o pleito sera anulado.

    1. Acredito que seria 50% + 1 dos votos válidos. Esses candidatos(as) terão 100% dos votos válidos mesmo apenas ele(a) votando.

  4. Isso é um absurdo!
    Nesses casos, as eleições deveriam ser canceladas e marcado uma nova data.

    1. Se cancelar e marcar uma nova data corre o risco de não ter nenhum candidato. Kkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras anuncia aumento de 4% na gasolina e de 6% no diesel

 Foto: Marcelo Brandt/G1

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira (16), mais um reajuste no preço dos combustíveis na refinaria. A gasolina terá aumento de 4% e o diesel, elevação de 6%. Os novos valores passam a vigorar nesta sexta-feira (17/7).

Com o novo reajuste, 22º no ano, sendo a 10ª elevação, o litro da gasolina passará a custar R$ 1,725 nas refinarias. Em julho, é o terceiro aumento seguido e, desde 7 de maio, o combustível tem subido religiosamente uma vez por semana.]

O último aumento do diesel foi anunciado no primeiro dia de julho, de 6%, quando passou a custar, em 2 de julho, para as distribuidoras, R$ 1,72 por litro. Com o novo reajuste, de mais 6%, o valor passa a ser de R$ 1,82 por litro de diesel.

Segundo a estatal, este ano, foram 22 reajustes no litro da gasolina e 16, no do diesel, sendo 10 aumentos e 12 reduções para o primeiro e cinco aumentos e 11 reduções no litro do segundo. O Correio pediu à Petrobras a variação acumulada do ano para os dois combustíveis e ainda espera pela resposta da empresa.

Correio Braziliense

 

Opinião dos leitores

  1. Abuso demais, enquanto esse cabaré chamado BR distribuidora não tiver concorrência justa essa porcaria de combustível de 3° mundo só irá aumentar… Cadê os caminhoneiros desse país p colocar ordem??? infelizmente precisou de uma pandemia p BR distribuidora baixar os lucros e dar prejuízo uma vez na vida para os acionistas que lucram horrores com nosso dinheiro pago por litro…o povo precisa boicotar essa nova gasolina,eles precisam sentir no bolso TB…

  2. Massa , meu sonho, a gasolina chegar a um preço mais elevado, vamos torcer pra chegue mais e mais, pelo menos a uns vinte reais o litro.
    E nós, povo brasileiro, chegamos de madrugada pra dar nosso lindo voto a esses super heróis políticos.
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Vão, vão vendo o que o voto faz!
    Somos um monte de babacas, que somos obrigado a sair de casa com um título na mão, ou sai, ou fica!

  3. Sou caminhoneiro e vejo a Petrobrás como cenário políticos para oportunistas especialistas , sejam coerente comente com a verdade

  4. Politica neoliberal de Guedes e Bozo. Se está subindo assim com Barril a 50 dólares, imaginen quanto seria o preço hoje com essa turma caso o barril estivesse a 150 dólares, como Dilma pegou.

    1. É a REFORMA DA PREVIDÊNCIA, FATÃO disse que os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras ñ seria destruído , realmente ñ mas atropelada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petróleo sobe mais de 4% após ataque dos EUA matar chefe de força de elite do Irã

Os contratos futuros do petróleo subiam cerca de 3 dólares nesta sexta-feira, depois que um ataque aéreo dos Estados Unidos em Bagdá matou o chefe da força de elite Quds, do Irã, provocando preocupações sobre a escalada das tensões regionais e a interrupção do fornecimento de petróleo.

O petróleo Brent subia 2,95 dólares, ou 4,45%, a 69,2 dólares por barril, às 8:19 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 2,62 dólares, ou 4,28%, a 63,8 dólares por barril.

Um ataque aéreo no aeroporto de Bagdá matou o major-general Qassem Soleimani, arquiteto da crescente influência militar do Irã no Oriente Médio e um herói entre muitos iranianos e xiitas da região.

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse que uma dura vingança aguarda os “criminosos” que mataram Soleimani.

“Esperamos que confrontos de nível moderado a baixo durem pelo menos um mês e provavelmente fiquem limitados ao Iraque”, disse Henry Rome, analista do Irã na Eurasia.

A embaixada dos Estados Unidos em Bagdá pediu nesta sexta-feira a todos os cidadãos norte-americanos que deixem o Iraque imediatamente devido à escalada nas tensões.

O Iraque, o segundo maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), exporta cerca de 3,4 milhões de barris de petróleo bruto por dia.

Extra – O Globo

Opinião dos leitores

  1. País é auto suficiente, injustificável para o consumidor brasileiro pagar aos acionistas da Petrobrás lucros de um conflito instantâneo. Vão roubar a mãe, bando de fdp.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras eleva em 4% preço da gasolina nas refinarias

 Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

A Petrobras elevou o preço da gasolina nas refinarias em cerca de 4% nesta quarta-feira (27), na segunda alta em pouco mais de uma semana, em meio à valorização do dólar em relação ao real.

Com a alta, o combustível atingiu cerca de R$ 1,91 por litro, segundo informou a petroleira estatal em seu site. O diesel, em contrapartida, foi mantido estável.

O repasse de ajustes de valores nas refinarias aos consumidores finais nos postos depende de diversos fatores, como margens de revendedoras e distribuidoras, misturas de biocombustíveis e impostos.

O último reajuste tinha sido feito no dia 19, quando o preço da gasolina foi elevado em 2,8%, após mais de 50 dias sem alterações no preço.

