VÍDEO: Médica ensina a fazer máscara em 1 minuto com material que quase todo mundo tem em casa para proteção em pandemia

As máscaras cirúrgicas estão em falta nas lojas, nas farmácias e até nos hospitais. No entanto, especialistas pedem que toda a população utilize o produto com o objetivo de retardar a propagação do coronavírus. Como resolver o problema? Segundo a pediatra Ana Maria Escobar, colunista da CRESCER, você pode improvisar uma com um objeto que, provavelmente, tem na sua casa: um pano multiuso de limpeza, daqueles com furinhos.

“Todas as pessoas que tiverem que sair de casa devem usar uma máscara”, diz a médica. “Importante dizer que até o dia de hoje, esta não é a posição oficial do Ministério da Saúde. No entanto, evidências têm provado que o uso de máscaras por pessoas que não estão doentes, ou seja, estão assintomáticas – sem sintomas- pode ajudar a proteção de todos”, continua.

Mas por quê? “Algumas pessoas que foram contaminadas podem transmitir o vírus dois a três dias ANTES de apresentarem sintomas ou podem transmití-lo sem que NUNCA apresentem sintomas. Se estas pessoas forem ao mercado ou à farmácia e, por acaso, lá tossirem ou espirrarem, podem contaminar outras tantas pessoas. A máscara protege disto, pois a tosse ou o espirro fazem com que boa parte das gotículas de secreção com milhares de partículas virais fiquem ali contidas. Portanto, a máscara não é para sua própria proteção. É, na verdade, para a proteção de quem está ao seu lado. Se todos usarmos, estaremos todos juntos protegendo um número maior de pessoas”, explica.

As máscaras caseiras não são ideais, segundo a especialista, mas podem ajudar, “desde que tapem o nariz e a boca, não sejam tocadas pelas mãos durante o uso e sejam descartadas no lixo após 2 horas ou se ficarem úmidas”, afirma. No vídeo, ela ensina a fazer uma com objetos fáceis de encontrar. Confira:

Globo, via Crescer

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cap_Mor disse:

    lá vai o preço do perfex pras alturas 🙁

Hackers, crimes e ataques em autoridades: repassada por especialistas em fraudes, autenticidade de material divulgado está cada vez mais fragilizada

Os “verdevaldianos” argumentam que a prisão dos estelionatários comprova a autenticidade do material roubado. Como é que é?

O fato de que as mensagens foram repassadas por criminosos especializados em fraudes garante que nenhum diálogo foi fraudado? É isso mesmo?

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Esses meninos e o Verdevaldo têm credibilidade, não seriam capazes de adulterar nada…Confio neles…Essas autoridades da lava jato não têm nenhum serviço prestado a nação…

  2. Cidadão Atento disse:

    A prisão dos suspeitos de invadir celulares do ministro Sérgio Moro (Justiça) não põe fim aos questionamentos contra ele e investigadores da Lava Jato, como o procurador Deltan Dallagnol.

  3. Nilvan Rodrigues da Silva disse:

    Afinal quem está com a verdade?
    Quem pratica crime tendo jurado cumprir a Lei? Ou quem divulga informações verdadeiras não desmentidas, denunciando àqueles que praticam crime, perfil próprio do jornalismo investigativo?
    Eu fico com o jornalismo investigativo fico com a liberdade de impressa e expressão, pilares das diversas democracias praticadas em outros países do globo.

  4. Riva disse:

    Simples. Pega o material e perícia. O antagonista faz tudo menos jornalismo. Outra coisa me chamou atenção: E esse hacker de Araraquara que é pego pela polícia do Brasil, usa Windows, deixa todo o bloatware na máquina, tem adesivo na webcam do notebook, hackeia com iPhone e ainda tem que fazer bico de DJ mesmo tendo uma mala de dinheiro em casa?
    Parece legítimo.

    • Greg disse:

      kkkk o parceiro dele no esquema trabalha de UBER, brasileiro é tudo pelo avesso. Enquanto Russos e Americanos trabalham com Apple pra derrubar códigos, estamos no Windows com máquina LENOVO de 2Gb parcelados em 10x nas CASAS BAHIA.

    • Anderson disse:

      Sr. Riva, parece ilegítimo!? Quais são as características que legitimam um hacker? Se é que existem…

  5. Coutinho disse:

    É o poste mijando no cachorro..

    • Imoral disse:

      São os ratos dos recursos públicos colocando a culpa dos crimes cometidos contra o povo no queijo.

Material ainda não revelado reforça interferência de Moro, diz jornalista, que é casado com deputado federal do PSOL-RJ

O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil. Imagem: Brendan Smialowski/ AFP

Um dos autores da série de reportagens iniciada ontem pelo site The Intercept Brasil, que mostra como trocas de mensagens entre o então juiz federal Sergio Moro e a força-tarefa da Lava Jato podem ter ditado os rumos das eleições no país, o jornalista norte-americano Glenn Greenwald disse em entrevista hoje ao UOL que ainda possui um grande volume de dados não publicados que reforçariam a atuação indevida do ex-magistrado para influenciar em prisões e guiar a opinião pública.

Greenwald –que também é um dos fundadores do site– diz que o volume de material obtido por ele neste caso supera o da principal reportagem de sua carreira, que comprovou, em parceria com o ex-agente da CIA e da NSA Edward Snowden, no ano de 2013, o monitoramento indevido de informações privadas em massa pelos serviços de inteligência dos Estados Unidos.

Àquela altura, o banco de dados analisado era o maior já obtido por uma investigação jornalística. As reportagens publicadas no jornal britânico The Guardian deram a ele o Prêmio Pulitzer de Jornalismo e fama mundial.

Cauteloso ao falar sobre as próximas revelações, o jornalista diz já ter uma certeza: “Moro era um chefe da força-tarefa, que criou estratégias para botar Lula e outras pessoas na prisão, se comportando quase como um procurador, não como juiz”.

Casado com o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), Greenwald –que adotou o Rio de Janeiro como abrigo depois de ter sido ameaçado após as reportagens feitas com Snowden– se vê às voltas com uma nova onda de ataques homofóbicos e acusações nas redes sociais sobre um suposto partidarismo na publicação das reportagens.

“Dizem que eu e meu marido somos de esquerda, mas nem Moro, nem a Lava Jato, dizem que os argumentos [das reportagens] são falsos”, resume. Em relação ao fato de as reportagens terem sido veiculadas sem que os citados fossem ouvidos previamente, o jornalista defende a legitimidade das matérias, que na avaliação dele poderiam ter sua publicação barradas na Justiça.

Leia a seguir trechos da entrevista de Glenn Greenwald ao UOL aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anti-Robô disse:

    Intercpt Brasil é "O Antagonista" da esquerda. É preciso relevar muita coisa e perceber o que tem valor.

  2. Delano disse:

    Fácil avaliar Moro, quanto foi devolvido de dinheiro roubado do país, e quantos bandidos foram desmascarados, se vc adora ladrões de dinheiro público e quer continuar sendo roubado, não apóie o Moro.

  3. Marcos Leal disse:

    O circo será desmontado. Kkkkkkkkkkk

  4. Ivan disse:

    Ele é mulher de um deputado do PSOL??? Matéria bem isenta e séria…Tendi…kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Antonio Turci disse:

    Cada dia fica mais difícil ajeitar o Brasil. Infelizmente o sectarismo esquerdista e inconformado com os resultados do pleito de 2018 faz tudo para atrapalhar. Não pensam no Brasil, mas na farra introduzida a partir do Sr. AFHC e ampliada com o Sr Lula.

  6. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Essa boneca tem muita credibilidade

  7. Cigano Lulu disse:

    Como é o nome deste site… IntercePT o que mesmo?

  8. Manoel disse:

    Ah tá! Ainda falta forjar mais conversas… Entendi!

MPRN fica 'mal na fita'

Está no Blog do Dinarte:

Pegou mal para o Ministério Público do Estado o vazamento de vídeo da investigação da Operação Máscara Negra ao Fantástico, exibido ontem à noite e repassado à equipe global pelas mãos de algum promotor, certamente.

Uma instituição que diz se erguer em favor da igualdade privilegiou uma emissora tomando por métrica o alcance da repercussão, nesse caso nacional.

Agora pela manhã, os coleguinhas da terra pedem ao MP o mesmo conteúdo, sem ter acesso até agora.

Do Blog: Assino embaixo o que Dinarte Assunção escreveu e complemento: lamentável a atitude do MP. O senhor que aparece no vídeo que o MP vazou com “exclusividade” para o fantástico se chama no popular “Junior Fofão”.

Tive a informação que Junior não fez delação e, sim, deu um depoimento com informações detalhadas de como funcionava o esquema. Sendo assim, o MP quebrou a confiança com o réu ou não?

Será que o réu sabia que iria aparecer em rede nacional?

Sigo a linha de pensamento em que quem erra deve pagar pelo erro, e acho o MP fundamental para que os malfeitores no Brasil criem vergonha na cara. Mas não tenho dúvida em afirmar que, há tempos, o MP vem extrapolando. Já dizia um matuto, “tudo demais é muito!”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lilianne Bezerra disse:

    O problema é que algumas pessoas só vêem abuso na exposição de gente graúda! Os pobres, pretos e prostitutas presos pela polícia são cotidianamente expostos em programas apelativos pela imprensa e essas mesmas pessoas não vêem nisso um erro. Por que será? Só configura excesso se for cometido pelo Ministério Público? A polícia nesses programas, quando expõem a imagem de um criminoso, chegam a forçar a cabeça do cidadão para aparecer melhor para as câmeras.
    Esses defensores da PEC DA IMPUNIDADE devem deixar de ser hipócritas.

  2. Paulo disse:

    Curioso como o "acessório" passa a ter mais valor que o principal.
    O cara não confessou sabendo que estava sendo gravado?
    É isso gente…
    A polícia dizer que o MP comete abuso, mas ela não comete é o cúmula da desfaçatez.
    Mais uma quadrilha desarticulada DENTRO DA LEGALIDADE.
    É isso que importa.
    Parabéns, MP/RN! Abaixo a PEC 37!

  3. marcelo disse:

    Matéria rquentada por uma missora que ver o seu programa noturno do domingo perdendo audiência e credibilidade. Nada acrescentou de novo, ao que os natalenses já sabiam. Infelizmente o Ministério Público a cada dia que passa perde mais credibilidade junto a população por colocar sempre os holofotes acima de tudo e de todos. A PEC 37 caso venha a ser aprovada é por causa dos maus integrantes do MP que valorizam muito mais a sua vaidade do que a apuração séria das denúncias. Outra coisa o lobby contra a PEC 37 deve estar custando muito caro aos bolsos de nós contribuintes.

  4. Jose Emilio disse:

    O mp do RN há muito tempo que trabalha fora da lei e da ética ,pra justificar perante a opinião pública seus salários milionários e suas mordomias,como sala de massagem,auxílio moradia,auxílio paletó entre outros.Além da fortuna que eles gastam nessas operações carnavalescas ,com café da manhã pra centena de pessoas,combustível,diárias,gratificações etc.

  5. Marcelo disse:

    O cara não quer aparecer em rede nacional como participante de esquema para ROUBAR, o dinheiro público, é fácil, não entra em esquema!

  6. José de Arimatéia disse:

    Sou A FAVOR da PEC 37, a PEC da legalidade. Chega de holofotes e abusos contra o Direito de terceiros. Um verdadeiro abuso essa exposição desnecessária e midiática que fizeram com esse rapaz.

    E complemento: alguém sabe dizer alguma operação que o MP tenha feito para prender gente que não seja de gravata? Se eles tem poder de investigação, porque não investigam também o crime organizado, os assaltantes de banco, os grupos de extermínio que estão aos montes em nosso Estado? A verdade que bandido de gravata eles tem coragem de investigar, mas bandido que anda de revólver na cintura não aparece um com coragem.

    • junior disse:

      o MP só prende os engravatados, prq a Polícia não consegue chegar neles, prq quado alguém toma conhecimento do trabalho policial pra prender um engravatado, aquele policial ou aquela equipe é movimentada e as investigações são suspensas, total apoio ao MPRN e abaixo a PEC37, prq não cuidam de votar a PEC300???

    • Antônio Batista disse:

      Engana-se meu caro amigo! Isso é promoção, se eles estivessem querendo fazer um trabalho de respeito a ex prefeita de Natal não estaria ai soltinha da silva. Aqui ainda prevalece a lei de dois pesos e varias medidas. Tá tudo contaminado, cada um puxando para o seu lado. A questão toda é puramente política.

  7. inacio paulo disse:

    Tudo demais é a roubalheira generalizada no país.Acho,sem ser jurista,que MPE tem vários de seus integrantes despreparados para o cargo, precisando ser substituidos para dar mais credito a instituição perante uma população atonita e revoltada com tanta bandalheira impune.

  8. Carlos disse:

    Não vejo mal nenhum nisso! O que vejo são motivos para difamar o Ministério Público!
    Abaixo a PEC 37, a PEC da impunidade! Erros e acertos existem, e tudo que é humano esta sujeito, mas se for por na balança, o MP ganha de 1000 a zero.

  9. Ricardo Oliveira disse:

    Mais um vez lhe parabenizo BG pela coragem. O nosso MP de tantos amigos comuns que temos infelizmente está perdendo o rumo, virou triturador de pessoas antes de julgamentos judiciários. Essa é a grande verdade.

    • Antônio Batista disse:

      Verdade!!!! Aqui se é condenado, ops! CULPADO até que se prove ao contrário!

  10. joão disse:

    E ainda querem que PEC 37 não seja aprovada! o MP é para fiscalizar e atuar no processo penal, acusando! Isso é apenas uma amostra das atitudes do MP quando investiga! Como o réu será tratado com dignidade e isonomia, se quem investiga também irá acusar na ação penal? Não vejo lógica nisso!

Outras Faces: Polícia apreende material de construção em São José de Mipibu

Policiais civis estão nesse momento realizando, na cidade de São José de Mipibu, a apreensão de uma grande quantidade de material de construção que estava em poder da quadrilha de estelionatários presa no último dia 24 de agosto, durante a operação Outras Faces.

O material apreendido estava num galpão que fica localizado por trás de um posto de combustíveis BR (situado em frente à rodoviária).

Material escolar está 4,47% mais caro em relação a 2011

O Procon Natal (Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social da Prefeitura do Natal, realizou pesquisa de material escolar (exceto livros) em 25 papelarias da cidade do Natal, selecionadas entre as maiores e mais tradicionais do mercado.

As principais constatações da pesquisa realizada 06 e 13 de janeiro de 2012 foram que os preços subiram, em média, 4,47% em relação ao ano passado. De uma lista de 27 itens, 18 subiram e nove sofreram redução. O mesmo levantamento também revelou que há grandes diferenças de preços entre produtos da mesma marca e modelo, chegando a 900%, como é o caso de um simples apontador plástico da marca CIS, que apresenta diversos preços: de R$ 0,10 até R$ 1,00.

Por isso, o Procon Natal recomenda aos pais que pesquisem antes de comprar, pois a economia pode ser significativa. Além disso, devem procurar as melhores condições de pagamento, os descontos, observando a qualidade dos produtos, procurando comprar produtos com selo de garantia do Inmetro.

A pesquisa coletou preços de 27 itens de papelaria: apontador, borracha, caneta esferográfica, cola plástica, canetas hidrográficas, lápis cera, gizão de cera, lápis de cor pequeno, lápis de cor grande, lápis preto nº. 2, massa para modelar, pasta de cartolina, pincel atômico, pincel nº. 12, tinta guache, esquadro plástico, régua plástica, cadernos – de sete tipos, papel almaço e papel tamanho ofício A4 (resma e cento). Foram coletados os preços/marcas dos itens solicitados, resultando em 268 produtos de diferentes marcas e modelos, disponíveis no momento da pesquisa.

Aumento de preços

Comparando os preços médios deste mês/ano com os do mesmo período do ano passado, o órgão constatou aumento médio de 4,47%.
Os maiores aumentos foram observados na cola plástica escolar branca – tubo de 40g (está 25,2% mais cara), apontador plástico com um furo (+22,9%), pasta de cartolina com elástico (+17,4%), caneta esferográfica (+15,5%), caderno de desenho grande espiral de 48 fls. (+15,5%), pincel nº. 12 (+14,4%) e tinta guache – pote de 15ml (+13,6%). Os cadernos subiram, em média, 1,5%.

As reduções foram observadas na borracha branca comum pequena com capa plástica (caiu 28,3%), conjunto de canetas hidrográficas com 12 cores (-8,7%), lápis de cor grande-cx. com 12 cores (-7,0%), papel sulfite tam. ofício A4 – cento (-5,3%), e em alguns tipos de caderno.

Alerta

Além da pesquisa do material escolar, o Procon Natal também alerta os pais e alunos sobre o que as escolas podem ou não solicitar na lista. Com base na Lei Municipal nº. 6.044, de janeiro de 2010, que disciplina a questão as orientações do órgão são:
– Analisem criteriosamente as listas de material escolar solicitado pelos colégios, tendo em mente que os materiais solicitados constituem instrumentos de trabalho para o aprendizado do aluno (devem ter finalidade didática). Qualquer material para uso da escola é responsabilidade do próprio estabelecimento.
– A escola não pode exigir que a agenda do aluno seja comprada no próprio estabelecimento, exceção feita è educação infantil.
– A escola não pode exigir a aquisição de produtos de uma determinada marca ou determinar o local para a compra. Isso contraria a lei citada e o Código de Defesa do Consumidor, e deve ser denunciado aos órgãos de defesa do consumidor.
– A escola não pode exigir que os pais comprem o material escolar na própria escola; esse pode ser um serviço opcional, nunca obrigatório.
– Informe-se com a escola sobre a possibilidade de adquirir, de imediato, somente a quantidade de material a ser utilizada no primeiro semestre. Tal procedimento é amparado pela lei 6.044/2010. Isso, além de reduzir a despesa, possibilita planejar com mais tranqüilidade a aquisição do material referente ao segundo semestre.

Usuários compram agulhas e seringas para abastecer posto do Cidade Satélite

Tribuna do Norte:

Em busca de atendimento médico para a filha de 14 anos, o comerciário Rubens Dantas foi ao posto de saúde de Cidade Satélite, na manhã desta quinta-feira (11), mas se deparou com situação corriqueira às unidades de saúde municipais: o desabastecimento. Faltava, além de medicamentos, seringas e agulhas para ministrar a medicação prescrita pelo médico de plantão. Os pacientes, então, fizeram uma “vaquinha” e decidiram comprar e doar 55 quites de seringas e agulhas para garantir alguns atendimentos na unidade.

(mais…)

Posto de Saúde de Nova Descoberta "falta tudo"

TN Online:

“Falta tudo”. É com essa frase que as funcionárias da Unidade Básica de Saúde (UBS) de Nova Descoberta respondem quando questionadas sobre a atual situação do local. Os pacientes que procuram o posto médico, muitas vezes voltam para casa sem o atendimento médico ou sem receber a medicação necessária pois a farmácia está desabastecida.

Além desses problemas, pacientes e profissionais correm o risco de ter que dividir espaço com atividades da secretaria de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel).

No dia 27 de junho, uma equipe do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Cidadania visitou a unidade.  Os agentes do Ministério Público constataram que o trabalho dos agentes de saúde está comprometido devido a utilização, por parte da Sejel, de um espaço anexo à UBS.

Anteriormente, o local servia de depósito para material dos agentes bem como era usado para realização de reuniões e encontros com idosos, gestantes, diabéticos e hipertensos. “Antes a gente fazia até umas festinhas com os pacientes aqui. Mas agora não podemos fazer nada porque estão fazendo uma reforma para receber essas atividades da secretaria de esportes”, diz uma funcionária que preferiu não se identificar.

O espaço passa por uma reforma, porém, na tarde de ontem, quando a equipe de reportagem da TRIBUNA DO NORTE esteve no local, nenhum pedreiro estava trabalhando. Segundo informações, a Sejel irá ocupar o espaço com salas de fisioterapia e outras atividades que antes eram realizadas no prédio do Machadinho. Devido às obras da Copa, o ginásio teve que ser desocupado. “Eles iam se mudar para zona Norte, mas por causa da distância, preferiram se mudar pra cá. Soube que ainda tentaram alugar uma casa mas não conseguiram. Fui pega de surpresa com essa mudança repentina”, disse, por telefone, Solange Evangelista, diretora da UBS de Nova Descoberta.

O Ministério Público verificou outras irregularidades no unidade. Exames de HDL, LDL, ureia, ácido úrico, VDRL, beta Hcg, sumário de urina e plaquetas não estão sendo realizados por falta de material de leitura para os mesmos. O consultório odontológico é bem estruturado, porém, falta material para realização de obturações, por exemplo. “Os dentistas estão realizando somente extrações”, revela Solange.

(mais…)

O ANTI-MARKETING no ABC

O Blog reproduz post do Blog Fome de Gol do Jornalista Gabriel Negreiros:

O ABC tem criado um clima hostil com a torcida sem necessidade. Está faltando clareza e, principalmente, humildade para assumir o erro.

O time não tem camisa oficial para vender. E não é porque o produto acabou recentemente, desde que fechou com a Lupo que o material está em falta. A quantidade inicial que foi anunciada com pompa não deu nem para começar a brincadeira. Enquanto o torcedor procura as camisas para comprar, reclama pela falta do produto, o clube prefere produzir matérias no site oficial querendo esconder a falha. Chegaram ao absurdo de gravar com o roupeiro Joca atestando a qualidade do produto. O que danado tem a ver? O lateral Nêgo também já foi “garoto propaganda” da beleza e qualidade do produto, mas a questão não é essa. A questão é: estamos em junho e até agora o torcedor não tem camisa oficial para comprar!

Chegaram ao absurdo de tirar uma foto do presidente Rubens Guilherme Dantas passeando no shopping com uma “camisa casual” para dizer que existe produto para vender. Desculpem-me, mas estão expondo até o presidente a uma situação ridícula como essa. O pior de tudo é que o clube é o principal interessado na venda dos produtos. Ganha dinheiro com isso. Maquiar o erro é sem dúvida o mais insensato de toda essa situação. O clube deveria era cobrar da empresa o material. O trabalho de esconder os erros que o ABC faz se assemelha muito ao da equipe de Micarla de Souza ao tentar desqualificar a onda de protestos.

Por outro lado, não sou besta de não entender que estão “guardando” o produto para inauguração da loja da Prudente de Morais. Outro ponto interessante é: isso interessa a quem?

Do Blog: Parece que a parceria com a LUPO virou o pesadelo do Marketing do ABC. Diga-se de passagem que enquanto fui vice-presidente do Clube fui favorável a troca da ERK pela LUPO. Mas não vejo ninguém criticar o material da LUPO, ele é de excelente qualidade. O problema está na falta das camisas. Um dos argumentos que usamos para a troca de fornecedor foi justamente o tamanho da nova parceira. Não teria falta de produto, inclusive, o pedido feito para o ano chegaria todo de uma vez. Não foi  isso que aconteceu. Em uma ótima reportagem na edição de hoje, do Novo Jornal, sobre o grave problema da falta de produto, o Diretor Comercial da LUPO, Valquírio Cabral Júnior, disse ao reporter Bruno Araújo: “entregamos os produtos de acordo com a demanda de pedidos”. Quem fala isso é o Diretor da empresa. Nesse caso o erro de o clube ter chegado a junho com apenas 3000 camisas vendidas é de quem? Será que a consultoria de Marketing do ABC cometeria esse erro? Quanto o clube já deixou de faturar? Vamos torcer que se normalize o mais rápido possível.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Diego disse:

    O que chama mais a atenção é que o próprio abc não se pronuncia quando realmente chegam as camisas!Falta de respeito com o torcedor

  2. Renato disse:

    Com a palavra os Srs. Paiva Torres e Alan Oliveira.

  3. Fernando disse:

    Muito bom seu post. Assino aonde?
    O pior e ver blogueiros dizendo que esse porcedimento do marketing está certo. Recebendo jabá até eu…

  4. Perfeito sua interpretação do que vem acontecendo no ABC. Camisa para vender virou produto premium. Bruno quando o ABC já não deixou de faturar num momento tão bom?

  5. Qualidade não se discute, mas o compromisso em ter todos os produtos para a torcida, isso sim, deixa muito a desejar. Eu especialmente, desde o lançamento que aguardo para comprar a tão cobiçada camisa preta (4 terno), mas que vem a conta-gotas ou nem chega. Elogios e apoio são dados na mesma proporção que críticas construtivas, logo, vejo uma excelente oportunidade de melhoria do nosso marketing, a torcida "clama" por camisas, onde estão?

  6. Daniel disse:

    Quantas camisas o ABC deixou de vender nesse dia dos namorados? Conheço varios amigos que pretendiam pedir as namoradas, noivas e esposas a camisa preta de presente, imaginem a quantidade de pessoas que não pensavam o mesmo. faltou tino comercial aos responsaveis por essa comercialização.