Na véspera, o dólar fechou em alta de 0,63%, a R$ 4,2394, renovando máxima nominal. Com a disparada dos últimos dias, a moeda dos EUA acumula alta de 5,73% ante o real na parcial do mês. No ano, o avanço é de 9,43% frente ao real.

Preços nos postos

Segundo a última pesquisa divulgada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina nos postos no país na semana terminada no dia 23 de novembro ficou em R$ 4,413, alta de 0,14% frente à semana anterior (R$ 4,407).

Já o preço do diesel ficou praticamente estável, em R$ 3,710 na média, ante R$ 3,715 na semana anterior.

No acumulado no ano, a gasolina acumula avanço de 1,59% e, o diesel, alta de 7,5%, segundo a ANP.

G1

Opinião dos leitores

    1. Pergunta ao STF que soltou Lula e que este gera instabilidade com seus discursos fascistas e violentos. Quem vai investir num país em que um Lula pede aos fascistas vermelhos pra tocar fogo em quem gera emprego?

    2. Agradeça ao ladrão corrupto e cachaceiro que fica estimulando o caos e a desordem pública como método de oposição.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Paulo Guedes promete taxa Selic a 4% em 2020

Foto: Adriano Machado/Reuters

Nesta sexta-feira(22), no Encontro Nacional de Comércio Exterior, no Rio de Janeiro, o sempre falante e confiante Paulo Guedes deu dois recados importantes:

Os juros caem mais ainda em 2020, o que vai levar a uma economia de 96 bilhões de reais ao Tesouro.

*Disse que a Selic pode cair a 4% (hoje, está em 5%)

* As turbulências em torno da reforma administrativa são normais: “Há silêncio em ditadura. Democracia faz barulho. O que não pode haver é quebradeira”.

Lauro Jardim – O Globo

Opinião dos leitores

  1. A população que saber se os juros do cartão é empréstimos vão a cair é ficar próximo dos 4%..Na realidade taxa Selic 4% até agora só está sendo bom para empresários e governo e povo?

  2. A taxa Selic cai e o combustível, feijão, pão, leite, tomate, juros do cartão… Não tem nada a comemorar! Prefiro acreditar em papai Noel.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Câmara Municipal de Natal aprova reajuste salarial de 4% dos funcionários efetivos da Casa

Em regime de urgência, a Câmara Municipal de Natal aprovou, nesta terça-feira (19), o Projeto de Lei 32/2019, da Mesa Diretora, que dispõe sobre a revisão anual dos vencimentos dos servidores efetivos da CMN. O vereador Paulinho Freire (PSDB), presidente da Casa, explicou que a data base é lei e precisa ser cumprida pelo legislativo. “Em uma negociação com o sindicato dos funcionários efetivos, fruto de quatro reuniões, nós mostramos a nossa vontade de qualificar e melhorar a situação dos funcionários da Câmara. Oferecemos 0,25% a mais do que o índice estipulado e fechamos 4% de reajuste”, afirmou o Chefe do Legislativo Municipal. Paulinho Freire acrescentou que o reajuste foi possível devido a uma economia em alguns setores da Câmara. “Foi feito um estudo sobre o impacto causado na folha salarial da Casa. A mesa diretora trabalhou com muita responsabilidade para que a lei fosse cumprida”, concluiu o parlamentar.

O vereador Maurício Gurgel (PSOL) contestou a aprovação do Projeto. “Não sou a favor de conceder reajuste salarial para funcionários que ganham salários altíssimos na Câmara. Existem os funcionários que não ganham muito, que merecem o reajuste, mas também, funcionários que recebem valores altos. Será que a Casa vai ter realmente condições de arcar com esse reajuste? Porque estamos vivendo uma situação financeira muito delicada”, disse Maurício.

Já o vereador Felipe Alves (MDB) enalteceu a aprovação da matéria. “O reajuste é um direito dos servidores de carreira e nós vereadores somos cobrados para que essa data base seja cumprida anualmente. Fico feliz que a atual mesa diretora teve condições de conceder esse aumento e valorizar o servidor”, comentou Felipe Alves.

Para João Alberto Bezerra, presidente do Sindicato das Câmara Municipais das Regiões Metropolitanas, o reajuste de 4% abriu precedentes para melhores negociações futuramente. “Pelo momento que o país está passando foi um percentual importante, abrindo um precedente para que a gente avance nas próximas negociações, na próxima data base. Nós tivemos o segundo maior ganho de negociação sindical do Brasil”, afirmou João Alberto.

Durante a reunião foi aprovado em segunda discussão, o Projeto de Lei 71/2018, do Chefe do Executivo Municipal, que estabelece a Política Municipal de Saneamento Básico de Natal. “O Projeto é importante para a saúde da população natalense e para a salubridade do meio ambiente da cidade, porque em breve teremos uma Natal 100% saneada”, disse o vereador Fernando Lucena (PT). Também foram aprovados o Projeto 89/2016, do ex-vereador Joanilson Rego, subscrito pelo vereador Paulinho Freire, que dispõe sobre medidas de segurança disciplinares de segurança pública, proibindo o uso de capacete, gorro, máscara e acessório que dificulte a identificação do usuário em locais públicos e privados. Os parlamentares aprovaram o Projeto 132/2018, do vereador Dickson Júnior (PSDB), que autoriza o município a disponibilizar álcool em gel a 70% para higienização das mãos nas instituições de ensino municipais.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro recebeu ligação de Trump

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recebeu ligação do presidente dos EUA, Donald Trump, após a vitória.

“Acabou de nos ligar e nos desejou boa sorte e, obviamente, foi um contato bastante amigável”, disse Bolsonaro.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, também confirmou a ligação do mandatário americano para parabenizá-lo pela eleição.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *